Você está na página 1de 8

ACOMPANHAMENTO DE APRENDIZAGEM

Ciências da Natureza - Capitulo 15 - Livro – Paginas 256


ESCOLA Juscelino Kubitschek :- SANTA LUZIA DOESTE -RO
ANO E TURMA: 3º A.( ) B ( ) C( ) D( )
DATA:______________
PROFESSOR (A): ADÃO MARCOS GRACIANO DOS SANTOS (69)
999601042/ 984141042

 (EEEFM JK-2020)
O homem está inferindo cada vez mais no ciclo do carbono através da
combustão de petróleo, carvão, madeira, etc, aumentando o teor de dióxido de
carbono na atmosfera. A primeira consequência dessa interferência é:
a) A elevação da temperatura na atmosfera.
b) A inversão térmica nas grandes cidades.
c) A diminuição do nível dos oceanos.
d) A destruição da camada de ozônio.
e) O aumento das calotas polares.

 (EEEFM JK-2020)
O controle biológico é mais vantajoso que o uso de inseticidas no combate a
um inseto-praga porque:
a) prejudica apenas as plantas afetadas pela praga.
b) a morte dos insetos-praga é indolor.
c) provoca danos aos inimigos naturais dos insetos-praga.
d) mata indiscriminadamente todos os seres vivos da região infestada.
e) evita acúmulo de substâncias tóxicas nos níveis tróficos mais elevados.

 (EEEFM JK-2020)
A chuva ácida é um fenômeno causado, sobretudo, pelas emissões resultantes
da queima de combustíveis fósseis. O dióxido de enxofre, lançado no ar por
algumas indústrias, e o óxido de nitrogênio, provenientes de diversos
combustíveis fósseis e dos veículos motorizados, combinam-se com o
hidrogênio na atmosfera e transformam-se em ácido sulfúrico e em ácido
nítrico. Considerando as informações, é correto afirmar que, no Brasil, o
fenômeno das chuvas ácidas é:
a) inexistente, pois a matriz energética brasileira é proveniente da energia
hidráulica, considerada limpa por não causar danos ambientais.
b) irrelevante, pois a maior parte da frota automobilística brasileira é movida a
álcool, combustível livre de gases que causam as chuvas ácidas.
c) intenso em algumas áreas, principalmente nos polos siderúrgicos, devido à
utilização maciça de carvão mineral.
d) inexistente, pois o carvão mineral utilizado para a geração de energia
elétrica é pouco poluente por apresentar baixo teor de gases que provocam as
chuvas ácidas.
e) intenso nos grandes centros urbanos, devido ao aumento expressivo da frota
de carros bicombustíveis.
 (EEEFM JK-2020)
Considere as seguintes afirmações em relação às áreas ambientais úmidas.
I- A degradação dos banhados diminui sua capacidade de depuração dos
corpos hídricos e o acesso à água potável.
II- O manejo adequado dos resíduos sólidos e das águas pluviais urbanas pode
contribuir para amenizar os efeitos poluentes nas bacias hidrográficas.
III- As matas ciliares facilitam a evaporação da água nas áreas úmidas.
Quais estão corretas?
a) Apenas I.
b) Apenas III.
c) Apenas I e II.
d) Apenas II e III.
e) I, II e III.
 (EEEFM JK-2020)
A maior incidência de radiação ultravioleta na superfície da Terra está
relacionada ao fenômeno conhecido por:
a) efeito estufa.
b) ilha de calor no meio urbano.
c) domo de poluição atmosférica.
d) aquecimento global.
e) destruição da camada de ozônio.
 (EEEFM JK-2020)
Ao fazer o estudo bibliográfico sobre um determinado assunto do conteúdo
programático do vestibular da Universidade de Pernambuco (UPE), um
vestibulando encontrou e anotou a seguinte definição: “É aquele que satisfaz
as necessidades presentes sem comprometer a capacidade das gerações
futuras de suprir suas próprias necessidades.” Trata-se da definição CORRETA
de:
a) Crescimento neomalthusiano ambiental.
b) Desenvolvimento sustentável.
c) Ecodesenvolvimento neoliberal.
d) Desenvolvimento ambiental.
e) Ecodesenvolvimento darwinista.

 (EEEFM JK-2020)
“A questão ambiental deve ser compreendida como um produto da intervenção
da sociedade sobre a natureza. Diz respeito não apenas a problemas
relacionados à natureza, mas às problemáticas decorrentes da ação social.”
RODRIGUES, Arlete Moysés. Produção do e no espaço - problemática
ambiental urbana. Ed. Hucitec, 1998, p.8.
A partir do excerto acima, pode-se concluir corretamente que os problemas
ambientais globais residem:
a) na forma como o homem em sociedade apropria-se da natureza.
b) nas relações de consumo e não nas relações de produção.
c) principalmente na forma de exploração dos recursos naturais não
renováveis.
d) apenas nas relações de produção, porque estas não têm vinculação com o
consumo.
 (EEEFM JK-2020)
A contaminação das águas apresenta consequências devastadoras. Um terço
da humanidade vive em estado contínuo de doença ou debilidade como
resultado da impureza das águas. O excesso de nutrientes nas águas,
provocando desequilíbrio nos ecossistemas, é denominado de:
a) efeito estufa
b) eutrofização
c) inversão térmica
d) compostagem
e) amonificação
 (EEEFM JK-2020)

A ampliação do uso de combustíveis fósseis para geração de energia contribui


para o aumento da concentração de SO3 que, ao reagir com H2O, presente na
atmosfera, produz H2SO4. Esta solução é, também, responsável por danificar
a cobertura vegetal próxima às fontes poluidoras, desequilibrar ecossistemas
aquáticos e destruir monumentos históricos. Tal fenômeno climático é
denominado:
a) efeito estufa.
b) chuva ácida.
c) inversão térmica.
d) El Niño.
e) ilhas de calor.
 (EEEFM JK-2020)
O despejo de dejetos de esgotos domésticos e industriais vem causando
sérios problemas aos rios brasileiros. Esses poluentes são ricos em
substâncias que contribuem para a eutrofização de ecossistemas, que é um
enriquecimento da água por nutrientes, o que provoca um grande crescimento
bacteriano e, por fim, pode promover escassez de oxigênio. Uma maneira de
evitar a diminuição da concentração de oxigênio no ambiente é:
a) aquecer as águas dos rios para aumentar a velocidade de decomposição
dos dejetos.
b) retirar do esgoto os materiais ricos em nutrientes para diminuir a sua
concentração nos rios.
c) adicionar bactérias anaeróbicas às águas dos rios para que elas sobrevivam
mesmo sem o oxigênio.
d) substituir produtos não degradáveis por biodegradáveis para que as
bactérias possam utilizar os nutrientes.
e) aumentar a solubilidade dos dejetos no esgoto para que os nutrientes fiquem
mais acessíveis às bactérias.
(EEEFM JK-2020)
A civilização moderna está voltada para um alto consumo de energia que é
utilizada nas indústrias, nos transportes, nos eletrodomésticos e nas
telecomunicações. Nessa busca por energia, o homem vai atrás de várias
fontes, tais como,

I. combustíveis fósseis.
II. energia hidrelétrica.
III. energia nuclear.
IV. etanol.
V. energia eólica (energia dos ventos).
Desses 5 tipos,

A) apenas um é renovável.
B) apenas dois são renováveis.
C) apenas três são renováveis.
D) apenas quatro são renováveis.
E) todos são renováveis.
(EEEFM JK-2020)

O incêndio na Usina Nuclear de Fukushima, no Japão, após o tsunami do dia


11 de março de 2011, reacendeu as discussões internacionais sobre a
sustentabilidade desse tipo de energia.

Os defensores da produção de energia nuclear afirmam que uma das suas


vantagens é:

A) a necessidade nula de armazenamento de resíduos radioativos.


B) o menor custo quando comparado às demais fontes de energia.
C) a baixa produção de resíduos emissores de radioatividade.
D) o reduzido grau de interferência nos ecossistemas locais.
E) a contribuição zero para o efeito de estufa global.
(EEEFM JK-2020)
-Uma parte significativa dos esgotos domésticos é lançada sem tratamento nos
cursos d’água. Espera-se que a primeira conseqüência desse fato seja a
a) morte dos peixes por falta de oxigênio.
b) proliferação de bactérias anaeróbicas.
c) eutrofização da água dos rios.
d) proliferação do fitoplâncton.
e) intoxicação de invertebrados bentônicos.
(EEEFM JK-2020)
Um dos grandes problemas ambientais conhecidos é o excesso de descargas
de efluentes ricos em nutrientes, que influenciam o crescimento de algas,
aumentando a demanda bioquímica de oxigênio e causando mortandade de
peixes e animais bentônicos. Esse fenômeno é chamado de:
a) nitrificação.
b) eutrofização.
c) magnificação trófica.
d) carbonificação.
e) respiração.

(EEEFM JK-2020)
Considerando a afirmação “A eutrofização afeta a disponibilidade de oxigênio
dissolvido”, pode-se concluir que se trata de poluição referente

a) à camada de ozônio
b) a rios e lagos
c) à chuva ácida
d) a sólidos dispersos no ar
e) às vias respiratórias
(EEEFM JK-2020)

O ar é uma mistura de vários gases: nitrogênio (78%), oxigênio (21%), gases


raros (0,97%) e gás carbônico (0,03%), sendo essa composição alterada
quando o ar é contaminado com vapor de inseticidas, solventes, fuligem, gases
tóxicos etc. O acúmulo de gases poluentes impede que o calor atravesse a
atmosfera em direção ao espaço, com conseqüente aquecimento global do
planeta. Esse fenômeno é denominado

a) destruição da camada de ozônio.


b) chuva ácida.
c) efeito estufa.
d) inversão térmica.
(EEEFM JK-2020)
 A redução da calota de gelo no Polo Norte e o recuo das geleiras no
Polo Sul têm sido acompanhados e denunciados pelos cientistas. O fenômeno
pode estar relacionado com o aumento da temperatura global. Entre os fatores
que podem ser responsáveis por esse aquecimento global, destaca-se:
a) a redução da camada de ozônio, que resulta no aumento da incidência de
radiação ultravioleta sobre a superfície terrestre.
b) o efeito estufa resultante do acúmulo de dióxido de carbono e outros gases
na atmosfera.
c) o aumento das áreas naturais transformadas em plantações.
d) a substituição de florestas naturais por florestas cultivadas.
e) o aumento da precipitação de chuva ácida nas áreas urbanas.
(EEEFM JK-2020)
 As chuvas ácidas são causadas pelas alterações humanas nos ciclos
do
a) carbono e do fósforo.
b) carbono e do enxofre.
c) carbono e da água.
d) nitrogênio e do enxofre.
e) nitrogênio e do fósforo

 (EEEFM JK-2020)
 A queima de grande quantidade de combustíveis fósseis
 a) aumenta a qualidade do ar nos centros urbanos.
b) aumenta a concentração de gás carbônico na atmosfera.
c) aumenta a camada de gelo do planeta.
d) não provoca alterações no clima do planeta.
e) não provoca alterações nos níveis dos oceanos.
(EEEFM JK-2020)
 Os especialistas têm observado que a temperatura média anual está
aumentando. Uma das causas desse aumento é o "efeito estufa", cuja
ocorrência se deve:
a) Ao aumento da concentração de monóxido de carbono na atmosfera.
b) Ao aumento da concentração de dióxido de carbono na atmosfera.
c) Ao aumento da concentração de nitrogênio na atmosfera.
d) A diminuição da concentração de oxigênio na atmosfera.
e) A diminuição da concentração da camada de ozônio na atmosfera.
(EEEFM JK-2020)
 .Qualquer alteração das propriedades químicas ou biológicas do meio
ambiente (solo, ar e água ) que seja nociva ou ofensiva à saúde, à segurança e
ao bem-estar das populações ou ocasione danos à fauna e à flora" recebe o
nome de:
a) população.
b) poluição.
c) putrefação.
d) profanação.
e) nenhuma das anteriores.
 (EEEFM JK-2020)

Quais são os efeitos da destruição da camada de ozônio na saúde humana?


a) Principalmente problemas cardiovasculares.
b) Aumenta o risco de melanoma.
c) Problemas hepáticos.
d) Aumenta a incidência de problemas nas vias respiratórias.
e) Reduz o número de glóbulos vermelhos no sangue.
 (EEEFM JK-2020)
O que é o ozônio?
a) É o gás responsável pelo Efeito de Estufa.
b) É o gás que misturado com o vapor de água origina as Chuvas Ácidas.
c) É uma substância abundante na troposfera.
d) É formado por moléculas constituídas por dois átomos de oxigênio.
e) É formado por moléculas constituídas por três átomos de oxigênio.
(EEEFM JK-2020)

Qual é a principal causa da destruição da camada de ozônio?

a) O Efeito de Estufa.
b) As Chuvas Ácidas.
c) O abate de árvores.
d) Os CFCs.
e) A concentração de dióxido de carbono.

 (EEEFM JK-2020)
Qual é a principal função do ozônio?
a) Filtrar a radiação ultravioleta emitida pelo sol.
b) Absorver a radiação infravermelha emitida pelo sol.
c) Absorver o dióxido de carbono.
d) Assegurar o equilíbrio térmico na Terra.
e) Facilitar a renovação da atmosfera.

 (EEEFM JK-2020)

Na estratosfera, existe uma camada formada por ozônio, constituída por três
átomos de oxigênio, formando um escudo invisível que protege a superfície do
planeta contra os raios ultravioletas vindos do Sol. Esta radiação UV, que
bronzeia, seca e envelhece a pele, é nociva aos animais e plantas,
principalmente porque pode danificar o DNA (ácido desoxirribonucleico),
levando eventualmente a um crescimento tumoroso como, por exemplo, o
câncer de pele, problemas nas córneas e fragilizar o sistema imunológico.
Pode-se relacionar a formação da camada de ozônio com o ciclo do:
a) Nitrogênio
b) Carbono
c) Oxigênio
d) Enxofre
e) Fósforo

 (EEEFM JK-2020)
O dióxido de enxofre (SO2), produto tóxico liberado na atmosfera a partir da
queima industrial de combustíveis, está relacionado diretamente com
a) destruição da camada de ozônio.
b) a formação da chuva ácida.
c) a inversão térmica.
d) o efeito estufa.
e) a eutrofização.
 (EEEFM JK-2020)
Normalmente, o ar próximo ao solo é mais quente e menos denso que o ar das
camadas superiores. A diferença de densidade faz surgirem duas correntes de
ar em sentidos opostos: uma de ar quente, que sobe, e outra de ar frio, que
desce, substituindo o ar que subiu. Geralmente durante o inverno ocorre o
aquecimento de camadas superiores, interrompendo o fluxo de ar.
Consequentemente o ar poluído estaciona e as substâncias tóxicas se
acumulam no ambiente.
O texto descreve o fenômeno chamado
a) destruição da camada de ozônio.
b) efeito estufa.
c) inversão térmica.
d) chuva ácida.
e) eutrofização.
 (EEEFM JK-2020)
O CO² é o principal causador do fenômeno conhecido como:
a) Eutrofização.
b) Chuva ácida.
c) Inversão térmica.
d) Efeito estufa.

Você também pode gostar