Você está na página 1de 6

Tarot de Ação Psiônica Pulsada Álvaro Domingues e Régia Prado

6 - A Leitura
Diferente de outros Tarots, o Tarot de Ação Psiônica Pulsada é baseada num
diagnóstico energético da pessoa ou situação. Durante a leitura, não se busca
a previsão de fatos futuros, mas um retrato do momento presente e que tipo
de influências a pessoa está recebendo ou gerando. O processo não se limita a
uma leitura, mas permite que o tarólogo, através de uma emissão energética,
influa na situação ou pessoa de forma a retomar o equilíbrio, como um
processo terapêutico baseado em energias ou frequências, similar ao reiki, à
cromoterapia ou às própria mesas radiônicas.

Durante a leitura, cada carta tem um simbolismo próprio e, durante a emissão


energética do operador, modula a onda necessária para tratar o conteúdo
trazido. Cada carta funciona como uma moduladora de ondas, porém, a
energia a ser trazida para ativá-la vem do operador, associada à sua intenção,
que se estiver contaminada com pensamentos e sentimentos negativos, não
irá conseguir ativar o filtro da carta.

A junção das várias cartas modula uma única onda certeira, destinada a influir
positivamente no contexto do interagente.

Isso é possível porque, simbolicamente, o Tarot está ancorado com todas as


redes e portais nele representados por cartas e além disso, está conectado à
rede Gaia Coral que partindo do cosmos, envolve o planeta Terra, preparando-
o para o próximo nível de consciência. Esta conexão está representada no
verso das cartas, que representa uma parte do portal que se conecta à rede. A
Energia canalizada pelo processo é sintonizada pela imagem do verso das
cartas e enviada através das cartas utilizadas diretamente ao interagente.

Como todos os Tarots, a descrição e interpretação das cartas é apenas um guia


básico. O tarólogo, com o passar do tempo, desenvolverá seu próprio método.

Para quem já faz uso do Tarot convencional, o Tarot de Ação Psiônica Pulsada
pode ser usado como complemento, para agir no sentido de minimizar uma
leitura desfavorável ao interagente, ou cartas normalmente associadas a
problemas, como a Torre, a Lua o Enforcado e a Morte, ou cartas de arcanos
menores com simbolismo negativo num jogo.

Preparação

Uma vez que o Tarot de Ação Psiônica Pulsada é baseado em energias ou


frequências, é conveniente um preparo anterior. Ele já está ancorado na
egrégora que sustenta a Rede Gaia Coral e as demais redes que o compõe.
Todavia, é sempre conveniente agregar também a egrégora em quem confia,
de acordo com o seu sistema de crenças.

Conexão

A Conexão nada mais é que se conectar com a Divina Presença, o Eu Sou ou o


Eu Maior, conforme o nome que é dado em várias tradições místicas ou
esotéricas. Ou, se preferir, o seu Self.

35
Tarot de Ação Psiônica Pulsada Álvaro Domingues e Régia Prado

Antes de iniciar uma leitura, o tarólogo segura o baralho com as duas mãos e
diz ou simplesmente mentaliza a conexão com o seu Eu Sou. Pode-se dizer, por
exemplo, as frases:

Desse momento em diante a minha consciência escolhe se conectar com


a minha consciência Divina, para que a sabedoria e o conhecimento
fluam naturalmente, e, dessa forma, eu possa cumprir a minha missão.

Ou, simplesmente:

Eu Sou ativar a conexão com a Divina presença de .... (seu nome).

(comando usado nas Mesas Radiônicas de Régia Prado)

Ou, ainda, um mantra ou uma oração individual, dentro do sistema de crenças


do operador.

Conexão com o interagente

Para que a leitura flua de forma mais efetiva, pode-se estabelecer uma cone-
xão com o interagente. O simples fato de estar havendo uma sessão com a
presença dele, já está ocorrendo uma conexão. Esta conexão pode
ser reforçada se for mentalizado um dialogo entre as duas divinas presenças.

Deste modo, a leitura fluirá entre o Eu Maior do operador e o Eu Maior do


interagente, que vai ser traduzida em símbolos pelo eu menor do tarólogo ao
eu menor do interagente.

As cartas funcionam como moduladoras de frequências, um filtro que modula e


direciona a energia canalizada pelo tarólogo. Sem a energia direcionada pelo
operador, não fazem nada além de um diagnostico.

Antes de iniciar a leitura

Assim como nas mesas radiônicas, antes de iniciarmos uma leitura é


conveniente começar por perguntar ao Tarot: é Divino interferir?

Esta pergunta deve ser feita sempre, mas com uma atenção redobrada se a
leitura estiver a ser feito à distância, envolvendo uma pessoa que desconhece
que está sendo feita uma leitura (por exemplo, alguém doente e hospitalizado
que julgamos precisar de ajuda).

36
Tarot de Ação Psiônica Pulsada Álvaro Domingues e Régia Prado

Procedimento

1. Mentalizamos ou emitimos verbalmente a questão;

2. Embaralhamos o Tarot, abrimos um leque com as cartas voltas para


baixo e escolhemos três cartas;

3. Há sete cartas que são indicativas de um “não”: Espiral, São Miguel


(duplo) do naipe verde; Infinito, São Miguel e o Trisquel, do naipe azul
escuro; Vesica Piscis e Coluna Búdica do naipe azul celeste.

Atenção: Estas cartas não têm a conotação de negativas, mas, apenas


para o efeito desta questão, elas vão representar o “não”.

4. Se, pelo menos, duas cartas pertencerem este grupo, a leitura não deve
ser feita.

Tipos de leitura
Leitura com três cartas

O procedimento é:

1. Mentalizamos ou emitimos verbalmente a questão;

2. Embaralhamos o Tarot, abrimos um leque com as cartas voltas para


baixo e escolhemos três cartas, distribuindo-as da esquerda para direita;

3. Lemos a sequência de cartas da esquerda para a direita;

4. Recolhemos as cartas, da última para a primeira de forma que a última


carta fique em cima;

5. Viramos o maço de três cartas com a face voltada para baixo;

6. Sobre o verso da carta que está em cima do maço (que seria a primeira
carta da leitura), colocamos o dedo indicador ou a palma de uma das
mãos sobre a estrela de cinco pontas;

7. Diga em ou mentalize: "Sou fonte de pura energia". Repita o processo


até um sentimento de paz lhe envolver.

8. Batendo levemente o dedo indicador ou mantendo a mão sobre estas


cartas, deixando fluir a energia , diga ou mentalize (o importante é sentir
a energia fluir em si e ser direcionada para o taro): "Pulsa em ordem
divina, ou pulsa, pulsa... (9x).

37
Tarot de Ação Psiônica Pulsada Álvaro Domingues e Régia Prado

Leitura com seis cartas

O procedimento é:

1. Mentalizamos ou verbalizamos a questão;

2. Embaralhamos o Tarot, abrimos um leque com as cartas voltas para


baixo e escolhemos seis cartas, distribuindo-as num círculo, no sentido
horário, considerando a posição do alto como a primeira;

3. Lemos a sequência de cartas, no sentido horário, a partir da primeira;

4. Recolhemos as cartas, da última para a primeira, no sentido anti-horário,


de forma que a última carta fique em cima;

5. Viramos o maço de seis cartas com a face voltada para baixo;

6. Sobre o verso da carta que está em cima (que seria a última carta da
leitura), colocamos o dedo indicador de uma das mãos sobre a estrela de
cinco pontas;

7. Diga em ou mentalize: "Sou fonte de pura energia". Repita o processo


até um sentimento de paz lhe envolver.

8. Batendo levemente o dedo indicador ou mantendo a mão sobre estas


cartas, deixando fluir a energia , diga ou mentalize (o importante é sentir
a energia fluir em si e ser direcionada para o taro): "Pulsa em ordem
divina, ou pulsa, pulsa... (9x).

Leitura com 12 cartas ou mandala astrológica

O procedimento é:

1. Mentalizamos ou verbalizamos a questão;

2. Embaralhamos o Tarot, abrimos um leque com as cartas voltas para


baixo e escolhemos doze cartas, distribuindo-as num círculo, no sentido
anti-horário, considerando a posição do mais à esquerda como a casa 1;

3. Lemos a sequência de cartas, no sentido anti-horário, a partir da


primeira, considerada a casa 1 ou casa da personalidade, seguida pela
casa 2, posses; casa 3, comunicação; casa 4, família; casa 5, talentos e
criatividade; casa 6, saúde ou trabalho; casa 7, associações (entre elas,
o casamento e as sociedades comerciais); casa 8, transformação; casa
9, espiritualidade ou evolução pessoal; casa 10, carreira; casa 11,
projetos futuros e casa 12, o inconsciente. Pode ser tirada uma 13 a carta,
representando a situação ou o interagente no momento da leitura.

4. Recolhemos as cartas, da última para a primeira, no sentido horário, de


forma que a última carta fique em cima;

5. Viramos o maço de doze cartas com a face voltada para baixo;

38
Tarot de Ação Psiônica Pulsada Álvaro Domingues e Régia Prado

6. Sobre o verso da carta que está em cima do maço, colocamos o dedo


indicador de uma das mãos sobre a estrela de cinco pontas;

7. Diga em ou mentalize: "Sou fonte de pura energia". Repita o processo


até um sentimento de paz lhe envolver.

8. Batendo levemente o dedo indicador ou mantendo a mão sobre estas


cartas, deixando fluir a energia , diga ou mentalize (o importante é sentir
a energia fluir em si e ser direcionada para o taro): "Pulsa em ordem
divina, ou pulsa, pulsa... (9x).

39
Tarot de Ação Psiônica Pulsada Álvaro Domingues e Régia Prado

Emissão para fortalecer o interagente

O tarólogo, dependendo da leitura ou da situação, pode escolher enviar um


conjunto de frequências para “dar uma força ao interagente”, ou seja dar uma
dose de energia extra. Por exemplo, o interagente vai fazer uma prova, vai
tomar um passo decisivo na vida, sofrer uma cirurgia ou simplesmente está
num estado físico, mental ou emocional que justifique um envio extra de
energia.

Para isso deve-se abrir a leitura de seis cartas e, em vez de recolher as cartas
no sentido anti horário (passo 4), devemos recolher no sentido horário e seguir
os passos seguintes.

Embora se possa fazer já diretamente este tipo de leitura, convém usá-la em


seguida a uma das outras leituras.

Oráculo complementar

O Tarot de Ação Psiônica Pulsada pode ser lido diretamente ou como


complemento ao Tarot tradicional ou outro tipo de oráculo, como Runas, I
Ching, Astrologia, Petit Lenormand (baralho cigano) ou outro, indicando como
pode ser tratado o problema encontrado. Ou “lendo” o que há por traz das
mensagens que cada carta traz.

Como complemento, para atenuar um resultado negativo ou fortalecer um


positivo de uma leitura com o oráculo escolhido, pode-se fazer uma tirada de
três cartas para cada tópico que se desejar. Por exemplo, se numa leitura com
o Tarot tradicional sair uma carta como a Torre, pode-se atenuar sua
influência.

Usa-se o procedimento de três cartas para cada aspecto a ser analisado, ou o


de seis cartas para o jogo como um todo.

40

Você também pode gostar