Você está na página 1de 2

GOVERNO DO ESTADO DE MINAS GERAIS

SECRETARIA DE ESTADO DE JUSTIÇA E SEGURANÇA PÚBLICA

Departamento Penitenciário de Minas Gerais

Memorando-Circular nº 56/2020/SEJUSP/DEPEN
Belo Horizonte, 27 de maio de 2020.
Para: Diretores Gerais das unidades prisionais de Minas Gerais

C/C: Diretores Regionais

Assunto: Possibilidade de adesão excepcional ao regime de plantão

Senhores Diretores

Em atenção aos diversos Requerimentos aportados no Departamento


Penitenciário sobre a possibilidade de deferimento de regime de plantão, aos servidores
Analistas, Auxiliares e Assistentes Executivos de Defesa Social e Médico da Área de Defesa
Social, no âmbito das unidades prisionais do Estado de Minas Gerais, como MEDIDA
TEMPORÁRIA DE PREVENÇÃO AO CORONAVÍRUS (COVID-19), passamos a expor:

Cumpre-nos esclarecer que os servidores lotados nas unidades prisionais prestam


serviço público essencial, o qual não é possível sua descontinuidade. Isto porque se depreende
das respectivas atribuições dos sobreditos cargos, dispostas na Lei Estadual nº 15.301/04, que
parte da finalidade da execução da pena prevista no artigo 1º da Lei de Execução Penal é
desempenhada por estes profissionais, vejamos:

A execução penal tem por objetivo efetivar as disposições de sentença ou


decisão criminal e proporcionar condições para a harmônica
integração social do condenado e do internado.

A despeito da essencialidade do serviço público, cuja descontinuidade não é


possível, a Deliberação n° 2 do Comitê Extraordinário COVID-19 dispôs sobre medidas
temporárias de prevenção, enfrentamento e contingenciamento da pandemia causada pelo
agente Coronavírus (COVID-19), vejamos o seguinte trecho:

Art. 4º – Quando a natureza da atividade for incompatível com o


regime especial de teletrabalho e o serviço público não puder ser
descontinuado, poderão ser adotadas medidas, tais como: [...]
II – alteração dos horários de início e término da jornada; [...]

Diante o exposto, orientamos pela possibilidade de adesão excepcional ao regime


de plantão aos servidores Analistas, Auxiliares e Assistentes Executivos de Defesa Social e
Médico da Área de Defesa Social nas unidades prisionais, desde que observada a carga horária
prevista na Resolução Conjunta SEPLAG/SEDS nº 92/2014 e na Portaria SUAPI 39/2014 e o
não comprometimento das atividades, observadas as Deliberações do Comitê
Extraordinário COVID-19, enquanto perdurar a SITUAÇÃO DE EMERGÊNCIA em Saúde Pública
no Estado declarada pelo Decreto NE nº 113, de 12 de março de 2020, ou outra diretriz da
Sejusp em sentido contrário.

Assim, fica permitida a adoção do regime de plantão de 12 (doze) horas


trabalhadas por 36 (trinta e seis) horas de descanso (12X36) para as equipes técnicas e
administrativas acima elencadas, a critério das direções gerais das unidades prisionais, sendo
que os plantões iniciam-se às 07 horas e encerram-se às 19 horas, podendo ser alterados ou
suspensos a critério do DEPEN-MG.

Atenciosamente,
Documento assinado eletronicamente por Rodrigo Machado de Andrade, Diretor
Geral do Departamento Penitenciário, em 02/06/2020, às 14:43, conforme horário
oficial de Brasília, com fundamento no art. 6º, § 1º, do Decreto nº 47.222, de 26 de julho de
2017.

A autenticidade deste documento pode ser conferida no site

Memorando-Circular 56 (14765512) SEI 1450.01.0074923/2020-82 / pg. 1


http://sei.mg.gov.br/sei/controlador_externo.php?
acao=documento_conferir&id_orgao_acesso_externo=0, informando o código verificador
14765512 e o código CRC 1774A31C.

Referência: Processo nº 1450.01.0074923/2020-82 SEI nº 14765512

Memorando-Circular 56 (14765512) SEI 1450.01.0074923/2020-82 / pg. 2

Você também pode gostar