Você está na página 1de 3

português Língua portuguesa

apostila 01

a telespectadora não pediu a letra “e”: Carla poderia ter 07. Só não existe hiato em:
perguntado se era “e” de “egnorância”. a) miaram
(Daniel Castro) b) ruído
c) defendiam
Folha de São Paulo, 10/01/99
d) gratuito
e) haviam
01) Na verdade, Carla Perez cometeu um erro primário de
escrita: confundiu fonema com letra. 08. O vocábulo inquietos apresenta:
02) Fica enfatizada a falta de instrução da apresentadora
a) 2 dígrafos e 1 ditongo crescente.
quando, ao final da reportagem, Daniel Castro cita que caso
b) 1 dígrafo e 1 tritongo.
a telespectadora pedisse a letra “e” Carla Perez poderia
c) 2 dígrafos e 1 ditongo decrescente.
perguntar se era “e” de “egnorância”.
d) 2 dígrafos e 1 hiato.
04) Nas palavras apostou e isqueiro temos vogais, semivogais e
consoantes, enquanto que na palavra tentam temos apenas
vogais e consoantes. ACENTUAÇÃO GRÁFICA
08) A apresentadora percebeu o erro, mas preferiu não voltar
atrás porque, afinal, conseguira entender a telespectadora. Antes de estudarmos as regrinhas de acentuação gráfica,
16) temos dez fonemas nas palavras matemática e perguntando. devemos conhecer a classificação das palavras quanto à
posição da sílaba tônica (sílaba pronunciada com maior
02. Assinale as afirmações falsas: intensidade).
01) Na língua portuguesa, a vogal é o elemento básico,
suficiente e indispensável para a formação das sílabas.
Conforme a posição da sílaba tônica as palavras podem
02) Na palavra cafézinho, E é vogal tônica. ser:
04) Na palavra café, E é vogal tônica.
08) A única maneira de representar uma vogal nasal é sobrepor
I) OXÍTONAS: a sílaba tônica é a última.
um til à letra que a simboliza. I) Ex: ves-ti-bu-LAR, ca-FÉ, pa-ra-BÉNS.
16) Em campo e ontem, m é sinal de nasalização, ao passo
que em maduro, é fonema. II) PAROXÍTONAS: a sílaba tônica é a penúltima.
II) Ex: FÁ-cil, re-VÓL-ver, esTREI-a.
03. Assinale o vocábulo que não apresenta encontro consonantal:
III) PROPAROXÍTONAS:
a) onde
b) chafariz III) Ex: MÉ-di-co, ÁR-vo-re.
c) sentiu
d) arruada MONOSSÍLABOS
e) fixo
São acentuados os monossílabos tônicos terminados em:

04. O vocábulo SAMBA tem: A(s): chá, pá, já, dá-lo.


a) 5 letras e 5 fonemas E(s): mês, pé, vê-lo.
b) 5 letras e 3 fonemas
c) 5 letras e 6 fonemas
O(s): nó, vós, pô-la.
d) 4 letras e 5 fonemas
e) 5 letras e 4 fonemas OXÍTONOS
Recebem acento as palavras oxítonas terminadas em:
05. Assinale o vocábulo com ditongo nasal crescente:
a) quando A(s): guaraná, alvará, atrás, amá-la.
b) zangou
E(s): você, fazê-la, balé, chalés.
c) misteriosos
d) vitória O(s): avô, avós, jiló, compô-la.
e) moravam EM/ENS(s): armazém, parabéns, ninguém, tu deténs,
ele detém.
06. A alternativa que apresenta uma incorreção é:
a) o fonema está diretamente ligado ao som da fala. PAROXÍTONOS
b) as letras são representações gráficas dos fonemas. Levam acento gráfico as palavras paroxítonas terminadas
c) a palavra “tosse” possui quatro fonemas. em:
d) uma única letra pode representar fonemas diferentes.
e) a letra “h” sempre representa um fonema.
L: túnel, ágil
I(s): táxi, tênis

Língua Portuguesa - Apostila 01 3


Língua portuguesa
apostila 01 português

N: hífen, abdômen Verbos PODER e POR


US: ônus, vírus
O verbo poder é acentuado para diferenciar o tempo
UM: álbum
verbal.
UNS: álbuns Ele não pode vir à reunião. - presente do indicativo da 3ª
ON(s): próton, cátion, íons pessoa do singular.
R: fêmur, revólver Ele não pôde vir à reunião. - pretérito perfeito do indicativo
da 3ª pessoa do singular.
X: látex, tórax
Ã(s): órfã, ímãs Por ter um entendimento que se resolve pelo contexto,
ÃO(s): órgão, bênçãos não se usa mais o acento que diferenciava as palavras
PS: bíceps, fórceps pára/para, péla(s)/pela(s), pêlo(s)/pelo(s), pólo(s)/
polo(s) e pêra/pera.
DITONGO ORAL seguido ou não de s: área, série,
história, mágoa. É facultativo o uso do acento diferencial na palavra forma.

PROPAROXÍTONOS Trema
TODAS as palavras proparoxítonas são acentuadas. De acordo com o Novo Acordo Ortográfico, a trema
Ex: exército, sílaba, lâmina. deixa de ser usada, salvo em nomes próprios de origem
estrangeiras, como Müeller.
REGRINHAS ESPECIAIS
Palavras que terminam com duplo “o” e duplo “e”.
HIATOS Não se usa mais o acento das palavras terminadas em
êem e ôo(s) (voo/veem/leem) de acordo com o Novo
1) Recebem acento agudo o I e o U tônicos, quando forem Acordo Ortográfico.
a segunda vogal do hiato, nas seguintes condições:
*sozinhos na sílaba ou seguidos de S. 1) Ditongos abertos paroxítonos
*não seguidos de NH. Não se usa mais o acento dos ditongos abertos éi e ói
em palavras paroxítonas.
Ex: juízo, baía, balaústre, juiz, rainha.
Como era Como fica
DITONGOS
alcalóide alcaloide
São acentuados os ditongos abertos tônicos ÓI, ÉU e ÉI. alcatéia alcateia
Exemplos: herói, chapéu, anéis
bóia boia
celulóide celuloide
ACENTUAÇÃO GRÁFICA E NOVO
Coréia Coreia
ACORDO ORTOGRÁFICO
estréia estreia
Verbos TER e VIR: idéia ideia
• São acentuados na terceira pessoa do plural do presente
do indicativo. Não no singular. 2) Uso do hífen em palavras compostas
Ele vem aqui. / Eles vêm aqui.
Ela tem sorte. / Elas têm sorte. a) O hífen é usado em palavras compostas que não
• Seus derivados levam acento agudo na terceira pessoa apresentam elementos de ligação (de, e), como em
do singular e acento circunflexo na terceira pessoa do guarda-chuva, arco-íris, segunda-feira, mesa-redonda,
plural (manter, deter, reter, conter, convir, intervir, advir vaga-lume, porta-malas, porta-bandeira, pão-duro, etc.
etc.).
Algumas palavras perderam a noção de composição
Acento diferencial pelo uso e, portanto, não recebem o hífen. Exemplos:
girassol, pontapé, paraquedas, paraquedista, planalto,
Algumas palavras possuem a mesma escrita (homógrafas), vinagre, etc.
porém, pronúncia diferente, por isso recebem um acento
diferencial. Note que, em alguns casos, a ausência deste b) O hífen é usado em palavras onomatopeicas, ou que
acento pode causar uma confusão no entendimento do são formados por palavras iguais (ou quase iguais), como
contexto frasal. em reco-reco, blá-blá-blá, zum-zum, tique-taque, cri-

4 Língua Portuguesa - Apostila 01


português Língua portuguesa
apostila 01

cri, glu-glu, pingue-pongue, zigue-zague, pega-pega,


corre-corre. testes
c) Não se usa o hífen palavras compostas que possuem 09. (CAIP-IMES-2015) Observe os itens abaixo, coloque (V)
elemento de ligação (de, e). Exemplos: pé de moleque, para o que for verdadeiro ou (F) para falso.
pé de vento, pai de todos, dia a dia, fim de semana,
cor de vinho, ponto e vírgula. ( ) As palavras abaixo, dependendo do contexto são usadas com
Há algumas exceções: água-de-colônia, arco-da-velha, ou sem acento. “porém” – “até” – “potência” – “está”.
( ) Escreve-se como “existe” todas as palavras abaixo
cor-de-rosa, mais-que-perfeito, pé-de-meia, ao deus-
relacionadas. en__oval – en__urrada – e__torsão – en__ergar.
dará, à queima-roupa. ( ) A divisão silábica das palavras abaixo está INCORRETA.
ca-ís-se – con-quis-ta – con-sci-ên-cia – ab-so-lu-ta.
d) O hífen é usado em palavras compostas onde o ( ) A pontuação está correta nas frases abaixo. Não, entre nesse
elemento de ligação recebe o acento apóstrofo (‘). recinto agora. Não entre nesse recinto agora.
Exemplos: gota-d’água, pé-d’água. ( ) O plural diminutivo de “coração” é coraçãozinhos.

e) O hífen é usado em nomes próprios de lugares, seja Assinale a alternativa correta.


com ou sem elemento de ligação. Exemplos:
a) F – F – V – F – F.
Belo Horizonte - belo-horizontino, Porto Alegre - porto-
b) V – V – V – V – F
alegrense, Mato Grosso do Sul - mato-grossense-do- c) V – F – F – V – V.
sul. d) F – V – F – F – V.

f) O hífen é usado em palavras compostas para espécies 10. (EXATUS-2015) “Escolarização” se escreve com “z”.
botânicas e animais, com ou sem elemento de ligação. Também se escreve com “z”:
Exemplos: bem-te-vi, peixe-espada, mico-leão-
dourado, erva-doce, ervilha-de-cheiro, pimenta-do- a) exta___iar. – repre___a.
reino, etc. b) eva___iva – cateque___e.
c) he___itar – e___ílio.
d) requi___ito – êxta___e.
Atenção: cuidado com o contexto! Não se usa hífen e) apra___ível – ojeri___o.
quando as palavras compostas estão fora do seu sentido
original. 11. (IASES-2015) Assinale a opção em que há quatro palavras
INCORRETAS:
bico-de-papagaio: planta
bico de papagaio: deformidade nos ossos. a) coronéis; micro-ondas; hipersensível; super-resistente; anti-
ar-condicionado: aparelho de refrigeração do ar. horário; bem-vindo.
ar condicionado: o ar que sai do ar-condicionado. b) acessor; atraso; infringir; jus; excessão; ascenção; aridês;
vírus; excesso; viuvez.
c ) canalizar, pesquisar, analisar, balizar, sintetizar; dialisar;
g) Hífen em prefixos: anti, super, ultra, sub, aero, agro, atualizar; bisar; prezar.
auto, eletro, geo, hidro, macro, micro, mini, multi, neo. d) ideia, chapéu, herói, plateia, condói, céu, perdoo, voo, geo-
história, subsolo.
- Segundo elemento começa com “h”: usa-se o hífen
(anti-higiênico, anti-histórico, sobre-humano, super- 12. (CURSIVA-2015) Indique a alternativa que todas as palavras
homem, etc.). estão acentuadas pela mesma regra:

- Segundo elemento inicia com a mesma letra que termina a) nível – flúor – tórax – ausência
b) pontapé – através – chulé – vê
o primeiro elemento: usa-se o hífen (micro-ondas, anti-
c) jiló – dominó – bibelô – dó
inflamatório, inter-regional, etc.). d) porém – vintém – alguém – hífen

- Segundo elemento inicia com letra diferente do que 13. (EXATUS-2015) Analise as afirmativas e em seguida assinale
a letra que termina o primeiro elemento: não se usa a incorreta:
o hífen (autoescola, antiaéreo, intermunicipal,
superinteressante, aeroespacial, semicírculo, etc.). a) “mundo” tem 5 letras 4 fonemas e um dígrafo.
b) “criança” tem 7 letras, 6 fonemas, 1 encontro consonantal, 1
- “R” e “S”: se o segundo elemento começa com as letras hiato e 1 dígrafo.
c) “guarda” tem 6 letras, 6 fonemas, 1 hiato, 1 encontro
“r” ou “s”, estas letras são dobradas e não se usa o hífen
consonantal.
(minissaia, ultrassom, semirreta, etc.) d) “glória” tem 6 letras, 6 fonemas, 1 encontro consonantal e
1 ditongo.

Língua Portuguesa - Apostila 01 5