Você está na página 1de 3

Aceleração escalar média

Aceleração escalar média é uma grandeza física que mede a variação da velocidade (Δv) de um móvel em
um determinado intervalo de tempo (Δt). A unidade de aceleração no Sistema Internacional de unidades é o
m/s².
Para calcularmos a aceleração escalar média de um móvel, utilizamos a seguinte equação:

a – aceleração média (m/s²)


Δv – variação de velocidade (m/s)
Δt – intervalo de tempo (s)
Exemplo
Um jogador de futebol, ao finalizar um lance na grande área para o gol, chuta a bola e esta alcança a
velocidade de 22m/s em 0,2s. O goleiro consegue parar a bola através do recuo dos braços. Determine a
aceleração da bola ao ser parada pelo goleiro.
am = Δv /Δt
am = -22 / 0,2
am = -110 m/s²
Movimento uniformemente variado (MUV)
Movimento uniformemente variado (MUV) trata-se de um movimento no qual a mudança de velocidade,
chamada de aceleração, ocorre a uma taxa constante. O movimento uniformemente variado é um caso
particular do movimento variado.
Quando algum móvel desenvolve um movimento uniformemente variado, a sua
velocidade aumentará ou diminuirá de forma constante, a cada segundo. Quando essa velocidade
aumenta, dizemos que o seu movimento é acelerado; quando diminui, dizemos que seu movimento
é retardado.
Funções Horárias do M.U.V.

Função Horária da Velocidade


Fornece a velocidade do corpo (em M.U.V.) em qualquer instante de tempo . É expressa:

Onde:

  = velocidade instantânea (m/s);

  = velocidade inicial (m/s);

  = instante de tempo (s);

  = aceleração (m/s²).

 
Função Horária da Posição
Fornece a posição em que o corpo (em M.U.V.) se encontra para um dado instante de tempo qualquer.
ACELERAÇÃO DEVE SER CONSTANTE! É expressa:

Onde:

  = posição final (m);

  = posição inicial (m);

  = velocidade inicial (m/s);

    = instante de tempo (s);

    = aceleração (m/s²).

Exemplos
1) Um veículo parte do repouso em movimento retilíneo e acelera com aceleração escalar constante e igual a
2,0 m/s2.Qual é a sua velocidade escalar após 3,0 segundos?
a = 2,0 m/s2
t=3s
v0 = 0 (pois o veículo parte do repouso)
Utilizamos a equação v = v0 + at:
v=0+2.3
v = 6 m/s

2) A função horária da posição de um ponto material, dada em unidades do Sistema Internacional, que se
move com aceleração constante é fornecida a seguir:

S = 15 + 10.t + 2.t²
Sua velocidade inicial, posição inicial e aceleração são respectivamente iguais a:

a) S0 = 2 m, v0 = 15 m/s e a = 10 m/s2


b) S0 = 10 m, v0 = 15 m/s e a = 2 m/s2
c) S0 = 15 km, v0 = 10 km/h e a = 2 m/s2
d) S0 = 15 m, v0 = 10 m/s e a= 4 m/s2
e) S0 = 4 m, v0 = 10 m/s e a= 15 m/s2

Sua posição inicial é de 15 m, sua velocidade inicial é de 10 m/s, e sua aceleração deve ser de 4 m/s²,
pois, na equação acima, a aceleração vem dividida por um fator 2.

3) Um motorista dirige seu carro a uma velocidade de 108 km/h quando avista a placa de pare. Ao acionar
os freios, ocorre uma desaceleração constante, e o carro leva um tempo de 3,0 s até parar completamente. A
distância percorrida pelo automóvel até a frenagem total é de:

a) 45,0 m

b) 15,0 m
c) 300,0 m

d) 324,0 m

e) 36,0 m

Sabemos que o deslocamento de um móvel com aceleração constante é determinado por:

De acordo com os dados fornecidos pelo enunciado, a velocidade inicial do carro é de 108 km/h. Esse valor
deve ser expresso em unidades do Sistema Internacional, sendo necessária a sua conversão para km/h. Dessa
forma, divide-se esse valor pelo fator 3,6, resultando em 30 m/s. Para calcular o deslocamento do carro,
entretanto, é necessário saber o valor de sua aceleração (nesse caso, uma desaceleração.). Para tanto,
utilizamos a definição de aceleração média:

Com isso, a aceleração sofrida pelo automóvel tem valor igual a:

Seu deslocamento será, portanto:

Logo, o carro sofrerá um deslocamento de 45 m antes de parar por completo.