Você está na página 1de 8

Tutorial: Render

Marcelo Teruo Oguma

1 Introdução

Tutorial : Render Marcelo Teruo Oguma 1 – Introdução O Pro Engineer não possui ferramenta de

O Pro Engineer não possui ferramenta de renderizaçãotão poderosa como softwares específicos para tal, mas é possível conseguir resultados satisfatórios utilizando componentes presentes no programa (Advanced Rendering Extension). Este tutorial tem como objetivo apresentar aspectos básicos de render no Pro Engineer visando uma possível melhora nos desenhos de produto, garantindo uma apresentação mais atrativa para diversos projetos. Alguns exemplos desenvolvidos:

desenhos de produto, garantindo uma apresentação mais atrativa para diversos projetos. Alguns exemplos desenvolvidos:

2 Escolhendo cores e texturas

Nesse tutorial iremos renderizar um pneu de automodelo. Por default todas as peças criadas no Pro Engineer possuem essa cor azulada.

O primeiro passo é escolher a cor e textura adequada para seu componente, porém vamos escolher o cenário de renderização antes a fim de evitar possíveis ilusõescriadas pela iluminação do cenário default.

Vá ao menu principal e escolha: View -> Model Setup -> Scene Palette.

e escolha: View -> Model Setup -> Scene Palette . O fundo totalmente branco é uma

O fundo totalmente branco é uma boa opção, pois apesar de parecer muito simplificado, garante um aspecto limpoao desenho mantendo o foco somente no produto e não na paisagem ao redor. Escolha o cenário indicado na imagem abaixo.

ao redor. Escolha o cenário indicado na imagem abaixo. É possível perceber que o aspecto do

É possível perceber que o aspecto do pneu mudou pelas diferentes configurações de luz existentes nos cenários. Agora sim podemos escolher as cores e texturas desejadas, entre em: View -> Color and Appearance. Algumas cores estão disponíveis, mas para aumentar o número de opções vá para File -> PhotoLux System Library. Agora com a biblioteca você pode encontrar a cor que mais se ajusta ao seu projeto. Note que é possível criar novas cores e alterar as pré-existentes, adicionando texturas, padrões, etc. Porém isso não será explorado nesse tutorial de caráter introdutório.

adicionando texturas, padrões, etc. Porém isso não será explorado nesse tutorial de caráter introdutório.
Escolhida a cor, ative o recurso de Realtime Rendering no menu principal na aba View.

Escolhida a cor, ative o recurso de Realtime Rendering no menu principal na aba View. Pode-se notar que o objeto ganhou uma aparência mais refinada. As sombras e reflexos já podem ser observados.

View. Pode-se notar que o objeto ganhou uma aparência mais refinada. As sombras e reflexos já

3 Perspectiva e Local (room)

No menu principal entre em: View -> Model Setup -> Render Control. Uma aba irá aparecer na tela, ela possui os principais comandos para renderização. Utilizaremos os dois comandos indicados abaixo, o Perspective e o Room Settings.

indicados abaixo, o Perspective e o Room Settings . O comando Perspective tem a interessante função

O comando Perspective tem a interessante função de adicionar perspectiva ao objeto mostrando sua representação referente a um observador que possui seu campo e posição de visão definidos pelo usuário. Esse comando adiciona mais realismo à representação, o configure de acordo com o gosto e objetivo que achar melhor, para, por exemplo, evidenciar alguma região específica. Optei por deixar ele em default.

Já o comando Room Settings tem função de editar as dimensões e posições de elementos do ambiente. Aconselho em um primeiro momento não modificar os elementos, a não ser que exista um indesejado contato dos limites do ambiente com a peça. Abaixo está um breve resumo de algumas ferramentas disponíveis.

indesejado contato dos limites do ambiente com a peça. Abaixo está um breve resumo de algumas
indesejado contato dos limites do ambiente com a peça. Abaixo está um breve resumo de algumas
indesejado contato dos limites do ambiente com a peça. Abaixo está um breve resumo de algumas

4 Iluminação

A iluminação representa uma das partes mais importantes, mas antes de começarmos entre em:

View -> Display Settings -> Model Display.

Escolha a aba Shade e aumente a qualidade para 4 ou 5. Também selecione a opção Small Surfaces, assim garantimos uma melhor definição da peça. Note que o processamento ficará mais carregado, o computador pode ficar lento.

mais “ carregado ” , o computador pode ficar lento. Execute a ferramenta de iluminação em

Execute a ferramenta de iluminação em View -> Model Setup -> Lights.

Existem basicamente 6 tipos de luzes disponíveis ao usuário. Em preto são as características do local, ambiente. Em azul são as manipuladas pelo usuário. Um breve resumo abaixo:

Default ambient: poquíssima edição, característica do cenário; : poquíssima edição, característica do cenário;

Environment: pouca edição, possibilidade de controle da natureza, tipo e intensidade. pouca edição, possibilidade de controle da natureza, tipo e intensidade.

Lightbulb: média edição, possibilidade de controle de intensidade, natureza, e posição. média edição, possibilidade de controle de intensidade, natureza, e posição.

Spotlight:altíssima edição, possibilidade de controle de intensidade, natureza, posição, direção e foco. altíssima edição, possibilidade de controle de intensidade, natureza, posição, direção e foco.

Distant Light: alta edição, possibilidade de controle de intensidade, natureza, posição e direção. alta edição, possibilidade de controle de intensidade, natureza, posição e direção.

Sky Light: média edição, possibilidade de controle de intensidade, natureza, e posição. média edição, possibilidade de controle de intensidade, natureza, e posição.

Na prática, tenho preferência por usar Sky light, Default ambient e Environment como iluminação geral, Distant Light para induzir direção das sombras em locais desejados, e Spotlight e LightBulb para detalhar locais essencialmente específicos do objeto.

das sombras em locais desejados, e Spotlight e LightBulb para detalhar locais essencialmente específicos do objeto.

Observe que você manipula as luzes simplesmente arrastando com o mouse sua localização, ou direção.

Localização em torno da esfera imaginária Localização em relação ao objeto Ponto de aplicação da
Localização em torno
da esfera imaginária
Localização em relação
ao objeto
Ponto de aplicação da
luz

Diâmetro de abertura do spot

Aconselho que você experimente diversas combinações até chegar a um resultado satisfatório. Para verificar como ficaria a renderização final, entre em View -> Render Window. Atente que essa não é a qualidade de definição final, porém já nos fornece uma boa aproximação. Esse é um processo de tentativa e erro, os resultados dependem fortemente da iluminação, sugiro evitar excessos na intensidade das luzes para não ocorrer perda de detalhes que enriquecem o desenho, comece com pouca luz até atingir o nível desejado.

luzes para não ocorrer perda de detalhes que enriquecem o desenho, comece com pouca luz até

5 Finalização

Terminado o processo de iluminação entre em View -> Model Setup -> Render Setup e altere a qualidade da renderização para Maximum. Utilize novamente o comando de renderizar em View -> Render Window para obter a versão final.

para Maximum. Utilize novamente o comando de renderizar em View -> Render Window para obter a