Você está na página 1de 1

(*no desde luego), pronominalização (“Me lo ha explicado; sin embargo/*así no lo entiendo”14),

interrogação parcial (“–¿Cómo defendió su postura?” “*–Además.” 15 ), focalização (“*Era sin


embargo como este problema tenía una sencilla solución.”16) ou realce através de perífrase de
relativo;

– Possuem uma certa variabilidade distribucional; embora surjam, tendencialmente, em


posição inicial, alguns deles admitem, em certas circunstâncias, as posições medial e final;

– Muitas vezes, são delimitados por pausas anterior e/ou posterior (no modo escrito, por
vírgulas), constituindo grupos entoacionais independentes;

– Por vezes, sobretudo na conversação, podem formar um enunciado autónomo;

– São unidades polifuncionais, com grande versatilidade expressiva.

Devido à grande heterogeneidade dos elementos que possam ser incluídos na classe dos
marcadores do discurso, formularam-se diversas propostas de classificação para estas unidades,
que refletem diferentes opções do ponto de vista metodológico, e que, em comum, possuem a
característica da não exaustividade (ainda que alguns inventários sejam consideravelmente
extensos). M.ª Antonia Martín Zorraquino (2005) distingue dois princípios gerais de classificação.
Por um lado, seguindo uma perspetiva onomasiológica, a classificação dos marcadores é efetuada
em função do estabelecimento de relações pragmáticas, relacionadas com atos de fala ou
operações ilocutórias, como a explicação, a refutação, a correção, a dúvida, a ênfase. Em Casado
Velarde (1993, 2008 [1998]), trabalhos enquadrados na Linguística Textual e que, por
conseguinte, se interessam por aspetos como a coerência e a coesão de um texto, apresenta-se um
conjunto numeroso de marcadores textuais – unidades orientadas para a construção e organização
do texto – distribuídos pelos respetivos atos verbais ou funções textuais (Anexo 1 – A). Nesta
proposta, o mesmo marcador pode integrar vários grupos, já que, dependendo do contexto, pode
desempenhar diferentes funções textuais. Adicionalmente, não se definem claramente certas
funções textuais, como “afirmación” e “asentimiento” ou “explicación” e “reformulación”. Assim,
uma lista desta natureza, não obstante a sua utilidade, nomeadamente no ensino da língua materna
ou das línguas estrangeiras, não constitui uma verdadeira classificação. Uma segunda perspetiva,

14
Exemplo baseado em Llamas Saíz (2010:195).
15
Exemplo de Llamas Saíz (2010:196).
16 Exemplo de Llamas Saíz (2010:192).

25