Você está na página 1de 4

CONHEÇA AS PRINCIPAIS

EXIGÊNCIAS DOS BOMBEIROS NAS


INDÚSTRIAS
 13/03/2018

 Por :

 Em : Sistema Elétrico Preventivo

 0 Comentários

Não são raras as histórias sobre acidentes ou incêndios causados pelo não cumprimento das
exigências dos bombeiros nas indústrias.
Para dar início a um novo ano de produção são necessários vários alvarás e licenças de órgãos
públicos, que estabelecem parâmetros de qualidade e segurança.
Em março de 2017, o governo federal lançou a nova Lei do Incêndio, a Lei Federal 13.425/17, que
tem como objetivo principal a obrigatoriedade dos estados e municípios quanto ao desenvolvimento
de ações para prevenção e combate à emergências em todo o país.
A Lei Federal 13.425/17 estabelece diretrizes sobre medidas de prevenção e combate a incêndios e
a desastres em estabelecimentos.
Essa normativa se estende a edificações de comércio, serviços, indústrias e quaisquer outros espaços
onde o público esteja concentrado, por menor que seja.
O Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB) é uma dessas obrigações.
Ele garante que o local atenda a todos os requisitos de segurança elaborado pelo Corpo de
Bombeiro do estado.
Para se enquadrar nas exigências é fundamental a implementação do Plano de Prevenção e
Proteção Contra Incêndios (PPCI).  
Você já ouviu falar sobre o projeto e os requisitos considerados durante a vistoria do bombeiro?
Neste post vamos explorar o AVCB e a  a PPCI, além de alguns itens indispensáveis para o seu
negócio obter a certificação. Acompanhe!

O que é Auto de Vistoria do Corpo de


Bombeiros ?
O corpo de bombeiros realiza corriqueiramente vistorias para averiguar se o local está de acordo
com o PPCI aprovado.
O AVCB é uma obrigatoriedade para o funcionamento da empresa, pois garante que o local atende a
todos os certificados de segurança.
Somente o alvará dos bombeiros afirmando que o local está com o PPCI regulamentado, impede a
fiscalização de aplicar multas, caso aconteça algum imprevisto.
Mas você sabe quais requisitos são considerados em uma vistoria para a concessão do AVCB?

Plano de Prevenção e Proteção Contra


Incêndios
O Plano de Prevenção e Proteção Contra Incêndios (PPCI) é um conjunto de ações a serem
executadas, visando proteger os ocupantes dos espaços físicos contra possíveis danos causados por
incêndios.
O PPCI é formado através de requerimentos, laudos, documentos comprobatórios, taxas e plantas.
Ele não pode evitar todos os riscos, mas pode fazer o primeiro combate, para que um princípio de
incêndio não se transforme em uma catástrofe.
Todas as medidas tomadas para a prevenção de incêndios são averiguadas pelos bombeiros, através
do Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB).
Cada estado possui as suas normas, por isso, é bom ficar atento ao regulamento do seu estado.
 

Principais exigências dos bombeiros nas


indústrias
São muitos os requisitos incluídos no PPCI que são fiscalizados pelo Corpo de Bombeiros. Hoje, nós
separamos alguns dos principais itens e a suas instâncias. Fique atento para que elas estejam no seu
PPCI.

Escadas
As escadas devem seguir as normas do bombeiro do seu estado. Normalmente elas precisam ter
largura mínima e largura do patamar maior que 1,10 m.  Elas não podem ter formato circular ou em
leque e o piso deve ser antiderrapante e incombustível.
Para escadas à prova de fumaça, é obrigatória a instalação de portas corta fogo e iluminação
própria.

Extintores
Para edificações de risco moderado, como o industrial, é obrigatório ter um extintor para cada
área de até 250m², ou seja, ele não pode estar a mais que 15m de distância um do outro.
Além disso, os extintores devem ser instalados em suporte específico a, no máximo, 1,60m do solo e
estar adequados à classe de risco submetida: classe A (extintor de água); classe B (extintor de pó
químico seco); classe C (extintores de PQS ou CO2).

Iluminação de emergência
O sistema de iluminação de emergência tem como objetivo facilitar a evacuação de determinada
área, atuando como uma opção segura nos casos de interrupção de energia elétrica.
Elas devem ser distribuídas de modo que possam iluminar tanto as saídas, quanto às escadas de
emergência, as rotas de fuga em geral, além de possíveis obstáculos. Elas devem seguir as exigências
da NR 10.898 e as normas de prevenção de incêndio de cada estado.
O PPCI deve conter dois tipos de iluminação:
 Aclaramento, que tem a função de distribuir a luminosidade mínima de três lux piso em
locais livres de obstáculos, e cinco lux piso em ambientes com obstáculos e escadaria.
 Iluminação de balizamento, que deve instruir a rota de fuga.

Os clientes da P3 Engenharia Elétrica recebem orientações para que seja verificado as luminárias de
emergências a cada 90 dias, ou melhor, 03 meses.
Além disso, são elaborados anualmente laudos técnicos de luminosidade nos sistemas de
emergências.
Esses documentos asseguram que a edificação esteja com os níveis de luminosidade em
conformidade com os previstos na legislação vigente.

Saídas de emergência
A saída de emergência visa garantir às pessoas o abandono seguro da edificação em tempo hábil.
Para isso, devem dispor da largura mínima de 1,10 m e estar permanentemente livres e sinalizadas.
Além de possuir um revestimento em material incombustível.
Também devem ser dimensionadas segundo a NBR 9077, e serem executadas de acordo com  o
projeto aprovado.
As salas e locais com capacidade para mais de 50 pessoas devem abrir no sentido de fuga.
Já os ambientes com capacidade para mais de 200 pessoas, além de abrir no sentido de fuga, também
devem ter uma barra anti-pânico, que precisa estar permanentemente desobstruída, iluminada e
sinalizada.

Sinalização de emergência
A sinalização de emergência tem como finalidade garantir que sejam localizados os equipamentos e
as rotas de saída para abandono seguro da edificação.
No AVCB são analisadas as sinalizações adequadas de prevenção de incêndio e de pânico, incluindo
sinais fotoluminescentes para orientação no escuro ou sob fumaça, mapas e pisos táteis e em braile.

Vá além das obrigações


Todas as exigências dos bombeiros nas indústrias possuem a finalidade de ajudar a combater o
incêndio, facilitar a evacuação do local, proteger pessoas e o patrimônio físico.
Eles representam uma grande vantagem para o negócio, que além de estar em dia com os padrões de
segurança, evita multas e até mesmo a perda do alvará de bombeiros. Fato que implicaria no
fechamento do estabelecimento.
Outra maneira de melhorar a eficiência e a segurança nos ambientes é realizar treinamentos de
segurança e de uso dos equipamentos com as pessoas que frequentemente ocupam esses locais.
Uma pessoa treinada pode colaborar na resolução de uma emergência, enquanto que uma pessoa
desinformada pode prejudicar a execução do combate ou ter dificuldade de se afastar com segurança.
E aí, sua empresa já se adequou às exigências dos bombeiros? Entre em contato conosco e faça
uma avaliação!

Como evitar e desenvolver um sistema


de combate à incêndio industrial
Um sistema de combate à incêndio industrial é necessário e
obrigatório. Sabemos que indústrias são locais de trabalho que
oferecem muitos riscos de incêndio, devido a quantidade de
maquinários, produtos químicos, derivados de petróleo, entre outros.
Algumas são mais propensas a explosões que outras, por...