Você está na página 1de 68

PROVÉRBIOS, DITOS POPULARES & EXPRESSÕES

IDIOMÁTICAS

Em: http://jangadabrasil.com.br/proverbios/index.asp
Qualquer construção começa no chão
Pretensão e água benta, cada um tem quanto quer
Preguiça não vai a missa
Prece de pobre é pedido. Prece de rico é recibo
Pra quem tem cavalo esperto, toda lonjura é perto
Praga de urubu não mata cavalo velho
Pra barriga cheia toda goiaba tem bicho
Pequenos riachos formam grandes rios
Pense rápido, fale devagar
Passarinho que anda com morcego acaba dormindo de ponta-cabeça
Parar é morrer
O tempo é o senhor da razão
O tambor é barulhento, mas por dentro só tem vento
O que urubu não conhece não come
O que o berço dá, a tumba leva
O que é moda não incomoda
O prometido é devido
O pouco basta. O muito se gasta
O pé do dono aduba o terreno
O fácil de contentar tem menos para chorar
Obra apressada, obra estragada
O avarento e o necessitado gastam dobrado
Novo rei, nova lei
No aperto do perigo é que se conhece o amigo
Não há nada tão antigo que não tenha sido novo
Não há domingo sem missa nem segunda sem preguiça
Não há bela sem senão nem feia sem sua graça
Não deixe seu cão domar você
Na necessidade se prova a amizade
Mulher tagarela fala de todos e todos dela
Muito sabe o rato, mas muito mais o gato
Muito riso, pouco siso
Muito atura quem precisa
Muito alcança quem não cansa
Moço desprevenido, velho arrependido
Moço apaixonado, conselho dispensado
Mesa sem pão é mesa de vilão
Melhor um pardal na mão do que um pombo no telhado
Melhor rasgado que alheio
Melhor quebrar as algemas do que dourá-las
Melhor perder a piada do que o amigo
Mal por mal, antes na capela do que no hospital
Mais vale um burro que me carregue do que um cavalo que me derrube
Mais vale uma palavra antes que duas depois
Mais vale prudência do que ciência
Zebra sem listra é cavalo
Zangam-se as comadres, descobrem-se as verdades
Velho que se cura cem anos dura
Velas demais queimam o altar

Vassoura nova varre bem


Vão-se os amores, ficam as dores
Urubu pelado não mora em bando
Urubu, na guerra, é galinha
Um dedo a mais estraga a mão
Um burro carregado de livros não é doutor
Tudo que é demais tem efeito pra trás
Touro em pasto alheio é vaca
Todo mundo é corcunda quando se abaixa
Toda panela tem sua tampa
Tempo traz tempo e chuva traz vento
Tarefa apressada, tarefa estragada
Se os “ses” fossem feijões, ninguém morria de fome
Quem vai na frente bebe água limpa
Quem usa a cabeça não cansa os pés
Quem tem rabo de palha não chega perto do fogo
Quem tem mãe é sempre criança
Quem se mete em atalhos mete-se em trabalhos
Quem sabe faz, quem não sabe ensina
Quem quiser vencer aprenda a sofrer
Quem quer o seu conselho, consulte seu travesseiro
Quem promete não cumpre
Quem procura sempre acha, se não um prego, uma tacha
Quem pode mais, chora menos
Quem não tem unhas não toca guitarra
Quem não arriscou, nem perdeu nem ganhou
Quem não sabe nada não tem dúvidas
Quem não avança recua
Quem muito espera desespera
Quem muito corre, depressa cansa
Quem mal parece, de mal padece
Quem mais pode mais deve
Quem mais jura mais mente
Quem fala muito no barco quer embarcar
Quem ensina aprende
Quem é coxo parte cedo
Quem é correto não é corrigido
Quem é bom de verdade faz os outros melhores
Quem é amigo de todos não o é de ninguém
Quem cumpre a lei não teme o rei
Quem corre por gosto não cansa
Quem compra o que não pode vende o que não quer
Quem com insônia se deita acha cama malfeita
Quem bate no cão bate no dono
Quem ama a rosa suporta os espinhos
Quem abre uma escola fecha a prisão
Quanto menos palavras, melhor a oração
Quando um cai, todos o pisam
Quando o dinheiro fala, a verdade cala
Quando a paixão aquece, o dever se esquece
Com mulher de bigode, nem o diabo pode
• Qualquer construção começa no chão
• Pretensão e água benta, cada um tem quanto quer
• Preguiça não vai a missa
• Prece de pobre é pedido. Prece de rico é recibo
• Pra quem tem cavalo esperto, toda lonjura é perto
• Praga de urubu não mata cavalo velho
• Pra barriga cheia toda goiaba tem bicho
• Pequenos riachos formam grandes rios
• Pense rápido, fale devagar
• Passarinho que anda com morcego acaba dormindo de ponta-cabeça
• Parar é morrer
• O tempo é o senhor da razão
• O tambor é barulhento, mas por dentro só tem vento
• O que urubu não conhece não come
• O que o berço dá, a tumba leva
• O que é moda não incomoda
• O prometido é devido
• O pouco basta. O muito se gasta
• O pé do dono aduba o terreno
• O fácil de contentar tem menos para chorar

DEPOIS DA TEMPESTADE VEM A BONANÇA.

• Every cloud has a silver lining.


• The sun breaks through the darkest clouds.
• Après la pluie le beau temps.
• Después de la lluvia viene el buen tiempo.
• Auf Regen folgt Sonne.
• Post nubila phoebus.
PROVÉRBIOS SOBRE TEMPO E CONDIÇÕES CLIMÁTICAS

Quando quiseres mentir, fala no tempo que há-de vir.

Aspecto do Céu
Vermelho nascente que pronto descora,
Tempo de chuva que está p'ra demora.

Brilhante nascente que nuvens desfaz,


Reúne a companha que bom tempo nos traz.

Sol nascente desfigurado,


No Inverno, frio, no Verão, molhado.

Sol que nasce em nuvens sentado


não vás ao mar fica deitado.

Poente nubloso, vermelho acobreado


Safa a japona, que o tempo é molhado.

Sol posto ledo, com claro ao norte,


Andar sem medo que estás com sorte.

Nuvens aos pares, paradas, cor de cobre,


É temporal que se descobre.

Rosado sol posto


Cariz bem disposto.

Vermelha alvorada
Vem mal-encarada.

Nuvem comprida que se desfia


Sinal de grande ventania.

Miragem que espante


Vento do levante.

Com céu azul carregado,


Teremos o barco em vento afogado.

Mas se está claro, cheio de luz,


Haja alegria, que o tempo é de truz.

Foge de um céu azul aleitado;


Ou desces à câmara ou ficas molhado.

Céu pedrento, chuva ou vento,


Não tem assento.

Nuvens finas, sem ligação,


Bom tempo, brisas de feição.

Nuvens espessas e acumuladas,


Ventanias certas e continuadas.
Nuvens pequenas, altas e escuras
São chuvas certas e seguras.

Se grandes, correm desmanteladas,


Mau tempo, velas rizadas.

Castelos de nuvens sem nuvens por cima


São chuvadas certas mesmo sem rimas.

Nevoeiro

Se ao vale a névoa baixar, vai para o mar.


Mas se p'los montes se atrasa, fica em casa.

Depois de chuva, nevoeiro,


Tens bom tempo marinheiro.

Aves Marinhas
Se entra por terra a gaivota,
É que o temporal a enxota.

Quando a passarada berra,


O marinheiro procura terra.

Chuva
Se vem chuva e depois vento
Põe-te em guarda e toma tento.

Se tens vento e depois água,


Deixa andar que não faz mágoa.

Chuva miudinha como farinha


Dá vento do norte mas não muito forte.

Entre os Santos e o Natal


É Inverno natural.

Arco-Íris
Manhã com arco mal vai o barco.
Se à tarde vem, é p'ra teu bem.

Relâmpagos e Trovões
Horizonte puro, com fuzis brilhando,
Terás dia brando, com calor seguro.

Relâmpagos ao norte, vento forte,


Se do sul vem, chuva também.

Poucos fuzis, trovões em barda,


Rumo em que o vento se alaparda.

Se um trovão seco no céu reboa,


Temporal violento nos apregoa.
Limpo horizonte que relampeja,
Dia sereno, calma sobeja.

Lua
Lua à tardinha com seu anel,
Dá chuva à noite ou vento a granel.

Lua com halo de grande aparato,


É molha certa prá gente de quarto.

Lua com circo,


água traz no bico.

Lua nova trovejada,


trinta dias é molhada.

Lua nova trovejada,


Oito dias é molhada.

Se ainda continua,
É molhada toda a lua

Lua empinada,
Maré repontada

Lua deitada
Marinheiro em pé.

Lua nova de Agosto carregou,


Lua nova de Outubro trovejou.

Lua Nova, Lua Cheia


Preia Mar às duas e meia.

Lua fora, lua posta


Quarto de maré na costa.

Céu limpo e lua no horizonte,


de lá te virá o vento.

Vento
Volta direita, vem satisfeita.
Volta de cão traz furacão.

Vento contra a corrente,


Levanta mar imediatamente.

De Espanha, nem bom vento,


Nem bom casamento.

Vento sudoeste mansinho e panga


É de tremer dele, quando se zanga.

Foi-se o nordeste, turvou-se o azul,


Fugiu do norte, foi para o sul.

Quando ao sol posto o norte é puro,


Tens bom tempo seguro.

Nordeste molhado,
Não te dê cuidado.

Vaga ao revés encrespada,


Vai dar-te o vento saltada.
Se um dia Deus quiser,
Até com norte pode chover.

Estrelas
Sem nuvens o céu e estrelas sem brilho
Verás que a tormenta te põe num sarilho.

1. A caridade começa por nós próprios


2. A cavalo dado não se olha o dente
3. A esperança é a última a morrer
4. A felicidade é algo que se multiplica quando se divide
5. A fome é o melhor tempero
6. A função faz o órgão
7. A galinha da vizinha é sempre melhor que a minha
8. A galinha que canta como galo corta-se-lhe o gargalo
9. A lã nunca pesou ao carneiro
10. A merda é a mesma, as moscas é que mudam
11. A minha liberdade acaba onde começa a liberdade dos outros
12. A mulher e a pescada, querem-se da mais grada (engraçada)
13. A mulher e a sardinha, querem-se da mais pequenina
14. A noite é boa conselheira
15. A ocasião faz o ladrão
16. A ociosidade | ignorância é mãe de todos os vícios |doenças
17. A rico não devas e a pobre não prometas
18. A uns morrem as vacas, a outros parem os bois
19. Agora, já a gaivota caga na bóia [Já vem tarde]
20. Agora é tarde e Inês é morta
21. À boda e a baptizado, não vás sem ser convidado
22. Água do rio corre para o mar
23. Água mole em pedra dura tanto bate até que fura
24. Águas passadas não movem moínhos
25. Ainda que sejas prudente e velho, não desprezes o conselho (Graciosa)
26. Alentejanos, algarvios e cães de caça, é tudo da mesma raça
27. Amarra-se o cavalo, é vontade do dono.
Albarde-se o cavalo à vontade do dono.
28. Amigo não empata amigo
29. Amigos amigos, negócios à parte
30. Amigos dos meus amigos, meus amigos são
31. Amor com amor se paga
32. Amor e fé nas obras se vê
33. Antes que cases vê | olha o que fazes
34. Antes que o mal cresça, corta-se-lhe a cabeça
35. Antes quero asno que me leve que cavalo que me derrube (Farça de Inês Pereira )
36. Antes só que mal acompanhado
37. Ao menino e ao borracho põe Deus a mão por baixo
38. Aos olhos da inveja todo o sucesso é crime
39. Assim como vive o Rei, vivem os vassalos
40. Até S. Pedro o vinho tem medo
41. Atirei no que vi e acertei no que não vi
42. Atrás de mim virá quem bom de mim fará (dirá)
43. Azeite de cima, mel do meio e vinho do fundo, não enganam o mundo
-B-
44. Baleias no canal, terás temporal (São Jorge)
45. Barcos virão, novas trarão (Corvo)
46. Bem mal ceia quem come de mão alheia
47. Bem toucada, não há mulher feia (São Miguel)
48. Boa árvore, bons frutos
49. Boi em terra alheia é vaca
50. Boi velho gosta de erva tenra (Faial)
51. Brigas de namorados, amores dobrados
52. Burro velho não aprende línguas
-C-
53. Cada cabeça cada sentença
54. Cada macaco no seu galho ... (Br)
55. Cada tolo | maluco com sua mania
56. Cada qual com o seu igual
57. Cada um a seu dono
58. Cada um é para o que nasce
59. Cada um é como cada qual, e cada qual é como é
60. Cada um por si e Deus por todos
61. Candeia que vai à frente alumia duas vezes
62. Cá se fazem, cá se pagam
63. Cão de caça vem de raça
64. Cão que ladra não morde
65. Cão que levou mordida de cobra tem medo de salsicha (Br)
66. Casa de esquina, ou morte ou ruína
67. Casa de pais, escola de filhos
68. Casa onde não há pão, todos berram e ninguém tem razão
69. Casa roubada, trancas à porta
70. Cavalo velho não pega andadura
71. Cesteiro que faz um cesto faz um cento
72. Chuva de São João, talha|tira vinho e não dá pão
73. Chuva de São João, cada pinga vale um tostão
74. Com a verdade me enganas
75. Com o Diabo não se brinca
76. Com os males dos outros posso eu muito bem
77. Com um olho no burro e o outro no cigano
78. Comer e coçar está no começar
-D-
79. Da discussão nasce a luz
80. Dar a César o que é de César e a Deus o que é de Deus
81. Dar o seu a seu dono
82. De boas intenções está o inferno cheio
83. De Espanha nem bom vento nem bom casamento
84. De médico e de louco, todos temos um pouco
85. De noite todos os gatos são pardos
86. De pequenino se torce o pepino
87. Deitar cedo e cedo erguer, dá saúde e faz crescer
88. Desconfiar de homem que não fale e de cão que não ladre
89. Depois da tempestade vem a bonança
90. Depois de fartos, não faltam pratos (Flores)
91. Depois do Natal, saltinho de pardal
92. Deus ajuda a quem muito | cedo madruga
93. Deus dá nozes a quem não tem dentes
94. Deus escreve direito por linhas tortas
95. Deus me dê paciência e um pano para a embrulhar
96. Deus nunca fechou uma porta que não abrisse outra
97. Deus quer, o homem pensa e a obra nasce
98. Devagar se vai ao longe
99. Diz-me com quem andas, dir-te-ei quem és
100.Do mal, o menos
101.Duro com duro não faz bom muro
-E-
102.É bem vindo quem vier por bem
103.É como a Maria nabiça: tudo o que vê, tudo cobiça!
104.É dificil agradar a Gregos e Troianos
105.Em Abril águas mil
106.Em Abril, carrega a velha o carro e o carril
107.Em casa de ferreiro, espeto de pau
108.Em Outubro manda o boi para o palheiro e o barco para o muro
109.Em rio que tem piranha, jacaré nada de costas (Br)
110.Em tempo de guerra não se limpam armas
111.Em terra de cegos quem tem um olho é rei
112.Enquanto há vida há esperança | doçura.
113.Enquanto o pau vai e vem, folgam as costas
114.Entre marido e mulher não metas a colher
115.Estar a olhar para qualquer coisa como um boi para um palácio
-F-
116.Ferro que não se usa, gasta-o a ferrugem
117.Fia-te na Virgem e não corras, e verás o trambulhão que dás
118.Fidalguia sem comodoria é gaita que não assobia
119.Filha casada, pretendentes à porta
120.Filho de peixe, sabe nadar
121.Filho és, pai serás
122.Filhos criados, trabalhos dobrados
-G-
123.Gaivotas em terra, tempestade no mar
124.Galinha de campo não quer capoeira
125.Gato escaldado de água fria tem medo
126.Gente tola e touros: paredes altas
127.Grandes peixes, pescam-se em grandes rios
128.Grão a grão enche a galinha o papo
129.Guardado está o bocado para quem o há-de comer
-H-
130.Há mais marés que marinheiros
131.Há males que vêm por bem
132.Há mar e mar, há ir e voltar
133.Há que dar tempo ao tempo
134.Homem pequenino malandro | velhaco ou dançarino
135.Homem prevenido vale por dois
-I-
-J-
136.Janeiro, fora uma hora
137.Junho abafadiço, sai a abelha do cortiço
138.Junho calmoso, ano formoso
139.Junho floreiro, paraíso verdadeiro
140.Juntam-se as comadres, descobrem-se as verdades
-L-
141.Ladrão que rouba a ladrão, tem cem anos de perdão
142.Longe da vistas, longe do coração
143.Lobo não come lobo
144.Lua com circo traz água no bico
145.Lua deitada, marinheiro de pé
146.Lua nova trovejada, trinta dias é molhada
-M-
147.Mais depressa se apanha um mentiroso que um coxo.
148.Mais vale burro vivo que sábio morto
149.Mais vale cair em | ter graça do que ser engraçado
150.Mais vale ficar vermelho cinco minutos,que amarelo toda a vida (Br)
151.Mais vale perder um minuto na vida do que a vida num minuto
152.Mais vale prevenir do que remediar
153.Mais vale quem Deus ajuda do que quem muito |cedo madruga
154.Mais vale rico e com saúde do que pobre e doente
155.Mais vale ser rabo de pescada que cabeça de sardinha
156.Mais vale só do que mal acompanhado
157.Mais vale tarde que nunca
158.Mais vale um gosto do que seis vinténs
159.Mais vale um pássaro na mão do que dois a voar
160.Mais vale um "toma" do que dois "te darei
161.Mal de muitos consolo é
162.Mal por mal, antes na cadeia do que no hospital
163.Manda quem pode, obedece quem deve
164.Mãos frias, coração quente
165.Março, marçagão, de manhã Inverno, à tarde Verão
166.Muito custa a um pobre viver e a um rico morrer
167.Muito riso, pouco siso
168.Mulher honrada não tem ouvidos
-N-
169.Na adversidade é que se prova a amizade
170.Na cama que farás, nela te deitarás
171.Na primeira quem quer cai, na segunda cai quem quer.
172.Não deixes para amanhã o que podes fazer hoje
173.Não coso vivo nem morto, coso aquilo que está roto
Não coso morto nem vivo, coso isto que está descosido.
174.Não há bela sem senão
175.Não há duas sem três
176.Não há fumo sem fogo
177.Não há fome sem fartura
178.Não há regra sem excepção
179.Não peças a quem pediu nem sirvas a quem serviu
180.Não se fala de corda em casa de enforcado
181.Não vendas a pele do urso antes de o matar
182.Nariz de cão e cu de gente não se quer quente
183.Nem oito nem oitenta
184.Nem por muito madrugar amanhece mais cedo
185.Nem sempre sardinha, nem sempre galinha
186.Nem só de pão vive o homem
187.Nem tanto ao mar nem tanto à terra
188.Nem tudo o que reluz é ouro
189.Ninguém é profeta na sua terra
190.Ninguém melhor ajuda o pobre, que o pobre
191.No meio é que está a virtude
192.No melhor pano cai a nódoa
193.No poupar está o ganho
194.No São Martinho vai à adega e prova o vinho
195.Nunca digas: desta água não beberei
196.Nunca o invejoso medrou nem quem ao pé dele morou
197.Nunca se é tão bem servido que por si mesmo
-O-
198.O barato sai caro
199.O barulho não faz bem e o bem não faz barulho
200.O cão ladra e a caranava passa
201.O corno é sempre o último a saber
202.O diabo deu um tiro com uma tranca
203.O dinheiro fala todas as línguas (Santa Maria)
204.O esperto só acredita em metade, e o génio sabe em que metade deve acreditar.
205.O futuro a Deus pertence
206.O hábito não faz o monge
207.O homem põe e Deus dispôe
208.O macaco só vê o rabo do outro (Angola)
209.O pão do pobre cai sempre com a manteiga para baixo
210.O peixe pela boca que se perde | Pela boca morre o peixe
211.O pior cego é o que não quer ver
212.O primeiro milho é dos pardais
213.O prometido é devido
214.O que arde cura e o que aperta segura
215.O que é vivo sempre aparece
216.O que se não faz no dia da romaria, faz-se no outro dia.
217.O saber não ocupa lugar!
218.O seguro morreu de velho e o desconfiado ainda está vivo
219.O silêncio é de ouro
220.O Sol quando nasce é para todos
221.Olha para o que te digo, não olhes para o que eu faço
222.Olho por olho, dente por dente
223.Onde canta galo não canta galinha
224.Os últimos são sempre os primeiros
225.Os vivos são sempre e cada vez mais governados pelos mais vivos - Barão de Itararé (Br)
226.Ovelha má põe o rebanho a perder
227.Ovelha que bale, bocado que perde
-P-
228.Para grandes males, grandes remédios
229.Para ladrão, ladrão e meio
230.Para quem é bacalhau basta
231.Para São João guarda o velho o melhor tição
232.Palavras, leva-as o vento
233.Palavras loucas, orelhas moucas
234.Patrão fora, dia santo na loja
235.Pede o guloso para o desejoso
236.Pelo fruto se conhece a árvore
237.Perdido por cem, perdido por mil
238.Pimenta nos olhos dos outros, é refresco (Br)
239.Pobreza não é vileza
240.Pode ir o pobre sem esmola, mas não vai sem resposta
241.Por morrer uma andorinha não acaba a Primavera
242.Por pouca saúde, mais vale nenhuma
243.Preso por ter cão, preso por não ter
244.Presunção e água benta cada qual toma a que quer
-Q-
245.Quando a esmola é grande, o pobre desconfia
246.Quando falta, sobra e quando sobra, falta
247.Quanto mais alto, maior é a queda
248.Quanto mais prima mais se lhe arrima
249.Quanto mais te agachas, mais te põem o pé em cima
250.Quanto mais te baixas, mais se te vê o cu
251.Quanto mais me bates, mais gosto de ti
252.Quando mija um português, mijam logo dois ou três
253.Quando o vinho entra, o juízo sai
254.Quando o sábio aponta para a Lua, o idiota olha para o dedo (Provérbio chinês)
255.Quando pobre come frango, um dos dois está doente (Br)
256.Quando um burro fala, os outros baixam as orelhas
257.Quando um não quer, dois não discutem
258.Quem ama o feio, bonito lhe parece
259.Quem anda à chuva, molha-se
260.Quem arrota pede bolota
261.Quem assim fala não é gago
262.Quem cala, consente
263.Quem canta seu mal espanta
264.Quem casa quer casa
265.Quem chora, sente
266.Quem com ferros mata, com ferros morre
267.Quem com porcos se mistura farelos come
268.Quem come e guarda, duas vezes põe a mesa
269.Quem comeu a carne que roa os ossos
270.Quem conta um conto aumenta um ponto
271.Quem corre por gosto não cansa
272.Quem dá aos pobres empresta a Deus
273.Quem dá e torna a tirar ao inferno vai parar
274.Quem dá o que tem a mais não é obrigado
275.Quem desconfia de tudo, adivinha metade
276.Quem desconfia não é certo
277.Quem desdenha quer comprar
278.Quem diz o que quer, ouve o que não quer
279.Quem escuta, de si ouve
280.Quem espera desespera
281.Quem espera sempre alcança
282.Quem gasta mais do que tem, mostra que siso não tem
283.Quem jura é quem mais mente
284.Quem mais tem mais quer
285.Quem muito divisa, pouco assisa
286.Quem muito fala pouco acerta
287.Quem muito padece, tanto lembra que aborrece
288.Quem não aparece, esquece
289.Quem não arrisca não petisca
290.Quem não chora não mama!
291.Quem não deve não teme
292.Quem não tem cão, caça como gato
293.Quem não vê não peca
294.Quem o alheio veste, na praça o despe
295.Quem parte e reparte e não fica com a melhor parte, ou é tolo ou não tem arte
296.Quem pode manda e quem não pode faz
297.Quem pode o mais pode o menos
298.Quem porfia, mata caça
299.Quem porfia sempre alcança
300.Quem quer a bolota, atrepa!
301.Quem quer festa, sua-lhe a testa
302.Quem quer vai, quem não quer manda
303.Quem sabe sorrir, sabe viver (Terceira)
304.Quem sabe, sabe! quem não sabe, aprende
305.Quem sai aos seus não degenera
306.Quem semeia ventos colhe tempestades
307.Quem te avisa teu amigo é
308.Quem te manda a ti sapateiro tocar rabecão
309.Quem tem boca não manda soprar
310.Quem tem boca vai a Roma
311.Quem tem cu tem medo
312.Quem tem filhos tem sarilhos
313.Quem tem padrinho não morre pagão
314.Quem tem pressa come crú
315.Quem tem telhados de vidro não atira pedras ao vizinho
316.Quem torto nasce, tarde ou nunca se endireita
317.Quem tudo quer tudo perde
318.Quem vai à guerra dá e leva
319.Quem vai ao mar perde o lugar e quem vai ao vento perde o assento
320.Quem vê caras não vê corações
321.Querer é poder
-R-
322.Ri melhor quem ri por último (O último a rir é o que ri melhor)
323.Remenda o teu pano e dura mais um ano. Volta a remendar e mais um ano vai durar.
324.Roma e Pavia não se fizeram num dia
-S-
325.São Mamede te levede, São Vincente te acrescente
326.São mais as vozes que as nozes
327.Se Deus o marcou, defeito lhe achou
328.Se em Novembro ouvires trovão, o ano que vem será bom
329.Se em terra entra a gaivota é porque o mar a enxota
330.Se Maomé não vai à montanha, a montanha vai a Maomé
331.Se os "ses" fossem feijões, ninguém morria à fome
332.Se queres conhecer o vilão, põe-lhe uma vara na mão
333.Se sabes o que eu sei, cala-te que eu me calarei
334.Sem se partirem ovos não se fazem omeletes
335.Só de bagos fez uma velha cem pipas
336.Só perde quem tem
337.Sol e chuva, casamento de viúva
-T-
338.Tal pai, tal filho
339.Tantas vezes vai o cantaro à fonte que um dia lá deixa ficar a asa
340.Tanto é ladrão o que vai à vinha como o que fica à porta
341.Tanto faz dar-lhe na cabeça como na cabeça lhe dar
-U-
342.Um burro carregado de livros é um doutor
343.Uma (só) andorinha não faz o verão
344.Uma mão lava a outra e ambas lavam a cara
-V-
345.Vencer sem luta é triunfar sem glória
346.Viver é como desenhar sem borracha
347.Vozes de burro não chegam ao céu
-Z-
348.Zangam-se as comadres, descobrem-se as verdades

Ditados populares com versão mais realista

A magro não chego, e de gordo não passo


* Água mole em pedra dura, tanto bate e nunca fura
* Águas passadas já passaram
* Antes tarde que mais tarde
* Boca fechada não fala
* Chuva em Novembro, Natal em Dezembro
* Depois da tempestade vem a gripe
* Devagar nunca mais lá se chega
* Em terra de cego, quem tem um olho é caolho
* Gato escaldado morre
* Há males que vem para pior
Não faças hoje o que podes deixar para amanhã
* Os últimos serão desclassificados
Piu, piu, piu, piu, ao terceiro piu vai buscar água ao rio
* Quem ama o feio é cego
* Quem cedo madruga fica com sono o dia todo
* Quem não tem cão não caça
* Quem ri por último é retardado
Quem sabe, sabe! Quem não sabe, ensina!
* Quem vê caras não vê o resto

* Carlos Figueiredo - cfig@camoes.rnl.ist.utl.pt - o iniciador dos "realistas"

e pouco a pouco apareceram estes pelo: Wilson Pinheiro ,

- Água mole em pedra dura tanto bate até que falta água.
- A cavalo dado não se olham os dentes para não levar mordida.
- A ignorância é a mãe de todas as doenças mas é um repousante.
- A ocasião faz o furto, o ladrão já nasce feito.
- Em terra de cego, quem tem um olho é anormal.
- Dize-me com quem andas e dir-te-ei que se for de carro eu quero uma carona.
- Em terra de sapo, cuidado com o veneno deles.
- Quem ama o feio, é porque o bonito não lhe aparece.
- Quem corre alcanÁa, quem anda nunca chega lá
- Quem dá aos pobres, empresta. Adeus!
- Quem desdenha não tem dinheiro para comprar.
- Quem não tem cão caça latindo.
- Quem não tem padrinho morre pagando
- Quem tem pressa come crú, quem não tem fica com fome.

e em Dec 2000 chegou-me de :


From: Rita Cabrita
Sent: Segunda-feira, 27 de Novembro de 2000 9:01

Subject: PROVÉRBIOS

PROVÉRBIOS

Quem ri por último, é retardado


Os últimos são sempre .... desclassificados
Quem o feio ama, é porque vê mal.
Deitar cedo e cedo erguer, dá imenso sono.
Quem não arrisca, não se lixa.
Filho de peixe faz bolhas na água com a boca.
O pior cego é aquele que se recusa a ter cão.
Quem dá aos pobres, fica com menos.
Há males que vêm para piorar.
Gato escaldado, morre.
Antes só do que com 2 violadores numa cela.
Mais vale tarde do que muito mais tarde.
Cada macaco com a sua macaca.
Quem tem boca vai ao dentista
Águas passadas já passaram
Depois da tempestade, vem a gripe

COLETÂNEA DE PROVÉRBIOS E OUTRAS


EXPRESSÕES POPULARES BRASILEIRAS
1. 20 ver, 100 querer.1 (Bras-net, SP)
2. 60 no bar, 70 sair, 100 pagar, eu mando a polícia 20 te buscar.2 (Bras-net, RJ)
3. 70 me passar, passa, mas 100 atrapalhar.3 (Bras-net, RJ)
4. A água corre para o mar. (RJ)
5. A água dá, a água leva. (RJ)
6. A água é a melhor bebida diet. (Bras-net, SP)
7. A água silenciosa é a mais perigosa. (Bras-net, SP)
8. A águia não se detém caçando moscas. (SP)
9. A agulha é pequena e delgada, mas sustenta uma família inteira. (CE)
10. A amar e a rezar, ninguém pode obrigar. (SC)
11. A amizade é uma gota que pinga no cálice da vida para diminuir seu amargor. (Bras-net, SP)
12. A aranha vive do que tece. (CE)
13. A arma do boi é o desgosto do homem. (Bras-net, MS)
14. A árvore se conhece pelos frutos. (RJ)
15. A assombração sabe pra quem aparece. (GO)
16. A bandeira do Corínthians é como desódorante, só vive debaixo do braço. (Bras-net, SP)
17. A beleza empolga a vida, o mérito conquista a alma. (Bras-net, SP)
18. A boa vontade faz do longe perto. (Bras-net, SP)
19. A boca fala do que o coração está cheio. (RJ)
20. A bom gato, bom rato. (MG)
21. A caixa menos cheia é a que mais chocalha. (ES)
22. A cal é virgem porque só lida com brocha. (Bras-net, SP)
23. A calunia é como carvão, quando não queima, suja a mão. (Bras-net, SC)
24. A carapuça é pra quem a veste. (RJ)
25. A caridade abre as portas do céu. (Bras-net, SP)
26. A cobra maior engole a menor. (CE)
27. A coelho ido, conselho vindo. (PE)
28. A coisa mais profunda em certas mulheres é o sono. (Bras-net, SP)
29. A colher é que sabe a quentura da panela. (MG)
30. A conta dos vivos quem faz são os mortos. (MG)
31. A corda sempre arrebenta do lado mais fraco. (RJ)
32. A coruja acha os seus filhos lindos. (RJ)
33. A cotia de tanto dar perdeu o rabo. (Bras-net, SP)
34. A couve requentada e a mulher a casa tornada jamais serão bons. (RS)
35. A culpa condena. (RJ)
36. A culpa ficou solteira. (Bras-net, SP)
37. A cultura é a única riqueza que os tiranos não podem confiscar. (Bras-net, SP)
38. A desgraça de quem pede é sujeitar-se a quem tem. (SP)
39. A dor ensina a gemer. (SE)
40. A economia começa com a falância. (Bras-net, SP)
41. A economia é a base da porcaria. (RJ)
42. A economia é a base da prosperidade. (RJ)
43. A esmola, quando é muita, o santo desconfia. (RJ)
44. A esperanca é a ultima que morre, mas morre. (Bras-net, SP)
45. A esperança é a última que morre. (Bras-net, RJ)
46. A esperança é sempre a última coisa que morre. (Bras-net, SP)
47. A esperança só morre junto com a gente. (Bras-net, BA)
48. A existância é a eterna procura da felicidade. (Bras-net, RJ)
49. A experiância é mãe de todas as ciâncias. (RS)
50. A experiância é a mãe da sapiância. (SP)
51. A experiância vale mais que a ciância. (RS)
52. A fé nas obras se vâ. (MG)
53. A felicidade está onde a pomos, mas nunca a pomos onde nós estamos. (Bras-net, SP)
54. A felicidade não é o lugar para onde se esta indo, é a viagem. (Bras-net, SP)
55. A felicidade não é um destino onde chegamos, mas sim, uma maneira de viajar. (Bras-net, SP)
56. A felicidade não traz dinheiro a ninguém. (Bras-net, RS)
57. A fome é o melhor tempero. (PE)
58. A fome faz a onça sair do mato. (MS)
59. A força da corrente está no elo mais fraco. (RJ)
60. A fórmula da felicidade é não viver do passado, nem do futuro, mas viver do presente. (Bras-net, SP)
61. A franga canta porque quer galo. (Bras-net, SP)
62. A galinha do vizinho é sempre mais gorda. (Bras-net, SP)
63. A gato pintado não se confia a guarda do assado. (GO)
64. A gente é que sabe onde o sapato aperta. (RJ)
65. A gente só fecha a porta depois de roubado. (Bras-net, SP)
66. A grama do vizinho é sempre mais verde. (Bras-net, ES)
67. A grandes males, grandes remédios. (SP)
68. A honra é como o vidro, quebrando, não solda mais. (RJ)
69. A intenção faz a ação. (SP)
70. A justiça divina tarda, mas não falha. (RJ)
71. A Kombi falando: "quando eu crescer, quero ser um caminhão". (Bras-net, SP)
72. A lã não pesa pra ovelha e a barba não pesa pro bode. (Bras-net, RS)
73. A letra prescreve, quando o pilantra assina. (Bras-net, SP)
74. A letra prescreve, quando o velhaco assina. (SP)
75. A língua bate onde dói o dente. (RN)
76. A luz no fim do túnel, é um caminhão no sentido contrário. (Bras-net, SP)
77. A má pele não se muda. (RS)
78. A má ação fica feia pra quem a faz, não pra a quem recebe. (RJ)
79. A má erva mata a boa. (RS)
80. A maneira mais rápida de se tocar uma boiada é devagar. (Bras-net, MS)
81. A mata é virgem porque o vento é fresco. (Bras-net, SP)
82. A melhor espiga é pro pior porco. (MG)
83. A melhor espiga é sempre para o pior porco. (MS)
84. A melhor esposa e a que se comporta como dama na sociedade e como uma puta na cama. (Bras-net,
SP)
85. A mentira tem pernas curtas. (Bras-net, SP)
86. A moeda tem duas faces. (SP)
87. A morte faz todos iguais. (RJ)
88. A morte liquida as contas. (RJ)
89. A morte nivela todos. (RS)
90. A mulher chora antes do casamento; o homem depois. (Bras-net, RJ)
91. A mulher do vizinho é sempre mais magra do que a nossa. (Bras-net, SP)
92. A necessidade faz a lei. (RJ)
93. A necessidade faz o ladrão. (RJ)
94. A noite é boa conselheira. (RJ)
95. À noite, todos os gatos são pardos. (RJ)
96. A ocasião faz o ladrão. (RJ)
97. A ociosidade é a mãe de todos os vícios. (SP)
98. A oportunidade faz o ladrão. (MG)
99. A ordem é rica, mas os padres são poucos. (SC)
100.A paciância tem limites. (PI)
101.A palavra é como a abelha, tem mel e ferrão. (SC)
102.A pão duro, dente agudo. (GO)
103.A perseverança tudo alçança. (RJ)
104.A pessoa é grande quando respeita os pequenos. (Bras-net, RJ)
105.A pomba e o passarinho da Paz, e a mulher a paz do passarinho. (Bras-net, SP)
106.A prática faz o mestre. (SP)
107.A preguiça anda tão devagar que a miséria alçança. (Bras-net, MG)
108.A pressa é a inimiga da perfeição. (RJ)
109.A primeira ilusao do homem começa na chupeta. (Bras-net, SP)
110.A primeira pancada é que mata a cobra. (CE)
111.A quem Deus não dá filhos, o diabo dá sobrinhos. (RJ)
112.A roupa faz o homem. (SP)
113.A sorte ajuda os ajudazes. (SP)
114.A sorte faz parentes, escolha faz amigos. (RJ)
115.A teimosia é a forca de vontade do chato. (Bras-net, SP)
116.A terra é virgem porque minhoca é mole. (Bras-net, SP)
117.A última gota transborda o copo. (RJ)
118.A última palavra e sempre da mulher: sim senhor. (Bras-net, RJ)
119.A união faz a força. (Bras-net, SP)
120.A União faz o açúcar. (Bras-net, SP)
121.A única coisa que se deve dar de graça é bom-dia. (SP)
122.A única mulher que andou na linha o trem pegou. (Bras-net, SP)
123.A velocidade que emociona é a mesma que mata. (Bras-net, SP)
124.A verdade é como o azeite, mais cedo ou mais tarde vem à tona. (RJ)
125.A viagem é mais rápida, quando se tem boa companhia. (SP)
126.A vida é como a cebola, se descasca chorando. (DF)
127.A vida é como vaca tambeira que esconde o melhor leite. (MS)
128.A vida é uma escola, enquanto vivemos, aprendemos. (RJ)
129.A vida é uma ilha num oceano de solidão. (Bras-net, SP)
130.A vida não é um dom, é um empréstimo. (Bras-net, SP)
131.A vida tem altos e baixos. (RJ)
132.A vingança é doce, mas os frutos são amargos. (AC)
133.A voz do povo é a voz de Deus. (RJ)
134.A voz do sangue grita alto. (Bras-net, PE)
135.Abelha atarefada não tem tempo pra tristezas. (RJ)
136.Abotoou o paletó.4 (Bras-net, RJ)
137.Abre-se um olho pra comprar e dois pra vender. (SP)
138.Abrir guarda-chuva, dentro de casa, atrai chuva na certa. (Bras-net, SP)
139.Abrir guarda-chuva, dentro de casa, dá azar. (Bras-net, RJ)
140.Acaba a amizade, quando começa a familiaridade. (GO)
141.Acaba a prudância, quando acaba a paciância. (RJ)
142.Acaba o haver, fica o saber. (Bras-net, RJ)
143.Acabou lambendo em bica.5 (MS)
144.Acha o ladrão que todos são. (Bras-net, PB)
145.Acolá jaz a minha sogra e eu descanso em paz! (Bras-net, PB)
146.Agarrado que nem carrapato em costa de animal peludo. (AC)
147.Água de morro abaixo, fogo de morro acima e mulher quando quer dar ninguém segura. (Bras-net, RS)
148.Água fria não escalda pirão. (MA)
149.Água mole em pedra dura bate até a água acabar. (Bras-net, RJ)
150.Água mole em pedra dura, tanto bate até que fura. (RJ)
151.Água mole em pedra quente evapora rapidinho. (Bras-net, SP)
152.Água mole, pedra dura, tanto bate até que a água acaba. (Bras-net, RJ)
153.Água morro abaixo, fogo morro acima e mulher devassa não tâm jeito. (Bras-net, CE)
154.Água parada não move moinho. (MG)
155.Água sóbre água, nem suja nem lava. (Bras-net, SC)
156.Águas passadas não movem moinho. (RJ)
157.Águas profundas são tranqüilas. (RS)
158.Agulha sem fundo não arrasta linha. (Bras-net, BA)
159.Aí é que a porca torceu o rabo. (SP)
160.Aí tem gato.6 (MG)
161.Ainda que seja velho, não despreze bom conselho. (RJ)
162.Ajoelhou, tem que rezar. (Bras-net, SP)
163.Ajuda-te e o céu te ajudará. (RJ)
164.Alçança quem não se cansa.
165.Alegria de pobre dura pouco. (Bras-net, SP)
166.Alegria de poste é estar no mato sem cachorro. (Bras-net, RJ)
167.Alfinete pequeno em qualquer parte se esconde. (AM)
168.Alguém sempre é o chato de alguém. (Bras-net, SP)
169.Alguém sempre precisa de alguém. (Bras-net, SP)
170.Alho e pimenta fastio ausenta(m). (GO)
171.Alma sem besouro não escuta zum-zum. (DF)
172.Altas torres, belas janelas, abrem e fecham sem ninguém tocar nelas.7 (Bras-net, SP)
173.Amai-vos uns aos outros, mas não fazei deste amor um grilhão. (Bras-net, SP)
174.Amanhã é outro dia. (RJ)
175.Amar é viver duas vezes. (Bras-net, SP)
176.Amargo como fel. (Bras-net, SP)
177.Amarra-se o burro à vontade do dono. (Bras-net, MG)
178.Amarra-se o jegue onde o dono manda. (CE)
179.Ame o seu vizinho, mas não derrube a sua cerca. (RJ)
180.Amelia é que era mulher de verdade. (Bras-net, PR)
181.Amigado com fé, casado é. (SE)
182.Amigo a gente escolhe, parente a gente atura. (GO)
183.Amigo certo é o das horas incertas. (RJ)
184.Amigo de amigo é amigo. (Bras-net, SP)
185.Amigo de bom tempo, muda com o vento. (RJ)
186.Amigo de muitos, amigo de nenhum. (RJ)
187.Amigo do meu amigo é meu amigo, amigo do meu inimigo é meu inimigo e inimigo do meu inimigo é
meu amigo. (Bras-net, RJ)
188.Amigo irado, inimigo dobrado. (MA)
189.Amigo que fala verdade é espelho da alma. (SE)
190.Amigo que pede, inimigo que devolve. (SP)
191.Amigo reconciliado, inimigo dobrado. (PE)
192.Amigo remendado, café requentado. (RJ)
193.Amigos são aqueles que não te invejam. (RJ)
194.Amigos, amigos, negócios à parte. (RJ)
195.Amizade de sogra e nora, só dos dentes pra fora. (PI)
196.Amizade é como o vinho, quanto mais velha, melhor. (RJ)
197.Amor de pica sempre fica. (Bras-net, SP)
198.Amor à primeira vista. (Bras-net, SP)
199.Amor com amor se paga. (Bras-net, BA)
200.Amor de asno é coice e dentada. (RJ)
201.Amor de asnos entra aos coices e sai às dentadas. (Bras-net, SP)
202.Amor de pica fica. (Bras-net, SP)
203.Amor de rameira e convite de hoteleiro sempre custam dinheiro. (Bras-net, SP)
204.Amor é que nem fogo, quanto mais abafado melhor. (DF)
205.Amor sem beijo é como macarrão sem queijo. (Bras-net, SP)
206.Amor, com amor se paga. (RJ)
207.Anda direito se queres respeito. (RS)
208.Antártica, uma paixão nacional... como a mulher dos outros. (Bras-net, SP)
209.Antes boneca em mão de velho do que peteca em mão de moço. (RJ)
210.Antes burro vivo, que sábio morto. (RJ)
211.Antes cautela, que arrependimento. (PR)
212.Antes chorar num Mercedes, do que sorrir num ponto de ônibus. (DF)
213.Antes coxo, que perneta. (DF)
214.Antes de falar, conte até dez. (RJ)
215.Antes de ir pra guerra, reze duas vezes; antes de embarcar, reze duas; antes de casar, reze trâs. (Bras-
net, BA)
216.Antes de matar a onça, não se vende o couro. (MS)
217.Antes de matar-se a onça, não se faz negócio com o couro. (MS)
218.Antes de tomar sopa, assopre. (PI)
219.Antes fanho que sem nariz. (DF)
220.Antes pecar, que arder. (Bras-net, SP)
221.Antes pecar, que ficar em brasa. (Bras-net, RJ)
222.Antes pouco que nada. (SP)
223.Antes que cases, vâ o que fazes. (RJ)
224.Antes querido, que aborrecido. (RJ)
225.Antes rasgado do que nu. (MS)
226.Antes ser boneca em mão de velho, que peteca em mão de moço. (RJ)
227.Antes só do que mal acompanhado. (Bras-net, RJ)
228.Antes tarde do que nunca. (Bras-net, SP)
229.Antes um pássaro na mão, que dois voando. (MG)
230.Antes um toma do que dois te darei. (DF)
231.Anzol sem isca, peixe não belisca. (RN)
232.Ao menino e ao borracho, põe-lhes Deus a mão por baixo. (SC)
233.Ao rico não devas, ao pobre não prometas. (RS)
234.Ao vencedor, as batatas. (Bras-net, SP)
235.Aonde a vaca vai, o boi vai atrás. (Bras-net, SP)
236.Aonde vai o ferro, vai a ferrugem. (RJ)
237.Apartamento, esquecimento. (RJ)
238.Apontar pr'a Lua dá verruga na ponta do dedo. (MG)
239.Aporreado velho também tem dia que se entrega. (MS)
240.Aprende, pratica e serás mestre. (SC)
241.Apressado come cru e atrasado não come. (Bras-net, SP)
242.Aproveita o que diz o velho e valerá por dois o conselho. (GO)
243.Aqui se faz, aqui se paga. (Bras-net, SP)
244.Argumentar água para o mate dos outros. (MS)
245.Arrenego do amigo que encobre o meu perigo. (PI)
246.Arrenego do cavalo que se enfreia pelo rabo. (PI)
247.Arrenego do homem que a vida não ensina. (PI)
248.Árvore ruim não dá boa sombra. (GO)
249.Árvore velha não é fácil de arrancar. (GO)
250.Árvore velha não se transplanta. (RJ)
251.As 7 maravilhas do mundo na verdade são 2: mulher e pizza. (Bras-net, SP)
252.As aparâncias enganam. (RJ)
253.As boas ações enriquecem a alma. (Bras-net, SP)
254.As manhas do cavalo só o dono conhece. (CE)
255.As más notícias correm. (RJ)
256.As melhores essâncias estão nos menores frascos. (RJ)
257.As moscas se pegam com mel. (GO)
258.As mulheres perdidas são as mais procuradas. (Bras-net, RJ)
259.As necessidades unem, as opiniões separam. (BA)
260.As paredes tâm ouvidos. (RJ)
261.As porcelanas mais resistentes são as que vão ao forno mais vezes. (RJ)
262.As trâs melhores coisas da vida: cerveja gelada, boi na invernada e mulher pelada. (Bras-net, RS)
263.As trâs piores coisas da vida: cerveja quente, boi doente e mulher da gente. (Bras-net, RS)
264.Aspa8 mole, boi gordo. (RS)
265.Assa-se o pão enquanto o forno está quente. (MG)
266.Até a formiga quer companhia. (MG)
267.Até a morte, pé forte. (RS)
268.Até aí morreu o Neves, enforcado num pé de couve. (Bras-net, SP)
269.Até que a morte nos separe.9 (Bras-net, SP)
270.Atordoados chamam urubu de meu louro. (Bras-net, RJ)
271.Atos falam mais que palavras. (RJ)
272.Atrás de quem pediu ninguém nunca correu. (BA)
273.Atrás de tempo, tempo vem. (SP)
274.Atrás de um executivo, existe sempre uma boa mulher. (Bras-net, RJ)
275.Atrás de um grande homem, há sempre uma grande mulher. (RJ)
276.Atrás de uma bola vem sempre uma criança. (MS)
277.Atrás de uma mulher boa existe sempre um bom executivo. (Bras-net, RJ)
278.Atravessa-se o rio onde é mais raso. (MS)
279.Ausância aparta amor. (CE)
280.Azar é palavra que não existe no meu dicionário. (RJ)
281.Azarado que nem urubu sem carniça. (RO)
282.Bacalhau quer alho. (Bras-net, SP)
283.Baiano burro nasce morto. (Bras-net, BA)
284.Baixinho é o seu salário. (Bras-net, SP)
285.Banana madura não fica no cacho. (Bras-net, SP)
286.Banana madura não sustenta no cacho. (CE)
287.Bandido bom, é bandido morto. (Bras-net, SP)
288.Baralho é bicho que não tem quem amanse. (Bras-net, SP)
289.Barba ensaboada está meio raspada. (RS)
290.Barca parada não carrega frete. (MS)
291.Barriga cheia não busca conhecimento. (PE)
292.Barriga cheia não procura letra. (PE)
293.Barriga cheia, goiaba amarga. (CE)
294.Barriga cheia, goiaba tem bicho. (Bras-net, SP)
295.Barriga cheia, goiaba tem mofo. (CE)
296.Barriga cheia, pé dormente. (PE)
297.Barriga cheia, pé na areia. (Bras-net, SP)
298.Barriga vazia não conhece alegria. (GO)
299.Barriga vazia não tem orelha. (GO)
300.Barriga vazia não tem ouvidos. (MS)
301.Basta a cada dia a sua aflição. (RJ)
302.Basta mais carga pro burro entender. (PR)
303.Bata na sua mulher; vocâ não sabe porque está batendo mas ela saberá porque está apanhando. (Bras-
net, SP)
304.Batendo ferro é que se vira ferreiro. (RS)
305.Bater a alcatra na terra ingrata.10 (MS)
306.Bater as botas.11 (Bras-net, SP)
307.Bater na madeira isola malefícios. (RJ)
308.Bater na madeira isola o mal. (RJ)
309.Baú de mulher velha é cheio de bugiganga. (MS)
310.Beijo de menina é vitamina. (Bras-net, RJ)
311.Beijo de mulher casada tem gosto de chumbo. (Bras-net, RJ)
312.Beijo de mulher feia é que nem mordida de cascavel. (Bras-net, RJ)
313.Beijo é que nem ferro elétrico, liga em cima e esquenta embaixo. (Bras-net, SP)
314.Beijo não mata a fome, mas abre o apetite. (Bras-net, SP)
315.Beiju de massa em todo lugar se acha. (MS)
316.Beleza não põe a mesa. (Bras-net, SP)
317.Beleza não põe mesa. (RJ)
318.Beleza sem virtude é rosa sem cheiro. (MG)
319.Bem ama quem nunca esquece. (MG)
320.Bem te conheço, meu pau de laranjeira. (RJ)
321.Bens de sacristão cantando vâm, cantando vão. (SC)
322.Besteira pouca é bobagem. (Bras-net, SP)
323.Bezerro enjeitado não cheira teta. (PE)
324.Bezerro manso mama na mãe dele e na dos outros. (MA)
325.Bicho ruim não morre. (PI)
326.Bigode comprido não é trabuco. (PI)
327.Biguá em terra firme não corre, tropica e cai. (MT)
328.Boa aparância é carta de apresentação. (RJ)
329.Boa pinga não carece propaganda. (MG)
330.Boa romaria faz, quem em sua casa fica em paz. (RJ)
331.Boa vida tira rugas. (RJ)
332.Boas contas fazem os bons amigos. (RJ)
333.Boato é como fogo na campanha. (RS)
334.Boca calada é remédio. (BA)
335.Boca de ambicioso só se enche com terra de sepultura. (CE)
336.Boca fechada é um botão, aberta é um mundão. (MG)
337.Boca que fala, não mastiga. (MS)
338.Bocado engolido, sabor perdido. (RN)
339.Bocejo longo, ou fome ou sono. (BA)
340.Bode também tem barba. (RS)
341.Boi bravo, depois de morto, todo mundo segura o chifre dele. (Bras-net, BA)
342.Boi irado, na terra dos outros, é bezerra. (BA)
343.Boi mais velho é sempre culpado pela horta ser mal lavrada. (RS)
344.Boi manso novilho atropela. (MS)
345.Boi manso, aperreado, arremete. (PE)
346.Boi morto, vaca é. (RJ)
347.Boi solto lambe-se todo. (MG)
348.Boi sonso, marrada certa. (CE)
349.Boi velhaco conhece o outro pelo berro. (RS)
350.Boi, na terra alheia, até as vacas chifram. (MG)
351.Boi, na terra alheia, até as vacas lhe dão chifradas. (MG)
352.Bolsa leve, coração pesado. (RN)
353.Bolsa no chão afasta dinheiro. (RJ)
354.Bolsa vazia afugenta os amigos. (SP)
355.Bolso cheio, coração alegre. (SP)
356.Bom cabrito não berra. (RJ)
357.Bom coração quebranta má ventura. (MA)
358.Bom é saber calar, até o tempo de falar. (PE)
359.Bom exemplo e boa razão cativam coração. (MG)
360.Bom exemplo, meio sermão. (RJ)
361.Bom ouvinte, bom conselheiro. (RJ)
362.Bom pagador herda o alheio. (PE)
363.Bom será, se morto está. (RJ)
364.Bom soldado economiza munição. (Bras-net, SP)
365.Bom-dia não se nega nem à cotia. (DF)
366.Bom-dia se dá até a cavalo. (Bras-net, RJ)
367.Borboleta quando pousa na gente traz sorte. (RJ)
368.Borracha vazia não tira secura. (PA)
369.Bota mais carga que o burro entende. (MG)
370.Botar a alma pela boca. (MS)
371.Botei cinza nos olhos dele. (MS)
372.Braba como potranca mal marcada, quando de cola alçada se alvorota. (MT)
373.Branco como a neve. (Bras-net, RJ)
374.Briga a onda com o rochedo e o sururu vai no meio. (AL)
375.Brigas de amor, arrulhos de namorados. (SC)
376.Brincadeira tem hora e lugar. (Bras-net, RJ)
377.Brincadeira tem hora. (Bras-net, SP)
378.Bruxa12 quando entra na casa da gente é sinal que a morte ronda. (RJ)
379.Buraco chama ladrão. (MA)
380.Burro calado se torna sábio. (RJ)
381.Burro de carga é que agüenta tranco. (MG)
382.Burro velho não toma andadura. (CE)
383.Busca amizade do seu igual, se és honrado e leal. (RJ)
384.Cabeça de cobra atrai faça. (Bras-net, MS)
385.Cabeça vazia é oficina do diabo. (RJ)
386.Cachaça tira juízo, mas dá coragem. (RJ)
387.Cachorro bom de tatu morre de cobra. (MT)
388.Cachorro bão nunca late em vão.13 (MG)
389.Cachorro cotó não passa pinguela. (MG)
390.Cachorro de cozinha não quer colega. (MG)
391.Cachorro de raça sai à raça. (ES)
392.Cachorro de raça, caça. (RJ)
393.Cachorro mordido por cobra tem medo de lingüiça. (Bras-net, MG)
394.Cachorro mordido, todo mundo morde. (RJ)
395.Cachorro mordido, todos mordem. (RJ)
396.Cachorro picado de cobra tem medo de lingüiça. (MG)
397.Cachorro quando tem medo não late. (RJ)
398.Cachorro que come ovelha só morto se endireita. (MT)
399.Cachorro que engole osso, em alguma coisa se fia. (MG)
400.Cachorro que enjeita osso, pau nele. (Bras-net, MG)
401.Cachorro que foi picado por cobra, tem medo de salsicha. (Bras-net, )
402.Cachorro que ladra não morde, enquanto está latindo. (Bras-net, SP)
403.Cachorro que ladra não morde. (Bras-net, SP)
404.Cachorro que muito late é mau companheiro. (MS)
405.Cachorro que muito late não morde. (Bras-net, SP)
406.Cachorro velho não aprende novos truques. (SP)
407.Cachorro velho não late à toa. (GO)
408.Cachorro velho, quando late, dá conselho. (GO)
409.Cachorro, quando tem medo, não late. (RJ)
410.Cada cabeça uma sentença. (RJ)
411.Cada coisa a seu tempo. (RJ)
412.Cada cuba cheira ao vinho que tem. (RS)
413.Cada escola que se abre é uma cadeia que se fecha. (Bras-net, SP)
414.Cada formiga tem sua ira. (RS)
415.Cada louco com a sua mania. (RJ)
416.Cada macaco no seu galho. (RJ)
417.Cada mosca faz a sua sombra. (PI)
418.Cada ovo comido é um pinto perdido. (Bras-net, PB)
419.Cada pardal com seu igual. (SC)
420.Cada porco em seu chiqueiro, cada pinto em seu poleiro (MS)
421.Cada povo com seu uso, cada roca com seu fuso. (Bras-net, SP)
422.Cada povo tem o governo que merece. (Bras-net, SP)
423.Cada qual com a sua lua. (MS)
424.Cada qual com a sua pereba. (GO)
425.Cada qual com seu igual. (RJ)
426.Cada qual estende a perna até onde tem coberta. (MG)
427.Cada roca com seu fuso, cada porca com seu parafuso. (RJ)
428.Cada um dá o que tem, a mais não é obrigado. (RJ)
429.Cada um é que sabe onde dói o seu calo. (Bras-net, SP)
430.Cada um é que sabe sabe onde o seu sapato aperta. (RJ)
431.Cada um na sua casa, o diabo fica na dele. (RJ)
432.Cada um na sua casa, o diabo não tem o que fazer. (RJ)
433.Cada um no seu canto sofre o seu tanto. (MG)
434.Cada um por si, Deus por todos. (SP)
435.Cada um puxa a brasa pra sua sardinha. (RJ)
436.Cada um sabe de si e Deus de todos. (RJ)
437.Café, mulher e sopa só quentes. (Bras-net, SP)
438.Cair no conto do vigário.14 (Bras-net, SP)
439.Cajueiro doce é que leva pedrada. (RN)
440.Cala boca, menino! Réplica: Cala a boca já morreu, quem manda na minha boca sou eu. (Bras-net, SP)
441.Caldo de galinha e água benta não fazem mal a ninguém. (Bras-net, SP)
442.Campo de concentracao é o melhor regime: não ha ninguem gordinho. (Bras-net, RJ)
443.Cana na fazenda dá pinga; pinga na cidade dá cana. (Bras-net, ES)
444.Candeia que vai na frente, ilumina duas vezes. (SC)
445.Cantiga velha não custa entoar. (MG)
446.Canudo que teve pimenta guarda o ardume. (MG)
447.Cão que late não morde. (Bras-net, SP)
448.Capar cachorro com faca de pau.15 (Bras-net, MG)
449.Cará, quando a terra é boa, racha. (MS)
450.Caranguejo nunca anda em linha reta. (RN)
451.Carão não mata, mas incha a lata. (RJ)
452.Carão não mata, mas maltrata. (GO)
453.Carapuça é pra quem veste. (RJ)
454.Careca não gasta pente. (Bras-net, SP)
455.Caridade abre as portas do céu. (SP)
456.Caridade começa é em casa. (GO)
457.Carregar um peso nos ombros. (Bras-net, SP)
458.Carreteiro é homem que não se aperta. (RS)
459.Carro a álcool... vocâ ainda vai tentar vender um. (Bras-net, SP)
460.Carro de boi pesado é que canta. (MG)
461.Carro que chia quer untura. (MG)
462.Carta jogada não é levantada. (SP)
463.Casa de esquina, ou morte ou ruína. (MG)
464.Casa de ferreiro, espeto de pau. (RJ)
465.Casa onde falta pão, todos brigam e ninguém tem razão. (Bras-net, SC)
466.Casa-se com Maria, mas viaja-se com Mercedes. (Bras-net, SP)
467.Casal feliz: marido surdo e mulher cega. (Bras-net, RJ)
468.Casamento é o fim das criancices e o começo da criançada. (Bras-net, SP)
469.Casarás e amansarás. (RS)
470.Casas roubadas, trancas à porta. (RJ)
471.Cascavel quando não mata, aleija. (RN)
472.Cascavel só anda aos pares. (RN)
473.Casco rachado, cavalo gordo. (MT)
474.Case o seu filho com a filha do vizinho. (GO)
475.Casebre onde se ri vale mais que palácio onde se chora. (RJ)
476.Casou, mudou e endereço não deixou. (Bras-net, SP)
477.Castanhas do Maranhão a escolher se vão. (MA)
478.Castiga o bom e ele melhorará; castiga o mau e ele piorará. (RJ)
479.Cautela e caldo de galinha não fazem mal a ninguém. (RJ)
480.Cavalo alugado não cansa. (CE)
481.Cavalo argel traz desgraça pra si e pro dono. (RS)
482.Cavalo bom de picado não faz dois rastros. (CE)
483.Cavalo bom e homem valente se conhecem na chegada. (MS)
484.Cavalo bom não precisa de espora. (Bras-net, RS)
485.Cavalo dado não se olha muda. (MS)
486.Cavalo de cachaceiro conhece o caminho do boteco. (RJ)
487.Cavalo de campo não bebe água de balde. (RS)
488.Cavalo de campo não come pasto cortado. (MT)
489.Cavalo de olho de porco, cachorro calado e homem de fala fina, cuidado com a relancina. (MS)
490.Cavalo é como gente, engana que é uma barbaridade. (MT)
491.Cavalo esperto gosta é de urumbeva. (MT)
492.Cavalo grande, besta de pau. (Bras-net, CE)
493.Cavalo peado não dá coice. (MS)
494.Cavalo ruim de sela é o que fecha a cancela. (RJ)
495.Cavalo tostado antes morto que cansado. (Bras-net, RS)
496.Cave o poço antes de sentir sede. (RJ)
497.Cearense - sig.: muito bom ou muito legal. (Bras-net, CE)
498.Cedo deitar e cedo erguer, dá saúde e faz crescer. (MG)
499.Cem amigos é pouco, um inimigo é muito. (MS)
500.Cerração baixa, sol que racha. (Bras-net, SP)
501.Cesteiro que faz um cesto, faz um cento. (GO)
502.Cestâro que faz um câstu, faz um cântu, e tendo cipó e tâmpu, faz duzântu.16 (RN)
503.Chamar na chincha.17 (Bras-net, SP)
504.Champanhe de pobre é sonrisal. (Bras-net, SP)
505.Chão pisado não dá erva. (RS)
506.Chato é aquele cara que só fuma pra filar cigarro dos outros. (Bras-net, SP)
507.Chato é aquele indivíduo que só vai ao cinema assistir a um filme de mistério para poder contar o
desfecho pros outros. (Bras-net, SP)
508.Chato é aquele sujeito que faz vocâ esperar a fila do elevador que leva meia-hora para contar uma piada
de hora e meia. (Bras-net, SP)
509.Chato é o indivíduo que diz pra vocâ do outro lado da rua: "Ei, vem cá!", quando a distancia é
absolutamente a mesma. (Bras-net, SP)
510.Chato é o sujeito que vai com vocâ pela rua e para de 2 em 2 metros porque não consegue conversar
andando. (Bras-net, SP)
511.Chato é um sujeito que quer ficar mais tempo com vocâ do que vocâ com ele. (Bras-net, SP)
512.Chato é uma pessoa que, quando vocâ pergunta "Como tem passado?", ele conta. (Bras-net, SP)
513.Chato só deixa de fumar para ficar chateando quem fuma. (Bras-net, SP)
514.Chato só não ronca quando dorme sozinho. (Bras-net, SP)
515.Chefe é chefe. (Bras-net, SP)
516.Chegou no Pará, parou; tomou açaí, ficou! (Bras-net, PA)
517.Chifre de argola não pega mandinga. (PE)
518.Chifre é como bicicleta, um dia vocâ vai ter um. (DF)
519.Chifre é igual a dentadura, demora mas se acostuma. (Bras-net, SP)
520.Chimarrão sem churrasco é laço sem argola ou relho sem açoiteira. (RS)
521.Choro de viúva é que nem água de chuva. (MG)
522.Chumbo é bom no veado; no cabrito não, que é de casa! (MG)
523.Chumbo trocado não dói. (GO)
524.Chuva e sol casamento de espanhol. (RJ)
525.Chuva e vento, casamento de ciumento. (Bras-net, SP)
526.Chuva na hora do casamento, em época de estiagem, é boa sorte. (CE)
527.Chuva não quebra osso. (RN)
528.Cobra maior sempre engole a menor. (CE)
529.Cobra não tem perna, mas também anda. (Bras-net, BA)
530.Cobra que não anda não engole sapo. (AM)
531.Cobra que quer morrer, procura a estrada (AM)
532.Coceira na mão de pobre é sarna, na mão de rico é dinheiro. (Bras-net, SP)
533.Coceira na mão é sinal que vem dinheiro ou notícia boa. (Bras-net, RJ)
534.Coco velho é que dá azeite. (SE)
535.Coice de égua não mata cavalo. (Bras-net, SP)
536.Coices de garanhão, pra égua, carinhos são. (Bras-net, SP)
537.Coisa bem começada é meio acabada. (PE)
538.Coisa bem guardada não se acha. (MG)
539.Coisas piores acontecem nas melhores famílias. (RJ)
540.Coitado do rebanho, quando lobo quer ter razão. (RJ)
541.Coitado é filho de rato, que nasceu pelado, no meio do mato. (RJ)
542.Coitados dos carneiros, quando os lobos querem ter razão. (RJ)
543.Colocar clara de ovo para Santa Clara, faz parar a chuva. (Bras-net, SP)
544.Colocar os pingos nos is.18
545.Com a distância, as qualidades crescem e os defeitos encolhem. (RJ)
546.Com a morte, só Deus pode. (RJ)
547.Com arte e engano vive-se a metade do ano, com engano e arte vive-se a outra parte. (RJ)
548.Com balas e bolos se enganam meninos e tolos. (RJ)
549.Com bochecha cheia d'água ninguém assopra. (MG)
550.Com boi chucro, laço e chibata. (MS)
551.Com bom traje esconde-se má linhagem. (SC)
552.Com coisa séria não se brinca. (RJ)
553.Com crucifixo e alho vampiro não chega. (Bras-net, RS)
554.Com dinheiro à vista, a gente é sempre benquista. (SP)
555.Com estradeiro, olho vivo e pé ligeiro. (PI)
556.Com fogo não se brinca. (GO)
557.Com gente ruim, muita terra de permeio. (SC)
558.Com mel se pegam as moscas. (GO)
559.Com mulher de bigode, nem o diabo pode. (RJ)
560.Com mulher e barro é sempre bom ir pelo meio. (Bras-net, PE)
561.Com o amor e a morte, não tente ser forte. (MG)
562.Com o tempo, amadurecem as uvas. (RS)
563.Com o tempo, tudo se ajeita. (RJ)
564.Com paciância, se ganha o céu. (RJ)
565.Com palha e milho, se leva o burro ao trilho. (RJ)
566.Com pouca cabeça, se governa o mundo. (SP)
567.Com tolice, até os deuses lutam em vão. (RJ)
568.Com um amigo desse, ninguém precisa de inimigo. (Bras-net, SP)
569.Com um só golpe, não se derruba uma árvore. (BA)
570.Com uma brasa, se incendeia uma casa. (SC)
571.Com vinagre, não se apanham moscas. (GO)
572.Come igual a um padre.19 (Bras-net, SP)
573.Come-se para viver, não se vive para comer. (RJ)
574.Começado e não acabado, vale por estragado. (PI)
575.Comer a isca e cagar no anzol. (Bras-net, SP)
576.Comer carne com peixe faz as orelhas crescer. (MG)
577.Comer e coçar é só começar. (RJ)
578.Comer gato por lebre. (RJ)
579.Comer minhoca e arrotar caviar. (RJ)
580.Comer o pão que o diabo amassou.20 (Bras-net, SP)
581.Comer, coçar e comprar é só começar. (Bras-net, MG)
582.Comeu, garrô lâ, morreu.21 (GO)
583.Comida gorda, testamento magro. (MG)
584.Comigo é na inhanha, 1 quilo de carne e dois de banha. (Bras-net, SP)
585.Como o amor é cego, o jeito é apalpar. (Bras-net, SP)
586.Como se toca, se dança. (RS)
587.Como ser chato não se aprende, se nasce. (Bras-net, SP)
588.Comprar a enforcados, vender a namorados. (PA)
589.Concorda ou sem corda? (Bras-net, MS)
590.Confie na Virgem, não corra, e verá o que acontece. (MG)
591.Conforme as ações, a recompensa. (RJ)
592.Conforme é o passarinho, assim é o ninho. (PR)
593.Conhece-se o amigo certo, nas horas incertas. (RJ)
594.Conhece-se o marinheiro, no meio da tempestade. (SE)
595.Conhecidos, muitos; amigos, poucos. (RJ)
596.Consegue o macaco, o que a onça não alçança. (MS)
597.Conselho de amigo é aviso do céu. (SC)
598.Conselho de quem te quer bem, mesmo que te pareça mal, escreve-o. (RJ)
599.Conselho de raposa, morte de galinha. (CE)
600.Conselho de sábio a providância divina é que manda. (RJ)
601.Conselho desprezado há de ser muito lembrado. (RJ)
602.Consultar é saber pela metade. (PE)
603.Contra a morte, não há remédio. (MG)
604.Contra a morte, só Deus pode. (MG)
605.Contra fatos, não há argumentos. (RJ)
606.Contra maus humores, grandes padecimentos. (RJ)
607.Contra si levanta pedras, quem aos outros quer jogar. (PA)
608.Coração de mão tem sempre lugar para mais um. (MS)
609.Coração determinado não aceita conselho. (PI)
610.Coração magoado, fala demasiado. (MG)
611.Coração partido, sempre é combatido. (MG)
612.Coração que suspira, não tem o que deseja. (RN)
613.Coragem é para quem tem, e não para quem quer. (MS)
614.Corcunda sabe como é que se deita. (SP)
615.Corda bamba também dá nó. (AL)
616.Coroa não cura dor de cabeça. (SP)
617.Corre mais que bagual com couro cru na cola. (RS)
618.Corre mais que notícia ruim. (Bras-net, SP)
619.Cortesia gera cortesia. (SP)
620.Coruja acha seus filhos lindos. (RJ)
621.Coruja cava o toco. (ES)
622.Cós de saia arrebentado, noivo tomado. (PI)
623.Costurar é para modista; permaneça na sua faixa. (Bras-net, SP)
624.Cotia ficou sem rabo, de tanto fazer favor. (PE)
625.Cozinha-se o pão enquanto o forno está quente. (MG)
626.Cresce e aparece. (RJ)
627.Cria fama e deita-te na cama. (RJ)
628.Cria corvos e eles te comerão os olhos. (RJ)
629.Cu de gente e nariz de cão só ficam quentes no pino do verão. (Bras-net, SP)
630.Cuia emborcada não guarda água. (MG)
631.Cuida com homem que não fala e com cachorro que não late. (MA)
632.Cuidado com o CóLLera!.22 (Bras-net, RJ)
633.Culpa condena. (RJ)
634.Culpa perdoada, culpa reparada. (PR)
635.Cuspido e escarrado.23 (Bras-net, SP)
636.Cuspir bala. (MS)
637.Cuspir fogo.24 (MS)
638.Da abundância vem o tédio. (SP)
639.Da cintura pra baixo, tanto faz a galinha como a vaca. (Bras-net, SP)
640.Da discussão, nasce a luz. (BA)
641.Dá duas vezes, quem dá logo. (MG)
642.Da justiça, o pobre só conhece castigos. (PB)
643.Da onde a gente menos espera é que não vem nada mesmo. (Bras-net, SP)
644.Da própria pele, não há quem fuja. (RJ)
645.Da vida nada se leva, tudo os herdeiros transformam. (Bras-net, SP)
646.Dá-se um boi pra não entrar numa briga e uma boiada pra não sair dela. (Bras-net, SP)
647.Dança-se, conforme a música. (RJ)
648.Dar a alma a Deus. (Bras-net, SP)
649.Dar a alma ao Diabo. (Bras-net, SP)
650.Dar bolo.25 (MS)
651.Dar com os burros n'água.26 (Bras-net, SP)
652.Dar corda. (Bras-net, RJ)
653.Dar dói, pedir encói.27 (MG)
654.Dar esmola não empobrece. (MG)
655.Dar nó no abainhado da saia amarra cobra. (MG)
656.Dar sal na mão traz miséria. (RJ)
657.Dar uma bobeada. (Bras-net, SP)
658.De grão em grão a galinha enche o papo. (Bras-net, SP)
659.De pequenino é que se torce o pepino. (Bras-net, SP)
660.Dâ a César o que é de César e a Deus o que é de Deus. (Bras-net, SP)
661.De alto cai, quem alto sobe. (BA)
662.De bago em bago, macaco enche o papo. (RJ)
663.De boa inteção o inferno está cheio. (RJ)
664.De bom vinho, bom vinagre. (RS)
665.De burro só se espera coice. (PE)
666.De cobra não nasce passarinho. (CE)
667.De doido, má palavra ou pedrada. (GO)
668.De gota em gota, o mar se esgota. (RJ)
669.De graça até injeção na testa.28 (Bras-net, SP)
670.De graça até injeção no céu da boca. (Bras-net, SP)
671.De graça até ônibus errado. (Bras-net, SP)
672.De grão em grão, a galinha enche o papo. (RJ)
673.De hora em hora, Deus melhora. (RJ)
674.De longas vias, longas mentiras. (RS)
675.De longos caminhos, longas mentiras. (Bras-net, RS)
676.De mamando a caducando, a gente vai-se educando. (Bras-net, SP)
677.De mau grão, nunca bom pão. (RS)
678.De médico e de louco todos nós temos um pouco. (RJ)
679.De médico, professor e louco, todos nós temos um pouco. (DF)
680.De mulher de igreja, Deus nos proteja. (Bras-net, RJ)
681.De noite, à candeia, não há muié29 feia. (MG)
682.De noite, todos os gatos são pardos. (RJ)
683.De onde a gente menos espera é que não vem nada mesmo. (Bras-net, SC)
684.De panela que ferve, se arredam as moscas. (PE)
685.De pau caído, todo mundo faz graveto. (MG)
686.De pensar morreu um burro, com freteiro, cangalha e tudo. (Bras-net, PB)
687.De pensar morreu um burro. (RJ)
688.De pequenino é que se torce o pepino. (RJ)
689.De que adianta o vento estar a favor, se não se sabe pra onde virar o leme? (RJ)
690.De que adianta ser rico, tendo só roupa de marca, se a melhor coisa da vida é feita sem roupa? (Bras-
net, SP)
691.De raminho em raminho, o passarinho faz seu ninho. (RJ)
692.De rico a soberbo, não há meio palmo. (GO)
693.De tostão por tostão se chega-se ao milhão. (RJ)
694.Debaixo da coberta, tanto vale a branca como a preta. (Bras-net, BA)
695.Defunto mole chama outro na casa. (GO)
696.Defunto quando acha quem carregue, balança. (MG)
697.Deitar cedo e cedo erguer-se. (Bras-net, SC)
698.Deixa estar, jacaré, que a lagoa há de secar. (RJ)
699.Deixa estar, pra ver como é que vai ficar. (RJ)
700.Deixa o tacho, que a fervura vem de baixo. (MG)
701.Deixe estar, jacaré, um dia a lagoa há de secar. (Bras-net, SP)
702.Depois da casa roubada é que se põem as trancas. (Bras-net, SP)
703.Depois da mijada da cotia, o cachorro pega o faro. (Bras-net, SP)
704.Depois da onça abatida, todos metem o dedo nas ventas. (MS)
705.Depois da tempestade vem a bonança. (RJ)
706.Depois da tempestade vem o lamaçal. (DF)
707.Depois de inseto, o que tem mais na face da terra é mulher. (Bras-net, SP)
708.Depois que colocaram álcool na gasolina...hic... os carros andam solucando. (Bras-net, SP)
709.Depois que o touro já está morto, todo mundo vai lá meter os dedos nas ventas. (Bras-net, SP)
710.Desculpa de aleijado é muleta. (RJ)
711.Desculpa de amarelo é friagem. (MG)
712.Desejo chega sem pedir licença. (MG)
713.Desgraça de pote é caminho de riacho. (MG)
714.Desgraça de quem pede é sujeitar-se a quem tem. (SP)
715.Desgraça pouca é bobagem. (RJ)
716.Desgraça pouca é moleza. (Bras-net, SP)
717.Desta terra nada se leva. (RJ)
718.Deus abençoe as mulheres bonitas, e as feias se sobrar tempo. (Bras-net, SP)
719.Deus ajuda quem cedo madruga. (MS)
720.Deus ajuda quem se ajuda. (RJ)
721.Deus ajuda quem trabalha. (PE)
722.Deus criou o homem antes da mulher para não ouvir palpite. (Bras-net, RJ)
723.Deus cura, o médico manda a conta. (Bras-net, SP)
724.Deus dá farinha, mas não amassa o pão. (RJ)
725.Deus dá nozes a quem não tem dentes. (Bras-net, SP)
726.Deus dá o frio conforme a cobertura. (MS)
727.Deus dá o frio conforme o cobertor. (RJ)
728.Deus dá o frio, conforme a roupa. (SP)
729.Deus escreve o certo, por linhas tortas. (RJ)
730.Deus fecha uma porta, mas abre dez janelas. (RJ)
731.Deus fez primeiro o homem porque toda obra prima precisa de rascunho. (DF)
732.Deus julga o que conhece, os homens, o que na conhecem. (Bras-net, SP)
733.Deus manda o frio, conforme o cobertor. (RJ)
734.Deus mora na igreja, não sai de casa, se tranca dentro do sacrário e, ainda por cima, o diabo lhe aparece.
(BA)
735.Deus não dá asas à cobra. (RJ)
736.Deus nos livre da praga do mau vizinho e da cobra que se esconde na poeira do caminho. (Bras-net, SP)
737.Deus, quando tira os dentes, enlarguece (alarga) a goela. (MG)
738.Devagar com o andor, que a santa é de barro! (RJ)
739.Devagar é que não se vai longe. (Bras-net, SP)
740.Devagar se vai ao longe. (RJ)
741.Diga-me com quem andas e eu te direi até onde chegas. (Bras-net, SP)
742.Diga-me com quem andas que dir-te-ei quem és. (RJ)
743.Diga-me com quem andas que eu te direi tu quem és. (Bras-net, SC)
744.Diga-me com quem vais, que lhe direi o que farás. (Bras-net, MS)
745.Dinheiro chama dinheiro. (SP)
746.Dinheiro compra tudo. (SP)
747.Dinheiro compra tudo; até amor verdadeiro. (Bras-net, SP)
748.Dinheiro de pobre é igual a sabão pega na mão, escorrega. (Bras-net, RJ)
749.Dinheiro de pobre parece sabão; quando ele pega, escorrega da mão. (Bras-net, SP)
750.Dinheiro espalhado é pior de se juntar, do que égua de se arribar. (RS)
751.Dinheiro não compra felicidade. (RJ)
752.Dinheiro não compra tudo. (MG)
753.Dinheiro não é tudo. (RJ)
754.Dinheiro não tem cheiro. (SP)
755.Dinheiro não traz felicidade, mas ajuda. (Bras-net, SP)
756.Dinheiro não traz felicidade, mas prefiro ser um rico infeliz do que um pobre infeliz. (Bras-net, SP)
757.Dinheiro, se fosse piolho, todos podiam ter. (GO)
758.Direito tem quem direito anda. (Bras-net, BA)
759.Disposição pra brigar, a ocasião é que dá. (GO)
760.Distância impõe respeito. (RJ)
761.Ditado velho é evangelho. (BA)
762.Diz(e)-me com quem vais, que te direi o que farás. (RJ)
763.Diz-me com quem andas que te direi quem és. (RJ)
764.Diz-se que gente velhaca dá nó em goteira e ensaca relâmpago na serra. (RS)
765.Dizem que dinheiro é coisa do diabo; mas quiser ver o diabo, ande sem dinheiro. (Bras-net, SP)
766.Dizer é uma coisa, fazer é que são elas. (RJ)
767.Do bom vinho, bom vinagre. ((RS)
768.Do jeitinho do passarinho, assim é o ninho. (MG)
769.Do mal que faz o lobo, apraz-se o corvo. (SC)
770.Do tempo em que se amarrava cachorro com lingüiça. (MS)
771.Dobra a língua sete vezes, antes de falar. (Bras-net, SP)
772.Dobra a língua. (RJ)
773.Doença e dor conhecem-se pela cor. (RS)
774.Doente mudou de cabeceira, morte certa. (Bras-net, SP)
775.Doente que espirra não morre no dia. (MG)
776.Dois bicudos não se beijam. (RJ)
777.Dois homens traídos pela mesma mulher tornam-se meio parentes. (Bras-net, SP)
778.Dois pesos, duas medidas. (MS)
779.Dor alheia não diz nada pra quem não a tem. (PE)
780.Dor de barriga não dá uma vez só. (Bras-net, SP)
781.Dormir de touca.30 (MS)
782.Dos fracos não reza a história. (Bras-net, SP)
783.Dos males, o menor. (RJ)
784.Duas cabeças pensam melhor que uma. (BA)
785.Duas coisas gostosas: cachaça de cabeça e mulher carinhosa. (Bras-net, PB)
786.Duas coisas matam de repente: vento pelas costas e a sogra pela frente. (Bras-net, SP)
787.Duas paixões nacionais: cerveja gelada e mulher quente. (Bras-net, SP)
788.Duas pedras ásperas, não fazem farinha. (MG)
789.Duma cajadada, matam-se dois coelhos. (RJ)
790.Duro com duro não fazem bom muro. (RJ)
791.É a intenção que faz a ação. (SP)
792.É batendo na cangalha que o burro entende. (PI)
793.É brasa coberta de cinzas. (Bras-net, SP)
794.É cobra criada. (Bras-net, SP)
795.É companheiro até debaixo d´água. (MS)
796.É da proibição que nasce a tentação. (MG)
797.É de pequenino que se torce o pepino. (RJ)
798.É de tirar o chapéu. (Bras-net, RJ)
799.É ditado da cotia: o sol se pôs, acabou-se o dia...(MG)
800.É ditado da raposa: o sol se pôs, ainda se faz muita coisa... (MG)
801.É falar, o difícil é fazer. (Bras-net, SP)
802.É hora da onça beber água. (Bras-net, RJ)
803.É hora da porca torcer o rabo. (Bras-net, RJ)
804.É mais do que um pai, é um pai de ação, é um paiação. (Bras-net, SP)
805.É mais fácil aconselhar que praticar. (GO)
806.É mais fácil destruir que construir. (GO)
807.É mais fácil fazer uma menina do que consertar uma mulher. (Bras-net, RJ)
808.É mais fácil pensar que dizer. (GO)
809.É mais fácil pro burro perguntar, que pro sábio responder. (BA)
810.É mais fácil prometer que dar. (GO)
811.É mais fácil um camelo passar pelo buraco de uma agulha do que um rico entrar no reino de Deus
(evangelho). (Bras-net, MS)
812.É mais matreiro que graxaim. (RS)
813.É melhor gastar um milhão com saúde do que gastar um milhão com remédio. (Bras-net, RJ)
814.É melhor prevenir, que remediar. (RJ)
815.É melhor ser invejado, que lamentado. (RJ)
816.E melhor um jumento que me carregue, que um cavalo que me derrube... ou escoiceie. (Bras-net, SP)
817.É melhor um sim tardio, que um não vazio. (PI)
818.É muita areia pro meu caminhãozinho. (Bras-net, SP)
819.É muita honra pr'uma pobre marquesa. (RJ)
820.É pobre como Jó. (Bras-net, SP)
821.É preferível dividir o filé com os outros do que comer merda sozinho. (BA)
822.É preferível ser um pai quadrado do que ter filha redonda. (Bras-net, SP)
823.E preferível uma mulher cagada a um homem perfumado.31 (Bras-net, RJ)
824.É tudo farinha do mesmo saco. (Bras-net, SP)
825.É uma brasa, mora. (Bras-net, SP)
826.Economia é a base da porcaria. (RJ)
827.Édipo era fervorosamente fiel; afinal de contas, mãe só se tem uma. (Bras-net, SP)
828.Eduquem as criancas e não será preciso punir os homens. (Bras-net, BA)
829.Ele cozinhou, cozinhou e acabou não fazendo nada. (MS)
830.Ele me passou no buraco da agulha. (MS)
831.Ele só comeu da banda podre. (MS)
832.Ele tem costas largas. (MS)
833.Elefante não cabe em estante. (DF)
834.Elefantes e mulheres nunca se esquecem. (Bras-net, SP)
835.Eles tem um parafuso a menos. (Bras-net, SP)
836.Em animal chucro todo defeito assenta. (MS)
837.Em boca calada não entra mosca. (MS)
838.Em boca fechada não entra mosca... e de boca fechada não sai cáca. (RJ)
839.Em boca fechada não entra mosquito. (Bras-net, SP)
840.Em boi velho não busque abrigo. (CE)
841.Em briga de irmão não se dá opinião. (SE)
842.Em briga de irmão, não meta a mão. (PA)
843.Em briga de marido e mulher não se mete a colher. (RJ)
844.Em briga de marido e mulher ninguém mete a colher. (Bras-net, SP)
845.Em caminho de paca, tatu caminha dentro? (Bras-net, SP)
846.Em casa a mulher é o governo; a sogra, o ministro da defesa e o homem o ministro da despesa. (Bras-
net, SP)
847.Em casa de enforcado, não se fala em corda. (RJ)
848.Em casa de ferreiro, o espeto é de pau. (RJ)
849.Em casa de marimbondo, não se mexe com vara curta. (Bras-net, SP)
850.Em casa de músico, até os gatos brigam por "solfá". (SP)
851.Em casa de pobre, ao meio-dia, mosca samba embaixo da panela. (RJ)
852.Em casa onde não há pão, todo mundo briga sem razão. (RJ)
853.Em casa que mulher manda, até o galo canta fino. (Bras-net, SP)
854.Em cavalo dado, não se olham os dentes. (RJ)
855.Em cima daquele morro, passa boi, passa boiada, passa trem, passa ônibus, eta, que trânsito! (Bras-net,
SP)
856.Em coisas de amor, o que se diz não se escreve. (RJ)
857.Em fazenda fina é que a mancha pega. (RJ)
858.Em festa de jacu, não entra nambu. (CE)
859.Em janela fechada, o sol não penetra. (RS)
860.Em lagoa com piranha, jacaré nada de costas. (MS)
861.Em lagoa que tem piranha, jacaré nada de costas. (Bras-net, RJ)
862.Em mulher, não se bate nem com uma flor. (RJ)
863.Em mulher, não se bate nem mesmo com uma flor. (Bras-net, SP)
864.Em pé de pobre, todo sapato serve. (RJ)
865.Em poço que tem piranha, macaco bebe água de canudinho. (Bras-net, BA)
866.Em pouco, muito se diz. (RJ)
867.Em rio de piranha, jacaré bebe agua de canudinho. (Bras-net, RJ)
868.Em rio de piranha, jacaré nada de costas. (Bras-net, SP)
869.Em rio que tem piranha, jacaré nada de costas. (Bras-net - RJ)
870.Em rio que tem piranha, jacaré usa camisinha. (Bras-net - RJ)
871.Em rio que tem piranha, macaco toma água de canudinho. (Bras-net, SP)
872.Em roçado queimado é que a gente planta. (MG)
873.Em Roma, como os romanos. (Bras-net, SP)
874.Em tempo de guerra, mentira é como a terra. (RJ)
875.Em tempo de murici, cada um cuida de si. (PE)
876.Em tempo de seca, de bicho de cabelo só quem escapa é escova. (CE)
877.Em terra de cego, quem tem um olho é defeituoso. (Bras-net, SP)
878.Em terra de cegos, que tem olho é rei. (Bras-net, SP)
879.Em terra de cegos, quem tem um olho é caolho. (Bras-net, SP)
880.Em terra de sapo, se aprende a pular. (MS)
881.Em terra de sapos, de cóqua qüâles.32 (MG)
882.Em terra onde não há carne, urubu é frango. (RJ)
883.Em terreiro de galinha, barata não tem razão. (RJ)
884.Em time que está ganhando, não se mexe. (Bras-net, SP)
885.Em time que está vencendo, não se mexe. (Bras-net, SP)
886.Enfiar o pé na jaca.33 (Bras-net, SP)
887.Engatinhando se aprende a andar. (RJ)
888.Engraçadinho é colarinho de palhaço. (Bras-net, SP)
889.Enquanto dormem os gatos, correm os ratos. (MG)
890.Enquanto há vento, molha-se a veia. (MG)
891.Enquanto há vida, há esperança. (DF)
892.Enquanto o meu carvão não for todo, hei de ser brasa. (DF)
893.Enquanto o pau vai e vem, folgam-se as costas. (BA)
894.Enquanto se descança, se carrega pedra. (MG)
895.Enquanto vocâ vinha com o fubá, a minha broa já (es)tava pronta. (MG)
896.Entrada de gavião, saída de sendeiro. (PI)
897.Entre dizer e fazer, há muita diferença. (RJ)
898.Entre marido e mulher, ninguém mete (meta) a colher. (RJ)
899.Errando é que se aprende. (RJ)
900.Errar é humano, perdoar é divino. (RJ)
901.Errar é humano, persistir no erro é burrice. (RJ)
902.Erva má cresce depressa. (RS)
903.Erva má mata a boa. (RS)
904.Escreveu não leu o pau comeu. (Bras-net, SP)
905.Escreveu, não leu? Entao é burro. (Bras-net, SP)
906.Esmola quando é demais o santo desconfia. (Bras-net, SP)
907.Esmola, meu senhor, acostuma ou humilha o cidadão do Nordeste. (Bras-net, CE)
908.Esmola, quando é muita, o santo desconfia. (RJ)
909.Espinho que penica, de pequeno traz a ponta. (PE)
910.Esquivança aparta amor. (CE)
911.Está mais por fora do que mão de afogado. (Bras-net, SP)
912.Estão chovendo gatos e sapatos. (Bras-net, SP)
913.Estar mais perdido do que azeitona na boca de banguela. (MS)
914.Estepe e mulher é sempre bom ter de reserva. (Bras-net, SP)
915.Estourar o coco.34 (Bras-net, SP)
916.Estourou como uma bomba. (Bras-net, SP)
917.Estrada reta e mulher sem curva só dão sono. (Bras-net, SP)
918.Eu falo e vocâ pia. (Bras-net, SP)
919.Eu não sou Amélia, não!35 (Bras-net, SP)
920.Eu não sou Cristo para agüentar vocâ. (MS)
921.Eu não sou dentista, mas adoro banguela. (Bras-net, RJ)
922.Existem várias maneiras de ser chato, mas o chato escolhe sempre a pior. (Bras-net, SP)
923.Faça como eu falo, mas não como eu faço. (Bras-net, SP)
924.Faça o bem sem olhar a quem. (RJ)
925.Faça o que eu digo, mas não faça o que eu faço. (RJ)
926.Fala-se no diabo e o diabo aparece. (RJ)
927.Falando do diabo aparece o rabo. (Bras-net, SP)
928.Falar com os nossos botões.36 (Bras-net, SP)
929.Falar é fácil, fazer é que é custoso. (GO)
930.Falar é fácil, fazer é que são elas. (RJ)
931.Falar em cima da bucha. (Bras-net, SP)
932.Faltando familiriaridade, falta amizade. (RJ)
933.Farinha ruim não dá bom pão. (RJ)
934.Farol alto na cara é como mulher gritando no ouvido. (Bras-net, SP)
935.Favor recebido, favor esquecido. (MG)
936.Favores alegados pagos estão. (RJ)
937.Fazendo muro é que se vira pedreiro. (GO)
938.Fedelho não mete o bedelho. (Bras-net, SP)
939.Feitiço sempre vira contra o feiticeiro. (SP)
940.Feliz é o doente que se conhece. (SP)
941.Feliz foi Adão que não teve sogra nem chateação. (Bras-net, RJ)
942.Feliz no jogo, infeliz no amor. (RJ)
943.Ferida pequena é que dói. (PA)
944.Feridas de condição se curam com os instrumentos que as dão. (SC)
945.Ferramenta pesa, mas alimenta. (SC)
946.Ferro se malha enquanto está quente. (RJ)
947.Festa acabada, músicos de pé. (PI)
948.Fia-te na Virgem e não corras, e verás o que te acontece. (MG)
949.Fiado só para maiores de 80 anos, acompanhados pelos pais. (Bras-net, SP)
950.Fiado, nem a cunhado. (MG)
951.Fiado, nem rebolando. (Bras-net, SP)
952.Fica com Deus. (Bras-net, RJ)
953.Fica-se viúvo e casa-se com a cunhada para economizar sogra. (Bras-net, SC)
954.Ficar com a pulga atrás da orelha.37 (Bras-net, SP)
955.Ficar de butuca.38 (Bras-net, SP)
956.Ficar de orelha em pé.39 (RJ)
957.Figurinha repetida não completa álbum. (Bras-net, SP)
958.Filar bóia.40 (Bras-net, SP)
959.Filho de filha neto é, filho de filho talvez será. (Bras-net, SP)
960.Filho de onça já nasce pintado. (Bras-net, SP)
961.Filho de peixe é peixinho. (Bras-net, SP)
962.Filho dos outros cresce rápido. (Bras-net, RJ)
963.Filho és, pai serás, assim como fizeres, assim acharás. (RJ)
964.Filho extremoso, pai venturoso. (MA)
965.Filhos criados, trabalhos dobrados. (RJ)
966.Filhos criados, trabalhos dobrados; filhos casados, trabalhos acrescentados. (MG)
967.Filhos das minhas filhas, meus netos são; filhos dos meus filhos, não sei se serão. (RJ)
968.Fogão de carreteiro em cima de outro é sinal de desgraça. (RS)
969.Foi para o beleléu.41 (MS)
970.Foi sempre assim, ou oito ou oitenta. (Bras-net, SP)
971.Formiga e puxa-saco tem em todo lugar. (PR)
972.Formiga, quando quer se perder, cria asas. (MA)
973.Forte como um touro. (Bras-net, RJ)
974.Franga que canta quer galo. (Bras-net, SP)
975.Franguinho que bota é que canta. (Bras-net, SP)
976.Fulana dá mais que chuchu na serra. (Bras-net, SP)
977.Fulano fala feito um papagaio. (Bras-net, RJ)
978.Fumaça na baixa, sol que racha. (MG)
979.Fumaça na serra, chuva na terra. (MG)
980.Fumaça não assa carne. (RS)
981.Gaba-te, toco, senão quem te gabará? (RJ)
982.Galinha do olho torto procura o poleiro cedo. (MG)
983.Galinha na manguara não tem preço. (SP)
984.Galinha não mata pinto. (RJ)
985.Galinha que canta como galo anuncia a morte do dono da casa. (MG)
986.Galinha que canta é que bota. (Bras-net, MG)
987.Galinha velha da bom caldo, mas franga nova faz galo velho cantar. (Bras-net, SP)
988.Galinha velha é que dá bom caldo. (Bras-net, SP)
989.Galo cantando fora de hora dá novidade amanhã. (RN)
990.Galo cantando na boca da noite, sinal de que estão furtando moça. (RN)
991.Galo fecha os olhos quando canta porque sabe a música de cor. (Bras-net, SP)
992.Galo fecha os olhos quando canta, porque decorou a música. (MG)
993.Galo onde canta janta. (Bras-net, SP)
994.Galo só briga barrufado. (SP)
995.Garapa dada nunca é azeda. (MG)
996.Gato escaldado tem medo de água fria. (Bras-net, SP)
997.Gato escondido com o rabo de fora. (Bras-net, SP)
998.Gato preto encaipora a casa. (PE)
999.Gato ruivo, do que usa, disso cuida. (PE)
1000. Gato sem unha não arranha. (RJ)
1001. Gato tem sete vidas. (Bras-net, RJ)
1002. Gato, com fome, come farofa de alfinete. (RJ)
1003. Gaúcho é com gaúcho que se pecha. (RS)
1004. Gaúcho é como capim teimoso. (RS)
1005. Gaúcho macho dá o cu sem gemer. (Bras-net, SP)
1006. Gaúcho não come mel, chupa a abelha. (Bras-net, SP)
1007. Gavião pega pinto, mas respeita galo. (PE)
1008. Gengiva desenganada corta mais que dente. (MG)
1009. Gente boba é trabalho dos outros. (RJ)
1010. Gente ruim é como dor de dente: quanto mais se presta atenção nela, mais incomoda. (Bras-net,
PB)
1011. Gente ruim é trabalho dos outros. (RJ)
1012. Gente ruim não precida de chocalho. (MG)
1013. Goiabada sem queijo é que nem abraço sem beijo. (Bras-net, SP)
1014. Gordura é formosura. (MG)
1015. Gosta dele? Mora com ele! (Bras-net, SP)
1016. Gostar de mulher não é defeito. (MG)
1017. Gosto é igual a cu, cada um tem o seu. (Bras-net, SP)
1018. Gosto não se discute, se lamenta. (Bras-net, SP)
1019. Gosto não se discute. (RJ)
1020. Goteira é que enche a bacia. (RN)
1021. Governa-se a boca, conforme a bolsa. (RJ)
1022. Grande gabador, pequeno fazedor. (PE)
1023. Grande nau, grande tormenta. (PR)
1024. Grosseria chama grosseria. (RJ)
1025. Guasca42 apara a lama na faca. (RS)
1026. Guiado por Deus, dirigido por eu. (Bras-net, SP)
1027. Há chuva que seca e sol que refresca. (RS)
1028. Há de se ganhar muito com isso. (Bras-net, SP)
1029. Há gente que demora para embeiçar, mas quando se embeiça não há quem agüente. (Bras-net,
SP)
1030. Há gente que fala mais que papagaio em areia quente. (Bras-net, SP)
1031. Há gente que pula mais do que galinha do pé queimado. (Bras-net, MG)
1032. Há homens que se sucedem, mas que não se substituem. (MS)
1033. Há mais aprendizes que mestres. (MA)
1034. Há mais de uma maneira de se esfolar um gato. (Bras-net, SP)
1035. Há mais ingratos que sapatos. (AM)
1036. Há mais marés que marinheiros. (RJ)
1037. Há mais ratoeiras que ratos. (PI)
1038. Há mal que vem pra bem. (MS)
1039. Há malas que vão para Belém.43(Bras-net, SP)
1040. Há males que vâm pra bem. (RJ)
1041. Há muitas maneiras de se matar pulgas. (RJ)
1042. Há muitos burros do mesmo pâlo. (RS)
1043. Há mulheres que só são fiéis à moda. (Bras-net, SP)
1044. Há sempre um chinelo velho para um pé cansado. (Bras-net, SP)
1045. Há sempre um chinelo velho para um pé doente. (RJ)
1046. Hábito de padre e saia de mulher chega(m) onde quer(em). MG)
1047. Havendo orgulho, haverá confusão, havendo humildade, haverá sabedoria. (Bras-net, SP)
1048. Hoje na nossa figura, amanhã na sepultura. (PE)
1049. Homem apaixonado e pássaro com visgo, quanto mais se debatem, mais se prendem. (RS)
1050. Homem de boa lei tem palavra de rei. (SC)
1051. Homem de muitas graças em geral tem muitas culpas. (PE)
1052. Homem desmunhecando e mulher pisando duro não enganam nem no escuro. (Bras-net, RJ)
1053. Homem digno não admite baixeza. (MS)
1054. Homem direito tem um pâlo só. (GO)
1055. Homem do mar mija na cama e diz à mulher que está suando. (Bras-net, SP)
1056. Homem do seu ofício, seu inimigo é. (RJ)
1057. Homem é bicho que se doma. (MS)
1058. Homem é como basculante: quando velho, não levanta mais. (Bras-net, SP)
1059. Homem é igual a chiclete, quanto mais se pisa, mais gruda no pé. (DF)
1060. Homem endividado, todo o ano apedrejado. (RJ)
1061. Homem honrado, antes morto que injuriado. (PB)
1062. Homem não é pipoca, mas dá seus pulinhos. (SP)
1063. Homem narigudo é poucas vezes cornudo. (Bras-net, SP)
1064. Homem pequenino, ou sacana ou dançarino. (Bras-net, SP)
1065. Homem perdido não quer conselho. (SP)
1066. Homem que apanha de mulher, não se queixa a delegado. (Bras-net, SP)
1067. Homem que bate no peito, velhaco perfeito. (CE)
1068. Homem que madruga, de algo tem cura. (RS)
1069. Homem reina, mulher governa. (Bras-net, AL)
1070. Homem sem abrigo, pássaro sem ninho. (MG)
1071. Homens bons e tonéis de vinho apaziguam o ruído. (RS)
1072. Honestidade é a melhor política. (RJ)
1073. Honra e bom proveito não cabem em saco estreito. (RJ)
1074. Honra o bom para que te honre e o mau para que não te desónre. (RJ)
1075. Honra sem proveito faz mal ao peito. (MG)
1076. Hora a hora, Deus melhora. (RJ)
1077. Hóspede de avarento não precisa de purgante. (BA)
1078. Hóspede e pescada aos trâs dias enfada (enfadam). (BA)
1079. Hóspede em casa é dia santo. (RN)
1080. Hóspede, depois de trâs dias, cheira a cavalo morto. (CE)
1081. Idade e experiância, não na adolescância. (RJ)
1082. Imagem do Buda de costas próximo à porta traz riqueza. (Bras-net, SP)
1083. Imbecil não tem tédio. (Bras-net, SP)
1084. Impossível é rato fazer ninho em orelha de gato. (MG)
1085. Indo é que se peneira nos bastos. (MS)
1086. Indo por caminho reto, o longe se faz perto. (RJ)
1087. Infeliz do rato que só conhece um buraco. (RJ)
1088. Infeliz no jogo, feliz no amor. (RJ)
1089. Inimigo batido não é vencido. (RJ)
1090. Inteligente que nem QI de ameba. (Bras-net, SP)
1091. Inverno sem Minuano é como churrasco sem farinha. (RS)
1092. Isso é conversa para boi dormir.44 (Bras-net, MS)
1093. Isso é do tempo do ronca.45 (Bras-net, SP)
1094. Isso é do tempo em que se amarrava cachorro com lingüiça. (Bras-net, SP)
1095. Isso é lágrima de crocodilo.46 (MS)
1096. Isso é mais velho do que andar pra frente. (Bras-net, SP)
1097. Isso é uma espinha em minha garganta. (MS)
1098. Isso já é bate-não-agarra. (Bras-net, SP)
1099. Isso já virou bate-enxuga. (Bras-net, SP)
1100. Isto aqui tá um inferno. (Bras-net, SP)
1101. Isto está mais enrolado que suruba de cobra. (Bras-net, SP)
1102. Isto não é pro seu bico. (Bras-net, SP)
1103. Já andava pegando cachorro a grito. (MS)
1104. Já leu atrás? (Bras-net, RJ)
1105. Jacaré comprou cadeira e não tem bum-bum para sentar. (MS)
1106. Jacaré comprou cadeira e não tem bunda para sentar. (Bras-net, SP)
1107. Jamais diga nunca. (RJ)
1108. Janelas fechadas são olhos de cego. (SE)
1109. Jegue coberto de ouro, tudo alçança. (CE)
1110. Jegue com fome, cardos come. (CE)
1111. Jerimum com jabá só amigo é que dá. (RN)
1112. Jerimum se guarda, mas melancia apodrece. (PI)
1113. Jogar verde pra colher maduro. (Bras-net, SP)
1114. Jogarás, pedirás, furtarás. (RS)
1115. Jogo e bebida, casa perdida. (RJ)
1116. Jogo franco, cartas na mesa. (RJ)
1117. Juiz piedoso faz o povo cruel. (GO)
1118. Julga-se a onça sempre maior do que ela é. (MS)
1119. Julga-se pelas ações e não pela conta no banco. (SP)
1120. Junta-te aos bons e serás um deles. (RJ)
1121. Junte palha com ouro e terá ouro como palha. (MG)
1122. Junto da ortiga, nasce a rosa. (SP)
1123. Juramento de quem ama não dá pra crer. (CE)
1124. Lá vem baixaria!47
1125. Ladrão de tostão, ladrão de milhão. (RJ)
1126. Ladrão endinheirado, não morre enforcado. (SP)
1127. Ladrão que rouba ladrão tem cem anos de perdão. (Bras-net, SP)
1128. Ladrao que rouba pobre só leva susto. (Bras-net, BA)
1129. Lagartixa sabe em que pau bate a cabeça. (MA)
1130. Lagoa que não tem junco, que lagoa pode ser? (SC)
1131. Lágrimas de herdeiro, sorrisos disfarçados. (RJ)
1132. Laranja madura, na beira da estrada, tá bichada ou tem marimbondo no pé. (Bras-net, SP)
1133. Laranja, em beira de estrada, ou é podre ou está bichada. (Bras-net, SP)
1134. Laranjeira azeda não dá laranja lima. (PR)
1135. Lé com lé, cré com cré, cada um com os da sua ralé. (Bras-net, SP)
1136. Lâ com lâ, crâ com crâ. (MS)
1137. Leia na frente. (Bras-net, RJ)
1138. Leilão: mulher chamada Leila com mais de dois metros de altura. (Bras-net, SP)
1139. Lembra-se mais do credor que do devedor. (SP)
1140. Lenha verde é que faz fumaça. (MG)
1141. Levanta, sacode a poeira e dá a volta por cima.48 (Bras-net, SP)
1142. Levantar a lebre pra que outrem medre.49 (MG)
1143. Levar a breca.50 (Bras-net, SP)
1144. Levar um baile.51 (MS)
1145. Levou uma vida de miséria: é uma alma provada. (MS)
1146. Liberdade sem juízo é pólvora em mão de menino. (MG)
1147. Limpíssimo da Silva, Sujíssimo da Silva. (Bras-net, SP)
1148. Língua não tem osso, mas quebra os ossos. (SP)
1149. Liso que nem mussum ensaboado.52 (Bras-net, SP)
1150. Livre-se de mau vizinho e de excesso de vinho. (RS)
1151. Livros fechados não fazem letrados. (MA)
1152. Lixeiro na casa dele é patrão. (RJ)
1153. Lobisomem aparece em noite de Lua Cheia. (Bras-net, SP)
1154. Lobo com a guela cheia não morde. (GO)
1155. Lobo não come lobo. (RJ)
1156. Lobo velho não cai em armadilha. (SP)
1157. Locomotiva de primeira não sai da linha. (Bras-net, SP)
1158. Longa ausância, breve esquecimento. (RJ)
1159. Longas viagens, maiores mentiras. (MA)
1160. Longe dos olhos, longe do coração. (RJ)
1161. Longe é lugar que não existe. (CE)
1162. Louco é quem quer o que não pode ter. (MG)
1163. Loucura é breve, longo é o arrependimento. (MG)
1164. Lua nova setembrina, sete meses determina. (Bras-net, SP)
1165. Lugar de pesado é o chão. (CE)
1166. Lugar ventoso, lugar sem repouso. (PE)
1167. Má pele não muda. (GO)
1168. Má chaga sara, má fama mata. (RS)
1169. Má companhia torna o bom mau e o mau pior. (SP)
1170. Má erva mata a boa. (RS)
1171. Má notícia sempre vem a cavalo. (Bras-net, SP)
1172. Má notícia voa. (RJ)
1173. Má vizinha dá agulha sem linha. (MG)
1174. Macaco consegue o que a onça não balança. (MG)
1175. Macaco não briga com o pau que sobe. (MG)
1176. Macaco não enxerga o seu rabo, mas enxerga o da cotia. (MG)
1177. Macaco que muito mexe quer chumbo. (MG)
1178. Macaco que muito pula quer chumbo. (Bras-net, SP)
1179. Macaco velho não põe a mão em cumbuca. (Bras-net, SP)
1180. Macaco velho não trepa em galho seco. (MG)
1181. Macaco, olha o teu rabo! (RJ)
1182. Macaco, quando acha galho, trepa e balança. (MG)
1183. Madrasta e enteada sempre andam em guerra. (MG)
1184. Madruga e verás, trabalha e terás. (RS)
1185. Mãe tem costas largas. (RJ)
1186. Magro como bacalhau de porta de venda. (Bras-net, SP)
1187. Maior é o perigo onde maior é o medo. (RJ)
1188. Mais sujo que pau de galinheiro. (Bras-net, SP)
1189. Mais agitado que siri na lata. (Bras-net, SP)
1190. Mais alto do que vara de catucar estrelas. (Bras-net, SP)
1191. Mais amargo que o amor é a mulher. (Bras-net, SP)
1192. Mais amor e menos confiança. (RJ)
1193. Mais anda quem tem bom vento, que quem muito rema. (RJ)
1194. Mais apertado do que sardinha em lata. (Bras-net, SP)
1195. Mais apertado que rato em guampa. (Bras-net, SP)
1196. Mais arreganhado que talho em bunda de gordo. (Bras-net, SP)
1197. Mais caro é o dado, que o comprado. (MG)
1198. Mais chato do que mala redonda sem alça. (Bras-net, SP)
1199. Mais chato do que mala sem alça. (Bras-net, SP)
1200. Mais chora quem faz mal, que quem faz bem. (MA)
1201. Mais comem os olhos, que a boca. (RJ)
1202. Mais corre a ventura, que cavalo ou mula. (MG)
1203. Mais depressa se apanha um mentiroso, que um coxo. (RJ)
1204. Mais duro que pau de tarado. (Bras-net, SP)
1205. Mais enrolado que bombril. (Bras-net, RJ)
1206. Mais enrolado que carretel. (Bras-net, SP)
1207. Mais enrolado que papel higiânico. (Bras-net, RJ)
1208. Mais estarrachado do que sapo no asfalto (Bras-net, SP)
1209. Mais faz diligância, que dinheiro. (SP)
1210. Mais feio do que fracasso de aborto. (Bras-net, SP)
1211. Mais feio do que rascunho do mapa do inferno de cabeça para baixo! (Bras-net, SP)
1212. Mais feio que bater na mãe. (Bras-net, SP)
1213. Mais feio que briga de foice no escuro apartada a machado. (Bras-net, SP)
1214. Mais feio que briga de foice no escuro. (Bras-net, RJ)
1215. Mais feliz que ganso novo em taipa de açude. (Bras-net, RS)
1216. Mais feliz que lambari em sanga. (Bras-net, RS)
1217. Mais fere a língua do adulador, que a arma do perseguidor. (PI)
1218. Mais folgado que colarinho de palhaço. (Bras-net, SP)
1219. Mais grosso do que dedo de elefante destroncado. (Bras-net, SP)
1220. Mais longe do que onde o diabo perdeu as botas. (Bras-net, SP)
1221. Mais macho que couro de tapichú. (RS)
1222. Mais mata a gula que a pistola. (SE)
1223. Mais perdido do que cachorro em dia de mudança. (Bras-net, SP)
1224. Mais perdido do que cachorro quando cai de caminhão de mudança. (Bras-net, SP)
1225. Mais perdido do que cego em tiroteio. (Bras-net, RJ)
1226. Mais perdido do que cusco em procissão. (Bras-net, RS)
1227. Mais perdido do que freira em zona. (Bras-net, SP)
1228. Mais perdido do que lesma em gelatina. (Bras-net, SP)
1229. Mais perdido do que peido em bombacha. (Bras-net, SP)
1230. Mais por baixo do que poleiro de pato. (Bras-net, SP)
1231. Mais por fora que umbigo de vedete. (Bras-net, SP)
1232. Mais quente do que nâga53 em baile. (Bras-net, RJ)
1233. Mais quero estar trabalhando, que chorando. (PR)
1234. Mais se descobre numa hora de jogo, que em muitas de conversa. (GO)
1235. Mais sério do que cachorro embarcado. (Bras-net, SP)
1236. Mais tem Deus pra dar, do que o diabo pra vender. (MG)
1237. Mais vale a má estrada, que um mau companheiro. (Bras-net, RJ)
1238. Mais vale amigo, que parente ou primo. (MG)
1239. Mais vale astúcia, que força. (RS)
1240. Mais vale casar, do que se abrasar. (RJ)
1241. Mais vale cuidar do nosso de longe do que do alheio de perto. (PE)
1242. Mais vale descoser, que romper. (RJ)
1243. Mais vale engenho que força. (PI)
1244. Mais vale esperança boa que posse ruim. (MA)
1245. Mais vale estrada velha que vereda nova. (AL)
1246. Mais vale exemplo que doutrina. (PE)
1247. Mais vale experiância que ciância. (RJ)
1248. Mais vale filha mal casada que bem amancebada. (PI)
1249. Mais vale inveja que piedade. (SP)
1250. Mais vale ler um homem que cem livros. (RJ)
1251. Mais vale magro no mato que gordo no papo do gato. (MG)
1252. Mais vale puta na cama que na fama. (Bras-net, SP)
1253. Mais vale quem Deus ajuda, do que quem cedo madruga. (AM)
1254. Mais vale um amigo na praça, do que muito dinheiro no banco. (RJ)
1255. Mais vale um cachorro amigo do que um amigo cachorro. (Bras-net, SP)
1256. Mais vale um dia de amor do que cem de latim. (RJ)
1257. Mais vale um gosto do que um carroção de abóbora. (SP)
1258. Mais vale um gosto do que um vintém no bolso. (RJ)
1259. Mais vale um mau acordo do que uma boa questão. (Bras-net, SP)
1260. Mais vale um pássaro na mão do que dois voando. (RJ)
1261. Mais vale um peito na mão do que dois no sutiã. (Bras-net, SP)
1262. Mais vale um sem-vergonha gordo do que um decento magro. (MG)
1263. Mais vale um toma do que dois te darei. (Bras-net, SP)
1264. Mais vale uma abelha voando do que duas na mão. (Bras-net, RJ)
1265. Mais vale uma boa hora de negócio do que um ano de lavoura. (PR)
1266. Mais vale uma pitomba na mão do que cem no pé. (BA)
1267. Mais vale verde na minha goela do que maduro na dos outros. (AC)
1268. Mais vale vinagre dado do que mel comprado. (RS)
1269. Mais valem dois marimbondos voando do que um na mão. (Bras-net, SP)
1270. Mais valem lágrimas de derrota do que a vergonha de não ter lutado. (Bras-net, SP)
1271. Mais vazio do que cabeça de bagre. (Bras-net, SP)
1272. Mais velho do que andar pra frente. (Bras-net, SP)
1273. Mal alheio dá consâio.54 (GO)
1274. Mal alheio não cura dor. (PE)
1275. Mal de morte não tem jeito e o que não é, se cura com água de pote. (MG)
1276. Mal ladra o cão, quando ladra de medo. (RS)
1277. Mal pensa, quem não repensa. (PI)
1278. Mal por mal, melhor cadeia que hospital. (GO)
1279. Mal que não tem cura, se chama loucura. (RJ)
1280. Mal que se ignora, coração não chora. (RJ)
1281. Malandra é a pulga que só espera comida na cama. (Bras-net, RJ)
1282. Malandro é o gato! (Bras-net, RJ)
1283. Malandro é o sapo que casa e leva a mulher pra morar no brejo. (Bras-net, RJ)
1284. Malandro não tem vícios, só fuma e bebe quando joga. (DF)
1285. Mancha branca nas unhas é aviso que vai receber presente. (MG)
1286. Mancha branca nas unhas é sinal que andou falando mentira. (RJ)
1287. Manda e descuida e farás coisa nenhuma. (PI)
1288. Manda quem pode, obedece quem tem juízo. (Bras-net, RJ)
1289. Mandar não gosta de par. (RJ)
1290. Manha de cavalo só o dono conhece. (PI)
1291. Manso que nem matungo aguateiro. (RO)
1292. Mão de mestre não suja pincel. (RS)
1293. Mão fria, coração quente; mão quente, coração frio. (RJ)
1294. Mãos demais, trabalho de menos. (MS)
1295. Mãos generosas, mãos poderosas. (GO)
1296. Mardit'a garganta ôin num pássa duas janta.55 (GO)
1297. Mardit'u pescôs qui num engóli dois armôs.56 (GO)
1298. Marido de mulher feia sempre acorda assustado. (Bras-net, RJ)
1299. Marido de mulher feia só acorda assustado. (Bras-net, RS)
1300. Marido de mulher feia tem raiva de feriado. (Bras-net, RJ)
1301. Marido velho, mulher nova, ou corno, ou cova. (Bras-net, SP)
1302. Mata o véio, mata!57 (Bras-net, SP)
1303. Mata-se a cobra, mas não o veneno. (GO)
1304. Matar cachorro a grito.58 (Bras-net, SP)
1305. Matar dois coelhos, com uma machadada. (Bras-net, SP)
1306. Matar dois coelhos, com uma só cajadada. (Bras-net, SP)
1307. Matar dois passarinhos, com uma pedrada só. (Bras-net, SP)
1308. Mateus, primeiro os teus. (Bras-net, SP)
1309. Mato verde não dá boa lenha. (RS)
1310. Matos tâm olhos, paredes tâm ouvidos. (GO)
1311. Mau capelão, pior sacristão. (MG)
1312. Mau é quem de todos descrâ. (GO)
1313. Mau humor: chutou o cachorro, bateu na mulher e deu ALT-H na BBS. (Bras-net, SP)
1314. Mau som dana a cantiga. (PE)
1315. Mau zelo empeçonha entendimento. (PE)
1316. Me joga na parede e me chama de lagartixa. (Bras-net, SP)
1317. Me joga na parede e me chama de meu gato. (Bras-net, SP)
1318. Mede-se o passo conforme a perna. (SE)
1319. Medicina59 e papa-fina não é coisa para menina. (Bras-net, RS)
1320. Médico velho, advogado novo. (RJ)
1321. Mel não é pra boca de jegue. (CE)
1322. Mel novo, vinho velho. (RS)
1323. Melhor a minha cara esverdeando de fome do que vergonha nela. (GO)
1324. Melhor antes depois. (Bras-net, SP)
1325. Melhor deitar sem jantar, que acordar devendo. (GO)
1326. Melhor do que uma mulher, só duas ou mais. (Bras-net, RJ)
1327. Melhor dobrar, que quebrar. (PA)
1328. Melhor é inimigo do bom. (RJ)
1329. Melhor errar com muitos, que acertar com poucos. (RS)
1330. Melhor escorregar com o pé, que com a língua. (AC)
1331. Melhor fanho, que sem nariz. (DF)
1332. Melhor invejado que coitado. (DF)
1333. Melhor marido feio, que bonito e preguiçoso. (RS)
1334. Melhor morrer arruinado, que viver esfaimado. (RJ)
1335. Melhor não querer do que não ter. (GO)
1336. Melhor perder um minuto na vida do que a vida em um minuto. (Bras-net, SP)
1337. Melhor prevenir que remediar. (Bras-net, SP)
1338. Melhor recusar com jeito, que dar de mau jeito. (RJ)
1339. Melhor recusar de pronto, que falso prometer. (MA)
1340. Melhor ser roto, que esfarrapado. (MG)
1341. Melhor sofrer o mal que fazer. (MG)
1342. Menino que, à noite, brinca com fogo, mija na rede. (Bras-net, AL)
1343. Mente que fede. (RJ)
1344. Mentira é sempre vencida. (MG)
1345. Mentira faz crescer o nariz. (Bras-net, RJ)
1346. Mentira tem pernas curtas. (RJ)
1347. Merda quanto mais se mexe mais fede. (Bras-net, RJ)
1348. Mesma coisa é um monte de japonâs juntos. (Bras-net, SP)
1349. Mesmo dizendo pouco, muito mal se pode fazer. (GO)
1350. Mesmo quem não é detetive só deve andar na pista. (Bras-net, BA)
1351. Metade do pagar está no agradecer. (PE)
1352. Meu computador não conversa, computa. (Bras-net, SP)
1353. Meu pensamento começa onde a minissaia termina.(Bras-net, RJ)
1354. Mexendo com ferro é que se vira ferreiro. (MG)
1355. Migalha também é pão. (RJ)
1356. Mineiro trabalha em silâncio. (MG)
1357. Mineração e eleição só depois da apuração. (MG)
1358. Minha educação depende da sua. (Bras-net, SP)
1359. Minha vida é um livro aberto de paginas arrancadas. (Bras-net, SP)
1360. Miserável é o dente que come a semente. (RS)
1361. Moça bonita deixa o amargo doce. (GO)
1362. Moça que quiser achar casamento enterre Santo Antônio de cabeça pra baixo. (MG)
1363. Mocidade ociosa, velhice vergonhosa. (MA)
1364. Moleque que come e canta não tem amor à garganta. (RJ)
1365. Morão, Morão, toma meu dente podre e me dá outro são. (Bras-net, BA)
1366. Moringa velha é que esfria a água. (GO)
1367. Morre a filha, morre o genro. (RJ)
1368. Morre o bicho, acaba a peçonha. (MA)
1369. Morre o homem, fica a fama. (BA)
1370. Mortalha não tem bolso. (RJ)
1371. Morte certa, hora incerta. (PE)
1372. Morte de lobo, saúde do rebanho. (RS)
1373. Mortinho da Silva. (Bras-net, SP)
1374. Morto de olho aberto, outra morte. (Bras-net, MG)
1375. Moscas se pegam com mel. (GO)
1376. Mostra-me a sua mulher e eu lhe direi que marido ela tem. (RJ)
1377. Motorista é igual a bezerro, só dorme apartado. (Bras-net, SP)
1378. Mudam-se os tempos, mudam-se os costumes. (RJ)
1379. Muié qui bem si arreia, nunca é feia.60 (GO)
1380. Muita cera no ouvido traz riqueza. (Bras-net, MG)
1381. Muita confiança é sinal de pouco respeito. (GO)
1382. Muita trovoada, é sinal de pouca chuva. (MS)
1383. Muitas vezes, não é feliz quem se diz. (RJ)
1384. Muito amor, muito perdão. (SP)
1385. Muito atura, quem precisa. (RJ)
1386. Muito cego é o que não vâ por meio duma peneira. (GO)
1387. Muito come o tolo, mas mais tolo é quem lho dá. (RJ)
1388. Muito dá, quem dá o que pode. (GO)
1389. Muito falar é pouco acertar. (MS)
1390. Muito fraco é o carreirista que tem um cavalo só. (RS)
1391. Muito mal se pode fazer, dizendo pouco. (GO)
1392. Muito mente, quem dá com a língua nos dente.61 (SP)
1393. Muito peido é sinal de pouca bosta. (Bras-net, SP)
1394. Muito pode o galo no seu terreiro. (MG)
1395. Muito riso é sinal de pouco siso. (RJ)
1396. Muito saber leva a Deus. (MG)
1397. Muito se engana, quem muito julga. (PE)
1398. Muito trovão é sinal de pouca chuva. (MG)
1399. Muitos "o diabo que te carregue" botam uma alma no inferno. (Bras-net, SP)
1400. Muitos gritos cabem no cu do lobo. (Bras-net, SP)
1401. Muitos poucos fazem muito. (SC)
1402. Muitos são os conhecidos, poucos os amigos. (RJ)
1403. Mulher ao volante, perigo constante. (DF)
1404. Mulher ao volante, perigo constante; mulher do lado, perigo dobrado. (DF)
1405. Mulher bonita e dinheiro só se vâ na mão dos outros . (Bras-net, SP)
1406. Mulher de 60 anos quem gosta é Pitanguy. (Bras-net, SP)
1407. Mulher de amigo é que nem homem, só se come por trás. (Bras-net, SP)
1408. Mulher de amigo meu é homem, mas não confio no meu lado feminino. (Bras-net, RJ)
1409. Mulher de amigo meu pra mim é ótimo. (Bras-net, SP)
1410. Mulher de beira de estrada é como circo, só tem armação. (Bras-net, SP)
1411. Mulher de estrada e freio de mão... só na emergância. (Bras-net, SP)
1412. Mulher de mais de sessenta anos quem gosta é Pitanguy. (Bras-net, RJ)
1413. Mulher deixa o rico sem dinheiro e o pobre sem vergonha. (Bras-net, PB)
1414. Mulher desquitada e cana de engenho só deixam bagaço. (Bras-net, PB)
1415. Mulher e árvore só dão galho. (Bras-net, RJ)
1416. Mulher é como a geladeira, não precisa olhar pra saber se está lá. (Bras-net, SP)
1417. Mulher é como a pescada, quer-se da mais alentada. (Bras-net, SP)
1418. Mulher é como a sardinha, quer-se da mais pequenina. (Bras-net, SP)
1419. Mulher é como abelha, ou dá mel ou ferroada. (Bras-net, SC)
1420. Mulher é como bolacha, em toda a parte se acha. (GO)
1421. Mulher é como estrada, quanto mais curva, mais perigosa. (Bras-net, RJ)
1422. Mulher é como horóscopo, nunca dá certo, mas sempre se dá uma olhadinha. (Bras-net, RJ)
1423. Mulher é como índio, se pinta quando quer "briga". (Bras-net, PB)
1424. Mulher é como laranja, a gente descasca e chupa. (Bras-net, SP)
1425. Mulher é como lata de sardinha, se abrir, leva. (Bras-net, SP)
1426. Mulher é como lona de freio, só é boa encostada. (Bras-net, SP)
1427. Mulher é como música, só faz sucesso quando é nova. (Bras-net, RJ)
1428. Mulher é como pizza, só é boa fora de casa. (Bras-net, SP)
1429. Mulher é como relógio, depois do primeiro defeito, não anda mais direito. (Bras-net, RJ)
1430. Mulher é como remédio, agita-se antes de usar. (Bras-net, RJ)
1431. Mulher é como toalha; quanto mais enxuta, melhor . (Bras-net, RJ)
1432. Mulher e fotografia só se revelam no escuro. (Bras-net, SP)
1433. Mulher é igual à alça de caixão, quando um larga, vem outro e põe a mão. (Bras-net, MG)
1434. Mulher é igual à carne, quanto mais se bate, mais macia fica. (Bras-net, RJ)
1435. Mulher é igual a chiclete, quanto mais se mexe, mais dá bola. (Bras-net, RJ)
1436. Mulher é igual a circo, debaixo do pano é que está o espetáculo. (Bras-net, SP)
1437. Mulher é igual à geladeira, não precisa olhar pra saber se está lá. (Bras-net, RJ)
1438. Mulher é igual a relógio, depois do primeiro defeito, nunca mais anda direito. (Bras-net, RJ)
1439. Mulher é igual circo, debaixo do pano é que está o espetaculo. (Bras-net, RJ)
1440. Mulher e laranja a gente descasca e chupa. (Bras-net, RJ)
1441. Mulher e pipoca é só dar uns pulinhos que cai logo na boca do povo. (Bras-net, SP)
1442. Mulher e pneu estepe é sempre bom ter de reserva. (Bras-net, SP)
1443. Mulher é que nem batata-chips, impossível comer uma só. (Bras-net, RJ)
1444. Mulher é que nem biscoito, perde-se uma e acha-se oito. (Bras-net, SP)
1445. Mulher é que nem chuchu, quando pula o muro, o vizinho come. (Bras-net, SP)
1446. Mulher é que nem Elma-chips, impossível comer uma só. (Bras-net, SP)
1447. Mulher é que nem filme, só se revela no escuro. (Bras-net, RJ)
1448. Mulher é que nem laranja, a gente descasca e chupa. (Bras-net, RJ)
1449. Mulher é solida, porque se fosse líquida, a gente bebia. (Bras-net, SP)
1450. Mulher é tudo igual, só muda o endereço. (Bras-net, RJ)
1451. Mulher enquanto não encontra o homem certo vai-se divertindo com os errados. (DF)
1452. Mulher feia bate e volta. (Bras-net, SP)
1453. Mulher feia é canhão, mulher bonita é avião. (Bras-net, RJ)
1454. Mulher feia e cheque sem fundo é protesto. (Bras-net, RJ)
1455. Mulher feia é homem. (Bras-net, SP)
1456. Mulher feia é igual a macaco gordo, só quebra galho. (Bras-net, SP)
1457. Mulher feia e morcego devem sair de noite. (Bras-net, SP)
1458. Mulher feia e urubu é na pedrada. (Bras-net, SP)
1459. Mulher feia e vento forte só quebram galho. (Bras-net, SP)
1460. Mulher feia só serve pra peidar em festa. (Bras-net, SP)
1461. Mulher feia vale por duas, porque o marido sempre tem outra. (Bras-net, SP)
1462. Mulher não tem cérebro, tem adubo pra crescer cabelo. (Bras-net, SP)
1463. Mulher não tira Carteira de Habilitação, tira porte de arma. (Bras-net, RJ)
1464. Mulher que se casa no dia de Sant'Ana, morre de parto. (MG)
1465. Mulher tem o direito de se esquentar no fogão e se esfriar no tanque. (Bras-net, PB)
1466. Mutuca é que tira o boi do mato. (MA)
1467. Na barba do tolo é que aprende o barbeiro novo. (RJ)
1468. Na boca de quem não presta, quem é bom não tem valia. (PE)
1469. Na boca do discreto, o público se torna secreto. (MG)
1470. Na boca do mentiroso, o certo se faz duvidoso. (MG)
1471. Na dúvida, nao ultrapasse. (Bras-net, RJ)
1472. Na enxurrada, é que pitu larga os dentes. (AL)
1473. Na escola da vida, não há férias. (Bras-net, SP)
1474. Na estrada da vida, passado é contra-mão. (Bras-net, SP)
1475. Na falta d'um grito, morre um burro no atoleiro. (CE)
1476. Na falta de um grito, vai-se embora uma boiada. (MS)
1477. Na fazenda fina, é que a mancha pega. (MS)
1478. Na margem do atoleiro, se conhece o cavaleiro. (PE)
1479. Na porcada, o que mais fuça é o que mais engorda. (MG)
1480. Na sabedoria, há tristeza. (Bras-net, SP)
1481. Na tropilha de petiços, o matungo vai atrás. (MS)
1482. Na vida é assim: uns armam o circo, outros batem palma. (Bras-net, SP)
1483. Na vida, importa o Q.I.: quem indicou. (Bras-net, SP)
1484. Nada como um dia após o outro. (RJ)
1485. Não é orquestra, mas vive no conserto. (Bras-net, SP)
1486. Não adianta chorar o leite derramado. (Bras-net, SP)
1487. Não adianta sentar cachorro em banco, porque o rabo não deixa. (RJ)
1488. Não adianta tampar o sol com a peneira. (RJ)
1489. Não ata nem desata. (MS)
1490. Não bata na mesma tecla. (RJ)
1491. Não cante vitória antes do tempo. (RJ)
1492. Não cave a sua própria sepultura. (RJ)
1493. Não censure dor alheia, quem nunca as dores sentiu. (GO)
1494. Não confunda a peruca do Juca com piroca do Joca. (Bras-net, SP)
1495. Nao confunda espinafre de caçarolinha com espingarda de cacar rolinha. (Bras-net, RJ)
1496. Não confunda tomate cru com tomar no cu. (Bras-net, SP)
1497. Não confunda: cachaça vem do alambique e água vem do ribeirão! (Bras-net, SP)
1498. Não dâ o peixe, ensine a pescar. (Bras-net, SP)
1499. Não deixe pra amanhã o que vocâ pode fazer hoje. (RJ)
1500. Não desanime, depois piora! (Bras-net, SP)
1501. Não é da sua conta! Não é da minha conta mas é do meu rosário, não te dou uma calçola
porque custa caro. (BA)
1502. Não é o sol que faz a sombra. ((RJ)
1503. Não é o sol que sombreia. (PE)
1504. Não é por muito madrugar que amanhece mais cedo. (RJ)
1505. Não é triste amar e perder, o triste é nunca ter amado. (Bras-net, RJ)
1506. Não embarque em canoa furada. (Bras-net, SP)
1507. Não existe gente tão pobre que nada tenha pra dar, nem tão rico que não possa receber. (GO)
1508. Não existe má palavra, se a colocamos no lugar. (MS)
1509. Não existe mulher feia, vocâ é que bebeu pouco. (Bras-net, RJ)
1510. Não existem mulheres frígidas, apenas mal esquentadas. (Bras-net, RJ)
1511. Não faça com os outros o que não quer que lhe façam. (RJ)
1512. Não faça de seu namorado um tarado, a vítima pode ser vocâ. (Bras-net, RJ)
1513. Não há atalhos sem trabalhos. (RJ)
1514. Não há bem que sempre dure, nem mal que nunca se acabe. (RJ)
1515. Não há bem que sempre dure, nem mal que sempre se ature. (DF)
1516. Não há cantiga sem lé-lé-lé. (RJ)
1517. Não há carne sem osso, nem farinha sem caroço. (CE)
1518. Não há cego que se veja, nem torto que se conheça. (PI)
1519. Não há conta que não se pague. (RS)
1520. Não há ditado velho, se a gente o diz em tempo. (SP)
1521. Não há feio sem graça, nem bonito sem seu senão. (PE)
1522. Não há fumaça sem fogo. (RJ)
1523. Não há luar como o de janeiro, nem amor como o primeiro. (PE)
1524. Não há madeira sem nó. (AM)
1525. Não há manjar que não enfastie, nem vício que não enfade. (PI)
1526. Não há mau piloto, quando o tempo é bom. (SP)
1527. Não há melhor juiz que o tempo. (RJ)
1528. Não há melhor mestra que a necessidade. (RS)
1529. Não há nada como um dia após o outro. (RJ)
1530. Não há nada mais chato do que duas pessoas que continuam falando quando vocâ está
interrompendo. (Bras-net, SP)
1531. Não há rosas sem espinhos. (RJ)
1532. Não há sábado sem sol, domingo sem missa e segunda sem preguiça. (RJ)
1533. Não mando a minha sogra para o inferno, porque tenho pena do diabo. (Bras-net, RJ)
1534. Não me acompanhe porque não sou novela. (Bras-net, RJ)
1535. Não me importa que a burra pinoteie, eu quero é que os arreios me segurem. (Bras-net, RS)
1536. Não misture alhos com bugalhos. (Bras-net, SP)
1537. Não ponha o chapéu onde a mão não alçança. (PR)
1538. Não quero saber se o pato é macho: quero ver o ovo! (Bras-net, RJ)
1539. Não se abusa da hospitalidade alheia. (RJ)
1540. Não se ama duas vezes a mesma mulher. (Bras-net, RJ)
1541. Não se anda como pão que não se vende e dívida que não se paga. (MS)
1542. Não se aquenta água pro chimarrão dos outros. (MS)
1543. Não se aquenta água pro mate dos outros. (Bras-net, RS)
1544. Não se arrepende do que se fez, arrepende-se do que não se fez. (Bras-net, SP)
1545. Não se atropela do repecho. (MS)
1546. Não se bate prego sem estopa. (SP)
1547. Não se bota anel de ouro em focinho de porco. (MG)
1548. Não se chora antes do tempo. (RJ)
1549. Não se chora pelo leite derramado. (RJ)
1550. Não se come da banda podre. (MS)
1551. Não se conta com os ovos na barriga da galinha. (RJ)
1552. Não se conta pro melhor amigo, o que o pior inimigo não pode saber. (RJ)
1553. Não se corta o galho onde se está sentado. (SC)
1554. Não se cospe no prato em que se come. (RJ)
1555. Não se cutuca onça com vara curta. (Bras-net, RJ)
1556. Não se dá murro em ponta de faca. (RJ)
1557. Não se dá nó em pingo d'água. (MS)
1558. Não se dá o peixe, ensina-se a pescar. (ES)
1559. Não se deixa arrodeio por atalho. (PI)
1560. Não se dependura o boné onde a mão não alçança. (SP)
1561. Não se deve botar as mãos adiante dos pés. (PI)
1562. Não se deve botar o carro adiante dos bois. (RJ)
1563. Não se deve cobiçar a mulher do próximo, se o próximo estiver muito próximo. (Bras-net, SP)
1564. Não se deve comer a isca e cagar no anzol. (Bras-net, SP)
1565. Não se deve fazer tempestade em copo d'água. (RJ)
1566. Não se deve fazer um bicho de 7 cabeças. (MS)
1567. Não se deve procurar chifre em cabeça de cavalo. (Bras-net, SP)
1568. Não se deve ser dedo-duro. (RJ)
1569. Não se deve sofrer por antecedância. (RJ)
1570. Não se deve tampar o sol com a peneira. (RJ)
1571. Não se embarca em canoa furada. (RJ)
1572. Não se ensina o pai-nosso pro vigário. (RJ)
1573. Não se ensina padre a rezar missa. (RJ)
1574. Não se fala com sogra porque ela não gosta de ser interrompida. (DF)
1575. Não se fie em tambeiro mansinho. (MS)
1576. Não se joga merda no ventilador. (GO)
1577. Não se julga os que se amam. (RJ)
1578. Não se manda a sogra pro inferno, por pena do diabo. (SP)
1579. Não se meta a fogueteiro, sem saber tocar taboca. (BA)
1580. Não se mete o nariz onde não se é chamado. (RJ)
1581. Não se metem os pés em duas jangadas. (AL)
1582. Não se mistura alhos com bugalhos. (MS)
1583. Não se pode abraçar o mundo com as mãos. (RJ)
1584. Não se pode chupar cana e assobiar ao mesmo tempo. (PE)
1585. Não se pode comer omeletes sem se partir ovos. (Bras-net, SP)
1586. Não se pode confiar nas mulheres, uma delas pode estar sendo sincera. (Bras-net, SP)
1587. Não se pode pegar o que passou. (RO)
1588. Não se procura chifre em cabeça de cavalo. (MS)
1589. Não se procura encrenca. (RJ)
1590. Não se procura sarna pra se coçar. (RJ)
1591. Não se procura suvaco em cobra. (Bras-net, SP)
1592. Não se serve a dois senhores ao mesmo tempo. (PE)
1593. Não se tira leite de pedra. (RJ)
1594. Não se tira lixiguana sem poncho. (RS)
1595. Não se troca o certo pelo duvidoso. (RJ)
1596. Não se usa remendo velho em roupa nova. (PE)
1597. Não se veste um santo pra despir outro. (RJ)
1598. Não sei se acabo com as vacas ou se ponho fogo no pasto, mas o que quero é o fim dos
carrapatos. (Bras-net, SP)
1599. Não sou notícia ruim mas ando muito e depressa. (Bras-net, SP)
1600. Não sou pipoca, mas dou meus pulinhos. (Bras-net, SP)
1601. Não sou sapo, mas adoro perereca. (Bras-net, SP)
1602. Não te entristeças quando a noite chega, há sempre a esperança do amanhã. (Bras-net, RJ)
1603. Não trepa, mas também não sai de cima. (Bras-net, RJ)
1604. Não vou, nem que chova canivete. (MS)
1605. Não xingue a mãe do crocodilo, antes de dobrar a esquina. (RJ)
1606. Nariz de cão e cu de gente nunca ficam quentes. (Bras-net, SP)
1607. Nas curvas da vida, entre sempre devagar. (Bras-net, RJ)
1608. Nas curvas do teu corpo, capotei meu caminhão. (Bras-net, RJ)
1609. Nas enxurradas é que pitu larga os dentes. (AL)
1610. Nascer de cu para a lua.62 (Bras-net, SP)
1611. Navio imita tubarão, avião imita gavião, só o amor não tem imitação. (Bras-net, SP)
1612. Necessidade aguça o engenho. (PE)
1613. Negro que pinta tem cento e trinta. (Bras-net, SP)
1614. Negro, quando não apronta entrada, é na saída. (Bras-net, SP)
1615. Negro, quando não caga na entrada, caga na saída. (Bras-net, SP)
1616. Nem Cristo resolve isto. (MS)
1617. Nem fode, nem sai de cima. (Bras-net, SP)
1618. Nem FOrD e nem sai de SIMcA. (Bras-net, SP)
1619. Nem sempre aquele que caga em cima de vocâ é seu inimigo. (Bras-net, SP)
1620. Nem sempre aquele que tira vocâ da merda é seu amigo. (Bras-net, SP)
1621. Nem tanto ao céu, nem tanto à terra. (RJ)
1622. Nem todas as verdades são pra ser ditas. (RJ)
1623. Nem trepa, nem sai de cima. (RJ)
1624. Nem tudo que balança cai. (MS)
1625. Nem tudo que reluz é ouro. (RJ)
1626. Nenhum pássaro aprende a voar dentro de uma gaiola. (Bras-net, SP)
1627. Ninguém é de ninguém, na vida tudo passa. (RJ)
1628. Ninguém é insubstituível. (RJ)
1629. Ninguém é profeta em sua terra. (BA)
1630. Ninguém nasce sabendo. (RJ)
1631. Ninguém se pára tranqüilo, frente às varas da porteira. (MT)
1632. Ninguém vai bem como quer nem mal como pensam. (Bras-net, SP)
1633. No amor e na guerra vale tudo. (RJ)
1634. No entevero os animais se rebuscam. (MT)
1635. No final é que se deve dar graças. (MG)
1636. No rufo do pandeiro, se conhece o companheiro. (RJ)
1637. No tempo de amarrar cachorro com lingüiça. (MS)
1638. Noivado prolongado, noivado desmanchado. (PI)
1639. Nosso amor virou cinzas porque nosso passado foi fogo. (Bras-net, SP)
1640. Nosso Senhor não ocupa duas casas. (BA)
1641. Notícia boa, corre; notícia ruim, voa. (RJ)
1642. Notícia ruim viaja rápido. (Bras-net, SC)
1643. Noventa e cinco por cento da beleza feminina saem com água e sabão. (Bras-net, SP)
1644. Novilho matreiro se esconde no banhado. (MS)
1645. Numa coisa homens e mulheres concordam, ambos não confiam em mulheres. (Bras-net, RJ)
1646. Nunca aposte num cavalo só. (RJ)
1647. Nunca diga desta água não beberei. (RJ)
1648. Nunca diga nunca. (Bras-net, PB)
1649. Nunca é tarde pra aprender. (RJ)
1650. Nunca faças com os outros aquilo que não gostarias que fizessem contigo. (Bras-net, SP)
1651. Nunca falta um chinelo velho pr'um pé cansado. (RJ)
1652. Nunca me viu, cara de pavio? (MS)
1653. Nunca tente ensinar um porco a cantar; vocâ perde seu tempo e chateia o porco. (Bras-net, SP)
1654. O que passou, passou. (RJ)
1655. O alfaiate faz o homem. (RJ)
1656. O amor e a fé, nas obras se vâ. (MG)
1657. O amor é a ilusão de que uma mulher é diferente das outras. (Bras-net, SP)
1658. O amor é como a guerra, depois de declarado, não há mais paz. (Bras-net, SP)
1659. O amor é como a lua, quando não cresce, mingua. (Bras-net, SP)
1660. O amor é como o sarampo, todo mundo tem que passar por ele. (DF)
1661. O amor é grátis, o sexo é pago. (Bras-net, SP)
1662. O amor e o ódio andam coladinhos. (RJ)
1663. O ataque é a melhor defesa. (Bras-net, SP)
1664. O barato às vezes sai caro. (RJ)
1665. O beijo é como cigarro, não sustenta, mas vicia. (Bras-net, SP)
1666. O beijo é que nem ferro de passar roupa, liga em cima aquece embaixo. (Bras-net, SP)
1667. O bicho só vâ o rabo dos outros. (Bras-net, SP)
1668. O boi é que sofre, o carro é que geme. (MG)
1669. O boi não ama a cria que bota. (MS)
1670. O boi solto lambe-se todo. (MS)
1671. O bolo se prova comendo. (RJ)
1672. O bom da viagem é quando se chega em casa. (RJ)
1673. O bom filho à casa torna. (RJ)
1674. O bom não é ser importante, o importante é ser bom. (Bras-net, RJ)
1675. O Brasil é uma grande mina de ouro, que só os brasileiros ainda não descobriram. (Bras-net,
SP)
1676. O café deve ser negro como o demônio, quente como o inferno, puro como um anjo e doce
como o amor. (Bras-net, SP)
1677. O cara está debaixo de sete palmos. (Bras-net, SP)
1678. O carvoeiro é dono da sua casa. (SC)
1679. O casamento e a mortalha no céu se talham. (RJ)
1680. O chato quando esta com tosse, em vez de ir ao medico, vai ao teatro. (Bras-net, SP)
1681. O cigarro adverte: o governo é prejudicial à saude. (Bras-net, RJ)
1682. O corno é sempre o último a saber. (Bras-net, SP)
1683. O defunto era menor. (referindo-se a roupa apertada) (Bras-net, SP)
1684. O destino a Deus pertence. (Bras-net, SP)
1685. O diabo não é tão feio quanto o pintam. (RJ)
1686. O diabo tem uma capa que encobre e outra que descobre. (RJ)
1687. O diabo, quando não aparece, manda o secretário. (PE)
1688. O dinheiro compra pão, mas não compra gratidão. (BA)
1689. O dinheiro do pão-duro vai duas vezes à feira. (RJ)
1690. O dono do defunto é que lhe pega na cabeça. (PI)
1691. O feitiço sempre vira contra o feiticeiro. (RJ)
1692. O feitiço sempre vira contra o feiticeiro. (RJ)
1693. O fim justifica os meios. (SP)
1694. O final coroa a obra. (SP)
1695. O fruto nunca cai longe da árvore. (Bras-net, SP)
1696. O futuro a Deus pertence. (RJ)
1697. O grande trunfo da vitória é saber esperar por ela.63 (Bras-net, SP)
1698. O hábito do uso do cachimbo é que entorta a boca. (SC)
1699. O hábito é uma segunda natureza. (SP)
1700. O hábito não faz o monge (RJ)
1701. O hábito não faz o monge, mas fá-lo parecer de longe. (SC)
1702. O homem ama pouco freqüentemente e a mulher muito raramente. (Bras-net, SP)
1703. O homem conhece a vida cedo demais, a mulher tarde demais. (Bras-net, SP)
1704. O homem é como o chiclete, quanto mais se pisa, mais ele gruda. (DF)
1705. O homem põe, Deus dispõe. (RJ)
1706. O homem só entende o que é a felicidade depois que casa, mas aí já é tarde. (DF)
1707. O hóspede é como o peixe, depois de trâs dias cheira mal. (RJ)
1708. O inferno é a fuga da razão. (MS)
1709. O inferno está cheio de boas intenções. (Bras-net, SP)
1710. O invejoso emagrece só de ver a gordura alheia. (MA)
1711. O justo paga pelo pecador. (RJ)
1712. O lobo perde o pâlo, mas não perde o vício. (BA)
1713. O maior de espadas, sempre se deixa pro fim. (SP)
1714. O mais fraco sempre perde. (RJ)
1715. O mal de nossos avós fizeram eles, pagamos nós. (RS)
1716. O mal e o bem, na face vâm. (PE)
1717. O mar traz, o mar carrega. (RJ)
1718. O mar traz, o mar leva. (Bras-net, RJ)
1719. O medo é do tamanho que a gente faz. (RJ)
1720. O melão e a mulher se conhecem pelo rabo. (Bras-net, SP)
1721. O melhor atalho é o caminho da volta. (Bras-net, SP)
1722. O melhor da festa é esperar por ela. (RJ)
1723. O Ministério da Saúde Adverte: mulher descontente é prejudicial. (Bras-net, RJ)
1724. O olho do dono é que engorda o porco. (MG)
1725. O pão do pobre sempre cai com a manteiga pra baixo.
1726. O peixe morre pela boca. (RJ)
1727. O pior acordo é sempre melhor que uma demanda. (RJ)
1728. O pior cego é aquele que não quer ver. (Bras-net, SP)
1729. O pior cego é o que não quer ver. (RJ)
1730. O pior surdo é o que não quer ouvir. (RJ)
1731. O pouco com Deus é muito, o muito sem Deus é nada. (MG)
1732. O povo aumenta, mas não inventa. (RJ)
1733. O prazer dá o que a sabedoria promete. (Bras-net, SP)
1734. O primeiro passo é o mais difícil. (RN)
1735. O primeiro passo é que é custoso. (GO)
1736. O prometido é devido. (MG)
1737. O provérbio é um comprimido, que anda de boca em boca. (GO)
1738. O que a chuva faz num dia, o sol não desmancha em dois. (AL)
1739. O que a gente perde no balanço, ganha no carrossel. (SP)
1740. O que a mão direita faz, a esquerda não deve saber. (RJ)
1741. O que cair na rede é peixe. (Bras-net, SP)
1742. O que é bom, dura pouco. (RJ)
1743. O que é bonito não envelhece. (Bras-net, SP)
1744. O que é do hômi, o bicho não cômi.64 (GO)
1745. O que é meu, gruda no céu da boca. (DF)
1746. O que é o que é, cai em pé e corre deitada?65 (Bras-net, SP)
1747. O que é por gosto, regala a vida. (RJ)
1748. O que é que tem o cu a ver com as calças? (Bras-net, RJ)
1749. O que é rogado é mais caro que o comprado. (BA)
1750. O que mais se perde nesta vida é vontade e cuspe. (DF)
1751. O que mais tem no mundo é pau torto e vontade perdida. (BA)
1752. O que não mata, engorda. (RJ)
1753. O que os olhos não vâem o coração não sente. (Bras-net, SP)
1754. O que se leva desta vida, é a vida que a gente leva. (MG)
1755. O que seria do roxo se todos gostassem do amarelo? (RJ)
1756. O que tem o cu a ver com as calças? (Bras-net, SP)
1757. O que vem de baixo não atinge!66 (Bras-net, SP)
1758. O remorso é na moral, o que a dor é no físico. (Bras-net, SP)
1759. O rico falece, o pobre desaparece. (Bras-net, RJ)
1760. O riso é um vento demoníaco. (MS)
1761. O saber não ocupa espaço. (RJ)
1762. O segredo é a alma do negócio. (RJ)
1763. O segundo maior inimigo das mulheres é o computador. (Bras-net, SP)
1764. O Sol brilha pra todos. (SC)
1765. O Sol nasce pra quem compra e se põe pra quem vende. (PE)
1766. O Sol nasce pra todos; a sombra pra quem merece (Bras-net, BA)
1767. O Sol nasce todos os dias. (RJ)
1768. O sufoco era tão grande que derrubava avião a sopro. (Bras-net, SP)
1769. O tempo das vacas gordas passou. (MS)
1770. O tempo de amar é precioso não deixe que ele passe sem ser aproveitado. (Bras-net, RJ)
1771. O tempo é o melhor amigo do homem. (RJ)
1772. O tempo é o melhor remédio. (RJ)
1773. O trabalho dignifica a alma das pessoas. (Bras-net, SP)
1774. O trabalho dignifica, o que avilta é o salário. (Bras-net, SP)
1775. O uso do cachimbo é que entorta a boca. (SC)
1776. O velhaco quer um no saco, outro no papo. (MG)
1777. O velho por não poder e o novo por não saber, põem tudo a perder. (MS)
1778. O viajante viaja mais rápido, quando viaja sózinho. (CE)
1779. Ok!, vocâ venceu, batatas fritas. (Bras-net, SP)
1780. Olha-se pra pessoa e não para a roupa de marca. (DF)
1781. Olhar não tira pedaço. (RJ)
1782. Olhar pr'o Sol dá cegueira. (MG)
1783. Olho por olho, dente por dente. (Bras-net, SP)
1784. Onça não caça barata. (MS)
1785. Onça sempre parece maior do que é. (MS)
1786. Onça só mete medo em perros. (RS)
1787. Onde canta o galo, não canta galinha. (Bras-net, SP)
1788. Onde comem dois, comem trâs. (AL)
1789. Onde macuco fica não gia. (MS)
1790. Onde não tem onça, porco folga. (MS)
1791. Onde o galo canta, almoça e janta. (MG)
1792. Onde passa o boi, passa o vaqueiro. (MS)
1793. Onde vai o boi, a vaca vai atrás. (RJ)
1794. Onde vai o ferro, vai a ferrugem. (GO)
1795. Orelha quente, alguém fala da gente; se é a esquerda, paixão, se é a direita, falam mal então.
(MG)
1796. Os bens não são desejados, senão quando os perdemos. (RS)
1797. Os bons conselhos são geralmente amargos. (PI)
1798. Os cães ladram e a caravana passa. (Bras-net, SP)
1799. Os dedos das mãos não são iguais. (RJ)
1800. Os dias se sucedem e não se parecem. (AL)
1801. Os erros dos médicos a terra encobre. (PE)
1802. Os homens não se medem com metro. (RS)
1803. Os homens precisam apenas de um lugar, as mulheres de um motivo. (Bras-net, SP)
1804. Os homens se conhecem pelas palavras e os burros pelos coices. (MS)
1805. Os homens sobem por ambição e por ela vâm ao chão. (SP)
1806. Os incomodados que se mudem. (RJ)
1807. Os invejosos sentem mais os bens alheios que os seus. (PI)
1808. Os invejosos tâm um no papo, outro no saco, e choram pelo que está no prato. (DF)
1809. Os melhores perfumes e os piores venenos vem nos frascos mais pequenos. (Bras-net, SP)
1810. Os olhos do dono é que engordam o porco. (MG)
1811. Os primeiros serão os últimos e os últimos serão os primeiros. (MS)
1812. Os seus cabelos mudaram, mas a sua voz continua a mesma! (Bras-net, SP)
1813. Os últimos serão desclassificados. (Bras-net, SP)
1814. Os últimos serão os primeiros. (Bras-net, SP)
1815. Ou dá ou desce. (Bras-net, SP)
1816. Ou emprenha ou sai de cima. (Bras-net, SP)
1817. Ou o Brasil acaba com as saúvas ou as saúvas acabam com o Brasil. (Bras-net, SP)
1818. Ou trepa ou sai de cima. (Bras-net, SP)
1819. Ouve e cala e viverás vida folgada. (AM)
1820. Ovelha não é pra mato. (RS)
1821. Ovo gabado, ovo gorado. (MG)
1822. Paciância tem limites. (RJ)
1823. Padre e saia de mulher chegam onde querem. (GO)
1824. Pagam os justos, pelos pecadores. (RJ)
1825. Pai impertinente, filho desobediente. (SP)
1826. Pai rico, filho nobre, neto pobre. (MG)
1827. Paixão cega a razão. (RJ)
1828. Paixão, febre e tosse ninguém esconde. (RJ)
1829. Palavra de rei não volta atrás. (RJ)
1830. Palavra é como abelha, tem mel e ferrão. (SC)
1831. Palavra não enche barriga. (RJ)
1832. Palavras o vento as leva; papel é documento. (RJ)
1833. Palavras ocas, orelhas mocas. (RJ)
1834. Palha de milho voa conforme o vento. (MS)
1835. Pancada de amor não dói. (Bras-net, SP)
1836. Panela de muitos é mal mexida e bem comida. (MG)
1837. Panela no fogo, barriga vazia. (Bras-net, SP)
1838. Panela pr'a pipoca: eu é que levo fogo e vocâ é que pula? (Bras-net, SP)
1839. Panela que muitos mexem desanda. (MS)
1840. Panela que muitos mexem ou sai insossa ou sai salgada. (Bras-net, RJ)
1841. Panela velha é que faz comida boa. (Bras-net, PE)
1842. Pão de pobre sempre cai com a manteiga pra baixo. (Bras-net, SP)
1843. Pão duro, só é duro pra quem dá. (Bras-net, SP)
1844. Pão roubado não enche barriga. (RJ)
1845. Pão, pão, queijo, queijo. (RJ)
1846. Pão-duro se despede de mãos fechadas. (Bras-net, SP)
1847. Pão-pão, queijo-queijo. (RJ)
1848. Papagaio come milho e periquito leva chumbo. (Bras-net, SP)
1849. Papagaio come milho, periquito leva fama. (RJ)
1850. Papagaio faz a festa, periquito leva fama. (MS)
1851. Papagaio velho não aprende a falar. (MG)
1852. Paquere todas as mulheres, mas conserve a sua direita. (Bras-net, SP)
1853. Para bom entendedor, meia palavra basta. (Bras-net, SP)
1854. Para bom entendedor, meia palavra besta. (Bras-net, RJ)
1855. Para cada santo a sua lâmpada. (MG)
1856. Para evitar AIDS, só comida caseira. (Bras-net, RJ)
1857. Para que um olho não invejasse o outro, Deus colocou o nariz no meio. (Bras-net, SP)
1858. Para se curar um amor platônico nada melhor que uma boa trepada. (Bras-net, SP)
1859. Para todo ditado, existe um contra-ditado. (Bras-net, SP)
1860. Parecido e um caminhão cheio de japonâs com um motorista chinâs. (Bras-net, SP)
1861. Parelheiro não corre porque abombacha no banhado. (RS)
1862. Parente é o pior aderente. (MS)
1863. Passar debaixo de escada traz azar. (RJ)
1864. Passarinho que come pedra sabe o cu que tem. (Bras-net, SP)
1865. Passou dessa pra melhor.67 (Bras-net, SP)
1866. Passou, passou, passou um avião e nele estava escrito nosso time e campeão.68 (Bras-net, SP)
1867. Pata de coelho dá sorte. (RJ)
1868. Patrão fora, feriado na loja. (RJ)
1869. Patrão saiu, feriado na loja. (SP)
1870. Pau que nasce torto ninguém, jamais, em tempo algum, endireita. (Bras-net, SP)
1871. Pau da goiabeira enverga mas não quebra. (Bras-net, SP)
1872. Pau que nasce torto mija fora da bacia. (Bras-net, SP)
1873. Pau que nasce torto morre torto. (Bras-net, BA)
1874. Pau que nasce torto tarde ou nunca se endireita. (Bras-net, RJ)
1875. Pau que nasce torto vira lenha. (Bras-net, SP)
1876. Pé de pato mangalô treis vâis.69 (Bras-net, SP)
1877. Pé que não anda, não dá topada. (CE)
1878. Peão velho não manda, quem manda é capataz. (MS)
1879. Pecado confessado está meio perdoado. (AL)
1880. Pedra que muito rola não cria limo. (Bras-net, SP)
1881. Pedra que rola não cria limo. (RJ)
1882. Pegar o boi pelo chifre.70 (Bras-net, SP)
1883. Pegar o bonde andando.71 (Bras-net, SP)
1884. Peixe podre sal não cura. (AL)
1885. Peixe quer alho. (Bras-net, SP)
1886. Pela boca morre o peixe. (RJ)
1887. Pela boca se aquenta o fogo. (MG)
1888. Pela casca se conhece o pau. (BA)
1889. Pela fumaça se conhece o pau do tição. (GO)
1890. Pela obra se reconhece o obreiro. (MG)
1891. Pela unha se conhece o leão. (Bras-net, RJ)
1892. Pelo andar da carruagem se vâ quem vai nela. (Bras-net, SP)
1893. Pelo cerne se conhece a madeira, que a casca não serve pra nada. (Bras-net, SP)
1894. Pelo dedo se conhece o gigante. (Bras-net, SP)
1895. Pelos frutos se conhece a semente. (RJ)
1896. Peneira nova, trâs dias de torno. (MA)
1897. Penico de barro não cria ferrugem. (RJ)
1898. Pense bem antes de agir. (RJ)
1899. Perdido por um, perdido por mil. (Bras-net, SP)
1900. Perdoai e sereis perdoado. (MS)
1901. Perdoar a gente a gente perdoa, esquecer é outra conversa. (RJ)
1902. Perereca da vizinha bota um, bota dois, bota trâs! (Bras-net, RJ)
1903. Perguntar não ofende. (Bras-net, RJ)
1904. Periquito come o milho, papagaio leva a fama. (Bras-net, SP)
1905. Pernas, pra que te quero? (Bras-net, SP)
1906. Peru de fora não se manifesta. (RJ)
1907. Peru é que morre de véspera. (RJ)
1908. Peru, quando faz roda, quer minhoca. (MG)
1909. Pimenta no cu dos outros é refresco. (Bras-net, SP)
1910. Pimenta nos olhos dos outros é refresco. (Bras-net, RJ)
1911. Pimenta nos olhos dos outros não arde. (Bras-net, SP)
1912. Pimenta só arde nos olhos dos outros. (Bras-net, SP)
1913. Pinga boa carece de propaganda. (GO)
1914. Pingo, pingo faz goteira. (MG)
1915. Pinto de velho é como gato de armazém, vive dormindo em cima do saco. (Bras-net, SP)
1916. Pinto pelado, urubu camarada. (MG)
1917. Pinto, pato e parente é que sujam a casada gente. (DF)
1918. Pior a emenda que o soneto. (RJ)
1919. Pior é nada, já dizia uma velha amasiada com um burro. (Bras-net, RS)
1920. Pirão feito não se deixa. (SE)
1921. Pisar em em ovos.72 (Bras-net, SP)
1922. Pisar na bola.73 (Bras-net, RJ)
1923. Pobre é como cachimbo, só leva fumo. (Bras-net, SP)
1924. Pobre é como parafuso, só vive apertado. (Bras-net, SP)
1925. Pobre é como quiabo, só vive liso. (Bras-net, SP)
1926. Pobre é igual disco de embreagem, quanto mais trabalha, mais lisó fica. (Bras-net, SP)
1927. Pobre é que nem lombriga, quando sai da merda morre. (Bras-net, SP)
1928. Pobre só come carne, quando morde a lingua. (Bras-net, RJ)
1929. Pobre só enche a barriga, quando morre afogado. (Bras-net, SP)
1930. Pobre só fica de barriga cheia, quando morre afogado. (Bras-net, SP)
1931. Pobre só vai pra frente quando tropeça. (Bras-net, SP)
1932. Pobre, quando morre, deixa o anjo da guarda desempregado. (Bras-net, RJ)
1933. Pobreza não é vergonha. (MG)
1934. Pode vir quente que eu estou fervendo. (Bras-net, SP)
1935. Pode-se perfeitamente enganar a mulher sem lhe faltar o respeito. (Bras-net, SP)
1936. Podia ter sido pior. (RJ)
1937. Poente amarelento, sinal de vento. (Bras-net, SP)
1938. Por bem fazer, mal haver. (RS)
1939. Por causa de uma esporada, perde-se uma vaquejada. (RS)
1940. Por causa do santo, se beija até pedra. (MG)
1941. Por cima muito fofo, por baixo mulambo só. (ES)
1942. Por falta de roupa nova, passe o ferro velho na velha. (Bras-net, SP)
1943. Por falta de um grito vai-se embora uma boiada. (CE)
1944. Por falta de um grito, morre um burro no atoleiro. (CE)
1945. Por fora, bela viola; por dentro, pão bolorento. (RJ)
1946. Por fora, filó, filó; por dentro mulambo só. (PE)
1947. Por lenha na fogueira.74 (Bras-net, SP)
1948. Por que beijar no rosto, se a boca é tão perto? (Bras-net, SP)
1949. Por que ficar de bracos cruzados se o maior homem morreu de bracos abertos? (Bras-net, SP)
1950. Por trás de um grande homem, há sempre uma grande mulher. (Bras-net, SP)
1951. Por trás de um homem triste há sempre uma mulher feliz. (Bras-net, SP)
1952. Porco quer alho. (Bras-net, SP)
1953. Porco velho não se coça ao pé de espinho. (MG)
1954. Porongo sempre dá cuia. (RS)
1955. Pote velho é que esfria a água. (AM)
1956. Poupa o teu vintém e um dia serás alguém. (SP)
1957. Povo desenvolvido é povo limpo. (Bras-net, SP)
1958. Pra bom entendedor, meia palavra basta. (RJ)
1959. Pra baixo todo o santo ajuda, pra cima é que são elas. (RJ)
1960. Pra baixo todo santo ajuda, pra cima a coisa toda muda. (Bras-net, SP)
1961. Pra baixo todo santo ajuda. (Bras-net, SP)
1962. Pra bom entendedor, piscada de olho é mandado. (PI)
1963. Pra bom gato, bom rato. (MG)
1964. Pra cachorro fraco, correm as moscas. (MG)
1965. Pra cada santo a sua vela. (MG)
1966. Pra casamento e batizado não se vai sem ser convidado. (RJ)
1967. Pra coelho ido, conselho vindo. (PE)
1968. Pra criança: Janela, janelinha, porta, campainha, prémmm. (Bras-net, RJ)
1969. Pra defunto que não se conhece nem se reza e se oferece. (Bras-net, SP)
1970. Pra Deus, nada é impossível. (RJ)
1971. Pra dirigir caminhão e usar sutiã precisa peito. (Bras-net, SP)
1972. Pra encontrar o capeta, não precisa madrugar. (MG)
1973. Pra festa que tem caviar, não se leva sanduíche. (Bras-net, SP)
1974. Pra grandes males, grandes remédios. (SP)
1975. Pra mentir precisa-se de boa memória. (RJ)
1976. Pra onde vai o boi, a vaca vai atrás.(GO)
1977. Pra pai avarento, filho pródigo. (RS)
1978. Pra pão duro, dente agudo. (RJ)
1979. Pra pergunta apressada, resposta demorada. (MS)
1980. Pra que a pressa? Vai tirar o pai da forca? (Bras-net, SP)
1981. Pra quem Deus não dá filhos, o diabo dá sobrinhos. (RJ)
1982. Pra quem tem sorte, galo bota ovo. (MG)
1983. Pra saber mandar, tem-se que saber fazer. (RJ)
1984. Pra se encontrar o diabo não se precisa sair de casa. (MG)
1985. Pra tirano não falta pretexto. (PB)
1986. Pra tratante, porrete ou bala. (GO)
1987. Praga de urubu magro não pega em cavalo gordo. (MS)
1988. Praga de urubu não pega em cavalo gordo. (AL)
1989. Prefiro a asfixia da realidade, que o vento brando da felicidade. (Bras-net, RJ)
1990. Prefiro a morte que o seu cheiro forte. (DF)
1991. Preguica é o habito de descansar antes de estar cansado. (Bras-net, RJ)
1992. Preocupação não paga dívida. (RJ)
1993. Presente de grego. (Bras-net, SP)
1994. Preso por ter cão, preso por não ter cão. (SC)
1995. Pretensão e água benta não fazem mal pra ninguém. (RJ)
1996. Primeiro os meus, Mateus. (Bras-net, SP)
1997. Primeiro a obrigação, depois a diversão. (RJ)
1998. Primeiro os encargos, depois o chimarrão. (RS)
1999. Primeiro pese, depois ouse. (SE)
2000. Princípio de angu é mingau. (AL)
2001. Princípio de cantiga é assobio. (RJ)
2002. Pro espertalhão, dá-se o dedo e ele quer a mão. (PE)
2003. Pro mal não crescer, corta a raiz. (GO)
2004. Pro rico mil amigos aparecem, do pobre os irmãos fogem. (GO)
2005. Pro rico não deva, pro pobre não prometa. (GO)
2006. Problemas posteriores serão resolvidos posteriormente. (Bras-net, SP)
2007. Promessa é dívida. (RJ)
2008. Puxar brasa para a sua sardinha. (RJ)
2009. Quando a barriga está cheia, toda goiaba tem bicho. (RJ)
2010. Quando a cabeça não pensa o corpo padece. (Bras-net, SP)
2011. Quando a cachaça desce, as palavras sobem. (RJ)
2012. Quando a carroça anda é que as melancias se ajeitam. (MG)
2013. Quando a esmola é muita, o santo desconfia. (RJ)
2014. Quando a maré tá baixa, o urubu de cima caga no de baixo. (Bras-net, SP)
2015. Quando a miséria entra pela porta, a virtude sai pela janela. (SP)
2016. Quando a noite é de escuro, nada vale a madrugada. (AL)
2017. Quando a raposa se zanga com a vinha, muitas uvas se poupam. (RS)
2018. Quando cai o filho do patrão, o galo é na testa do moleque. (BA)
2019. Quando Deus dá a farinha, o diabo rasga o saco. (Bras-net, SP)
2020. Quando Deus fecha uma porta, abre dez janelas. (RJ)
2021. Quando Deus tira os dentes, endurece a gengiva. (CE)
2022. Quando Deus tira os dentes, enlarguece (alarga) a goela. (MG)
2023. Quando em Roma, aja como os romanos. (Bras-net, SP)
2024. Quando estiver aos beijos no portão, lembre-se de que o amor é cego, mas os vizinhos não.
(Bras-net, SP)
2025. Quando evitamos as situações, removemos as tentações. (GO)
2026. Quando gato preto cruza o nosso caminho, azar na certa. (RJ)
2027. Quando homem valer dinheiro, baixinho serve de troco. (Bras-net, SP)
2028. Quando não se tem canoa, faz-se canoa com couro. (MS)
2029. Quando não se tem canoa, faz-se pelota de couro. (RS)
2030. Quando não se tem o que se quer, é preciso querer-se o que se tem. (RJ)
2031. Quando o amigo é certo, um olho aberto, outro fechado; quando é incerto, todos os dois
abertos. (MG)
2032. Quando o amigo pede, é pra já. (GO)
2033. Quando o amor nos visita, a amizade se despede. (RJ)
2034. Quando o chato chega em casa, a família dele finge que está dormindo. (Bras-net, SP)
2035. Quando o diabo não aparece, manda o secretário. (Bras-net, SP)
2036. Quando o doente escapa, foi Deus que o salvou; quando o doente morre, foi o médico que o
matou. (RJ)
2037. Quando o mar briga com a praia, quem apanha é caranguejo. (SE)
2038. Quando o milagre é demais, até o santo desconfia . (Bras-net, SP)
2039. Quando o noivo vâ a noiva vestida de noiva antes dela entrar na igreja, sinal de separação. (RJ)
2040. Quando o nosso amor virar cinzas, lembre-se de que no passado mandamos brasa. (RJ)
2041. Quando o rico geme, o pobre é que sente a dor. (BA)
2042. Quando o ruim se torna bom, está pior do que nunca. (RJ)
2043. Quando os gatos não estão em casa, os ratos passeiam por cima da mesa. (PI)
2044. Quando papagaio criar dente. (Bras-net, SP)
2045. Quando pinta um desejo, pinta um caminho. (RJ)
2046. Quando pobre come galinha um dos dois esta doente. (Bras-net, SP)
2047. Quando se está na chuva, é pra se molhar. (RJ)
2048. Quando se fala com homem se olha nos alhos, com mulher se olha na boca. (DF)
2049. Quando se fala mentira, se se cruzam os dedos, Deus não castiga. (RJ)
2050. Quando se ouve o tiro, a bala já anda longe. (GO)
2051. Quando se sonha muito alto, quando se cai a dor é mais forte. (RJ)
2052. Quando se vai pra chuva, é pra se molhar. (RJ)
2053. Quando teu indicador aponta para o teu irmão, há sempre trâs dedos apontados para ti. (Bras-
net, RS)
2054. Quando um burro fala o outro murcha a orelha. (Bras-net, SP)
2055. Quando um burro fala, o outro abaixa a orelha. (RJ)
2056. Quando um não quer, dois não brigam. (RJ)
2057. Quando uma mulher erra, os homens acertam o passo atrás dela. (Bras-net, SP)
2058. Quando uma porta se fecha, outra se abre. (RJ)
2059. Quando vocâ tiver brabo, conta trâs vezes os botões da sua blusa. (GO)
2060. Quando vocâ vir a barba do vizinho arder, ponha a sua de molho. (Bras-net, SP)
2061. Quanto a maré tá brava, o urubu debaixo faz no de cima. (Bras-net, SP)
2062. Quanto maior é a nau, maior a tormenta. (SC)
2063. Quanto maior é o barco, pior de se levar. (SC)
2064. Quanto maior é o passo, maior o tombo. (RJ)
2065. Quanto mais alto é o pau, maior é a queda. (BA)
2066. Quanto mais botam terra no nosso amor, ele cresce, enraíza e bota flor. (MS)
2067. Quanto mais limpo o papel, pior a mancha. (RS)
2068. Quanto mais me és, mais me dóis. (MA)
2069. Quanto mais me ocâ me bate, tanto mais gosto docâ.75 (Bras-net, SP)
2070. Quanto mais se ordenha a vaca, maior é a teta. (ES)
2071. Quanto mais se tem, mais se quer. (RJ)
2072. Quanto mais se vive, mais se aprende. (Bras-net, SP)
2073. Quanto mais se vive, mais se vâ. (MG)
2074. Quanto menos somos, melhor passamos. (AL)
2075. Que casa quer casa. (Bras-net, SP)
2076. Que culpa tem a cascavel de ter veneno? (MS)
2077. Quebrar a cara.76 (Bras-net, RJ)
2078. Queda de velho não levanta poeira. (MG)
2079. Queira bem de graça, que por dinheiro é chalaça. (PE)
2080. Quem ama o feio, bonito lhe parece. (RJ)
2081. Quem tem telhado de vidro, não joga pedra no do vizinho. (Bras-net, SP)
2082. Quem vai na chuva é para se molhar. (Bras-net, SP)
2083. Quem à boa árvore se chega, boa sombra o cobre. (MS)
2084. Quem a cera abranda, as unhas queima. (PA)
2085. Quem a dois senhores quer servir, a um a de mentir. (PR)
2086. Quem a filha casa, arde a casa. (RS)
2087. Quem a raposa quer enganar, muito tem que madrugar. (RJ)
2088. Quem a tolo pede conselho, ainda é mais tolo que ele. (RJ)
2089. Quem a um castiga, a cem fustiga. (SC)
2090. Quem abrolhos semeia, espinhos colhe. (SC)
2091. Quem acha pau, faz colher. (CE)
2092. Quem acha besta, não compra cavalo. (CE)
2093. Quem acomoda, não incomoda. (PI)
2094. Quem aconselha, não obriga. (PI)
2095. Quem aconselha, não paga custas. (SP)
2096. Quem acorda cão dormindo, vende a paz e compra arruído. (PE)
2097. Quem adiante não olha, atrás se fica. (PI)
2098. Quem adormece a dizer mal, acorda caluniado. (MA)
2099. Quem alegre se levanta, o dia todo canta. (RJ)
2100. Quem ama a preguiça, desama a fortuna. (SP)
2101. Quem ama a rosa suporta os espinhos. (Bras-net, AL)
2102. Quem ama mulher casada, traz a vida emprestada. (Bras-net, RJ)
2103. Quem ama não maltrata. (MS)
2104. Quem ama o feio, bonito lhe parece. (RJ)
2105. Quem ama o perigo, nele perece. (MG)
2106. Quem ama, pisa na lama. (DF)
2107. Quem anda apressado passa por cima do que precisa. (Bras-net, SP)
2108. Quem anda caipora, até cachorro lhe mija na perna. (Bras-net, SP)
2109. Quem anda cego de amor, não sabe se é noite ou dia. (Bras-net, PE)
2110. Quem anda em briga não pensa em moça. (MS)
2111. Quem anda em terra alheia é o primeiro que apanha e o derradeiro que come. (CE)
2112. Quem anda na chuva é para se molhar. (CE)
2113. Quem anda no mato é cachorro. (Bras-net, SP)
2114. Quem anda pela cabeça dos outros é piolho. (RJ)
2115. Quem anda por toda a parte, por toda parte aprende. (PI)
2116. Quem anda sem dinheiro, não arranja companheiro. (SP)
2117. Quem ao digno faz bem, faz a ele e a si também. (AM)
2118. Quem ao longe não olha, perto se fere. (MS)
2119. Quem ao moinho vai, enfarinhado sai. (RS)
2120. Quem apanha de mulher, não se queixa a delegado. (AL)
2121. Quem as coisas muito apura, não vive vida segura. (RJ)
2122. Quem avisa, amigo é. (RJ)
2123. Quem bem ama, bem castiga. (PE)
2124. Quem bem ama, nunca esquece. (AM)
2125. Quem bem ata, bem desata. (ES)
2126. Quem bem nada, não se afoga. (RJ)
2127. Quem bem ouve, bem responde. (PR)
2128. Quem bem se consulta, bem principia. (RS)
2129. Quem bem urina, não precisa medicina. (Bras-net, SP)
2130. Quem boa cama fizer, nela se deitará. (PE)
2131. Quem bota bolsa no chão afasta dinheiro. (Bras-net, RJ)
2132. Quem brinca com fogo é para se queimar. (RJ)
2133. Quem brinca com fogo, acorda mijado. (Bras-net, SP)
2134. Quem brinca com fogo, quer se queimar. (RJ)
2135. Quem busca perigo, em perigo morre. (AL)
2136. Quem caça, acha. (MG)
2137. Quem cala colhe, quem fala semeia. (BA)
2138. Quem cala, consente. (RJ)
2139. Quem cala, não quer barulho. (PE)
2140. Quem cala, nem sempre consente. (RJ)
2141. Quem cala, vence. (SC)
2142. Quem caminha por atalhos, nunca sai de sobressaltos. (PI)
2143. Quem campereia em pâlo, arrisca menos perigo. (MT)
2144. Quem canta de graça é galo. (MG)
2145. Quem canta, seus males espanta. (RJ)
2146. Quem carrega é que sabe o peso que leva. (MG)
2147. Quem casa não pensa; quem pensa não casa. (RJ)
2148. Quem casa quer casa. (RJ)
2149. Quem casa, quer casa longe da casa em que casa. (SP)
2150. Quem castiga um, avisa cem. (PE)
2151. Quem castiga, dá o pão. (CE)
2152. Quem cedo levanta, cedo alçança. (Bras-net, SP)
2153. Quem cedo madruga fica com sono o dia inteiro. (DF)
2154. Quem cedo madruga, acha o que comer. (RS)
2155. Quem cedo se deita e cedo se levanta, doença, pobreza e velhice espanta. (ES)
2156. Quem cedo se determina, cedo se arrepende. (MS)
2157. Quem chega primeiro na fonte, primeiro enche a jarra. (MG)
2158. Quem chega primeiro, bebe água limpa. (PR)
2159. Quem chegar por último é mulher de padre. (Bras-net, SP)
2160. Quem chora, seus males piora. (RJ)
2161. Quem cochicha, o rabo espicha. (RJ)
2162. Quem com cães se deita, com pulgas se levanta. (RS)
2163. Quem com coxo anda, aprende a mancar. (PI)
2164. Quem com ferro fere, com ferro será ferido. (RJ)
2165. Quem come a corrre, do estômago vem a sofrer. (SC)
2166. Quem come calado, não perde bocado. (MG)
2167. Quem come do meu pirão, leva do meu bordão. (PE)
2168. Quem come e guarda come estragado. (Bras-net, SP)
2169. Quem come fel, não pode cuspir mel. (RJ)
2170. Quem come melado é pra se lambuzar. (Bras-net, SP)
2171. Quem come melado, se lambuza. (RJ)
2172. Quem come osso, sabe o cu que tem. (Bras-net, SP)
2173. Quem come quieto, come duas vezes. (Bras-net, SP)
2174. Quem come salgado, bebe dobrado. (MG)
2175. Quem come tudo num dia, no outro dia assobia. (ES)
2176. Quem come, dorme. (CE)
2177. Quem comer a carne, roerá o osso. (MS)
2178. Quem comeu o filé, que roa os ossos. (MG)
2179. Quem compra o que não pode, vende o que não quer. (RJ)
2180. Quem compra o supérfluo, vende o necessário. (SP)
2181. Quem compra sem poder, vende sem querer. (MG)
2182. Quem comprar o que não pode, venderá o que não quer. (RJ)
2183. Quem consigo só anda falando, o diabo anda enganando. (PE)
2184. Quem constrói um coração vulgar, acaba tendo uma casa torta e insegura. (MG)
2185. Quem conta com a panela alheia, arrisca-se a ficar sem ceia. (MG)
2186. Quem conta com o ovo na galinha, morre de fome. (RJ)
2187. Quem conta história de dia, cria rabo de cotia. (Bras-net, MG)
2188. Quem conta um conto, aumenta um ponto. (RJ)
2189. Quem conversa muito, dá bom-dia a cavalo. (RJ)
2190. Quem convida dá banquete. (RJ)
2191. Quem corre atrás de dois, acaba sem nenhum. (MG)
2192. Quem corre atrás de dois, perde um ou os dois. (MG)
2193. Quem corre cansa. (Bras-net, SP)
2194. Quem corre com medo, não pergunta por caminho. (RJ)
2195. Quem corre pelo muro, não dá passo seguro. (RJ)
2196. Quem corre por gosto, não se cansa. (RJ)
2197. Quem corre, cansa; quem espera, alçança. (MG)
2198. Quem corta unha de bebâ pagão faz ele virar lobisomem. (AM)
2199. Quem cospe mal, duas vezes se alimpa. (GO)
2200. Quem cospe pra cima, na cara lhe cai. (PE)
2201. Quem cuida da vida dos outros, da sua esquece. (MG)
2202. Quem cuida da vida dos outros se esquece de cuidar da sua. (Bras-net, SP)
2203. Quem dá o que tem, a pedir vem. (RJ)
2204. Quem dá a papa, lambe os dedos. (AL)
2205. Quem dá aos pobres, empresta a Deus. (RJ)
2206. Quem dá bom exemplo, dá bom conselho. (RJ)
2207. Quem dá discretamente, obriga pouco. (RJ)
2208. Quem dá e toma, fica corcunda. (RJ)
2209. Quem dá e torna a tirar ao inferno vai parar. (Bras-net, SP)
2210. Quem dá logo, dá duas vezes. (RJ)
2211. Quem dá nó, não perde ponto. (RJ)
2212. Quem dá o pão, dá o castigo. (MS)
2213. Quem dá o que é seu, sem ele se fica. (MA)
2214. Quem dá o que pode, dá demais. (GO)
2215. Quem dá o que tem, a mais não é obrigado. (RJ)
2216. Quem dá o que tem, fica sem vintém. (RJ)
2217. Quem dá ou empresta, adeus. (SP)
2218. Quem dá pra receber, não dá. (MG)
2219. Quem dá sal na mão pra si atrai miséria. (Bras-net, SP)
2220. Quem dá, recebe. (PE)
2221. Quem de moço não morre, de velho não escapa. (GO)
2222. Quem de novo é bonitim, quando velho fica o jeitim.77 (GO)
2223. Quem de outro se compadece, de si se lembra. (MS)
2224. Quem de puta faz cabedal, acaba na cadeia ou no hospital. (Bras-net, SP)
2225. Quem de ruim escarnece, seus filhos não vâ. (MG)
2226. Quem de si faz lixo, as galinhas pisam. MG)
2227. Quem debocha tem mau coração. (MG)
2228. Quem deixa de ser amigo, nunca foi. (MG)
2229. Quem deixa o certo pelo incerto, é pouco esperto. (RJ)
2230. Quem depressa foi, depressa volta. (RJ)
2231. Quem depressa se determina, cedo se arrepende. (RJ)
2232. Quem derruba um garfo, recebe visita masculina. (Bras-net, SP)
2233. Quem derruba uma colher, recebe visita feminina. (Bras-net, SP)
2234. Quem descobre a vocação, não precisa de carreira. (RJ)
2235. Quem desdenha, quer comprar. (RJ)
2236. Quem devagar promete, depressa cumpre. (MG)
2237. Quem dinheiro quer cobrar, muitas voltas tem que dar. (MG)
2238. Quem disso cuida, disso usa. (Bras-net, SP)
2239. Quem diz a verdade, não merece castigo. (RJ)
2240. Quem diz filho, diz tormento. (PR)
2241. Quem diz o que quer, ouve o que não quer. (RJ)
2242. Quem do escorpião está picado, a sombra o espanta. (PR)
2243. Quem dorme com criança, acorda molhado. (ES)
2244. Quem dorme com mulher feia, não tem medo de assombração. (Bras-net, SP)
2245. Quem dos outros fala e murmura, pouco pensa e muito se aventura. (SP)
2246. Quem dos seus se aparta, do remédio se enlarga. (MG)
2247. Quem é bom de natural, ouve mais bem que mal. (MG)
2248. Quem é cornudo e consente, que o seja pra sempre. (Bras-net, BA)
2249. Quem é coxo, parte cedo. (Bras-net, SP)
2250. Quem é desconfiado, não é fiel. (SP)
2251. Quem é do mar, não enjoa. (Bras-net, SP)
2252. Quem é guarda de muitas mulas, nenhuma sabe guardar. (MG)
2253. Quem é incapaz de troçar de si mesmo, não é pessoa séria. (SP)
2254. Quem é mensageiro, não merece pancada. (ES)
2255. Quem é pessimista, tem no Sol um fazedor de sombras. (Bras-net, RJ)
2256. Quem é rico, é cheio de amigos. (RJ)
2257. Quem é torto e mal se ajeita, tarde ou nunca se endireita. (RJ)
2258. Quem é vivo, sempre aparece. (RJ)
2259. Quem em casa deixa a cabeça, na praça perde o boné. (RJ)
2260. Quem em minha casa não vai, da sua me corre. (GO)
2261. Quem em muitas pedras bole, numa se fere. (PE)
2262. Quem em novo não trabalha, em velho dorme na palha. (MG)
2263. Quem em um ano quer ser rico, em seis meses o enforcam. (PR)
2264. Quem encontra um trevo de quatro folhas está com sorte e não está prosa. (Bras-net, SP).
2265. Quem entende o que fala, não fala do que não entende. (RS)
2266. Quem enterra dinheiro, faz convite ao diabo. (MA)
2267. Quem entra por uma porta e sai pela outra leva a fortuna da casa. (Bras-net, SP)
2268. Quem envelhece, arrefece. (CE)
2269. Quem erra e se emenda, a Deus se encomenda. (RJ)
2270. Quem escorrega, também cai. (RJ)
2271. Quem escuta, de si ouve. (MG)
2272. Quem escuta, o rabo encurta. (MG)
2273. Quem espera da mão alheia, mal janta e pior ceia. (CE)
2274. Quem espera por sapato de defunto, toda a vida anda descalço.(MG)
2275. Quem espera sapato de defunto, acaba descalço. (Bras-net, SP)
2276. Quem espera, chega atrasado. (Bras-net, SP)
2277. Quem espera, desespera. (RJ)
2278. Quem espera, se desespera. (RJ)
2279. Quem espera, sempre alçança, ou fica cansado. (Bras-net, SP)
2280. Quem espera, sempre alçança. (RJ)
2281. Quem espreita, peidos aceita. (Bras-net, SP)
2282. Quem está com fome, não escuta conselhos. (PA)
2283. Quem está na merda não canta. (Bras-net, SP)
2284. Quem está perto da razão, está longe da culpa. (MG)
2285. Quem eu quero, não me quer; quem me quer, mandei embora. (RJ)
2286. Quem fala a verdade, não merece castigo. (RJ)
2287. Quem fala com surdos, perde o seu latim. (SC)
2288. Quem fala de cachaça, sede tem. (RJ)
2289. Quem fala demais, dá bom-dia a cavalo. (MG)
2290. Quem fala mal dos outros, suja a língua e a alma. (PE)
2291. Quem farelos come, aos porcos se mistura. (MG)
2292. Quem faz aqui neste mundo, aqui mesmo paga. (RN)
2293. Quem faz aqui, acha acolá. (RN)
2294. Quem faz do lobo pastor, perde as râs (reses). (MG)
2295. Quem faz uma vez, faz duas, faz trâs. (RJ)
2296. Quem filhos tem ao lado, não morre enfastiado. (RS)
2297. Quem foi molhado de chuva, não tem medo de sereno. (RJ)
2298. Quem foi mordido de cobra, tem medo até de minhoca. (MG)
2299. Quem foi picado de escorpião até sombra espanta. (GO)
2300. Quem foi rei, nunca perde a majestade. (RJ)
2301. Quem gaba o mestre, são as obras. (PI)
2302. Quem gasta mais do que tem, a pedir vem. (PE)
2303. Quem gosta de coroa78 é rei. (Bras-net, SP)
2304. Quem gosta de mulher feia é salão de beleza. (Bras-net, SP)
2305. Quem gosta de terra é minhoca. (Bras-net, SP)
2306. Quem guarda come duas vezes. (Bras-net, SP)
2307. Quem hesita perde a chance. (RJ)
2308. Quem inventou o trabalho não tinha o que fazer. (Bras-net, SP)
2309. Quem laço arma nele cai. (RS)
2310. Quem ler, leia pra saber; quem souber, saiba pra obrar. (PI)
2311. Quem leve vai, leve vem. (AL)
2312. Quem má cama faz, nela jaz. (AL)
2313. Quem má cama faz, nunca fica em paz. (MG)
2314. Quem madruga fica com sono o dia inteiro. (DF)
2315. Quem madruga, Deus ajuda. (Bras-net, SP)
2316. Quem mais corre, mais tropeça. (RJ)
2317. Quem mais dá, mais amigo é. (MG)
2318. Quem mais dorme, menos vive. (SP)
2319. Quem mais perto está do fogo mais se aquenta. (MG)
2320. Quem mais se afoga é quem sabe nadar. (RJ)
2321. Quem mal faz, nele jaz. (AM)
2322. Quem mal lavra, mal colhe. (PR)
2323. Quem manda, melhor faz. (MS)
2324. Quem mata a cobra mostra o pau. (RN)
2325. Quem mata gato tem sete anos de atraso. (Bras-net, PB)
2326. Quem mata ladrão tem perdão. (GO)
2327. Quem mata sapo fica seco. (Bras-net, BA)
2328. Quem me faz bem, me ensina a ser bom. (RJ)
2329. Quem mente, arrede testemunhas. (PI)
2330. Quem merendas come, merendas deve. (RJ)
2331. Quem mete o nariz em terreiro alheio, se não foge, apanha em cheio. (BA)
2332. Quem morre de véspera é peru. (RJ)
2333. Quem muito abarca, pouco abraça, ou aperta, ou ata. (Bras-net, SP)
2334. Quem muito andou, está perto de chegar. (ES)
2335. Quem muito corre, depressa cansa. (GO)
2336. Quem muito dorme, pouco aprende. (MG)
2337. Quem muito escolhe, acaba sendo escolhido. (Bras-net, SP)
2338. Quem muito escolhe, pega abacaxi. (Bras-net, SP)
2339. Quem muito fala, a si dana. (RJ)
2340. Quem muito fala, dá bom-dia a cavalo. (Bras-net, SP)
2341. Quem muito gira é botão de radio ou pião. (Bras-net, SP)
2342. Quem muito parte e reparte geralmente fica com a melhor parte. (RJ)
2343. Quem muito pensa não sai do lugar. (ES)
2344. Quem muito quer saber, mexerico quer fazer. (RJ)
2345. Quem muito se abaixa, o cu aparece. (Bras-net, SP)
2346. Quem muito se abaixa, o fundilho aparece. (RJ)
2347. Quem muito urina, não precisa da medicina. (Bras-net, SP)
2348. Quem nada promete, nada deve. (RJ)
2349. Quem nada sabe, de nada duvida. (RJ)
2350. Quem nada tem, nada é. (SP)
2351. Quem não agüenta trote, não monta burro. (PI)
2352. Quem não aparece, esquece. (ES)
2353. Quem não arrisca, não petisca. (RJ)
2354. Quem não ata, nem desata, não tece rede. (AL)
2355. Quem não chora, não mama. (RJ)
2356. Quem não cometeu delito, não se ruboriza. (CE)
2357. Quem não deve, não teme. (RJ)
2358. Quem não é bonito aos 20, forte aos 30, rico aos 40 e sábio aos 50, nunca vai ser bonito, forte,
rico ou sábio. (Bras-net, RS)
2359. Quem não é por mim, é contra mim. (BA)
2360. Quem não entra na água, não se afoga. (RJ)
2361. Quem não faz favores, não faz ingratos. (MT)
2362. Quem não gosta de samba bom sujeito não é, é ruim da cabeça ou doente do pé. (RJ)
2363. Quem não lâ nas entrelinhas, analfabeto é. (Bras-net, SP)
2364. Quem não lâ, analfabeto é. (Bras-net, SC)
2365. Quem não marca, toma. (Bras-net, SP)
2366. Quem não ouve bons conselhos, cedo se põe a perder. (MG)
2367. Quem não ouve conselho, não chega a velho. (MG)
2368. Quem não pensa, o corpo padece. (Bras-net, SP)
2369. Quem não pode com mandinga, não carrega patuá. (BA)
2370. Quem não quer esforço, foge mais que caroço. (MA)
2371. Quem não quer se molhar, não vá à chuva. (MS)
2372. Quem não quer ser aconselhado, não pode ser ajudado. (RJ)
2373. Quem não quer ser lobo, não vista a pele. (RJ)
2374. Quem não quer ver marmota, não bula na nota. (PE)
2375. Quem não sabe fazer, não sabe mandar. (RJ)
2376. Quem não sabe nadar, não toma banho de mar. (RJ)
2377. Quem não se comunica, se trumbica. (RJ)
2378. Quem não se enfeita, por si se enjeita. (MG)
2379. Quem não sente, não é filho de boa gente. (RJ)
2380. Quem não serve para meu amigo, serve menos para inimigo. (RJ)
2381. Quem não tem cachorro, caça com gato. (BA)
2382. Quem não tem cão, caça com gato. (RJ)
2383. Quem não tem cão, caça como gato. (Bras-net, SP)
2384. Quem não tem cão, não caça. (Bras-net, SP)
2385. Quem não tem colírio, usa óculos escuros. (Bras-net, SP)
2386. Quem não tem como morder, dá um jeito de arranhar. (MG)
2387. Quem não tem competância, não se estabelece. (RJ)
2388. Quem não tem farinha, economiza peneira. (BA)
2389. Quem não tem gato, corre no mato. (Bras-net, SP)
2390. Quem não tem irmão, não tem pé nem mão. (RJ)
2391. Quem não tem ofício, não tem benefício. (RJ)
2392. Quem não tem padrinho, morre pagão. (RJ)
2393. Quem não tem que ir pro céu, não adianta olhar pra riba. (MG)
2394. Quem não trabuca, não manduca. (SP)
2395. Quem não trapaceia se entende logo. (MS)
2396. Quem não zela, não ama. (GO)
2397. Quem nasce para tostão não chega a milhão. (MS)
2398. Quem nasce pra ser mandado nasce com marca na picanha. (MS)
2399. Quem nasce torto, tarde ou nunca se endireita. (Bras-net, SP)
2400. Quem nasceu pra cavalo, morre pastando. (Bras-net, RJ)
2401. Quem nasceu pra rastejar, jamais poderá voar. (DF)
2402. Quem nasceu pra ser cavalo, tem que morrer pastando. (Bras-net, SP)
2403. Quem nasceu pra tatu, morre cavando. (MG)
2404. Quem nasceu pra vintém nunca chega a tostão. (Bras-net, SP)
2405. Quem nunca comeu melado, quando come se lambuza. (RJ)
2406. Quem o alheio veste, na praça o despe. (Bras-net, SP)
2407. Quem o diabo tomou uma vez, sempre lhe fica o jeito. (PE)
2408. Quem o inimigo poupa, nas suas mãos morre. (GO)
2409. Quem o sino repica, não acompanha procissão. (GO)
2410. Quem olha para dentro, sonha; quem olha para fora, acorda. (DF)
2411. Quem ordenha, bebe o apojo. (GO)
2412. Quem os meus filhos beija, a minha boca adoça. (RJ)
2413. Quem paga adiantado, é sempre mal servido. (GO)
2414. Quem parte e reparte ganha sempre a maior parte. (MS)
2415. Quem passou o inverno nu, passa o verão que é mais quente. (RJ)
2416. Quem pede, se vende; quem dá, compra. (BA)
2417. Quem pensa no mal antes, poucas vezes acontece. (MT)
2418. Quem pensa, não dorme. (PI)
2419. Quem perde a honra pelo negócio, perde a honra e o negócio. (RJ)
2420. Quem perde dinheiro, perde muito; quem perde um amigo, perde tudo. (RJ)
2421. Quem pergunta e quer saber, mexerico quer fazer. (RJ)
2422. Quem pergunta, mal não faz. (RJ)
2423. Quem pés tem, coices promete. (PE)
2424. Quem planta vento, colhe tempestade; quem planta amor, colhe saudade. (RJ)
2425. Quem pode o mais, pode o menos. (MA)
2426. Quem pode, pode, quem não pode se sacode. (RJ)
2427. Quem poupa na cozinha, aumenta a sua casinha. (SC)
2428. Quem poupa o inimigo, acaba por morrer. (GO)
2429. Quem poupa o mau, prejudica o bom. (SP)
2430. Quem primeiro perde a aliança (de casamento), primeiro morre. (PI)
2431. Quem primeiro vai à fonte, primeiro enche a jarra. (MG)
2432. Quem procura aventuras, acaba saindo às turras. (Bras-net, RJ)
2433. Quem procura casamento, procura desentendimento. (ES)
2434. Quem procura, acha. (RJ)
2435. Quem puxa o tapete dos outros, cai na esquina. (RJ)
2436. Quem quer a rosa, agüente os espinhos. (CE)
2437. Quem quer bem, do longe faz perto. (RJ)
2438. Quem quer fogo, que busque a lenha. (GO)
2439. Quem quer o filho ladrão, que lhe tire o pão. (MG)
2440. Quem quer os fins, quer os meios. (RJ)
2441. Quem quer peixe, molha o cu. (Bras-net, BA)
2442. Quem quer pescar, tem que se molhar. (AL)
2443. Quem quer pôr a casa a perder, admita criados e não os vá ver. (RJ)
2444. Quem quer se divertir, que compre um macaco. (RJ)
2445. Quem quer vai; quem não quer, manda. (RJ)
2446. Quem quer, faz; quem não quer, manda. (Bras-net, SP)
2447. Quem quiser aprender a amar, sempre será discípulo; quem quiser ensinar a amar, nunca será
mestre. (RJ)
2448. Quem quiser emendar o mundo, comece por si. (RJ)
2449. Quem quiser ir longe, que poupe o cavalo. (RS)
2450. Quem quiser pescar, terá que se molhar. (AL)
2451. Quem quiser um bom conselho, que consulte o travesseiro. (RJ)
2452. Quem reclama, o rabo inflama. (Bras-net, SP)
2453. Quem rejeitou os seus demônios, importuna-nos com seus anjos. (SP)
2454. Quem ri por último é porque não entendeu a piada. (Bras-net, SP)
2455. Quem ri por último ri melhor. (Bras-net, SP)
2456. Quem ri por último, ri atrasado. (Bras-net, SP)
2457. Quem riu por último, perdeu todo o tempo que passou sem rir. (RJ)
2458. Quem rouba um grampo, rouba banco. (RJ)
2459. Quem rouba um pão é ladrão, quem rouba um milhão é barão. (RJ)
2460. Quem rouba uma agulha, rouba jóia. (RJ)
2461. Quem sabe cria, quem não sabe copia. (DF)
2462. Quem sabe, sabe, quem não sabe se sacode. (RJ)
2463. Quem sai aos seus, não degenera. (RJ)
2464. Quem se apaixona por si mesmo, não tem rivais. (SP)
2465. Quem se apressa, come cru e frio. (Bras-net, SP)
2466. Quem se avexa, come cru. (BA)
2467. Quem se desculpa reconhe sua culpa. (Bras-net, SP)
2468. Quem se levantar primeiro da cama, no dia seguinte ao casamento, é quem primeiro morre.
(GO)
2469. Quem se mete a Redentor, sai crucificado. (RJ)
2470. Quem se mete em atalho, arranja é trabalho. (RJ)
2471. Quem se senta em pedra de amolar, se prepare pra apanhar. (Bras-net, SP)
2472. Quem semeia o mal, maus frutos colhe. (Bras-net, SP)
2473. Quem semeia vento, colhe tempestade. (Bras-net, SP)
2474. Quem semeia vento, colhe tempestade; quem semeia amor, colhe saudade. (RJ)
2475. Quem tarde vier, comerá do que trouxer. (RJ)
2476. Quem tem a informação, tem o poder na mão. (DF)
2477. Quem tem boca, não manda assoprar. (AL)
2478. Quem tem boca, vai a Roma. (RJ)
2479. Quem tem chefe, é índio. (Bras-net, SP)
2480. Quem tem companheiro, tem patrão. (RJ)
2481. Quem tem dinheiro, abre todas as portas. (RJ)
2482. Quem tem doce pra dar, fica logo popular. (ES)
2483. Quem tem fama, deita na cama. (MS)
2484. Quem tem filhas no mundo, não fala das malfadadas. (RO)
2485. Quem tem filhos, tem cadilhos. (Bras-net, SP)
2486. Quem tem mãe, tem tudo. (DF)
2487. Quem tem o seu vintém, bebe logo. (RJ)
2488. Quem tem pressa, come cru e insosso. (Bras-net, SP)
2489. Quem tem pressa, come cru; quem não tem, come quente. (Bras-net, SP)
2490. Quem tem rabo de palha, não passa perto do fogo. (MG)
2491. Quem tem sede demais, não escolhe a água que bebe. (RJ)
2492. Quem tem telhado de vidro, não joga pedra em telhado alheio. (Bras-net, PB)
2493. Quem tem vintém, bebe logo. (RJ)
2494. Quem tira a camisa do boi, sem a sua fica. (Bras-net, RS)
2495. Quem tiver segredo não conte pra mulher casada; ele conta pro marido e o marido pro seu
camarada. (AC)
2496. Quem trabalha de graça é relógio. (Bras-net, SP)
2497. Quem trabalha no comércio nunca vive sossegado; quando escapa do ladrão cai no golpe do
Fiado. (Bras-net, RJ)
2498. Quem trabalha no mar, avia-se em terra. (RJ)
2499. Quem trabalha, reza. (RJ)
2500. Quem tudo quer, tudo perde. (RJ)
2501. Quem tudo sabe, nada sabe. (PB)
2502. Quem une o útil ao agradável, merece todos os votos. (RJ)
2503. Quem vai à esquina o rabo afina. (Bras-net, SP)
2504. Quem vai à esquina, o rabo empina. (PE)
2505. Quem vai à feira, perde a cadeira. (AL)
2506. Quem vai à guerra, dá e leva. (DF)
2507. Quem vai à roça, o rabo engrossa. (MG)
2508. Quem vai ao ar, perde o lugar. (RJ)
2509. Quem vai ao mar, avia-se em terra. (RJ)
2510. Quem vai ao vento, perde o assento. (MS)
2511. Quem vai dar, deve levar um saco para receber. (PE)
2512. Quem vai na frente bebe água lima. (Bras-net, SP)
2513. Quem vâ cara, não vâ coração. (RJ)
2514. Quem veste roupa do lado do avesso ganha presente. (Bras-net, SP)
2515. Quem vive à toa, não tem tempo pra nada. (RJ)
2516. Quem vive atordoado, chama urubu de meu louro. (MS)
2517. Quem vive de passado, é professor de história. (Bras-net, SP)
2518. Quem viver, verá. (MS)
2519. Quem zomba, tem mau coração. (MG)
2520. Quem, de chofre, bota água na garrafa, mais derrama que colhe. (AC)
2521. Quer moleza ? Vai mastigar água! (Bras-net, SP)
2522. Quer moleza, empurra bâbado ladeira abaixo. (Bras-net, SP)
2523. Quer moleza, senta no pudim. (Bras-net, SP)
2524. Querer é poder. (RJ)
2525. Rapadura é doce, mas não é mole não. (Bras-net, SP)
2526. Raposa de luvas não chega às uvas. (RJ)
2527. Raposa que dorme não apanha galinha. (RJ)
2528. Raso não tem fundura. (MG)
2529. Rebenqueando que nem rabo de tatu no lombo de matungo lerdo. (MT)
2530. Rei morto, rei posto. (RJ)
2531. Remenda o pano, que dura um ano; torna a remendar que torna a durar; vai remendando que
vai durando. (MG)
2532. Rente como pão quente.79 (MS)
2533. Repolho não pensa, logo não existe. (Bras-net, SP)
2534. Reposta branda desvia o furor. (Bras-net, PR)
2535. Respeito é bom e eu gosto. (RJ)
2536. Resposta branda aquebranta a ira. (PE)
2537. Rezei 1/3 para achar 1/2 de te levar para 1/4. (Bras-net, RJ)
2538. Ri melhor, quem ri por último. (RJ)
2539. Ri-se o roto do esfarrapado e o sujo do mal lavado. (RJ)
2540. Rico avarento não tem parente, nem amigo. (MG)
2541. Rico tem veia poética; pobre tem varizes. (Bras-net, BA)
2542. Rio passado, santo não lembrado. (RS)
2543. Riqueza de tolo é patrimônio de pilantra. (RJ)
2544. Roma não foi feita num dia. (RJ)
2545. Roto não pode falar de esfarrapado. (RJ)
2546. Roupa suja se lava em casa. (RJ)
2547. Ruim com ele, pior sem ele. (RJ)
2548. Ruim como casca de ferida. (Bras-net, SP)
2549. Saber esperar é grande virtude. (RJ)
2550. Saco cheio não se dobra. (RJ)
2551. Saco vazio não para em pé. (Bras-net, SP)
2552. Sacristão novo cospe fora da igreja; sacristão velho faz pipi no altar. (RJ)
2553. Saem os gatos, folgam os ratos. (Bras-net, SP)
2554. Santo de casa não faz milagres. (RJ)
2555. São mais vozes que nozes. (RS)
2556. Sapo de fora não chia. (MS)
2557. Sapo não pula por boniteza, mas por precisão.80 (CE)
2558. Sapo, fora da lagoa, não ronca. (AC)
2559. Saudade não mata, mas maltrata. (DF)
2560. Se a cal é virgem é porque o pincel é brocha. (Bras-net, RS)
2561. Se a mulher foi feita de uma costela, imagine se fosse feita do filé?! (Bras-net, SP)
2562. Se a ser rico queres chegar, vais devagar. (MA)
2563. Se as palavras convencem, os exemplos arrastam. (RJ)
2564. Se asfalto fosse casamento, eu só andava no desvio. (Bras-net, RJ)
2565. Se atravessa o rio onde é mais rasó. (MS)
2566. Se bebes para esquecer, pague antes de beber. (Bras-net, RJ)
2567. Se beijo desse sapinho, minha boca seria um brejo. (Bras-net, SP)
2568. Se casamento fosse bom não precisaria de testemunhas. (Bras-net, SP)
2569. Se casar fosse bom, Cristo não teria morrido solteiro. (MG)
2570. Se chover mulher, quero goteira na minha cama. (Bras-net, RJ)
2571. Se conhece o marinheiro, no meio da tempestade. (SE)
2572. Se conselho fosse bom, era vendido. (GO)
2573. Se conselho valesse a pena, seria pago. (RJ)
2574. Se correr o bicho pega, se ficar o bicho come. (Bras-net, RJ)
2575. Se Deus fez algo melhor que mulher, ficou com ele. (Bras-net, SP)
2576. Se Deus fez coisa melhor que mulher, deixou no céu. (MG)
2577. Se ficar o bicho pega, se correr o bicho come. (Bras-net, SP)
2578. Se for pra morrer de batida, que seja de limão. (DF)
2579. Se gritos resolvessem, porco não morria. (Bras-net, SP)
2580. Se há roupa do lado do avesso no quarto onde de dorme, pesadelo na certa. (Bras-net, RJ)
2581. Se inveja fosse tinha, todo mundo era tinhoso. (PE)
2582. Se Maomé não vai a montanha, a montanha vai a Maomé. (Bras-net, SP)
2583. Se me vir atracado com mulher feia, pode separar que é briga. (Bras-net, SP)
2584. Se morrer é descanso, quero morrer cansado. (Bras-net, RJ)
2585. Se não fosse o otimista, o pessimista nunca saberia como é infeliz. (Bras-net, SP)
2586. Se não houvesse quem escutasse, não haveria quem falasse. (GO)
2587. Se não sabe o que fazer, faça nada. (PE)
2588. Se não se catar as lândias, não adianta matar os piolhos. (Bras-net, CE)
2589. Se o amor é cego, o negocio é apalpar. (Bras-net, SP)
2590. Se o diabo sabe muito é porque é velho. (RJ)
2591. Se o moço soubesse e o velho pudesse, nada haveria que não se fizesse. (RJ)
2592. Se o mundo fosse bom, o Dono morava nele. (Bras-net, SP)
2593. Se o nosso amor virou cinzas é porque no passado mandamos brasa. (RJ)
2594. Se o pau é torto, a sombra não pode ser reta. (BA)
2595. Se perde por preguiça, o que se ganha com justeza. (MG)
2596. Se pinga fosse fortificante, brasileiro era gigante. (Bras-net, RJ)
2597. Se quer conhecer o vilão, meta-lhe a vara na mão. (MG)
2598. Se se cortar unha de bebâ pagão, ele vira lobisomem. (AM)
2599. Se tem porta aberta, o justo peca. (MG)
2600. Se um cego guia outro cego juntos cairão num buraco (cristo). (MS)
2601. Se um chato se cala de repente, é porque morreu. (Bras-net, SP)
2602. Se viramos cinzas é porque no passado madamos brasa. (Bras-net, RJ)
2603. Se vocâ não tem o poder, vocâ não tem o ouro. (RJ)
2604. Se vocâ tem o ouro, vocâ dita as regras. (RJ)
2605. Seguir nossos caminhos é a melhor maneira de não ser um obstáculo dos outros. (Bras-net, SP)
2606. Seguro morreu de velho e a prudância foi ao enterro. (RJ)
2607. Seguro morreu de velho. (RJ)
2608. Seja dono da sua boca, para não ser escravo de suas palavras! (Bras-net, SP)
2609. Seja paciente na estrada para não ser paciente no hospital. (Bras-net, SP)
2610. Seja U 1000 D. (Bras-net, SP)
2611. Seja vocâ próprio seu advogado acusador, absolva-se de seus erros e castigue-se de acordo com
a sua consciância. (Bras-net, SP)
2612. Semana Santa em março, fome ou mortaço. (CE)
2613. Sempre há um pouco de perfume nas mãos que dá a rosa...que mexe na merda também. (Bras-
net, SP)
2614. Sempre te vejo, cara de percevejo. (RO)
2615. Sempre tem um chinelo folgado para um pé machucado. (Bras-net, SP)
2616. Sempre tem um pé torto para um chinelo velho. (Bras-net, SP)
2617. Seño Bel numero um, aumenta; numero dois, reduz e enrijece. (Bras-net, SP)
2618. Sentar no canto da mesa, faz moça ficar solteira. (Bras-net, SP)
2619. Ser amigo da onça. (Bras-net, SP)
2620. Ser amigo de olheiro. (Bras-net, SP)
2621. Ser amigo do alheio. (Bras-net, SP)
2622. Ser amigo do peito. (Bras-net, SP)
2623. Ser amigo dos amigos. (MS)
2624. Ser analfabeto de pai e mãe. (Bras-net, SP)
2625. Ser canhoto é facil; dificil é ser direito. (Bras-net, SP)
2626. Ser craque.81 (Bras-net, SP)
2627. Ser ou não ser chato, eis a questão. (Bras-net, SP)
2628. Ser pobre e feliz, um dos dois é mentira. (Bras-net, SP)
2629. Serenidade vence furor. (PE)
2630. Serrinha não serra pau grosso. (BA)
2631. Sexo grátis, amor a combinar. (Bras-net, SP)
2632. Sinal no céu, castigo na terra. (AL)
2633. Só bala de prata mata lobisomem e vampiro. (Bras-net, SP)
2634. Só compra quem tem. (Bras-net, SP)
2635. Só o tempo cura o queijo. (GO)
2636. Só sabe mandar, quem sabe agir. (Bras-net, RJ)
2637. Só se assa pão quando o forno tá quente. (MG)
2638. Só se conhece uma pessoa quando se come um saco de sal juntos. (MS)
2639. Só se dá valor ao que se tem, depois que se perde. (RJ)
2640. Só se esquece um amor com outro amor. (RJ)
2641. Só se for no dia de "São Nunca". (MS)
2642. Só se leva desta vida, a vida que se levou no coração. (Bras-net, SP)
2643. Só se sente falta d'água quando o pote está vazio. (MG)
2644. Só tem papo. (Bras-net, SP)
2645. Sô u míu!82 (Bras-net, SP)
2646. Sofrendo mais que sovaco de aleijado. (MS)
2647. Sogro rico e porco gordo só dão lucro quando morrem. (Bras-net, SP)
2648. Sol de marco, muito mormaço. (Bras-net, SP)
2649. Sol e chuva casamento de raposa. (Bras-net, MS)
2650. Sol e chuva, casamento de viúva. (RJ)
2651. Soque o milho, mas não fure o seu pilão. (GO)
2652. Sorrir é o melhor remédio. (Bras-net, SP)
2653. Sorte é para quem tem, e não para quem quer. (Bras-net, SP)
2654. Sou feio, pobre e burro, mas sou feliz; mais feio, pobre e burro é quem me chama! (Bras-net,
SP)
2655. Sou um eu a procura de um tu para sermos nós. (Bras-net, SP)
2656. Sua passagem não deixa eco; sua passagem deixa rastro. (MS)
2657. Suspiro de rato não derruba queijo. (MG)
2658. Tá dando mais do que chuchu em beira de estrada. (Bras-net, SP)
2659. Tá dando mais do que chuchu no pé da serra no tempo das águas. (Bras-net, SP)
2660. Tá mais perdido do que cego em tiroteio. (Bras-net, SP)
2661. Tá mais perdido do que peido em bombacha. (Bras-net, RS)
2662. Tá mais perdido que formiga no varal. (Bras-net, SP)
2663. Tá mais por fora do que umbigo de vedete. (Bras-net, PE)
2664. Tá mais por fora que azeitona em salada de fruta. (Bras-net, RJ)
2665. Tá mais por fora que dedão de franciscano. (Bras-net, SP)
2666. Tá matando cachorro a grito. (Bras-net, SP)
2667. Tal é a vida. (RJ)
2668. Tal pai, tal filho. (RJ)
2669. Talho de palmo e meio é vacina. (MS)
2670. Tamanco faz zoada, mas não fala. (SE)
2671. Tamanho não é documento. (RJ)
2672. Tantas vezes vai o cântaro à fonte, até que quebra. (RJ)
2673. Tão confuso, que estava chamando Jesus de Jenésio. (Bras-net, SP)
2674. Tapa de amor não dói. (Bras-net, SP)
2675. Tarado é o homem normal ... pego em flagrante! (RJ) (Bras-net, SP)
2676. Tatu velho não se esquece do buraco. (MG)
2677. Teima, mas não apostes. (RJ)
2678. Televisão de pobre é buraco de fechadura. (Bras-net, RJ)
2679. Tem bicho carpinteiro. (Bras-net, SP)
2680. Tem gente do tipo que vocâ dá o dedo e já quer a mão. (Bras-net, SP)
2681. Tem gente mais perdida do que peido em bombacha. (Bras-net, RS)
2682. Tem gente mais perdido que agulha em palheiro. (Bras-net, SP)
2683. Tem gente mais perdido que cego em tiroteio. (MS)
2684. Tem gente que é que nem bananeira: já deu cacho. (Bras-net, SP)
2685. Tem gente ruim como cobra. (MS)
2686. Tem hora pra tudo. (SP)
2687. Tem muitos modos de morrer, mas só um de nascer. (RS)
2688. Tempestade no mar, gaivotas em terra. (Bras-net, BA)
2689. Tempo é dinheiro. (Bras-net, SP)
2690. Tentei enganar o diabo, ele nem percebeu; fui enganar a mulher e o enganado fui eu! (Bras-net,
SP)
2691. Tesoura aberta corta mau-olhado. (MG)
2692. Tição brigou com a brasa e a panelinha caiu. (MT)
2693. Tico-tico no terreiro, quando chove não se molha. (RJ)
2694. Tigela quebrada dura muito. (MG)
2695. Toda casa velha tem baratas. (Bras-net, RJ)
2696. Toda doçura custa uma amargura. (GO)
2697. Toda formiga tem sua ira. (RJ)
2698. Toda moeda tem duas faces. (SP)
2699. Toda mosca tem sua sombra. (PI)
2700. Toda mulher transa; basta vocâ ser o cara certo, na hora certa e no lugar certo. (Bras-net, SP)
2701. Todo chato cutuca. (Bras-net, SP)
2702. Todo chato tem cara de chato. (Bras-net, SP)
2703. Todo gaúcho macho tem um lado gay que é lésbico. (Bras-net - RS)
2704. Todo homem tem seu ponto fraco. (RJ)
2705. Todo homem tem seu preço. (RJ)
2706. Todo jegue come palha, a questão é saber dar. (CE)
2707. Todo mundo estende a perna até onde tem coberta. (MG)
2708. Todo mundo inveja a cachaça que eu bebo, mas ninguém sabe as quedas que eu tomo. (Bras-
net - RJ)
2709. Todo mundo quer ir pro céu, mas ninguém quer morrer. (MG)
2710. Todo mundo tem a sorte que merece. (Bras-net - SP)
2711. Todo mundo tem o seu dia de chato, mas o chato é todo dia. (Bras-net, SP)
2712. Todos os caminhos levam a Roma. (RJ)
2713. Todos os caminhos levam ao Papa. (RJ)
2714. Todos os rios desguam no mar. (RJ)
2715. Tolo é o cão que enjeita o osso que lhe dão. (MA)
2716. Tolo é quem cuida que o inimigo se descuida. (PE)
2717. Tolo é quem se confessa ao lobo. (RJ)
2718. Tombo de índio é costilhar cachorro. (RS)
2719. Topada é que leva homem para frente. (Bras-net, SP)
2720. Trabalhei que nem escravo. (Bras-net, SP)
2721. Tratante fala é com berro.83
2722. Trevo de quatro folhas traz sorte. (RJ)
2723. Triste e jururú como carrancho em tronqueira. (MT)
2724. Tristeza não paga dívida. (PE)
2725. Troco 1 copo de chopp por _ com vocâ. (DF)
2726. Tromba de porco não mata mosquito. (DF)
2727. Tromba de porco não mata pernilongo. (GO)
2728. Tropeiro fala de burro, boiadeiro de boi, moça de namorado e velho do que já foi. (MG)
2729. Tudo consegue, quem sabe esperar. (GO)
2730. Tudo é tudo e nada é nada. (Bras-net, SP)
2731. Tudo estremece o medroso. (SC)
2732. Tudo igual é um caminhão cheio de japonâs. (Bras-net, SP)
2733. Tudo na vida é passageiro, menos o motorista e o trocador. (Bras-net, SP)
2734. Tudo o que arde, cura, e o que aperta, segura. (MG)
2735. Tudo o que cai na rede, é peixe. (RJ)
2736. Tudo o que sobe tem que descer. (Bras-net, SP)
2737. Tudo o que sobe, desce. (Bras-net, SP)
2738. Tudo o que vier, é lucro. (RJ)
2739. Tudo o que volteia no ar, um dia tem que se aquietar. (RN)
2740. Tudo se lava, menos má língua. ( RJ)
2741. Tudo tem seu tempo certo. (RJ)
2742. Turista forçado.84 (Bras-net, RJ)
2743. Um amigo falso é um inimigo secreto. (Bras-net, SC)
2744. Um amor só se esquece com outro amor. (RJ)
2745. Um apertado aperta o outro. (MG)
2746. Um chato nunca perde o seu tempo, perde sempre o dos outros. (Bras-net, SP)
2747. Um cravo com outro se tira. (MG)
2748. Um dia é da caça, outro do caçador. (RJ)
2749. Um é pouco, dois é bom, trâs é demais. (RJ)
2750. Um erro não justifica o outro. (RJ)
2751. Um gambá cheira outro. (MG)
2752. Um homem prevenido vale por dois. (RJ)
2753. Um homem prudente vale mais que dois valentes. (RJ)
2754. Um inimigo prudente é preferível a um amigo indiscreto. (RJ)
2755. Um jegue ruim bota todos a perder. (CE)
2756. Um problema nunca vem sozinho. (RJ)
2757. Um rabo bem brotado é melhor do que um mal nascido. (Bras-net, SP)
2758. Uma andorinha só não faz verão. (RJ)
2759. Uma andorinha só não faz: verão. (AC)
2760. Uma desgraça nunca vem sozinha. (MG)
2761. Uma laranja podre apodrece todas as outras. (RJ)
2762. Uma mão lava a outra e ambas lavam o rosto. (RJ)
2763. Uma mão lava a outra e as duas lavam o rosto. (Bras-net, SP)
2764. Uma mão lava a outra. (MG)
2765. Uma pessoa brilhante pode ser chata, mas uma pessoa chata não pode ser brilhante. (Bras-net,
SP)
2766. Uma vela a Deus, outra pro diabo. (Bras-net, BA)
2767. Uns comem os cajus, outros se ferem com eles. (RJ)
2768. Uns comem os figos, outros arrebentam-lhes os beiços. (RJ)
2769. Uns gostam dos olhos, outros da remela. (Bras-net, SP)
2770. Urubu quando está de azar o de baixo faz cocô na cabeça do de cima. (Bras-net, SP)
2771. Urubu voando, quando está de azar, o de baixo caga no de cima. (Bras-net, SP)
2772. Urubu, quando anda caipora, até cachorro lhe mija na perna. (Bras-net, SP)
2773. Urubu, quando anda caipora, se atola até o lajeiro. (CE)
2774. Urubu, quando está de azar, o debaixo caga no de cima. (Bras-net, SP)
2775. Urubu, quando está infeliz, cai de costas e quebra o nariz. (RJ)
2776. Urupemba nova tem trâs dias de torno. (MS)
2777. Vaca de rodeio não tem touro certo. (RS)
2778. Vaca parida não come longe. (MG)
2779. Vai com Deus. (Bras-net, RJ)
2780. Vai comer ou quer que "embrulha"?85 (Bras-net, SP)
2781. Vale quanto pesa. (Bras-net, RJ)
2782. Vão os pés aonde manda o coração. (RJ)
2783. Vão-se os anéis e fiquem os dedos. (RJ)
2784. Vão-se os gatos, folgam os ratos. (Bras-net, RJ)
2785. Vaqueiro bom é o que cerca o boi na hora. (GO)
2786. Vaqueiro bom não gaba cavalo. (CE)
2787. Vaqueiro novo faz o gado desconfiado. (CE)
2788. Vara sem isca, peixe não belisca. (RN)
2789. Várias cabeças pensam melhor do que uma. (Bras-net, SP)
2790. Vasilha quebrada dura muito. (MG)
2791. Vaso ruim não quebra. (RJ)
2792. Vassoura atrás da porta afasta visita malquista. (Bras-net, RJ)
2793. Vassoura nova varre bem a casa. (RJ)
2794. Veja de perto pra contar o certo. (RJ)
2795. Vem a ventura pra quem a procura. (RJ)
2796. Vem-vem cantou, visita que chega. (Bras-net, PB)
2797. Vendeu até os fios de cabelo. (MS)
2798. Ventre em jejum, não ouve nenhum. (PI)
2799. Ventre esfomeado não tem orelhas. (MG)
2800. Ver passarinho verde.86 (MS)
2801. Ver, pra crer. (RJ)
2802. Vergonha é roubar e não poder carregar. (RJ)
2803. Vermelho que nem pimentão. (Bras-net, RJ)
2804. Virtudes a pé, vícios a cavalo. (MG)
2805. Visita dá duas alegrias: uma quando chega, outra quando sai. (SP)
2806. Visita imprevista para o almoço, água no feijão. (MS)
2807. Visita que abre a porta da saída não volta mais. (Bras-net, SP)
2808. Viúva é como lenha verde, chora mas pega fogo. (Bras-net, SP)
2809. Viva a galinha com a sua pevide. (Bras-net, MG)
2810. Viva o luxo, padeça o bucho. (PE)
2811. Vive, mas não sabe porque vive. (MG)
2812. Vivemos, aprendemos e morremos sem saber nada. (PE)
2813. Vivendo e aprendendo. (PE)
2814. Viver é a coisa mais rara do mundo, a maioria das pessoas apenas existe. (Bras-net, SP)
2815. Viver é fácil, saber viver é que são elas. (RJ)
2816. Vivinho da Silva. (Bras-net, MG)
2817. Vivo arranhado, mas não largo a minha gata. (Bras-net. SP)
2818. Vocâ casa e verá, perderá o sono ou mal dormirá. (RJ)
2819. Vocâ não é amendoim, mas torra. (Bras-net, RJ)
2820. Vocâ não é pescoço, mas virou minha cabeça. (Bras-net, RJ)
2821. Vocâ pensa que berimbau é gaita? (Bras-net, SP)
2822. Vocâ pensa que cachaça é água? (Bras-net, SP)
2823. Vocâ prefere duas mulheres ou uma mulher e 1/4? (Bras-net, SP)
2824. Vocâ se lembra da minha voz...? E dos meus cabelos? (Bras-net. SP)
2825. Vou te mostrar com quantos paus se faz uma canoa! (RJ)
2826. Voz de burro não chega no céu. (CE)
2827. Zurra o jegue, botam-lhe o cabresto. (CE)
Notas
1. Vim te ver, sem querer.
2. Câ (vocâ) senta no bar, câ (vocâ) tenta sair sem pagar, eu mando a polívia vim (vir) te buscar.
3. Câ (vocâ) tenta me passar, passa, mas sem atrapalhar.
4. morreu
5. acabou na miséria
6. A situação leva a uma suspeita
7. Adivinha cuja resposta é: olhos
8. chifre (RS)
9. Observação do informante: ou te separe, ou os separe.
10. morrer
11. morrer
12. Tipo de borboleta grande, escura, marrom ou preta.
13. Em Dialeto Caipira. Em Dialeto Padrão: Cachorro bom nunca late em vão.
14. ser enganado
15. Expressão que significa estar desesperado
16. Em Dialeto Caipira. Em Dialeto Padrão: Cesteiro que faz um cesto, faz um cento, e tendo cipó e tempo,
faz duzentos.
17. Chamar à atenção
18. acertar as contas
19. Observação do informante: Por que padre tem fama de ser "um bom garfo"??
20. sofrer muito.
21. Em Dialeto Caipira. Em Dialeto Padrão: Comeu, agarrou a ler, morreu. "Agarrou a ler" significa
"começou a ler".
22. Dupla menção. (1) menção ao vírus cólera; (2) por meio dos dois eles "LL" maiúsculos, menção ao ex-
presidente do Brasil Fernando Afonso Collor de Mello, impedido pelo povo brasileiro de governar o
país, em face das atitudes atiéticas e antipatrióticas que o mesmo teve quando à frente do Governo do
Brasil.
23. variação de "esculpido em carrara".
24. estar furioso
25. faltar a um compromisso
26. enganar-se
27. Dialeto Caipira. Em Dialeto Padrão: Dar, dói; pedir, encolhe.
28. Observação do informante: "ou no olho".
29. Em Dialeto Caipira: mulher
30. bobear
31. Observação do informante: Esta é para homens, Ana!
32. Em dialeto Caipira. Em Dialeto Padrão: Em terra de sapos, de cócoras com eles.
33. agredir
34. machucar a cabeça
35. No Brasil, "Ser Amélia" significa ser uma mulher paciente, bondosa, semi-santa.
36. pensar
37. desconfiar
38. prestando atenção
39. atento(a)
40. fazer refeição em casa de alguém
41. morreu
42. gaúcho
43. sátira a Há males que vâm para o bem
44. mentira
45. muito antigo
46. Diz-se quando a pessoa chora por fingimento.
47. situação desagradável, onde há desrespeito
48. Observação do informante: Refrão nacional!
49. tornar alguém desconfiado de algo, para que sinta medo
50. frustrar-se
51. ser alvo de chacotas, zombarias
52. sem dinheiro
53. negra
54. Em Dialeto Caipira. Em Dialeto Padrão: Mal alheio dá conselho.
55. Em Dialeto Caipira. em Dialeto Padrão: Maldita a garganta por onde não passam dois jantares.
56. Em Dialeto Caipira. Em Dialeto Padrão: Maltido o pescoço que não engole dois almoços.
57. Em Dialeto Caipira. Em Dialeto Padrão: Mata o velho, mata!
58. expressão que significa estar desesperado(a)
59. Observação do informante: O curso de Medicina.
60. Em Dialeto Caipira. Em Dialeto Padrão: Mulher que bem se arria, nunca é feia.
61. Em Dialeto Caipira, sem concordâbcia nominal para rimar. Em Dialeto Padrão: Muito mente, quem dá
com a língua nos dentes.
62. ter muita sorte
63. Observação do informante: Ou seja, a paciância, Ana.
64. Em Dialeto Caipira. Em Dialeto Padrão: O que é do homem o bicho não come.
65. Observação do informante: Adivinha, cuja resposta é "chuva".
66. Observação do informante: Aí a gente responde: Então senta no formigueiro.
67. morreu
68. Observação do informante: Refrão dos tempos de jogos no colégio!
69. Em Dialeto Caipira. em Dialeto Padrão: Pé de pato magalô trâs vezes.
70. bater em alguém
71. entrar na conversa sem saber o que havia sido dito antes
72. ter muito cuidado, agir cautelosamente
73. errar
74. incitar à desavença
75. Em Dialeto Caipira. Em Dialeto padrão: Quanto mais vocâ me bate, mais eu gosto de vocâ.
76. enganar-se
77. Em Dialeto Caipira. Em Dialeto Padrão: Quem de novo é bonitinho, sempre lhe fica o jeitinho.
78. senhora idosa
79. correto, sem dúvida alguma.
80. necessidade
81. Observação do informante: evolução para Æ cobra Æ fera Æ terror.
82. Em dialeto Caipira. Em Dialeto Padrão: Sou o milho!
83. revólver
84. Observação do informante: turista forçado = aposentado.
85. Observação do informante: Só por malícia que vocâ entende!
86. apaixonar-se
Ana Maria de Moraes Sarmento Vellasco
vellasco@brnet.com.br

- Maio de 1996 -

A amizade é como o vinho, quanto mais velha melhor


A cavalo dado não se olham os dentes
A desculpa do amarelão é comer barro
A esperança é a última que morre
A justiça de Deus anda a cavalo
A justiça divina tarda mas não falha
A palavra é de prata, o silêncio é de ouro
Achado não é roubado
Água mole em pedra dura tanto bate até que fura
Águas passadas não movem moinhos
Ajoelhou tem que rezar
Antes tarde do que nunca
Aqui se faz, aqui se paga
Boa romaria faz quem em sua casa fica em paz
Cada macaco no seu galho
Cada um por si e Deus por todos
Cada um sabe onde lhe aperta o sapato
Cada um sabe onde o calo lhe dói
Cão danado, todos a ele
Casa de ferreiro, espeto de pau
Cesteiro que faz um cesto faz um cento
Coração é sala em que ninguém passeia
Cu de bêbado não tem dono
De grão em grão a galinha enche o papo
Depois da tempestade vem a bonança
Desengano da vista é furar os olhos
Deus dá nozes a quem não tem dentes
Deus é grande mas o mato é maior
Deus escreve certo por linhas tortas
Devagar se vai ao longe
Dize-me com quem andas e te direi quem és
É de pequenino que se torce o pepino
É melhor um pássaro na mão do que dois voando
É melhor um urso amigo que um amigo urso
Em boca fechada não entra mosca
Em briga de marido e mulher não se mete a colher
Em Roma, faça como os Romanos
Em terra de cego quem tem um olho é rei
Em terra de sapo, de cócoras com ele
Errar é humano, perdoar é divino
Faça o que eu digo mas não faça o que eu faço
Fala o sujo do mal lavado e o roto do esfarrapado
Fazer uma tempestade num copo d’água
Filho de peixe peixinho é
Gato escaldado tem medo de água fria
Ladrão que rouba ladrão tem cem anos de perdão
Lé com lé, cré com cré
Louvor em própria boca é vitupério
Macaco mordido de cobra tem medo de lingüiça
Macaco que muito mexe quer chumbo
Macaco velho não põe a mão em cumbuca
Mais vale quem Deus ajuda do que quem cedo madruga
Mais vale um gosto que três vinténs
Muito riso é sinal de pouco siso
Na briga do mar com o rochedo quem sofre é o caracol (ou: a ostra)
Nada como um dia após o outro com uma noite no meio
Não se fala de corda em casa de enforcado
Não se pegam moscas com vinagre
Nem tudo o que reluz é ouro, nem tudo o que balança cai
No escuro todos os gatos são pardos
O amor é cego
O amor é como o pirulito, começa no doce e termina no palito
O bom bocado não é para quem o faz, é para quem o come
O galo se mata é na primeira noite
O hábito não faz o monge
O homem põe e Deus dispõe
O pior cego é aquele que não quer ver
O que é do gosto regala a vida
O uso do cachimbo faz a boca torta
Onde tem fumaça tem fogo
Panela em que muitos mexem ou sai insossa ou sai salgada
Passarinho que come pedra sabe o cu que tem
Pau que nasce torto morre torto
Pau que nasce torto não se endireita
Pedra que rola não cria limo
Pimenta nos olhos dos outros é refresco
Por fora bela viola, por dentro pão bolorento
Pra baixo todo santo ajuda
Pra quem não sabe trepar, até colhão atrapalha
Quando Deus fecha uma porta, abre uma janela
Quando o gato viaja, os ratos folgam (ou: passeiam em cima da mesa)
Quando se diz que a vaca é malhada, nem que seja uma pinta no rabo ela tem
Quem ama o feio bonito lhe parece
Quem com ferro fere com ferro será ferido
Quem com porcos se mistura, farelo come
Quem comeu a carne, que roa os ossos
Quem corre cansa, quem espera alcança
Quem dá aos pobres empresta a Deus
Quem dá e torna a tomar vira a cacunda pro ar
Quem desdenha quer comprar
Quem dorme com criança acorda mijado
Quem espera desespera
Quem espera sempre alcança
Quem foi ao ar perdeu o lugar, quem foi ao vento perdeu o assento
Quem gaba a lagoa é o sapo
Quem guarda com fome o gato vem e come
Quem meus filhos beija minha boca adoça
Quem não pode com o pote não pegue na rodilha
Quem não quer passar por lobo não lhe vista a pele
Quem não tem cão caça com gato
Quem não tem competência não se estabeleça
Quem nunca comeu melado quando come se lambuza
Quem pariu Mateus que o embale
Quem parte e reparte e não fica com a melhor parte ou é burro ou não tem arte
Quem pode, pode, quem não pode se sacode
Quem quer faz, quem não quer, manda
Quem quer pegar passarinho não diz “xô!”
Quem ri por último ri melhor
Quem sai na chuva é pra se molhar
Quem semeia ventos colhe tempestades
Quem tem boca vai a Roma
Quem tem cu tem medo
Quem tem telhado de vidro não joga pedras no do vizinho
Quem tudo quer tudo perde
Quem vê a barba do vizinho arder põe a sua de molho
Quem vê cara não vê coração
Se conselho fosse bom, ninguém dava de graça (ou: se vendia)
Seguro morreu de velho e Desconfiado ainda vive
Sempre há um chinelo velho para um pé doente
Tal pai, tal filho
Tantas vezes vai o pote à fonte que um dia se quebra (ou: que um dia lá fica)
Um dia é da caça, o outro é do caçador
Um homem prevenido vale por dois
Urubu quando está caipora, o de baixo caga o de cima
Vão-se os anéis e ficam os dedos

EXPRESSÕES IDIOMÁTICAS

Segredo de polichinelo
Gato escondido com o rabo de fora
Anjo não tem costas
Chorar sobre o leite derramado
Agradar Gregos e Troianos
Amarrar cachorro com lingüiça
Boca de siri
Dançar conforme a música
Dar nó em pingo d’água
Deixa estar, jacaré, que tua lagoa há de secar
Descobrir um santo para vestir outro
Devagar e sempre
Enquanto alguém vai buscar o caju, já se está voltando com a castanha
Esperar alguém na curva
Esse é irmão desse e esse é primo desse [apontando, respectivamente, olhos e ouvidos]
Estar entre a cruz e a espada (ou: a caldeirinha)
Ir buscar lã e sair tosquiado
Jogar farofa no ventilador
Matar a cobra e mostrar o pau
Matar cachorro a grito
Matar dois coelhos com uma só cajadada
Não ser nem carne nem peixe
Não ter no cu o que o periquito roa
Nem caga nem desocupa a moita
Nem trepa nem sai de cima
Passar manteiga em focinho de gato
Pernas pra que vos quero
Pular da frigideira pra cair no fogo
Rezar pela cartilha de alguém
Santo de pau oco
Ser cheio das nove horas
Tapar o sol com a peneira
Trocar seis por meia dúzia
Um leopardo não perde as pintas do dia para a noite