Você está na página 1de 17

MEDIDAS PARA A

APREVENÇÃO DE

DOENÇAS TRASMITIDAS

POR ALIMENTOS (DTAS)

NAS FEIRAS LIVRES


Olá!
Você sabia que a manipulação
correta das frutas e hortaliças
pode evitar que alguém se
contamine com
microorganismos e fique
doente?
Neste material você vai
encontrar muitas informações
importantes e dicas para a
prevenção de Doenças
Transmitidas Por Alimentos
(DTAs).
Boa leitura!
O que são
MICROORGANISMOS?

Os microrganismos são seres


invisíveis a olho nu e, por não
conseguirmos enxergá-los, não
sabemos em que quantidade eles
estão presentes nos alimentos.
Por serem muito pequenos,
somente conseguimos enxergá-
los com o auxílio de um
microscópio que aumenta seu
tamanho de 400 a 1000 vezes,
ou ainda, quando estão
agrupados na forma de colônias
(grande número de
microrganismos juntos), sem o
auxílio desse equipamento.
O que são DTAs?
As doenças transmitidas por alimentos
(DTAs) são provocadas pelo consumo de
alimentos contaminados por
microorganismos.
SINTOMAS

OS SINTOMAS MAIS COMUNS DE DTAS


SÃO VÔMITOS E DIARRÉIAS PODENDO
TAMBÉM APRESENTAR DORES
ABDOMINAIS, DOR DE CABEÇA, FEBRE,
ALTERAÇÃO DA VISÃO, OLHOS INCHADOS,
DENTRE OUTROS. PARA ADULTOS SADIOS,
A MAIORIA DAS DTAS DURA POUCOS
DIAS E NÃO DEIXA SEQÜELAS; PARA AS
CRIANÇAS, AS GRÁVIDAS, OS IDOSOS E
AS PESSOAS DOENTES, AS
CONSEQÜÊNCIAS PODEM SER MAIS
GRAVES, INCLUSIVE LEVAR À MORTE.
O que é contaminação?
Presença de substâncias ou
agentes estranhos, de origem
biológica, química ou física que
sejam considerados nocivos ou
não para a saúde humana..
A maioria das DTAs está
associada à contaminação de
alimentos por microorganismos
prejudiciais à saúde.
COMO OCORRE A CONTAMINAÇÃO
DOS ALIMENTOS?

A CONTAMINAÇÃO DOS ALIMENTOS


PODE OCORRER DURANTE O
PREPARO, ARMAZENAMENTO OU
MANIPULAÇÃO, QUANDO
REALIZADOS DE MANEIRA
INAPROPRIADA. .
As frutas e hortaliças devem se

apresentar:

Firmes, intactas e bem


desenvolvidas;
Sem traços de descoloração e
com aroma próprio;
Sem ressecamentos,
queimaduras e perfuração ou
corte;
Não estar suja de terra e nem
conter corpos estranhos
aderentes à superfície
externa;
Livres de resíduos,
fertilizantes, bolor ou
mucosidade.
COMO CONTROLAR A
CONTAMINAÇÃO DOS
ALIMENTOS NAS FEIRAS?

BOAS PRÁTICAS SÃO REGRAS QUE, QUANDO

PRATICADAS, AJUDAM A REDUZIR E EVITAR ESSES

PERIGOS.

V IRA M
JÁ OU AS
DE BO
R
ASSIM, EXISTEM REGRAS PARA:

A
FAL TICAS?
PRÁ
• HIGIENE PESSOAL;

• COMPORTAMENTO NO AMBIENTE DE TRABALHO;

• ESTRUTURA FÍSICA, EQUIPAMENTOS E UTENSÍLIOS;

• HIGIENIZAÇÃO AMBIENTAL;

• MANUTENÇÃO DE ALIMENTOS;

• TRANSPORTE E DISTRIBUIÇÃO DE ALIMENTOS.


HIGIENE PESSOAL

Higiene das mãos: deve ser feita sempre


antes de manipular ou servir alimentos.
Muitas vezes, as contaminações ocorrem
através das mãos dos manipuladores.
HIGIENE PESSOAL

HIGIENE CORPORAL
EO
UNIFORME?
DEVE SER CONSTITUÍDO POR TOUCA, BLUSA,

CALÇAS, CALÇADO APROPRIADO E AVENTAL;

DEVE SER DE COR CLARA, CONFORTÁVEL E

ADEQUADO À TAREFA A DESEMPENHAR;

DEVE SER DE USO EXCLUSIVO AO LOCAL DE

TRABALHO;

DEVE SER DE MATERIAL RESISTENTE A

LAVAGENS FREQÜENTES.

NÃO USAR, NO LOCAL DE TRABALHO,

BRINCOS, PULSEIRAS E OUTROS.


O QUE NÃO
SE DEVE
FAZER:
COMPORTAMENTO NO AMBIENTE DE TRABALHO

1- FALAR, TOSSIR OU ESPIRRAR SOBRE OS

ALIMENTOS.

2- COLOCAR O DEDO NO NARIZ, NA ORELHA OU NA

BOCA.

3- ASSOAR O NARIZ.

4- CUSPIR NO CHÃO DO LOCAL DE TRABALHO.

5- MASCAR CHICLETES, PALITOS E ETC.

6- IR TRABALHAR COM LESÕES DE PELE E OUTROS

SINTOMAS QUE COMPROMETAM A QUALIDADE DO

PRODUTO (GRIPE, DIARRÉIA, ETC)

PROIBIDO
FUMAR
7- NÃO MANUSEAR DINHEIRO

8- POSSUIR DISPOSITIVO LEGAL PARA PEGAR

ALIMENTOS , NÃO TOCÁ-LOS DIRETAMENTE COM AS

MÃOS (TANTO O MANIPULAR COMO O

CONSUMIDOR).
Estrutura física,
equipamentos e
utensílios

• Local e/ou dispositivos para lavar as mãos;


• Cobertura das barracas, carrinhos ou engates (trailers) devem estar em
bom estado de conservação e devidamente limpos;
• Maquinários e utensílios higienizados e em bom estado de conservação
(manipulação, acondicionamento e transporte de alimentos);
• Local exclusivo para armazenar embalagens em perfeitas condições;
• Lixeira com tampa e acionamento por pedal dotado de saco plástico;
• Mesas de manipulação em bom estado de conservação, constituída de
material liso, resistente e impermeável;
• Equipamentos para conservar a temperatura “ideal” dos produtos
alimentícios ( freezer, geladeira, estufa).
HIGIENIZAÇÃO AMBIENTAL

O AMBIENTE DEVE SE MANTER LIMPO E LIVRE DE


.
QUALQUER TIPO DE CONTAMINAÇÃO, BUSCANDO

PROTEGER À SAÚDE DA POPULAÇÃO, APERFEIÇOAR O

CONTROLE SANITÁRIO E PROPORCIONAR MELHORIA DAS

CONDIÇÕES HIGIÊNICO-SANITÁRIAS DOS ALIMENTOS

COMERCIALIZADOS

MANUTENÇÃO DE ALIMENTOS

SEPARAR ADEQUADAMENTE CADA TIPO DE PRODUTO;

PROTEGER OS ALIMENTOS DE RAIOS SOLARES;

NÃO MISTURAR ALIMENTOS ESTRAGADOS COM BONS;

NÃO ENROLAR ALIMENTOS EM JORNAL;

NÃO COLOCAR NENHUM ALIMENTO NO CHÃO;

AS EMBALAGENS PLÁSTICAS DEVEM SER BRANCAS,

TRANSPARENTES PARA PERECÍVEIS.

TRANSPORTE E DISTRIBUIÇÃO

DE ALIMENTOS

VEÍCULOS QUE TRANSPORTAM ALIMENTOS

REFRIGERADOS OU CONGELADOS DEVEM

POSSUIR INSTRUMENTO DE CONTROLE PARA

VERIFICAR A UMIDADE E A TEMPERATURA

ADEQUADAS
QUAL O PAPEL DA VIGILÂNCIA SANITÁRIA

MUNICIPAL?

A VIGILÂNCIA SANITÁRIA (VISA) É RESPONSÁVEL

POR PROMOVER E PROTEGER A SAÚDE E PREVENIR A

DOENÇA POR MEIO DE ESTRATÉGIAS E AÇÕES DE

EDUCAÇÃO E FISCALIZAÇÃO.

SE O ESTABELECIMENTO TIVER SINAIS DE MÁS

CONDIÇÕES DE HIGIENE E LIMPEZA, DEVE-SE CHAMAR

A VIGILÂNCIA SANITÁRIA DO MUNICÍPIO.


REFERÊNCIAS