Você está na página 1de 5

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO

Fundação Instituída nos termos da Lei nº 5.152, de 21/10/1966 – São Luís - Maranhão.

Centro de Ciências Exatas e Tecnologia


Departamento de Tecnologia Química
Lista de exercícios Balanço de Massa sem reação - 2020

Profa. Kátia de La Salles

1) 100 mol/h de uma mistura líquida que contêm 30 % molar de benzeno (B), 25 % de tolueno
(T) e o resto de xileno (X) alimenta uma coluna de destilação. O produto de fundo, da coluna de
destilação, contém 98 % molar de xileno e nenhum benzeno, e 96% do xileno na alimentação são
recuperados nesta corrente. O produto de topo alimenta uma segunda coluna. O produto de topo da
segunda coluna contém 95% do benzeno contido na alimentação desta coluna. A composição desta
corrente é 92% molar de benzeno e o resto de tolueno.

Calcule:
a) As percentagens do benzeno e tolueno do produto de topo da primeira coluna;
b) As vazões das correntes do produto de fundo da primeira e segunda coluna;
c) A percentagem de benzeno e tolueno que saem no produto de fundo da segunda coluna.

2. A alimentação de uma coluna de destilação é uma mistura líquida 45% molar de pentano e
55% molar de hexano. A corrente de vapor que sai no topo da coluna, que contém 98% molar de
pentano e o resto de hexano, vai para um condensador total (no qual todo o vapor é condensado).
Metade do líquido condensado retorna ao topo da coluna como refluxo e o resto é retirado como
produto de topo (destilado), com vazão de 85 kmol/h. O destilado contém 95% do pentano fornecido à
coluna. A corrente líquida que sai pelo fundo da coluna passa a um refervedor. Parte desta corrente é
vaporizada; o vapor é reciclado para o fundo da coluna como boilup, e o líquido residual é retirado
como produto de fundo. Calcule :
a) as vazões molar da corrente de alimentação e da corrente do produto de fundo;
b) a composição da corrente de produto de fundo.

3. Acetona é usada na fabricação de muitos produtos químicos e também como solvente.


Neste último caso, muitas restrições são colocadas na liberação do vapor de acetona para o meio
ambiente. Sendo assim, projetoe um sistema de recuperação de acetona, tendo o fluxograma ilustrado
na figura abaixo. Todas as concentrações de gases e líquidos, aí mostradas, são específicas em
UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO
Fundação Instituída nos termos da Lei nº 5.152, de 21/10/1966 – São Luís - Maranhão.

Centro de Ciências Exatas e Tecnologia


Departamento de Tecnologia Química
percentagem em peso. Calcule A, F, W e B e D em quilogramas por hora, sabendo que G = 1400 kg/h.
(Himmlblau 8°ed.)

Resposta: A= 1336,7kg/h; F = 221,05 kg/h; W=157,7kg/h; D= 34,91kg/h; B=186,1kg/h

3. Um fluxograma simplificado para a fabricação de açúcar é apresentado na figura


abaixo. A cana de açúcar (D) é espremida em um moinho. O bagaço (F) resultante contém 80% em
massa de polpa. O xarope (E) contendo polpa, açúcar e água, é alimentado em uma peneira que
remove toda a polpa e produz xarope límpido (H), contendo 15% de açúcar e 85% de água. Da
peneira, resulta uma corrente de rejeito (G), contendo 95% de polpa, água e açúcar. O evaporador
prepara um xarope “pesado” (K) e o cristalizador produz 1000lb/h de cristais de açúcar 100% puro
(M)
Obs: Assuma que a evaporação se processa sem arraste de sólidos.
a) Calcule a água removida no evaporador (corrente L), em libras/hora
b) Calcule a vazão da corrente de rejeito G;
c) Calcule taxa de alimentação da cana, em libras/hora; d) Do açúcar contido na cana, qual a
percentagem que é perdida no bagaço (isto é, a razão vazão de açúcar no bagaço vazão de açúcar na
cana)?

4. A figura abaixo mostra um processo de separação em três estágios. A razão de P 3/D3 é


3, a razão de P2/D2 é 1 e a razão A para B na corrente P 2 é de 4 para 1. Calcule a composição e o
percentual de cada componente na corrente E. (Himmlblau 8°ed.)
UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO
Fundação Instituída nos termos da Lei nº 5.152, de 21/10/1966 – São Luís - Maranhão.

Centro de Ciências Exatas e Tecnologia


Departamento de Tecnologia Química

Resposta: E = 10 Kg; XA=0,59; XB=0,41

5. Uma corrente contendo 5,15% em massa de cromo, Cr, faz parte dos dejetos de uma planta de
acabamento metalúrgico. A corrente de resíduo alimenta uma unidade de tratamento que remove 95%
do cromo na alimentação e o recicla de volta à planta. A corrente líquida residual que sai da unidade
de tratamento é enviada a uma lagoa de resíduos. A unidade de tratamento tem uma capacidade
máxima de 4500 kg de dejetos/h. Se os dejetos saem da planta com uma vazão maior do que a
capacidade de unidade de tratamento, o excesso (qualquer coisa acima de 4500kg/h) é desviado da
unidade se combina com o líquido residual que sai dela; a corrente combinada é então levada à lagoa.
Sabendo que m1 = 6000 kg/h, calcule m6 e a fração de cromo em m6. (Felder 4°ed.)
Resp. m6= 5779,8 kg/h e x6 = 0 0154

6. Para economizar energia, gases de exaustão de um forno são usados para secar arroz. O
fluxograma e os dados são mostrados na figura abaixo. Qual será a quantidade de gás reciclado (em lb
mols) por 100 lb de P, se a concentração de água no gás que entra no secador for 5,20%? (Himmlblau
8°ed.)

Resposta: R =3,37lb mol

7. O suco de laranja integral contém 12,0% em massa de sólidos, sendo o resto de água,
enquanto o suco de laranja concentrado contém 42,0% em massa de sólidos. Inicialmente, usava-se
um processo de evaporação simples para a concentração, mas os constituintes voláteis do suco
escapam com o vapor de água, deixando o concentrado sem gosto. O processo atual resolve o
problema desviando uma fração de suco integral do evaporador. O suco que entra no evaporador é
UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO
Fundação Instituída nos termos da Lei nº 5.152, de 21/10/1966 – São Luís - Maranhão.

Centro de Ciências Exatas e Tecnologia


Departamento de Tecnologia Química
concentrado até 58% de sólidos e o produto é depois misturado com o suco integraI desviado para
atingir a concentração de sólidos desejada. Calcule:
a) A quantidade de produto (concentrado 42%) produzido por cada 100 kg de suco integral que
alimentam o processo; Resp. 28,6 kg de produto
b) A fração da alimentação que é desviada do evaporador. Resp. 0,095

8. Na produção de óleo de soja, grãos de soja contendo 13,0% em massa de óleo e 87,0%
de sólidos são moídos e vertidos em um tanque agitado (o extrator), junto com uma corrente reciclada
de n-hexano líquido. A razão de alimentação é de 3 kg de hexano/kg de grãos moídos. Os grãos
moídos são suspensos no líquido, e praticamente todo o óleo nos grãos é extraído pelo hexano. O
efluente do extrator passa para um filtro. A torta de filtro contém 75,0% em massa de sólidos e o resto
é óleo e hexano, na mesma razão com que saem do extrator. A torta de filtro é descartada e o filtrado
líquido é vertido em um evaporador, no qual o hexano é vaporizado e o óleo permanece como líquido.
O óleo é armazenado em tambores e comercializado. O vapor de hexano é subsequentemente esfriado
e condensado, e o hexano líquido é reciclado para o extrator. (Felder 4°ed)

Calcule:
a) O rendimento de óleo de soja (kg óleo/kg grãos fornecidos) Resp. 0,118
b) A alimentação virgem de hexano requerida (kgC 6H14 /kg grãos fornecidos) Resp. 0,28
c) A razão do reciclo para alimentação virgem (kg hexano reciclado/kg alimentação virgem).
Resp. 9,71 kg

9. 4.500 kg/h de uma solução de K2CrO4 de 33,33 % em massa une-se a uma corrente de
reciclagem contendo 36,4% de K 2CrO4, e esta corrente combinada alimenta um evaporador . A
corrente concentrada que deixa o evaporador contém 49,4% K 2CrO4; esta corrente é alimentada para
dentro um cristalizador, no qual é resfriada (causando a precipitação de cristais K 2CrO4 a) e depois é
filtrada. A torta de filtração é constituída por cristais K 2CrO4 e uma solução que contém 36,4 % de
K2CrO4 em massa; os cristais constituem 95 % da massa total da torta de filtro . A solução que passa
através o filtro , também contendo 36,4 % K2CrO4, é a corrente de reciclo. (Felder, 4°ed.)
UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO
Fundação Instituída nos termos da Lei nº 5.152, de 21/10/1966 – São Luís - Maranhão.

Centro de Ciências Exatas e Tecnologia


Departamento de Tecnologia Química

Calcule:
a) A taxa de evaporação; Reps. 2950 kg H2O evaporada
b) A taxa de produção de K2CrO4 cristalino; Resp. 1470 Kg de cristais/h
c) As taxas de alimentação do evaporador e o cristalizador; Resp. 10150kg/h alimentados no
evaporador; 7200 kg/h alimentados ao cristalizador
d) A razão de reciclo (massa de reciclo/massa de alimentação virgem). Resp. 1,26
e) Suponha que o filtrado fosse descartado em vez de ser reciclado. Calcule a taxa de produção
dos cristais . Resp. 622Kg/h

10) A figura abaixo representa um diagrama do processo de lavagem de camisas usado


pelo serviço de lavanderia Enchente de Espuma Ltda. As camisas são mergulhadas em um tanque
agitado contendo whizzo, o Detergente Maravilhoso, e depois torcidas e enviadas a etapa de enxágue.
O whizzo sujo é enviado a um filtro no qual a maior parte da sujeira é removida. O detergente depois
de limpo é reciclado de volta e se junta com uma corrente de whizzo puro; esta corrente combinada
serve como alimentação para o tanque de lavagem. (Felder 4° ed.)

Dados:
 Cada 100 lbm de camisas sujas contém 2 lbm de sujeira;
 A lavagem remove 95% de sujeira;
 Para cada 100 lbm de camisas sujas, 25 lbm de whizzo saem junto com as camisas limpas, dos
quais 22 lbm são recuperadas ao torcer as camisas e enviados de volta ao tanque;
 O detergente que entra no tanque contem 97 % de whizzo, e o que entra no filtro contem 87%.
A sujeira molhada que sai do filtro contém 8 % de whizzo.

Calcule:
a) Quanto whizzo puro deve ser fornecido por cada 100 lbm de camisas sujas? Resp. 3,14lbm
whizzo
b) Qual é a composição da corrente de reciclo? Resp. 83,3% whizzo; 6,7% sujo