Você está na página 1de 6

PLANO DE TRABALHO – PROGRAMA SALA DE LEITURA - 2018

E. E. DR CASEMIRO DA ROCHA

Prof.ª Gisele Aparecida de Macedo


Cunha, 26 de Março de 2018

PÚBLICO ALVO: Alunos do Ensino Fundamental.

PERÍODO DE EXECUÇÃO: ano letivo de 2018

APRESENTAÇÃO
   O presente projeto de sala de leitura tem a pretensão de contribuir para
a formação de alunos leitores, críticos e participativos,  capazes de interagirem
em sua realidade na condição de cidadãos consciente de sua atuação na
sociedade, entendida como pré-condição do exercício pleno da cidadania.
A Escola Casemiro da Rocha sempre se preocupou em desenvolver
uma educação verdadeiramente comprometida com o ensino de qualidade
para todos. No entanto, nem todos os educandos têm conseguindo concluir o
ano letivo desenvolvendo uma leitura fluente e compreendendo aquilo que
estão lendo com segurança e autonomia.
Acredito que com a implementação deste projeto venha favorecer
significativamente o processo ensino-aprendizagem visto que se propõe a
colaboração para o estímulo da leitura e escrita no interior do espaço escolar,
consequentemente, melhorar o desempenho dos alunos em outras disciplinas,
e venha contribuir numa melhora significativa em relação ao IDESP no Ensino
Fundamental, já que a leitura está inserida em todo o processo de ensino e no
dia a dia dos educandos.

OBJETIVO GERAL:
Desenvolver habilidades relacionadas à leitura, interpretação e produção
de texto estimulando no educando o gosto pela leitura e escrita, ampliando o
conhecimento linguístico e cultural. Contribuindo dessa forma, na formação de
valores e para a construção da cidadania.

 OBJETIVOS ESPECÍFICOS:
 Despertar o interesse  e o gosto pela leitura e escrita;
 Estimular o hábito diário da leitura;
 Ampliar o repertório literário dos alunos por meio da leitura diária;
 Conhecer e identificar textos literários e não literários;
 Identificar e relacionar os diversos gêneros literários.
 Possibilitar um maior contato entre criança e livro.
 Desenvolver atividades interdisciplinares, dialogando com as mais
diversas áreas do conhecimento, levando a percepção de que o
desenvolvimento de habilidades de leitura e escrita é uma atribuição de
todos.
 Possibilitar momentos de integração e interação com outras salas como
a de informática através da divulgação dos acervos literários da sala de
leitura, etc.
 Divulgar e criar campanhas para estimular os empréstimos de livros.
 Elaborar junto com o educando projetos ligados aos temas transversais,
visando à discussão dos mesmos e a culminância em eventos da
escola: Festival Cultural e outras apresentações.
 Relacionar os textos lidos com a vida diária.
 Promover momentos de socialização levando o educando a expressar
seus sentimentos, experiências, ideias e opções individuais (elaboração
do combinado didático).
 Proporcionar aos educandos leituras literárias e oficinas de
redação, para o desenvolvimento  da oralidade e da produção textual.
 Desenvolver o senso crítico a partir dos livros lidos e relidos.

JUSTIFICATIVA
A prática escolar tem nos comprovado que sem leitura torna-se quase
impossível ao aluno o prosseguimento nos estudos. A atividade de leitura não
corresponde a uma simples decodificação de símbolos, mas significa, de fato,
interpretar e compreender o que se lê. Ela possibilita a aquisição da maior
parte dos conhecimentos acumulados pela humanidade. 

Entretanto, faz-se necessário desenvolver atividades diferenciadas que


estimulem os alunos a serem protagonistas de suas ações, uma vez que a
escola tem um papel decisivo na ampliação da competência leitora dos
educandos. 

“Aprender a ler é antes de tudo aprender a ler o mundo, compreender o


seu contexto, não numa manipulação mecânica de palavras, mas numa relação
dinâmica que vincula linguagem e realidade. Ademais, a aprendizagem da
leitura é um ato de educação e educação é um ato profundamente político.”
(Antônio Joaquim Severino).
  Ao  observar à afirmação do referido autor, fica claro que não é possível
pensar a educação desvinculada da leitura, pois é esta uma ferramenta de
suma importância/indispensável, pois compreendemos que através da leitura
os educandos terão várias possibilidades de adquirir conhecimento,
informação, lazer, cultura e integração social, possibilitando transformações
tanto individuais como coletivas. Ademais, a leitura e a escrita são valores
importantes para o homem tornar-se cidadão consciente de seu discurso e do
poder que tem. Sem esses valores tão indispensáveis nos tornamos seres
incapazes de exercer plenamente nossa cidadania.
      Ao olharmos para o interior de nossa escola, podemos observar que
muitos de nossos alunos, leem pouco ou quase nada. Ora, tão importante
quanto ler, é compreender o significado do texto lido.
       Há grande queixa por parte dos professores sobre o desinteresse que
muitos alunos expressam quando a atividade envolve a leitura, pois muitos
decodificam palavras sem a preocupação de entender realmente o que se está
lendo. E isso reflete negativamente no baixo rendimento do aluno e,
consequentemente, na qualidade do ensino.

ATIVIDADES A SEREM DESENVOLVIDAS


As propostas metodológicas do projeto serão desenvolvidas durante todo o
período letivo e envolverão as seguintes atividades:
 Leitura e reescrita dos livros literários; 
 Filmes;
 Preencher o painel com sugestões e sinopses dos livros;
 Ilustração criação de cartazes e murais coletivos;
 Organização do acervo;
 Organização de eventos literários;
 Histórias contadas, lidas e dramatizadas;
 Brincadeiras e jogos;
 Trabalhos contextualizados e interdisciplinares;
 Levantamento dos alunos que apresentam dificuldade na leitura através
da aplicação de teste diagnóstico individual;
 À Hora dos Vídeos;
 Exposição oral e escrita das leituras lidas e ouvidas articuladas a
vivência diária;
 Gincana da leitura (dia do livro);
 Produção de texto através da escrita e do desenho;
 Oficina de redação;
 Biblioteca itinerante;
 Sarau de poesias;
 Teatro abordando temas transversais;
 Dramatização (datas comemorativas);
 Hora do jornal;
 Mostra de trabalhos; 

NORMAS
• Orientar a dinâmica que será trabalhada;
• Registrar a freqüência.
• Trabalhar as normas da sala de leitura com os alunos; 
• Observar a disposição dos livros e ao deixar a sala, os mesmos deverão estar
nos lugares certos, cadeiras e mesas limpas e organizadas para a próxima
turma;
• Manusear os livros com cuidado;
• Evite rasgar e estragar os livros e painéis;
Não retirar nenhum livro da sala de leitura; 
• Não riscar mesas, cadeiras, paredes; 
• Entrar com cuidado, falar baixo e levantar a mão, esperando a sua vez de
falar; 
• Realizar com empenho e capricho, as atividades propostas pelo professor;
METAS:
O projeto tem como meta alcançar pelo menos 80% dos alunos, estimulando-
os a desenvolver o gosto e o prazer pela leitura através do interesse revelado
nos empréstimos, nas frequências e participações das atividades propostas
pela sala de leitura.

Você também pode gostar