Você está na página 1de 3

ASSESSOTEC

ASSESSORIA TECNICA EM ACIONAMENTOS


https://sites.google.com/view/calcular-potencia-do-motor/pagina-inicial
José Luiz Fevereiro Cel. 11 9.9606.7789
e-mail: fevereirojl@gmail.com

CALCULO PRÁTICO DA POTÊNCIA NECESSÁRIA PARA ACIONAMENTO DE CALANDRAS

Imagem internet

Objetivo da calandra: Calandrar chapas de aço SAE1020 com espessura (e)120 mm e largura (b)1000mm.
Tensão de flexão. Resistência à ruptura do material (f) = 40kg/mm²
Velocidade dos rolos: 2 rpm

Fórmulas básicas
Tensão de flexão Momento fletor Módulo resistente para chapa plana
𝑀𝑚𝑎𝑥 𝑃∗𝐿 𝑏 ∗ 𝑒²
𝜎𝑓 = 𝑀𝑚𝑎𝑥 = 𝑊=
𝑊 4 6

𝜎𝑓 ∗ 2 ∗ 𝑏 ∗ 𝑒²
𝑃=
3∗𝐿

sendo
L = 1560mm b = largura da chapa = 1000mm
𝜎𝑓 = tensão de flexão = 40kgf/mm² e = espessura da chapa = 120mm

Como o objetivo é garantir a operação de curvatura e deformação permanente do material, vamos trabalhar com
a resistência do mesmo na faixa de ruptura. r = 40kg/mm²

O valor da força P para curvar a chapa deverá ser igual ou acima de

𝜎𝑓 ∗ 2 ∗ 𝑏 ∗ 𝑒² 40𝑘𝑔𝑓/𝑚𝑚² ∗ 2 ∗ 1000𝑚𝑚 ∗ (120𝑚𝑚)²


𝑃= = = 246154𝑘𝑔𝑓
3∗𝐿 3 ∗ 1560𝑚𝑚
Os mancais dos cilindros Ra e Rb servirão como duas reações de apoio à força P exercida em ângulo de 34°.
𝑃 ∗ 𝑐𝑜𝑠34° 246154𝑘𝑔𝑓 ∗ 0,829
𝑅𝑎 = 𝑅𝑏 = = = 102035𝑘𝑔𝑓
2 2

Cálculo das forças de atrito (forças resistentes ao giro Fr e Fe)

k = contato entre o cilindro e a chapa.

- A pressão específica (kgf/mm²) do cilindro sobre a chapa provoca deformação a qual deve ficar equilibrada
com o limite de resistência ao escoamento (𝜎𝑒 ) dos materiais das superfícies em contato. Em razão disso, o
valor de k pode ser calculado pela fórmula:
𝑃 = 𝑘 ∗ 𝑏 ∗ 𝜎𝑒 → sendo que 𝜎𝑒 = 19𝑘𝑔𝑓/𝑚𝑚²
𝑃
𝑘=
𝑏 ∗ 𝜎𝑒
𝑃 246154𝑘𝑔𝑓
𝑘1 = = = 13𝑚𝑚
𝑏 ∗ 𝜎𝑒 1000𝑚𝑚 ∗ 19𝑘𝑔𝑓/𝑚𝑚²
𝑅𝑎 102035𝑘𝑔𝑓
𝑘2 = = = 5,4𝑚𝑚
𝑏 ∗ 𝜎𝑒 1000𝑚𝑚 ∗ 19𝑘𝑔𝑓/𝑚𝑚²
𝑘3 = 𝑘2

- Força de atrito de rolamento do cilindro P com diâmetro 510mm sobre a chapa.


𝑘1 13𝑚𝑚
𝐹𝑟1 = 𝑃 ∗ = 246154𝑘𝑔𝑓 ∗ = 6253𝑘𝑔𝑓
𝐷 510𝑚𝑚

- Força de atrito de rolamento dos cilindros de apoio Ra e Rb com diâmetro 410mm sobre a chapa
𝑘2 5,4𝑚𝑚
𝐹𝑟2 = 𝑅𝑎 ∗ = 102035𝑘𝑔𝑓 ∗ = 1336𝑘𝑔𝑓
𝐷 410𝑚𝑚
𝐹𝑟3 = 𝐹𝑟2 = 1336𝑘𝑔𝑓

- Forças de atrito nos mancais de deslizamento


http://ftp.demec.ufpr.br/disciplinas/EngMec_NOTURNO/TM356/Prof_Jorge_Erthal/Aulas/10-
Mancais%20de%20Deslizamento.pdf
𝜇 = 𝑐𝑜𝑒𝑓𝑖𝑐𝑖𝑒𝑛𝑡𝑒 𝑑𝑒 𝑎𝑡𝑟𝑖𝑡𝑜 𝑑𝑒 𝑑𝑒𝑠𝑙𝑖𝑧𝑎𝑚𝑒𝑛𝑡𝑜 𝑝𝑎𝑟𝑎 𝑎ç𝑜 𝑠𝑜𝑏𝑟𝑒 𝑏𝑟𝑜𝑛𝑧𝑒: 0,02 𝑙𝑢𝑏𝑟𝑖𝑓𝑖𝑐𝑎𝑑𝑜; 0,3 𝑎 𝑠𝑒𝑐𝑜.
Força de atrito de deslizamento do mancal de bronze do cilindro P
𝐹𝑒1 = 𝑃 ∗ 𝜇 = 246154𝑘𝑔𝑓 ∗ 0,2 = 49231𝑘𝑔𝑓

Força de atrito de deslizamento do mancal de bronze do cilindro Ra


𝐹𝑒2 = 𝑅𝑎 ∗ 𝜇 = 102035𝑘𝑔𝑓 ∗ 0,2 = 20407𝑘𝑔𝑓

Força de atrito de deslizamento do mancal de bronze do cilindro Rb


𝐹𝑒3 = 𝑅𝑏 ∗ 𝜇 = 102035𝑘𝑔𝑓 ∗ 0,2 = 20407𝑘𝑔𝑓

Torque necessário para vencer as forças de atrito nos eixos dos cilindros
𝑃 ∗ (𝑘1 /2 + 𝜇 ∗ 𝑟) 𝑅𝑎 ∗ (𝑘2 /2 + 𝜇 ∗ 𝑟) 𝑅𝑏 ∗ (𝑘3 /2 + 𝜇 ∗ 𝑟)
𝑇= + +
1000 1000 1000

246154 ∗ (6,5 + 0,2 ∗ 130) 102035 ∗ (2,7 + 0,2 ∗ 75) 102035 ∗ (2,7 + 0,2 ∗ 75)
𝑇= + + =
1000 1000 1000

𝑇 = 11604𝑘𝑔𝑓𝑚

Potência necessária para acionamento da calandra


𝑇∗𝑛 11604𝑘𝑔𝑓𝑚 ∗ 2𝑟𝑝𝑚
𝑃= = = 38𝐶𝑉
716,2 ∗ 𝜂1 ∗ 𝜂2 716,2 ∗ 0,95 ∗ 0,9

𝑛 = rotação do cilindro
𝜂1 = rendimento do redutor
𝜂2 = rendimento do par de engrenagens