Você está na página 1de 38

3

MARIANA CHAGAS CUNHA

RELATÓRIO DO ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO I:


EDUCAÇÃO INFANTIL

Novo Gama
2020

+
Imagem 2 ...

MARIANA CHAGAS CUNHA

RELATÓRIO DO
ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO I: EDUCAÇÃO
INFANTIL

Relatório de Estágio apresentado para a disciplina de


Estágio Curricular Obrigatório I Educação Infantil.
Tutor Eletrônico: Regina de Almeida e Silva Peixoto
Tutor de Sala: Roberto Arthur Do Nascimento

Novo Gama

2020
Imagem 2 ...

SUMÁRIO

INTRODUÇÃO..............................................................................................................3

CARACTERIZAÇÃO DO CAMPO DE ESTÁGIO........................................................4

DIÁRIOS DE OBSERVAÇÃO DE CAMPO E ANÁLISE DO PROJETO POLITICO


PEDAGOGICO.............................................................................................................6

ENTREVISTA COM O PROFESSOR REGENTE......................................................12

FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA ................................................................................13

PLANOS DE AULA PARA REGÊNCIA.....................................................................17

DIÁRIOS DAS REGÊNCIAS......................................................................................28

CONSIDERAÇÕES FINAIS........................................................................................35

REFERÊNCIAS..........................................................................................................36
Imagem 2 ...

INTRODUÇÃO

Este relatório tem com objetivo documentar as vivencias do estagio


supervisionado na Educação Infantil que foi realizado na Escola Municipal Jardim
Paiva, com carga hóraria total de 150 horas, sendo 68 horas de atividade realizada
na instituição de ensino e 82 horas designadas ao estudo teórico e planejamento
educativo. A expectativa para o estágio é adquirir experiências, conhecer de perto os
desafios e o cotidiano da escola, aproveitando, essas experiências para colocar em
convergência as teorias vivenciadas em sala com a prática, constatando se existe
coerência com o que foi aprendido e discutido durante o curso obtendo maior
assimilação das matérias curriculares.
O estágio entra no currículodo curso de pegagogia como facilitador
de uma ação prática competente, cujo objetivo foi contribuir para o aperfeiçoamento
acadêmico no curso de pedagogia, ficouevidente para mim o quanto é importante o
contato direto com situações diárias da rotina escolar para a área que pretendo
atuar. Onde possa se preparar para atuar na sociedade de maneira crítica e
reflexiva. O contato direto com os alunos mostra como é ficar mais próximo do que
será o dia a dia na profissão, tudo isso traz novos conhecimentos, desenvolvimento
de habilidades, atitudes e competências individuais, passei a enxergar a educação
com outro olhar, procurando entender a realidade da escola e o comportamento dos
alunos, dos professores e dos profissionais que a compõem.
O estágio tem como finalidade unir a prática e a teoria, com os
objetivos de orientar, oportunizar e incorporar novos conhecimentos e habilidades,
desenvolvendo sua postura profissional. A importância de um bom planejamento
para desenvolver as aulas de forma que atenda a todos os alunos, procurando
auxiliar cada um em sua dificuldade sem prejudicar os outros também foi um grande
aprendizado. A estratégia utilizada foi o mais simples possível para a colocação dos
conhecimentos em prática. As propostas de trabalho do conteúdo envolveram os
conhecimentos prévios das crianças, onde tornou as aulas mais interessantes e
participativas. Os temas trabalhados foram: ludicidade, Higiene pessoal, O Meio
ambiente e a Reciclagem, Alimentação saudável, Bullying não é legal e Aprendendo
com música.
Imagem 2 ...

CARACTERIZAÇÃO DO CAMPO DE ESTÁGIO E ANÁLISE DO PROJETO


POLÍTICO PEDAGÓGICO

A Escola Municipal Jardim Paiva é uma instituição publica localizada

na Quadra 06 Lote 06 APM/I Jardim Paiva, Novo Gama, Goias - GO CEP: 72862-

216. Funciona em periodo matutino e vespertino com entrada e saida feitas nos

horarios de 7:30 ás 11:30 (matutino) e de 13:30 ás 17:30 (vespertino). A escola

adota o regime escolar anual, obedecendo á carga horária e dias letivos previstos na

legislação vigente. A função social da escola é com uma educação inspirada no

principios de liberdade e nos ideias de solidariedade humana, tendo por finalidade o

pleno desenvolvimento do educando. Proporcionando a formação necessária ao

desenvolvimento de suas potencialização como elemento de autorealização. Dessa

forma, o estabelecimento de ensino possui uma filosofia de trabalho direcionada a

oferecer diariamente um ensino de qualidade, envolvendo a participação de toda a

comunidade escolar, respeitando as diferenças e valorizando a ética, implantando

ações inovadoras, que a cada dia diversificam o plano pedagógico desenvolvido no

seio escolar. Os Projetos desenvolvidos na escola: Família na escola, Roda da

leitura, Peças teatrais e Festas Culturais, esses eventos e datas comemorativas são

planejados pelos professores e funcionários do estabelecimento juntamente com o

coordenador e diretor.

A administração da escola é exercida pela diretora, demais

funcionários da instituição de ensino e toda a comunidade escolar participam do

planejamento e execução das atividades. Além disso, o plano de curso fundamenta-

se em orientações baseadas em uma cópia de um documento expedido pela

Secretaria Municipal de Educação, tendo a participação e o envolvimento de todos

envolvidos no processo ensino-aprendizagem. Na escola existe e funciona outro


Imagem 2 ...

organismo que é o Conselho Escolar, composto pelos pais, docentes e funcionários

da entidade. Assim, pode-se dizer que a relação entre administração, professor e

alunos é de boa qualidade, com diálogos e exposição de ideias, quanto ao processo

avaliativo da escola, é feito levando em consideração aspectos quantitativos e

qualitativos, sendo feito um diagnóstico de aprendizagem bimestralmente para a

Educação Infantil.

A atual, Escola Municipal Jardim Paiva atendendo alunos da

Educação Infantil compreendendo Maternal I – 2 anos; Maternal II -3 anos; Jardim I

– 4 anos; Jardim II – 5 anos; A escola possui prédio próprio, o qual não possui

infraestrutura necessária para o atendimento dos alunos, faltando sala de TV e

laboratório de informática sendo que a escola possui os computadores todos na

caixa guardados por falta de sala adequada.

A E E.M.J.P funciona nos turnos: matutino e vespertino oferecendo

a Educação Infantil nos dois turnos. Os alunos do turno vespertino utilizam o

transporte escolar mantido pela prefeitura.

O Projeto Político Pedagógico procura responder as necessidades

básicas de aprendizagem dos alunos e as expectativas de sua família. Segundo

Gadotti (1998) ele deve combinar as diretrizes nacionais sobre conteúdos básicos e

carga horaria, as orientações curriculares e metodológicas da secretaria de

educação e os objetivos da escola, que devem ser definidos em função das

características e necessidades do seu aluno. A Instituição analisada proporciona

atitude igualitária com intenções explícitas: o desenvolvimento das potencialidades

físicas, cognitivas e afetivas dos seus educandos através da aprendizagem e dos

conteúdos com a finalidade de cultivar cidadãos participativos caracterizando seu

papel dentro de uma sociedade em constantes alterações.


Imagem 2 ...

DIÁRIOS DE OBSERVAÇÃO DE CAMPO

ESCOLA: Jardim Paiva


Data: 04/04/2020
Local: Quadra 06 Lote 06 APM/I Jardim Paiva, Novo
Diário de observação Gama, Goiás - GO CEP: 72862-216.
Nº 01 Hora de início/término da aula: 13:30 as 17:30
Professor (a) regente: Jessica Fagundes
Nível/Ano: Educação Infantil, Jardim I - turma “A”
Estagiário (a): Mariana Chagas Cunha
Foi observada a chegada dos alunos, A professora é bastante
respectiva e amorosa com as crianças, a relação entre a professora-aluno é
muito atenciosa e carinhosa, já a interação dos alunos com os outros
professores se torna de forma amigável, pois as professoras são atenciosas e
carinhosas, e as crianças retribuem demonstrando respeito e admiração por elas,
Na sala de aula a professora acomoda as crianças, orienta em qual carteira a
criança pode se acomodar; geralmente a sala é mapeada, ou seja, cada um já
conhece o seu lugar, porém a professora às vezes organiza de forma não
recorrente, o que deixa as crianças confusas quanto ao local que irão sentar. As
mochilas são todas encostadas na parede, a fim de facilitar o manuseio das
mesmas e de deixar a sala organizada. Os alunos sentam-se em duplas, A aula
inicia com a professora apresentando o calendário e a data do dia, e com uma
conversa informal com as crianças. Ela conta quantas crianças compareceram
todos os dias. A partir desse momento a rotina muda conforme os dias da
semana. Ela utiliza vários recursos para realizar o seu trabalho, livros didáticos,
vídeos, lousa e matériais confeccionadas por ela.
A professora é muito receptiva e motivadora, proporciona aos alunos que
compartilhem suas historias pessoais de vida, em seguida roda da conversa
esse é o momento privilegiado de dialogo e intercambio de ideias. Por meio
desse exercício as crianças ampliam suas capacidades comunicativas, como a
fluência para falar, perguntar, expor suas ideias, dúvidas e descobertas, ampliar
seu vocabulário e aprender a valorizar o grupo como instancia de troca e
Imagem 2 ...

10

aprendizagem. A participação na roda permite que as crianças, aprendam a


olhar e a ouvir os amigos, trocando experiências, contar, descrever ações e
promover uma aproximação com aspectos mais formais da linguagem por meio
de situações como contar historia, cantar, declamar poesias, etc.

ESCOLA: Jardim Paiva


Data: 05/04/2020.
Local: Quadra 06 Lote 06 APM/I Jardim Paiva, Novo
Diário de observação Gama, Goiás - GO CEP: 72862-216.
Nº 02 Hora de início/término da aula: 13:30 as 17:30
Professor (a) regente: Thainara
Nível/Ano: Educação Infantil, Jardim I - turma “B”
Estagiário (a): Mariana Chagas Cunha
A rotina da sala se inicia com a acolhida. A aula foi iniciada com Músicas de
Boa Tarde e do Alfabeto. Em seguida a professora trabalhou com os Meios de
comunicação, mencionando e explicando a utilidade de cada um (radio,
televisão, computador, jornal, carta e orelhão). Em seguida, a professora
entregou um poema sobre os meios de comunicação e leu o poema e depois
pediu os alunos para circular no poema o nome dos meios de comunicação e
depois escreve-los. O desenvolvimento da aula foi elaborado para que os alunos
possam Reconhecer que a comunicação é uma necessidade básica para que se
consiga entender e ser entendido no mundo e saber como utilizar cada meio de
comunicação. A professora entrega uma atividade de fixação para que façam
durante a aula, Após o exercício a professora dá inicio a hora das cantigas, logo
após formam uma fila para beberem água e irem ao banheiro.
Ao retornarem a sala de aula fazem a revisão de tudo que está exposto nas
paredes, sobre o tema da aula, todos os dias ela envolve atividades com
assuntos novos e sempre revisando os assuntos já estudados sempre na mesma
ordem sem sair da rotina.

Diário de observação ESCOLA: Jardim Paiva


Nº 03 Data: 06/04/2020.
Local: Quadra 06 Lote 06 APM/I Jardim Paiva, Novo
Gama, Goiás - GO CEP: 72862-216.
Hora de início/término da aula: 13:30 as 17:30
Imagem 2 ...

11

Professor (a) regente: Michelly Lima


Nível/Ano: Educação Infantil, Jardim II - turma “A”
Estagiário (a): Mariana Chagas Cunha
Ao chegar à sala nota-se que é bem decorada, limpa e organizada. Após as
atividades de rotina a aula inicia se com uma revisão do alfabeto, a professora
pediu para os alunos que soletrassem todas as letras do alfabeto, em seguida
passou uma atividade para que escrevessem o alfabeto em caixa baixo. Ao
termino da atividade todos fizeram uma fila para ir ao banheiro e irem lanchar na
cantina, ao chegarem à sala, antes de lanchar fizeram uma oração e cantaram a
música “Meu Lanchinho”. Após o lanche retornaram as atividades de português,
identificação da primeira letra de cada objeto. A atividade proposta foi feita em
forma de brincadeira, um boliche com garrafa pets, dentro das garrafas
continham silabas das quais os alunos já haviam estudado antes. O desafio da
brincadeira é formar a palavra que a professora ditou, derrubando as silabas
correta.
De modo geral a aula realizada, possibilitou os alunos a
conhecer algo novo, mexendo com o cognitivo deles. A avaliação da professora
foi feita pela observação e fez as intervenções necessárias quando precisava,
assim, a aula foi produtiva e muito bem elaborada, após o termino do exercício a
professora escreveu no quadro todas as palavras que eles formaram no jogo e
eles copiaram no caderno, após o termino de tudo a professora os levou para
brincarem no parque dentro da escola.

Diário de observação ESCOLA: Jardim Paiva


Nº 04
Data: 09/09/2019.
Local: Quadra 06 Lote 06 APM/I Jardim Paiva, Novo
Gama, Goiás - GO CEP: 72862-216.
Hora de início/término da aula: 13:30 as 17:30
Professor (a) regente :Edna Santos
Nível/Ano: Educação Infantil, Jardim II - turma “B”
Imagem 2 ...

12

Estagiário (a): Mariana Chagas Cunha


A rotina da sala se inicia com a acolhida, a professora regente
aguardava os alunos na porta na sala os recebendo com carinho, enquanto a
estagiaria os encaminha aos seus devidos lugares. A professora é recém
graduada em Pedagogia, muito respectiva e amorosa com as crianças, a relação
entre a professora-aluno é muito atenciosa e carinhosa, as crianças retribuem
demonstrando respeito e admiração por elas.
A relação entre os alunos ocorre de maneira carinhosa uns com
os outros, existe também as brigas, mas que são irrelevantes em relação ao
cuidado que eles demonstram entre si, devidos passarem muito tempo juntos,
pode observar que construíram um vínculo entre si. As crianças sempre têm uma
rotina para seguir, a semana é dividida em atividades pedagógicas para serem
realizadas. Todos os dias ela envolve atividades com assuntos novos e sempre
revisando os assuntos já estudados sempre na mesma ordem sem sair da rotina.
A atividade trabalhada foi o conto “Patinho feio”, através do vídeo
sobre o conto, na sequência foi feita uma roda e se iniciou uma conversação
sobre o objetivo do conto, onde cada aluno explicou da sua forma o que
entendeu sobre o mesmo. Foram distribuídas atividades impressas com o intuito
de trabalhar a aprendizagem das crianças sobre o conto.

ESCOLA: Jardim Paiva


Data: 10/09/2019.
Local: Quadra 06 Lote 06 APM/I Jardim Paiva, Novo
Gama, Goiás - GO CEP: 72862-216.
Diário de observação
Nº 05 Hora de início/término da aula: 13:30 as 17:30
Professor (a) regente: Paula Silva
Nível/Ano: Educação Infantil, Jardim III - turma “A”
Estagiário (a): Mariana Chagas Cunha
Imagem 2 ...

13

No primeiro momento a professora recebeu as crianças à porta


da sala, ao estarem em seus lugares fizeram uma oração. A temática proposta
era “os sentidos” a professora deu início à aula resgatando os conhecimentos
prévios das crianças a respeito das sensações que podemos ter com partes de
nosso corpo as crianças identificaram os nomes dos órgãos e dos sentidos. Os
recursos utilizados foram música (cabeça, ombro joelho, pé) e atividade
impressa. Em seguida foi realizada a atividade de sala que consistia na leitura de
imagem para escrita de elementos que estavam destacados na cena. Os
elementos consistiam nos órgãos dos sentidos. Nos conteúdos: cheio e vazio,
leve e pesado, buscamos envolver cada vez mais a participação do aluno,
fazendo com que ele interagisse na sala com os colegas de turma e com as
estagiarias.
No desenho livre foi uma das atividades que mais chamou
atenção. À medida que realizamos as atividades com as crianças percebemos
que a atividade do desenho livre chamou a atenção deles e através da mesma
estimular a criatividades de cada um.

ESCOLA: Jardim Paiva


Data: 11/09/2019.
Local: Quadra 06 Lote 06 APM/I Jardim Paiva, Novo
Gama, Goiás - GO CEP: 72862-216.
Diário de observação
Nº 06 Hora de início/término da aula: 13:30 as 17:30
Professor (a) regente: Marta Lenne
Nível/Ano: Educação Infantil, Jardim III - turma “B”
Estagiário (a): Mariana Chagas Cunha
Imagem 2 ...

14

A rotina da sala se inicia com a acolhida, em seguida roda da


conversa esse é o momento privilegiado de dialogo e intercambio de ideias. Por
meio desse exercício cotidiano as crianças podem ampliar suas capacidades
comunicativas, como a fluência para falar, perguntar, expor suas ideias, dúvidas
e descobertas, ampliar seu vocabulário e aprender a valorizar o grupo como
instancia de troca e aprendizagem.
O espaço de sala de aula observado é adequado para as
crianças atendidas, mesmo com sua estrutura um pouco deteriorada. A
professora procura deixar o ambiente mais aconchegante e estimulante através
da criação de espaços como o cantinho da leitura e o cantinho do brinquedo.
Nas paredes são afixados bancos de palavras, o alfabeto ilustrado e regras de
convivência. Os moveis da sala são divididos em mesa e cadeiras individuais,
uma estante pequena para os livros do cantinho da leitura, dois armários de aço
e a mesa da professora. Todos num estado de conservação não muito bons.
Trabalhamos as cores, com uma dinâmica bastante interessante, ao falarmos
uma cor o aluno devia procurar objetos dessa mesma cor na sala, a maioria não
teve problemas em no desenvolver da atividade recreativa, já nas junções “eu” e
“ui” trouxemos atividades que reproduzissem o modelo das junções, numeral 20,
com atividades que chamassem atenção e pudessem desenvolver a criatividade
nas crianças.

Entrevista com o Professor Regente

A professora regente é formada em pedagogia e pós-graduada em


psicopedagogia. Em seu planejamento utiliza o Referencial Curricular Nacional
( RCNEI), para a consulta de livros didáticos de acordo com a faixa etária
correspondente.
Seus Planos de aulas são executados semanalmente e a formação
continuada é realizada uma vez por mês, em dias de aulas-atividades.
Imagem 2 ...

15

A interação entre as crianças é muito boa e as famílias, de maneira geral são


colaboradoras para que o processo de ensino-aprendizagem ocorra da melhor
maneira, são participativos na vida escolar dos filhos.
O maior desafio como professora é fazer com que a inclusão aconteça em
todos os níveis educacionais.
As temáticas que podem ser abordadas durante a regência: O Lúdico, Higiene
Pessoal, O meio ambiente e a Reciclagem, Alimentação Saudável, Bullyng não e
legal, Aprendendo com musica.

Fundamentação Teórica
1- Trabalhando o Lúdico

Os jogos e brincadeira fazem parte da rotina das crianças, professores e


pedagogos que cuidam da infância de uma maneira geral precisam adotar o lúdico
como instrumento de ensino na educação infantil. Desse modo, os jogos e
brincadeiras fazem com que as crianças se desenvolvam mostrando a criatividade e
habilidades.
Em algumas escolas as crianças brincam de diversas formas, porém
é comum encontrar as crianças brincando sem objetivo apenas como forma de lazer
e entretenimento, é preciso um planejamento e acompanhamento dos professores
Imagem 2 ...

16

durante as brincadeiras. Em alguns jogos as crianças precisam entender que


existem regras e aceitar o fato de que em alguns jogos um ganha e outro perde.
Conforme Ruiz (1992, p. 39), a preferência lúdica [...] é um
fenômeno relativamente efêmero e que depende de muitos fatores, tais como as
modas infantis, as estações do ano, que permitem e potencializam mais ou menos a
permanência ao ar livre, a influência de estímulos culturais como a televisão, os
costumes sociais coletivos, as festas locais, o número de companheiros de que se
dispõe, a presença ou não de adultos, os contextos concretos, os brinquedos de que
se dispõe.

1- Higiene Pessoal
A higiene pessoal tem grande importância para a saúde humana,
quanto à prevenção de doenças parasitárias e outras como toxinfecções
essas preocupações já eram questionadas há muitos anos e se estendiam
desde a infância, passando por fases sequentes até chegar a idades mais
avançadas.
O papel do professor é o de mediador, instigando a criança e a
provocando a novas descobertas e produções. Ao se trabalhar a higiene pessoal
busca-se ensinar de um modo diferente, levando em conta o modo como às crianças
aprendem e a melhor maneira de oferecer a elas diferentes tipos de experiências.
Utilizamos como método uma abordagem teórica que considera o conhecimento
adquirido pelo indivíduo a partir das práticas sociais, visando uma transformação da
realidade.
Segundo Gasparin (2007), o professor deve direcionar a elaboração de
suas atividades a partir da realidade e do contexto em que esta inserida, ou seja,
buscar uma interpretação da realidade educacional para então compreender os
diferentes elementos que envolvem a prática educativa, visando sua transformação.
Neste sentido, busca-se levar em consideração o conhecimento prévio do aluno,
pois Segundo Gasparin (2007, p. 19-20) De acordo com Ribeiro (2010), os hábitos
de higiene mental estão relacionados ao bem estar da mente, neste sentido
destaca-se a importância de passear, brincar ao ar livre e descansar. Já os hábitos
de higiene física tratam-se do bem-estar do corpo, ressaltando cuidados como
escovar os dentes; tomar banho, pentear os cabelos, lavar as mãos antes de comer
qualquer alimento, hábitos necessários e de grande relevância para a saúde de uma
pessoa. “Higiene é a ciência que visa à preservação da saúde e à prevenção da
doença’’
Imagem 2 ...

17

Ribeiro (2010, p.1)”.

2- O meio ambiente e a reciclagem


A educação ambiental é um componente essencial e permanente da
educação nacional, devendo estar presente, de forma articulada, em todos os
níveis e modalidades do processo educativo, em caráter formal e não formal.
Definindo educação ambiental Meirelles e Santos (2005, pg.34) dizem:
[...] A educação ambiental, e uma atividade meio que não pode ser percebida como
mero desenvolvimento de “brincadeiras” com crianças e promoção de eventos em datas
comemorativas ao meio ambiente. Na verdade, as chamadas brincadeiras e os eventos são parte
de um processo de construção de conhecimento que tem o objetivo de levar a uma mudança de
atitude. O trabalho lúdico e reflexivo e dinâmico e respeita o saber anterior das pessoas
envolvidas. “O desafio de um projeto de educação ambiental é incentivar as pessoas a se
reconhecerem capazes de tomar atitudes” (MEIRELLES; SANTOS, 2005, pg.35).
O trabalho com material reciclável tem papel primordial no que diz
respeito ao incentivo a capacidade de criação da criança, pois oferece um mundo
de possibilidades de criar seus brinquedos e ao professor trabalhar com a
interdisciplinaridade de maneira prazerosa, onde encontramos inúmeras
maneiras de adquirir conhecimento.
[...] Construindo, transformando e destruindo, a criança expressa seu imaginário, seus
problemas e permite aos terapeutas o diagnóstico de dificuldades de adaptação bem como a educadores o
estímulo da imaginação infantil e o desenvolvimento afetivo e intelectual. Dessa forma, quando está
construindo, a criança está expressando suas representações mentais, além de manipular objetos
(KISHIMOTO, 2005, p.40)
Os trabalhos com reciclagem possibilitam os educandos a
descobrirem, através de suas criações, as possibilidades de reaproveitamento da
matéria-prima e os efeitos positivos deste tipo de ação para o meio ambiente. A
prática tradicional de ensino baseado nos livros didáticos não prepara o indivíduo
para a sua cidadania ambiental.

3- Alimentação Saudável

A alimentação é fundamental no desenvolvimento da criança, dessa


forma devemos ensiná-la desde cedo para que possa ir se educando, mas, este não
é papel só da escola como também dos pais, pois, muitas vezes, preparam o lanche
que seu filho mais gosta sem pensar que podem causar sérios problemas no futuro,
Imagem 2 ...

18

como à obesidade. O papel da escola é fundamental na formação dos hábitos de


vida dos estudantes e é responsável pelo conteúdo educativo global, inclusive do
ponto de vista nutricional, pois as consequências da alimentação inadequada nesta
idade podem caracterizar uma diminuição no aproveitamento do aluno.
Ao alimentar-se de forma saudável é importante para garantir uma
boa saúde e prevenir doenças como: a anemia, obesidade, desnutrição e também
para diminuir o risco de infecções, além de garantir o bom desenvolvimento físico e
mental. A alimentação saudável não é composta apenas por frutas e verduras, mas
sim aquela feita com uma combinação de alimentos com: carboidratos, vitaminas,
sais minerais, proteínas, leite e derivado, açúcares e gorduras. Devendo variar os
alimentos de cada grupo para então receber os benefícios.

[...] o ser humano não há como negar, necessita de se alimentar


adequadamente. Isto é intrínseco à sua cultura, à sua família, a seus
amigos. Assim, o Direito à alimentação passa pelo direito de alimentar-se de
acordo com os hábitos e práticas alimentares de sua cultura, de sua região
ou de sua origem étnica, o que fortalece sua saúde física e mental, assim
como sua dignidade humana. Faz parte, também, do Direito à Alimentação,
o poder comer alimentos seguros onde quer que esteja, assim como dispor
de informações corretas sobre o conteúdo dos alimentos, sobre práticas
alimentares e estilos de vida saudáveis. (LIMA, 2009, p. 94).

Para Lima (2009), as crianças e adolescentes cuja família de baixa


renda, não tendo acesso aos bens essenciais, a uma vida com dignidade, mal se
alimentam em casa, apresentam um quadro de desnutrição e fome incompatíveis
com os direitos humanos que lhes são inerentes.

4- Bullying não é legal


Atualmente a violência no ambiente escolar se expressa de
diferentes formas e vem se tornando fenômeno complexo, que tem preocupado
autoridades, diretores, pais, professores e os próprios alunos e a sociedade de
modo geral. Caracteriza-se num conjunto de mecanismos visíveis e invisíveis que
vem do alto para baixo da sociedade, unificando verticalmente e espalhando-se no
interior das relações sociais, numa existência horizontal que vai desde família ate a
escola.
Considerando o tema escolhido para ser trabalhado com os alunos
da Educação Infantil, entendemos que devíamos inserir o projeto Bullying, como
mais uma forma de reforçar a cidadania e o respeito pelo outro. Com este projeto
Imagem 2 ...

19

pretendemos atingir não só os nossos alunos, mas também ser levado para fora de
nossa escola através de ações sociais que serão desenvolvidas, onde serão feitas
as apresentações teatrais preparadas pelos nossos alunos.
Compreender o processo de indisciplina e de violência escolar
através do bullying, a partir da pesquisa científica que fundamenta o estudo e a
análise da relação entre os processos de indisciplina escolar que se inserem na
escola. Nesta perspectiva FANTE (2005) ressalta que:

O bullying é hoje, sem dúvida, um dos temas mais discutidos em todo o


mundo, o que desperta crescente interesse nas diversas ciências e esferas
sociais. Em meio às discussões, o que é natural, surge uma infinidade de
opiniões, idéias, sugestões, estudos, publicações e etc., que tentam explicar
o fenômeno e os motivos que leva um indivíduo ou grupo a agir de forma
deliberada e, muitas vezes, tão cruel. (FANTE, 2005, s/d, p. 01)

O plano de ação deve ser construído coletivamente, envolver os


diferentes atores que formam a escola (professores, alunos, responsáveis e
funcionários) e precisa ser aplicado continuamente. O foco deve ser os alunos,
identificando-se quem eles são, suas histórias, seus contextos de vida, suas
necessidades e aspirações de aprendizagem e a diversidade do espaço escolar.
O bullying não pode continuar sendo apontado como uma fase da
vida. É imprescindível a mudança de comportamento geral, começando pela escala
hierárquica: família, instituição, coordenadores, professores e demais funcionários
que compõem uma escola.

5- Aprendendo com música

Partindo da abordagem da contribuição da Música para a formação


da criança nano processo de aprendizagem, com a hipótese de que a Música é um
processo contínuo de construção e envolve vários sentidos do ser humano, desde o
ventre da mãe já se inicia esses sentidos, com diversas maneiras de experiência
musical pode ser trabalhado com a criança na fase de descobertas, com uma
contribuição muito rica para a sua formação.
A inserção dessa prática pedagógica tem seu início nos primeiros
anos escolares e prossegue durante a formação acadêmica do ser humano.
Podemos, assim, entender a música como um instrumento facilitador e motivador no
processo de formação do homem. Porém, a música terá um poder educativo quando
empregada com prudência e sabedoria, por meio do conhecimento dos seus efeitos
Imagem 2 ...

20

sobre a alma humana. Ela facilita a integração, a inclusão social e o equilíbrio. “O


aprendizado de música, além de favorecer o desenvolvimento afetivo da criança,
amplia a atividade cerebral, melhora o desempenho escolar dos alunos e contribui
para integrar socialmente o indivíduo.” (BRÉSCIA, 2003, p. 81)
O Referencial Curricular Nacional para a Educação Infantil - RCNEI
cita alguns subsídios para a prática pedagógica na Educação Infantil, inserindo a
música, neste contexto, já que nesta etapa é preciso estabelecer metas que visem à
qualidade, e garanta o desenvolvimento integral da criança. Apresentando maneiras
em que o professor instiga cada vez mais o aluno, e que a prática pedagógica seja
repensada para que a aprendizagem se dê de uma maneira prazerosa e alegre. Os
Referenciais Curriculares Nacionais para a Educação Infantil (1998, p. 49) ressaltam
que:
O trabalho com música deve considerar, portanto, que ela é um meio de
expressão e forma de conhecimento acessível aos bebês e crianças,
inclusive aquelas que apresentem necessidades especiais. A linguagem
musical é excelente meio para o desenvolvimento da expressão, do
equilíbrio, da autoestima e autoconhecimento, além de poderoso meio de
integração social.

Para que a música seja trabalhada de maneira adequada o


professor deve analisar a música e definir a maneira que ela será apresentada,
traçar os objetivos que devem ser alcançados e o que deve ser estimulado ao
trabalhar a canção e analisar os resultados obtidos.

PLANOS DE AULA PARA REGÊNCIA

PLANO DE AULA N° 01
Imagem 2 ...

21

DADOS DE IDENTIFICAÇÃO

Nome da Escola: Escola Municipal Jardim Paiva

Professor: _Paula Silva _

Nível/Ano: Educação Infantil, Jardim III_

Período:_Vespertino _______________________

Número de alunos: 17 alunos.

Data: 12/09/2019.

-66+3

TEMA: Trabalhando o Lúdico

OBJETIVOS:

 Atividades com jogos e brincadeiras


 Noções de ganhar e perder
 Conhecer diferentes tipos de palavras
 Coordenação motora
 Fazer com que o lúdico seja uma forma da criança se desenvolver nas
aulas de forma prazerosa.

CONTEÚDO

Os conteúdos serão ministrados a partir da temática trabalhada, contemplando o


lúdico e o brincar, à construção da identidade através de momentos de integração
e lazer através de brincadeiras, onde a partir , dos jogos os alunos desenvolverão
a coordenação motora ,aprender a cantar músicas junto com as crianças e a
Imagem 2 ...

22

identificar nova palavras.

METODOLOGIA

  A aula deve começar com a leitura do livro “chapeuzinho vermelho”, em seguida
cada criança deve escolher uma música para começar o karaokê, em seguida
serão feitas diversas brincadeiras como: o rato ta em casa, bambolê, pular corda e
amarelinha, as crianças podem brincar com os brinquedos da brinquedoteca.

RECURSOS:

Aparelho de som;
- Livro “Chapeuzinho vermelho”;
-Microfone;
-Brinquedos.

AVALIAÇÃO :  As crianças serão avaliadas de acordo com as brincadeiras


individuais e em equipe..

REFERÊNCIAS: RUIZ, R. O. El juego infantil y la construcción social del


conocimiento (Tradução). Sevilla: Alfar, 1992.

PLANO DE AULA N° 02

DADOS DE IDENTIFICAÇÃO

Nome da Escola: Escola Municipal Jardim Paiva


Imagem 2 ...

23

Professor: Paula Silva

Nível/Ano: Educação Infantil, Jardim III_

Período : Vespertino

Número de alunos: 16 alunos

Data: / /2020.

TEMA: Higiene pessoal

OBJETIVOS:

 Demonstrar a importância da higiene para a saúde;


 Conscientizar sobre a importância da higiene pessoal;
 Estimular a prática de hábitos saudáveis.

CONTEÚDO

CORPO E MOVIMENTO: Mímica; Dança; Brincar; Função semiótica;


Correr, saltar, pular.

METODOLOGIA

Será realizada uma conversa com as crianças sobre a importância de tomar


banho, pentear os cabelos, usar roupas limpas, lavar as mãos ao usar o banheiro
e antes das refeições, escovar os dentes, etc. Dando continuidade, será realizada
uma mobilização através do vídeo “Sujismundo”, onde apresentam uma
campanha relacionada á hábitos de higiene pessoal. Em seguida, será realizada a
apresentação da dança “O Sujão” que será apresentada pelos alunos da
instituição, levando as crianças a interagir com os colegas. Após a dança,
demonstrar-se á aos alunos como utilizar adequadamente os objetos de higiene
pessoal (escova de dente, sabonete, toalha, escova de cabelo, cotonete, etc..). A
Imagem 2 ...

24

fim de verificar a construção do conhecimento e a assimilação dos conceitos


estabelecidos faremos uma roda de conversa com os alunos sobre o tema, e
entregue para as crianças um quebra-cabeça conscientizando-as de como
prevenir e evitar piolhos.

RECURSOS

Objetos de higiene pessoal; Aparelho de DVD; Som; Atividades em Xerox,


cartazes, embalagens de produtos de higiene vazias.

AVALIAÇÃO

A avaliação será realizada durante todo o decorrer do projeto através de


observações, conversas e questionamentos verificando se houve êxito nos
objetivos e através da participação dos alunos nas atividades propostas.

REFERÊNCIAS

O SUJÃO- Higiene Corporal- Teatro esquina da alegria. Disponível em: <http:


//www.youtube.com/watch?v=RlOTIzH21eE> Acesso em: /09/2019.

PLANO DE AULA N° 03

DADOS DE IDENTIFICAÇÃO

Nome da Escola: Escola Municipal Jardim Paiva

Professor: Paula Silva


Imagem 2 ...

25

Nível/Ano: Educação Infantil, Jardim III_

Período:___Vespertino______________________

Número de alunos: 17 alunos

Data: 16/09/2019.

TEMA: O Meio ambiente e a Reciclagem

OBJETIVOS:

 Conscientizar os professores sobre a importância de levar os alunos a


compreender o tema em discussão através de aulas práticas e expositivas;
 Desenvolver nos alunos conhecimentos e atitudes de respeito e valorização
ao meio ambiente;
 Valorizar as práticas contra o desperdício que possam contribuir para a
conservação do meio ambiente.

CONTEÚDO

NATUREZA E SOCIEDADE- Conceito de Preservação da natureza e reciclagem;


ARTES- confecção de brinquedos e outros objetos com materiais recicláveis.

METODOLOGIA

Organizar as crianças em rodinha de forma que todas possam interagir e assistir


um vídeo educativo sobre o meio ambiente e a importância da reciclagem.
Conversar sobre a Preservação do meio ambiente, pedir para eles se eles sabem
o que devem fazer; Fazer o desenho das lixeiras em papel pardo e organizar eles
em grupo nas mesas, para que pintem com tinta guache as lixeiras. Fazer um
mural coma as lixeiras, explicar o porquê das cores das lixeiras, orientá-los que de
acordo com as normas mundiais da coleta seletiva de lixo, procede assim:
Imagem 2 ...

26

Coletor amarelo = metal / Coletor azul = papel / Coletor vermelho = plástico /


Coletor Verde – vidro. As crianças tiram o saber da importância da reciclagem, do
reutilizar e do recriar com os materiais (lixo) recicláveis, o bem para o meio
ambiente referente à separação correta na hora de jogar os lixos. Assim serão
confeccionados brinquedos com garrafa plástica.

RECURSOS

Baldes; tinta guache; cola; cartolina; TV; DVD; atividades impressas; figuras em
recortes de livros e revistas; tesoura; garrafa plástica; papel pardo; etc.

AVALIAÇÃO

Os alunos serão avaliados de acordo com o desenvolvimento nas atividades


levando em consideração a participação durante a aula.

REFERÊNCIAS

Vídeo: É preciso reciclar - Turma da Mônica Disponível em: <


https://www.youtube.com/watch?v=ETHAkIkr8g4 > Acesso em : 02/09/2019.

PLANO DE AULA N° 04

DADOS DE IDENTIFICAÇÃO

Nome da Escola: Escola Municipal Jardim Paiva

Professor: Michelle Lima

Nível/Ano: Educação Infantil, Jardim III

Período: __ Vespertino__
Imagem 2 ...

27

Número de alunos:_17 alunos_

Data: 17/09/2019.

TEMA: Alimentação saudável

OBJETIVOS:

 Prover atividades que valorizem e aproximem os alunos dos alimentos


menos aceitos;
 Conhecer, nomear e identificar os diferentes tipos de alimentos;
 Observar as cores e perceber os sabores e textura dos alimentos.

CONTEÚDO

Musicalização; Artes.

METODOLOGIA

Fazer questionamento sobre a alimentação preferida das crianças, registrar os


alimentos mais consumidos alimentação saudável, que alguns alimentos devem
ser consumidos com moderação, como por exemplo, pirulito, chiclete, balas,
doces, refrigerantes, entre outros. Trabalhar várias atividades dentro do tema
“alimentação saudável” como: Conversa e registro (desenhos) sobre a
alimentação preferida das crianças; Registro dos alimentos mais consumidos na
família; Identificação de semelhanças e diferenças entre hábitos alimentares dos
alunos; Construção de charadas que misturem informações sobre formas, cores e
tamanhos das frutas, verduras e legumes; Construção de jogo da memória a partir
de imagens de frutas, verduras e legumes recortadas pelos alunos; Identificação
de frutas, verduras e legumes através do olfato e tato, utilizando a caixa surpresa;
Trabalhar com recorte de frutas, verduras e legumes e pedir que os alunos
construam um prato que represente uma alimentação saudável; Simulação de
uma feira; Preparação e degustação de receitas saudáveis; Promover pesquisas
Imagem 2 ...

28

na internet de figuras e dicas de alimentação saudável; Promover concursos de


lanches saudáveis.

RECURSOS

Computador com internet, lápis, atividades em folha, EVA, frutas, embalagens de


alimentos, canetinha, revista, cola e tesoura.

AVALIAÇÃO

A avaliação será realizada durante a aula através de observações, conversas e


questionamentos verificando se houve êxito nos objetivos e através da
participação dos alunos nas atividades propostas.

REFERÊNCIAS

Pesquisa em: https://www.mestredosaber.com.br/projeto-alimentacao-saudavel-


educacao-infantil/

PLANO DE AULA N° 05

DADOS DE IDENTIFICAÇÃO

Nome da Escola: Escola Municipal Jardim Paiva

Professor: Paula Silva

Nível/Ano: Educação Infantil, Jardim III_

Período:__Vespertino______________________
Imagem 2 ...

29

Número de alunos:_16 alunos

Data: 18/09/2019.

TEMA: Bullying não é legal

OBJETIVOS:

 Despertar nos alunos a reflexão acerca da temática escolhida, sua origem e


principalmente suas consequências;
 Auxiliar a criança a desenvolver uma imagem positiva de si com vistas ao
processo de diferenciação e autonomia do sujeito;
 Refletir diferentes teorias que tratam da violência na escola como um dos
fatores que acarretam a não aprendizagem.

CONTEÚDO

Linguagem oral e Escrita.

METODOLOGIA

A temática central será reflexão sobre o Bullying tanto na sala de aula, embora
este seja também um problema da sociedade em geral. Informar aos alunos que
não será tolerado Bullying ou qualquer outro tipo de violência nas dependências
da escola. Todos devem se comprometer com isso: não o praticando e avisando à
direção sempre que ocorrer um fato dessa natureza, para isso é preciso monitorar
e acompanhar o clima escolar.  Ressaltar que o Bullying é uma situação que se
caracteriza por agressões intencionais, verbais ou físicas, feitas de maneira
repetitiva, por um ou mais alunos contra um ou mais colegas. Trabalhar o
problema do preconceito é mudar culturas na escola. Por meio do livro Ri melhor
Imagem 2 ...

30

quem ri... no fim!, É importante que as crianças percebam que a anta era uma
estudiosa. Essa informação nega algo que desenvolvemos com base no
imaginário popular: Anta é alguém com pouca inteligência. Esse fato pode ajudar
os alunos a romper outros preconceitos e assim, os educandos conseguirão
perceber que as bases que sustentam o preconceito são muito frágeis. É
importante lembrar que o fato de haver preconceito na escola fortalece a
existência do bullying, para evitar que novos casos é preciso conscientizar e
discutir as questões ligadas a sua prática, pois, proporciona a reflexão.

RECURSOS

Livro de literatura infantil: “Ri melhor quem ri... no fim!”;

AVALIAÇÃO

No decorrer da aula através de perguntas, observação e desempenho do aluno


nas atividades propostas.

REFERÊNCIAS

ANDRADE, Telma Guimarães Castro. Ri melhor quem ri... no fim! Ed. Editora
Do Brasil SP, Edição: 1- 2005.

PLANO DE AULA N° 06

DADOS DE IDENTIFICAÇÃO

Nome da Escola: Jardim Paiva

Professor: Paula Silva

Nível/Ano: Educação Infantil, Jardim III_

Período:__Vespertino_______________________
Imagem 2 ...

31

Número de alunos:_17 alunos__

Data: 19/09/2019.

TEMA: Aprendendo com música

OBJETIVOS:

 Possibilitar aos alunos a realização de diversas atividades, incentivando a


fantasia e a criatividade,
 Desenvolver atividades interativas (musicas, danças de roda) que
desenvolvam a afetividade, oralidade e a socialização.

 Brincar com a música, imitando, inventando e reproduzindo criações musicais.

CONTEÚDO

Música folclore, teoria musical, expressão musical, postura corporal e nas


seguintes disciplinas: Linguagem oral e Escrita; Matemática; Natureza e
sociedade; Musicalização; Artes; Educação Física/Movimento.

METODOLOGIA

Realizar atividades que estejam inseridas na rotina da criança presentes no dia a


dia do aluno na instituição de ensino, como ao chegar à escola e na hora do
lanche ressaltando o trabalho vocal com interpretação e criação de canções,
brinquedos cantados e rítmicos. Como por exemplo: Meu lanchinho; Lagarta
pintada; Passa; Escravos de Jô. As músicas devem ser aproveitadas para
desenvolver outros assuntos, integrando a música as necessidades de outras
disciplinas. Em roda, com música ambiente as crianças deverão fazer tudo que o
professor (a) solicitar na ocasião. Exemplo: Seu mestre mandou colocar a mão no
nariz, colocar a mão na barriga, encontrar um objeto pertencente ao local onde se
Imagem 2 ...

32

encontram e assim por diante, será analisado agilidade,


coletividade/individualidade, percepção, entre outros. Desenvolver jogos que
reúnem som, movimento e dança; Jogos de improvisação; Sonorização de
histórias; Elaboração e execução de arranjos (vocal e instrumental); Invenções
musicais (vocal e instrumental); Construção de instrumentos e objetos sonoros;
Registro e notação; Escuta sonora e musical: escuta atenta, apreciação musical;
Reflexões sobre a produção e a escuta.  

RECURSOS

CDs com músicas infantis, livros de historinhas, micro system, TV, aparelho de
DVD, data show, garrafas pet, etc.

AVALIAÇÃO

Avaliamos todo o processo de evolução da aprendizagem do nosso aluno e não


simplesmente o produto final. Assim poderemos conceituar o que podemos mudar
continuar e melhorar.

REFERÊNCIAS

Pesquisa: Disponível em:


<https://musicanaeducacaoinfantil.com.br/musicalizacao-infantil-3/ > Acesso em:
10/09/2019.

DIÁRIOS DAS REGÊNCIAS

Diário de observação ESCOLA: Jardim Paiva


Nº 01 Data: 12/09/2019.
Local: Quadra 06 Lote 06 APM/I Jardim Paiva, Novo
Gama, Goiás - GO CEP: 72862-216.
Hora de início/término da aula: 13:30 as 17:30
Professor (a) regente: Michelle Lima
Imagem 2 ...

33

Nível/Ano: Educação Infantil/Jardim III

Estagiário (a): Mariana Chagas Cunha

O dia do conto teve como temática a historia dos três porquinhos. Depois de
ouvir o conto foram feitas alguns questionamentos para a interação. A contar
história na Educação Infantil estimula a curiosidade na criança, desperta o
imaginário, a construção de idéias, expande seus conhecimentos e faz com que
ela vivencie situações de alegria, tristeza, medo, entre outros, ajudando a
resolver esses conflitos e criando novas expectativas. Através de livros de
ilustração possibilitamos a aprendizagem e a ampliação da capacidade de
comunicação das crianças ao perguntar, ao expor seus pensamentos e ao fazer
novas descobertas. As histórias permitem as crianças conhecer os valores, os
costumes e a cultura. Dessa forma, literatura infantil e escola, juntas, se unem
para trazer as informações necessárias ao desenvolvimento intelectual da
criança. A literatura infantil está no centro do processo de transformações que a
sociedade enfrenta e têm vínculos diretos com a escola. Logo após, houve a
confecção de mascaras e diversas atividades, onde falamos sobre  a importância
do trabalho realizado com capricho e dedicação, estimar o valor de ajudar os
amigos e ser grato pelo cuidado que recebemos uns dos outros.

ESCOLA: Jardim Paiva


Data: 13/09/2019.
Local: Quadra 06 Lote 06 APM/I Jardim Paiva, Novo
Gama, Goiás - GO CEP: 72862-216.
Diário de observação
Nº 02 Hora de início/término da aula: 13:30 as 17:30
Professor (a) regente: Michelle Lima
Nível/Ano: Educação Infantil/Jardim III
Estagiário (a): Mariana Chagas Cunha
Imagem 2 ...

34

Os hábitos de higiene pessoal devem ser ensinados às crianças desde cedo, a


fim de desenvolver sua conscientização e para que sejam capazes de cuidar do
próprio corpo de forma a promover sua saúde e autoestima. As atividades de
educação em saúde trazem resultados positivos que perduram por toda a vida,
devendo ser discutidas em todas as etapas do desenvolvimento humano e que
abrangem todas as idades. Em seguida, distribuímos desenhos relacionados à
temática e lápis de cor para colorirem. Após esse momento, realizamos uma
dinâmica com as crianças maiores, que consistia na distribuição de bolas a cada
dupla de crianças. A bola era colocada na barriga e eles tinham que dançar, sem
deixar a bola cair, ao som de músicas infantis. Por fim, distribuímos pirulitos
como premiação e reforçamos quanto à escovação dos dentes. O local utilizado
para a realização da intervenção foi à área de lazer da escola. De acordo com as
atividades relatadas, as crianças mostraram-se bem informadas acerca do
assunto e relataram as atividades diárias de higiene que praticam em casa, na
presença dos pais. Dessa forma, foi possível identificar as ações infantis, visto
que é na infância que é criada a noção de higiene.

ESCOLA: Jardim Paiva


Data: 16/09/2019.
Local: Quadra 06 Lote 06 APM/I Jardim Paiva, Novo
Gama, Goiás - GO CEP: 72862-216.
Diário de observação
Nº 03 Hora de início/término da aula: 13:30 as 17:30
Professor (a) regente: Michelle Lima
Nível/Ano: Educação Infantil/Jardim III
Estagiário (a): Mariana Chagas Cunha

As crianças começam a aprender a importância da reciclagem na escola através


Imagem 2 ...

35

de diversos projetos. As aulas de arte são muito boas para fazer essa iniciação,
pois é possível criar coisas incríveis com materiais recicláveis e com isso as
crianças já vão aprendendo muito sobre o assunto e com certeza vão crescer um
adulto melhor. A criançada assimila rapidamente as informações e se elas
passarem a entender que a reciclagem pode ajudar em mais de cinquenta por
cento na preservação elas com certeza vão ajudar muito no futuro. Pode-se, com
toda certeza, afirmar, que a autoestima de cada aluno foi resgatada a partir do
lixo, no exato momento em que perceberam a capacidade e o potencial de cada
um em criar coisas interessantes e fazer lindos objetos, um momento mágico em
se tornaram verdadeiros artistas. Esse fato associa-se também à valorização
humana e a transformação dos modos de relação dos seres humanos com o seu
ambiente, princípios essenciais da Educação Ambiental.
Imagem 2 ...

36

ESCOLA: Jardim Paiva


Data: 17/09/2019.
Local: Quadra 06 Lote 06 APM/I Jardim Paiva, Novo
Gama, Goiás - GO CEP: 72862-216.
Diário de observação
Nº 04 Hora de início/término da aula: 13:30 as 17:30
Professor (a) regente: Michelle Lima
Nível/Ano: Educação Infantil/Jardim III
Estagiário (a): Mariana Chagas Cunha

O objetivo primordial da aula era o de sensibilizar as crianças o quanto é


importante que a alimentação seja algo saudável e prazeroso e que é possível
começar a mudança dos hábitos alimentares a partir do ambiente escolar. A
partir das atividades produzidas em sala de aula foi possível verificar que as
crianças conseguiram assimilar e compreender a importância dos alimentos e de
uma alimentação saudável e também que alimentar-se normalmente é ser capaz
de comer quando se está com fome a continuar até ficar satisfeito, sendo capaz
de escolher os alimentos adequados para melhor aproveitá-los, mesmo que isso
requeira um pouco de seu tempo e atenção, mas também ocupa o lugar de
apenas uma área importante, entre tantas, de sua vida. Através do
desenvolvimento das etapas do trabalho, conseguimos ir além do proposto
inicialmente, os alunos perceberam a importância de alimentar-se de forma
adequada e ainda aprenderam o quanto é valioso demonstrar aos seus
familiares o bem que acarreta ao organismo uma alimentação balanceada e rica
em nutrientes. Eles obtiveram a compreensão de que alimentar-se não significa
apenas grande quantidade dos alimentos ingeridos, percebendo o benefício que
os mesmos podem causar na estrutura e no funcionamento do organismo
humano. E também tiveram a oportunidade de estar em contato com variados
alimentos e experimentar novos sabores podendo trazê-los para sua rotina
alimentar de uma forma mais prazerosa.

Diário de observação ESCOLA: Jardim Paiva


Imagem 2 ...

37

Data: 18/09/2019.
Local: Quadra 06 Lote 06 APM/I Jardim Paiva, Novo
Gama, Goiás - GO CEP: 72862-216.

Nº 05 Hora de início/término da aula: 13:30 as 17:30


Professor (a) regente: Michelle Lima
Nível/Ano: Educação Infantil/Jardim III
Estagiário (a): Mariana Chagas Cunha

A aula foi de suma importância para os alunos e todos os envolvidos, pois


possibilitou vários momentos de discussões e até mesmo relatos de alunos que
sofreram com esta prática, possibilitando a mediação de alternativas para
solução do problema referido. Pode-se perceber que alguns alunos já tinham
informações sobre o tema proposto, porém demonstraram crer que era um
problema pouco significante. Com a abordagem do assunto, ficou claro que é um
assunto que deve ser aprofundado e trabalhado em todas as redes escolares,
bem como fora dela. Muitos disseram ter ouvido falar sobre o bullying em alguns
meios de comunicação. O bullying é um tipo de problema que se apresenta de
forma diferente em cada situação para entrar na problemática utilizamos um
conto da literatura infantil: “Ri melhor quem ri... no fim!” que narra à história de
uma anta resolve dar aulas de tudo o que aprendeu com sua avó sobre a
floresta, a maioria dos animais acha a atitude no mínimo engraçada e caçoam
muito dela e de seus únicos alunos, um burro, um jumento e um cavalo. Até que
se prova na prática a importância do aprendizado e isso fazem com que os
outros animais, depois de salvos pela tão ridicularizada professora percebem o
erro cometido e inscrevam seus filhotes nas aulas da anta, que no final ri muito
melhor!; Portanto é necessária a cooperação de toda a sociedade, sobretudo:
pais, alunos, professores, funcionários, enfim, todos que estão diretamente
ligados com o contexto escolar, é preciso que cada um faça sua parte,
contribuindo para a formação de massa crítica que possa contribuir para uma
sociedade melhor.

Diário de observação ESCOLA: Jardim Paiva


Nº 06
Data: 19/09/2019.
Imagem 2 ...

38

Local: Quadra 06 Lote 06 APM/I Jardim Paiva, Novo


Gama, Goiás - GO CEP: 72862-216.
Hora de início/término da aula: 13:30 as 17:30
Professor (a) regente: Michelle Lima
Nível/Ano: Educação Infantil/Jardim III
Estagiário (a): Mariana Chagas Cunha

O trabalho com a música em sala de aula, além de favorecer aspectos


relacionados à aprendizagem, propicia o acesso à música popular brasileira, cuja
riqueza em diversidade precisa ser conhecida e valorizada pelos alunos, até
porque, como gênero textual, oferece inúmeras possibilidades de leitura e
interpretação. As atividades foram praticadas em grupo, o que estimula a
participação dos alunos. Todos fazem parte de uma equipe que passa pelos
mesmos desafios e aprendizado. Relacionar a música com as demais disciplinas
é de grande importância, pois poderá melhorar a qualidade de ensino, a
motivação de um aluno pode ajudá-lo a aprender mais e melhor. O recurso na
aprendizagem é, no entanto, a grande responsabilidade do profissional que
trabalha com a música, pois como modelo de ensino, o professor pode muitas
vezes, motivar um aluno, como também fazê-lo perder o interesse, a vontade de
olhar para o futuro. Buscar novas idéias é em grande parte responsabilidade das
escolas, o educador necessita ser um incentivador de seus alunos. O valor da
música na educação infantil pode ser visto sem sombra de dúvidas como uma
parceria que dá certo. O trabalho realizado com a música em sala de aula pode
deixar o ambiente leve, alegre, permitindo que a criança possa se expressar,
brincar, entrar em contato com as vivências do dia a dia, com a família, e
desenvolver seu vocabulário, ajudando o processo de aprendizagem da escrita e
leitura. 

CONSIDERAÇÕES FINAIS
Imagem 2 ...

39

O estágio curricular supervisionado deve ser visto como um


importante meio na formação do professor, pois traz elementos importantes para o
exercício diário do futuro profissional, pois é nesse período que o acadêmico, futuro
professor, percebe a possibilidade de utilizar os conhecimentos teóricos na prática,
sempre procurando fazer uma reflexão depois de cada aula, em busca de melhorias
e transformações ao longo deste período e com certeza as mudanças continuam no
decorrer do seu cotidiano, pois cada turma possui uma realidade diferente, que
exige posturas diferentes, a cada ano são situações diferentes e assim são exigidas
do professor constantes atualizações e desta forma, flexibilidade nas mudanças na
maneira de conduzir e de orientar o seu trabalho diante dos seus alunos.
As atividades desenvolvidas com as crianças foram momentos de
grande significação, de construção e reconstrução de conhecimento, pois
ensinamos, mas também aprendemos. De forma geral, desenvolver a proposta de
trabalho elaborada e, simultaneamente, de refletirmos sobre nossas ações e de
termos a certeza que estamos no caminho certo. A interação com os profissionais foi
extremamente enriquecedora, conforme minhas expectativas pude vivenciar a rotina
do cotidiano escolar e realização de diversas atividades. Esta experiência
proporcionada pelo estágio amplia o significado da constituição de um profissional
da área da educação, complementa a formação acadêmica e confere subsídios para
uma atuação efetivamente democrática e transformadora.
Desse modo, o estágio possibilitou não somente na compreensão
das teorias estudadas, mas principalmente no campo da análise e reflexão acerca
da prática, de forma que pelo processo do pensamento e da reflexão crítica,
desenvolver as aprendizagem adquiridas durante nossa formação, de forma a lidar
com as diferentes situações que acontecem nos espaços educativos infantis.
Percebendo que a relação entre teoria e prática é indissociável, colocando em ação
os conhecimentos adquiridos para obter os resultados almejados e nos tornando
pessoas reflexivas, investigativas, pesquisadoras, tentando proporcionar aos alunos
uma aprendizagem totalmente significativa.

REFERÊNCIAS
Imagem 2 ...

40

ABRAMOVICH, Fanny. Literatura infantil, gostosuras e bobice. 5. ed. São Paulo:


Scipione, 1997.

BRASIL. Ministério da Educação e do Desporto. Secretaria de Educação


Fundamental. Referencial curricular nacional para a educação infantil. - Brasília:
MEC/SEF, 1998, volume: 1, 2 e 3.

PIRES, Olivia da S. Contribuições do ato de contar histórias na Educação


Infantil para a formação do futuro leitor. Trabalho de Conclusão de Curso –
Universidade Estadual de Maringá. Maringá, 2011. p. 1-37.

GASPARIN, João Luiz. Uma Didática para a Pedagogia Histórico-Crítica.


4ª.ed.Campinas – SP: Autores Associados, 2007.

FANTE, Cleo. Fenômeno bullying: como prevenir a violência nas escolas e


educar para a paz. 2 ed rev. e ampl. Campinas, SP: Verus Editora, 2005.

FREIRE, Maria do Carmo Matias et al. Hábitos de higiene e fatores


sociodemograficos em adolescentes. Revista brasileira da epidemiologia, v.10,
n.4, 2007.

KISHIMOTO. Tizuko Morchida. Jogo, Brinquedo, Brincadeira e a Educação. 8ª


ed. São Paulo: Cortez, 2005.

LIMA, Laudirege Fernandes. Merenda Escolar: Direito à alimentação e fruição do


direito à educação. Maceió: EDUFAL, 2009.

MEIRELLES, Maria de Sousa; SANTOS, Marly Terezinha. Educação Ambiental


uma Construção Participativa. 2ª ed. São Paulo, 2005.

RIBEIRO, C. R. A Importância da higiene como melhoria na qualidade de vida


das crianças. Disponível em: <iesanet.files.wordpress.com/.../aula-06-2009-
pedagogia-3c2aa-semestre.doc>. Acesso em:05/09/2019.