Você está na página 1de 4

CENTRO DE ESTUDOS PRESBITERIANO

DEPARTAMENTO DE TEOLOGIA SISTEMÁTICA.

CURSO: OS CINCO PONTOS DO CALVINISMO

Aula 04 – GRAÇA IRRESITIVEL OU CHAMADO EFICAZ.

Professor: Rev. João França.*

INTRODUÇÃO:

A nossa aula de hoje vamos tratar do chamado eficaz e da regeneração.

* O chamado do evangelho é importante

* A igreja precisa resgatar o valor e a importância dessa doutrina

* Alicerçada nela esta também a regeneração ou nova vida em Cristo

* Neste estudo estaremos abordando este tema.

I - OS TERMOS USADOS

Os termos bíblicos usados para descrever o chamado são: ‫ ( קרא‬qara) e καλέω ( kaleo),
κλησις ( klesis), κλητός ( kletos).

1. No Antigo Testamento

o termo hebraico qara é usado para se referir a uma ordem de Deus em forma de um
chamado que pode ou não ser obedecido. Neste caso nós chamamos de chamado
externo, o qual pode ser resistido.

2. No Novo Testamento

O Novo Testamento por outro lado, apresenta uma situação na qual os termos são
usados uniformemente no sentido soteriológico em referência a nova vida em Cristo.

*
Ministro da Palavra e dos Sacramentos na Igreja Presbiteriana do Brasil. Fundador do Centro de Estudos
Presbiteriano, atualmente mantém um canal no Youtube chamado Fides Reformata ex Auditu
(https://www.youtube.com/channel/UCONKZISCBi0aU7qCLf4mFiw?view_as=subscriber)
II - O CHAMADO EXTERNO

A. Sua Definição:

O chamado externo não está completamente separado do chamado interno. Berkhoff


diz: " O chamado externo e interno são essencialmente um; e, eles ainda podem ser
distinguidos um do outro." ( BERKHOFF, 1932, p. 456). O chamado Externo consiste
na apresentação e oferta da salvação aos pecadores juntamente com a exortação de
abraçarem a Cristo, para a obtenção do perdão e a vida eterna.

1. Os elementos do Chamado Externo

O primeiro elemento do chamado é a apresentação do Evangelho de fatos e doutrinas.


Deve ser observado que o Evangelho consiste em fatos históricos, a saber, "Cristo
morreu, e levantou dentre os mortos...". E, também inclui a interpretação destes fatos,
geralmente dito, como que "ele morreu pelos nossos pecados" (1 Co. 15.3-4). Em
adição a apresentação dos fatos e doutrina, o chamado externo do Evangelho inclui o
convite ao pecador para que receba este Evangelho, pois, nele, encontra a verdade, a fé
salvadora em Cristo Jesus, o Salvador. E, o terceiro, elemento que o Chamado Externo
do Evangelho oferece é a promessa da vida eterna em Cristo Jesus.

2. As Características do Chamado Externo:

a. O Chamado Externo é endereçado universalmente a todos os homens ( Mateus


22.14)

b. O Chamado deve ser apresentado sem distinção " Muitos são chamados, mas poucos
são escolhidos"

3. O Significado do Chamado Externo

a. Deus assevera sua soberania em chamar os pecadores com uma ordem de


abraçarem o e Evangelho

b. O Chamado Externo é Divinamente indicado com o sentido de uma nova vida e


arrependimento em fé (Romanos 10.14), significa que Deus deseja reunir os seus eleitos
na terra através do Chamado Externo do Evangelho.
III – O CHAMADO INTERNO OU EFICAZ

A. Sua relação com o Chamado Externo

Geralmente se observa que, o chamado eficaz e o chamado externo, estão estreitamente


relacionados. O chamado Externo vale-se da palavra pregada, e o interno da aplicação
desta palavra pregada atuando no coração do pecador eleito para a vida através do
Espírito Santo.

B. A Natureza do Chamado Interno:

1. O Chamado Interno é um chamado pela Palavra salvadoramente aplicada pelo


Espírito Santo (1 Co. 1.23-24; 1 Pedro 2.9).

2. É um poderoso chamado, através do qual se efetiva a salvação (Atos 13.48)

3. É um chamado irrevogável (Romanos 11.29)

4. É uma obra de persuasão moral e operada pelo poder do Espírito Santo ( 1 Tess. 1.4-
5).

5. O chamado é para um fim específico:

a. É um chamado para seguir com Cristo (1 Co. 1.9)

b. É um chamado para a benção do Evangelho ( 1 Ped. 3.9)

c. É um chamado para a liberdade (Gl. 5.13)

C. O Autor do Chamado

1. Deus é o autor do chamado tanto o interno quanto o externo (1 Co. 1.9; 1 Tm 1.8-9).
O chamado está coordenado com a regeneração, justificação, adoção e glorificação
como o ato de Deus, e de Deus somente.

2. Deus o pai é apresentado na Escritura como a Pessoa da Trindade o qual é o


planejador da salvação, e a pessoa que arquiteta a aplicação da salvação; isto nós
percebemos em Romanos 8.28-30, nesta cadeia dourada a referência é clara ao pai como
planejador.

D. Relação entre Chamado Eficaz e Regeneração


Uma nota importante a ser observada é que os padrões de Westminster não fazem a
distinção entre o chamado eficaz e a regeneração, pois, um é tomado pelo outro no
corpo daqueles documentos (Confissão de Fé, Catecismo Maior e Breve Catecismo).

IV – REGENERAÇÃO

A. Os Termos Usados

No Novo Testamento há vários termos que falam de regeneração e novo nascimento.

παλιγγενεσια- _ palingenesia _ – novo nascimento, regeneração (Mt. 19.28; Tit. 3.5)

αναγεννησας - _ anagenesas _ – gerar de novo ( 1 Ped 1.3,23)

γεννηθηναι άνωθεν gennethenai anothen _ - nascer de novo.

B. O Ensino do Novo Testamento:

1. Jesus e Nicodemos ( João 3)

No terceiro capítulo de Joao nós encontramos um discurso devotado ao assunto da


regeneração, olhando este texto vemos a necessidade que o homem tem de um novo
nascimento para vê o reino de Deus! É um nascer do alto.

a. João 3.3-6:

No verso 3 nós encontramos a palavra “ανωθεν”. O que ela significa? Ela pode ser
traduzido de forma local e temporal , como “ de cima”, ou “novamente”. As opiniões
dos estudiosos estão divididas nesta matéria.

b. A Questão da Palavra “nascido” ou “gerado” (γεννηθη)

O preciso significado deste palavra ainda é incerto. O uso do termo geralmente refere-se
a uma mulher que está gerando uma criança no ventre. Como Jesus neste discurso com
Nicodemos usa a figura do nascimento natural ou do voltar ao ventre, se tende a
entender a palavra como ser “nascido”, pois, é após o nascimento que percebemos as
realidades da existência.

Você também pode gostar