Você está na página 1de 2

ATIVIDADES DE HISTÓRIA

ALUNO: BRENO LAGE. TURMA: 2001.

1. A Revolução Industrial iniciou-se na Inglaterra, na segunda metade do


século XVIII. Explique quais foram as condições socioeconômicas e políticas
que possibilitaram esse processo:
A Inglaterra foi a primeira a industrializar-se devido a condições propicias
para o desenvolvimento e manutenção das indústrias. Uma dessas
condições para o pioneirismo foi o enriquecimento dos ingleses com a
pirataria na costa da África, da Ásia e da América. Na Inglaterra havia
ainda uma farta mão de obra disponível, pois muitos camponeses tinham
sido obrigados a deixar suas terras por causa dos cercamentos. Outro
fator era que existiam na Inglaterra muitas minas de carvão e de ferro e
esses minerais forma os usados pelos ingleses no aperfeiçoamento de
suas fabricas e no surgimento das indústrias.
2. Durante a Revolução Industrial, novas tecnologias e equipamentos foram
inventados, como a máquina a vapor. Qual A importância dos avanços
tecnológicos para a Revolução Industrial?
Com o surgimento das máquinas não era mais tão necessário o trabalho
manual e tempos depois surgiu as estradas de ferro e locomotivas,
transportando mais mercadoria e com mais rapidez aumentando também
o lucro. O processo de produção era manufatureiro, ou seja manual, e
passou a ser Maquinofatura sendo assim muitas pessoas foram
despedidas e tiveram seus salários reduzidos e para manter a casa
tiveram que trabalhar excessivamente A mobilização dos trabalhadores
fez com que surgisse dois movimentos: o ludismo e o Cartismo o
segundo mobilizou trabalhadores para lutar por direitos trabalhistas, os
cartistas exigiam que todos homens tivessem direito ao voto. Os
protestos de trabalhadores e a greve resultaram em algumas melhorias
que agradaram o povo.
3. A Revolução Industrial provocou mudanças importantes no modo de vida da
classe trabalhadora inglesa a partir do final do século XVIII. Descreva as
condições de vida dessa classe:
A  revolução industrial foi responsável pelo surgimento do capitalismo e
da classe operaria. A classe operaria, no início da  industrialização,
passava por condições precárias de trabalho, com longas jornadas de
serviço, trabalho em condições inapropriadas, trabalho realizado por
crianças e mulheres. Foi assim, que com o passar do tempo foram
surgindo às lutas dos trabalhadores. Surgiram às associações operarias
onde passaram a  organizar greves e passeatas que exigiam melhores
condições de trabalho e jornadas mais curtas.