Você está na página 1de 21

Como criar e

treinar seu
Elevator Pitch
Definição:

• Pitch é um termo em inglês


que significa discurso de
venda.

• O elevator pitch é basicamente


isso, mas é a apresentação que
todo o Perito Judicial precisa
montar na hora de vender a
sua ideia para o Magistrado e
seus Assistentes.
• Além disso, o elevator pitch é
exatamente o que o nome já diz. Ele
é o discurso de venda que,
teoricamente, aconteceria dentro de
um elevador.

• Imaginando essa situação, te


pergunto o seguinte: o que você faria
se Hvesse só a viagem do elevador
para convencer um futuro invesHdor?

• Essa é a proposta desse termo!


PASSO 1:EXPRESSAR UMA
IDEIA EM 30 seg.
• Fazer um discurso curto não é
simplesmente cortar informações e falar o
quanto der no tempo disponível, mas, sim,
conseguir sinte+zar todos os tópicos de
uma ideia em menos palavras.
• Transformar uma palestra de uma hora
em uma apresentação de 30 seg é um
grande desafio. É por isso que muitos
erros são comuns na hora de construir um
pitch rápido.
Exemplos:
• Os encontros inesperados com potenciais “clientes” no meio de um
evento podem ser o melhor momento para vender o seu peixe, mesmo
que a próxima palestra esteja para começar.

• Aqueles 10 minutos que te deram para falar durante a convenção de


vendas podem se transformar em uma oportunidade perfeita de passar
seu recado.

• Nas redes sociais, nem sempre o textão é bem-vindo. Se é para vender


sua ideia, você precisará atrair a atenção em poucas (para não dizer
pouquíssimas) palavras.
PASSO 2: CONHEÇA O PERFIL
DO ”CLIENTE” - CONEXÃO

• Por mais que você fale com 10 pessoas


diferentes, elas têm pelo menos uma
caracterísHca em comum que o faz acreditar que
se interessarão por sua proposta.

• Sendo assim, use isso a seu favor e centre o


discurso conforme o perfil definido.

• Dessa forma você dificilmente errará a linguagem


e abordagem.
PASSO 3: SEJA OBJETIVO.
• O segredo de um bom pitch é simples: não encher
linguiça e falar apenas o essencial. Agora, a questão
é como fazer isso.

• Como não há tempo para enrolação, é preciso que


seu objeHvo seja o ponto de parHda da sua fala. O
AVP, Ajuste a Valor Presente, em português, é um
bom ponto de parHda, pois demonstrará o seu fluxo
de caixa futuro, transmiHndo um pouco da
credibilidade e do potêncial do seu negócio.
PASSO 4: TER DISCURSO
“CAMALEÃO”
• O problema é que cada audiência tem dificuldades e
problemas específicos para serem resolvidos.

• Conversar com alguém do Cartório, é diferente do


que conversar com o Secretário, que é diferente do
que conversar com o Magistrado.

• Por exemplo: enquanto o Cartório pode lhe dar mais


atenção, o Secretário quer entender quem é você, e
o Juiz quer que você vá direto ao ponto.
PASSO 5: ACREDITAR QUE É
POSSÍVEL!
• Uma apresentação de 1 hora e outra de
apenas 30 segundos têm apenas uma
diferença: o tempo.

• O planejamento das duas deve ser


idên+co. E fato de o seu pitch ser muito
curto não é razão para que ele não
contenha uma boa história.
• ATO I
Aqui é o momento de gerar empa+a e mostrar que você sabe dos
problemas que os Tribunais enfrentam. (ALTA DEMANDA JG)

• ATO II
É o momento de responder os porquês. Dizer como você a+nge o
resultado prome+do. (ATUO COMO PARCEIRO E COM RAPIDEZ)

• ATO III
Depois de dizer quem você é e qual é a sua proposta, é hora da cartada
final. De dizer que sua proposta é o melhor negócio que seu ouvinte
pode fazer. (NOMEAÇÃO)
PASSO 6: SEJA
NATURAL

• Para garanHr que não haja deslizes no


pitch, muitas pessoas decoram sua fala.

• O problema é que dá para perceber de


longe quando um discurso é
memorizado. A fala sai robo+zada, o
apresentador fica duro por não poder
improvisar e a linguagem corporal é um
desastre.

• Não soa natural.


• Lembra daquele velho discurso dos professores de que não devemos
decorar o conteúdo para uma prova, mas entender? Ele também se
aplica aqui.

• Entenda quais são os obje+vos de cada ato do seu roteiro e dê


margem ao improviso.

• Tenha em mente que a emoção é a chave para se conectar


verdadeiramente com sua audiência. Num discurso roboHzado, a
emoção fica de fora e as chances de sucesso são mínimas.
PASSO 7: POSTURA E GESTOS

• Preste atenção também à sua postura e


aos seus gestos enquanto fala.

• Nem pense em ficar estáHco, mas tente


dosar seus movimentos para que eles
ajudem a dar ênfase ao que está falando
em vez de desviar o olhar do seu ouvinte.
• Demonstre segurança!

• Se esHver de pé, finque os pés no chão e evite balançar o corpo de


um lado para o outro ou “marchar” enquanto fala. Isso demonstra
nervosismo e pode atrapalhar sua credibilidade.

• Não deixe de fazer contato visual. Olhe nos olhos da pessoa com
quem está falando. Isso vai facilitar a conexão entre vocês. Se não se
conectar, a pessoa não se envolverá com você nem com o seu
discurso.
8. FAÇA PERGUNTAS

• Tem forma melhor de chamar a atenção


de alguém e manter uma conversa do que
fazendo perguntas?

• Os quesHonamentos bem direcionados


podem gerar novas questões. Assim, você
terá a oportunidade de dizer o que
precisa e ainda persuadir o outro
PASSO 9: MENOS TEMPO
MAIS TRABALHO
• Dedique algumas horas do seu tempo para
construir o seu pitch.

• Se Hver muita dificuldade, coloque no papel


tudo que quer falar e, a parHr das nossas
dicas, vá enxugando tudo que não for
extremamente necessário. Faça sempre o
exercício e pergunte-se “isso é importante
para mim E para minha audiência?”. Se a
resposta for não, corte!
• não deixe de dar uma ensaiada. Faça o discurso para um amigo e
pergunte se ele reconhece no seu discurso algum dos erros apontados
neste e-book.

• Seguindo esse caminho das pedras apresentados aqui, o sucesso do


seu pitch estará em suas mãos.
PASSO 10: CALL TO ACTION
• Pense no elevator pitch como a única
chance de expor suas ideias e chamar a
atenção para o seu negócio. Sendo assim,
nunca, jamais encerre sua fala sem deixar
claro para seus ouvintes qual é o próximo
passo que você deseja que eles deem.
Pode ser, por exemplo, como eles podem
entrar em contato com você e saber mais
sobre o que está apresentando.

• Sem um call to acHon, você estará


perdendo uma grande oportunidade.
• primeiro passo é ter em mente que o pitch precisa garan+r que seu
interlocutor fique interessado pelo que você tem a dizer. Isso vai
abrir caminho para os próximos passos.

• Não deixe o agendamento do próximo encontro totalmente nas mãos


da audiência. Se achar que vale uma demonstração da sua solução,
coloque-se à disposição.

• Vale até sugerir uma data ou um momento para um novo encontro


Link: academia.fernandosarian.com.br
Contatos: •
• Site: fernandosarian.com.br
• E-mail: contato@fernandosarian.com.br
• Instagram: @peritofernandosarian

Você também pode gostar