Você está na página 1de 12

ESCOLA:

PROVA TIPO EXAME – FÍSICA E QUÍMICA A

10.º e 11.º Ano de Escolaridade

DURAÇÃO DO TESTE: 120 minutos

DATA:

VERSÃO 1

Indique de forma legível a versão da prova.

Utilize apenas caneta ou esferográfica de tinta indelével, azul ou preta.

É permitida a utilização de régua, esquadro, transferidor e calculadora gráfica.

Não é permitido o uso de corretor. Deve riscar aquilo que pretende que não seja
classificado.

Para cada resposta, identifique o grupo e o item.

Apresente as suas respostas de forma legível.

Apresente apenas uma resposta para cada item.

As cotações dos itens encontram-se no final do enunciado do teste.

É permitido o uso da tabela de constantes, do formulário e da tabela periódica.

Nas respostas aos itens de escolha múltipla, selecione a opção correta. Escreva, na folha de
respostas, o número do item e a letra que identifica a opção escolhida.

Nas respostas aos itens em que é pedida a apresentação de todas as etapas de resolução,
explicite todos os cálculos efetuados e apresente todas as justificações ou conclusões
solicitadas.

Utilize unicamente valores numéricos das grandezas referidas no teste (no enunciado dos
itens) ou na tabela de constantes e na tabela periódica.
Física e Química A 10.º e 11.º

Grupo I

1. Leia atentamente o seguinte texto:


O vento arrastou a nuvem poluente de dióxido de enxofre (SO 2) provocada pelo
incêndio que no dia 14 de fevereiro de 2017 devastou dois armazéns com enxofre na
zona de Setúbal, causando um grande impacto na região de Vila Franca de Xira e
Alverca. A estação de medição de poluição atmosférica registou um pico daquele gás
nocivo durante a manhã, com 400 g / m3 de ar numa hora quando o valor habitual é
1 – 2 g / m3 de ar numa hora.
Adaptado de “Acidente industrial em Setúbal causou pico de poluição em Alverca”, DN 15 de fevereiro de 2017

1.1. A expressão que permite determinar a concentração de dióxido de enxofre no ar,


em condições PTN, registada durante o pico expressa em ppmV é…
(A) ppm

(B) ppm

(C) ppm

(D) ppm

1.2. Atendendo às suas posições na Tabela Periódica, compare o raio atómico do


enxofre com o raio atómico do oxigénio.

1.3. A partir da configuração eletrónica do oxigénio, indique o número de eletrões


desemparelhados nos átomos desse elemento.

2. O dióxido de enxofre é um dos poluentes atmosféricos mais comuns sendo


proveniente tanto de fontes antropogénicas quanto de fontes naturais.
Uma vez emitido, o SO2 pode reagir com vários oxidantes presentes na atmosfera
formando uma solução aquosa de ácido sulfúrico, um dos ácidos fortes responsáveis
pela chuva ácida.
Uma das reações possíveis de oxidação do SO2, estudada em laboratório, é a reação
catalisada por metais na presença de oxigénio que pode ser descrita pela seguinte
equação química:

2 SO2(g) + O2(g) 2 SO3(g) H =  198 kJ

2.1. A energia da ligação enxofre – oxigénio na molécula de SO2 é 397 kJ mol1 e a


energia da ligação enxofre – oxigénio na molécula de SO3 é 381 kJ mol1.

2.1.1. Determine a energia de ligação da molécula de oxigénio.

2
Física e Química A 10.º e 11.º

2.1.2. A ligação enxofre – oxigénio na molécula de SO2 apresenta __________


comprimento e __________ ordem de ligação que a ligação enxofre – oxigénio na
molécula de SO3.
(A) …menor …menor
(B) …menor …maior
(C) …maior …maior
(D) …maior …menor

2.2. Na reação de oxidação do SO2, a variação do número de oxidação do enxofre é


__________ havendo uma transferência de eletrões do __________.
(A) …2 …oxigénio para o enxofre
(B) …2 …enxofre para o oxigénio
(C) …+2 …oxigénio para o enxofre
(D) …+2 …enxofre para o oxigénio

2.3. A produção de ácido sulfúrico pelo processo de contacto também envolve, numa
segunda etapa, a oxidação do SO2.
Além do recurso a catalisadores metálicos que aceleram a reação, esta etapa
desenvolve-se a cerca de 430 ºC e à pressão de 5 atm de modo a otimizar o
rendimento.
Justifique a utilização dessas condições e não outras.

3
Física e Química A 10.º e 11.º

Grupo II

A Aspirina é o nome comercial para o composto ácido acetilsalicílico, utilizado como


anti-inflamatório, antipirético e analgésico. É indicado para o alívio de dores de
intensidade leve ou moderada como dor de cabeça, dor de dentes, dor de garganta,
dor muscular, dor nas articulações, dor nas costas e no alívio sintomático da febre.
A síntese do ácido acetilsalicílico consiste numa reação de esterificação do grupo –OH
do ácido salicílico com o anidrido acético, usando o ácido sulfúrico como catalisador da
reação.

Visto que o ácido acetilsalicílico é um ácido fraco (Ka = 3,16  104, a 25 ºC), ele sofre
ionização parcial em meio aquoso de acordo com a seguinte equação química:

Apenas a forma não ionizada do fármaco tem tendência a atravessar a membrana do


estômago, acelerando a difusão do fármaco para o sangue.

1. Qual é a expressão que traduz a constante de acidez da reação de ionização do


ácido acetilsalicílico?
(A)

(B)

(C)

(D)

4
Física e Química A 10.º e 11.º

2. Enquanto o pH do estômago é cerca de 1,5, o pH na corrente sanguínea (plasma)


é 7,4.

2.1. A razão entre a concentração de anião acetisalicilato e a concentração do ácido


acetilsalicílico no estômago, a 25 ºC, é…
(A)

(B)

(C)

(D)

2.2. A ionização do ácido acetilsalicílico é __________ extensa no estômago do que


na corrente sanguínea pois a __________ concentração de catiões H 3O+ no estômago
desloca o equilíbrio no sentido __________.
(A) …mais …maior …direto
(B) …mais …menor …direto
(C) …menos …menor …inverso
(D) …menos …maior …inverso

3. O Ibuprofeno, nome que deriva das iniciais do ácido isobutilfenilpropanoico


(Ka = 3,98  105, a 25 ºC), é também um anti-inflamatório com propriedades
analgésicas e antipiréticas utilizado para o tratamento da dor, febre e inflamação.
Atendendo aos valores da constante de acidez, pode concluir-se que o ácido
acetilsalicílico (aspirina) é um ácido mais __________ do que o ácido
isobutilfenilpropanoico (ibuprofeno) e, por isso, ioniza-se em __________ extensão.
(A) …fraco …maior
(B) …fraco …menor
(C) …forte …maior
(D) …forte …menor

4. Durante a síntese laboratorial da aspirina, fez-se reagir 1,30 g de ácido salicílico


com excesso de anidrido acético. Quando a reação terminou, separou-se o produto
pretendido, tendo-se obtido 1,23 g de aspirina.
Determine o rendimento da reação.
Apresente todas as etapas de resolução.

5
Física e Química A 10.º e 11.º

Grupo III

Em 1986 a antiga linha ferroviária que unia as cidades de Guimarães e Fafe foi
desativada, sendo mais tarde transformada em Ecopista. Este percurso proporciona
uma pista de cicloturismo contínua, fácil, segura e agradável de percorrer, com uma
extensão total superior a 15 km.
Um ciclista, cuja massa do conjunto ciclista + bicicleta é 90,0 kg, realizou o percurso de
ida e volta da Ecopista Guimarães – Fafe iniciando o percurso em Guimarães. As
figuras seguintes mostram o percurso e o respetivo gráfico de altimetria.

Já no final do percurso, próximo de Guimarães, o ciclista atinge um troço horizontal da


pista com velocidade de módulo 5,0 km h1 e pedala de modo a manter essa
velocidade durante 850 m até iniciar a descida numa rampa com 4% de inclinação.
Durante a descida deixa de pedalar e aplica uma força de travagem constante que lhe
permite adquirir uma velocidade de módulo 5,4 km h1 depois de percorrer 1,3 km na
rampa.
Considere que o conjunto ciclista + bicicleta pode ser representado pelo seu centro de
massa.

1. Entre Guimarães e Fafe o trabalho realizado pelo peso do conjunto


ciclista + bicicleta é __________ e __________ variação da energia potencial gravítica.
(A) …positivo …igual à
(B) …positivo …simétrico da
(C) …negativo … igual à
(D) …negativo …simétrico da

2. Qual é a relação entre o trabalho realizado pela força aplicada pelo ciclista e o
trabalho realizado pela força de atrito no percurso horizontal?

3. Determine a energia dissipada durante a descida na rampa.


Apresente todas as etapas de resolução.

6
Física e Química A 10.º e 11.º

Grupo IV

Em janeiro de 2017, o Presidente da Direção da APREN (Associação Portuguesa de


Energias Renováveis), fazendo um balanço do consumo de eletricidade em Portugal,
salientou três acontecimentos importantes que tiveram lugar durante 2016. O primeiro
refere-se ao que se sucedeu entre 7 e 11 de maio: durante 107 horas consecutivas, a
produção de eletricidade a partir de fontes renováveis excedeu o consumo dessa
mesma eletricidade em Portugal continental. O segundo foi o facto de, ao longo de
2016, a produção renovável ter excedido o consumo durante 1130 horas. O terceiro foi
que a produção das centrais renováveis atingiu 32,2 TW h, o valor mais elevado de
sempre, e que representou 64% do consumo.
Adaptado de http://www.ambienteonline.pt, O balanço da eletricidade renovável em 2016, 9 de janeiro de 2017

1. A potência média, em unidades do SI, desenvolvida pelas centrais renováveis


durante o ano de 2016 pode ser determinada pela expressão…
(A) W

(B) W

(C) W

(D) W

2. O Sol representa uma fonte limpa e inesgotável de energia para o nosso planeta.
No entanto, a energia solar fotovoltaica contribuiu apenas 1,5% para a produção das
centrais renováveis em 2016. Um dos problemas é que os painéis solares têm um
rendimento de apenas 25%, apesar de este valor ter vindo a aumentar ao longo dos
anos.
Além da geração fotovoltaica de energia elétrica, a energia solar também pode ser
aproveitada para aquecimento de água.

2.1. Pretende-se instalar painéis fotovoltaicos numa habitação com uma utilização
média de 1125 W. Supondo que, nessa localidade, a potência média da radiação solar
que incide na superfície terrestre por cada metro quadrado é 350 W, determine a área
de painéis fotovoltaicos necessária.

7
Física e Química A 10.º e 11.º

2.2. Um sistema básico de aquecimento de água para consumo doméstico por energia
solar é composto por coletores solares e um reservatório térmico, como esquematizado
na figura seguinte.

A água circula naturalmente entre os coletores e o reservatório.


Como se processa o mecanismo de transferência de energia como calor que permite
explicar esse movimento natural da água.

2.3. A energia solar também pode ser usada para produzir indiretamente energia
elétrica a partir do aquecimento da água. Numa central termossolar são instalados
coletores solares parabólicos que, atingindo temperaturas superiores, permitem
vaporizar a água contida numa caldeira. É o vapor a alta pressão que movimenta uma
turbina acoplada a um gerador de energia elétrica.
Determine a energia térmica necessária para vaporizar 1 m3 de água a 20,0 ºC.
Considere a massa volúmica da água 1,000 g cm3 e a variação da entalpia de
vaporização da água 2,26  106 J kg1.
Apresente todas as etapas de resolução.

8
Física e Química A 10.º e 11.º

Grupo V

Portugal venceu o Festival Eurovisão da Canção 2017 com a música “Amar pelos dois”,
interpretada pelo cantor Salvador Sobral e escrita e composta pela irmã Luísa Sobral,
com 758 pontos, a pontuação mais alta de sempre.
Um dos instrumentos que acompanhava o cantor era o violino, um instrumento musical
de cordas cujo som é geralmente produzido pela fricção das cerdas de um arco de
madeira sobre as cordas.
A figura seguinte representa o estado de propagação de uma onda, na corda, em dois
instantes diferentes. A linha a cheio representa a onda no instante 0,0 s e a linha a
tracejado 2,5  103 s depois.

1. Qual é o comprimento de onda da onda que se propaga na corda?

2. Determine a frequência da onda sonora produzida a partir da velocidade de


propagação da onda na corda.

3. A figura seguinte mostra o espetro do som emitido por uma nota musical do violino,
onde é possível visualizar a frequência das ondas que compõem o som.

3.1. O som emitido pelo violino é um som __________ que se propaga no ar como
uma onda __________.
(A) …complexo …transversal
(B) …complexo …longitudinal
(C) …puro …longitudinal
(D) …puro …transversal

9
Física e Química A 10.º e 11.º

3.2. O sinal harmónico A pode ser descrito pela função…


(A) y = 3,0 sen (400  t) (SI)
(B) y = 3,0 sen (0,01  t) (SI)
(C) y = 3,0  102 sen (400  t) (SI)
(D) y = 3,0  102 sen (0,01  t) (SI)

Grupo VI
Numa aula laboratorial de Física, um grupo de alunos pretendia estudar o movimento
de um carrinho de atrito reduzido, com 0,950 kg, ao longo de uma calha horizontal. Na
figura, que não está à escala, encontra-se representada uma montagem semelhante à
utilizada pelos alunos.

O carrinho, com uma tira opaca estreita de comprimento ℓ, percorre a calha horizontal
ligado por um fio a um corpo suspenso de massa 0,400 kg, que cai na vertical. O fio
apresenta um comprimento tal que permite que o corpo suspenso embata no solo
antes de o carrinho chegar ao fim da calha.
Os alunos registaram o tempo de passagem do carrinho na célula fotoelétrica, t, em
diferentes pontos do percurso, assim como o tempo total decorrido entre o momento
em que o carrinho é largado pelo eletroíman, até à passagem pela célula fotoelétrica,
ttotal.
Após a recolha dos dados determinaram o valor da velocidade do carrinho ao
atravessar a célula fotoelétrica, em várias posições, e construíram o gráfico da
velocidade em função do tempo.
Considere que o carrinho pode ser representado pelo seu centro de massa.

1. Para medir o comprimento, ℓ, da tira opaca estreita utilizou-se uma régua com uma
escala cuja menor divisão é 1 mm. Qual é a incerteza de leitura associada à medição
do comprimento em unidades do SI?

10
Física e Química A 10.º e 11.º

2. Considerando tsolo o instante em que o corpo suspenso embate no solo, qual é o


gráfico da velocidade em função do tempo que traduz o movimento do carrinho ao
longo da calha?

(A) (C)

(B) (D)

3. Num dos ensaios realizados, o carrinho percorreu 0,600 m até a tira opaca passar
pela célula fotoelétrica tendo-se registado um t de 0,070 s.
Determine a intensidade da resultante das forças que atuaram no carrinho.
Apresente todas as etapas de resolução.

11
Física e Química A 10.º e 11.º

Cotações

GRUPO I GRUPO IV
1.1................................ 5pontos 1. ................................. 5 pontos
1.2..............................10 pontos 2.1. ............................ 10 pontos
1.3............................... 5 pontos 2.2. ............................ 15 pontos
2.1.1...........................10 pontos 2.3. ............................ 10 pontos
2.1.2............................ 5 pontos -----------------
2.2............................... 5 pontos 40 pontos
2.3..............................15 pontos
----------------- GRUPO V
55 pontos 1. ................................. 5 pontos
2. ............................... 10 pontos
GRUPO II 3.1. .............................. 5 pontos
1.................................. 5 pontos 3.2. .............................. 5 pontos
2.1............................... 5 pontos -----------------
2.2............................... 5 pontos 25 pontos
3.................................. 5 pontos
4.................................15 pontos GRUPO VI
----------------- 1. ................................. 5 pontos
35 pontos 2. ................................. 5 pontos
3. ............................... 15 pontos
GRUPO III -----------------
1.................................. 5 pontos 25 pontos
2.................................. 5 pontos
3.................................10 pontos ------------------
----------------- Total 200 pontos
20 pontos

12