Você está na página 1de 2

CONTRATO DE HONORÁRIOS DE ADVOGADO

Pelo presente instrumento particular, que entre si fazem, de um lado como


cliente/contratante Sra. TALITA FILGUEIRA DA FONSECA NOGUEIRA, brasileira,
casada, fisioterapeuta, portadora da Cédula de Identidade _________________
SSP/RN, inscrita no CPF sob o n. ______________, residente e domiciliada na
_________________________________________________
________________________________________________________, na cidade de
Mossoró/RN, como prestador de serviço/contratado, assim doravante indicado,
MARILIA SOUZA DO NASCIMENTO, devidamente inscrita na OAB/BA sob nº 55.980,
integrante do escritório de advocacia MARILIA NASCIMENTO ADVOGADOS, com
sede nesta Capital, na Rua Alceu Amoroso Lima, nº 786 – Edf. Tancredo Neves, Trade
Center – Salas 311 e 312 – Caminho das Árvores - Salvador/Bahia, ajustam entre si,
com fulcro no artigo 22 da Lei nº 8.906/94, mediante as seguintes cláusulas e
condições:

Cláusula Primeira – O contratado obriga-se, em face do mandato judicial que lhe foi
outorgado, a prestar seus serviços profissionais na defesa dos direitos do(s)
Contratante atuando com zelo em sua atividade perante o Juizado de Pequenas
Causas Justiça do Trabalho, até o 2º grau de jurisdição.

Cláusula Segunda – Em remuneração desses serviços, o contratado receberá do(a)


contratante um percentual de 20% (vinte por cento) de todos os proventos recebidos
na demanda, inclusive multa diária, se houver.

Cláusula 2.1 - No caso de homologação de eventual acordo, judicial ou extrajudicial,


será debitado o mesmo percentual de 20% (vinte por cento) sobre o valor pactuado.

Cláusula Terceira – Ao(s) Contratante(s) caberá o pagamento das custas judiciais e


demais despesas que forem necessárias ao bom andamento da ação bem como o
fornecimento de documentos e informações que o contratado solicitar.

Cláusula Quarta – No caso de arbitramento de honorários sucumbenciais na decisão


do processo, tais valores pagos pela parte sucumbente, pertencerão na sua totalidade
ao contratado. O recebimento dos referidos valores, não desobrigam o contratante a
efetuar o pagamento dos honorários ajustados na cláusula segunda ao contratado.

Cláusula Quinta – O total dos honorários poderá ser exigido imediatamente, mesmo se
houver composição amigável realizada por qualquer das partes litigantes, ou no caso
do não prosseguimento da ação por qualquer circunstância não determinada pelo
contratado ou, ainda, o caso da contratante solicitar substabelecimento e, ou, revogar o
mandato sem culpa. Caso não seja pago os honorários, o contratado não está obrigado
a substabelecer e, para o caso de revogação do mandato, poderá executar os
honorários.

Cláusula Sexta – Fica estabelecida a irretratabilidade e irrevogabilidade do presente


contrato.

Cláusula Sétima – As partes Contratantes elegem o foro da comarca de Salvador para


o fim de dirimir qualquer ação oriunda do presente contrato.

E para firmeza e como prova de assim haverem contratado, fizeram este instrumento
particular, impresso em duas vias de igual teor e forma, assinado pelas partes
contratantes e pelas testemunhas abaixo, a todos presentes.

Salvador, 02 de maio de 2019.

CONTRATANTE

________________________________________
TALITA FILGUEIRA DA FONSECA NOGUEIRA

CONTRATADO:

________________________________
MARILIA SOUZA DO NASCIMENTO
55.980 OAB/BA

Você também pode gostar