Você está na página 1de 14

Na última aula...

✓ O que são adjuvantes?


➢ São compostos sem propriedades fitossanitárias adicionados na preparação de uma calda de
pulverização para facilitar a aplicação, aumentar a eficácia e diminuir os riscos

✓ Por que utilizar adjuvantes?


➢ Para reduzir as principais causas de perdas de qualidade de aplicação (acidez indesejável da
calda, formação de espuma, má homogeneização, deriva, escorrimento, etc.)

✓ O que são adjuvantes potencializadores? Quais as principais classes?


➢ São aqueles que melhoram a qualidade da aplicação no momento em que a gota atinge o alvo.
São eles: espalhantes, adesivos, penetrantes e umectantes.

✓ O que são adjuvantes utilitários? Quais as principais classes?


➢ São aqueles que melhoram o processo de pulverização. São eles: tamponantes e acidificantes,
quelatizantes, redutores de deriva, compatibilizantes, redutores de espuma, etc.
Calda de pulverização

Prof. Gabriel Bressiani Melo


gabremelo@gmail.com
Mistura de produtos
✓ Praticidade
✓ Economia
✓ Reduz compactação e amassamento
✓ Eficiência operacional
Produto 1

Produto 2

Produto 3

Produto 4
Mistura
Produto 5

Eficiência da
aplicação??
Calda de pulverização
Mistura de tanque:
Tabela de sequência sugerida:

1. Água
2. Adjuvantes (exceto regulador de pH → colocar por último)
3. Pó molhável (PM)
4. Granulado dispersível (WG)
5. Suspensão concentrada (SC)
6. Emulsão em água (EW)
7. Concentrado Emulsionável (EC)
8. Solução Não Aquosa Concentrada ( SNAC)
9. Nutrientes – (Ácido bórico / Manganês / etc)
Mistura de produtos
Mistura de produtos
Preparo correto da calda de
pulverização

O preparo da calda dentro do tanque do pulverizador deve seguir os


critérios:

✓ Respeitar a agitação do pulverizador

✓ Manter a agitação ligada a todo o momento em sua plena atividade, a


partir da colocação do primeiro produto até o término da aplicação no
campo
Calda de pulverização
Preparo correto da calda de
pulverização
Problemas com a qualidade da água (pH < 5 ou > 8, ou
dureza maior que 320 ppm)

→ utilizar adjuvantes corretivos com o tanque do


pulverizador cheio

→ posteriormente deve-se pré-diluir os produtos em


baldes ou recipientes menores

→ passar esse conteúdo ao tanque do pulverizador


quando faltar de 3 a 5 minutos para o início da
aplicação
Calda de pulverização
Preparo correto da calda de
pulverização
Produtos insolúveis, suspensão ou emulsão

→ Fazer pré-diluição do produto em recipientes menores


que o tanque do pulverizador

→ Transferir para o pulverizador com 1/3 de água

Produtos solúveis

→ o tanque com metade de água

Independente da solubilidade ou formulação dos


produtos, a agitação deverá estar sempre ligada e
ininterrupta, e os produtos serem adicionados
gradativamente no tanque.
Dicas de preparo da calda de
pulverização
- Escolher um pulverizador com alta vazão de bomba e
sistema de agitação mais eficiente

- Manter a agitação ligada o tempo todo e nunca deixar


a calda em repouso dentro do tanque do pulverizador

- A calda deve ser aplicada no tempo mais curto


possível, uma vez que os ingredientes ativos
degradam o que pode inviabilizar total ou parcialmente
os produtos no tanque, com o passar do tempo

- Manter a intensidade da agitação, independente do


aumento no consumo de combustível, devido ao
aumento na rotação do motor

- Deve-se atentar ao correto preparo da calda a ser


incorporada ao tanque do pulverizador, de modo a
adicionar corretamente os produtos no tanque e
evitando problemas de incompatibilidade de calda
Obrigado!!!