Você está na página 1de 2

Universidade Licungo – Quelimane

Curso: Licenciatura em psicologia, pós-laboral, 3º ano, 2020.


Cadeira: Psicologia de Aprendizagem
Docente: Dra. Piedade Carolina Fernando Jemusse
Estudante: Luísa Inácio Tambo

1. O processo de aprendizagem na perspectiva do behaviorismo a aprendizagem é vista como


aquisição de comportamentos expressos através da relação mecânica entre um estímulo e uma
resposta.
2. Para os behavioristas o sujeito é visto como um passivo no seu meio esperando a
quantidade de estímulo para desencadear uma resposta orientada e específica.
A teologia de aprendizagem que ocorre na similaridade das respostas em que aprendizagem
consiste em gravar as respostas correctas e eliminar as incorrectas.
Porque nesse processo de aprendizagem, o aprendizado fica atento na similição do conteúdo
para puder acatar e por sua vez conseguir responder as questões a que lhe for dado depois
dessa similição do conteúdo, tirando a concepção errada que ele tinha em sua mente.
3. A corrente behaviorista surge através da corrente filosófica e o associacionismo.
4. As discrepâncias entre o comportamento inato e do aprendido é: o comportamento inato é
natural e invariável em que os seres da mesma espécie apresenta reacções quando recebem
estímulos.
Em quanto que:
O comportamento aprendido é um comportamento adquirido e variável, as reacções
necessitam de aprendizagem para se processarem quando o organismo recebe o estímulo.
5. O tipo de comportamento que os behavioristas são apologistas e indispensável para o
processo de aprendizagem é o comportamento aprendido ou adquirido.
Porque para os behavioristas o processo de aprendizagem é vista como aquisição de
comportamento expressos, isso quer dizer que o sujeito deve ter um estímulo (explicação de
um conteúdo) por sua vez é que pode dar uma respostas e depende do meio em que o sujeito
se encontra.
6.1.Reforço é um evento que torna uma reacção mas frequente e aumenta a probabilidade de
sua ocorrência.
Distinguir as suas teologias é: reforço positivo consiste na apresentação de estimular.
Exemplos: 1 - Promoção de carreira de um funcionário por desempenho.
2 - Dar premio a um filho que passa de classe.
3 - Aumento de salário para um empregado desempenhado.
Reforço negativo- consiste na remoção de um evento.
Exemplos: 1 - Quando um chefe marca falta aos seus funcionários.
2 - Punir um filho quando chumba de classe.
3 - Dar um presente ao individuo e por sua vez arrancar porque não cumprio com a
promessa.
6.2. O objectivo de uso de reforços na vida é para criar motivação ou estimular o individuo de
modo a realizar uma certa actividade.
6.3. As crítica a teorias behavioristas olhando para a sua aplicação e limitação no contexto
social na minha reflexão é: os behavioristas não levavam em conta os processos cognitivos e
afectivos oque não devia ser porque o processo de aprendizagem envolve os processos
cognitivos que são: memoria (de longa e curta duração) percepção e atenção em que o
individuo usa para acatar um certo conteúdo ou matéria.
O afecto também faz parte no processo de aprendizagem.
Os behavioristas queriam uma análise mais ampla do contexto ao envés de se preocuparem
com o conhecimento do sujeito. Na abordagem behaviorista o aluno não possui qualquer
conhecimento, consideravam o aluno como se fosse uma tabua rasa e diziam que a capacidade
de obtenção do conhecimento vinha do meio físico e social, acumulando em sua mente o
conteúdo que o professor passou e o aluno com a missão de receber, escutar, escrever e por
sua vez repetindo as informações que lhe forem dadas.
Tendo em conta o contexto social o aluno trás um conhecimento prévio. A missão do
professor é orientar o aluno a aquisição de conhecimento sistematizado.