Você está na página 1de 21

1.

O termo em destaque é um adjetivo desempenhando a função de

um nome em:

a) “O coitado está se queixando dela com toda a razão.”

b) “É uma palavra assustadora.”

c) “Num joguinho aceita -se até o cheque frio.”

d) “Ele é meu braço direito, doutor.”

e) “Entre ter um caso e um casinho a diferença, às vezes, é a tragédia passional.”

2. Assinale a alternativa errada quanto ao superlativo erudito.

a) amargo: amaríssimo; cruel: crudelíssimo

b) pobre: paupérrimo; livre: libérrimo

c) negro: negríssimo; doce: dulcíssimo

d) sagrado: sacratíssimo; feroz: ferocíssimo

e) magro: macérrimo; nobre: nobilíssimo

3. Indique a alternativa em que não é atribuída ideia de superlativo

ao adjetivo.

a) É uma ideia agradabilíssima.

b) Era um rapaz alto, alto, alto.

c) Saí de lá hipersatisfeito.

d) Almocei tremendamente bem.

e) É uma moça assustadoramente alta.

4. Assinale a frase em que o adjetivo está no grau superlativo

relativo de superioridade:

a) Estes operários são capacíssimos.

b) O quarto estava escuro como a noite!

c) Não sou menos digno que meus pais.

d) Aquela mulher é podre de rica!

e) Você foi o amigo mais sincero que eu tive.


5. Assinale o item em que houve erro na flexão do nome composto.

a) As touceiras verde -amarelas enfeitavam a campina.

b) Os guarda -roupas são de boa madeira.

c) Na fazenda, havia muitos tatu -bolas.

d) No jogo de contra -ataque, vence a melhor equipe física.

e) Os livros ibero -americanos são de fácil importação.

6. O plural de “terno azul -claro” e “terno verde -mar” é:

a) ternos azuis -claros; ternos verdes -mares

b) ternos azuis -claros; ternos verde -mares

c) ternos azul -claro; ternos verde -mar

d) ternos azul -claros; ternos verde -mar

e) ternos azuis -claros; ternos verde -mar

7. Há exemplo de adjetivo substantivado em:

a) “É de sonho e de pó”

b) “Minha mãe, solidão”

c) “O meu pai foi peão”

d) “Só queria mostrar”

e) “O destino de um só”

8. Aponte a alternativa incorreta quanto à correspondência entre a

locução e o adjetivo.

a) glacial (de gelo); ósseo (de osso)

b) fraternal (de irmão); argênteo (de prata)

c) farináceo (de farinha); pétreo (de pedra)

d) viperino (de vespa); ocular (de olho)

e) ebúrneo (de marfim); insípida (sem sabor)

9. Talvez seja bom que o proprietário do imóvel possa desconfiar de

que ele não seja tão imóvel assim. — As palavras destacadas são,
respectivamente,

a) substantivo e substantivo

b) substantivo e adjetivo

c) adjetivo e verbo

d) advérbio e adjetivo

e) adjetivo e advérbio

10. O item em que a locução adjetiva não corresponde ao adjetivo

dado é:

a) hibernal: de inverno

b) filatélico: de folha

c) discente: de aluno

d) docente: de professor

e) onírico: de sonho

11. Assinale a opção em que todos os adjetivos não se flexionam em

gênero.

a) delgado, móbil, forte

b) oval, preto, simples

c) feroz, exterior, enorme

d) brilhante, agradável, esbelto

e) imóvel, curto, superior

12. Procure e assinale a única alternativa em que há erro no

emprego do artigo.

a) Nem todas opiniões são valiosas.

b) Disse -me que conhece todo o Brasil.

c) Leu todos os dez romances do escritor.

d) Andou por todo o país.

e) Todas as cinco, menos uma, estão corretas.


13. Marque a alternativa do advérbio de intensidade.

a) Se eu tiver que ajudar -te, alegrar -me -ei.

b) Que importa a opinião deles?

c) O professor resolveu o que pediram.

d) Que feliz serei eu, se vieres.

e) Esperamos que os dias melhorem.

14. O adjetivo está empregado na função de advérbio em:

a) Acesa a luz, viu claro os gestos furtivos do animal.

b) A lamparina tornou claros os degraus da escada.

c) Reservou para o céu um azul bem claro.

d) Subitamente, um claro ofuscou -lhe a vista.

e) Não gostava de cores muito claras.

15. As relações expressas pelas preposições estão corretas na

sequência:

I. Saí com ela.

II. Ficaram sem um tostão.

III. Esconderam o lápis de Maria.

IV. Ela prefere viajar de navio.

V. Estudou para passar.

a) companhia, falta, posse, meio, fim

b) falta, companhia, posse, meio, fim

c) companhia, falta, posse, fim, meio

d) companhia, posse, falta, meio, fim

e) companhia, falta, meio, posse, fim

16. A frase em que o advérbio expressa simultaneamente ideias de

tempo e negação é:

a) Falei ontem com os embaixadores.


b) Não me pergunte as razões da minha atitude.

c) Eles sempre chegam atrasados.

d) Jamais acreditei que você viesse.

e) Agora seremos felizes.

17. “Fui até a porta. Abri-a e vi os que estavam esperando o

ônibus.” As palavras destacadas são, pela ordem:

a) artigo, preposição, pronome átono, artigo

b) preposição, pronome átono, artigo, preposição

c) preposição, pronome oblíquo, artigo, pronome demonstrativo

d) artigo, pronome átono, pronome demonstrativo, artigo

18. Embora todas as conjunções sejam aditivas, uma oração

apresenta ideia de adversidade.

a) Não achou os documentos e nem as fotocópias.

b) Queria estar atento à palestra e o sono chegou.

c) Não só aprecio Medicina como também Odontologia.

d) Escutei o réu e lhe dei razão.

e) Não só escutei o réu mas também lhe dei razão.

19. Assinale a alternativa em que a palavra como assume o valor de

conjunção subordinativa conformativa.

a) Como ele mesmo afirmou, viveu sempre tropeçando nos embrulhos da vida.

b) Como não tivesse condições necessárias para competir, participou, com muita

insegurança, das atividades esportivas.

c) As frustrações caminham rápido como as tempestades das matas devastadoras.

d) Indaguei-lhe apreensiva como papai tinha assumido aquela continua postura de

contemplação.

e) Como as leis eram taxativas naquele vilarejo, todos os moradores tentavam um

meio de obediência às normas morais.


20. A opção em que há um advérbio exprimindo circunstância de

tempo é:

a) Possivelmente viajarei para São Paulo.

b) Maria tinha aproximadamente 15 anos.

c) As tarefas foram executadas concomitantemente.

d) Os resultados chegaram demasiadamente atrasados.

21. Indique o item em que os numerais estão corretamente

empregados.

a) Ao papa Paulo Seis sucedeu João Paulo Primeiro.

b) Após o parágrafo nono, virá o parágrafo décimo.

c) Depois do capítulo sexto, li o capítulo décimo primeiro.

d) Antes do artigo dez vem o artigo nono.

e) O artigo vigésimo segundo foi revogado.

22. Os ordinais referentes aos números 80, 300, 700 e 90 são,

respectivamente:

a) octagésimo, trecentésimo, septingentésimo, nongentésimo

b) octogésimo, tricentésimo, septingentésimo, nonagésimo

c) octingentésimo, tricentésimo, septuagésimo, nonagésimo

d) octogésimo, tricentésimo, septuagésimo, nongentésimo

23. O candidato achava importante conhecer as ______ da cidade,

mas só as visitava acompanhado de seus ______ .

a) feiras -livres, guarda -costas.

b) feiras -livre, guarda -costas.

c) feira -livres, guardas -costas.

d) feiras -livres, guardas -costas.

e) feira -livres, guarda -costas.

24. Às ______ saem os ______ que orientam os ______ sobre o


assunto.

a) terça -feiras, jornalzinhos, cidadões.

b) terças -feiras, jornalsinhos, cidadãos.

c) terça -feiras, jornaisinhos, cidadãos.

d) terças -feiras, jornaizinhos, cidadões.

e) terças -feiras, jornaizinhos, cidadãos.

25. Os esportistas ______ vestiam blusões ______ .

a) campo -grandenses, verdes -escuros.

b) campos -grandenses, verdes -escuro.

c) campos -grandense, verde -escuros.

d) campo -grandenses, verde -escuros.

e) campos -grandense, verdes -escuros.

26. Esses ______ deverão ser divulgados pelos ______ em suas

respectivas seções.

a) decreto -lei, vice -diretores.

b) decretos -lei, vices -diretores.

c) decretos -leis, vice -diretores.

d) decretos -leis, vices -diretores.

e) decreto -leis, vice -diretores.

27. A expansão ______ dos países em desenvolvimento depende de

todo um complexo de medidas ______

a) econômico -financeira, sociopolíticas.

b) econômico -financeira, sócias -políticas.

c) econômica -financeira, sócio -políticas.

d) econômica -financeira, sócios -políticos.

e) econômico -financeira, sócios -políticas.

28. Só há substantivos femininos na opção:


a) omoplata, cal, alface, ordenança, apendicite.

b) grama (medida), ordenança, cal, sentinela, telefonema.

c) dó, cal, alface, moral (ânimo), lança -perfume.

d) faringe, ordenança, champanha, aguardente, cal.

e) champanha, aguardente, dinamite, dó, guaraná.

29. A sentença em que há um substantivo com o plural contrário à

norma gramatical é:

a) Entre os povos notam -se caracteres diversos.

b) Os jacarés são reptis perigosos.

c) ... e na infância, eram aqueles corres -corres e ganha -perde.

d) Encomendem -se mais dez caneta -tinteiros.

30. Observe as orações:

1. O carregador surdo -mudo olhou -nos com curiosidade e esboçou um sorriso.

2. Soube que o festival luso -brasileiro fora um sucesso.

3. Na toalha branco -marfim, a mancha de vinho espalhou -se rapidamente.

4. No cofre havia algumas medalhas de ouro amarradas a uma fita verde -clara.

Passando-se as palavras destacadas para o plural, a flexão dos adjetivos compostos será,

respectivamente:

a) surdo -mudo, luso -brasileiros, branco -marfim, verdes -claras.

b) surdos -mudos, luso -brasileiros, branco -marfim, verde -claras.

c) surdos -mudo, luso -brasileiros, brancas -marfim, verde -claras.

d) surdo -mudos, luso -brasileiros, branco -marfins, verde -clara.

e) surdos -mudos, luso -brasileiros, branco -marfim, verdes -claras.

31. Era para ______ falar ______ ontem, mas não ______

encontrei em parte alguma.

a) mim, consigo, o.

b) eu, com ele, lhe.


c) mim, consigo, lhe.

d) mim, contigo, te.

e) eu, com ele, o.

32. Este é encargo para ______ assumir sozinho, sem que se

repartam as responsabilidades entre ______

a) mim, eu e tu.

b) mim, mim e tu.

c) mim, mim e ti.

d) eu, eu e ti.

e) eu, mim e ti.

33. Indique o item que foge ao padrão formal, por se ter empregado

mim em lugar de eu.

a) Este livro é para mim ler.

b) Todos vieram até mim.

c) Perante mim ninguém falou.

d) Entre mim e você não há problema.

34. Assinale o item em que há erro quanto ao emprego dos

pronomes se, si ou consigo.

a) Feriu -se, quando brincava com o revólver e o virou para si.

b) Ele só cuida de si.

c) Quando V.Sa. vier, traga consigo a informação pedida.

d) Ele se arroga o direito de vetar tais artigos.

e) Espera um momento, pois tenho de falar consigo.

35. Se V.Sa. me ______ gostaria de apresentar a ______ auxiliares

algumas sugestões sobre o problema que tanto ______ preocupa.

a) permite, vossos, vos.

b) permitis, seus, lhe.


c) permite, vossos, lhe.

d) permite, seus, o.

e) permitis, vossos, vos.

36. V.Sa. ______ que ______ compete defender ______ ideais.

a) sabe, lhe, seus.

b) sabe, vos, seus.

c) sabeis, lhe, vossos.

d) sabeis, vos, vossos.

e) sabe, vos, vossos.

37. Julgando que dessas medidas talvez ______ alguma escassez de

material, ele ______ logo o almoxarifado de tudo que ______ obter.

a) advisse, proviu, poude.

b) adviesse, proveu, pôde.

c) advisse, proveu, pôde.

d) adviesse, proveu, poude.

e) adviesse, proviu, poude.

38. O item em que está errada a conjugação do verbo ansiar é

a) anseies.

b) anseiemos.

c) anseias.

d) anseiem.

39. Quando ______ a eles o que os outros ______, entenderão por

que ______, ontem, no debate.

a) dissermos, supuseram, intervimos.

b) dissermos, suporam, interviemos.

c) dissermos, supuseram, interviemos.

d) dizermos, supuseram, interviemos.


e) dizermos, suporam, intevimos.

40. Quando você o ______, qualquer que ______ o dia, ______-lhe

esta carta.

a) vir, seje, entregue.

b) vir, seje, entrega.

c) ver, seje, entregue.

d) vir, seja, entregue.

e) ver, seja, entrega.

41. Escolha a alternativa que preencha corretamente as lacunas da

frase abaixo.

O policial ______ entre os litigantes, razão pela qual ______ promoção e ______ que

teria uma bela carreira.

a) interviu, obteu, previu.

b) interviu, obteve, preveu.

c) interveio, obteu, preveu.

d) interveio, obteve, previu.

e) interviu, obteve, previu.

42. Assinale a alternativa que apresenta incorreção na forma verbal.

a) Observa -se que muitos boatos provêm de algumas pessoas insensatas.

b) Se você quiser reaver os objetos roubados, tome as providências com urgência.

c) Prevendo novos aumentos de preços, muitos consumidores proveram suas casas.

d) O Ministro da Fazenda previu as despesas com o funcionalismo público, em 1989.

e) No jogo de domingo, quando o juiz interviu numa cobrança de falta, foi inábil.

43. Assinale a opção em que a conjugação do verbo HAVER

desrespeita a norma culta.

a) Eles sabiam que deviam haver punições para os que violassem as regras.

b) Mesmo assim, os adultos houveram por bem recomendar cautela a todos.


c) Dessa maneira, não haveria arrependimentos nem lamentos mais tarde.

d) Naquela situação de tensão, os garotos se houveram com muita discrição e

elegância.

e) Todos eles já haviam vivido situações de tensão semelhantes anteriormente.

44. Ele verificou que o Imposto de Renda ______ na fonte o

equivalente aos lucros ______ da venda de duas casas, os quais

______ uma alta soma.

a) retera, provindos, perfizeram.

b) retera, providos, perfazeram.

c) retivera, provistos, perfizeram.

d) retivera, provindos, perfizeram.

e) retivera, providos, perfazeram.

45. Convém que não nos ______ muito nesses ______ e sim

naqueles mais difíceis de ______.

a) demoremos, ítens, explicarem.

b) demoramos, ítens, explicarmos.

c) demoremos, itens, explicar.

d) demoramos, itens, explicar -se.

46. Quando vocês ______ que tudo parece difícil, será inútil

perderem a calma: só se a ______ é que poderão resolver os

problemas.

a) verem, reouverem.

b) verem, rehaverem.

c) virem, reouverem.

d) virem, rehouverem.

e) virem, reaverem.

47. Eu os ______: os fiscais sempre ______ em casos de


irregularidade.

a) advirto, intervém.

b) adverto, intervêm.

c) advirto, interveem.

d) adverto, intervém.

e) advirto, intervêm.

48. Ontem ele não ______ terminar o relatório porque se ______ na

conversa com os colegas.

a) pode, entreteve.

b) poude, entreteu.

c) pôude, entreteve.

d) pôde, entreteu.

e) pôde, entreteve.

49. Em Se tivesse havido maior produção, outra seria a situação

atual da empresa, a forma tivesse havido traduz:

a) uma dúvida.

b) ação vagamente situada no passado.

c) ação anterior a outra passada.

d) relação de uma ação presente com outra passada.

50. Transpondo para a voz passiva a frase Ele tinha estabelecido o

roteiro de fiscalização do dia, obtém -se a forma verbal:

a) tivera estabelecido.

b) foi estabelecido.

c) estava estabelecendo.

d) tinha sido estabelecido.

e) estava sendo estabelecido.

51. Transpondo para a voz passiva a frase A comissão deverá apurar


as irregularidades, obtém -se a forma verbal:

a) serão apuradas.

b) deverão ser apuradas.

c) irá apurar.

d) irão ser apuradas.

52. Assinale a alternativa que está na voz passiva pronominal.

a) O rapaz foi morto pelo marginal.

b) Precisa -se de profissionais responsáveis.

c) As meninas pentearam -se diante do espelho.

d) Consertaram -se sapatos.

53. Assinale a alternativa em que a flexão do verbo está correta.

a) O motorista freou o carro bruscamente.

b) Os alunos foleiam o livro recomendado.

c) Nós não receiamos a luta.

d) Nós passeiamos muito durante as férias.

54. Assinale a correta:

a) Cala -te e ouça!

b) Cala -te e ouve!

c) Cale -se e ouve!

d) Cale -te e ouve!

e) Cala -se e ouça!

55. Assinale a alternativa que indica a circunstância expressa pela

oração subordinada adverbial do período apresentado.

Enquanto aguardávamos, líamos revistas.

a) causa.

b) modo.

c) tempo.
d) finalidade.

56. Assinale a alternativa que indica a circunstância expressa pela

oração subordinada adverbial do período apresentado.

Fui à escola, embora estivesse doente.

a) condição.

b) concessão.

c) finalidade.

d) tempo.

57. Assinale a alternativa que indica a circunstância expressa pela

oração subordinada adverbial do período apresentado.

Se você a conhecesse, não a condenaria.

a) modo.

b) tempo.

c) causa.

d) condição.

58. (Vunesp) Assinale a alternativa que reescreve, com correção e

sem alteração de sentido, a frase: “Algumas palavras dependem de

outras, embora não sejam grudadas por um hífen.”

a) Contanto que não sejam grudadas por um hífen, algumas palavras dependem de

outras.

b) Algumas palavras dependem de outras, exceto se são grudadas por um hífen.

c) Algumas palavras dependem de outras, quando não são grudadas por um hífen.

d) Apesar de não serem grudadas por um hífen, algumas palavras dependem de

outras.

e) Desde que não sejam grudadas por um hífen, algumas palavras dependem de

outras.

59. (FCC) Levando-se em conta as alterações necessárias, o termo


grifado foi corretamente substituído por um pronome em:

a) A inveja habita o fundo de um vale. = habitá-lo

b) Jamais se acende o fogo. = lhe acende

c) Serviu de modelo a todos. = serviu-os

d) Infectar a jovem Aglauros. = infectá-la

e) Ao dilacerar os outros. = dilacerar-lhes

60. (FCC) Está empregado corretamente o termo grifado na frase:

a) Adoniran Barbosa, a qual primeira tentativa de entrar para o rádio foi malsucedida,

tornou-se um dos grandes sucessos nesse veículo.

b) Em 1935, Adoniran Barbosa ganhou um concurso com uma marchinha carnavalesca,

pela qual foi eleita a melhor marcha do ano.

c) Nas canções de Adoniran, a linguagem, cujos traços coloquiais são facilmente

percebidos, reproduz o modo de falar de certas camadas sociais.

d) Adoniran Barbosa, o qual verdadeiro nome era João Rubinato, foi considerado pela

crítica o maior sambista paulistano.

e) Certas composições de Adoniran, nas quais incluem “Trem das onze” e “Saudosa

maloca”, são conhecidas pela maioria dos brasileiros.

■ GABARITO ■

1. “a”. O artigo “o” substantiva o adjetivo “coitado”.

2. “c”. O superlativo absoluto sintético erudito de “negro” é “nigérrimo”.

3. “d”. Almocei tremendamente bem. Não há adjetivo nessa frase. O advérbio


“tremendamente” está modificando o advérbio

“bem”.

4. “e”. O superlativo relativo de superioridade fala da superioridade de um ser em relação ao


conjunto a que pertence: “o amigo

mais sincero (de todos os amigos)”.

5. “c”. A forma correta é “tatus -bola” ou “tatus -bolas”.

6. “d”. No adjetivo composto, apenas o último termo varia: ternos azul-claros; mas, se o último
for um substantivo usado como
adjetivo, o composto fica invariável: ternos verde -mar.

7. “e”. O destino de um só. — só = sozinho, antecedido de artigo indefinido (um) vira


substantivo.

8. “d”. Viperino — relativo a víboras, serpentes.

9. “b”. O primeiro veio antecedido de artigo (do imóvel), por isso funciona como substantivo;
já o segundo indica uma qualidade,

ou seja, é um adjetivo.

10. “b”. Filatélico — relativo a selos.

11. “c”. Todos são comuns de dois gêneros, ou seja, servem para o masculino e para o
feminino.

12. “a”. O pronome “todas” no plural deve ser usado com artigo quando o que vem depois
dele é um substantivo: todas as

opiniões.

13. “d”. Que feliz — a palavra “que” intensifica o adjetivo “feliz”, por isso “que” é um advérbio
de intensidade.

14. “a”. “viu claro os gestos” — a palavra “claro” está modificando o verbo “ver”, por isso
funciona como advérbio (é um

adjetivo usado como advérbio) = Viu claramente os gestos.

15. “a”. Com = companhia, sem = falta, de (Maria) = posse, de (navio) = meio, para = fim.

16. “d”. “Jamais” pode indicar negação ou tempo.

17. “d”. A porta = artigo, abri -a = pronome oblíquo átono, vi os que = pronome demonstrativo,
o ônibus = artigo.

18. “b”. Queria estar atento à palestra, E o sono chegou. A conjunção E liga orações de
sentidos opostos, por isso apresenta ideia

de adversidade.

19. “a”. Como ele mesmo afirmou = conforme ele mesmo afirmou = segundo ele mesmo
afirmou. Nas outras opções: b) como =

causa; c) como = comparação; d) como = interrogação; e) como = causa.

20. “c”. Concomitantemente = ao mesmo tempo.

21. “d”. Vejamos a correção dos erros: a) Paulo Sexto, b) parágrafo dez, c) capítulo onze, e)
artigo vinte e dois.
22. “b”. 80 = octogésimo, 300 = tricentésimo (ou trecentásimo), 700 = septingentésimo, 90 =
nonagésimo.

23. “a”. feiras-livres = feiras (substantivo) + livres (adjetivo), guarda-costas = guarda (verbo) +
costas (substantivo que deve ser

usado sempre no plural, para indicar a parte posterior).

24. “e”. Terças -feiras, jornaizinhos, cidadãos.

25. “d”. Nos adjetivos compostos, apenas o último termo varia: campo -grandenses, verde
-escuros.

26. “c”. Decretos -lei ou decretos -leis, vice -diretores.

27. “a”. Nos adjetivos compostos, apenas o último termo varia: econômico -financeira,
sociopolíticas.

28. “a”. A omoplata, a cal, a alface, a ordenança, a apendicite.

29. “d”. A forma correta pode ser “canetas -tinteiro” ou “canetas -tinteiros”.

30. “b”. No adjetivo composto, apenas o último termo varia: luso-brasileiros, verde-claras;
mas, se o último for um substantivo

usado como adjetivo, o composto fica invariável: branco-marfim. O adjetivo composto surdos-
mudos é uma exceção à regra,

pois ambos variam.

31. “e”. Eu — pronome pessoal do caso reto funciona como sujeito do verbo. Com ele /
consigo — referência à terceira pessoa

do discurso. O — pronome pessoal do caso oblíquo funciona como complemento do verbo.

32. “e”. Eu — pronome pessoal do caso reto funciona como sujeito do verbo. Mim e ti —
pronomes pessoais do caso oblíquo

funcionam como complementos da frase.

33. “a”. Mim — pronome pessoal do caso oblíquo não pode ser usado como sujeito. Corrija -se
para: Este livro é para eu ler.

34. “e”. O sujeito do verbo “Espera” é de segunda pessoa do singular (Tu = Espera tu), por isso
a concordância da frase deve

ficar sempre na segunda pessoa do singular. Devemos usar o pronome “contigo”.

35. “d”. Os pronomes de tratamento sempre concordam em terceira pessoa: Se V.Sa. me


permite, gostaria de apresentar a seus

auxiliares algumas sugestões sobre o problema que tanto o preocupa.


36. “a”. Os pronomes de tratamento sempre concordam em terceira pessoa: V.Sa. sabe que
lhe compete defender seus ideais.

37. “b”. Advir — derivado de VIR, conjuga-se da mesma forma que VIR: adviesse. Prover não é
derivado de VER, por isso se

conjuga de forma diferente deste: proveu. Atenção: no presente do indicativo e do subjuntivo,


prover se conjuga da mesma

forma que VER: vejo -provejo, veja -proveja etc.

38. “b”. Os verbos Mediar, Intermediar, Ansiar, Remediar, Incendiar e Odiar trocam “i” por “ei”
apenas nas formas rizotônicas do

presente do indicativo e do subjuntivo. E as formas rizotônicas são eu, tu, ele e eles. Nós e vós
são sempre arrizotônicos.

39. “c”. Dissermos — futuro do subjuntivo. Supuseram — pretérito mais-que-perfeito do


indicativo, derivado de PÔR.

Interviemos — pretérito perfeito do indicativo, derivado de VIR.

40. “d”. Vir — futuro do subjuntivo do verbo VER. Seja — presente do subjuntivo do verbo SER.
Entregue — imperativo

afirmativo com referência a “você”, por isso concordância na terceira pessoa.

41. “d”. Interveio — derivado de VIR. Obteve — derivado de TER. Previu — derivado de VER.
Todos eles conjugados no pretérito

perfeito do indicativo.

42. “e”. Intervir é derivado de VIR, por isso se conjuga da mesma forma que este: No jogo de
domingo, quando o juiz

INTERVEIO numa cobrança de falta, foi inábil.

43. “a”. O verbo HAVER, expressando existência/acontecimento, é impessoal, por isso deve ser
conjugado apenas na terceira

pessoa do singular. Quando ele aparece numa locução verbal, como principal, o seu auxiliar
também se torna impessoal: Eles

sabiam que DEVIA HAVER punições para os que violassem as regras.

44. “d”. Retivera — derivado de TER. Provindos — derivado de VIR: o gerúndio e o particípio
desse verbo se fazem da mesma

forma (vindo). Perfizeram — derivado de FAZER.

45. “c”. Demoremos — presente do subjuntivo. Itens — não tem acento. Explicar não é
reflexivo nessa frase.
46. “c”. Ambos os verbos devem ser empregados no futuro do subjuntivo: virem, reouverem.

47. “e”. Advertir e intervir — ambos no presente do indicativo: advirto, intervêm.

48. “e”. O verbo PODER: no presente do indicativo se conjuga “pode” — sem acento; no
pretérito perfeito do indicativo se

conjuga “pôde” — com acento. Esse é um dos acentos diferenciais que permaneceram após a
reforma ortográfica.

49. “a”. Tivesse havido — é modo subjuntivo, que expressa dúvida, hipótese.

50. “d”. A forma verbal de voz ativa é “tinha estabelecido”. Para fazer a voz passiva, devemos
acrescentar o verbo SER e fazer a

concordância com o novo sujeito, agora paciente (“o roteiro”). Assim, teremos: O roteiro da
fiscalização do dia TINHA SIDO

ESTABELECIDO por ele.

51. “b”. A forma verbal de voz ativa é “deverá apurar”. Para fazer a voz passiva, devemos
acrescentar o verbo SER e fazer a

concordância com o novo sujeito, agora paciente (“as irregularidades”). Assim, teremos: As
irregularidades DEVERÃO SER

APURADAS pela comissão.

52. “d”. Voz passiva pronominal é o mesmo que voz passiva sintética, ou seja, com o uso do
pronome apassivador “se”.

53. “a”. Vejamos a correção das outras opções: b) folheiam, c) receamos, d) passeamos.

54. “b”. Os dois verbos devem ter a concordância na mesma pessoa gramatical: ambos com
“tu”, ou ambos com “você” — Tu:

Cala -te e ouve. Você: Cale -se e ouça.

55. “c”. Enquanto = tempo.

56. “b”. Embora = concessão.

57. “d”. Se = condição.

58. “d”. Na frase original, aparece a conjunção “embora”, que indica uma concessão, portanto,
devemos continuar com essa

relação entre as orações do período. A única opção em que há uma conjunção concessiva é a
opção “d”, na qual aparece a

locução conjuntiva “apesar de”.


59. “d”. Objeto direto deve ser substituído por “o(s), a(s)” e objeto indireto — iniciado pelas
preposições “a” ou “para” — deve

ser substituído por “lhe(s)”. Vamos corrigir as outras: a) A inveja habita-o; b) Jamais se o
acende; c) Serviu-lhes de modelo; e) Ao

dilacerá-los.

60. “c”. O pronome “cujo” expressa uma relação de posse entre o seu termo antecedente e o
seu termo posterior — o

antecedente é “proprietário” do termo posterior: “a linguagem, cujos traços” = “os traços da


linguagem”, a linguagem possui os

traços. Além disso, o pronome “cujo” sempre concorda em gênero e número com “a coisa
possuída”, ou seja, o termo posterior.

Vamos corrigir as opções incorretas: a) Adoniran Barbosa, que na primeira tentativa...; b) Em


1935, Adoniran Barbosa ganhou um

concurso com uma marchinha carnavalesca, a qual foi eleita...; d) Adoniran Barbosa, cujo
verdadeiro nome...; e) Certas

composições de Adoniran, entre as quais se incluem “Trem das onze” e “Saudosa maloca”...