Você está na página 1de 26

AULÃO: COMO DIMENSIONAR CABOS

ELÉTRICOS POR QUEDA DE TENSÃO

ESCOLA DA ELÉTRICA
Desligue Todas as Distrações

ESCOLA DA ELÉTRICA
Pegue Papel e Caneta

ESCOLA DA ELÉTRICA
Como será Hoje:

• 50 Minutos de conteúdo
• 20 Minutos de perguntas

ESCOLA DA ELÉTRICA
Rápida Apresentação
• Meu nome é Anderson Campos, sou Engenheiro Eletricista

• Especialista em Projetos de Instalações Elétricas de Baixa Tensão

• Atuo no ramo da Eletricidade há 11 Anos.

• Sou proprietário e fundador da empresa Escola da Elétrica Treinamentos e

Projetos

• Palestrante e fundador do SENAEE – Seminário Nacional da Energia

Elétrica – Congresso Online

ESCOLA DA ELÉTRICA
Rápida Apresentação

ESCOLA DA ELÉTRICA
Principais Funções do Disjuntor Termomagnético

Métodos de Dimensionamento
• Seção Mínima

• Capacidade de Condução de Corrente

• Queda de Tensão
• Máxima queda de tensão
• Queda de tensão unitária

ESCOLA DA ELÉTRICA
Principais Funções do Disjuntor Termomagnético
O que é queda de tensão?

ESCOLA DA ELÉTRICA
Principais Funções do Disjuntor Termomagnético
Limites de queda de tensão

ESCOLA DA ELÉTRICA
Principais Funções do Disjuntor Termomagnético
Circuitos monofásicos com carga concentrada

ESCOLA DA ELÉTRICA
Principais Funções do Disjuntor Termomagnético
Circuitos monofásicos com cargas distribuídas

ESCOLA DA ELÉTRICA
Principais Funções do Disjuntor Termomagnético

Máxima Queda de Tensão


Não leva tanto em consideração a impedância em longas distâncias

Queda de Tensão Unitária


Neste método utiliza-se dados fornecidos por fabricantes de cabos
elétricos, com isso é possível ter uma melhor precisão nos cálculos

ESCOLA DA ELÉTRICA
Exemplo Prático – Máxima Queda de Tensão
Exemplo 1: Dimensionar condutores para o circuito de uma torneira elétrica,
carga concentrada, dados:
V = 220V Isolação: PVC – 70°C
L = 10m Temperatura ambiente: 35°C
P = 3500 W, FP = 1 em eletroduto embutido em alvenaria, 4 condutores carregados no
eletroduto
a) Pela seção mínima = 2,5mm²
b) Pelo critério da máxima capacidade de condução de corrente; IB = 15,9A; IBcor = 21A; Tab 36
– 2,5mm²/24A
c) Critério da máxima queda de tensão = ?
Smin = SEÇÃO MÍNIMA
P = RESISTIVIDADE DO COBRE
L = COMPRIMENTO/DISTÂNCIA
IB = CORRENTE DE PROJETO
Vnom = TENSÃO NOMINAL
ΔV (%) = QUEDA DE TENSÃO ADMITIDA
ESCOLA DA ELÉTRICA
Exemplo Prático – Máxima Queda de Tensão
Circuitos monofásicos com carga concentrada

Smin = SEÇÃO MÍNIMA


P = RESISTIVIDADE DO COBRE
L = COMPRIMENTO/DISTÂNCIA
IB = CORRENTE DE PROJETO
Vnom = TENSÃO NOMINAL
ΔV (%) = queda de tensão admitida
ESCOLA DA ELÉTRICA
Exemplo Prático – Máxima Queda de Tensão
Exemplo 1: Dimensionar condutores para o circuito de uma torneira elétrica,
carga concentrada, dados:
V = 220V Isolação: PVC – 70°C
L = 10m Temperatura ambiente: 35°C
P = 3500 W, FP = 1 em eletroduto embutido em alvenaria, 4 condutores carregados no
eletroduto

ESCOLA DA ELÉTRICA
Exemplo Prático – Máxima Queda de Tensão
Exemplo 1: Dimensionar condutores para o circuito de uma torneira elétrica,
carga concentrada, dados:
V = 220V Isolação: PVC – 70°C
L = 10m Temperatura ambiente: 35°C
P = 3500 W, FP = 1 em eletroduto embutido em alvenaria, 4 condutores carregados no
eletroduto
a) Pela seção mínima = 2,5mm²
b) Pelo critério da máxima capacidade de condução de corrente; IB = 15,9A; IBcor = 21A; Tab 36
– 2,5mm²/24A
c) Critério da máxima queda de tensão = 1,5mm²

A Seção será, por tanto, de 2,5mm²

ESCOLA DA ELÉTRICA
Exemplo Prático – Máxima Queda de Tensão

a) Pela máxima capacidade de condução de corrente; IB = 14,9A;


Tab 36 – 1,5mm²/17,5A
b) Pela seção mínima = 2,5mm²
c) Critério da máxima queda de tensão = ?

ESCOLA DA ELÉTRICA
Exemplo Prático – Máxima Queda de Tensão
Circuitos monofásicos com cargas distribuídas

ESCOLA DA ELÉTRICA
Exemplo Prático – Máxima Queda de Tensão

ESCOLA DA ELÉTRICA
Exemplo Prático – Máxima Queda de Tensão

a) Pela máxima capacidade de condução de corrente; IB = 14,9A; Tab 36 – 1,5mm²/17,5A


b) Pela seção mínima = 2,5mm²
c) Critério da máxima queda de tensão = 1,5mm²

A Seção será, por tanto, de 2,5mm²

ESCOLA DA ELÉTRICA
Exemplo Prático – Máxima Queda de Tensão
Para circuitos trifásicos com carga concentrada

Para circuitos trifásicos com carga distribuída

ESCOLA DA ELÉTRICA
Exemplo Prático – Queda de Tensão Unitária
Exemplo 1: Para queda de tensão com carga concentrada no final do circuito:
Idem = 118A Queda de tensão admitida = 1%
V = 220/127V Dimensionar cabo entre o ponto de entrega e o medidor mais distante
Isolação PVC 0,6/1kV Temperatura ambiente = 30°C
L = 44m Tab 33: método de instalação B1 – embutido em eletroduto no piso ou
alvenaria

a) Seção mínima = 2,5mm²


b) Corrente máx; TAB 36: 50mm²/134A
c) QT Unitária = ?

Considerando ΔVmax = 1% de 220V = 2,2V

ESCOLA DA ELÉTRICA
Exemplo Prático – Queda de Tensão Unitária
Considerando ΔVmax = 1% de 220V = 2,2V
a) Seção mínima = 2,5mm²
b) Corrente máx; TAB 36: 50mm²/134A
c) QT Unitária = ?

Eletroduto não magnético


Circuito trifásico
FP = 0,95
L = 44m ou 0,04km
ΔV = 0,82 x 118 x 0,044 = 3,87V
3,87V > 2,2V

É preciso aumentar a seção

ESCOLA DA ELÉTRICA
Exemplo Prático – Queda de Tensão Unitária
Considerando ΔVmax = 1% de 220V = 2,2V
a) Seção mínima = 2,5mm²
b) Corrente máx; TAB 36: 50mm²/134A
c) QT Unitária = ?

Eletroduto não magnético


Circuito trifásico
FP = 0,95
L = 44m ou 0,044km
ΔV = 0,36 x 118 x 0,044 = 1,86V
1,86V < 2,2V

Então a seção a ser adotada será de


120mm²
ESCOLA DA ELÉTRICA
Exemplo Prático – Queda de Tensão Unitária
Considerando ΔVmax = 1% de 220V = 2,2V
CÁLCULO DE Zc
Eletroduto não magnético
Circuito trifásico
FP = 0,95
L = 44m ou 0,044km
ΔV = Zc
Zc = U/IB x L = 2,2V/118A x 0,044
Zc = 0,0423

Então a seção a ser adotada será de


120mm²

ESCOLA DA ELÉTRICA
DÚVIDAS!
Acompanhe nossas mídias:

YouTube.com/escoladaeletrica
Facebook.com/escoladaeletrica
Instagram.com/escoladaeletrica
http://bit.ly/cursos
www.escoladaeletrica.com deeletrica
suporte@escoladaeletrica.com
Whatsapp: 11 9.5805-4948

ESCOLA DA ELÉTRICA

Você também pode gostar