Você está na página 1de 29

Conceitos do Meio Ambiente e Impactos

Ambientais

POLUIÇÃO

Por: Eng. Sergio Pinheiro


spinheiro89@gmail.com
POLUIÇÃO, segundo lei do Ambiente 20/2007

• Poluição é a deposição no ambiente, de substâncias ou residuos


independentimente da sua forma, bem como emissão de luz, son ou outras
formas de energia de tal modo e quantidade tal que afecta significativamente.

• Classificação dos Poluentes


De acordo com a origem:

a) Os principais poluentes desta categoria são tanto sólidos, líquidos e gasosos, ou


mesmo radiações, nomeadamente partículas finas, partículas grosseiras,
compostos de nitrogênio, óxidos de carbono, compostos de enxofre, compostos
halogenados, compostos orgânicos, entre outros.

b) Poluentes Secundários - São produzidos na atmosfera pela reacção entre dois ou


mais poluentes primários, ou pela reação com constituintes normais atmosféricos,
com ou sem foto-ativação. Ex: Ozonio, Nox, SOx, smog fotoquimico.
• De acordo com o Estado
a) Gases e vapores - CO, CO2, SO2, NO2
b) Partículas sólidas - Poeiras, fumos, névoas e fumaças
c) Partículas liquidas – Efluentes de origem industrial, agricolas, domestica;

• De acordo com a composição Química


a) Poluentes Orgânicos - Hidrocarbonetos, aldeídos e cetonas
b) Poluentes Inorgânicos - H2S, HF, NH3
• CLASSIFICAÇÃO DA POLUIÇÃO
• A poluição pode ser estudada sob diversos aspectos. As alterações podem ocorrer na água, no ar
e no solo, classificando-se como poluição da água ou hídrica, do ar ou atmosférica e do solo,
respectivamente. Nestes vários ambientes em que ocorre, pode apresentar-se de forma
diferente, o que a classifica em: Química, Fisisca, Biológica, Radioativa e Mecânica.

• Poluição Química esta forma de Poluição pode ser dividida em dois tipos: poluição química
Biodegradáveis e poluição química Persistentes.

a) Biodegradáveis: são produtos químicos que ao final de um tempo, são decompostos pela ação de
bactérias. Exemplos de poluentes biodegradáveis os detergentes, inseticidas, fertilizantes, etc.

b) Persistentes: são produtos químicos que se mantém por longo tempo no meio ambiente e nos
organismos vivos. Estes poluentes podem causar graves problemas como a contaminação de
alimentos, peixes e crustáceos. São exemplos de poluentes persistentes o DDT
(diclodifenitricloroetano), o mercúrio, etc
• Cont.
• Poluição Biológica é aquela cujos poluentes se caracterizam por serem materiais orgânicos
fermentáveis. Nesta categoria, são fontes poluidoras, principalmente, os esgotos domésticos, as
indústrias de lacticínios, os matadouros, as indústrias têxteis e de celulose.

• Poluição física é aquela que altera as características físicas da água, as principais são: poluição
térmica e poluição por sólidos.

• Poluição Mecânica é decorrente do deslocamento de grandes quantidades de argila, areia,


calcário e escórias derivadas da dragagem de corpos de água, da indústria de mineração, da
abertura de estradas.

• Poluição Radioativa proveniente de fissões nucleares, tem sua origem nas explosões atômicas,
acidentes de usinas nucleares e no lixo atômico. As águas utilizadas no resfriamento dos reatores
atômicos, além de poluírem termicamente, são capazes de arrastar resíduos radioativos para rios
e mares. Este tipo de poluição, devido ao longo tempo de vida média dos poluentes envolvidos,
causa danos irreversíveis ao ambiente.
CICLO DA POLUIÇÃO
• O processo básico da poluição na Natureza obedece a três fases distintas a saber:
 1ª fase: ocorre a geração e a emissão de poluentes pelas diversas fontes poluidoras existentes;

 2ª fase: ocorre o transporte e a difusão desses poluentes no ambiente. Nesta fase, as correntes
de água e os ventos, dentre outros factores, têm papel preponderante;

 3ª fase: ocorre o contato dos poluentes com o homem, animais, cadeias alimentares, e os bens
materiais, etc.,
Principais poluentes
• Dióxido de Carbono
• Presente na combustão de produtos carbonatos diversos em Centrais
termoeléctricas, indústria, etc.
• Principal contribuente para o Efeito Estufa
Principais poluentes (Cont.)
• Monóxido de Carbono
• Resultante da combustão incompleta de materiais fósseis;
• Extremamente tóxico para o homem;
• Incolor e inodoro
Principais poluentes (Cont.)
• Dióxido de enxofre
• Indústrias, veículos automotores e combustíveis domésticos
freqüentemente carregado de ácido sulfúrico
• Provoca problemas respiratórias, ataca as árvores e plantas, certos
tecidos sintéticos, etc;
• Favorece ao fenômeno da chuva ácida
Principais poluentes (Cont.)
• Óxidos de Nitrogênio
• Provêm de motores a combustão, aviões, incineradores, emprego
excessivo de certos fertilizantes, de queimadas e de instalações
industriais;
• Causam nevoeiros, podem provocar infecções respiratórias e
bronquites em recém-nascidos;
• Favorece ao fenômeno da chuva ácida
Principais poluentes (Cont.)
• Fósforo
• Encontrado em esgotos, provenientes principalmente de detergentes
e em águas com fertilizantes.
• Causa eutrofização degradando as água de lagos e rios;
Principais poluentes (Cont.)
• Mercúrio
• Provém da fabricação de aparelhos elétricos e tintas, de actividades
de mineração, refino e da indústria de papel.
• Forte contaminante da cadeia alimentar, principalmente peixes e
crustáceos;
• Sua assimilação afeta o sistema nervoso;
Principais poluentes (Cont.)
• Chumbo
• Provém principalmente de usinas de refinação do chumbo, aditivos
da gasolina, indústrias químicas e pesticidas.
• É um veneno que se acumula no organismo, afeta as enzimas e
prejudica o metabolismo celular;
• Armazena-se em sedimentos marinhos e de água doce;
• Simbologia
Principais poluentes (Cont.)
• Petróleo
• Originado, principalmente, de descargas ou acidentes com navios
petroleiros e da extração e do refino do petróleo
• Poluição das águas, envenenamento da flora e fauna marinha
• Impede a penetração de luz, o que afeta a flora
• Simbologia
Principais poluentes (Cont.)
• DDT e outros pesticidas
• Provém principalmente do uso na agricultura.
• Na água envenenena a cadeia alimentar;
• Altamente tóxicos para crustáceos e peixes, reduz o número de
insetos úteis e alguns são cancerígenos;
• Simbologia
Principais poluentes (Cont.)
• CFC
• O clorofluorcarbono provém de produtos em spray (inseticidas,
desodorantes, tintas), circuitos de refrigeração, indústria de
embalagem, etc.
• Apontado como destruídor da camada de ozônio;
• Simbologia
Principais poluentes (Cont.)
• Radiações
• Produzidas, principalmente, pela utilização da energia nuclear, tanto
para fins industriais como bélicos
• Importante na medicina e na pesquisa médica (quando utilizados em
determinadas doses, podem causar malefícios).
• Simbologia
Poluição das Águas
• De forma genérica, a Poluição das águas decorre da adição de
substâncias ou de formas de energia que, diretamente ou
indiretamente, alteram as características físicas, químicas e bilogicas
do corpo d’água de uma maneira tal, que prejudique a sua utilização
para usos benéficos.

Causas da poluição das águas


• Esgotos domesticos, industrias e municipais nos corpos de agua ;
• Despejo de lixo nos cursos de agua;
• Agrotoxicos;
• Mineração nos rios.
• POLUIÇÃO ATMOSFÉRICA

A emissão de gases tóxicos por industrias e veículos automotores são a maior fonte de poluição
atmosférica. Nas cidades veículos são responsáveis por 40% da poluição do ar, emitem gases como o
CO e CO2, NOX, SOx, derivados de hidrocarbonetos e Pb.
Cont.
• As fontes de poluição atmosférica são classificadas em fixas
(principalmente indústrias) e Difusas (veículos automotores,
Comboio, aviões, navios, etc

Quanto aos factores que causam a poluição dividem-se:


naturais são aqueles que têm causas nas forças da natureza, como
tempestades de areia, queimadas provocadas por raios e as
atividades vulcânicas; e
artificiais que são aqueles causados pela actividade do homem,
como a emissão de gases de automóveis, queima de combustíveis
fósseis, materiais radioativos, queimadas, etc.
• Classificação Física dos Poluentes Atmosféricos
Os agentes poluentes atmosféricos, segundo o seu estado físico, podem apresentar sob
várias formas particulados, gasosas e vapores, das seguintes maneiras:

• Poeiras - São pequenas partículas sólidas, com diâmetro de 0,1 a mais de 100 microns,
originada de parcelas maiores, por processos mecânicos de desintegração, como
lixamento, moagem, etc.

• Fumos - São partículas sólidas com diâmetro inferiores a 1 mícron, formadas pela
condensação de vapores de materiais sólidos, geralmente metais inorgânicos. ex: Pb, Zn

• Fumaça - São partículas, geralmente sólidas em suspensão no ar, e oriundas da


combustão incompleta de materiais orgânicos. Geralmente de origem industrial e
formadas por partículas com diâmetros inferiores a 0,5 mícron.

• Neblina - é constituída de partículas líquidas de pequeníssimas dimensões, em suspensão


no ar, originadas de um processo mecânico de subdivisão.
Cont.
• Aerossol - São substâncias sólidas ou liquidas de tamanho microscópico, em suspensão no meio
gasoso, sob forma particulada.

• Névoa Fotoquímica - São produtos de reação foto químicas, geralmente combinados com água.
As partículas são geralmente menores que 1,5 micrômetros.

• Nevoeiro - São também partículas líquidas de pequeníssimas dimensões no ar, mas resultante da
condensação de vapores.

• Gases - São substâncias que se encontram em estado gasoso a temperatura e pressão normal. Os
gases são fluídos sem forma própria e que possuem a tendência de ocupar qualquer espaço
inteiro e uniformemente.
Poluição do Solo
• A poluição do solo e do subsolo consiste na deposição, disposição, descarga,
infiltração, acumulação, injeção ou aterramento no solo ou no subsolo de
substâncias ou produtos poluentes, em estado sólido, líquido e gasoso.
Poluição do Solo (Cont.)
Fontes de Poluição do Solo

• Natural
Não associada à atividade humana, pode dar-se por meio de:
 Erosão;
 Desastres naturais (inundações, terremotos, maremotos, vendavais, etc);
 Actividades vulcânicas;
Fontes de Poluição do Solo (Cont.)
• Artificial
De origem antrópica, pode ocorrer por:
 Urbanização e ocupação do solo;
 Atividades agropecuarias;
 Atividades extrativas: mineração;
 Armazenamento de produtos e resíduos, principalmente perigosos;
 Lançamento de águas residuais (esgotos sanitários e efluentes industriais);
 Disposição de resíduos sólidos de diversas origens, com destaque para os industriais em termos
de significância de poluição.
• Avaliação da Poluição Ambiental
• Na avaliação da poluição ambiental dois indicadores são particularmente importantes: o indicador de
poluição e o padrão de qualidade ambiental.

• Indicador de poluição : parâmetro ou grupo de parâmetros utilizados


para medir o grau de poluição sao: Exemplo: pH, DBO, CO,
bactérias,etc.

• Padrão de qualidade: parâmetro ou grupo de parâmetros utilizado


para diagnosticar a poluição ambiental (estabelece a concentração
dado poluente no ambiente e o limite aceitavel).
• Para reduzir a poluição, deve-se:
 Diminuir o uso de combustíveis fósseis, e aumentar os uso de renovaveis;
 Os automóveis devem ser regulados constantemente para evitar a queima de combustíveis de
forma desregulada;
 Instalação de sistemas de controle de emissão de gases poluentes nas indústrias;
 Ampliar a geração de energia através de fontes limpas e renováveis;
 Aplicar sempre que possivel os 3R’s;
 Recuperação do gás metano nos aterros sanitários;
 Não desmatar florestas, ou seja deve-se plantar mais árvores como forma de diminuir o CO2 e
aumentar o O2 no ambiente;
 Uso de técnicas limpas e avançadas na agricultura para evitar a contaminação de cursos de águas;
 Na construção de prédios, implantação de sistemas que economizem energia (uso da energia
solar para aquecimento da água e refrigeração);
DIAGNÓSTICO DA POLUIÇÃO
• 1.Identificar as fontes poluidoras;

• 2.Associar poluentes às fontes poluidoras;

• 3.Escolher os indicadores de poluição;

• 4.Comparar os indicadores avaliados com os padrões de qualidade


desejados;

• 5.Elaborar parecer sobre o grau de poluição ambiental no ambiente


estudado.