Você está na página 1de 5

CLARETIANO – CENTRO UNIVERSITÁRIO

ALUNO: RUTH LOPES NOGUEIRA – RA: 8015741


CURSO: MATEMÁTICA - LICENCIATURA

PORTIFOLIO CICLO 3

DISCIPLINA: FUNDAMENTOS DA EDUCAÇÃO

PROFESSORA: MARIA CECILIA DE OLIVEIRA ADAO

JI-PARANÁ
2020
2

Atividade no Portfólio

Objetivos:
Proporcionar ao aluno de licenciatura situações diversas para que pratique a compreensão do
ensinar, do aprender, do pesquisar e do avaliar.
Descrição da atividade
Considerando os conteúdos estudados até o momento, realize uma pesquisa e, com base nela,
elabore um texto sobre como as Tecnologias de Informação e Comunicação (TICs) estão
sendo utilizadas para o ensino da área na qual você está se formando. Nesta etapa, seu texto
deverá conter até 3 laudas.

Tecnologia de Informação e Comunicação e Educação


A tecnologia é parte integrante da sociedade como agente de transformação,
revolucionando a maneira como se entende os processos de ensino e aprendizagem. As
tecnologias de informação e comunicação (TIC) e a importância do papel da escola na
formação dos alunos se entrelaçam, fazendo necessário que os estabelecimentos escolares
assimilem a cultura tecnológica, desenvolvendo estudantes com habilidades para instrumentos
dessa cultura.
A presença de recursos tecnológicos é relativamente nova, e as vezes a falta de
conhecimento, prática e recursos podem dificultar a inserção desta no contexto escolar, em
contrapartida o seu uso possibilita novas maneiras e meios para aprendizado, tais como
sistemas de educação a distância (EAD), possibilidade de trabalhos cooperativos e interativos,
atualização de conhecimento e socialização de experiências.
O professor precisa utilizar recursos que transformem suas aulas, de modo a instigar a
busca pelo conhecimento por parte dos alunos, ministrando aulas dinâmicas, motivadoras,
atrativas e entendendo que as tecnologias disponíveis auxiliam no processo de ensino-
aprendizagem, as quais vêm para colaborar com o professor e mediador, funcionando como
um suporte, como um recurso a mais para esse processo e não como um recurso em sua
substituição.
Apenas a utilização das tecnologias não garante qualidade e mudança de cultura,
podendo meramente encobrir praticas do ensino que tem como base a recepção e
memorização de informações. Essa nova ferramenta deve ser usada para favorecer a produção
3

de um conhecimento ativo, criativo e critico enriquecendo e transformando o ambiente


educacional.
Tecnologia de Informação e Comunicação e Ensino de Matemática
 No ensino da matemática, tecnologias como calculadora e computador podem colaborar
para atividades experimentais que enriqueçam o modo de aprendizagem dos alunos.
 O uso de tecnologias simplifica cálculos mecânicos e a manipulação simbólica,
otimizando o tempo; evidencia a importância da linguagem gráfica e de novas formas de
representação, permitindo novas estratégias de abordagem de diferentes problemas; e permite
que os alunos construam uma visão mais completa da verdadeira natureza da atividade
matemática e desenvolvam atitudes positivas diante de seu estudo.
Os jogos matemáticos, possibilitam o ensino da matemática desenvolvendo o raciocínio
lógico, estimulam a criatividade e a capacidade de resolver problemas. Os jogos devem
apresentar níveis de dificuldades de acordo com a idade e desenvolvimento dos alunos para
não os desestimularem. Deve ser escolhido e preparado levando em consideração os conceitos
e habilidades que se pretende desenvolver
Borin (1996), diz:

“Outro motivo para a introdução de jogos nas aulas de matemática é a


possibilidade de diminuir bloqueios apresentados por muitos de
nossos estudantes que temem a Matemática e sentem-se incapacitados
para aprendê-la. Dentro da situação de jogo, onde é impossível uma
atitude passiva e a motivação é grande, notamos que, ao mesmo tempo
em que estes alunos falam Matemática, apresentam também um
melhor desempenho e atitudes mais positivas frente a seus processos
de aprendizagem (BORIN, 1996, p.9).”

Com o avanço das tecnologias, muitos jogos matemáticos podem ser acessados
pela internet.
Segundo Kenski (2012):
“As tecnologias invadem as nossas vidas, ampliam a nossa memória,
garantem novas possibilidades de bem-estar e fragilizam as
capacidades naturais do ser humano. Somos muito diferentes dos
nossos antepassados e nos acostumamos com alguns confortos
tecnológicos – água encanada, luz elétrica, fogão, sapatos, telefone –
que nem podemos imaginar como seria viver sem eles. Mas nem
sempre foi assim. (KENSKI, 2012, p.19) ”
4

A utilização da calculadora, vídeos, áudios, etc. vêm dar uma nova dimensão na
educação matemática. A invenção do computador pessoal, celulares e outros,
modificaram o dia-a-dia da humanidade, interferindo diretamente no processo
ensino/aprendizagem.
5

Referências Bibliográficas

FLEMMING D.M., LUZ E.F., DE MELLO A.C.C. Tendências em Educação Matemática – Livro
Didático. 2ª Ed. – Unisul Virtual. Palhoça, 2005.
KENSKI, V.M. Educação e Tecnologias – O Novo Ritmo da Informação. 8 ed., Campinas,SP,
Papirus, 2012.
BORIN,J. Jogos e resolução de problemas: uma estratégia para as aulas de matemática. São Paulo,
IME-USP, 1996.
SILVA, Marco. Tecnologias na Escola. Disponível em: . Acessado em: 30/05/2020.

Você também pode gostar