Você está na página 1de 9

menu  Buscar

Verdade e nada além da verdade


Andar com Deus é uma decisão pessoal. Mas saiba disso: se o dono da casa soubesse a que hora da noite viria o ladrão,
teria vigiado e não permitiria furar sua casa. Por isso ficai também vós apercebidos, porque o Filho do Homem vier na hora
em que você não espera. Mateus 24: 43-44

A origem da palavra-Deus, o texto da fonte Hebrew

Deus

<O   ( lae ), "Deus". Este termo foi a forma mais comum de se referir a uma divindade no antigo Oriente Médio.
Embora muitas vezes aparece sozinho,  <a   também é combinado com outras palavras para formar um termo
composto referindo-se à divindade ou para identificar de alguma forma a natureza e funções do "Deus". Daí a
expressão  <o  e lohim yishrael  ( "Deus, o Deus de Israel"; Gn 33.20) identificar as atividades específicas do Deus de
Israel. Nos tempos antigos,acreditava-se de saber o nome de uma pessoa deu-lhe poder sobre ela. Considerou-se
que o conhecimento do caráter e os atributos de "divindades" pagãos permitir adoradoresmanipular ou influenciar
as divindades de maneiras mais eficazes do que se os seus nomes permanecem desconhecidos. Até certo ponto, a
ambiguidade do termo  <as  pessoas frustradas à espera de alguma forma obter poder sobre a divindade, porque o
nome quase não indica nada sobre a natureza do "Deus". Isso se encaixa particularmente  <As , principais "deus"
cananeus. Os semitas antigos permaneceram horrorizados com os poderes superiores dos deuses e fez tudo que
podia em seu poder para propiciar. Divindades geralmente associado com a demonstração e utilização de enorme
poder. Talvez isso se reflete na frase hebraica curiosa: "Power [ <a ] na minha mão" (Gn 31.29 rv-95, RVR, "Eu tenho
poder" LBA, RVA, "poderia você está errado" bj; bla; cf. Dt 28,32). Algumas frases hebraicas associado Salmos  <os
  aspectos impressionantes da natureza, como os cedros do Líbano (Sl 80,10) ou para as montanhas (Sl 36,6).
Nestes casos, é limpar a conotação de magnificência e majestade.

substantivos compostos com  <o   eram comuns no Oriente Médio durante o segundo milênio aC Metusael (Gn
4:18) e Ismael (Gn 16.11) são dois nomes que vêm de um período muito precoce. Durante o período mosaico  <as
 arquibancadas foi o Senhor quem libertou os israelitas da escravidão no Egito e os ajudou a ganhar a batalha (24,8
Nm). Esta tradição de  <o  hebraico como um "Deus" que se revela no poder e estabelece relação de aliança com o
seu povo é muito proeminente em ambos poesia (Sl 7,11; 85,8) e profecia (Is 43,12; 46,9) . Os israelitas foram
comummente usadas nome  <o  para designar o fornecimento de energia ou sobrenatural. Este foi o tempo normal
e legítima uma vez que a aliança entre Deus e Israel assegurou um povo obediente e santas que as forças criativas
do universo iria segurar e protegê-lo em todos os momentos. Por outro lado, se eles desobedeceram e apostatou,
essas mesmas forças iria puni-los severamente.

< E lah  ( HL; AO ), "Deus". Esta palavra aramaicaequivalente aotermo hebraico  < e loÆah . É um termo geral para
"Deus" em passagens aramaico do Antigo Testamento e também uma forma cognato da palavra  <allah , os árabes
usado para falar sobre Deus. O termo é amplamente utilizado em Ezra: não inferior a 43 vezes entre 4,24 e 7,26 Esd
aparece. Em cada caso, refere-se a "Deus" do povo judeu, era ou não um judeu que usou. Este é o caso quando o
governador da província "Beyond the River" (ou seja, a oeste do rio Eufrates) falou ao rei Dario sobre "a casa do
grande Deus" (Esdras 5,8). Também instruiu Sesbazar Cyrus, governador, "a casa de Deus ser edificada" (Esdras
5,15) em Jerusalém.

Embora os persas certamente não adoraram a "Deus" de Israel, deram-lhe a dignidade que pertencia a do "Deus do
céu" (Esdras 6,10). Eles fizeram assim em parte da superstição; embora a natureza pluralista do Império Persa
recém-conquistado exigiu que deve honrar os deuses dos povos conquistados nos interesses da paz e harmonia
social. Quando Ezra usa o termo  < e lah muitas vezes especifica o Deus dos judeus. Fala, por exemplo, o "Deus de
Israel" (5,1; 6,14), o "Deus do céu" (5,12; 6,9) e o "Deus de Jerusalém" (7,19). Também associada a "Deus" com a sua
casa em Jerusalém (5.17, 6.3). O decreto de Artaxerxes falando de "sacerdote Esdras, o escriba da lei do Deus do
céu" (7.12, 21). Esta designação iria parecer estranho vindo de um rei persa pagão, se não fosse para a política de
tolerância religiosa praticada dinastia aquemênida. Em outras partes do Esdras,  < e lah   está associada com o
templo, tanto na sua construção (5,2, 13) como um edifício concluído e consagrado para o culto divino (6,16).

Em um verso de Jeremiah escrito em aramaico (10.11), a palavra  < e lah  está em sua forma plural para descrever
os "deuses" que não tinham nada a ver com a criação do universo. Embora esses "deuses" falsos adorado nações
pagãs (e até mesmo reverenciado por alguns judeus em cativeiro babilônico), essas divindades acabaria
pereceram porque eles não eram eternos.

O livro de Daniel usa  < e lah  para falar ambos os pagãos "divindades", como o único "Deus" verdadeiro. sacerdotes
caldeus disse Nabucodonosor: " Em adição, a questão que o rei pergunta é difícil, e diante do rei que pode revelá-lo,
senão os deuses, cuja morada não é com a carne" (Dn 2.11 RVA). Os caldeus que se refere a esses "deuses"
quando eles relataram que Sadraque, Mesaque e Abede-Nego recusaram a participar de idolatria na planície de
Dura (Dn 3.12). Daniel lista esses "deuses" quando condenou o abandono de Nabucodonosor pelo culto do único
verdadeiro "Deus" de Israel (Dn 5,23). Em Dn 3,25, o termo refere-se a um ser divino ou mensageiro enviado para
proteger os três hebraico (Dan 3:28). Dn 4,8-9, 18; e 5.11, o "espírito dos deuses santos" Frase (; "Santo Deus" NRV
rv, RVA, rv-95, LBA, bla) aparece. Os restantes menções de  < e lah  referem-se a viver "Deus" quem Daniel adorado ".

< E loÆah  ( H '/ LAO ), "Deus." Este nome hebraico para "Deus" corresponde àpalavra aramaica  < e lah  e Ugaritic  il
 (oucaso de uma deusa,  ILT ). A origem do termo é desconhecida e raramente é usada nas Escrituras como uma
denominação divina. Pelo caminho, a sua distribuição nos vários livros da Bíblia é curiosamente desigual. Parece  <
e
loÆah  40 vezes em Jó entre 3,4 e 40,2; no resto do Antigo Testamento, o termonão usado mais de 15 vezes.

Alguns estudiosos acreditam que a palavra  < e loÆah  é a versão singular do plural comum  < e loÆhéÆm , plural de
majestade. Pensa-se geralmente que  < e loÆah   é vocativo, com o significado de "Oh Deus." Mas isso não está
claro por que ele precisava para ter uma maneira especial vocativo se dirigir a Deus, desde o plural  < e loÆhéÆm  é
muitas vezes traduzido como vocativo, quando o adorador aborda diretamente a Deus como Sal 79,1. Ele é óbvio
que não é uma relação linguística entre  < e loÆah  e  < e loÆhéÆm , mas não é fácil preciso.

A palavra  < e loÆah   é mais prevalente na poesia do que em prosa, o que é particularmente verdadeiro de Jó.
Alguns estudiosos têm sugerido que o autor de Jó escolheu uma descrição da divindade que evitou as associações
históricas encontradas em tais frases como "o Deus de Betel" (Gn 31.13) ou "Deus de Israel" (Êxodo 24.10) de
propósito. Mesmo o livro de Jó não é historicamente neutra, uma vez que são mencionados os locais de introdução
e pessoas (cf. Jó 1.1, 15, 17). Talvez o autor considerou  < e loÆah   ser um termo apropriado para a poesia e,
portanto, utilizado -lo em conformidade. Isso aparentemente é o caso também no Sal 18.31, encontramos  < e
loÆah   em vez de  < e l , como na passagem paralela em 2 S 22.32). Ele também aparece  < e loÆah   como um
termo para "Deus" (Sl 50,22, 139,19, e Pr 30,5). Embora  < e loÆah  como nome divino é raramente utilizada fora do
trabalho, a sua história literária se estende desde pelo menos o segundo milênio aC (como em Dt 32.15) para o
século V aC (como em Ne 9,17).

<O Shadday  ( lae yD'v' ), "Deus Todo-Poderoso". A combinação de  <em  um qualificativo é uma tradição religiosa
que foi, talvez, presente entre os israelitas desde o terceiro milênio aC Alguns séculos mais tarde,  Shadday
 aparece em nomes pessoais hebraicas como Zurisadai (1,6 Nm) e Amisadai (1,12 Nm). O primeiro uso do apelido
comotítulo da divindade ( "Deus Todo-Poderoso") está em Gn 17,1, quando "Deus" é identificado com Abraham.

Infelizmente, não existe uma explicação do nome; Nem as indicações dadas "andar antes de mim e sê perfeito" não
esclarecer o significado de  Shadday . Estudiosos têm tentado para entender o nome relativo ao acádio prazo 
shadu  ( "montanha"); porque "Deus", revelou o seu grande poder relacionadas com montanhas tais como erupções
vulcânicas ou talvez porque ele foi considerado forte e imutável como as "montanhas eternas" na bênção de Jacob
(Gn 49,26 RVA) fenômenos. Certamente um aspecto importante da religião mesopotâmica foi a associação da
divindade com montanhas. É acreditava-se que os "deuses" preferido para debruçar sobre os picos das montanhas
e templos que os Sumerianos construídas na forma de torres escalonadas, ziggurats, foram montanhas artificiais
com fins de culto. Ele é usado para construir um pequeno templo no topo do zigurate para os empregadores
divindade descerá do céu para habitar ali. Os hebreus começaram a sua própria tradição da revelação das
montanhas logo após o êxodo, mas então o nome  <o Shadday  tinha sido substituído pelo tetragram Senhor (Ex
3.15; 6.3).
<O Shadday   era o nome de "Deus" que os patriarcas usado em conexão com a aliança até o tempo de Moisés,
quando uma nova revelação (Ex 6,3) ocorreu. A aliança com Abraão foi caracterizado por um grau de aproximação
entre "Deus" e protagonistas humanos que se destaca na história dos hebreus. O "Deus Todo-Poderoso" foi
revelado como uma divindade poderosa capaz de fazer tudo o que é proposto. No entanto, o grau de intimidade
entre  <o Shadday  e patriarcas em vários estágios de sua peregrinação mostra que o pacto envolveu o cuidado e
amor de Deus para a família crescente a quem ele escolheu, protegidos e prosperou. Ele levou a família do
convênio de lugar para lugar, sendo claramente presente com eles em todos os momentos. As formulações do
show aliança que Deus não estava preocupado com os ritos de culto e celebrações orgiásticos. Em vez exigiu
obediência a tal ponto quepermitir a Abraão e seus descendentesandar na sua presença, e têm vidas morais e
espirituais sem mácula (Gn 17.1). Portanto, o verdadeiro serviço a  <o Shadday  não era cultual e ritual, mas moral e
caráter ético.

Durante o mosaico período inicial, o novo nome redentor de "Deus" e a formulação da aliança do Sinai fez  <o
Shadday  deve tornar-se quase obsoleto como um apelido de divindade. Mais tarde, no Antigo Testamento, o nome
aparece 35 vezes, principalmente no trabalho. Ocasionalmente, o nome é usado como sinônimo com o
Tetragrammaton Jahveh (Rt 1,21; Sal 91,1-2) para enfatizar o poder ea força de "Deus" da maneira usual.

<O> oÆlam  ( ul; / [lae ), "Deus da eternidade; Deus eterno; Deus eterno ". Não estão relacionadas com as formas
prazo  > oÆlam  em várias línguas do antigo Oriente Médio; referem-se ao período de tempo ou em tempo muito
distante. A idéia pareceser quantitativos em vez de metafísica. Assim, na literatura Ugaritic  > bd> lm   significa
"escravo permanente"; o termo  > lm  (como o hebraico  > oÆlam ) expressa um período imensurável ou longo.

Apenas em um algumas passagens poéticas como Salmo 90.2, julga-se que essas categorias temporais não
atingem descrever a natureza da existência de "Deus" como  <o> oÆlam . Nestes casos, considera-se que o Criador
tem sido "de eternidade a eternidade"; mas mesmo este uso de  > oÆlam   expressa a idéia de uma existência
contínua e mensurável em vez de um considerações condição idependiente temporários.

O nome  <o> oÆlam  foi associada predominantemente com Beersheba (Gn 21,21-34). A liquidação das Beersheba
foi talvez fundada no início da Idade do Bronze, e o relato de Gênesis explica que o termo significa "poço do
juramento" (Gn 21.31). No entanto, também pode significar "bem dos sete", porque um dos sete cordeiros longe
como testemunhas para o juramento.

Abraão plantou uma árvore memorial em Beersheba e adorou ao Senhor como  <o> oÆlam . O fato de que Abraão
permaneceu muitos dias na terra dos "filisteus" parece que sugerem que a continuidade ea estabilidade associada
com  <o> oÆlam , que não apenas as vicissitudes do tempo. Embora Beersheba foi , talvez, originalmente um lugar
onde os cananeus adoravam, o local estava mais tarde associado com a adoração de Deus de Abraão.

Mais tarde Jacob viajou para Beersheba para oferecer sacrifícios à Deus de seu pai Isaac. No entanto, ele ofereceu
sacrifícios a  <o> oÆlam  nome; e embora ele teve uma visão de Deus, ele recebeu uma revelação de que este era o
Deus que Abraham veneró em Beersheba. Além disso, Deus omitido a mencionar o nome de Abraham afirmando
que ele era o Deus de Jacob 's pai.

Gênesis 21.33 é o único lugar no Antigo Testamento em que o título aparece  <o> oÆlam . Isaías 40.28 é o único
caso em  > oÆlam  é usado com um nome que significa "Deus".

Fonte:  http://www.ministros.org/Hebreo/4.htm
anúncios

O seu voto:

            1 Vote

Compartilhe este:

 Facebook 6  chilro  google  LinkedIn  Correio eletrônico  Reddit  Tumblr

 impressão

 Me gusta
Sé el primero en decir que te gusta.

relacionado

¿Todos somos Dios o todos 100 ARGUMENTOS BÍBLICOS JESÚS: ¿DIOS EL HIJO, O EL
somos hijos de Dios? PARA LA FE UNITARIA [UN HIJO DE DIOS?
En "Budismo - Hinduismo" DIOS] En "Apocalipsis"
En "Últimos días"

15 agosto de 2011  Deixe uma resposta

«Anterior Seguinte»

resposta
Desculpe, você deve ser registrado no para postar um comentário.

A verdade

A verdade
A verdade

Sobre

Em um mundo cheio de mentiras nunca é demais para ter alguma verdade, esse é o tema principal do nosso blog. O que
é isso?. Muitas pessoas fazem essa pergunta e minha resposta é simples, se existe, é verdade.

Wikipedia diz: "O significado da palavra verdade se estende de honestidade, boa fé e sinceridade humana em geral, com o
acordo de conhecimento com as coisas que são afirmadas como fatos: fatos ou coisa particular; e a relação de fatos ou
coisas completamente na constituição de todos, o Universo ".

Disse-lhe Jesus: Eu sou o Caminho, a Verdade ea Vida; Ninguém vem ao Pai senão por mim. (John 14: 6). Devemos
questionar as palavras do professor?. EU NÃO.

Convido você a navegar através dos diferentes temas em busca de conhecimento, porque o conhecimento, podemos ser
bons defensores da verdade.

"Eu não me considero um guru, porque um guru diz outras coisas para fazer. Eu sou um pensador, e outros ensiná-los a
pensar por si mesmos "(Dr. Rusell Ackoff)

Contador de visitas

Free Web Hosting

Free Web Hosting

categorias

Selecione a categoria

mensagens

AGOSTO 2011

L M X J V S D
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31  
«julho   setembro »

posts recentes

# # A ideologia de gênero desmorona diante do #ciencia


O cérebro não é apenas uma questão
GOVERNO CHILENO IMPOSTAS: chuveiros Trans e banheiros em escolas
É o "casamento" homossexual eo aborto são direitos humanos? especialistas responder
Novo estudo mostra o desenvolvimento de nervos em embriões e fetos no primeiro trimestre

Siga o blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail a seguir este blog e receber notificações de novos posts por email.
Junte-se a 2.964 outros seguidores

Introduce tu dirección de correo electrónico

seguir

Verso do dia

Jesus disse até ele, eu sou o caminho, ea verdade ea vida; Ninguém vem ao o Pai senão por mim. - João 14: 6 2 dias atrás

Riquezas e honra e vida são o resultado da humildade e do temor do Senhor. - Provérbios 22: 4 1 semana atrás

Nenhuma palavra torpe proceder a partir de sua boca, mas o que é bom para edificação necessário, que pode dar graça
para oyentes.Ef4 29 1 semana atrás

A luz resplandece nas trevas, e as trevas não a compreender isso. - João 1: 5 1 semana atrás

Ele não está aqui, porque já ressuscitou, como havia dito. Vinde, vede o lugar onde o Senhor jazia . - Mateus 28: 6 3
semanas atrás

Seguir a @bibliar

Facebook

La Verdad y solo la Verd…


2463 Me gusta

Me gusta esta página Compartir

chilro

Erro: Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

Últimas USGS Terremotos

Ocorreu um erro; a alimentação é provavelmente baixo. Tente novamente mais tarde.

RSS

RSS - Mensagens
RSS - Mensagens

Posts e páginas populares

10 cientistas que afirmam ter provas da existência de Deus


15 razões pelas quais yoga é extremamente perigoso
O Kybalion, você reservar Santo?, Quais são seus ensinamentos?
Que é o nosso próximo? O que é amor? Como amar o nosso próximo?
Razões que demonstram que o Anticristo será um judeu
# # A ideologia de gênero desmorona diante do #ciencia
O hebraico Tetragrammaton, sua origem e significado. Será que Deus de Israel, ou deus do mundo?
Kabbalah judaica
A Lei da Atração e da Bíblia
Pode ser significativo 2018 em termos proféticos?

HASHTAG

2012 2013 aborto anticristo apocalipse arqueologia ateísmo banqueiros Benedict o XVI bíblia

chile chinês chip de ciência CME conspiração controle global crise energética
Cristianismo desinformação dinheiro Deus economia economia mundial EUA Estados
Unidos extraterrestre dia do juízo final da guerra guerras história homossexualidade ICAR Igreja

Católica irã israel Jesuítas de Jesus judeus erupções solares maçonaria Médio Oriente México nasa
Netanyahu nova era notícia notícias profética nova ordem mundial NWO
obama ONU Oriente Médio preto ouro UFOS palestinos petróleo previsões profecias religião rússia

sionismo síria terremotos sol guerra mundial terremotos vezes profética ufo
universo União Europeia EUA Vaticano vladimir putin YHVH Yeshua

blogroll

capitalismo Crepúsculo (Anti NWO) Vários temas sobre o capitalismo, investimento e questões médicas
Novos céus e nova terra Este site é para ministrar aos crentes no Messias de Israel que veio, ele veio à direita do Pai e
voltará propósito.
A dissidência política crítica ou crítica política
Bandeiras falsas guerras causados
Deus frases Blog tentando para trazer o público um aspecto do debate entre ciência e fé
Os sinais dos tempos A Bíblia nos dá a capacidade de discernir os tempos do Apocalipse. A profecia é dada com um
objetivo final: Para chamar à reflexão e fé em Jesus Cristo como Salvador.
Urania em Berlim investigar e aprofundar os diferentes campos do conhecimento, sem âncoras, clichês ou invenções
supersticiosas obscurantistas.
verdade fé e verdade e fé, um blog com vários temas do cristianismo e apologética.

documentário recomendado
A questão das elites financeiras do mundo é extremamente espinhosa, contendo
muitos detalhes e um longo período histórico para ser compreendido. Neste artigo
vamos tentar dar alguns pontos importantes que cobrem, pelo menos duzentos
anos de história. Estaremos apresentando fundamentos para que o leitor pode ir
para criar a base necessária para finalmente conseguir entender que absolutamente
todos os grandes eventos no mundo têm uma linha comum, têm um padrão já
estabelecido há muito tempo, e, claro, tudo isso tem um objetivo muito bem
definido. "O conhecimento que irá mudar completamente sua visão do mundo e que
está realmente acontecendo em uma escala global" é dizer que o autor que
preparou as palestras apresentadas aqui, infelizmente faleceu em agosto de 2010 e
são apenas 8 dos 10 disponíveis apresentações foram planejadas, no entanto,
tentar cobrir o máximo possível neste artigo até aos nossos dias. O autor das
palestras que eu mencionei é Luis Ravizza, que morreu por razões desconhecidas
para mim; seu trabalho (sobre este tema) é baseado no livro "A História da Casa de
Rothschild" Andrew Hitchcock e eu lhe asseguro que vai ser extremamente
esclarecedor. Agradecemos a Luis Ravizza para a sua grande obra sobre esta
questão, queremos que a sua alma descanse em paz. A sua família nossas mais
profundas condolências.

Principais cliques

laverdadysololaverdad.fil ...
biblebelievers.org.au/hol ...
laverdadysololaverdad.fil ...
laverdadysololaverdad.fil ...
books.google.com.uy/books ...
laverdadysololaverdad.fil ...
laverdadysololaverdad.fil ...
projectavalon.net/forum4 / ...
laverdadysololaverdad.fil ...
laverdadysololaverdad.fil ...

países
Ver site completo

Você também pode gostar