Sistemas de Produção Administração de Compras

José Roberto de Barros Filho

Compras e o Planejamento e Controle da Produção

Planejamento da Produção nos 3 níveis
Planejamento Estratégico da Produção Avaliação de Desempenho Acompanhamento e Controle da Produção Departamento de Marketing Previsão de Vendas Pedidos em Carteira Plano de Produção

Planejamento-Mestre da Produção Plano-Mestre de Produção

Programação da Produção Administração dos Estoques Seqüenciamento Emissão e Liberação de Ordens Departamento de Compras Pedido de Compras Fornecedores Estoques Fabricação e Montagem Ordens de Compras Ordens de Fabricação Ordens de Montagem

Clientes

Tubino, 1997

Compras

“A Gestão de Materiais tem uma de suas bases no Controle do Abastecimento. Sem recursos adequados, o sistema produtivo da empresa não pode se desenvolver conforme planejado”.

mas é considerada um componente central no Supply Chain Management. • Assim a ligação entre logística e compras ocorre dentro do conceito de Supply Chain Management. . onde a logística e um outro componente importante. conceito que vem cada vez mais incorporando o conceito de logística integrada.COMPRAS .Introdução • A função de compras não consta como parte da logística.

COMPRAS . tempo de desenvolvimento de novos produtos. lead times. descentralizada ou possuir estrutura híbrida? => Quais as mudanças do ambiente externo são mais relevantes ao departamento de compras? . • Surgimento de novas questões: => Área de compras deve ser centralizada. cresce a reavaliação da estrutura organizacional na área de compras.Introdução • Na medida que as empresas exploram novas maneiras de reduzir custos.

• Enquanto no passado os contratos "terceirizados" eram restritos às atividades de restaurante. vemos um mercado de serviços suficientemente maduro para atender as funções de "procurement". almoxarifado. . projetos "turn-key". manutenção e administração de recursos humanos. Nos últimos anos. a empresa tende a se concentrar em suas competências essenciais e externalizar o restante. informática e segurança patrimonial. contabilidade.Introdução • Visando tornar-se cada vez mais competitiva. hoje. as empresas têm usado o recurso de "outsourcing" de uma forma mais ampliada e na maioria dos casos têm obtido ótimos resultados.COMPRAS .

Terceirização: Comprar ou Fabricar • Decidir comprar ou fabricar tem sido uma das maiores preocupações da empresa moderna. de itens que eram fabricados internamente. . A análise deve englobar enfoques financeiros e estratégicos. mas para essa decisão uma análise mais profunda deve ser realizada. porque nem sempre o preço é o fator fundamental para se optar por uma ou por outra. • Não há dúvida de que a principal corrente atual é a favor da aquisição de itens de terceiros (terceirização).

. • Qualidade do produto (condição básica). • Confiabilidade no cumprimento de prazos (outra condição básica).Comprar ou Fabricar? Fatores importantes. • Indisponibilidade de recursos (alternativa para escassez de recursos ou priorização na core competence). • Possibilidade de liberação de recursos produtivos (usar os recursos na core competence). • Valor estratégico da tecnologia de fabricação do item a ser comprado (core competence). • Novos produtos com volume de produção inicial baixo (alternativa econômica). • Custo...

etc... porém: • recursos podem ser dirigidos para a produção de itens de maior lucratividade. reduzindo custos de difícil contabilização (MOD.Comprar ou Fabricar? Fator custo. refugos. retrabalhos. .). • elimina necessidade de inspeção durante a produção (foco na inspeção do recebimento). • custos fixos transformam-se em custos variáveis. Nem sempre o custo de aquisição é menor do que o de fabricação. • a qualidade do componente é maior. • fornecedores com qualidade assegurada (menores custos com recebimento e inspeções.

– Perda de vendas por atrasos de entrega do produto final em virtude de atrasos de fornecedores .Comprar ou Fabricar? Cuidado!!! • Ganhos no custo de aquisição podem ser facilmente anulados por problemas adicionais como: – Custo de estoque para prevenir problemas de entrega. – Incapacidade de recebimento para um grande número de fornecedores.

OBJETIVOS E FUNÇÕES DE COMPRAS • A atividade de compras é tradicionalmente atribuída aos setores financeiros das empresas. • Entretanto algumas das atividades terão influência direta na produção e devem ser executadas em constante conjunto com outras áreas. . porque envolvem considerações de ordem estritamente financeira.

os principais objetivos de compras são: => Obter um fluxo contínuo de suprimentos a fim de atender aos programas de produção. . => Coordenar esse fluxo de maneira que seja aplicado um mínimo de investimento que afete a operacionalidade da empresa.OBJETIVOS E FUNÇÕES DE COMPRAS • Segundo DIAS.

obedecendo a padrões de quantidade e qualidade definidos.OBJETIVOS E FUNÇÕES DE COMPRAS => Compras materiais e insumos aos menores preços. => Procurar sempre dentro de uma organização justa e honesta as melhores condições para empresa. pagamento. principalmente em condições de .

Eles podem ser classificados em materiais auxiliares. matéria-prima. mas que são adquiridas esporadicamente. constituindo os estoques da empresa. equipamentos e veículos da empresa podem ser classificados como recursos patrimoniais. • Recursos patrimoniais => São as instalações.CLASSIFICAÇÃO DAS COMPRAS • Recursos materiais => São os itens ou componentes que uma empresa utiliza nas suas operações do dia-a-dia. . na elaboração do seu produto final ou na consecução do seu objeto social. utilizadas nas operações do dia-a-dia da empresa. produtos em processo e produtos acabados. Como tais são adquiridos regularmente. Prédios.

CLASSIFICAÇÃO DAS COMPRAS • Compra normal => Procedimento adotado quando o prazo for compatível para obter as melhores condições comerciais técnicas na aquisição de materiais. • Compra em emergência => Acontece quando a empresa falha na elaboração do planejamento ou no atendimento de necessidade oriunda de problemas operacionais. .

– Fornecimento em regime de escassez. – Fornecimento sob encomenda (preços fixados pelo fornecedor). . – Produtos com preços fixados correntemente.Tipos de Compras • Classificação da empresa quanto ao mercado consumidor: – Produtos de venda corrente.

– Compras de investimentos.Tipos de Compras • Classificação das compras quanto à freqüência da necessidade de suprimento: – Compras constantes e habituais. – Compras sofisticadas. . – Compras de emergência. – Compras programadas.

Processo Compras Fornecedores Requisição de Compra Pedido de Cotação Compra Cotação 1 Cotação 2 Cotação 3 Cotações Controle de Estoque Cadastro de Fornecedores Armazenagem Fornecedor Cotação n Recebimento Nota Fiscal Pedido de Compra Decisão Material .

• Ficha do Produto. . • Cotação de Preços. • Pedido ou Ordem de Compra. • Requisição de Compra e Resumo da Concorrência. – Fornecedores Habituais e – Fornecedores Potenciais.Etapas importantes do Processo Compras • Cadastro de Fornecedores.

• Cuidados ao rejeitar uma proposta (clareza). • Tentação da especulação. . • Número ideal de fornecedores. • Processo da embalagem.Cuidados em Compras • Inversão da posição comercial. • Prazos de entrega.

buscando sua otimização em termos de preço e serviço.ESTRATÉGIA EFETIVA DE SUPRIMENTOS A visão de concentrar as Compras em poucos fornecedores. Fornecedor e Cliente devem buscar mais do que somente boas negociações econômicas para ambos. . deve ser expandida para a concepção de efetiva estratégia de suprimentos como importante alavanca para a competitividade da empresa.

como: – A flexibilização da produção – Entregas "just-in-time" – Oportunidades de controle e gestão de estoques – Modalidade de fornecimento por consignação dos insumos – A redução do tempo de desenvolvimento de produtos – A exclusividade no fornecimento de certos produtos .OS FORNECEDORES • Podem trazer para seu cliente reais vantagens e diferenciação.

infelizmente não poucas. • Confusão entre Compras e Aprovisionamento. . As mais freqüentes são: • Visão da função Compras orientada para ganhos de preço.DISTORÇÕES NA FUNÇÃO COMPRAS Pode-se observar as distorções ou disfunções que as Compras ainda sofrem. • Responsabilidade pelas compras muito dispersa pela empresa. devido aos seu posicionamento estratégico inadequado em algumas empresas. em detrimento das outras dimensões de custo e de serviço.

.DISTORÇÕES NA FUNÇÃO COMPRAS • Visão da função Compras orientada para ganhos de preço. o transporte. o comportamento no processo de fabricação e os controles de qualidade são importantíssimos para todo o negócio comercial da empresa. não é suficiente ter obtido um ótimo contrato de aluguel de tanques de um terminal marítimo. se a tributação naquele local é mais alta. – Exemplificando. ou a produtividade daquela área portuária é baixa. a estocagem. A reflexão sobre as Compras deve levar em conta a cadeia de valor como um todo: no caso das matérias-primas. em detrimento das outras dimensões de custo e de serviço.

o caso de plantas industriais e centros de distribuição de um mesmo grupo.DISTORÇÕES NA FUNÇÃO COMPRAS • Responsabilidade pelas compras muito dispersa pela empresa. – .. que compram separadamente os materiais e serviços. Os departamentos de Compras acham-se reduzidos ao nível de regularizadores dos pedidos passados pelos outros departamentos da empresa. o que limita a eficácia das negociações. . além de promover uma diversidade técnica e de qualidade dos processos produtivos. dentro da mesma empresa. por exemplo. É. sem possibilidade de contribuir para um verdadeiro valor acrescido.levando a uma perda do efeito volume..

– Entende-se pela Compra. . corre-se o risco de se perder escala junto aos provedores. o processo que busca condições de custo (e não somente de preço) e de serviço de uma despesa. geradas devido a necessidades pontuais e sem busca por uma otimização global. trata-se do processo pelo qual um dado bem ou serviço é encaminhado fisicamente para a empresa. Quanto ao Aprovisionamento. quer se trate de um gasto ou de um investimento.DISTORÇÕES NA FUNÇÃO COMPRAS • Confusão entre Compras e Aprovisionamento. em geral sob condições de um contrato ou de um acordo préexistente. – Ao confundir estes dois processos. visto que se aumenta o número de compras em pequenas quantidades realizadas sem maior visão de negócio.

• Aumento do alcance de controle no departamento de compras. que passa agrupar o transporte de suprimentos.PRINCIPAIS MUDANÇAS FUNÇÃO COMPRAS • Centralização no processo decisório. . armazenagem e a recepção de peças e partes. seja na compra de MP. • Aumento substancial no % de diretores de compras que respondem diretamente ao presidente da empresa. controle de estoques. peças de reposição e material de escritório.

.PRINCIPAIS FATORES QUE IMPULSIONARAM.. como fusões. • Maior qualificação do quadro funcional de compras.. • Participação da diretoria de compras no planejamento estratégico corporativo. • Reestruturações dramáticas nas cadeias de suprimentos. • Encurtamento dos ciclos de vidas de produtos e processos. aquisições e formação de parcerias.

GERENCIAMENTO DE COMPRAS • A introdução de novas ferramentas e a participação de gerenciadores cada vez mais eficientes fazem com que se torne mais prático e menos burocrático a forma de que como serão controlados os gastos da empresa na hora de se concretizar uma compra. são projetados para atender às necessidades de sues operadores. . como também coletar dados necessários à produção de informações de apoio |à decisão gerencial. • Os sistemas de informação como o B2B.

as formas mais tradicionais de se comprar são: – EDI (electronic data interchange) • É uma das formas de compras que mais crescem atualmente. . tecnologia para transmissão de dados eletrônicos.NOVAS FORMAS DE COMPRAR • De acordo com MARTINS (2000). – Internet • Torna-se cada vez mais difundido entre nós a utilização do e-mail como um veículo de transação comercial ou e-commerce – Cartões de crédito • Está se tornando prática usual entre as empresas a compra de mercadorias (cartão-empresa ou cartão empresarial).

=> redução significativa dos custos. segurança e precisão do fluxo de informações. => facilidade da colocação de pedidos. => relatórios gerenciais sobre compra efetuadas.PRINCIPAIS VANTAGENS • EDI (electronic data interchange) => rapidez. => pode ser operada praticamente em tempo real. => sedimenta o conceito de parcerias entre cliente e fornecedor. => parcelamento do gasto total. => permite tanto a transação máquina-máquina como também homem-máquina. => atinge praticamente a todos na cadeia de suprimentos. • Internet => investimento inicial em tecnologia é bem mais baixo. => maior flexibilidade nos tipos de transações. • Cartões de crédito => acesso à movimentação do cartão on-line. .

principalmente nas compras internacionais.DESENVOLVIMENTO DE NOVOS ITENS. • Realizar busca permanente por novos mercados (não importando o país exportador. mas sim o custo internado). materiais novos e alternativos. • Relação comprador/fornecedor. em muitos casos. é possível encontrar uma relação verdadeira de parceria. • Empresas compradoras de grande quantidade de matéria-prima importada não podem se acomodar a situações em que determinados fornecedores mantêm a exclusividade no fornecimento de materiais e de serviços. como maneira de também contribuir para a modificação do leque de fornecedores.. vem sofrendo grandes modificações e.. .

– quebra de monopólios ou de cartéis. que são chamadas de global sourcing. quando há número suficiente de fornecedores para os itens necessários. . – enormes possibilidades de redução no preço do produto comprado. • Pode-se presenciar e participar de várias dessas pesquisas. inúmeras vantagens podem ser auferidas por quem compra.. – maior poder de negociação para o comprador.DESENVOLVIMENTO DE NOVOS ITENS. tais como: – maior segurança na sua reposição. • Segundo Merli (1998)..

CASE E-PROCUREMENT “NESTLÉ” • Objetivo do projeto – simplificar e otimizar o processo de aquisição de materiais não produtivos e reduzir 60% dos custos transacionais de compras • Números do projeto – 98 mil itens de compras – 2 unidades do projeto piloto: sede e fábrica de Araras – 9 consultores hp – 45 usuários Nestlé – 6 meses de duração – desenvolvido para atender mais de 1.000 colaboradores Nestlé • Fases – entendimento das necessidades do negócio – mapeamento dos processos atuais – redesenho dos processos – desenvolvimento do projeto piloto – implantação do projeto piloto .

CASE E-PROCUREMENT “NESTLÉ” • Principais soluções – redesenho do processo de compras – implantação de solução Ariba Buyer – gerenciamento do processo de mudança (change management) – desenvolvimento de catálogos conforme padrão internacional da ONU • Principais benefícios – redução do número de transações de compras – redução do ciclo de compras de 15 para 5 dias – seleção criteriosa do número de fornecedores – descentralização do processo de compras – economia de escala pela compra integrada – mudança do perfil dos profissionais de compras (comprador passa a exercer a função de negociador .

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful