Você está na página 1de 219

Assistência Técnica

Manual de Serviço
Motores MWM 4.10/T/TCA
1990

Caminhões e Ônibus Edição: 05/05


Motores MWM 4.10/T/TCA Índice

00 - Dados Técnicos, Ferramentas Especiais Mandatórias


Introdução .......................................................................................00-01
Identificação ................................................................................................... 00-01
Características técnicas .................................................................................... 00-02
Ferramentas especiais mandatórias .................................................................... 00-07

01 - Inspeções, Manutenção e Diagnósticos


Diagnóstico de Falhas .......................................................................01-01

10 - Cilindros
Remoção e instalação do motor (Fixação do motor - 4 cilindros) .............10-01
Vista explodida ............................................................................................... 10-01
Remoção e instalação do motor ........................................................................ 10-02
Remoção ................................................................................................ 10-02
Instalação ............................................................................................... 10-10
Camisa do cilindro ............................................................................10-11
Vista explodida ............................................................................................... 10-11
Motores MWM 4.10/T/TCA Índice

Remoção ........................................................................................................ 10-12


Verificações .................................................................................................... 10-13
Instalação ....................................................................................................... 10-14

13 - Mecanismo da árvore de manivelas e Pistões


Pistão e biela ...................................................................................13-01
Vista explodida ............................................................................................... 13-01
Desmontagem ................................................................................................. 13-02
Verificações .................................................................................................... 13-03
Montagem ...................................................................................................... 13-06
Árvore de manivelas .........................................................................13-09
Vista explodida ............................................................................................... 13-09
Remoção ........................................................................................................ 13-11
Verificações .................................................................................................... 13-13
Mancais principais ........................................................................................... 13-14
Empenamento da árvore de manivelas ............................................................... 13-19
Instalação ....................................................................................................... 13-19
Motores MWM 4.10/T/TCA Índice

Folga axial .............................................................................................. 13-20


Folga radial ............................................................................................. 13-21
Volante .......................................................................................................... 13-23
Vista explodida........................................................................................ 13-23
Remoção ................................................................................................ 13-24
Remoção do retentor ................................................................................ 13-25
Instalação ............................................................................................... 13-26
Compensador de massas - 4.10TCA .................................................................. 13-28
Vista explodida ............................................................................................... 13-28
Remoção ........................................................................................................ 13-29
Instalação ....................................................................................................... 13-30
Folga axial .............................................................................................. 13-31
Folga entre dentes ................................................................................... 13-32

15 - Mecanismo de comando de válvulas


Carcaça de distribuição .....................................................................15-01
Vista explodida ............................................................................................... 15-01
Motores MWM 4.10/T/TCA Índice

Desmontagem ................................................................................................. 15-03


Montagem ...................................................................................................... 15-08
Montagem das engrenagens de distribuição ........................................................ 15-08
Sincronismo das engrenagens ( Bomba injetora x intermediária ) ........................... 15-10
Árvore de comando de válvulas ..........................................................15-15
Vista explodida ............................................................................................... 15-15
Remoção ........................................................................................................ 15-16
Instalação ....................................................................................................... 15-18
Folga radial ............................................................................................. 15-18
Folga axial .............................................................................................. 15-21
Cabeçote do cilindro .........................................................................15-23
Vista explodida ............................................................................................... 15-23
Remoção ........................................................................................................ 15-26
Desmontagem ................................................................................................. 15-27
Verificações .................................................................................................... 15-28
Guia da válvula ............................................................................................... 15-29
Motores MWM 4.10/T/TCA Índice

Válvulas ......................................................................................................... 15-30


Mola .............................................................................................................. 15-31
Balancins ........................................................................................................ 15-32
Hastes dos tuchos ........................................................................................... 15-33
Montagem ...................................................................................................... 15-34
Instalação ....................................................................................................... 15-35
Regulagem da folga das válvulas ....................................................................... 15-37
Medição da pressão de compressão ................................................................... 15-40

17 - Sistema de lubrificação
Sistema de lubrificação......................................................................17-01
Vista explodida ............................................................................................... 17-01
Diagrama de funcionamento ............................................................................. 17-03
Resfriador de óleo ........................................................................................... 17-05
Cárter e tubo de sucção ................................................................................... 17-05
Bomba de óleo ................................................................................................ 17-06
Remoção ................................................................................................ 17-06
Motores MWM 4.10/T/TCA Índice

Instalação ............................................................................................... 17-09

19 - Sistema de arrefecimento
Sistema de arrefecimento ..................................................................19-01
Radiador - Vista explodida - 4.10 / 4.10T .......................................................... 19-01
Radiador - Vista explodida - 4.10TCA ................................................................ 19-04
Teste de funcionamento da embreagem viscosa .................................................. 19-07
Verificação da tensão da correia do ventilador do radiador ................................... 19-09
Válvula termostática .........................................................................19-10
Diagrama de funcionamento - Motor frio ............................................................ 19-10
Diagrama de funcionamento - Motor quente ....................................................... 19-11
Teste da válvula termostática ........................................................................... 19-13
Bomba d’água ................................................................................................. 19-14

20 - Sistema de alimentação - Reservatório e Bomba de combustível


Bomba alimentadora .........................................................................20-01
Bomba de diafragma (para bomba injetora distribuidora VE) - Vista explodida ......... 20-01
Motores MWM 4.10/T/TCA Índice

Remoção, limpeza e instalação do filtro tela ....................................................... 20-02


Sistema de aceleração .......................................................................20-03
Vista explodida - Caminhões até 02/00 .............................................................. 20-03
Vista explodida - Caminhões a partir de 03/00.................................................... 20-05
Vista explodida - Ônibus .................................................................................. 20-07
Regulagem do cabo do acelerador - a partir de 03/00 .......................................... 20-09

21 - Turboalimentação
Vista explodida ............................................................................................... 21-01
Turboalimentador ............................................................................................ 21-02
Remoção ................................................................................................ 21-02
Instalação ............................................................................................... 21-04
Teste da pressão de sobrealimentação ............................................................... 21-05

23 - Sistema de alimentação
Injeção de combustível ......................................................................23-01
Bomba injetora distribuidora VE - Vista explodida................................................ 23-01
Motores MWM 4.10/T/TCA Índice

Bomba injetora distribuidora VE - Motores EURO I e EURO II até veículos


nº série 1RY 13487 ......................................................................................... 23-04
Determinação do PMS .............................................................................. 23-04
Remoção da bomba injetora ...................................................................... 23-05
Instalação da bomba injetora ..................................................................... 23-11
Regulagem do início de injeção.................................................................. 23-12
Sangria do sistema de combustível ............................................................ 23-20
Bomba injetora distribuidora VE - Motores NÃO EURO e EURO a partir do
nº de série 1RY 13488..................................................................................... 23-22
Determinação do PMS .............................................................................. 23-22
Remoção da bomba injetora ...................................................................... 23-24
Instalação da bomba injetora ..................................................................... 23-30
Regulagem do início de injeção.................................................................. 23-31
Sangria do sistema de combustível .................................................................... 23-42
Injetores ......................................................................................................... 23-44
Remoção ................................................................................................ 23-44
Testes dos injetores ................................................................................. 23-46
Motores MWM 4.10/T/TCA Índice

Teste da pressão de abertura ..................................................................... 23-46


Teste de estanqueidade ............................................................................ 23-47
Teste do ruído característico e forma do jato ............................................... 23-48
Instalação ............................................................................................... 23-49

26 - Sistema de escapamento
Sistema de escapamento ...................................................................26-01
Vista explodida - 4.10 / 4.10T / 4.10TCA.......................................................... 26-01
Motores MWM 4.10/T/TCA Introdução 00-01

Introdução
Identificação

4.10
4.10T
Motores MWM 4.10TCA

Pós-resfriado (aftercooler)

Fabricante Turboalimentado
Série
Nº de cilindros

A identificação e o número de série do motor estão localizados na placa fixada no tubo d’água e no lado direito
do bloco do motor.
Não remova a placa e não danifique o número de identificação no bloco do motor.
Motores MWM 4.10/T/TCA Características técnicas 00-02

Características técnicas
Modelo 4.10 4.10T 4.10TCA
Número de cilindros 4
Disposição dos cilindros Vertical, em linha
Diâmetro dos cilindros 103 mm
Ciclo de funcionamento 4 tempos
Curso dos êmbolos 129 mm
Cilindrada total 4300 cm3
Relação de compressão 17,0:1 15,8:1 15,8:1
1
Potência máxima líquida
NBR – 5484 (hp/rpm) 95/2800 135/2600 120/2600
145/2600
NBR – 5484 (kW/rpm) 69,9/2800 99,3/2600 88/2600
106.7/2600
1
Torque máximo líquido
NBR – 5484 (kgf.m/rpm) 29/1700 42/1600 39/1600
51/1600
NBR – 5484 (N.m/rpm) 284,3/1700 412/1600 382/1600
501/1600
1
Rot. máx. governada (rpm) 2800 2600 2600

Rot. de marcha lenta (rpm) 750 – 800


Sentido de rotação Horário (visto de frente)
1
Pode variar com a aplicação
Motores MWM 4.10/T/TCA Características técnicas 00-03

Características técnicas (continuação)


Turboalimentador
Fabricante Euro 4.10T 4.10TCA
– APL 682 –
Garrett I APL 682-3 –
II – APL 709-1 / LTP 085-1

Lubrificação
Motor 4.10 / T / TCA
Tipo Circulação forçada
Bomba de óleo De engrenagem
Filtro de óleo Tipo fluxo total
Pressão de óleo (marcha lenta) 1.0 bar
Pressão de óleo (2800 rpm) 5.6 bar
Óleo lubrificante API CG4 15W40
Capacidade sem filtro (l) 8,0
Capacidade com filtro (l) 9,0
Motores MWM 4.10/T/TCA Características técnicas 00-04

Características técnicas (continuação)


Arrefecimento
Motor 4.10 / T / TCA
Controle de temperatura Por válvula termostática
Válvula termostática - início de abertura 80°C
Válvula termostática - final de abertura 94°C
Tipo de bomba d’água Centrífuga
Capacidade sem aquecedor (l) 20,0
Capacidade com aquecedor (l) 21,6

Tampa do tanque de expansão

Motor 4.10 / T / TCA


Tampa superior (pressão de abertura) 0,6 bar
Tampa lateral (pressão de abertura) 1,0 bar
Motores MWM 4.10/T/TCA Características técnicas 00-05

Características técnicas (continuação)


Injeção de combustível
Motor 4.10TCA
Ordem de injeção 1–3–4–2
Combustível Diesel
Bomba injetora Bosch distribuidora VE
Bomba alimentadora Bosch de diafragma

Bico Injetor
Fabricante Euro 4.10 4.10T 4.10TCA
– DLLA 144P443 DLLA 144P443 –
I DLLA 148P597 DLLA 137P608 –
Bosch II – – DLLA 137P793
– – DLLA 150P314 –
I DLLA 148P597 – –
II – – DSLA 137P793
Motores MWM 4.10/T/TCA Características técnicas 00-06

Características técnicas (continuação)


Folga de válvula (motor frio)
Motor 4.10 / T / TCA
Admissão 0,20 a 0,40 mm
Escape 0,20 a 0,40 mm

Pressão de abertura do bico injetor - bar


Fabricante Euro 4.10 4.10T 4.10TCA
– 250+8 250+8 –
Bosch I 295+8 285+8 –
II – – 290

Arruela do bico injetor - mm


Fabricante Euro 4.10 4.10T 4.10TCA
– 2 2 –
Bosch I 1 2 –
II – – 2
Motores MWM 4.10/T/TCA Ferramentas especiais mandatórias 00-07

Ferramentas especiais mandatórias

BR-019/00 - Compressor BR-034 - Suporte BR-054/00 - Extrator


Comprimir molas de válvula do Remoção e instalação do motor. Extrair camisa de cilindro do bloco
cabeçote. do motor.

BR-081 - Guia BR-330 - Fixador BR-331 - Base


Montar o cabeçote. Fixar a camisa do cilindro. Base para o relógio comparador.
Medir a altura da camisa ao bloco. Medir a camisa ao bloco.
Motores MWM 4.10/T/TCA Ferramentas especiais mandatórias 00-08

BR-332 - Movimentador BR-334 - Cavalete BR-566 - Suporte magnético


Movimentar a bomba injetora. Fixação do motor (utilizada com Fixar o relógio comparador.
BR-772/00 e BR-772/01).

BR-658 - Colocador BR-744/00 - Extrator BR-744/01 - Adaptador


Instalar o retentor traseiro da Sacar bico injetor (utilizada com Sacar bico injetor (utilizada com
árvore de manivelas. BR-744/01). BR-774/00).
Motores MWM 4.10/T/TCA Ferramentas especiais mandatórias 00-09

BR-755 - Chave BR-772/01 - Adaptador BR-773 - Colocador


Soltar e apertar o parafuso de Fixar o motor ao cavalete (utilizada Instalar o retentor na tampa
fixação do elemento resfriador de com BR-334 e BR-772/00). dianteira.
óleo na carcaça.

BR-774 - Extrator BR-775 - Soquete BR-776 - Adaptador


Extrair camisa do bloco (utilizada Soltar as porcas de fixação dos Medir a compressão do cilindro.
com BR-054/00). injetores.
Motores MWM 4.10/T/TCA Ferramentas especiais mandatórias 00-10

BR-778 - Extrator BR-793 - Suporte e prolongador BR-797 - Suporte e prolongador


Extrair a engrenagem da bomba Ajustar o ponto de injeção estático Ajustar o ponto de injeção estático
injetora. da bomba injetora rotativa VE da bomba injetora rotativa VE
(utilizada com relógio comparador). (utilizada com relógio)

BR-798 - Pino localizador


Localizar o ponto morto superior.
Motores MWM 4.10/T/TCA Diagnóstico de falhas 01-01

Diagnóstico de falhas
Descrição da falha Causa provável Correção
Baixa rotação de partida – Bateria com carga baixa – Carregar a bateria ou substituí-la
– Mal contato nas conexões – Limpar e reapertar as conexões
elétricas
– Motor de partida defeituoso – Corrigir o motor de partida
– Óleo lubrificante de viscosidade – Usar óleo de viscosidade correta
inadequada

Motor não pega – Baixa rotação de partida – Verificar conexões, bateria e


motor de partida
– Tanque de combustível vazio – Abastecer de combustível
– Estrangulador de combustível – Verificar a liberdade de
defeituoso funcionamento de cabos, liames,
solenóide (se equipado),
cremalheira da bomba injetora,
etc.
– Tubo de alimentação de combustível – Limpar o sistema
obstruído
– Bomba alimentadora de combustível – Reparar a bomba alimentador
defeituosa
– Filtros de combustível obstruídos – Limpar filtros de combustível ou
substituir os elementos
Motores MWM 4.10/T/TCA Diagnóstico de falhas 01-02

Descrição da falha Causa provável Correção


Motor não pega – Ar no sistema de combustível – Sangrar o sistema
(continuação) – Bomba injetora defeituosa – Enviar a um posto de serviço
BOSCH
– Injetores defeituosos ou – Verificar o tipo de injetores ou
incorretos corrigí-los
– Bomba injetora fora do ponto – Corrigir o ponto de injeção da
bomba injetora
– Sincronismo das engrenagens da – Acertar sincronismo
árvore de comando de válvulas
incorreto
– Baixa compressão – Medir compressão e corrigir falha
– Respiro do tanque de combustível – Desobstruir respiro
obstruído
– Combustível inadequado – Usar combustível recomendado
– Desgaste dos cilindros – Corrigir
– Válvulas e sedes de válvulas – Recondicionar ou substituir
queimadas
– Anéis quebrados, gastos ou presos – Substituir
Motores MWM 4.10/T/TCA Diagnóstico de falhas 01-03

Descrição da falha Causa provável Correção


Partida difícil - Motor custa a pegar – Baixa rotação de partida – Verificar conexões, bateria e
motor de partida
– Estrangulador de combustível – Verificar a liberdade de
defeituoso funcionamento de cabos, liames,
solen‰©de (se equipado),
cremalheira da bomba injetora,
etc.
– Tubo de alimentação de – Limpar o sistema
combustível obstruído
– Bomba alimentadora de – Reparar a bomba alimentadora
combustível defeituosa
– Filtros de combustível obstruído – Limpar filtros de combustível ou
substituir os elementos
– Restrição no sistema de admissão – Desobstruir o sistema de
de ar admissão ou limpar o elemento
do filtro de ar (tipo seco). Trocar
óleo (tipo banho de óleo)
– Ar no sistema de combustível – Sangrar o sistema
– Bomba injetora defeituosa – Enviar a um posto de serviço
BOSCH
– Injetores defeituosos ou incorretos – Verificar o tipo de injetores ou
corrigí-los
Motores MWM 4.10/T/TCA Diagnóstico de falhas 01-04

Descrição da falha Causa provável Correção


Partida difícil - Motor custa a pegar – Bomba injetora fora do ponto – Corrigir o ponto de injeção da
(continuação) bomba injetora
– Sincronismo das engrenagens da – Acertar sincronismo
árvore de comando de válvulas
incorreto
– Baixa compressão – Medir compressão e corrigir falha
– Respiro do tanque de combustível – Desobstruir respiro obstruído
– Combustível inadequado – Usar combustível recomendado
– Escapamento obstruído – Desobstruir canos, silenciosos,
etc.
– Válvulas presas – Corrigir operação das válvulas
– Desgaste dos cilindros – Corrigir
– Válvulas e sedes de válvulas – Recondicionar ou substituir
queimadas
– Anéis quebrados, gastos ou presos – Substituir

Falta de potência – Tubo de alimentação de – Limpar o sistema


combustível obstruído
– Bomba alimentadora de – Reparar a bomba alimentadora
combustível defeituosa
Motores MWM 4.10/T/TCA Diagnóstico de falhas 01-05

Descrição da falha Causa provável Correção


Falta de potência – Filtros de combustível obstruído – Limpar filtros de combustível ou
(continuação) substituir os elementos
– Restrição no sistema de admissão – Desobstruir o sistema de
de ar admissão ou limpar o elemento
do filtro de ar (tipo seco). Trocar
óleo (tipo banho de óleo)
– Ar no sistema de combustível – Sangrar o sistema
– Bomba injetora defeituosa – Enviar a um posto de serviço
BOSCH
– Injetores defeituosos ou incorretos – Verificar o tipo de injetores ou
corrigí-los
– Bomba injetora fora do ponto – Corrigir o ponto de injeção da
bomba injetora
– Sincronismo das engrenagens da – Acertar sincronismo
árvore de comando de válvulas
incorreto
– Baixa compressão – Medir compressão e corrigir falha
– Respiro do tanque de combustível – Desobstruir respiro
obstruído
– Combustível inadequado – Usar combustível recomendado
– Acelerador preso ou com – Liberar ou regular as ligações do
movimento limitado acelerador
Motores MWM 4.10/T/TCA Diagnóstico de falhas 01-06

Descrição da falha Causa provável Correção


Falta de potência – Escapamento obstruído – Desobstruir canos, silenciosos,
(Continuação) etc.
– Vazamento na junta do cabeçote – Substituir a junta e verificar as
causas do vazamento
– Superaquecimento – Verificar sistema de arrefecimento,
ponto do motor e condições de
operação e instalação
– Motor demasiadamente frio – Verificar vávula termostática
– Desgaste dos cilindros – Corrigir
– Válvulas e sedes de válvulas – Recondicionar ou substituir
queimadas
– Anéis quebrados, gastos ou presos – Substituir
– Filtro de ar (tipo banho de óleo) – Corrigir o nível ou trocar o óleo
com nível demasiadamente alto,
ou com óleo inadequado
– Turboalimentador danificado ou – Reparar ou limpar
necessitando limpeza
– Coletor de escape ligado ao – Substituir juntas
turbocompressor vazando pela juntas
– Pressão de sobrealimentação de – Verificar turboalimentador.
ar baixa Corrigir vazamentos
Motores MWM 4.10/T/TCA Diagnóstico de falhas 01-07

Descrição da falha Causa provável Correção


Motor falhando – Tubo de alimentação de – Limpar o sistema
combustível obstruído
– Bomba alimentadora de – Reparar a bomba alimentadora
combustível defeituosa
– Filtros de combustível obstruído – Limpar filtros de combustível ou
substituir os elementos
– Ar no sistema de combustível – Sangrar o sistema
– Bomba injetora defeituosa – Enviar a um posto de serviço
BOSCH
– Injetores defeituosos ou incorretos – Verificar o tipo de injetores ou
corrigí-los
– Bomba injetora fora do ponto – Corrigir o ponto de injeção da
bomba injetora
– Sincronismo das engrenagens da – Acertar sincronismo
árvore de comando de válvulas
incorreto
– Baixa compressão – Medir compressão e corrigir falha
– Vazamento na junta do cabeçote – Substituir a junta e verificar as
causas do vazamento
– Superaquecimento – Verificar sistema de arrefecimento,
ponto do motor e condições de
operação e instalação
Motores MWM 4.10/T/TCA Diagnóstico de falhas 01-08

Descrição da falha Causa provável Correção


Motor falhando – Folga de válvulas incorreta – Regular folga das válvulas
(Continuação) – Válvulas presas – Corrigir operação das válvulas
– Tubos de alta pressão incorretos – Substituir
– Válvulas e sedes de válvulas – Recondicionar ou substituir
queimadas

Consumo excessivo de combustível – Restrição no sistema de admissão – Desobstruir o sistema de


de ar admissão ou limpar o elemento
do filtro de ar (tipo seco). Trocar
óleo (tipo banho de óleo)
– Bomba injetora defeituosa – Enviar a um posto de serviço
BOSCH
– Injetores defeituosos ou incorretos – Verificar o tipo de injetores ou
corrigí-los
– Bomba injetora fora do ponto – Corrigir o ponto de injeção da
bomba injetora
– Sincronismo das engrenagens da – Acertar sincronismo
árvore de comando de válvulas
incorreto
– Baixa compressão – Medir compressão e corrigir falha
– Combustível inadequado – Usar combustível recomendado
Motores MWM 4.10/T/TCA Diagnóstico de falhas 01-09

Descrição da falha Causa provável Correção


Consumo excessivo de combustível – Acelerador preso ou com – Liberar ou regular as ligações do
movimento limitado acelerador
– Escapamento obstruído – Desobstruir canos, silenciosos,
etc.
– Vazamento na junta do cabeçote – Substituir a junta e verificar as
causas do vazamento
– Motor demasiadamente frio – Verificar vávula termostática
– Folga de válvulas incorreta – Regular folga das válvulas
– Válvulas presas – Corrigir operação das válvulas
– Desgaste dos cilindros – Corrigir
– Válvulas e sedes de válvulas – Recondicionar ou substituir
queimadas
– Anéis quebrados, gastos ou presos – Substituir
– Pressão de sobrealimentação de – Verificar turboalimentador.
ar baixa Corrigir vazamentos

Fumaça preta – Restrição no sistema de admissão – Desobstruir o sistema de


de ar admissão ou limpar o elemento
do filtro de ar (tipo seco). Trocar
óleo (tipo banho de óleo)
– Bomba injetora defeituosa – Enviar a um posto de serviço
BOSCH
Motores MWM 4.10/T/TCA Diagnóstico de falhas 01-10

Descrição da falha Causa provável Correção


Fumaça preta – Injetores defeituosos ou incorretos – Verificar o tipo de injetores ou
(continuação) corrigí-los
– Bomba injetora fora do ponto – Corrigir o ponto de injeção da
bomba injetora
– Sincronismo das engrenagens da – Acertar sincronismo
árvore de comando de válvulas
incorreto
– Baixa compressão – Medir compressão e corrigir falha
– Combustível inadequado – Usar combustível recomendado
– Escapamento obstruído – Desobstruir canos, silenciosos,
etc.
– Vazamento na junta do cabeçote – Substituir a junta e verificar as
causas do vazamento
– Motor demasiadamente frio – Verificar vávula termostática
– Folga de válvulas incorreta – Regular folga das válvulas
– Válvulas presas – Corrigir operação das válvulas
– Desgaste dos cilindros – Corrigir
– Válvulas e sedes de válvulas – Recondicionar ou substituir
queimadas
– Anéis quebrados, gastos ou presos – Substituir
– Turboalimentador danificado ou – Reparar ou limpar
necessitando limpeza
Motores MWM 4.10/T/TCA Diagnóstico de falhas 01-11

Descrição da falha Causa provável Correção


Fumaça branco-azulada – Óleo lubrificante de viscosidade – Usar óleo de viscosidade correta
inadequada
– Bomba injetora fora do ponto – Corrigir o ponto de injeção da
bomba injetora
– Sincronismo das engrenagens da – Acertar sincronismo
árvore de comando de válvulas
incorreto
– Baixa compressão – Medir compressão e corrigir falha
– Vazamento na junta do cabeçote – Substituir a junta e verificar as
causas do vazamento
– Motor demasiadamente frio – Verificar vávula termostática
– Desgaste dos cilindros – Corrigir
– Anéis quebrados, gastos ou presos – Substituir
– Hastes e guias de válvulas – Substituir
desgastadas
– Filtro de ar (tipo banho de óleo) – Corrigir o nível ou trocar o óleo
com nível demasiadamente alto,
ou com óleo inadequado
– Pistão engripado – Reparar cilindros
– Vazamentos pelos retentores de – Substituir retentores
óleo do turboalimentador
Motores MWM 4.10/T/TCA Diagnóstico de falhas 01-12

Descrição da falha Causa provável Correção


Baixa pressão de óleo – Óleo lubrificante de viscosidade – Usar óleo de viscosidade correta
inadequada
– Mancais danificados ou gastos – Substituir
– Nível baixo de óleo do carter – Completar
– Instrumento indicador de pressão – Substituir
deficiente
– Bomba de óleo lubrificante com – Substituir ou recondicionar
desgaste interno
– Válvula de alívio de pressão da – Liberar e corrigir
bomba de óleo travada aberta
– Mola da válvula de alívio de – Substituir
pressão quebrada
– Tubo de sucção da bomba de óleo – Corrigir
defeituoso
– Filtro de óleo lubrificante entupido – Substituir elemento
– Peneira do tubo de sucção da – Limpar
bomba de óleo entupidar

Motor com batidas internas – Injetores defeituosos ou incorretos – Verificar o tipo de injetores ou
corrigí-los
– Bomba injetora fora do ponto – Corrigir o ponto de injeção da
bomba injetora
Motores MWM 4.10/T/TCA Diagnóstico de falhas 01-13

Descrição da falha Causa provável Correção


Motor com batidas internas – Sincronismo das engrenagens da – Acertar sincronismo
árvore de comando de válvulas
incorreto
– Combustível inadequado – Usar combustível recomendado
– Superaquecimento – Verificar sistema de arrefecimento,
ponto do motor e condições de
operação e instalação
– Folga de válvulas incorreta – Regular folga das válvulas
– Válvulas presas – Corrigir operação das válvulas
– Desgaste dos cilindros – Corrigir
– Anéis quebrados, gastos ou presos – Substituir
– Mancais danificados ou gastos – Substituir
– Pistão engripado – Reparar cilindros
– Altura do pistão em relação a face – Usar pistões adequados
usinada do bloco incorreta
– Mola da válvula quebrada – Substituir

Funcionamento irregular – Estrangulador de combustível – Verificar a liberdade de


defeituoso funcionamento de cabos, liames,
solenóide (se equipado),
cremalheira da bomba injetora,
etc.
Motores MWM 4.10/T/TCA Diagnóstico de falhas 01-14

Descrição da falha Causa provável Correção


Funcionamento irregular – Tubo de alimentação de – Limpar o sistema
(continuação) combustível obstruído
– Bomba alimentadora de – Reparar a bomba alimentadora
combustível defeituosa
– Filtros de combustível obstruído – Limpar filtros de combustível ou
substituir os elementos
– Restrição no sistema de admissão – Desobstruir o sistema de admissão
de ar ou limpar o elemento do filtro de
ar (tipo seco). Trocar óleo (tipo
banho de óleo)
– Ar no sistema de combustível – Sangrar o sistema
– Bomba injetora defeituosa – Enviar a um posto de serviço
BOSCH
– Injetores defeituosos ou incorretos – Verificar o tipo de injetores ou
corrigí-los
– Baixa compressão – Medir compressão e corrigir falha
– Respiro do tanque de combustível – Desobstruir respiro
obstruído
– Acelerador preso ou com – Liberar ou regular as ligações do
movimento limitado acelerador
– Superaquecimento – Verificar sistema de arrefecimento,
ponto do motor e condições de
operação e instalação
Motores MWM 4.10/T/TCA Diagnóstico de falhas 01-15

Descrição da falha Causa provável Correção


Funcionamento irregular – Folga de válvulas incorreta – Regular folga das válvulas
(continuação) – Válvulas presas – Corrigir operação das válvulas
– Tubos de alta pressão incorretos – Substituir
– Anéis quebrados, gastos ou presos – Substituir
– Filtro de ar (tipo banho de óleo) – Corrigir o nível ou trocar o óleo
com nível demasiadamente alto,
ou com óleo inadequado
– Pistão engripado – Reparar cilindros
– Mola da válvula quebrada – Substituir

Vibração excessiva – Bomba injetora defeituosa – Enviar a um posto de serviço


BOSCH
– Injetores defeituosos ou incorretos – Verificar o tipo de injetores ou
corrigí-los
– Baixa compressão – Medir compressão e corrigir falha
– Acelerador preso ou com – Liberar ou regular as ligações do
movimento limitado acelerador
– Vazamento na junta do cabeçote – Substituir a junta e verificar as
causas do vazamento
– Superaquecimento – Verificar sistema de arrefecimento,
ponto do motor e condições de
operação e instalação
Motores MWM 4.10/T/TCA Diagnóstico de falhas 01-16

Descrição da falha Causa provável Correção


Vibração excessiva – Válvulas presas – Corrigir operação das válvulas
(continuação) – Tubos de alta pressão incorretos – Substituir
– Anéis quebrados, gastos ou presos – Substituir
– Pistão engripado – Reparar cilindros
– Ventilador danificado – Substituir
– Coxins de suporte do motor – Substituir ou corrigir montagem
defeituosos
– Carcaça do volante ou volante – Alinhar
desalinhado

Alta pressão de óleo – Óleo lubrificante de viscosidade – Usar óleo de viscosidade correta
inadequada
– Instrumento indicador de pressão – Substituir
deficiente
– Válvula de alívio de pressão da – Liberar e corrigir
bomba de óleo travada fechada

Superaquecimento – Restrição no sistema de admissão – Desobstruir o sistema de


de ar admissão ou limpar o elemento
do filtro de ar (tipo seco). Trocar
óleo (tipo banho de óleo)
– Bomba injetora defeituosa – Enviar a um posto de serviço
BOSCH
Motores MWM 4.10/T/TCA Diagnóstico de falhas 01-17

Descrição da falha Causa provável Correção


Superaquecimento – Injetores defeituosos ou incorretos – Verificar o tipo de injetores ou
corrigí-los
– Bomba injetora fora do ponto – Corrigir o ponto de injeção da
bomba injetora
– Sincronismo das engrenagens da – Acertar sincronismo
árvore de comando de válvulas
incorreto
– Escapamento obstruído – Desobstruir canos, silenciosos,
etc.
– Vazamento na junta do cabeçote – Substituir a junta e verificar as
causas do vazamento
– Pistão engripado – Reparar cilindros
– Válvula termostática defeituosa – Substituir
– Restrição nas galerias de água / – Limpar o sistema
Camisas de cilindro com crostas
– Correias do ventilador frouxas – Tensionar
– Radiador entupido externa ou – Limpar
internamente
– Bomba de água defeituosa – Reparar ou substituir
– Falta de água no sistema de – Completar nível
arrefecimento
Motores MWM 4.10/T/TCA Diagnóstico de falhas 01-18

Descrição da falha Causa provável Correção


Excessiva pressão no cárter com – Vazamento na junta do cabeçote – Substituir a junta e verificar as
possíveis vazamentos de óleo causas do vazamento
– Desgaste dos cilindros – Corrigir
– Anéis quebrados, gastos ou presos – Substituir
– Hastes e guias de válvulas – Substituir
desgastadas
– Pistão engripado – Reparar cilindros
– Tubo de respiro do cárter entupido – Limpar

Baixa compressão – Restrição no sistema de admissão – Desobstruir o sistema de


de ar admissão ou limpar o elemento
do filtro de ar (tipo seco). Trocar
óleo (tipo banho de óleo)
– Sincronismo das engrenagens da – Acertar sincronismo
árvore de comando de válvulas
incorreto
– Vazamento na junta do cabeçote – Substituir a junta e verificar as
causas do vazamento
– Folga de válvulas incorreta – Regular folga das válvulas
– Válvulas presas – Corrigir operação das válvulas
– Desgaste dos cilindros – Corrigir
Motores MWM 4.10/T/TCA Diagnóstico de falhas 01-19

Descrição da falha Causa provável Correção


Baixa compressão – Hastes e guias de válvulas – Substituir
(continuação) desgastadas
– Altura do pistão em relação face – Usar pistões adequados
usinada do bloco incorreta
– Mola da válvula quebrada – Substituir
– Válvulas e sedes de válvulas – Recondicionar ou substituir
queimadas
– Anéis quebrados, gastos ou presos – Substituir
Motor pega e morre – Filtros de combustível obstruído – Limpar filtros de combustível ou
substituir os elementos
– Restrição no sistema de admissão – Desobstruir o sistema de
de ar admissão ou limpar o elemento
do filtro de ar (tipo seco). Trocar
óleo (tipo banho de óleo)
– Ar no sistema de combustível – Sangrar o sistema

Motor dispara – Estrangulador de combustível – Verificar a liberdade de


defeituoso funcionamento de cabos, liames,
solenóide (se equipado),
cremalheira da bomba injetora,
etc.
– Bomba injetora defeituosa – Enviar a um posto de serviço
BOSCH
Motores MWM 4.10/T/TCA Diagnóstico de falhas 01-20

Descrição da falha Causa provável Correção


Alto consumo de óleo lubrificante – Óleo lubrificante de viscosidade – Usar óleo de viscosidade correta
inadequada
– Assentamento irregular dos anéis – Substituir

Alto consumo de óleo lubrificante – Nível elevado de óleo no carter – Corrigir


– Baixa compressão – Medir compressão e corrigir falha
– Desgaste dos cilindros – Corrigir
– Anéis quebrados, gastos ou presos – Substituir
– Hastes e guias de válvulas – Substituir
desgastadas
– Tubo de respiro do cárter entupido – Limpar
– Vazamentos externos (juntas, – Corrigir
retentores, etc.)
– Ângulo de inclinação do motor – Corrigir
inadequado

Água misturada ao óleo lubrificante – Vazamento pelos anéis de – Substituir


vedação das camisas dos cilindros
– Vazamento na junta do cabeçote – Substituir a junta e verificar as
causas do vazamento
– Vazamento no intercambiador de – Corrigir
óleo lubrificante
Motores MWM 4.10/T/TCA Camisa do cilindro 10-01

5 Remoção e instalação do motor


6 (Fixação do motor - 4 cilindros)
7 Vista explodida
1 – Coxim dianteiro
2 – Parafuso
Torque: 110 N.m (11,0 kgf.m)
4 3 – Porca
Torque: 90 N.m (9,0 kgf.m)
2 4 – Coxim traseiro
8 5 – Parafuso
6 – Porca de posicionamento
1
Torque: 3 N.m (0,3 kgf.m)
7 – Capa
8 – Porca
Torque: 130 N.m (13,0 kgf.m)

19273
Motores MWM 4.10/T/TCA Camisa do cilindro 10-02

Remoção e instalação do motor


Remoção
Utilize equipamentos de segurança para a execução da limpeza
e no manuseio de produtos químicos.
– Acione o freio de estacionamento e calce as rodas.
– Coloque a alavanca de mudança na posição neutra.
Antes de desligar a bateria, atentar para os equipamentos
opcionais codificados pelo fabricante.
– Solte o cabo de massa da bateria.
19265 – Com o motor frio, drene o óleo lubrificante e o líquido de
arrefecimento.
– Efetue a limpeza do motor e agregados.
Assegure-se de que as portas do veículo estejam fechadas e a
área à frente da cabina esteja livre.
Antes de bascular a cabina, prenda ou retire os objetos soltos
em seu interior.
– Nos caminhões, bascule a cabina para ter acesso ao motor.
Assegure-se de que o braço de sustentação esteja devidamente
travado antes de iniciar o serviço.
– Empurre a cabina para cima até o braço de sustentação ficar
totalmente esticado e o pino da trava devidamente encaixado no
110031
oblongo da haste.
Motores MWM 4.10/T/TCA Camisa do cilindro 10-03
– No ônibus, remova o capô, o assoalho próximo ao compartimento
2 do motor e o quadro de apoio da cobertura do motor (1).
– Remova a travessa do assoalho (2).

12162

Execute a operação com o motor frio.


– Nos motores turboalimentados com pós-resfriador (aftercooler),
remova as mangueiras e conexões do pós-resfriador.
– Remova as mangueiras e conexões do radiador.
– Solte os coxins do radiador e desloque-o para a frente.

16331
Motores MWM 4.10/T/TCA Camisa do cilindro 10-04

– Solte os parafusos do suporte da polia tensora e remova a correia


do motor.

16191

Atenção ao soltar a porca, rosca esquerda.


– Solte a porca e remova o conjunto da embreagem viscosa com o
ventilador.

16332
Motores MWM 4.10/T/TCA Camisa do cilindro 10-05
Não desconecte as mangueiras do compressor do ar
condicionado para evitar a perda de gás refrigerante. Consulte
o manual sobre o ar condicionado.
– Em veículos equipados com ar condicionado, remova o
compressor do ar condicionado antes do radiador.
– Remova o radiador.

16561

– Desconecte o tubo de escape do turboalimentador.


– Desconecte o tubo da entrada de ar do turboalimentador.
– Desconecte o tubo da entrada de ar do compressor de ar.

16243
Motores MWM 4.10/T/TCA Camisa do cilindro 10-06

Antes de remover os cabos, identifique suas posições para


evitar erro durante a instalação.
– Desconecte os cabos do motor de partida e remova-o.

96336

Antes de remover os cabos, identifique suas posições para


evitar erro durante a instalação.
– Desconecte os fios do alternador e remova-o.

96335
Motores MWM 4.10/T/TCA Camisa do cilindro 10-07
– Desconecte os sensores de pressão de óleo (1), de temperatura
2 da água de arrefecimento (2) e remova o chicote elétrico (3).

3
1

15074

2 Motores com bomba injetora distribuidora VE


– Desconecte a mangueira da entrada de combustível (1) na bomba
alimentadora e a mangueira de retorno de combustível.
– Remova o cabo do acelerador (2) e a mola de retorno da alavanca.
– Desconecte o solenóide de corte de combustível (veja detalhe).

19270
Motores MWM 4.10/T/TCA Camisa do cilindro 10-08
– Remova o cilindro auxiliar da embreagem se equipado.

19271

Drene todo o ar dos reservatórios, antes de executar qualquer


serviço no sistema de freio.
– Desconecte os tubos (1) do governador do compressor de ar e as
mangueiras do compressor de ar.
– Solte os parafusos (2) de fixação da bomba hidráulica da direção
1 e remova-a.

2 15078
Motores MWM 4.10/T/TCA Camisa do cilindro 10-09

– Remova a mangueira do tubo de enchimento do óleo do motor.

15077

– Remova a caixa de mudanças (consulte o respectivo Manual de


Serviço).
Assegure-se de que a talha, a ferramenta e o suporte de
suspensão do motor estejam devidamente instalados.
BR-034 – Posicione a talha móvel (girafa) com a ferramenta BR-034 sobre
o motor.
A configuração da fixação do motor depende do modelo do
veículo.
– Remova os elementos de fixação dos coxins dianteiros e traseiros
do motor (veja a vista explodida).
12163G
Motores MWM 4.10/T/TCA Camisa do cilindro 10-10
Assegure-se que o motor esteja devidamente apoiado na talha
ao iniciar a remoção.
– Remova o motor levantando-o com cuidado.
BR-334
– Instale o motor no cavalete BR-334 montado com o adaptador
(1).
Adaptador (1): BR-772/01

16564

Instalação
Assegure-se que o motor esteja devidamente apoiado na talha
ao iniciar a instalação.
A configuração da fixação do motor depende do modelo do
BR-034 veículo.
– Posicione o motor nos coxins dianteiros e traseiros e aperte as
porcas e parafusos de fixação.
Torque: veja a vista explodida correspondente ao modelo.
– Proceda à instalação do motor e demais componentes no veículo
na ordem inversa da remoção.
12163G
Motores MWM 4.10/T/TCA Camisa do cilindro 10-11

Camisa do cilindro
Vista explodida
1 1 – Camisa
2 – Anel TOMBAK
2 Espessura = 0,15 mm
3 – Anel de vedação
3 4 – Bloco do motor

19345
Motores MWM 4.10/T/TCA Camisa do cilindro 10-12

Remoção
BR-054/00 – Extraia as camisas dos cilindros do bloco do motor, utilizando a
ferramenta BR-054/00 em conjunto com a ferramenta BR-774.

BR-774
1002

– Remova os anéis de vedação alojados no bloco.


– Remova os calços de ajuste da altura das camisas ou o anel
TOMBAK, se existirem.

19347
Motores MWM 4.10/T/TCA Camisa do cilindro 10-13

Verificações
– Inspecione visualmente as camisas quanto a trincas, riscos e
desgaste.
– Efetue a medição do diâmetro interno, ovalização e conicidade
das camisas.
Diâmetro interno = 103,000 a 103,022 mm
Desgaste máximo = 0,06 mm
Ovalização = 0,02 mm

19353

– Efetue a limpeza e inspeção geral no bloco do motor,


principalmente nos alojamentos das camisas.
– Verifique a presença de corrosão ou desgaste.

19348
Motores MWM 4.10/T/TCA Camisa do cilindro 10-14

– Instale as camisas sem os anéis de vedação e prense-as utilizando


a ferramenta BR-330.
Torque: 40 N.m (4,0 kgf.m)
BR-330 A medição da saliência da camisa deve ser feita no primeiro
degrau da camisa, em quatro posições deslocadas de 90°.
BR-331
– Efetue a medição da saliência da camisa em relação à face
superior do bloco, com um relógio comparador e a ferramenta
BR-331.
Saliência = 0,06 a 0,10 mm

19350

Instalação
Na montagem, substitua todos os anéis de vedação por novos.
– Instale cuidadosamente os anéis de vedação em seus devidos
alojamentos no bloco.

19347
Motores MWM 4.10/T/TCA Camisa do cilindro 10-15
Utilize somente um anel TOMBAK (2). Se as camisas não
foram originalmente montadas com o anel TOMBAK, é
necessário retificar o assento no bloco para obter a saliência (h)
de 0,06 a 0,10 mm em relação a face do bloco.
– Instale o anel TOMBAK (2).
Se for necessário corrigir o assento da camisa no bloco, envie
o bloco para uma retífica ou oficina especializada para a
execução deste serviço.
– Ajuste, se necessário, a saliência (h) da camisa utilizando um
calço de aço por baixo do anel TOMBAK.
19756
Saliência da camisa (h) = 0,06 a 0,10 mm
Espessuras do anel de aço = 0,05 - 0,10 - 0,15 - 0,20 - 0,50
mm
Espessura do anel TOMBAK (2) = 0,15 mm

– Lubrifique a área de contato das camisas com os anéis de vedação.


A camisa deve entrar livre e sem esforço. Cuidado para não
danificar ou torcer os anéis de vedação durante a montagem.
– Instale as camisas no bloco.
– Repita a medição da saliência das camisas (consulte o tópico
Verificações neste capítulo).

19351
Motores MWM 4.10/T/TCA Pistão e biela 13-01

Pistão e biela
6
Vista explodida
1 – Trava
2 – Pino do pistão
7
3 – Pistão
8 4 – Anel de compressão
5 – Anel Raspador
6 – Bucha da biela
7 – Biela
8 – Bronzina
9 – Capa da biela
8 10 – Parafuso da biela
4
Utilize no máximo três vezes o mesmo
5 11 parafuso.
3 10 Torque = 30 N.m (3,0 kgf.m) + 60°
11 – Bucha expansora
Se necessário substituir alguma peça,
2 9 verifique a aplicação conforme o modelo e
1 número de série do motor.
1
19354
Motores MWM 4.10/T/TCA Pistão e biela 13-02

Desmontagem
Antes da remoção dos pistões e bielas, identifique e numere as
suas posições com os respectivos cilindros.
– Remova os cabeçotes e o cárter.
– Remova as capas das bielas.

19799

Segure cuidadosamente o conjunto pistão-biela com as mãos,


evitando batidas que possam danificá-lo.
– Remova os pistões pelo lado de cima do motor.
– Remova os anéis do pistão com o alicate específico (veja detalhe).

19355
Motores MWM 4.10/T/TCA Pistão e biela 13-03
Os pinos dos pistões devem correr livremente. Não há
necessidade de bater ou aquecer.
– Remova as travas e desmonte o pistão de biela.
– Inspecione visualmente pistões, pinos e bielas.

110001

Verificações
1 – Instale os anéis dentro de uma camisa de cilindro sem desgaste
e meça a folga entre pontas.
2 Folga entre pontas:
1 - Anéis de compressão (1ª e 2ª canaletas):
Novo = 0,40 a 0,65 mm
Máxima =2,00 mm
2 - Anel raspador de óleo (3ª caneleta):
Novo = 0,25 a 0,55 mm
19356 Máxima = 2,00 mm
Motores MWM 4.10/T/TCA Pistão e biela 13-04
Limpe as canaletas dos pistões antes de executar a medição.
– Meça a folga axial dos anéis.
Folga axial = 1 - 0,25 mm
2 - 0,20 mm
1
3 - 0,15 mm
2
3

19357

– Meça o diâmetro interno das buchas das bielas (6) montadas


6 (consulte detalhe) e dos pinos dos pistões (2).
Diâmetro do pino (2):
Novo = 37,994 a 38,000 mm
Mínimo = 37,900 mm
Diâmetro interno da bucha (6) (montada):
2 Nova = 38,03 a 38,08 mm
Máximo = 38,14 mm
Folga radial (bucha-pino):
Novo = 0,042 a 0,094 mm
19358
Máxima = 0,15mm
Motores MWM 4.10/T/TCA Pistão e biela 13-05
– Posicione as bronzinas com o auxílio da bucha expansora e monte
a capa da biela.
– Aperte os parafusos da capa.
Torque = 1ª etapa 30 N.m (3,0 kgf.m)
2ª etapa 60°

– Meça o diâmetro interno das bronzinas com elas instaladas,


110000
utilizando o instrumento de medição interna ajustado com a
medida do moente da árvore de manivelas.
– Verifique o diâmetro em duas posições, à 30° da partição da
biela.
2 Diâmetro (mm):
Standard: 62,992 a 63,037
1 1º reparo: 62,746 a 62,791
2º reparo: 62,496 a 62,541
3º reparo: 62,246 a 62,291
4º reparo: 61,996 a 62,041
Folga radial (biela-moente):
Nova = 0,022 a 0,087 mm
19360
Máxima = 0,178 mm
Motores MWM 4.10/T/TCA Pistão e biela 13-06
– Verifique a torção e o empenamento da biela num dispositivo
adequado.

19757

Montagem
As marcas "TOP", "CTOP" e "C" dos anéis devem ficar voltadas
para cima.
– Instale os anéis nos pistões com as aberturas na direção do pino
e deslocadas entre si de 120°.

19359
Motores MWM 4.10/T/TCA Pistão e biela 13-07
As bielas são classificadas pelo peso, identificado por um
código de cores marcado no corpo da biela.
Classes de pesos:
Cor Peso (g)
Amarelo/Azul 1568 a 1588
Amarelo/Amarelo 1589 a 1608
Branco/Branco 1609 a 1628
Vermelho/Vermelho 1629 a 1648
Amarelo/Verde 1649 a 1668
110003 Vermelho/Verde 1669 a 1688
Verde/Verde 1689 a 1708
Vermelho/Azul 1709 a 1728
Azul/Azul 1729 a 1748
Diferença máxima de peso entre os conjuntos pistões-bielas
em um mesmo motor = 20 gramas.

A seta na cabeça do pistão e os furos no pé da biela devem


ficar voltados para o mesmo lado.
– Lubrifique o pino e monte o pistão na biela.
A seta na cabeça do pistão deve apontar para o volante.
– Instale o conjunto pistão-biela na camisa já montada no bloco
110005 (consulte o tópico Camisa do cilindro).
Motores MWM 4.10/T/TCA Pistão e biela 13-08
A biela e sua capa correspondente possuem a mesma
identificação gravada. Mantenha a paridade entre capa e biela.
Utilize no máximo três vezes o mesmo parafuso de biela.
– Instale as bronzinas nas bielas observando a posição de
montagem.
– Lubrifique as bronzinas, monte as capas e aperte os parafusos
das bielas.
Torque = 1ª etapa = 30 N.m (3,0 kgf.m)
2ª etapa = 60°
– Monte os cabeçotes e o cárter.
19799
Motores MWM 4.10/T/TCA Árvore de manivelas 13-09

Árvore de manivelas
Vista explodida
1 – Parafuso de fixação da polia
Na montagem aplique LOCTITE 271 na rosca
Torque: 70 N.m (7,0 kgf.m)
2 – Arruela
3 – Parafuso de fixação do cubo
Na montagem aplique LOCTITE 271 na rosca
Torque: 270 N.m (27,0 kgf.m)
4 – Polia
5 – Amortecedor de vibrações
6 – Cubo
7 – Defletor
8 – Bucha
9 – Engrenagem
10 – Árvore de manivelas
11 – Cremalheira do compensador de massas
Aplicação = 4.10 / 4.10T / 4.10TCA

19362
Motores MWM 4.10/T/TCA Árvore de manivelas 13-10

Árvore de manivelas (continuação)


Vista explodida
12 – Mancal de encosto (ajuste da folga axial)
13 – Parafuso da capa do mancal principal
Utilize no máximo três vezes o mesmo
parafuso
Torque: 45 N.m (4,5 kgf.m) + 90°
14 – Capa do mancal principal
15 – Bronzina do mancal principal

19362
Motores MWM 4.10/T/TCA Árvore de manivelas 13-11

Remoção
– Instale o motor no cavalete BR-334 com o adaptador adequado
(consulte o tópico Remoção do motor).
Adaptador: BR-772/00
– Remova o cárter, volante e polia.

19363

Cuidado para não deixar cair o anel de vedação do tubo de


sucção para o interior da galeria.
– Remova o tubo de sucção do óleo e o anel de vedação.
– Remova o conjunto do compensador de massas
(consulte o tópico Compensador de massas).
– Remova os pistões e bielas (consulte o tópico Pistões e bielas).

19364
Motores MWM 4.10/T/TCA Árvore de manivelas 13-12

– Remova as capas dos mancais com o auxílio dos parafusos de


fixação.
– Remova os mancais de ajuste axial da árvore de manivelas,
montados no mancal nº 1 do lado do volante (veja detalhe).

19365

O armazenamento da árvore de manivelas deve ser feito na


posição vertical.
– Remova a árvore de manivelas com cuidado para não bater em
nenhuma parte do bloco.

12164G
Motores MWM 4.10/T/TCA Árvore de manivelas 13-13

Verificações
– Verifique a ovalização e a conicidade dos mancais da árvore de
manivelas. Com um micrômetro, efetue medições do diâmetro
em duas posições a 90° e nas duas extremidades do mancal.
Dimensões (mm)
Ovalização = 0,01mm
Conicidade = 0,01mm
Diâmetro Mancal principal Mancal de biela
Standard 85,942 a 85,964 62,951 a 62,970
19367 1º Reparo 85,692 a 85,714 62,701 a 62,720
2º Reparo 85,442 a 85,464 62,451 a 62,470
3º Reparo 85,192 a 85,214 62,201 a 62,220
4º Reparo 84,942 a 84,964 61,951 a 61,970

Ao instalar a engrenagem, a marcação de sincronismo deve


estar voltada para a frente da árvore de manivelas.
– Verifique o diâmetro do assento da engrenagem da árvore de
manivelas.
Diâmetro = 60,020 a 60,039 mm

19368
Motores MWM 4.10/T/TCA Árvore de manivelas 13-14

– Verifique os raios de concordância dos mancais, utilizando um


cálibre de raios ou uma esfera calibrada.
Raio = 3,8 a 4,0 mm

19369

Mancais principais
Cuidado no manuseio de produtos químicos e ar comprimido,
ao executar a limpeza. utilize equipamentos de proteção
individual.
– Faça uma limpeza geral e cuidadosa, removendo o óleo e resíduos
no bloco do motor e nas capas dos mancais.

19374
Motores MWM 4.10/T/TCA Árvore de manivelas 13-15

O bloco do motor e suas respectivas capas dos mancais são


identificados por uma mesma gravação existente no bloco e
nas capas. Na montagem, assegure-se que a numeração gravada
no bloco corresponda com a da capa.
– Monte as capas dos mancais no bloco do motor sem as bronzinas
e aperte os parafusos de fixação.
Torque: 1ª etapa 45 N.m (4,5 kgf.m)
2ª etapa 90°

19375

– Ajuste o instrumento de medição interna, e meça o diâmetro de


todos os mancais principais sem bronzinas.
1
– Verifique o diâmetro em três posições: na posição central do
2 3
mancal (1), 30° para a direita (2) e 30° para a esquerda (3).
Diâmetro = 92,000 a 92,020 mm

110011
Motores MWM 4.10/T/TCA Árvore de manivelas 13-16
O aspecto visual da bronzina pode auxiliar na identificação de
problemas como desgaste, folga excessiva, ovalização ou
coincidade.
– Efetue uma inspeção visual nas bronzinas.

110013

Cuidado no manuseio de produtos químicos e ar comprimido,


ao executar a limpeza. utilize equipamentos de proteção
individual.
– Para fazer a medição dos mancais com bronzinas, remova
novamente as capas e refaça a limpeza cuidadosa nos mancais.

19374
Motores MWM 4.10/T/TCA Árvore de manivelas 13-17
– Instale o injetor de óleo para arrefecimento dos pistões.

19378

– Posicione as bronzinas com o auxílio da bucha expansora e monte


as capas dos mancais no bloco.
– Aperte os parafusos dos mancais.
Torque: 1ª etapa 45 N.m (4,5 kgf.m)
2ª etapa 90°

19379
Motores MWM 4.10/T/TCA Árvore de manivelas 13-18
– Meça o diâmetro dos mancais principais com as bronzinas
montadas, utilizando o instrumento de medição interna.
– Verifique o diâmetro em três posições: na posição central do
1 mancal (1), 30° para a direita (2) e 30° para a esquerda (3).
2
3 Diâmetro (mm):
Standard: 86,000 a 86,048
1º reparo: 85,750 a 85,798
2º reparo: 85,500 a 85,548
3º reparo: 85,250 a 85,298

19380
4º reparo: 85,000 a 85,048

– Remova um dos parafusos de fixação do mancal e verifique a


pré-tensão da bronzina.
Pré-tensão = 0,05 a 0,15 mm

19382
Motores MWM 4.10/T/TCA Árvore de manivelas 13-19

Empenamento da árvore de manivelas


– Instale somente as bronzinas do primeiro e último mancais nos
respectivos assentos do bloco do motor.
Lubrifique as bronzinas com uma camada de óleo.
– Instale a árvore de manivelas.
– Com um relógio comparador no mancal central, gire a árvore de
manivelas e verifique o seu empenamento.
Oscilação máxima = 0,04 mm

12165G
Instalação
Certifique-se que os injetores de óleo para arrefecimento dos
pistões estejam devidamente instalados.
Posicione as bronzinas utilizando as buchas expansoras.
– Instale todas as bronzinas dos mancais principais.
Lubrifique as bronzinas com uma camada de óleo.
– Instale a árvore de manivelas.
Inspecione os mancais de encosto da árvore de manivelas.
Verifique a existência de danos ou desgaste excessivo. Na
montagem, o lado dos canais deve ficar voltado para a árvore de
manivelas.

110007
– Instale os mancais de encosto no primeiro mancal (lado do
volante) e posicione a capa do mancal.
Motores MWM 4.10/T/TCA Árvore de manivelas 13-20
Utilize no máximo três vezes o mesmo parafuso dos mancais
principais.
Olear levemente as roscas dos parafusos dos mancais.
– Instale todas as capas dos mancais principais e aperte os parafusos
em duas etapas.
Torque: 1ª etapa 45 N.m (4,5 kgf.m)
2ª etapa 90°
Folga axial
Se a folga axial for excessiva, utilize mancais de encosto
sobremedida.
12167G Se necessário, retrabalhe a face plana dos mancais de encosto
sobremedida para assegurar a folga axial recomendada.
– Instale um relógio comparador com a ferramenta BR-566 na
extremidade da árvore de manivelas.
– Desloque a árvore de manivelas com o auxílio de uma alavanca
ou chave de fenda para um dos lados, ajuste uma pré-carga e
zere o relógio comparador.
BR-566 – Desloque a árvore de manivelas para o lado oposto e efetue a
leitura da folga axial no relógio comparador.
Folga axial:
Nova = 0,08 a 0,25 mm
Máxima = 0,40 mm
Espessuras do mancal de encosto:
12166G
Standard = 3,42 a 3,47 mm
Sobremedida = 3,67 a 3,72 mm
Motores MWM 4.10/T/TCA Árvore de manivelas 13-21

Folga radial
Verifique a folga radial com todas as capas dos mancais
montadas.
– Force a árvore de manivelas para cima e verifique a folga radial.
Folga radial:
Nova = 0,036 a 0,106 mm
Máxima = 0,245 mm

110010

Ao instalar o compensador de massas (motores 4.10/T/TCA),


observe as marcas de sincronismo das engrenagens (consulte
o tópico Compensador de massas).
– Instale o compensador de massas (motores 4.10/T/TCA).

110009
Motores MWM 4.10/T/TCA Árvore de manivelas 13-22
– Instale o tubo de sucção de óleo e o cárter.
– Instale a polia da árvore de manivelas e o volante.

19363
Motores MWM 4.10/T/TCA Árvore de manivelas 13-23

Volante
1
Vista explodida
2
1 – Carcaça do volante
2 – Parafuso de fixação da carcaça
Torque: 95 N.m (9,5 kgf.m)
3 – Volante
4 – Parafuso de fixação do volante
5 Torque: 1ª etapa 100 N.m (10,0 kgf.m)
2ª etapa 280 N.m (28,0 kgf.m)
3
5 – Cremalheira
4

110002
Motores MWM 4.10/T/TCA Árvore de manivelas 13-24
Remoção
Trave a árvore de manivelas antes de executar a operação.
– Trave a árvore de manivelas utilizando um cabo de força
posicionado na porca de fixação da engrenagem da bomba d’água
e apoiado sobre a polia da árvore de manivelas.

19797

– Solte os parafusos de fixação do volante à árvore de manivelas


e remova o volante.

19310
Motores MWM 4.10/T/TCA Árvore de manivelas 13-25
– Solte os parafusos de fixação da carcaça de proteção do volante,
e remova-a.

19312

Remoção do retentor
– Antes da remoção do retentor, meça a profundidade de montagem
1 "a".
1 – Carcaça do volante
2 – Retentor
2

a 19329
Motores MWM 4.10/T/TCA Árvore de manivelas 13-26
– Faça dois furos no retentor e remova-o utilizando a ferramenta
BR-330 BR-330 com parafusos auto-atarrachantes.

19313

Instalação
BR-658
Trave a árvore de manivelas antes de executar a operação.
– Instale o retentor na carcaça de proteção do volante, utilizando
a ferramenta BR-658.
– Ajuste a profundidade "a" de montagem do retentor (veja
ilustração anterior).
Profundidade:
Standard = 10 mm
1º reparo = 13 mm

19330
2º reparo = 16 mm
Motores MWM 4.10/T/TCA Árvore de manivelas 13-27
Aplique LOCTITE 515 na superfície de contato entre o bloco
do motor e a carcaça.
– Instale a carcaça de proteção do volante.
Torque: 95 N.m (9,5 kgf.m)

19312

Aperte os parafusos na sequência indicada.


– Instale o volante e aperte os parafusos de fixação em duas
etapas.
Torque:
1ª etapa = 100 N.m (10,0 kgf.m)
2ª etapa = 280 N.m (28,0 kgf.m)

19331
Motores MWM 4.10/T/TCA Árvore de manivelas 13-28

Compensador de massas - 4.10TCA


Vista explodida
1 – Calço (ajuste da folga entre dentes das
engrenagens)
Espessura = 0,1 mm
2 – Pino guia
3 – Mancal
4 – Bucha
5 – Anel de encosto (ajuste da folga axial)
Espessuras = 3,4 - 3,5 - 3,6 mm
6 – Eixo
7 – Parafuso
Torque: 20 N.m (2,0 kgf.m)
8 – Defletor
9 – Arruela
10 – Parafuso
Torque: 20 N.m (2,0 kgf.m)
11 – Parafuso
Torque: 65 N.m (6,5 kgf.m)
12 – Engrenagem
19383
Motores MWM 4.10/T/TCA Árvore de manivelas 13-29

Remoção
Cuidado para não deixar cair o anel de vedação para o interior
da galeria de sucção.
– Remova o cárter.
– Remova o tubo de sucção do óleo e o anel de vedação.

19364

– Remova o defletor (8) do compensador de massas.

110009
Motores MWM 4.10/T/TCA Árvore de manivelas 13-30
Remova o compensador de massas sem soltar os mancais.
11 Mantenha os pinos-guia em sua posição.
– Solte os parafusos de fixação (11) do compensador de massas e
remova-o com cuidado para não soltar os mancais.

19385

Instalação
– Os orifícios das capas dos mancais que não são usados pelo
compensador de massas, devem ser vedados com um tampão
de diâmetro 8,0 mm.
– Solte as capas dos mancais principais onde é montado o
compensador de massas e, sem retirar os parafusos, afaste-os o
máximo possível.
– Reaperte os parafusos da capa do mancal correspondente ao
lado das engrenagens do compensador de massas.
Torque: 45 N.m (4,5 kgf.m)
19386
Motores MWM 4.10/T/TCA Árvore de manivelas 13-31
– Instale o conjunto do compensador de massas, fazendo coincidir
as marcas de sincronismo das engrenagens do compensador e
da cremalheira da árvore de manivelas.
– Aperte os parafusos de fixação dos mancais.
Torque: 65 N.m (6,5 kgf.m)

19387

Folga axial
BR-566 – Verifique a folga axial do eixo livre (não acionado pela cremalheira
da árvore de manivelas) do compensador de massas, utilizando
um relógio comparador instalado na ferramenta BR-566.
Folga = 0,10 a 0,30 mm

19385
Motores MWM 4.10/T/TCA Árvore de manivelas 13-32

Se necessário substituir os anéis de encosto (ajuste da folga


5 axial), faça-o apenas no lado oposto ao das engrenagens.
Utilize anéis de encosto de mesma espessura nos dois eixos.
– Ajuste a folga axial aproximando a capa do mancal principal. Se
necessário, substitua os anéis de encosto (5) de ambos os eixos
por um de espessura adequada.
Espessuras disponíveis = 3,35 a 3,40 mm
3,45 a 3,50 mm
3,55 a 3,60 mm

19383

Folga entre dentes


BR-566 – Verifique a folga entre dentes das engrenagens do compensador,
utilizando um relógio comparador instalado na ferramenta
BR-566.
Folga = 0,05 a 0,18 mm

110012
Motores MWM 4.10/T/TCA Árvore de manivelas 13-33

Utilize a mesma quantidade de calços nos dois mancais para


1 manter o alinhamento do compensador.
– Ajuste a folga entre dentes das engrenagens alterando a
quantidade de calços (1) entre o compensador e as capas dos
1
mancais principais.
Espessura disponível do calço= 0,10 mm

19383

– Instale o defletor (8) do compensador de massas.


8 Torque: 20 N.m (2,0 kgf.m)

110009
Motores MWM 4.10/T/TCA Árvore de manivelas 13-34
– Instale o tubo de sucção de óleo e o cárter.

19384
Motores MWM 4.10/T/TCA Árvore de manivelas 15-01

8 Carcaça de distribuição
Vista explodida
7
1 – Retentor de óleo
3
2 – Tampa
6 3 – Anel de vedação
4 – Indicador do PMS
5
5 – Parafuso de fixação da tampa frontal
17 4
Aplique LOCTITE 271 na rosca
3
16 Torque: 25 N.m (2,5 kgf.m)
2 1 6 – Tampa de inspeção
15
5 7 – Tampa frontal
14 8 – Junta da tampa frontal
19
13 9 – Disco do mancal
12 10 – Parafuso de fixação do disco do mancal
18
11 Aplique LOCTITE 271 na rosca
Torque: 80 N.m (8,0 kgf.m)
20
11 – Anel de encosto
Espessuras = 3,47 - 3,52 - 3,58 mm
10 9 14 15 21 14 15 12 – Engrenagem
19286 13 – Bucha do mancal
Motores MWM 4.10/T/TCA Árvore de manivelas 15-02

8 Carcaça de distribuição (continuação)


Vista explodida
7
14 – Parafuso ôco
3
Torque: 8 N.m (0,8 kgf.m)
6 15 – Arruela
16 – Carcaça de distribuição (peça intermediária)
5
17 – Parafuso de fixação da carcaça de distribuição
17 4
Torque: 35 N.m (3,5 kgf.m)
3
16 18 – Junta da carcaça de distribuição
2 1 19 – Mancal intermediário
15
5 20 – Tubo de lubrificação
14 21 – Bujão
19
13
12
18
11

20

10 9 14 15 21 14 15
19286
Motores MWM 4.10/T/TCA Árvore de manivelas 15-03
Desmontagem
– Remova o radiador, o pós-resfriador e o compressor de ar
condicionado, se equipado.
Atenção ao soltar a porca, rosca esquerda.
1 – Remova o conjunto cubo da embreagem viscosa/ventilador,
soltando a porca (1) (consulte o tópico Sistema de arrefecimento).

19275

Trave a árvore de manivelas antes de executar as operações.


– Trave a árvore de manivelas utilizando um cabo de força
posicionado na porca de fixação da engrenagem da bomba d’água
e apoiado sobre a polia da árvore de manivelas.

19797
Motores MWM 4.10/T/TCA Árvore de manivelas 15-04
– Remova a polia e o amortecedor de vibrações.

19332

– Remova as vigias plásticas da tampa frontal.


Cuidado para não deixar cair a chaveta de fixação da
engrenagem da bomba injetora.
– Remova a porca de fixação da engrenagem da bomba injetora.

15308
Motores MWM 4.10/T/TCA Árvore de manivelas 15-05
– Solte a tubulação de combustível da bomba injetora e demais
componentes para a remoção da bomba injetora (consulte o
tópico Sistema de injeção).
– Solte os parafusos de fixação da bomba injetora.

15210

– Solte a engrenagem da bomba injetora utilizando a ferramenta


BR-778 BR-778.
– Remova a bomba injetora com cuidado.
Após a remoção da bomba injetora, remova a ferramenta. A
engrenagem ficará no lugar mantida pelos dentes.
Vede todos os tubos, entradas e saídas da bomba injetora.

15307
Motores MWM 4.10/T/TCA Árvore de manivelas 15-06

– Remova a tampa frontal da carcaça de distribuição.

19336

– Remova o disco e o anel de encosto da engrenagem intermediária.

19337
Motores MWM 4.10/T/TCA Árvore de manivelas 15-07
– Remova o tubo de lubrificação da bomba injetora.

19338

– Remova a engrenagem do comando de válvulas.


– Remova a carcaça de distribuição.

19339
Motores MWM 4.10/T/TCA Árvore de manivelas 15-08
Montagem
A centralização da carcaça de distribuição é importante para
obter as folgas especificadas para as engrenagens de
distribuição.
– Instale o mancal da engrenagem intermediária sem o disco e o
anel de encosto para centralizar a carcaça.
– Instale a carcaça de distribuição.
Torque: 35 N.m (3,5 kgf.m)
– Instale a bomba injetora (consulte o tópico Sistema de injeção).

19768

Montagem das engrenagens de distribuição


O 1º cilindro fica próximo ao volante do motor.
– Remova as tampas das válvulas do 1º e do último cilindro.
– Coloque em balanço as válvulas do 1º cilindro e o pistão do
último cilindro ficará posicionado próximo ao PMS no final do
curso de compressão.

15189
Motores MWM 4.10/T/TCA Árvore de manivelas 15-09

Consulte a tabela de sincronismo das engrenagens da bomba


3 injetora e intermediária (veja tabela a seguir).
3 Inspecione visualmente as engrenagens. Se houver sinais de
desgaste ou trincas, substitua-as.
2 2 As engrenagens da bomba de óleo e da bomba d’água não
possuem marcas de sincronismo.
– Monte as engrenagens de maneira que as suas marcas coincidam
para garantir o sincronismo do motor.
1
1
19340
Motores MWM 4.10/T/TCA Cabeçote do cilindro 15-10
Sincronismo das engrenagens ( Bomba injetora x intermediária )

Motor Euro Bomba injetora N° de série do motor Montagem

2
4.10 / 4.10T – Distribuidora VE até 410.04.008765 2
2

2
4.10 / 4.10T – Distribuidora VE à partir 410.04.008766

4
4.10 – Distribuidora VE à partir 410.04.012895

3
4.10T I Distribuidora VE à partir 410.04.012822
Motores MWM 4.10/T/TCA Árvore de manivelas 15-11
Sincronismo das engrenagens ( Bomba injetora x intermediária )

Motor Euro Bomba injetora N° de série do motor Montagem

4.10TCA II Distribuidora VE à partir 410.04.006491


até 410.04.006520 3
à partir 410.04.006765 2
até 410.04.006789 2

3
4.10TCA II Distribuidora VE à partir 410.04.006790

3
4.10TCA II Distribuidora VE à partir 410.04.006790
Motores MWM 4.10/T/TCA Árvore de manivelas 15-12
– Monte o anel de encosto com os canais voltados para a face do
cubo da engrenagem intermediária.
Existem três espessuras do anel de encosto para garantir a
folga axial da engrenagem intermediária.
Espessuras = 3,47 - 3,52 - 3,58 mm
Folga axial = 0,06 a 0,14 mm

19425

– Instale e aperte os parafusos de fixação da engrenagem


1 3 intermediária (1).
2
Torque (1): 80 N.m (8,0 kgf.m)
– Instale e aperte os parafusos de fixação da bomba injetora (2).
Torque (2): 95 N.m (9,5 kgf.m)
– Instale e aperte os parafusos de fixação do comando de válvulas
(3).
Torque (3): 1ª. etapa 15 N.m (1,5 kgf.m)
2ª. etapa 30°

19758
Motores MWM 4.10/T/TCA Árvore de manivelas 15-13

BR-566 – Verifique a folga entre os flancos dos dentes das engrenagens,


utilizando um relógio comparador instalado na ferramenta
BR-566.
Folga entre dentes = 0,05 a 0,18 mm

19424

– Instale a tampa frontal (2) da carcaça de distribuição com uma


1
BR-773 junta nova e centralize-a utilizando a ferramenta BR-773.
2 Torque: 25 N.m (2,5 Kgf.m)
3 – Instale o retentor (1) utilizando a ferramenta BR-773.
4 1 - Retentor
2 - Tampa frontal da carcaça de distribuição
3 - Engrenagem
4 - Árvore de manivelas

19343
Motores MWM 4.10/T/TCA Árvore de manivelas 15-14

1 – Instale o amortecedor de vibrações (1) e a polia dianteira (2).


– Aperte os parafusos (3) de fixação da polia ao cubo da árvore de
manivelas, de forma cruzada.
Torque (3): 270 N.m (27,0 Kgf.m)
2
– Aperte os parafusos (4) de fixação da polia ao amortecedor de
3 vibrações.
Torque (4): 70 N.m (7,0 Kgf.m)
– Instale o cubo do ventilador (5) e aperte os parafusos de fixação
(6).
4
5 Torque (6): 60 N.m (6,0 Kgf.m)
6
19344
– Reinstale o conjunto do ventilador e embreagem viscosa.
Motores MWM 4.10/T/TCA Árvore de comando de válvulas 15-15

Árvore de comando de válvulas


Vista explodida
1 – Árvore de comando de válvulas
2 – Trava da árvore de comando de válvulas
6 Espessura = 6,91 a 7,05 mm
3 – Parafuso
Aplique LOCTITE 271 na rosca
Torque: 1ª. etapa 15 N.m (1,5 kgf.m)
2ª. etapa 30°
4 – Engrenagem da árvore de comando de válvulas
5 – Parafuso da engrenagem
Torque: 35 N.m (3,5 kgf.m)
6 – Bucha
1
2

5 19389
Motores MWM 4.10/T/TCA Árvore de comando de válvulas 15-16

Remoção
– Remova as tampas das válvulas.
– Solte os parafusos de regulagem da folga das válvulas.
– Solte os parafusos de fixação dos suportes dos balancins e remova
os conjuntos montados.
– Retire as hastes dos tuchos.

19390

– Remova a tampa da carcaça de distribuição.


– Remova a engrenagem da árvore do comando de válvulas.

19339
Motores MWM 4.10/T/TCA Árvore de comando de válvulas 15-17
– Remova a trava da árvore de comando de válvulas.

19396

– Posicione o bloco do motor no cavalete de montagem com a


árvore de manivelas voltada para cima.
Cuidar para não danificar os mancais da árvore de comando na
execução da operação.
– Remova a árvore de comando de válvulas pela frente, fazendo
um movimento giratório.
– Remova os tuchos e identifique-os para montá-los posteriormente
na mesma posição.

19392
Motores MWM 4.10/T/TCA Árvore de comando de válvulas 15-18

Instalação
Folga radial
O bloco standard possui bucha somente no primeiro mancal
(lado das engrenagens). Para os demais, existe disponível uma
bucha de reparo.
– Com um instrumento de medição interna, meça o diâmetro interno
dos alojamentos da árvore de comando de válvulas no bloco.
– Com um micrômetro, meça o diâmetro dos mancais da árvore de
comando de válvulas. Calcule a folga radial.
Folga = 0,05 a 0,13 mm
19393

Certifique-se de que os furos de lubrificação dos tuchos não


estejam obstruídos (veja detalhe).
– Inspecione visualmente os tuchos quanto a marcas de desgaste
excessivo na face de contato com o ressalto da árvore de
comando.

110015
Motores MWM 4.10/T/TCA Árvore de comando de válvulas 15-19
– Meça o diâmetro do tucho com um micrômetro.
Diâmetro = 17,983 a 17,994 mm
Diâmetro mínimo = 17,975 mm
Sobremedida = 18,483 a 18,494 mm
– Meça o diâmetro interno do alojamento dos tuchos.
Diâmetro = 18,000 a 18,018 mm
Diâmetro máximo = 18,020 mm
Sobremedida = 18,500 a 18,518 mm

19759

Faça uma boa limpeza nos locais a serem lubrificados.


– Lubrifique os tuchos e seus alojamentos e instale-os na mesma
posição anterior.

110021
Motores MWM 4.10/T/TCA Árvore de comando de válvulas 15-20
Atenção para não danificar as buchas na instalação da árvore
de comando de válvulas.
– Lubrifique as buchas e a árvore de comando válvulas e instale-a
com cuidado fazendo movimentos rotativos.

19395

– Instale a trava na árvore de comando de válvulas e aperte os


parafusos de fixação.
Torque: 35 N.m (3,5 kgf.m)

19396
Motores MWM 4.10/T/TCA Árvore de comando de válvulas 15-21
Folga axial
– Com um relógio comparador e a ferramenta BR-566, verifique a
folga axial da árvore de comando.
Folga = 0,05 a 0,34 mm

BR-566
19394

Observe as marcas de sincronismo na montagem da


engrenagem (consulte o tópico Carcaça de distribuição).
– Instale a engrenagem da árvore de comando de válvulas e aperte
os parafusos de fixação.
Torque: 1ª etapa 15 N.m (1,5 kgf.m)
2ª etapa 30°

19339
Motores MWM 4.10/T/TCA Árvore de comando de válvulas 15-22
Inspecione as hastes dos tuchos quanto a empenamento e
desgaste antes da instalação. As pontas não devem estar
soltas ou trincadas.
– Instale as hastes dos tuchos.
– Instale os suportes com os balancins montados e aperte os
parafusos.
Torque: 38 N.m (3,8 kgf.m)
– Regule a folga das válvulas (consulte o tópico Cabeçote do
cilindro).
Folga:
19390
Admissão = 0,20 a 0,40 mm
Escape = 0,20 a 0,40 mm

Verifique as condições da junta da tampa das válvulas, se


necessário, substitua a junta.
– Instale a tampa das válvulas com a junta e fixe-a no cabeçote.
Torque: 20 N.m (2,0 kgf.m)

110020
Motores MWM 4.10/T/TCA Cabeçote do cilindro 15-23

1 13 14 Cabeçote do cilindro
2 15 Vista explodida
1 – Parafuso de fixação da tampa das válvulas
3 12
Torque: 20 N.m (2,0 kgf.m)
4 2 – Anel de vedação
16
5 3 – Tampa das válvulas
6 11 4 – Junta da tampa das válvulas
7 5 – Trava da válvula
8 10
17 6 – Prato da mola
9 7 – Mola interna
20 18 8 – Mola
19 9 – Arruela lisa
31 10 – Selo
22
30 21 11 – Cabeçote
23
29 12 – Parafuso de fixação do cabeçote

28 24 Apertar de forma cruzada


Torque: 1ª etapa 65 N.m (6,5 kgf.m)
27 22 25 2ª etapa 60°
3ª etapa 60°
26 19399
Motores MWM 4.10/T/TCA Cabeçote do cilindro 15-24

1 13 14 Cabeçote do cilindro (continuação)


2 15 Vista explodida
13 – Alça de içamento
3 12
Torque: 80 N.m (8,0 kgf.m)
4 14 – Retentor
16
5 15 – Guia da válvula
6 11 16 – Cabeçote
7 17 – Assento da válvula de escape
8 10
17 18 – Válvula de escape
9 19 – Assento da válvula de admissão
20 18 20 – Válvula de admissão
19 21 – Junta do cabeçote
31 22 – Balancim
22
30 21 23 – Porca
23
29 Torque: 25 N.m (2,5 kgf.m)

28 24 24 – Parafuso de regulagem da folga das válvulas


25 – Haste do tucho
27 22 25 26 – Tucho

26 19399
Motores MWM 4.10/T/TCA Cabeçote do cilindro 15-25

1 13 14 Cabeçote do cilindro (continuação)


2 15 Vista explodida
27 – Arruela
3 12
28 – Anel trava
4 29 – Eixo
16
5 30 – Suporte
6 11 31 – Parafuso do suporte
7 Torque: 40 N.m (4,0 kgf.m)
8 10
17
9
20 18
19
31
22
30 21
23
29
28 24

27 22 25

26 19399
Motores MWM 4.10/T/TCA Cabeçote do cilindro 15-26

Remoção
– Remova o coletor de admissão, o coletor de escape e o tubo
coletor de água.
– Remova a tampa das válvulas.

19400

– Solte os parafusos de regulagem da folga das válvulas.


– Solte o parafuso de fixação do suporte dos balancins e remova o
conjunto montado.
– Remova as hastes dos tuchos.

19390
Motores MWM 4.10/T/TCA Cabeçote do cilindro 15-27

Solte os parafusos do cabeçote em três etapas e de forma


cruzada.
– Solte os parafusos do cabeçote e remova-o do bloco do motor
com o auxílio dos parafusos.
– Remova a junta do cabeçote.

19401

Desmontagem
BR-019/00
– Pressione as molas, utilizando a ferramenta BR-019/00, retire
as travas bipartidas e as molas.
– Remova os retentores e as válvulas.

19411
Motores MWM 4.10/T/TCA Cabeçote do cilindro 15-28

Verificações
Cuidado no manuseio de produtos químicos e ar comprimido,
utilize equipamentos de proteção individual.
BR-331
A face plana do cabeçote não deve ser retificada.
– Verifique a altura das faces das válvulas em relação à face do
cabeçote. Utilize um relógio comparador instalado na ferramenta
BR-331 para executar a operação.
Altura (mm):
Admissão Escape
Nominal 0,8 a 1,1 1,3 a 1,6
19412
Máxima 1,35 1,85

– Verifique a largura das sedes de válvulas com um paquímetro.


Largura:
Admissão = 2,20 mm
Escape = 2,19 mm
Máxima = 2,80 mm
Se necessário, retifique a face do assento da sede para assegurar
a vedação.
Ângulo:
Admissão = 30°
19413 Escape = 45°
Motores MWM 4.10/T/TCA Cabeçote do cilindro 15-29

Guia da válvula
– Verifique a altura das guias das válvulas em relação ao cabeçote.
Altura:
Admissão/escape = 11,3 a 12,6 mm

19414

Substitua a guia da válvula caso esteja fora da especificação.


– Verifique o diâmetro interno das guias das válvulas montadas no
cabeçote com um instrumento de medição interna.
Diâmetro interno:
Standard = 9,000 a 9,022 mm
1º Reparo = 9,013 a 9,028 mm
Máximo = 9,060 mm

19415
Motores MWM 4.10/T/TCA Cabeçote do cilindro 15-30

Válvulas
Substitua a válvula caso esteja fora da especificação.
A – Verifique as seguintes dimensões das válvulas:
Diâmetro da haste (A):
Admissão / escape = 8,952 - 9,970 mm
C Mínimo = 8,949 mm
B
Altura da cabeça da válvula (B):
Admissão = 2,60 a 2,80 mm
D Escape = 2,00 a 2,20 mm
19417
Largura do assento (C):
Admissão = 3,20 mm
Escape = 2,82 mm
Diâmetro da cabeça (D):
Admissão = 44,9 a 45,1 mm
Escape = 40,9 a 41,1 mm
Motores MWM 4.10/T/TCA Cabeçote do cilindro 15-31

Mola
Motores de fabricação mais recente utilizam duas molas nas
válvulas de admissão e escape (veja as especificações abaixo).
A Motores de séries mais antigas podem apresentar uma ou ambas
B as válvulas montadas com apenas uma mola, além de molas
com especificações diferentes das atuais aqui indicadas; nestes
motores poderá ser utilizada a configuração atual de mola dupla
em ambas as válvulas, utilizando as molas novas.
c b a Substitua a mola caso esteja fora da especificação.
– Verifique a carga das molas.
110024 Especificações das molas:

Externa Interna
Diâmetro do arame (mm) 3,5 2,5
Comprimento livre “c” (mm) 72 55
Carga “A” (kgf) 36 ± 2 10 ± 1
Comprimento “a” (mm) 38 36
Carga “B” (kgf) 48 ± 2 15 ± 1
Comprimento “b” (mm) 28 26
Motores MWM 4.10/T/TCA Cabeçote do cilindro 15-32

Balancins
– Verifique visualmente os balancins quanto a sinais de
engripamento, desgaste ou trincas no alojamento do eixo ou na
área de contato com a haste da válvula.
– Meça o diâmetro do eixo do balancim com um micrômetro.
Diâmetro = 15,996 a 15,984 mm

19419

– Meça o diâmetro interno do balancim com um instrumento de


medição interna.
Diâmetro = 16,000 a 16,018 mm

19420
Motores MWM 4.10/T/TCA Cabeçote do cilindro 15-33
– Verifique a folga radial (C) resultante das medições obtidas do
D alojamento interno do balancim (A) e do eixo (B).
Folga radial = 0,016 a 0,052 mm
C – Meça a folga axial (D).
BA Folga axial = 0,050 a 0,260 mm

19404

Hastes dos tuchos


– Inspecione as hastes dos tuchos, verificando:
– Não deve haver empenamento ou desgaste excessivo.
– As pontas não devem estar soltas ou trincadas.
– O furo de lubrificação deve estar desobstruído.

110025
Motores MWM 4.10/T/TCA Cabeçote do cilindro 15-34

Montagem
Sedes novas são fornecidas semi-acabadas.
Certifique-se de que o assentamento entre válvula e sede seja
uniforme.
– Proceda ao assentamento das válvulas nas respectivas sedes
utilizando ferramenta manual ou elétrica com pasta de esmerilhar.

110017

– Instale o prato das molas.


– Instale o retentor das válvulas com uma ferramenta adequada
(veja detalhe).

110018
Motores MWM 4.10/T/TCA Cabeçote do cilindro 15-35
– Instale as válvulas e as molas.
BR-019/00 – Com a ferramenta BR-019/00, comprima as molas e monte as
travas bipartidas.

19411

Instalação
BR-081
A junta do cabeçote deve ser montada a seco e sem resíduos
de óleo, graxa ou cola.
A junta do cabeçote deve ser montada com a marca “TOP”
voltada para cima.
– Instale a junta e o cabeçote utilizando os pinos-guia BR-081.

19402
Motores MWM 4.10/T/TCA Cabeçote do cilindro 15-36
Aplique uma película de óleo nas roscas dos parafusos do
1 cabeçote.
– Retire os pinos-guias BR-081 e instale os parafusos (1) de fixação
do cabeçote.
– Instale o coletor de admissão sem as juntas e aperte os parafusos
(2) de fixação para alinhar os cabeçotes.
2
Torque: 65 N.m (6,5 kgf.m)

19403

Utilize no máximo três vezes o mesmo parafuso do cabeçote.


Utilize um torquímetro manual e um transferidor de ângulo para
a execução da operação.
2
Aperte os parafusos de fixação do cabeçote em cruz na
3 sequência recomendada.
4
– Aperte os parafusos de fixação do cabeçote em três etapas
progressivas.
1 Torque: 1ª etapa: 65 N.m (6,5 kgf.m)
2ª etapa: 60°
3ª etapa: 60°
19761
– Remova o coletor de admissão.
Motores MWM 4.10/T/TCA Cabeçote do cilindro 15-37
– Instale as hastes dos tuchos.
– Instale o conjunto dos balancins montado.
– Aperte os parafusos de fixação do suporte dos balancins.
Torque: 40 N.m (4,0 kgf.m)
– Regule a folga das válvulas (consulte o tópico Regulagem da
folga das válvulas).

19390

Regulagem da folga das válvulas


A regulagem deve ser executada com o motor frio.
O 1º cilindro fica próximo ao volante motor.
Para girar a árvore de manivelas utilize porca de fixação da
engrenagem da bomba d’água.
– Gire a árvore de manivelas e posicione válvulas do último cilindro
em balanço, regular as válvulas do 1º cilindro.

15189
Motores MWM 4.10/T/TCA Cabeçote do cilindro 15-38
– Solte a porca-trava e o parafuso de regulagem das válvulas do
1º cilindro.
– Introduza a lâmina do cálibre entre a haste da válvula e o
balancim.
– Ajuste a folga da válvula através do parafuso de regulagem até
sentir uma leve resistência na lâmina.
Folga:
Admissão = 0,20 a 0,40 mm
Escape = 0,20 a 0,40 mm
– Aperte a porca trava e remova a lâmina.
15191
Torque: 25 N.m (2,5 kgf.m)

– Para regular as válvulas dos demais cilindros, utilize o mesmo


procedimento anterior seguindo a ordem de ignição (tabela abaixo).
Sequência de regulagem:

4.10 / T /TCA
Balançar 4213
Regular 1342

12169G
Motores MWM 4.10/T/TCA Cabeçote do cilindro 15-39
Verifique as condições da junta da tampa das válvulas, se
necessário substitua a junta.
– Posicione a junta na tampa das válvulas.

19297

– Instale a tampa das válvulas com a junta e fixe-a no cabeçote.


Torque: 20 N.m (2,0 kgf.m)

110020
Motores MWM 4.10/T/TCA Cabeçote do cilindro 15-40
– Instale os coletores de admissão e escape com juntas novas e
aperte os parafusos de fixação.
Torque: 65 N.m (6,5 kgf.m)

Medição da pressão de compressão


Execute a medição de compressão com o motor frio.
– Remova os bicos injetores (consulte o tópico Injeção de
12170G combustível).
– Instale firmemente o adaptador BR-776 no lugar do bico injetor.
Consulte o manual de instrução do aparelho medidor da
compressão para seu manuseio.
BR-776 – Conecte o aparelho medidor da compressão no adaptador.
– Com o estrangulador da bomba injetora acionado, acione o
motor de partida até o aparelho de medição não indicar mais
nenhum aumento de pressão.
Compressão:
Motor novo = 23 bar
Mínimo = 20 bar

110019
Diferença máxima admissível entre todos os cilindros
= 2 bar
Motores MWM 4.10/T/TCA Cabeçote do cilindro 15-41
– Remova o medidor e o adaptador.
– Instale os bicos injetores e aperte as conexões (consulte o tópico
Injeção de combustível).

15263
Motores MWM 4.10/T/TCA Sistema de lubrificação 17-01

Sistema de lubrificação
Vista explodida
1 – Parafuso de fixação da bomba de óleo
Na montagem aplique LOCTITE 271 na rosca
Torque: 35 N.m (3,5 kgf.m)
2 – Bomba de óleo
3 – Anel de vedação
4 – Tubo de sucção
5 – Parafuso
Na montagem aplique LOCTITE 271 na rosca
Torque: 25 N.m (2,5 kgf.m)
6 – Junta
7 – Elemento do resfriador de óleo
8 – Junta
9 – Tampa do resfriador de óleo
10 – Filtro
11 – Arruela
12 – Parafuso TORX
Torque: 25 N.m (2,5 kgf.m)
12172G
Motores MWM 4.10/T/TCA Sistema de lubrificação 17-02

Sistema de lubrificação (continuação)


Vista explodida
13 – Parafuso
Torque: 25 N.m (2,5 kgf.m)
14 – Parafuso
Torque = 25 N.m (2,5 kgf.m)
15 – Junta do cárter
16 – Cárter
17 – Anel de vedação
18 – Bujão
Torque: 75 N.m (7,5 kgf.m)
19 – Parafuso
Na montagem aplique LOCTITE 271 na
rosca
Torque: 25 N.m (2,5 kgf.m)

12172G
Motores MWM 4.10/T/TCA Sistema de lubrificação 17-03

Diagrama de funcionamento
4 7 1 – Bomba injetora

3 5 2 – Pistão
3 – Válvula
2
6 4 – Balancim
1 9 5 – Haste do tucho
6 – Tucho
8 7 – Turboalimentador
8 – Árvore de manivelas
9 – Árvore de comando de válvulas
17 10 – Intercambiador de calor (resfriador de óleo)
16 11 – Filtro de óleo
10
12 – Tubo de sucção
10 11 13 – Bomba de óleo
14 – Cárter
15 12
11 13
14

19785
Motores MWM 4.10/T/TCA Sistema de lubrificação 17-04

Diagrama de funcionamento (continuação)


4 7 15 – Válvula de alívio de pressão

3 5 Pressão = 3,1 a 3,9 bar


(máxima: 4,9 bar)
2 16 – Válvula reguladora da pressão principal
6
1 9 Pressão = 5 a 7 bar
(máxima: 8,6 bar)
8 17 – Válvula de alívio do filtro do óleo
Pressão = 2,2 a 2,8 bar

17
16
10

10 11

15 12
11 13
14

19785
Motores MWM 4.10/T/TCA Sistema de lubrificação 17-05

Resfriador de óleo
3 Não solte os parafusos TORX (2) antes da remoção do resfriador
de óleo do bloco do motor.
– Solte os parafusos sextavados (1) e (2) e remova o resfriador de
óleo.
– Se necessário, remova o elemento do resfriador de óleo soltando
2 os parafusos TORX (3) com a ferramenta BR-755.
– Instale na ordem inversa.
1 Torque: (1): 25 N.m (2,5 kgf.m)
(2): 25 N.m (2,5 kgf.m)
19786
(3): 25 N.m (2,5 kgf.m)

Cárter e tubo de sucção


– Remova o cárter soltando os parafusos de forma cruzada, das
extremidades para o centro.
Cuidado para não deixar cair o anel de vedação para o interior
da galeria de sucção.
– Remova o tubo de sucção e o anel de vedação.

19364
Motores MWM 4.10/T/TCA Sistema de lubrificação 17-06
– Instale o cárter apertando os parafusos de forma cruzada, das
extremidades para o centro.
Torque: 25 N.m (2,5 kgf.m)

19363

Bomba de óleo
Remoção
– Remova a tampa da carcaça de distribuição.
– Remova a engrenagem do comando de válvulas.

19339
Motores MWM 4.10/T/TCA Sistema de lubrificação 17-07
Cuidado para não danificar o anel de vedação.
– Remova a bomba de óleo.

19787

Utilize um cálibre de lâminas para medir as folgas da bomba de


óleo.
– Verifique a folga entre os rotores da bomba de óleo.
Folga = 0,05 a 0,10 mm

19788
Motores MWM 4.10/T/TCA Sistema de lubrificação 17-08
– Verifique a folga entre o rotor externo e a carcaça.
Folga = 0,06 a 0,10 mm

19789

– Verifique a folga axial dos rotores.


Folga axial = 0,025 a 0,075 mm

19790
Motores MWM 4.10/T/TCA Sistema de lubrificação 17-09
Instalação
– Instale a bomba de óleo pressionando-a com cuidado para não
danificar o anel de vedação.
Torque: 35 N.m (3,5 kgf.m)
– Instale a engrenagem da árvore de comando de válvulas e a
tampa da carcaça de distribuição (consulte o capítulo Carcaça
de distribuição).

19291
Motores MWM 4.10/T/TCA Sistema de arrefecimento 19-01

8 9 10 11 Sistema de arrefecimento
Radiador - Vista explodida - 4.10 / 4.10T
12 1 – Porca
4 3 6 20
13 2 – Arruela
3 – Coxim do tirante
3 14 4 – Espaçador
8 5 – Tirante
3 13 6 – Suporte do radiador
2 1 7
2 18 1 7 – Arruela
1 18 17 16 15 8 – Vedador do defletor de ar
11
23 9 9 – Parafuso de fixação do defletor de ar
24 10 10 – Arruela
25 21 11 – Radiador
24 20 22 12 – Parafuso do coxim
23 13 – Arruela de pressão
14 – Coxim
15 – Porca de fixação do coxim
Torque: 65 N.m (6,5 kgf.m)
16 – Defletor
1 2 3 4 5 6 1 7 17 18 19 19763
Motores MWM 4.10/T/TCA Sistema de arrefecimento 19-02

8 9 10 11 Sistema de arrefecimento (continuação)


Radiador - Vista explodida - 4.10 / 4.10T
4 3 6 20 12 17 – Embreagem viscosa
13 18 – Porca da embreagem viscosa
Rosca esquerda
3 14 Na montagem aplique LOCTITE 271 na
8 rosca
Torque: 90 N.m (9,0 kgf.m)
3 2 1 7 13
2 19 – Ventilador
18 1 18 17 16
1 15 20 – Parafuso
11 Na montagem aplique LOCTITE 271 na
23 9 rosca
24 10
25 Torque: 40 N.m (4,0 kgf.m)
21
24 20 22 21 – Espaçador
23 22 – Anel de borracha
23 – Porca
Na montagem aplique LOCTITE 271 na
rosca
Torque: 23 N.m (2,3 kg.m) - 4 cilindros

1 2 3 4 5 6 1 7 17 18 19 19763
Motores MWM 4.10/T/TCA Sistema de arrefecimento 19-03

8 9 10 11 Sistema de arrefecimento (continuação)


Radiador - Vista explodida - 4.10 / 4.10T
12 24 – Arruela
4 3 6 20
13 25 – Coxim
Aplicação conforme o modelo, o ano e série
3 14 de fabricação do veículo.
8
3 2 1 7 13
2 18 1
1 18 17 16 15
11
23 9
24 10
25 21
24 20 22
23

1 2 3 4 5 6 1 7 17 18 19 19763
Motores MWM 4.10/T/TCA Sistema de arrefecimento 19-04

2 3 2 4 5 8 9 10 11 Sistema de arrefecimento
Radiador - Vista explodida - 4.10TCA
1 – Resfriador de ar (aplicado nos motores
turboalimentados com pós-resfriador)
2 – Abraçadeira
7 2 6 2
3 – Mangueira de ligação
18
19 12 4 – Mangueira do resfriador ao turbo
1 20 13 5 – Porca
19 14 6 – Mangueira de ligação
16
18 15 7 – Coxim
17 8 – Embreagem viscosa
21
24 18 24 23 23 9 – Porca da embreagem viscosa
22 Rosca esquerda
34 20 Na montagem aplique LOCTITE 271 na rosca
18 24 Torque: 90 N.m (9,0 kgf.m)
35
25 20 24 18
10 – Ventilador
11 – Parafuso
Na montagem aplique LOCTITE 271 na rosca
Torque: 40 N.m (4,0 kgf.m)
33 32 31 30 29 28 2 3 2 27 2 26 2 12 – Parafuso
19785
Motores MWM 4.10/T/TCA Sistema de arrefecimento 19-05

2 3 2 4 5 8 9 10 11 Sistema de arrefecimento (continuação)


Radiador - Vista explodida - 4.10TCA
13 – Arruela
14 – Espaçador
7 2 6 2 15 – Anel de borracha
18 16 – Defletor
19 12 17 – Radiador
20 13 18 – Porca
19 14 Na montagem aplique LOCTITE 271 na rosca
16
18 15 Torque: 23 N.m (2,3 kg.m) - 4 cil.
17
21 Torque: 65 N.m (6,5 kgf.m) - 6 cil.
24 18 24 23 23 19 – Arruela lisa
22 20 – Coxim
34 20
21 – Suporte
18 24
35 22 – Arruela
25 20 24 18
23 – Parafuso
24 – Arruela de pressão
25 – Suporte
26 – Mangueira de ligação
33 32 31 30 29 28 2 3 2 27 2 26 2
19785 27 – Mangueira do turbo ao resfriador
Motores MWM 4.10/T/TCA Sistema de arrefecimento 19-06

2 3 2 4 5 8 9 10 11 Sistema de arrefecimento (continuação)


Radiador - Vista explodida - 4.10TCA
28 – Suporte do radiador
29 – Tirante
7 2 6 2 30 – Espaçador
18 31 – Coxim
19 12 32 – Arruela
20 13 33 – Porca
19 14 34 – Parafuso
16
18 15 35 – Arruela
17
21 Aplicação conforme o modelo, o ano e série
24 18 24 23 23 de fabricação do veículo.
22
34 20
18 24
35
25 20 24 18

33 32 31 30 29 28 2 3 2 27 2 26 2
19785
Motores MWM 4.10/T/TCA Sistema de arrefecimento 19-07

Teste de funcionamento da embreagem viscosa


– Estacione o veículo em local plano.
– Acione o freio de estacionamento.
– Bascule a cabine.
– Cubra toda a área frontal do radiador com uma folha de papelão
que contenha um furo de 15 cm de diâmetro no centro.
O centro do furo deve coincidir com o centro da embreagem
viscosa.

18596

Nos veículos com pós-resfriador, inserir o papelão entre o radiador


e o pós-resfriador.
– Cole uma etiqueta refletiva na extremidade de uma das pás do
ventilador do radiador.
– Ligue o motor e deixe-o funcionando a uma rotação de 2000 rpm
durante 3 minutos.

18322
Motores MWM 4.10/T/TCA Sistema de arrefecimento 19-08
– Meça a rotação no ventilador do radiador utilizando um tacômetro
óptico digital.
– A rotação mínima do ventilador deverá ser 20% da rotação do
motor, ou seja, 400 rpm.
– Continue com o motor em funcionamento até o ponteiro do
marcador da temperatura do motor no painel de instrumentos
alcançar o final da faixa verde.
– Nesta condição, o ventilador deverá estar com uma rotação
mínima de 1800 rpm.
– Se necessário, substitua a embreagem viscosa.
18321

Não deixe o cubo da embreagem viscosa cair ou bater para


não danificá-lo.
Atenção ao soltar a porca, rosca esquerda.
– Para remover a embreagem viscosa, solte a porca (1) e remova
o ventilador em conjunto com a embreagem viscosa.

19275
Motores MWM 4.10/T/TCA Sistema de arrefecimento 19-09

Verificação da tensão da correia do ventilador do radiador


– Verifique a tensão da correia pressionando a com o polegar entre
a polia do alternador e a polia do ventilador.
Deflexão = 20 mm
– Se necessário, ajuste a tensão da correia (consulte o procedimento
a seguir).

15417

– Solte os parafusos do esticador do alternador.


– Desloque o alternador tensora até obter a deflexão especificada.
– Aperte o parafuso do esticador.
Torque: 30 N.m (3,0 kgf.m)

15416
Motores MWM 4.10/T/TCA Válvula termostática 19-10

Válvula termostática
4 5
Diagrama de funcionamento - Motor frio
3 6 1 – Radiador
2 – Tubo de desaeração
2
7 3 – Respiro
4 – Tampa superior
Pressão = 19,6 kPa (0,6 ± 0,2 bar)
5 – Tampa lateral de segurança
Pressão = 14,7 kPa (1 ± 0,15 bar)
6 – Reservatório de expansão
8 7 – Válvulas termostáticas
8 – Tubo de recirculação
9 9 – Intercambiador de calor
10 10 – Filtro de óleo lubrificante
11 – Compressor de ar
12 – Bomba d’agua

1 12 10 19287
Motores MWM 4.10/T/TCA Válvula termostática 19-11

Diagrama de funcionamento - Motor quente


4 5
1 – Radiador
3 2 – Tubo de desaeração
6
3 – Respiro
2 4 – Tampa superior
7
Pressão = 19,6 kPa (0,6 ± 0,2 bar)
5 – Tampa lateral de segurança
Pressão = 14,7 kPa (1 ± 0,15 bar)
6 – Reservatório de expansão
7 – Válvulas termostáticas
8 – Tubo de recirculação
8
9 – Intercambiador de calor
9 10 – Filtro de óleo lubrificante
11 – Compressor de ar
10
12 – Bomba d'água

1 12 11 19287
19791
Motores MWM 4.10/T/TCA Válvula termostática 19-12
Os motores a partir da série 2000 utilizam apenas uma válvula
termostatica.
7 – Condição: motor frio
– Funcionamento: Com o motor frio as válvulas termostáticas (7)
ficam fechadas em relação ao radiador e a circulação do líquido
de arrefecimento fica restrita somente ao motor, elevando mais
rápido a sua temperatura.

15086

– Condição: motor quente


– Funcionamento: Com o motor quente, as válvulas termostáticas
7 (7) abrem-se permitindo a passagem do líquido para o radiador e
reservatório de expansão, sendo resfriado pelo radiador e
succionado pela bomba d’água para circular no motor.

15087
Motores MWM 4.10/T/TCA Válvula termostática 19-13
– Se necessária a verificação ou substituição das válvulas
1 termostáticas, remova a tampa (1).
Inspecione os anéis de vedação (2).
Torque: 18 N.m (1,8 kgf.m)

2
Teste da válvula termostática
– Coloque a válvula termostática em um suporte, dentro de um
recipiente com água e de forma que a válvula fique totalmente
submersa.
19795
– Posicione um relógio comparador sobre a haste da válvula e
ajuste uma pré-carga de 1mm.
– Instale um termômetro com escala de 0 a 100°C imerso na
água.
– Com algum tipo de aquecedor, aqueça gradativamente a água.
– Verifique as temperaturas em que o relógio inicia e termina o
movimento, as quais correspondem respectivamente ao início e
fim da abertura da válvula.
Início da abertura = 80 °C
Final da abetura = 94 °C
– Verifique o curso total do relógio, que corresponde ao curso de
abertura da válvula termostática.
19285
Curso mínimo de abertura = 7 mm
Motores MWM 4.10/T/TCA Válvula termostática 19-14

Bomba d’água
– Verifique o furo de inspeção da bomba d’água na lateral do
bloco.
Sinais de água ou óleo, indicam provável vazamento pela bomba
d’água ou anéis de vedação.

19792

Para remover a bomba d’água é necessário remover antes a


tampa da carcaça de distribuição (consulte o tópico Carcaça
de distribuição).
– Remova os parafusos da bomba d’água.

19793
Motores MWM 4.10/T/TCA Válvula termostática 19-15
Especial atenção para não danificar o anel de vedação.
O flange da bomba d’água possui rebaixos para facilitar sua
remoção (veja detalhe).
– Com o auxílio de uma chave de fenda, remova a bomba d’água.

19794

Monte a bomba d’água com cuidado para não danificar o anel


de vedação. A bomba d’água entra no seu alojamento com
interferência.
– Aperte os parafusos.
Torque: 35 N.m (3,5 kgf.m)

19793
Motores MWM 4.10/T/TCA Bomba Alimentadora 20-01

10 Bomba alimentadora
3 Bomba de diafragma (para bomba injetora
distribuidora VE) - Vista explodida
2
1 – Parafuso

5 2 – Filtro de tela
1 3 – Anel de vedação
4 4 – Junta
5 – Bomba alimentadora
2 9
6 – Parafuso de fixação da bomba
Torque: 20 N.m (2,0 kgf.m)
3 7 – Haste de acionamento
8 – Porca de fixação da bomba
4 Torque: 20 N.m (2,0 kgf.m)
8 9 – Prisioneiro
10 – Bujão
7
Aplicação conforme o modelo, o ano e série
de fabricação do veículo.
5
7
6
19765
Motores MWM 4.10/T/TCA Bomba Alimentadora 20-02

Remoção, limpeza e instalação do filtro tela


Limpe externamente a bomba alimentadora.
– Solte o parafuso ou o bujão da parte superior da bomba
alimentadora, dependendo do modelo, e remova o filtro tela.
– Lave as peças com óleo diesel limpo.
– Substitua o anel de vedação e reinstale o filtro tela.
– Efetue a sangria do sistema de combustível (consulte o tópico
Sangria do sistema de combustível).

110044
Motores MWM 4.10/T/TCA Sistema de aceleração 20-03

Sistema de aceleracão
4
5 Vista explodida - Caminhões até 02/00
3 6 1 – Suporte
2 2 – Articulador
7
1 8 3 – Arruela
10 4 – Porca
9
5 – Bucha da haste
6 – Anel trava
11 7 – Haste de acionamento
12 8 – Pedal
9 – Eixo
11
19 10 – Parafuso
Torque: 1,5 N.m (0,15 Kgf.m)
20 3 21
11 – Cabo
15
12 – Articulador do cabo
13 – Regulador do pedal
Folga: 1,3 mm
14 – Arruela de encosto
6 14 16 17 18 15 – Mola
19423
Motores MWM 4.10/T/TCA Sistema de aceleração 20-04

Vista explodida - Caminhões até 02/00


4 (continuacão)
5
6 16 – Pino de apoio do cabo
3
17 – Terminal
2 7 18 – Porca
1 8 Torque: 2,2 N.m (0,2 Kgf.m)
10
9 19 – Porca
Torque:8,0 N.m (0,8 kgf.m)
20 – Parafuso
11
12 Torque:12 N.m (1,2 kgf.m)
21 – Suporte do cabo
11
19
20 3 21
15

6 14 16 17 18
19423
Motores MWM 4.10/T/TCA Sistema de aceleração 20-05

12 3 4 5 6 Vista explodida - Caminhões a partir de


03/00
1 – Anel trava
12 2 – Eixo
3 – Pedal
7 13 4 – Coifa
8
7 5 – Haste
6 – Pino
9
11 1 9 10 10 7 – Arruela
8 – Alavanca
24 9 – Arruela
10 – Porca
23
Torque: 6 N.m (0,6 Kgf.m)
22
11 – Suporte do eixo

12 13 12 – Cabo do acelerador
13 – Anel de retenção
21 16 14 – Parafuso
20 Torque: 11 N.m (1,1 kgf.m)
15 – Suporte
19 17
18 19288
Motores MWM 4.10/T/TCA Sistema de aceleração 20-06

12 3 4 5 6 Vista explodida - Caminhões a partir de


03/00 (continuação)
16 – Porca
12 Torque: 2,0 N.m (0,2 kgf.m)
17 – Terminal
7 13 18 – Pino
8
7 19 – Anel trava
20 – Arruela
9
11 1 9 10 10 21 – Mola
22 – Arruela
24 23 – Porca
Torque: 8,0 N.m (0,8 kgf.m)
23
24 – Mola
22

12 13

21 16
20
19 17
18 19288
Motores MWM 4.10/T/TCA Sistema de aceleração 20-07

1 2 3 4 5 8 9 11 10 Sistema de aceleração
Vista explodida – Ônibus
1 – Parafuso
Torque: 20 N.m (2,0 Kgf.m)
7
2 – Pedal
6 12 3 – Parafuso de fixação do suporte do pedal
Torque: 5,6 N.m (0,6 Kgf.m)
4 – Suporte del pedal
5 – Bucha
6 – Vareta de acionamento
7 – Porca do eixo de acionamento
Torque: 2,0 N.m (0,2 Kgf.m)
8 – Eixo de acionamento
16 9 – Pino de acionamento do interruptor do freio
13 motor
10 – Interruptor do freio motor
14 11 – Parafuso
15 12 – Porca
17 21 Torque: 10 N.m (1,0 Kgf.m)
19 20 13 – Anel trava
18 19421
Motores MWM 4.10/T/TCA Sistema de aceleração 20-08

1 2 3 4 5 8 9 11 10 Vista explodida – Ônibus (continuação)


14 – Arruela de encosto
15 – Mola
16 – Articulador
7 17 – Pino do mancal
6 12
18 – Parafuso
Torque: 5,6 N.m (0,6 Kgf.m)
19 – Mancal do terminal
20 – Terminal
21 – Porca
Torque: 2,0 N.m (0,2 Kgf.m)

16
13

14
15
17 21

18 19 20 19421
Motores MWM 4.10/T/TCA Sistema de aceleração 20-09

Regulagem do cabo do acelerador - a partir de 03/00


– Posicione o pedal do acelerador de modo a obter a folga (a)
a especificada entre o tapete (1) e o pedal.
Folga (a) = 1 a 3 mm
– Ajuste o terminal do cabo do acelerador no lado do motor de
1 forma que a alavanca do acelerador atinja a posição de aceleração
máxima.
– Verifique se a alavanca do acelerador atinge os batentes de
marcha lenta e aceleração máxima quando o pedal é atuado.
– Repita o procedimento se necessário e aperte a porca trava do
19289 terminal.
Torque: 2,0 N.m (0,2 kgf.m)
– Montagem da coifa (1).
Distância (a) = 3 mm
a

19290
Motores MWM 4.10/T/TCA Turboalimentação 21-01

Turboalimentação
1
Vista explodida
2 1 – Parafuso
3 Torque: 25 N.m (2,5 kgf.m)
2 – Tubo de alimentação de óleo lubrificante
4
3 – Junta
5 4 – Arruela
5 – Parafuso
6
Torque: 13 N.m (1,3 kgf.m)
7 6 – Prisioneiro
7 – Porca
8
Torque: 60 N.m (6,0 kgf.m)
9 8 – Turboalimentador
9 – Junta
10 10 – Tubo de retorno do óleo
11 – Mangueira
11 12 – Conexão
13 – Parafuso
Torque: 25 N.m (2,5 kgf.m)
13 12 19798
Motores MWM 4.10/T/TCA Turboalimentação 21-02

Turboalimentador
Remoção
Antes de remover o turboalimentador, identifique-o pelo modelo,
número e série de fabricação do motor.
– Remova o duto de saída de ar do turboalimentador para o coletor
de admissão (ou pós-resfriador, dependendo do modelo).
– Remova a mangueira de entrada de ar para o turboalimentador.

16244

– Desconecte o tubo de escape do turboalimentador.


– Solte o tubo de alimentação de óleo lubrificante.
– Solte o tubo de retorno do óleo, sob o turbo.
1
– Remova as porcas de fixação (1) do turbo ao coletor.

16245
Motores MWM 4.10/T/TCA Turboalimentação 21-03
Nos modelos equipados com válvula “waste-gate”, nunca solte
os parafusos de fixação do corpo da válvula ou altere a posição
da sua haste. Este serviço só deve ser executado nos postos
autorizados do fabricante do turboalimentador.
– Remova o turboalimentador (nos modelos equipados com válvula
“waste-gate”, remova o conjunto montado).

16247

Os reparos no turboalimentador devem ser feitos em postos


autorizados do fabricante do turboalimentador.
– Verifique a carcaça do compressor (1) e da turbina (2) quanto a
vazamentos de óleo e danos.
– Verifique se os rotores do compressor e da turbina apresentam
danos nas palhetas.
2 – Meça a folga axial do turboalimentador.
Folga axial = 0,03 a 0,10 mm

1
110004
Motores MWM 4.10/T/TCA Turboalimentação 21-04
– Meça a folga radial do turboalimentador.
Folga radial = 0,08 a 0,13 mm

110006

Instalação
As porcas de fixação do turboalimentador são de material
1 especial (cromo-níquel). Não utilize porcas comuns.
– Instale o turboalimentador com uma junta nova no coletor de
escape e aperte as porcas de fixação (1).
Torque: 60 N.m (6,0 kgf.m)

2 – Com uma junta nova, conecte o tubo de retorno do óleo lubrificante


(2).
Torque: 25 N.m (2,5 kgf.m)
– Lubrifique o turboalimentador pela entrada de óleo, com
aproximadamente 50 a 60 ml de óleo novo do motor. Gire
15320
manualmente o eixo do turbo durante esta operação
Motores MWM 4.10/T/TCA Turboalimentação 21-05
– Com uma junta nova, conecte o tubo de alimentação do óleo
lubrificante.
Torque: 25 N.m (2,5 kgf.m)
– Conecte o tubo do escapamento ao turboalimentador.
– Conecte a mangueira de entrada de ar no turbo.
– Instale o duto de saída de ar do turbo para o coletor de admissão
(ou pós-resfriador, dependendo do modelo).

19793

Teste da pressão de sobrealimentação


A pressão de sobrealimentação é medida com o veículo em
movimento, sob condições de carga máxima. Não ultrapasse o
tempo máximo de 10 segundos por medição.
– Instale um manômetro no coletor de admissão, utilizando um
adaptador.
– Com o veículo em movimento e a 2ª marcha engatada, acelere
totalmente e freie o veículo ao mesmo tempo até alcançar cerca
de 30 km/h. Nestas condições meça a pressão de alimentação.
Pressão (sobrepressão) = 0,9 a 1,1 bar
110022
Motores MWM 4.10/T/TCA Injeção de combustível 23-01

Injeção de combustível
Bomba injetora distribuidora VE - Vista
12 explodida
16
11 1 – Porca de fixação da engrenagem
Na montagem aplique LOCTITE 271 na rosca
17
Torque: 90 N.m (9,0 kgf.m)
9 2 – Arruela
8 10 19 18 3 – Engrenagem
4 – Junta da bomba injetora
7 20 21 22 23 24 5 – Prisioneiro
6 6 – Arruela de pressão
7 – Porca de fixação da bomba injetora
5 Na montagem aplique LOCTITE 271 na rosca
26 Torque: 50 N.m (5,0 kgf.m)
25
8 – Bomba injetora
9 – Anel de vedação
10 – Válvula solenóide de corte de combustível
1 2 3 4 15 14 13 8 Torque: 25 N.m (2,5 kgf.m)
11 – Tubo de retorno dos bicos injetores
19293 12 – Tubo injetor de alta pressão
Motores MWM 4.10/T/TCA Injeção de combustível 23-02

Bomba injetora distribuidora VE - Vista


explodida (continuação)
12 13 – Parafuso de fixação da bomba injetora ao
16 suporte
11
Na montagem aplique LOCTITE 271 na rosca
17 Torque: 35 N.m (3,5 kgf.m)
14 – Suporte da bomba injetora
9
15 – Parafuso de fixação do suporte
8 10 19 18
Torque: 35 N.m (3,5 kgf.m)
7 16 – Porca do parafuso de fixação da presilha
20 21 22 23 24
17 – Presilha de fixação dos tubos de alta pressão
6 18 – Parafuso de fixação da presilha
5 Torque: 10 N.m (1,0 kgf.m)
26 19 – Calço de borracha
25 20 – Tubo de entrada de combustível
21 – Válvula APC
22 – Arruela de vedação
23 – Conexão
1 2 3 4 15 14 13 8
Torque: 10 N.m (1,0 kgf.m)

19293
Motores MWM 4.10/T/TCA Injeção de combustível 23-03

Bomba injetora distribuidora VE - Vista


explodida (continuação)
12 24 – Tubo da válvula AFC
16
11 25 – Arruela de vedação
26 – Parafuso ôco
17 Torque: 25 N.m (2,5 kgf.m)
9 Aplicação conforme o modelo, o ano e série
de fabricação do veículo.
8 10 19 18

7 20 21 22 23 24
6
5
26
25

1 2 3 4 15 14 13 8

19293
Motores MWM 4.10/T/TCA Injeção de combustível 23-04

Bomba injetora distribuidora VE - Motores EURO I e EURO II


até veículos nº série 1RY 13487
Determinação do PMS
O 1º cilindro é o mais próximo do volante do motor e o último
cilindro é o mais próximo do ventilador.
– Remova a tampa das válvulas do último cilindro.
– Gire a árvore de manivelas através da porca da engrenagem da
bomba d’água e coloque em balanço as válvulas do 1º cilindro.
Nesta posição o pistão do último cilindro estará próximo ao PMS
(ponto morto superior) no final do curso de compressão.
110044

– Remova o plug da carcaça do volante do motor e instale a


ferramenta BR-798 para travar o volante na posição exata do
PMS. Se necessário, movimente a árvore de manivelas para
frente ou para trás até encaixar a ferramenta.

BR-798
17521
Motores MWM 4.10/T/TCA Injeção de combustível 23-05
Remoção da bomba injetora
Antes de remover a bomba injetora, determine o PMS (ponto
morto superior) do motor (consulte o tópico Determinação do
PMS) e mantenha o motor nesta posição até que a bomba tenha
sido reinstalada.
Limpe externamente a bomba injetora antes de executar o
serviço.
– Identifique a bomba pelo modelo, número e série de fabricação
do motor.
A partir da Série 2000, o filtro de combustível é único (consulte
110016
detalhe).
– Desconecte os tubos de entrada e saída de combustível e remova
o filtro.

– Solte a bomba alimentadora e desloque-a sem desligar suas


tubulações.

16236
Motores MWM 4.10/T/TCA Injeção de combustível 23-06

1 – Remova o tampão (1) de acesso à haste de acionamento da


2 bomba alimentadora (consultar detalhe).
– Remova a haste de acionamento (2) da bomba alimentadora.

19295

– Remova o cabo do acelerador (1) e a mola de retorno (2) da


alavanca de aceleração da bomba.

1 19276
Motores MWM 4.10/T/TCA Injeção de combustível 23-07
– Desconecte o solenóide de corte de combustível.

19278

– Desconecte o tubo de entrada de combustível.

19279
Motores MWM 4.10/T/TCA Injeção de combustível 23-08
– Desconecte o tubo da válvula AFC.

19280

– Desconecte todos os tubos de alta pressão da bomba injetora e


dos bicos injetores.
– Solte os suportes de fixação da tubulação e remova os tubos de
alta pressão.

16345
Motores MWM 4.10/T/TCA Injeção de combustível 23-09
Cuide para não deixar cair a chaveta de fixação da engrenagem
da bomba injetora.
– Remova a porca de fixação da engrenagem da bomba injetora.

15308

– Remova os parafusos de fixação da bomba injetora ao suporte


traseiro.

19282
Motores MWM 4.10/T/TCA Injeção de combustível 23-10
– Solte as porcas de fixação da bomba injetora à carcaça de
distribuição.

19292

– Solte a engrenagem da bomba injetora, utilizando a ferramenta


BR-778 BR-778.
Após a remoção da bomba injetora, remova a ferramenta. A
engrenagem ficará no lugar mantida pelos dentes.

15307
Motores MWM 4.10/T/TCA Injeção de combustível 23-11

– Remova a bomba injetora com a junta.


Vede todos os tubos e mangueiras do sistema e todas as
entradas e saídas da bomba injetora.
O orifício do parafuso de fixação do tubo de retorno da bomba
distribuidora VE é calibrado. Deve ser enviado junto com a
bomba injetora ao posto autorizado Bosch.
Embale com segurança a bomba injetora para enviá-la ao posto
autorizado Bosch.

16240

Instalação da bomba injetora


Antes de instalar a bomba injetora, certifique-se de que o
motor esteja no PMS, com o último cilindro no final curso de
compressão (consulte o tópico Determinação do PMS).
– Posicione a chaveta no alojamento da engrenagem.
– Instale a bomba injetora com uma junta nova sem fixá-la no
lugar.

19292
Motores MWM 4.10/T/TCA Injeção de combustível 23-12
– Instale e aperte a engrenagem da bomba injetora no eixo.
Torque: 90 N.m (9,0 kgf.m)
Verifique o anel de vedação da tampa de inspeção, e se
necessário substitua-o.
– Instale a tampa da engrenagem na carcaça de distribuição.
– Ajuste o ponto de início de injeção (consulte o tópico Regulagem
do início de injeção).

15308

Regulagem do início de injeção


– Posicione o pistão do último cilindro no PMS, no final do curso de
compressão (consulte o tópico Determinação do PMS).
– Remova o parafuso central traseiro da bomba injetora.

16228
Motores MWM 4.10/T/TCA Injeção de combustível 23-13
– Instale a ferramenta (1) com o relógio comparador no lugar do
parafuso central traseiro da bomba injetora.
1 - BR-793 (EURO I)
BR-797 (EURO II)
1 Se necessário, ajuste o relógio comparador mais para o
interior da ferramenta.
– Posicione o relógio comparador com uma pré-carga de 3 a 4
mm.

16231

– Com a mão, gire a bomba injetora distribuidora até aproximar


sua parte superior o máximo possível do bloco do motor. Nesta
posição, zere o relógio comparador.
Veja o valor do ponto de injeção especificado para o modelo na
plaqueta de identificação do motor. Para os motores EURO I e
EURO II, este valor é especificado em mm de deslocamento do
pistão da bomba injetora.
– Retorne a bomba injetora, afastando-a do bloco do motor, até
que o relógio indique o deslocamento do pistão da bomba injetora
especificado para o modelo.

16230
Motores MWM 4.10/T/TCA Injeção de combustível 23-14
Antes da aplicação do torque final, confira se houve alteração
na leitura do relógio comparador instalado na bomba injetora
distribuidora VE, reajustando se necessário.
– Após determinar o início de injeção, aperte as porcas de fixação
da bomba injetora e prossiga com o restante da instalação.
Torque: 50 N.m (5,0 kgf.m)

19302

– Instale e aperte os parafusos de fixação da bomba injetora ao


suporte traseiro.
Torque: 35 N.m (3,5 kgf.m)

19282
Motores MWM 4.10/T/TCA Injeção de combustível 23-15
– Remova o relógio comparador e instale o parafuso central traseiro
da bomba.
Torque: 25 N.m (2,5 kgf.m)

16228

– Instale a tampa das válvulas do último cilindro.


Torque: 20 N.m (2,0 kgf.m)

15188
Motores MWM 4.10/T/TCA Injeção de combustível 23-16
Utilize arruelas de vedação novas para assegurar uma perfeita
vedação.
– Fixe o tubo da válvula AFC.
Torque: 20 N.m (2,0 kgf.m)

19280

O 1º cilindro é o mais próximo do volante do motor e o último


cilindro é o mais próximo do ventilador.
3 1 – Posição dos tubos de alta pressão na bomba injetora (visto por
trás).
O número na figura corresponde ao número do cilindro.

4 2
19300
Motores MWM 4.10/T/TCA Injeção de combustível 23-17
Observe a posição correta dos tubos de alta pressão na bomba
injetora, para não inverter sua posição.
– Conecte e aperte os tubos de alta pressão.
Torque (lado da bomba): 25 N.m (2,5 kgf.m)
Torque (lado dos injetores): 20 N.m (2,0 kgf.m)
– Posicione os tubos de alta pressão nos suportes e fixe-os.
Torque: 10 N.m (1,0 kgf.m)

16345

Utilize arruelas de vedação novas para assegurar uma perfeita


vedação.
– Conecte o tubo de entrada de combustível da bomba injetora.
Torque: 25 N.m (2,5 kgf.m)

19279
Motores MWM 4.10/T/TCA Injeção de combustível 23-18

– Conecte o cabo do solenóide de corte de combustível.

19278

– Instale o cabo do acelerador (1) e a mola de retorno (2) da


alavanca de aceleração da bomba.
Torque: 8,0 N.m (0,8 kgf.m)
2

1 19276
Motores MWM 4.10/T/TCA Injeção de combustível 23-19

1 – Instale a haste de acionamento (1) da bomba alimentadora.


2
– Instale e aperte o tampão (2) de acesso à haste de acionamento
da bomba alimentadora (veja detalhe).

19295

– Instale a bomba alimentadora com uma junta nova e aperte as


porcas.
Torque: 18 N.m (1,8 kgf.m)

16236
Motores MWM 4.10/T/TCA Injeção de combustível 23-20
A partir da Série 2000, o filtro de combustível é único (veja
detalhe).
– Instale e fixe o conjunto do filtro de combustível.
Torque: 30 N.m (3,0 kgf.m)
– Conecte os tubos de entrada e saída de combustível do filtro.
Torque: 30 N.m (3,0 kgf.m)
– Efetue a sangria no sistema de combustível (consulte o tópico
Sangria do sistema de combustível).

110016

Sangria do sistema de combustível


1 Não execute a sangria do sistema de combustível com o motor
1 quente, devido ao risco de incêndio ou explosão.
A sangria do sistema de combustível deve ser feita quando o
motor ficar inativo por muito tempo, após esgotamento do
combustível do tanque ou na manutenção das tubulações e
componentes do sistema.
– Solte a conexão do tubo de saída (1) do filtro de combustível
(veja detalhe para os modelos com filtro único).

1100232
Motores MWM 4.10/T/TCA Injeção de combustível 23-21
– Acione a alavanca da bomba alimentadora até que o combustível
saia sem bolhas de ar pela conexão da saída de combustível do
filtro.
– Aperte a conexão do tubo de saída do filtro.
Torque: 30 N.m (3,0 kgf.m)

16217

– Solte a porca do tubo de alta pressão de um dos injetores.

15263
Motores MWM 4.10/T/TCA Injeção de combustível 23-22
Cuidado especial ao executar a sangria nas tubulações, pois o
combustível está sob pressão podendo causar danos físicos
graves.
A alavanca da bomba injetora não deve estar em posição de
corte de combustível.
– Acione o motor de partida até o combustível escoar pela conexão
sem a presença de bolhas de ar.
– Aperte a porca do tubo de alta pressão.
Torque: 20 N.m (2,0 kgf.m)
– Repita a operação para todos os injetores.
12174G

Bomba injetora distribuidora VE - Motores NÃO EURO e EURO


a partir do nº de série 1RY 13488
Determinação do PMS
O 1º cilindro é o mais próximo do volante do motor e o último
cilindro é o mais próximo do ventilador.
– Remova a tampa das válvulas do 1º e do último cilindro.
– Gire a árvore de manivelas através da porca da engrenagem da
bomba d’água e coloque em balanço as válvulas do 1º cilindro.
Nesta posição o pistão do último cilindro estará próximo ao PMS
(ponto morto superior) no final do curso de compressão.
15189
Motores MWM 4.10/T/TCA Injeção de combustível 23-23
– Remova o suporte dos balancins do último cilindro com os balancins
BR-019/00 montados.
– Remova as travas, o prato e a mola de uma das válvulas do
último cilindro, utilizando a ferramenta especial BR-019/00.

15270

Utilize um anel O-ring na haste da válvula para sustentar a


BR-566 mesma e evitar que caia no interior do cilindro.
– Instale um relógio comparador na ferramenta BR-566 e apoie o
relógio sobre a haste da válvula com uma pré-carga de 5mm.
– Gire manualmente a árvore de manivelas em ambos os sentidos
e, através da leitura do relógio, determine o PMS exato do último
cilindro (no curso de compressão).

15269
Motores MWM 4.10/T/TCA Injeção de combustível 23-24

Remoção da bomba injetora


Antes de remover a bomba injetora, determine o PMS (ponto
morto superior) do motor (consulte o tópico Determinação do
PMS) e mantenha o motor nesta posição até que a bomba tenha
sido reinstalada.
Limpe externamente a bomba injetora antes de executar o
serviço.
– Identifique a bomba pelo modelo, número e série de fabricação
do motor.
– Desconecte os tubos de entrada e saída de combustível e remova
16235 o filtro.

– Solte a bomba alimentadora e desloque-a sem desligar suas


tubulações.

16236
Motores MWM 4.10/T/TCA Injeção de combustível 23-25

1 – Remova o tampão (1) de acesso à haste de acionamento da


2 bomba alimentadora (veja detalhe).
– Remova a haste de acionamento (2) da bomba alimentadora.

19295

– Remova o cabo do acelerador (1) e a mola de retorno (2) da


alavanca de aceleração da bomba.

1 19276
Motores MWM 4.10/T/TCA Injeção de combustível 23-26
– Desconecte o solenóide de corte de combustível.

19278

– Desconecte o tubo de entrada de combustível.

19279
Motores MWM 4.10/T/TCA Injeção de combustível 23-27
– Desconecte o tubo da válvula AFC.

19280

– Desconecte todos os tubos de alta pressão da bomba injetora e


dos bicos injetores.
– Solte os suportes de fixação da tubulação e remova os tubos de
alta pressão.

16345
Motores MWM 4.10/T/TCA Injeção de combustível 23-28
Cuide para não deixar cair a chaveta de fixação da engrenagem
da bomba injetora.
– Remova a porca de fixação da engrenagem da bomba injetora.

15308

– Remova os parafusos de fixação da bomba injetora ao suporte


traseiro.

19282
Motores MWM 4.10/T/TCA Injeção de combustível 23-29

– Solte as porcas de fixação da bomba injetora à carcaça de


distribuição.

19292

– Solte a engrenagem da bomba injetora, utilizando a ferramenta


BR-778 BR-778.
Após a remoção da bomba injetora, remova a ferramenta. A
engrenagem ficará no lugar mantida pelos dentes.

15307
Motores MWM 4.10/T/TCA Injeção de combustível 23-30

– Remova a bomba injetora com a junta.


Vede todos os tubos e mangueiras do sistema e todas as
entradas e saídas da bomba injetora.
O orifício do parafuso de fixação do tubo de retorno da bomba
distribuidora VE é calibrado. Deve ser enviado junto com a
bomba injetora ao posto autorizado Bosch.
Embale com segurança a bomba injetora para enviá-la ao posto
autorizado Bosch.

16240

Instalação da bomba injetora


Antes de instalar a bomba injetora, certifique-se de que o
motor esteja no PMS, com o último cilindro no final curso de
compressão (consulte o tópico Determinação do PMS).
– Posicione a chaveta no alojamento da engrenagem.
– Instale a bomba injetora com uma junta nova sem fixá-la no
lugar.

19292
Motores MWM 4.10/T/TCA Injeção de combustível 23-31
– Instale e aperte a engrenagem da bomba injetora no eixo.
Torque: 90 N.m (9,0 kgf.m)
Verifique o anel de vedação da tampa de inspeção, e se
necessário substitua-o.
– Instale a tampa da engrenagem na carcaça de distribuição.
– Ajuste o ponto de início de injeção (consulte o tópico Regulagem
do início de injeção).

15308

Regulagem do início de injeção


BR-566 – Posicione o pistão do último cilindro no PMS, no final do curso de
compressão (consulte o tópico Determinação do PMS).
– Reposicione o relógio comparador para uma pré-carga de 9 mm
e zere o relógio.

15269
Motores MWM 4.10/T/TCA Injeção de combustível 23-32
Veja o valor do ponto de início de injeção APMS especificado
para o modelo na plaqueta de identificação do motor.
– Gire a árvore de manivelas 1/4 de volta no sentido anti-horário e
retorne girando no sentido horário, até o relógio comparador
indicar o valor em milímetros APMS do ponto de injeção
especificado para o modelo (consulte a tabela abaixo de
correspondência entre graus e mm).

15269

– A plaqueta de identificação do motor fornece o valor do ponto de


início de injeção APMS em graus da árvore de manivelas.
Correpondência entre graus da árvore de manivelas e mm de
deslocamento do pistão do motor:
Graus Deslocamento
APMS (mm)
3° 0,11
5° 0,32
6° 0,46
8° 0,82
12173G 9° 1,04
Motores MWM 4.10/T/TCA Injeção de combustível 23-33
– Remova o parafuso central traseiro da bomba injetora.

16228

– Instale a ferramenta BR-793 com o relógio comparador no lugar


do parafuso central traseiro da bomba injetora.
Se necessário, ajuste o relógio comparador mais para o interior
da ferramenta.
BR-793 – Posicione o relógio comparador com uma pré-carga de 3 a 4
mm.

16231
Motores MWM 4.10/T/TCA Injeção de combustível 23-34
– Com a mão, gire a bomba injetora distribuidora até aproximar
sua parte superior o máximo possível do bloco do motor. Nesta
posição, zere o relógio comparador.
– Retorne a bomba injetora, afastando-a do bloco do motor, até
que o relógio indique um deslocamento de 1,0 mm.
Deslocamento do pistão da bomba injetora
NÃO EURO = 1,0 mm

16230

Antes da aplicação do torque final, confira se houve alteração


na leitura do relógio comparador instalado na bomba injetora
distribuidora VE, reajustando se necessário.
– Após determinar o início de injeção, aperte as porcas de fixação
da bomba injetora e prossiga com o restante da instalação.
Torque: 50 N.m (5 kgf.m)

19302
Motores MWM 4.10/T/TCA Injeção de combustível 23-35

– Instale e aperte os parafusos de fixação da bomba injetora ao


suporte traseiro.
Torque: 35 N.m (3,5 kgf.m)

19282

– Remova o relógio comparador e instale o parafuso central traseiro


da bomba.
Torque: 25 N.m (2,5 kgf.m)

16228
Motores MWM 4.10/T/TCA Injeção de combustível 23-36

– Instale a mola, o prato superior e as travas que haviam sido


BR-019/00 removidos da válvula do último cilindro, utilizando a ferramenta
especial BR-019/00.

15270

– Instale o suporte dos balancins e regule a folga da válvula (consulte


o tópico Cabeçote do cilindro).
Torque: 40 N.m (4,0 kgf.m)
Folga das válvulas = 0,20 a 0,40 mm

15271
Motores MWM 4.10/T/TCA Injeção de combustível 23-37

– Instale as tampas das válvulas do 1º e do último cilindro.


Torque: 20 N.m (2 kgf.m)

15188

Utilize arruelas de vedação novas para assegurar uma perfeita


vedação.
– Fixe o tubo da válvula AFC.
Torque: 20 N.m (2,0 kgf.m)

19280
Motores MWM 4.10/T/TCA Injeção de combustível 23-38

O 1º cilindro é o mais próximo do volante do motor e o último


cilindro é o mais próximo do ventilador.
3 1 – Posição dos tubos de alta pressão na bomba injetora (visto por
trás).
O número na figura corresponde ao número do cilindro.

4 2
19300

Observe a posição correta dos tubos de alta pressão na bomba


injetora, para não inverter sua posição.
– Conecte e aperte os tubos de alta pressão.
Torque (lado da bomba): 25 N.m (2,5 kgf.m)
Torque (lado dos injetores): 20 N.m (2,0 kgf.m)
– Posicione os tubos de alta pressão nos suportes e fixe-os.
Torque: 10 N.m (1,0 kgf.m)

16345
Motores MWM 4.10/T/TCA Injeção de combustível 23-39
Utilize arruelas de vedação novas para assegurar uma perfeita
vedação.
– Conecte o tubo de entrada de combustível da bomba injetora.
Torque: 25 N.m (2,5 kgf.m)

19279

– Conecte o cabo do solenóide de corte de combustível.

19278
Motores MWM 4.10/T/TCA Injeção de combustível 23-40
– Instale o cabo do acelerador (1) e a mola de retorno (2) da
alavanca de aceleração da bomba.
Torque: 8,0 N.m (0,8 kgf.m)
2

1 19276

1 – Instale a haste de acionamento (1) da bomba alimentadora.


2
– Instale e aperte o tampão (2) de acesso à haste de acionamento
da bomba alimentadora (veja detalhe).

19295
Motores MWM 4.10/T/TCA Injeção de combustível 23-41

– Instale a bomba alimentadora com uma junta nova e aperte as


porcas.
Torque: 18 N.m (1,8 kgf.m)

16236

– Instale e fixe o conjunto do filtro de combustível.


Torque: 30 N.m (3,0 kgf.m)
– Conecte os tubos de entrada e saída de combustível do filtro.
Torque: 30 N.m (3,0 kgf.m)
– Efetue a sangria no sistema de combustível (consulte o tópico
Sangria do sistema de combustível).

16235
Motores MWM 4.10/T/TCA Injeção de combustível 23-42

1 Sangria do sistema de combustível


Não execute a sangria do sistema de combustível com o motor
quente, devido ao risco de incêndio ou explosão.
A sangria do sistema de combustível deve ser feita quando o
motor ficar inativo por muito tempo, após esgotamento do
combustível do tanque ou na manutenção das tubulações e
componentes do sistema.
– Solte a conexão do tubo de saída (1) do filtro de combustível.

110023

– Acione a alavanca da bomba alimentadora até que o combustível


saia sem bolhas de ar pela conexão da saída de combustível do
filtro.
– Aperte a conexão do tubo de saída do filtro.
Torque: 30 N.m (3,0 kgf.m)

16217
Motores MWM 4.10/T/TCA Injeção de combustível 23-43
– Solte a porca do tubo de alta pressão de um dos injetores.

15263

Cuidado especial ao executar a sangria nas tubulações, pois o


combustível está sob pressão podendo causar danos físicos
graves.
A alavanca da bomba injetora não deve estar em posição de
corte de combustível.
– Acione o motor de partida até o combustível escoar pela conexão
sem a presença de bolhas de ar.
– Aperte a porca do tubo de alta pressão.
Torque = 20 N.m (2,0 kgf.m)
– Repita a operação para todos os injetores.
12174G
Motores MWM 4.10/T/TCA Injeção de combustível 23-44

Injetores
Remoção
Limpe os tubos e a superfície ao redor dos injetores.
Identifique os injetores pelo modelo e número de série do
motor.
– Solte os suportes dos tubos de alta pressão (veja detalhe).
– Desconecte os tubos de alta pressão dos injetores.

19318

– Remova o tubo de retorno de combustível dos injetores.

16314
Motores MWM 4.10/T/TCA Injeção de combustível 23-45
– Solte a porca de fixação dos injetores, utilizando a ferramenta
BR-775.

BR-775
15256

– Extraia os injetores dos cabeçotes, utilizando a ferramenta


BR-744/00 BR-744/00 com o adaptador BR-744/01.
Certifique-se de que todas as arruelas de vedação dos bicos
injetores foram removidas do cabeçote.
BR-744/01
– Remova as arruelas de vedação.

15255
Motores MWM 4.10/T/TCA Injeção de combustível 23-46
Testes dos injetores
Evite o contato com o jato do bico injetor pois o mesmo está
sob alta pressão, podendo ocasionar danos físicos graves.
Use o óleo de teste especificado.
Se pelo menos um dos bicos injetores apresentar defeito, envie
todos os injetores do motor ao posto de serviço Bosch.
– Instale o injetor no aparelho de teste e verifique as característricas
de operação:
1- Pressão de abertura
2 - Estanqueidade
19760
3 - Ruído característico
4 - Forma do jato (pulverização)

Teste da pressão de abertura


– Com o registro do manômetro fechado, movimente a alavanca
do aparelho de teste várias vezes com movimentos rápidos.
– Abra o registro do manômetro 1/4 de volta e movimente a
alavanca lentamente para baixo até o bico injetor emitir o jato
com o ruído característico. Ler a pressão de abertura (valor
máximo) (consulte o tópico Características técnicas).

19326
Motores MWM 4.10/T/TCA Injeção de combustível 23-47
Utilize no máximo dois calços de compensação.
– Se a pressão de abertura estiver abaixo do especificado, adicione
calços de compensação (consulte o tópico Características
técnicas).
– Se a pressão manter-se abaixo, verifique a mola do injetor. Se
necessário, substitua-a.

19327

Teste de estanqueidade
– Após o teste da pressão de abertura, verifique a estanqueidade.
– Com o registro do manômetro aberto 1/4 de volta, acione
lentamente a alavanca até o manômetro indicar a pressão
especificada para o teste (consulte o tópico Características
técnicas).
– Mantenha a pressão de teste durante 10 segundos. Nesse espaço
de tempo, não pode haver gotejamento.

11846
Motores MWM 4.10/T/TCA Injeção de combustível 23-48

Teste do ruído característico e forma do jato


– Feche o registro do manômetro e acione rapidamente a alavanca
do aparelho de teste.
– Verifique o padrão da pulverização e o ruído característico.
O bico injetor deve apresentar um ruído audível na forma de
ronco e uma pulverização uniforme em forma de um leque bem
aberto através dos orifícios.

15247

– Se um dos bicos injetores não apresentar um jato satisfatório,


envie-o com os demais para o serviço autorizado Bosch.

15246
Motores MWM 4.10/T/TCA Injeção de combustível 23-49
Instalação
Instale novas arruelas de vedação sempre que remover o injetor
do cabeçote e certifique-se de que as arruelas antigas foram
removidas do cabeçote.
Use sempre a arruela especificada para o modelo do motor
(consulte o tópico Características técnicas).
– Instale nova arruela de vedação no cabeçote e instale o bico
injetor alinhando a esfera localizadora com o seu alojamento no
cabeçote.

15233

– Substitua o anel de vedação da porca de fixação dos injetores


(veja detalhe) e instale-a no cabeçote.
– Aperte a porca de fixação do injetor utilizando a ferramenta
BR-775.
Torque: 55 N.m (5,5 kgf.m)

BR-775
19321
Motores MWM 4.10/T/TCA Injeção de combustível 23-50

Utilize arruelas de vedação novas para assegurar uma perfeita


1
vedação.
– Conecte e fixe o tubo de retorno de combustível dos injetores.
Torque: 5 N.m (0,5 kgf.m)
– Conecte o tubo de retorno (1) e aperte a conexão (veja detalhe).
Torque: 20 N.m (2,0 kgf.m)

19322

– Conecte os tubos de alta pressão, sem apertá-los.


– Efetue a sangria do sistema de combustível (consulte o tópico
Sangria do sistema de combustível) e aperte os tubos de alta
pressão.
Torque: 20 N.m (2,0 kgf.m)

15263
Motores MWM 4.10/T/TCA Sistema de escapamento 26-01

Sistema de escapamento
1 Vista explodida - 4.10/T/TCA
2 1 – Junta
2 – Porca
4 3 Torque: 35 N.m (3,5 Kgf.m)
3 3 – Tubo de escapamento
4 – Abraçadeira
5 – Pino
9 10 4 6 – Cilindro do freio motor
7 – Cupilha
5 6 7 8 9 10 11 8 – Suporte
9 – Porca
Torque: 35 N.m (3,5 kgf.m)
10 – Suspensão
7 11 – Silencioso
13 8 12 – Extensão
13 – Junta
14 – Freio motor

14 9 13 12 4 8 19442

Você também pode gostar