Você está na página 1de 11

Saneamento Básico

Introdução ao tema
Módulo I

Definições e Conceitos
Aula 5 – Arcabouço Legal e
Atribuições Legais do Profissional
Revisão
Mundo Brasil
água esgoto

Municípios sem Municípios sem


rede de abastecimento de água rede coletora de esgoto

99,4% municípios c/ rede 55,1% municípios c/ rede


78,6% economias abastecidas 28,5% com tratamento

Fonte: OMS – Organização Mundial de Saúde (relatório de progresso de Água Potável, Saneamento e Higiene - 2017)/ IBGE - Pesquisa Nacional de Saneamento Básico – PNSB (2008)
Arcabouço Legal
• Constituição da República Federativa do Brasil 1988

• Lei 6.938/1981 - Plano Nacional de Meio Ambiente

• Lei 9.433/1997 - Política Nacional de Recursos Hídricos

• Lei 9.984/2000 - Agência Nacional de Águas - ANA

• Lei 11.445/2007 - Diretrizes do Saneamento Básico

• Decreto Lei 7217/2010 - Regulamenta Lei do Saneamento

• MP 844/2018 - Marco Legal do Saneamento Básico


Arcabouço Legal
• Constituição da República Federativa do Brasil 1988
 Art. 200 – compete ao sistema único de saúde
 IV - participar da formulação da política e da execução das ações de saneamento básico;

• Lei 11.445/2007 – Estabelece Diretrizes Nacionais de Saneamento Básico


 Art. 2º – Os serviços públicos de saneamento básico serão prestados com base nos
seguintes princípios fundamentais.

 I – universalização de acesso;

 III - abastecimento de água, esgotamento sanitário, limpeza urbana e manejo dos


resíduos sólidos realizados de formas adequadas à saúde pública e à proteção do
meio ambiente;

 Art. 4º § único – A utilização de recursos hídricos na prestação de serviços públicos


de saneamento básico, inclusive para disposição ou diluição de esgotos e outros
resíduos líquidos, é sujeita a outorga de direito de uso,
Atribuições Legais do Profissional
• Decreto 23.569/1933 - Regula Exercício das Profissões de Engenheiros,
Arquitetos e Agrimensor

• Lei 5.194/1966 - Regula Exercício das Profissões de Engenheiros,


Arquitetos e Engenheiro-Agrônomo

• Resolução Confea nº 218/1973 - Discrimina atividades das diferentes


modalidades profissionais da Engenharia, Arquitetura e Agronomia

• Resolução Confea nº 310/1986 – Discrimina as atividades do Engenheiro


Sanitarista
Atribuições Legais do Profissional
• Decreto 23.569/1933
 Art.28 – competências do Engenheiro Civil

a) Trabalhos topográficos e geodésicos;


b) O estudo, projeto, direção, fiscalização e construção de edifícios, com todas as suas obras
complementares;
c) O estudo, projeto, direção, fiscalização e construção das estradas de rodagem e de ferro:
d) O estudo, projeto, direção, fiscalização o construção das obras de captação e
abastecimento de água;
e) O estudo, projeto, direção, fiscalização e construção de obras de drenagem e irrigação;
f) O estudo, projeto, direção, fiscalização e construção das obras destinadas ao
aproveitamento de energia e dos trabalhos relativos às máquinas e fábricas;
g) O estudo, projeto, direção, fiscalização e construção das obras relativas a portos, rios e
canais e dos concernentes aos aeroportos;
h) O estudo, projeto, direção, fiscalização e construção das obras peculiares ao saneamento
urbano e rural;
i) Projeto, direção e fiscalização dos serviços de urbanismo;
j) A engenharia legal, nos assuntos correlacionados com a especificação das alíneas a a i;
k) Perícias e arbitramentos referentes à matéria das alíneas anteriores.
Atribuições Legais do Profissional
• Resolução Confea no 218/1973
Art.18 – Compete ao Engenheiro Sanitarista
Atividades referentes a controle sanitário do ambiente; captação e distribuição de água; tratamento de água,
esgoto e resíduos; controle de poluição; drenagem; higiene e conforto de ambiente; seus serviços afins e
correlatos.

01 - Supervisão, coordenação e orientação técnica; 10 - Padronização, mensuração e controle de qualidade;


02 - Estudo, planejamento, projeto e especificação; 11 - Execução de obra e serviço técnico;
03 - Estudo de viabilidade técnico-econômica; 12 - Fiscalização de obra e serviço técnico;
04 - Assistência, assessoria e consultoria; 13 - Produção técnica e especializada;
05 - Direção de obra e serviço técnico; 14 - Condução de trabalho técnico;
06 - Vistoria, perícia, avaliação, arbitramento, laudo e parecer técnico; 15 - Condução de equipe de instalação, montagem, operação, reparo
07 - Desempenho de cargo e função técnica; ou manutenção;
08 - Ensino, pesquisa, análise, experimentação, ensaio e divulgação 16 - Execução de instalação, montagem e reparo;
técnica; extensão; 17 - Operação e manutenção de equipamento e instalação;
09 - Elaboração de orçamento; 18 - Execução de desenho técnico.
Praticando
Assinale a afirmativa correta.

I. O princípio da universalização de acesso a serviços de saneamento é um principio


legal

II. A formulação de políticas relativas a ações de saneamento básico tem por obrigação
envolver agentes de saúde pública

III. A utilização de recursos hídricos pode ser realizada de forma livre sem necessidade de
autorização prévia

a) I e II estão corretas

b) Apenas a III está correta

c) Todas estão corretas


Praticando
Assinale a afirmativa correta.

a) O Engenheiro Civil pode exercer atividades referentes a estudo, projeto, direção,


fiscalização e construção das obras peculiares ao saneamento urbano e rural

b) Cabe ao Engenheiro Sanitarista exercer atividades referentes a controle sanitário do


ambiente; captação e distribuição de água; tratamento de água, esgoto e resíduos;
controle de poluição; drenagem; higiene e conforto de ambiente; seus serviços afins e
correlatos

c) Ambas as afirmativas estão corretas

Você também pode gostar