Você está na página 1de 19

RECOMENDAÇÕES PARA

DISTRIBUIDORES
ASSOCIADOS E
NOVO CORONAVÍRUS FARMÁCIAS
COVID-19
Sempre colocando a saúde em primeiro
lugar, reunimos neste material as
principais informações para que juntos
possamos ajudar a evitar cada vez mais
casos de coronavírus em todo o Brasil.

• O QUE É O CORONAVÍRUS? 3 Oriente seus clientes e parceiros 10


• SINTOMAS 3 Sem estoque de álcool gel 11
• FORMAS DE TRANSMISSÃO 4 • ORIENTAÇÕES PARA AS FARMÁCIAS 12
• PREVENÇÃO 5 Dicas para o ambiente da loja 13
Cuide de si mesmo e dos seus
• QUANDO BUSCAR AJUDA MÉDICA? 5 colegas de trabalho 14
• TRATAMENTO 5 Sua saúde mental também importa 16
• ORIENTAÇÕES PARA AS DISTRIBUIDORAS 6 • PEDIDOS COM A SUA DISTRIBUIDORA 16
Recomendações gerais 7
Cuidado com os colaboradores 8 • A CORRIDA PELO ÁLCOOL GEL 17
Cuidado com os colaboradores 9 • CUIDADO COM AS FAKES NEWS! 18
O QUE É O CORONAVÍRUS¹?
Família de vírus que causam infecções respiratórias.
O novo agente foi descoberto em dezembro de
2019, na China, que provoca a doença chamada de
coronavírus (COVID-19).

SINTOMAS¹
Os sintomas do novo coronavírus são, principalmen-
te, respiratórios, parecidos com os sinais de um res-
friado. Podem, também, ocasionar infecção do tra-
to respiratório inferior, como as pneumonias, porém
ainda estão sendo feito estudos para caracterizar
melhor suas manifestações.

Até o momento, os principais são:


febre, tosse e dificuldade para respirar.

3 RECOMENDAÇÕES PARA DISTRIBUIDORES ASSOCIADOS E FARMÁCIAS


FORMAS DE
TRANSMISSÃO¹
As formas de transmissão também De qualquer forma, é importante saber que a transmis-
estão sendo investigadas, mas o são dos coronasvírus é comum ocorrer pelo ar por con-
que foi percebido no momento é a tato pessoal com secreções contaminadas tais como:
disseminação de pessoa para pes-
soa, ou seja, por gotículas respira- Gotículas de saliva;
tórias ou contato. Espirro;
Tosse;
Qualquer indivíduo que tenha con- Catarro;
tato próximo (cerca de 1m) com
alguém com sintomas respiratórios Contato pessoal próximo como toque ou
está em risco de contágio. aperto de mão;

Contato com objetos ou superfícies con-


taminadas, seguido de contato com a
boca, nariz ou olhos.

O período médio de incubação é de 5 dias, com inter-


valos que podem alcançar 12 dias, fase em que os pri-
meiros sinais levam para surgir desde a infecção.

4 RECOMENDAÇÕES PARA DISTRIBUIDORES ASSOCIADOS E FARMÁCIAS


PREVENÇÃO¹
Para prevenir o contágio, alguns cuidados são necessários para todos:

• Lavar as mãos com água • Evite aglomerações, • Cobrir o nariz e boca


e sabão e usar álcool principalmente se ao espirrar ou tossir;
em gel; estiver doente;
• Ficar em casa. Sair somente
• Manter os ambientes bem • Não compartilhar quando for extremamente
ventilados; objetos pessoais; necessário.

QUANDO BUSCAR AJUDA MÉDICA²? TRATAMENTO¹


Procure assistência médica quando houver febre Não há tratamento próprio para infecções
alta e/ou dificuldade para respirar, pois ao buscar causadas pelo coronavírus humano. O mais re-
ajuda simplesmente para saber se está infectado comendado é repouso, consumo de bastante
ou não, você acaba se expondo ao coronavírus, água, além das medidas orientadas para alívio
além de ocupar o espaço de casos graves. dos sintomas que são individuais.

5 RECOMENDAÇÕES PARA DISTRIBUIDORES ASSOCIADOS E FARMÁCIAS


ORIENTAÇÕES
PARA AS
DISTRIBUIDORAS

6 RECOMENDAÇÕES PARA DISTRIBUIDORES ASSOCIADOS E FARMÁCIAS


RECOMENDAÇÕES GERAIS

• Siga sempre as orientações de prevenção citadas acima e reforce-as diretamente com todos os colaboradores.
• Em todos os ambientes, seja nos escritórios, refeitórios e centros de distribuição, mantenha-os sempre arejados,
com janelas e portas abertas quando possível.

• Para os funcionários que trabalham de uniforme, a recomendação é que eles vistam-se somente ao chegar
na empresa, além de esterilizar as peças sempre.

• Ofereça máscaras para os colaboradores que necessitam usá-las no dia a dia do trabalho.

• Certifique que sua distribuidora tenha os produtos e equipamentos necessários para limpeza e desinfec-
ção das instalações. Se for necessário, contrate uma empresa terceirizada somente para a realização desse
serviço. Diante do momento que estamos passando, a limpeza deve ser mais rigorosa, não deixando faltar: desin-
fetantes a base de cloro e álcool gel 70%, tanto para o reabastecimento dos dispensers e embalagens individuais
(não esquecendo dos colaboradores que atuam em campo).

• Monitorar temperatura e possíveis sintomas de gripe de todos os terceirizados que entrarem na empresa,
incluindo funcionários de transportadoras, correios etc. Não permitir o acesso caso apresente algum sintoma.

7 RECOMENDAÇÕES PARA DISTRIBUIDORES ASSOCIADOS E FARMÁCIAS


CUIDADO COM OS COLABORADORES

• Quando possível, ofereça a opção de trabalho home office aos seus colaboradores. Nesse momento, quanto
menos contato pessoal, melhor para todos. Peça ajuda ao RH para verificar quais deles podem trabalhar em casa.

• Para os funcionários que não podem se ausentar do ambiente de trabalho, reforce as medidas de prevenção.

• Evite asreuniões presenciais, mas se for preciso realizá-las, faça com, no máximo, 5 pessoas. Esse também
pode ser um bom momento para mostrar aos participantes a importância de todas as medidas preventivas.

• Todos os funcionários devem informar ao seu gestor direto se apresentar qualquer sintoma ou se teve contato
com alguma pessoa infectada com o coronavírus para o encaminhamento necessário.

• Monitorar temperatura e possíveis sintomas de gripe de todos os colaboradopres que entrarem na empresa.

• Envolver o farmacêutico responsável no processo de conscientização, acompanhamento do cumprimento


das orientações e medição da temperatura de cada colaborador registrando em planilha esse controle para
segurança de todos.

8 RECOMENDAÇÕES PARA DISTRIBUIDORES ASSOCIADOS E FARMÁCIAS


CUIDADO COM OS COLABORADORES

• Para ir e voltar do trabalho, a orientação é evitar, sempre que possível, o transporte público. Mas, se o fun-
cionário não tem outra opção, recomende para não se comunicar desnecessariamente com pessoas para evitar
transmissão por gotículas de saliva, além de manter 1 metro de distância.

• Escalonar horários e dias de trabalho de pessoas do mesmo setor, caso não possam fazer home office.
• Evitar viagens aéreas de todos os colaboradores da empresa.

• Proibir o acesso dos demais colaboradores ao Centro Logístico.

9 RECOMENDAÇÕES PARA DISTRIBUIDORES ASSOCIADOS E FARMÁCIAS


ORIENTE SEUS CLIENTES E PARCEIROS

• Nesse momento, o regime home office tornou-se fundamental no combate à doença. Portanto, oriente a equipe
comercial a fazer home office, a utilizar as ferramentas de vendas à distância e incentivar as farmácias a
fazerem seus pedidos pelos canais digitais como Pedido Eletrônico, site, televendas e WhatsApp. Divulgue
essa possibilidade por e-mail marketing, posts nas redes sociais e em banners na home do seu site para que todos
os clientes saibam sobre essas alternativas e que não estarão desatendidos durante o período de isolamento social.

• Priorizeos métodos de reunião à distância. Os meios digitais também podem ser usados para fazer reuniões
tanto com os clientes quanto com os parceiros. Opções não faltam: Skype, Google Hangout, Zoom e WhatsApp.

10 RECOMENDAÇÕES PARA DISTRIBUIDORES ASSOCIADOS E FARMÁCIAS


SEM ESTOQUE DE ÁLCOOL GEL
Os estoques de álcool gel estão acabando, mas não é preciso desespe-
ro. O Laboratório de Macromoléculas e Nanopartículas da PUC-RJ expli-
ca o porquê. Antes de mais nada, é necessário entender como o etanol
Na ausência atual contra o vírus. Este micro-organismo possui uma “capa protetora”
do produto, feita de lipídeos, ou seja, gordura. Assim, o etanol do álcool gel é capaz
é possível de dissolver essa capa eliminando o vírus.
contar com os Na ausência do produto, é possível contar com os surfactantes, substâncias
surfactantes, presentes no sabão, detergente, sabonete líquido ou em barra e até nos
substâncias shampoos! Lembre-se: eles são muito eficientes em remover gordura!

presentes Por isso, informe a todos para deixarem o álcool gel apenas para uso
no sabão, em situações em que não se tem uma torneira para lavar as mãos com
sabão. Dessa forma, sobra o produto para todo mundo.
detergente,
sabonete O M&N Lab ainda reforça que uma pessoa com estoque de álcool
cercada de indivíduos sem acesso ao produto, fica menos protegida
líquido ou em
do que se todo mundo tivesse acesso a pelo menos um pouco de
barra e até nos álcool gel, pois haveria menos chance das pessoas ao seu redor es-
shampoos! tarem contaminadas.

11 RECOMENDAÇÕES PARA DISTRIBUIDORES ASSOCIADOS E FARMÁCIAS


ORIENTAÇÕES
PARA AS
FARMÁCIAS
A farmácia, por ser um estabelecimento
de saúde de fácil acesso aos
consumidores, precisa estar preparada
para atender a nova demanda, incluindo
também a prevenção entre os seus
colaboradores. Além das dicas gerais
já abordadas anteriormente, inclua as
demais no dia a dia da sua loja.

12 RECOMENDAÇÕES PARA DISTRIBUIDORES ASSOCIADOS E FARMÁCIAS


• Como

DICAS PARA O AMBIENTE DA LOJA³


o novo coronavírus é transmitido por gotículas e contato, todas as áreas da
loja precisam ser desinfetadas. Os produtos mais indicados são o álcool 70%, solução de
hipoclorito 1% e detergentes contendo cloro ativo.

• Não se esqueça também de limpar todos os objetos como telefones, computadores,


caixas, mesas, cadeiras entre outros com álcool líquido 70% a cada 2 horas. Todos os ins-
trumentos clínicos também devem ser esterilizados com o mesmo produto após cada uso
ou imediatamente caso haja suspeita de contaminação.

• Os aventais, uniformes e jalecos precisam ser esterilizado duas vezes por semana,
além da substituição imediata caso haja contaminação no contato com pacientes.

• Os itens usados para a limpeza precisam ser separados e limpos em locais espe-
cíficos. Após o uso, esterilize com solução desinfetante contendo cloro por 30 minutos,
enxágue e coloque para secar.

• Deixei sua loja o mais arejada possível. Abra as janelas e deixe os ventiladores liga-
dos. Caso tenha ar-condicionado, mantenha o aparelho com a limpeza sempre em dia.
Outra opção é usar equipamentos portáteis de esterilização do ar em ambientes onde
não tenha boa ventilação.

• O plano de gerenciamento de resíduos deve ser adequado e aplicado por todos os fun-
cionários da loja, supervisionados pelo farmacêutico responsável e pelo gerente. Tanto o
tratamento quando o descarte devem seguir a RDC 222/2018.

13 RECOMENDAÇÕES PARA DISTRIBUIDORES ASSOCIADOS E FARMÁCIAS


• Todos os colaboradores devem ser treinados sobre todos os cuidados que envolvem o

SEUS COLEGAS DE TRABALHO³


novo coronavírus.

CUIDE DE SI MESMO E DOS Vale lembrar que, todas as reuniões, treinamentos


e eventos com mais de 20 pessoas precisam ser
evitados durante o período de epidemia, dando
preferência para os canais virtuais.

• Além disso, todos devem informar ao apresentar qualquer sintoma para o enca-
minhamento médico. Já para aqueles sem sintomas, vale o acompanhamento diário
do farmacêutico.

• Os colaboradores que tiveram contato com outras pessoas doentes podem manter
sua rotina normal, seguindo as medidas preventivas, enquanto assintomáticos. Porém,
tanto a temperatura quanto os sintomas precisam ser acompanhados todos os dias pelo
farmacêutico por 14 dias após a exposição.

• Se possível, ofereça a opção de trabalho home office.


• Vacine todos os funcionários contra a gripe.

14 RECOMENDAÇÕES PARA DISTRIBUIDORES ASSOCIADOS E FARMÁCIAS


• O farmacêutico, bem como demais colaboradores, devem utilizar máscara cirúrgica

SEUS COLEGAS DE TRABALHO³


durante todo período em que estiverem trabalhando. No atendimento a pacientes com

CUIDE DE SI MESMO E DOS


sintomas respiratórios, recomenda-se utilizar também luvas descartáveis. O avental esteriliza-
do, óculos de proteção também são recomendados, além de manter distância mínima de
um metro de outras pessoas.

• Ao ir e voltar do trabalho, usar máscara cirúrgica no caminho, evitar transporte pú-


blico para locomoção, não se comunicar desnecessariamente com pessoas para evitar
transmissão por gotículas de saliva.

• Os funcionários que atuam na área da limpeza devem usar obrigatoriamente luvas e


óculos de proteção ao manusear os produtos.

15 RECOMENDAÇÕES PARA DISTRIBUIDORES ASSOCIADOS E FARMÁCIAS


SUA SAÚDE PEDIDOS COM A SUA
MENTAL TAMBÉM DISTRIBUIDORA
IMPORTA³ Atualmente, a maior parte das distribuidoras já
Como os profissionais de saúde são im- possuem canais digitais para a realização de
prescindíveis no combate à disseminação pedidos. Dessa forma, utilize-os para evitar ao
de doenças, é normal sentir pressão psi- máximo o contato físico. Você pode fazer as
cológica. Por isso, tente não perder o con- compras da sua farmácia pelo:
trole. Estabeleça um bom relacionamento
• Pedido Eletrônico
interpessoal e mantenha uma atitude posi-
tiva e otimista sobre a situação. • Site
Outras dicas incluem: ter um sono ade- • Televendas
quado, manter uma dieta equilibrada,
praticar atividades físicas, evitar notí- • WhatsApp ou até mesmo ligando
cias que causem ansiedade ou estresse. para o seu representante.

Ao receber suas encomendas, higienize as mãos


logo após guardar as mercadorias.

16 RECOMENDAÇÕES PARA DISTRIBUIDORES ASSOCIADOS E FARMÁCIAS


A CORRIDA PELO ÁLCOOL GEL
Mostre aos seus clientes que não é preciso entrar em
desespero na falta do álcool gel. O Laboratório de
Macromoléculas e Nanopartículas da PUC-RJ explica
o porquê. Antes de mais nada, é necessário entender
como o etanol atual contra o vírus. Este micro-orga-
nismo possui uma “capa protetora” feita de lipídeos,
ou seja, gordura. Assim, o etanol do álcool gel é
capaz de dissolver essa capa eliminando o vírus.

Na ausência do produto, é possível contar com os


surfactantes, substâncias presentes no sabão, deter-
gente, sabonete líquido ou em barra e até nos sham-
poos! Lembre-se: eles são muito eficientes em re-
mover gordura!

Por isso, informe a todos para deixarem o álcool gel


apenas para uso em situações em que não se tem uma
torneira para lavar as mãos com sabão. Dessa forma,
sobra o produto para todo mundo.

17 RECOMENDAÇÕES PARA DISTRIBUIDORES ASSOCIADOS E FARMÁCIAS


CUIDADO COM AS FAKES NEWS!
Diariamente, somos bombardeados com notícias por todos os canais. Mas, infelizmente, nem
todas são verdadeiras. Como profissionais atuantes da área de saúde, é preciso estar cercados
de informações sobre o assunto para desmentir qualquer alarde que possa se espalhar por
meio de notícias falsas.4

Por isso, procure por fontes confiáveis como os portais da Organização Mundial de Saúde
(OMS) e Ministério da Saúde, por exemplo.

O próprio Ministério da Saúde criou um aplicativo, o Coronavírus-SUS, para orientar me-


lhor a população. Nele, várias informações podem ser encontradas como:

• Notícias oficiais;
• Orientações sobre prevenção;
• Instruções sobre identificação de sintomas;
• Mapa com as unidades de saúde mais próximas;
• Formulário para a realização de autoexame para
identificar uma possível contaminação.

Informe-se e ajude a combater as fake news!

Fontes e referências
¹Ministério da Saúde - https://coronavirus.saude.gov.br/. Acesso em 17/03/2020.
²Associação Brasileira de Alergia e Imunologia (ASBAI) - http://asbai.org.br/orientacoes-da-asbai-frente-ao-novo-coronavirus/. Acesso em 17/03/2020.
³Guia rápido • Times de trabalho - Coronavírus: o que você precisa saber e como prevenir o contágio. Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias (Abrafarma)
4
Departamento de Comunicação do Conselho Regional de Farmácia do Estado de São Paulo (CRF-SP)

18 RECOMENDAÇÕES PARA DISTRIBUIDORES ASSOCIADOS E FARMÁCIAS


WWW.ABRADILAN.COM.BR

Você também pode gostar