Você está na página 1de 3

ESCOLA ESTADUAL DE ENSINO MÉDIO TOM JOBIM

Avenida Jacuí, s/nº - Vila Cruzeiro do Sul – Porto Alegre, RS - Fone 3266.5172
Turma: Componente Curricular:
Nome do Professor: Atividade referente a carga horária do dia:
Texto 1: História – Seca, fenômeno secular na vida dos nordestinos

A história das secas na região Nordeste é uma prova de fogo para quem lê ou escuta os relatos que
vêm desde o século 16. As duras consequências da falta de água acentuaram um quadro que em diversos
momentos da biografia do semiárido chega a ser assustador: migração desenfreada, epidemias, fome,
sede, miséria. Os relatos de pesquisadores e historiadores datam da época da colonização portuguesa na
região. Até a primeira metade do século 17, quem ocupava as áreas mais interioranas do semiárido
brasileiro era a população indígena. Uma das primeiras secas que se tem notícia aconteceu entre 1580 e
1583.
(Revista Ipea, Ano 6. Edição 48 – 10/03/2009, por Pedro Henrique Barreto). 

Texto 2: Asa Branca (Luiz Gonzaga e Humberto Teixeira – 1947)

Quando olhei a terra ardendo Morreu de sede Cair de novo


Qual fogueira de São João Meu alazão Pra mim voltar
Eu perguntei, ai Até mesmo a asa branca Pro meu sertão
Meu Deus do céu, ai Bateu asas do sertão Quando o verde dos teus olhos
Por que tamanha Então eu disse: Se espalhar na plantação
Judiação Adeus, Rosinha Eu te asseguro
Que braseiro, Guarda contigo Não chores não, viu
Que fornalha, Meu coração Que eu voltarei, viu
Nenhum pé de plantação E hoje longe muitas léguas Meu coração
Por falta d’água Numa triste solidão
Perdi meu gado Espero a chuva

01 – Qual é o tema abordado nessa canção, que foi consagrada na voz de Luiz Gonzaga e ainda é popular
em todo o Brasil?

02 – Encontre, na letra da canção, o termo que é uma medida de comprimento utilizado para descrever a
que distância o indivíduo está de sua casa. Essa medida de comprimento equivale a quantos quilômetros?

03 – Leia com atenção a segunda estrofe. Que sentimento a estrofe expressa?

04 – A letra dessa canção, que foi escrita há muito tempo, retrata a situação nas regiões Norte e Nordeste
nos dias de hoje. Na sua opinião, por que será que isso ainda acontece?

05 – Na canção, a única esperança de retorno do indivíduo para sua terra natal se dá com a vinda regular
das chuvas. Você conhece outras formas de captação de água?

06 – Como você pode observar, a água é um recurso importante na vida dos seres vivos; por isso é
importante saber utilizá-la. Em quais situações você poderia reutilizar a água em sua casa?

07 – Quais são os sentimentos expressos na música?

08 – O contexto da música asa branca é o que ocorre durante a seca no Nordeste. Segundo o texto, qual é
a opção feita por algumas pessoas durante esse período?

09 – O texto mostra a realidade de alguns locais do sertão. De acordo com a música as pessoas gostam de
morar no nordeste? Justifique sua resposta.

10 – Sobre a linguagem não literária é correto afirmar, exceto:

a) É utilizada, sobretudo, em textos cujo caráter seja essencialmente informativo.


b) Sua principal característica é a objetividade.
c) Utiliza recursos como a conotação para conferir às palavras sentidos mais amplos do que elas realmente
possuem.
d) Utiliza a linguagem denotativa para expressar o real significado das palavras, sem metáforas ou
preocupações artísticas.
Exercícios: Gêneros Literários
Texto 1 – Maria Chiquinha – Sandy e Junior
O que que você foi fazer no mato, Maria Chiquinha?
Eu precisava cortar lenha, Genaro, meu bem
Quem é que tava lá com você, Maria Chiquinha?
Era filha de Sádona, Genaro, meu bem
Eu nunca vi mulher de bigode, Maria Chiquinha
Ela tava comendo jamelão, Genaro, meu bem (…)
Texto 2 – Velha Infância – Tribalista
Você é assim
Um sonho pra mim
E quando eu não te vejo
Eu penso em você
Desde o amanhecer
Até quando eu me deito…
Eu gosto de você
E gosto de ficar com você
Meu riso é tão feliz contigo
O meu melhor amigo
É o meu amor… (…)
Texto 3 – Dezesseis – Legião Urbana
João Roberto era o maioral, o nosso Johny era um cara legal. /Ele tinha um opala metálico azul, era o rei
dos pegas na asa sul , e de todo lugar. /Quando ele pegava no violão, conquistava as meninas e quem
mais quisesse ver, /Sabia tudo da Janis, do Led Zeppelin, dos Beatles e dos Rolling Stones,/Mas de uns
tempos pra cá, meio sem querer, alguma coisa aconteceu/ Johny andava meio quieto demais, só que quase
ninguém percebeu, oh,oh,oh/ Johny estava com um sorriso estranho, quando marcou um super pega no
fim-de-semana,/ Não vai ser no casebre, nem no lago norte, nem na UNB/ As máquinas prontas, um ronco
de motor / a cidade inteira se movimentou, /e Johny disse:-eu vou pra curva do diabo, sobradinho e
vocês?/ E os motores saíram ligados ali, / Pra estrada da morte o maior pega que existiu,/ Só deu pra
ouvir, foi aquela explosão, e os pedaços do opala azul de Johny pelo chão/ No dia seguinte, falou o diretor:-
O aluno João Roberto, não está mais entre nós./ Ele só tinha 16, que isto sirva de aviso pra vocês./ E na
saida da aula, foi estranho e bonito/ Todo mundo cantando baixinho/ Strawberry fields forever/ e até hoje
quem se lembra,/ diz que não foi o caminhão/ nem a curva fatal, e nem a explosão/ Johny era fera demais
pra vacilar assim/ E quem diga que foi tudo por causa de um coração partido/ Um coração../ Bye Bye
Johny./ Johny bye bye

1. A que gênero literário (narrativo, lírico e dramático) pertencem as músicas:

a) Maria Chiquinha

b) Velha Infância

c) Dezesseis

2. As características de um texto narrativo são personagens, tempo/lugar e ações. Analise a música


“Dezesseis”:

a) Sobre o personagem principal, identifique-o e fale sobre a personalidade dele descrita no início da
música.

b) É possível identificar quando e onde ocorreu a história?

c) Sobre “ações”, como podemos resumir a história apresentando o início, o meio e o fim dela?

3. A imagem que João Roberto aparentava correspondia com o que ele era na realidade? Explique.

4. João Roberto era jovem e tinha a vida toda pela frente. Você concorda com a postura e a concepção de
amor dele?

5. Releia o texto:

a) Por que a música se chama “Dezesseis”?

b) Que mensagem o autor quis transmitir ao intitulá-la de “Dezesseis”?

Você também pode gostar