Você está na página 1de 17

Aula 1

1. Considerando os diferentes ambientes das organizações, os clientes estão


situados em que ambi ente?
resp: Específico
2. Toda empresa recebe influências do ambi ente ao mesmo tempo em que o
influencia. Desta fo rma, ela precis a monitorar o ambient e constantement e e se
antecipar
às oportunidades e ame aças. Baseado ne sta informação pode -s e afirmar qu e os
clientes,
fornecedores e conco rrentes fazem parte do:
resp: Ambiente de T arefa.
3. dos fatos listad os abaixo, qual é aqu ele que não tem relação c om a
globalização?
resp: diminuição da of erta de produtos
4. No ambiente externo à empresa en contram-s e os seguintes fat ores, exceto:
resp: colaboradores
5. Um dos tópicos ma is abordados nos dias atua is é a Globalização, que significa o
aumento da competi ção internaciona l e do livre comércio entre os países, gerando um
cliente cada vez mai s exigente. Assinale a alternativa que apre senta uma
característica deste nov o consumidor:
Resp: O cliente quer e ncontrar o que desej a e ser bem atendido.
6. Considerando os d iferentes ambiente s das organizações, o s fornecedores estão
situados em que ambi ente?
Resp: Específico
7. As organizações, em seus contextos de atu ação, interagem com o macroambiente e
com o microambiente . É fundamental que todo bo m gestor esteja sempre ate nto às
relações de sua organ ização com os div ersos componentes deste s dois ambient es
mencionados. Est as relações demandam análises e estratégia s diferenciadas que
variam de acordo com as mais diversa s contingências. Diante do exposto, podemo s
afirmar que fazem p arte do microambient e:
Resp: concorrentes; cl ientes/consum idores; fornecedores; agênc ias reguladoras.
8. Com a Globalizaç ão associada à Tecnolog ia da informação são el iminadas as
barreiras entre os p aíses, diminuindo os esp aços entre as n ações. No en tanto, os
concorrentes de ou tras nações parecem vir de nenhum lugar e abo canham
participação de mercado. Baseado no entendiment o sobre Globalização assinale a
alternativa INCORRET A:
Resp: A globali zação gera uma c ompetição cada vez m enos acirrada.
9. O padrão e a qu alidade de vida na soc iedade cont emporânea atual depen dem dos
esforços conjuntos das pessoas, das emp resas, do gov erno e das organizações de
um modo geral. T oda realização humana surgiu inicialmente na mente de alguém qu e
teve atitude e vont ade suficientes a fim de colocar aquilo em pr ática, identificando
alguma oportunidade no ambiente. Essas pesso as são conhecidas com o:
Resp: Empreendedor es.
10. Por não esta rem isoladas e não se rem autossuficient es, as organizaçõe s precisam
trocar com os elem entos do amb iente em que estã o inseridas (sistemas abe rtos).
Neste contexto, anal ise as afirmativ as e assinale a opção cor reta:
I- Organizações não e xistem no vácuo; ela s estão inseridas em ambientes e é
necessário monitorá -lo constantement e.
PORQUE:
II- O ambiente é o un iverso que envolv e as organizações e afet a diretamente suas
ações e desempenho.
Resp: As afirm ativas I e II estão corretas e a segunda justifica a prim eira.
11. Os princípios, em qu e se baseiam a o rganização do trabalho, a estrutura de
relações de dependên cia hierárquica e o e stilo de gestão que, ainda ho je, influenciam
grande parte de no ssas empresas, foram he rdados da:
Resp: Revolução Indus trial
12. Todas as report agens afirmam que a crise no Brasil não pa ra de piorar. As
previsões dos esp ecialistas são pes simistas para o PIB de 2015 e com mais previsões
de recessão em 20 16. Assinale a alternativ a que apresenta o cenário do
macroambiente de stacado nesta afirmação:
Resp: Cenário econôm ico.
13. Pedro Cas emiro e Antonio Per eira, amigos de longa d ata que pr aticavam o surfe,
um esporte marítimo considerado radi cal, e após acidente sof rido por Pedro e a sua
recuperação, mas imped ido de pratic ar o seu esporte prefe rido, resolveram abrir uma
loja de material espo rtivo, com ênfase em pran cha de surfe e outros m ateriais
associados a esse esporte. Essa ideia de ab rir um negó cio de material esportiv o, fruto
do seu vasto conhecimen to nessa área, e seu círculo de conhec imento de praticante
desse esporte, formado ao longo do tempo , constitui:
Resp: Exploração d e hobbies.
14. Identificar os prin cipais concorrente s e seus diferenciais, av aliar a ameaça de
entrada de nov os competidores e pre ssão de produto s substitutos são ações de
analise do:
Resp: Ambiente de tar efa.
15. Toda empre sa é uma organização, mas nem t oda organização é um a empresa. Po r
que isso ocorre?
Resp: Porque todas as em presas esperam obter lucro com os produtos e serviços
oferecidos, e as orga nizações não
16. No ambiente inte rno da empresa encont ram -se os seguintes fatores , exceto:
Resp: políticos
17. Os resultados de um a organização d estinam- se não apenas ao consumidor, mas a
muitas partes inte ressadas, chamada s de:
Resp: Stakeholders.
18. Considerando os d iferentes ambientes da s organizações, os produto s substituto s
estão situados em que ambient e?
Resp: Específico
19. Após mudança s nas estratégias de um a cooperativ a de agricultores e constat ação
de carências técnica s na mão-de-ob ra local, os cooperados id entificam a neces sidade
de criação de uma fund ação que receberá r ecursos com o propósito de a ux iliar no
desenvolvimento profissional e cidadão por meio de ações de capa citação técnica,
educação cidadã e form ação profissional de população de baixa r enda no entorno de
suas três unidades ag roindustriais. Para t anto, a equipe de admini stradores realiz a,
junto à nova equipe da fu ndação, uma série d e reuniões e tarefas de pl anejamento. A
fundação se caracteriza c omo uma organização v inculada e contará com um a equipe
de educadores e assist entes, mas contará com apoio financeiro e institucional da
cooperativa.
A respeito da administ ração de novo s negócios e dos impactos externos sobre a
organização no caso apresentado, assinale a alternativa corret a:
Resp: O ambiente extern o influencia as ati vidades tanto da cooperativa, como da
fundação,
razão pela qual nã o é possível elim inar seu impacto sobre os pr ocessos dessas
organizações, que de vem ser administradas adequadam ente para ter sucesso.
20. Organizações não e xistem no vácuo; elas estão inserid as em ambientes; Ambiente
é o universo que env olve a organização; Por não estarem isoladas e não s erem
autossuficientes, elas p recisam trocar com o s elementos do ambiente em que estão
inseridas. A esse pro cesso chamamos de: M arque a ÚNIC A alternativa CORRET A.

Exerc íc io : EDO0003_EX_A1_201504598245_V1 TE S TE DE
CO N HECIME N TO 1
06/08/2019
Al u no (a): SULA MITA S AN TOS RODRIGUE S
2019.2
Disc ip l in a: EDO0003 - A DMINIS TRAÇÃO DE N OVOS N E GÓCIOS –
AULA 01
201504598245

1a
Qu estão

To d as as rep o r ta g en s a firma m q u e a c r ise no Brasil n ão p ar a d e pio


r ar . As
p r ev isões d o s esp ec ial istas são p essimist as par a o P IB d e 2015 e co m
mais
p r ev isões d e r ecessão em 2016. A s sinale a alt er n at iv a q u e apr esent a o
cen ár io d o
mac ro amb ien t e d est ac ad o n est a a firmaç ão :

Cen ár io eco nô mic o .

C enári o s ocial .

C enári o ecológi c o.

C enári o s i ndi c al .

C enári o cultura l .
Res pondido em 06 /08/2019 08 :40:44
Expli c a ção:
O Ma croa mbien te é comp os to de diferen tes cenários , e o que a nal is a o
comp ortame nto d o PIB é o ec onô mic o.

2a
Qu estão

N o amb ient e extern o à emp r esa en co n tram -se o s segu intes fat or es, excet o
:

co l abo r ador es

dem ográ f ic os

s oc i ai s

econô mi c os

s i ndic a is
Res pondido em 06 /08/2019 08 :41:37

Expli c a ção:
Uma vez que o q ue es tá s endo ques ti ona d o é o que não fa z parte do a
mbiente
EXTER NO, a úni c a a l ternativa c a bí vel é que menciona os co lab o r ad o r
es, que fa zem
pa rte i nteg ra n te do ambie nte INTER NO da empres a. T odas as outra s
opções dizem
res peito a fa tores de f ora da org a nizaç ã o (externos ).

3a
Qu estão
d o s fato s li st ado s a b aixo, qu a l é aq u ele q u e n ão t em r elaç ão c o m a g lo
b alizaç ão ?

ma i or c o mpe tiç ã o entre a s empres a s

d imin u iç ã o d a o fert a d e p ro dut o s

Rompi men to da s barreira s entre paí s es

ampli a çã o de merc a dos e prod ut os

ma i or dive rs i dade de s erviços


Res pondido em 06 /08/2019 08 :45:16

Expli c a ção:
Globa l izaç ã o é o process o de a proxi ma ç ã o entre a s divers a s s oci eda des e
nações
exi s tentes por todo o mu nd o, s eja no â mbito ec onô mi co, s oci al , cultura l
ou polí tico.
Poré m, o p ri ncipal des taque dado pela g l oba l i zaçã o es tá na in t eg r aç ão
d e merca d o
exi st en t e ent r e o s p aíses.
O proces s o de g l obal i zaçã o s e c ons ti tui pelo mod o c omo os merc a dos
de diferentes
pa í s es e reg i ões i ntera g em entre s i , a proxi ma nd o me rc a do ri a s e pess
oas .
Send o a ss i m, s e há o rompi ment o de bar rei ra s , ma i or c om peti çã o, ma i or
di vers i dade e a mpl i a ç ã o de mercados e de produ tos , a al ternativa que des
toa , ou
s eja , a que NÃO tem rel a çã o c om a gl oba l i zaçã o é ¿ dimi nuiç ã o da
oferta de
produ tos ¿.

4a
Qu estão

Co m a Glo b al ização asso ci ad a à T ecnolo gia d a in fo r maç ão são elimin


ad as as
b ar r eiras ent r e o s p aíses, d i minu ind o o s esp a ç o s ent r e as naç õ es. No
ent an to, o s
co n co r r en t es de ou tr as n açõ es p ar ec em v ir d e n en hu m lu gar e aboc
anh am
p ar t ic ip aç ão d e merc ado . Baseado no en t en d iment o sob r e Glo b alização
a ssi n ale a
alt er n at iv a INCORRETA :

A g lo b al ização gera u ma co mp et iç ão c ad a v ez men o s ac ir r ad a .

A g l oba li zaçã o g era ma rgens de l ucros meno res em funç ã o do a ume nt o


da
concorrênc i a .

A g l oba li zaçã o exi g e um diferenci a l c ompeti tivo das emp res a s .

A g l oba li zaçã o g erou uma ma i o r divers i dade de produ tos e s ervi ços .

A g l oba li zaçã o g erou a queda das barrei ras entre os país es .


Res pondido em 06 /08/2019 08 :55:31

Expli c a ção:
A repos ta é i ncorre ta por que a g l obal i zaçã o a c i rra ainda ma i s a c ompeti
ç ã o, j á que
hoje a s empres a s e cons umidores f inai s c ons eg uem c ompra r produ tos de
forneced ores es pal hados por tod o m und o, de forma rá pida e prá tica . Hoje a
concorrênc i a c heg a de todos os la dos .

5a
Qu estão

Os r esult ados d e u ma o rg an ização d estin am -se não ap en as ao co n sumid o r


, mas a
mu it as par t es in t er essad as, ch ama d as d e:

Acioni s tas .

Ana li s tas de mercado.

Bols a de val ores .

Merc ad o de c â mbio.

S t ak eh o ld er s.
Res pondido em 06 /08/2019 09 :00:16

Expli c a ção:
O s res ul tados de uma org a nizaç ão des tinam-s e não a pena s a o c ons umi dor,
ma s a
muitas partes i nteres s a das , ou s eja , s eus s ta keholders . Stakehol der é u m g
rup o
es tra tégi c o pa ra empres a , i nclui a quel es i ndi víduos , g rupos e outra s org a
nizaç ões
que tê m i nteres s e nas a ç ões de uma empres a e que têm habili dade para i
nfluenci á -
la ( Savag e, Nix, Whi tehea d, & B l ai r, 1991). São el es : funci oná ri os ,
fornecedores ,
ac i oni s tas , cl i entes , sindi ca tos e etc.
6a
Qu estão

To d a empr esa r ec eb e in flu ên ci as do amb ien t e ao mesmo t emp o em q u


e o
in flu enc ia. Dest a fo rma , ela p r ec isa mo n it o r ar o amb i ent e c on
stantemen t e e se
an t ec ip a r à s o po r tun id a d es e a meaç as. Basead o n esta i n fo r maç ão
pod e -se afir mar
q u e o s c lient es, fo rn ec edo r es e co nc o rr en t es fazem p a rt e do :

Ambi e nte i nter no.

Ambi e nte ma io r.

Amb i ent e d e Ta refa.

Ambi e nte Gera l .

Mac ro-a mbiente.


Res pondido em 06 /08/2019 09 :01:25

Expli c a ção:
O a mbiente de taref a s é forma do pelos c l i entes , c oncor rentes , fornece do
res ,
ag ências regula dora s e parc ei ros es tra tég i cos . O a mbi ente de taref a s é a
quel e ma is
imedia to, no q ual uma org a niza çã o deve ope ra r. Po r i s s o a a nál is e dos
pri ncipais
conc or ren tes e s eus diferenci ai s , ass i m como a a val ia çã o de poss í veis
amea ç as de
nov os c ompetid ores e pres s ã o de produt os s ubs titutos s ã o a ç ões próp ri a s
do
ambiente de taref a.
7a
Qu estão

N o amb ient e int erno d a empr esa en co ntr am -se o s segu int es fato r es, excet
o:

cl i entes

concorren tes

p o lít ico s

s takehol ders
forneced ores
Res pondido em 06 /08/2019 09 :02:47

Expli c a ção:
O rg a nizaç ões não exis tem no vác uo; el a s es tão i ns eri das em a mbientes .
Ambi e nte é o uni vers o q ue envol ve a org a nizaç ão.
O a mbiente i n terno env olve tu do que é neces s á ri o para q ue a o rg a
nizaç ã o rea l i ze
s ua s opera ç ões . E ntã o, cl i entes (s em os quais a empres a nã o tem ra zão
de exi s tir),
forneced ores ( s em os qua i s não há ma té ria p ri ma ), c o ncorr ênci a (q ue
de termi na a s
li nha s de a çã o) e s takes hol ders (g rupos i nteres s a dos na orga nizaçã o), c
om c erteza ,
fa zem pa rte d o ambien te inter no da o rga nizaçã o, uma vez que s ã o fa tores
inti ma me nte l i g ados a o próp ri o fu nc i oname nto de u ma e mp res a. No
enta n to, os
polí ticos , embora p os s a m indi retamente i nte rferi r nas operações empres
aria i s , no
que s e refe re à leg i sla çã o, podem s er res po ns áveis por a l teraç ões nos p
roces s os
emp res aria is , mas como uma influênc ia EXTER NA. Send o as s i m, como o
en unc i a do
pede para apon tar a exc eç ã o, a opçã o correta é ¿pol í ticos ¿.

8a
Qu estão

O p ad rão e a q u alid ad e d e v id a n a soci ed ad e c on t empo r ân ea a tu al d


ep end em d o s
esfo r ç o s conjun t o s d a s p esso as, d as empr esas, d o g ov ern o e d as o rg
an izaçõ es d e
u m mo d o g er al. Toda r ealizaçã o hu man a sur giu in ic ialmen t e n a ment e
d e a lg u ém
q u e t ev e ati t ud e e v o nt ad e sufici ent es a fim d e co lo c ar a q uilo em p r
át ic a,
id en t ific ando alg u ma op o rt un id ad e no amb ient e. Essas p esso as são co n
h ec id as
co mo :

Es peci al is tas .

Ges tores .

Autôno mos .

Avent urei r os .