Você está na página 1de 21

Covid-19,

adaptação e
evolução
Elaine Cristina Vieira Paim
1. Conceitos

Evolução biológica é a adaptação das Nem sempre a adaptação implica


espécies a meios em contínua mudança. aperfeiçoamento.
MUTANTE!

James Watson & Francis Crick → Nature em 1953


Prêmio Nobel de Medicina e Fisiologia de 1962
Coronavírus
Três dos sete coronavírus SARS-CoV-2 é o novo
causam infecção respiratórias coronavírus identificado como
muito mais graves nos agente etiológico da doença
São uma família de vírus
humanos, por vezes fatais, do pelo coronavírus 2019 (Covid-
Coronaviridae,
que os outros coronavírus e 19) que começou em Wuhan,
causaram grandes surtos de na China, no final de 2019 e se
pneumonia fatal no século XXI: espalhou por todo o mundo.

Mers-CoV foi identificado em SARS-CoV foi identificado em


2012 como a causa da 2002 como a causa de um
síndrome respiratória do surto da síndrome respiratória
Oriente Médio (MERS). aguda grave (SARS).
Comparando-os
Reservatório e transmissão
Reservatório e modo de
transmissão
https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S2090123220300540?via%3Dihub
Coronavirus SARS-COV like
PEGASOFERAE:
CARNIVORA + CHIROPTERA + PHOLIDOTA + PERISSODACTYLA
(Nishihara et al., 2006)
Civetas (Carnivora: Pangolins (Pholidota: Manidae)
Viverridae)

Morcegos “chinese horseshoe


bats”
(Rhinolophus sinicus)
Coronavirus já foram detectados em várias espécies, tais como civetas
(SARS, 2002), camelos (MERS, 2012), pangolins (SARS-Cov-2, 2020?) e,
particularmente, morcegos-de-ferradura (todos anteriores).
Slide cedido por Duboc, L.F.2020.
Coronavirus SARS-COV like

“The high seroprevalence and viral load of infected Chinese horseshoe bats,
Rhinolophus sinicus, strongly suggested that bats are the natural reservoir of
SARS-CoV-like viruses.” (CHENG et al., 2007)
Slide cedido por Duboc, L.F.2020.
Replicação Viral
O que se conhece
até agora:

Slide cedido por Duboc, L.F.2020.


O Que o R0 pode
nos dizer?
• Ro é uma estimativa teórica
do que acontece quando um
indivíduo infectado (a
“semente infecciosa”) é
colocado numa população
inteiramente susceptível.
• Exemplos: influenza = 1,3 -
1,7
Dengue = 1,3 – 11,6
Catapora Ro = 2
Sarampo Ro = 8
• Covid-19 = 3,6 a 4,0
Então...

• Se Ro > 1, a transmissão aumentará e teremos uma


epidemia. Se Ro < 1, a transmissão não se sustenta e a
epidemia termina ou não começa. Se Ro = 1 (valor limiar), a
transmissão é endêmica e em incidência muito baixa, cada
caso infeccioso é substituído por um novo susceptível.
Se estivermos no isolamento, o quanto conseguimos
diminuir no R0? *

• f=fração de infecção do isolamento R0=2,5


• São Paulo quer um isolamento de 70%
• R’= (1-f)xR0
• R’=(1-0,7)x2,5 = 0,75
• R0=4,0
• R’=(1-0,7)x 4,0 = 1,2
* Segundo Paul Romer, 2020.
Respondendo a uma Pandemia
Fonte: Surico e Galeotti (2020)

✓ Adotar medidas que diminuam a


velocidade de contágio (importância da
capacidade aplicar testes);

✓ Expandir oferta de unidades de tratamento


intensivo e capacidade hospitalar.
Capacidade de países de enfrentar epidemias
Fonte: www.ghsindex.org

2019 Global Health Security Index


▪ 195 countries
▪ 6 categories
▪ 34 indicators
▪ 140 questions
Conclusão:

• Quanto maior for o índice de isolamento menor será o R0.


Paul Michael Romer é um economista
estadunidense. Recebeu o Prêmio de Ciências
Econômicas em Memória de Alfred Nobel de
2018, juntamente com William Nordhaus.
Referência:

HTTPS://WWW.MSDMANUALS.COM/PT- HTTPS://WWW.SCIENCEDIRECT.COM/SCIENC WEBINAR: PAUL ROMER ON HOW TO RE-


PT/PROFISSIONAL/DOENÇAS- E/ARTICLE/PII/S2090123220300540?VIA%3DIH START THE ECONOMY AFTER COVID-19
INFECCIOSAS/VÍRUS- UB
RESPIRATÓRIOS/CORONAVÍRUS-E-
SÍNDROMES-RESPIRATÓRIAS-AGUDAS-COVID-
19,-MERS-E-SARS