Você está na página 1de 2

Disciplina: Direito Administrativo

Professor: Celso Spitzcovsky


Aula: 03| Data: 31/01/2020
/03/2018

ANOTAÇÃO DE AULA

SUMÁRIO

PRINCÍPIOS DA ADMINISTRAÇÃO (Continuação)


2. Princípios
2.2. Espécies

PRINCÍPIOS DA ADMINISTRAÇÃO (Continuação)

2. Princípios

2.2. Espécies

CONTRATAÇÃO DE PESSOAS Concurso Art. 37, II, CF


CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS Licitação Art. 37, XXI, CF
PROPAGANDA DE GOVERNO Proibição para nomes, imagens e Art. 37, § 1º, CF
símbolos que representem
promoção pessoal do
administrador
PAGAMENTO DE CREDORES Ordem cronológica de precatórios Art. 100, CF
INDENIZAÇÃO As pessoas jurídicas assumem os Art. 37, § 6º, CF
ônus da condenação, podendo
acionar o causador do dano em
ação de regresso

Teoria do órgão: é aquela que atribui responsabilidade pelos danos causados por um agente público não ao órgão,
mas à esfera de governo/pessoa jurídica em que se encontra.

• Moralidade: por esse princípio o administrador é obrigado a praticar um governo ético/probo/honesto.

Reflexo: ato imoral = ato inconstitucional (justifica a possibilidade de ser questionado no judiciário).

Perfil: moralidade administrativa, ou seja, intimamente ligada à preservação do interesse público.

Súmula Vinculantes nº 13 (súmula antinepotismo): proíbe o administrador a nomear seus parentes até o 3º grau
da linha reta ou colateral.

A nomeação de parentes para mandato poderá ser feita, desde que o parente comprove habilitação técnica para
exercer o mandato.

Nosso ordenamento jurídico prevê uma espécie qualificada de imoralidade, a que se deu o nome de “improbidade
administrativa”. Improbidade é sinônimo de desonestidade administrativa, é uma imoralidade qualificada pelo
dolo.

PROCURADORIAS
CARREIRAS JURÍDICAS
Damásio Educacional
• Publicidade: o administrador tem a obrigação de dar transparência em relação a todos os seus atos e de todas
as informações armazenadas nos seus bancos de dados.

Fundamento: art. 37, § 3º, II, CF; art. 5º, XXXIII, CF (direito fundamental – todos tem o direito de obter dos órgãos
públicos informações de interesse particular, coletivo ou geral, no prazo da lei*, sob pena de responsabilidade).

*Lei 12.527/11 (Lei de acesso às informações públicas – regulamenta o art. 5º, XXXIII, CF).

Página 2 de 2