Você está na página 1de 4

Estações do Ano

Os globos terrestres que estão à venda nas


papelarias não estão inclinados à toa. De fato, a Terra
percorre sua órbita em torno do Sol inclinada cerca de
23° e disso resulta o fenômeno das estações.
Início das estações do ano de 2019 no hemisfério Sul,
Outono-20/ de mar21H59 (92,75) dias inverno -21/jun
15h55 (93,66 dias) Primavera – 23set/set 7h50 (89,85
dias ) Verão – 22/dez 4h19 ( 88,98dias )
Dados referentes ao fuso de Brasília (UTC - 3).
Acrescente 1 hora durante o horário de verão. Em
Portugal some 3 horas e troque o nome das estações
(outono por primavera, verão por inverno etc).

Fonte: Costa, J. R. V. Estações do ano. Astronomia no Zênite, dez 2000.


Disponível em: http://www.zenite.nu/estacoes-do-ano/

A União Astronômica Internacional em sua


Assembleia Geral de 24 de agosto de 2006 aprovou
resolução segundo a qual um planeta é um corpo celeste
que A) está em órbita ao redor do Sol; B) tem forma
determinada pelo equilíbrio hidrostático (arredondada)
resultante do fato de que sua força de gravidade supera
as forças de coesão dos materiais que o constituem; e C) é
um objeto de dimensão predominante entre os objetos que
se encontram em órbitas vizinhas. Dessa definição resulta
que o Sistema Solar possui oito planetas conhecidos:
Mercúrio, Venus, Terra, Marte, Júpiter, Saturno, Urano e
Netuno.
Fonte: Costa, J. R. V. Estações do ano. Astronomia no Zênite, dez 2000.
Disponível em: http://www.zenite.nu/estacoes-do-ano/

É por causa dessa inclinação que, durante um ano,


uma dada região da Terra não recebe a mesma
quantidade de irradiação solar. Isso interfere
sensivelmente no clima do planeta e dá origem as
estações. O início de cada estação é definido por dois
fenômenos astronômicos: o solstício (para o verão e o
inverno) e o equinócio (para a primavera e o outono).
Solstício vem do latim solstitium, e significa parada do
Sol. Equinócio vem das palavras latinas aqueus, igual, e
nox, noite, ou seja, duração do dia igual a noite.

Fonte: Costa, J. R. V. Estações do ano. Astronomia no Zênite, dez 2000.


Disponível em: http://www.zenite.nu/estacoes-do-ano/

Ciclo de tempo que retorna ao seu ponto de partida e


recomeça, indefinidamente. O ano planetário designa o
período de revolução de um planeta em torno do Sol, ou
de sua estrela central. Se determinado pelo movimento da
Lua em torno da Terra é chamado de ano lunar.

Fonte: Costa, J. R. V. Estações do ano. Astronomia no Zênite, dez 2000.


Disponível em: http://www.zenite.nu/estacoes-do-ano/
Entendendo as estaçõesPARA ENTENDER COMO
ACONTECEM AS ESTAÇÕES imagine que você está no
campo, longe da cidade, e todos os dias você observa o
Sol se pôr no horizonte. A primeira coisa que percebe é
que o Sol não está se pondo exatamente no Oeste, mas um
pouco ao lado.

Fonte: Costa, J. R. V. Estações do ano. Astronomia no Zênite, dez 2000.


Disponível em: http://www.zenite.nu/estacoes-do-ano/

A cada dia você constata que o pôr do Sol se dá num


local diferente e decide fazer uma marcação na cerca da
propriedade (figura ao lado). Você não muda o seu ponto
de observação, apenas faz marcas que coincidam com o
local em que ocorre o pôr do Sol. Após um ano, você
percebe que o Sol fez um movimento de vai e vem no
horizonte e três pontos têm maior interesse em suas
marcações na cerca (veja a figura ao lado). Em apenas
dois dias do ano o Sol se pôs precisamente no Oeste (e
nasceu exatamente no Leste). Você identificou os
equinócios. Há também dois pontos extremos, em que o
Sol atinge o seu maior afastamento do Oeste. Foram os
dias em que tiveram início o verão e o inverno. No dia em
que começou o verão o Sol estava mais ao Sul, e este foi
também o dia mais longo do ano. Quando o inverno
começou o Sol estava mais para o Norte e a noite foi a
mais longa de todo o ano. São os solstícios, quando o Sol
parece ter parado no horizonte. Se a experiência tivesse sido feita no
hemisfério Norte, a única diferença é que com o Sol mais ao Sul seria o
solstício do inverno, e não do verão. A mesma inversão ocorreria entre
primavera e outono.

Fonte: Costa, J. R. V. Estações do ano. Astronomia no Zênite, dez 2000.


Disponível em: http://www.zenite.nu/estacoes-do-ano/

A rigor, solstícios assinalam a ocasião em que a


declinação solar é máxima e isso corresponde ao “meio”
da estação, não o seu início. Raciocínio semelhante
também se aplica aos equinócios. O que normalmente se
observa é que o dia mais quente do ano acontece após o
solstício de verão e o dia mais frio após o solstício de
inverno. Mas, por convenção, o início das estações do ano
é associado aos solstícios e equinócios

Fonte: Costa, J. R. V. Estações do ano. Astronomia no Zênite, dez 2000.


Disponível em: http://www.zenite.nu/estacoes-do-ano/

Nomes: Thiago,Raphael,Carlos,Camila