Você está na página 1de 7

PROPOSTA DE TRABALHO PARA A DISCIPLINA DE PESQUISA E PRÁTICA EM EDUCAÇÃO – PRÉ-

PROJETO

Pesquisa e Prática em Educação Pré-Projeto (CEL1338)

2020.1 EaD:

COMEÇANDO A CONSTRUIR O ARTIGO CIENTÍFICO

Prezado(a) aluno(a), fique atento ao conjunto das disciplinas de PPE: PPE, PPE-Pré-
Projeto, PPE-Projeto e Trabalho de Conclusão de Curso. Essas 4 disciplinas estão integradas e
uma depende da outra, exatamente na ordem colocada acima.
Você começará a construir seu artigo, a partir de PPE, prosseguirá com a escrita para
PPE-Pré-Projeto e PPE-Projeto, até concluir seu artigo em Trabalho de Conclusão de Curso.
Outra questão importante: fique atento aos seminários de pesquisa da Estácio. Nele
você e seu professor-orientador poderão apresentar o trabalho de pesquisa que está sendo
construído. Saiba mais em https://portal.estacio.br/quem-somos/semin%C3%A1rio-de-
pesquisa/home/

Vamos lá? Vamos entender como funcionam as disciplinas de PPE?

1. Recupere o que você leu na disciplina de PPE (CEL1336);


2. Defina a linha de pesquisa que deseja pesquisar. São elas:

1. EDUCAÇÃO E METODOLOGIAS

➢ Alfabetização, Leitura e Escrita


➢ Avaliação da Aprendizagem
➢ Educação Ambiental e Sustentabilidade
➢ Educação, Artes e Música
➢ Educação de Crianças de 0 a 6 anos (Educação Infantil)
➢ Educação Inclusiva
➢ Educação Fundamental
➢ Educação de Jovens e Adultos – EJA
➢ Educação Matemática
➢ O Pedagogo em Instituições não Escolares
➢ Planejamento – Projetos Interdisciplinares

2 - POLÍTICAS, GESTÃO, FORMAÇÃO DE EDUCADOR e FUNDAMENTOS DA EDUCAÇÃO

➢ Currículo
➢ Etnia e Diversidade
➢ Filosofia e Educação
➢ Formação de Professores
➢ Gestão Escolar
➢ História da Educação e Políticas Educacionais
➢ Movimentos Sociais e Educação
➢ Trabalho e Educação
➢ Psicologia da Educação
➢ Sociologia da Educação

3 - TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO NOS PROCESSOS EDUCACIONAIS

➢ Educação Comunicação e Tecnologias


➢ Jogos e educação

Você percebeu que as linhas de pesquisa do Curso de Pedagogia se constituem em


recortes temáticos que representam desafios postos à educação pela cultura
contemporânea? Essas linhas valorizam o papel dos aspectos conceituais e culturais das
questões educacionais. Trata-se, portanto, de enfatizar as relações entre conhecimento,
cultura, sujeitos e suas múltiplas manifestações. Seu olhar de pesquisador deve focar como os
processos educacionais se integram em todos esses contextos. Mas, como você fará isso? Por
meio de uma problematização dessas questões, a fim de refletir sobre os assuntos centrais
que estão envolvidos nessas relações.

O que fazer então?

1. Definir o tema e o problema de pesquisa. Como fazer isso? Muito fácil. Vamos lá? Para
definir o tema procure pesquisar sobre um assunto que você gosta, que lhe dá prazer
em pensar sobre ele. Mas, para definir um tema, é necessário que você coloque
limites nesse tema. Quando você coloca limites, está delimitando o tema. Isso é
necessário, porque dentro de um tema, não podemos falar sobre tudo. Por isso, você
precisará escolher sobre o que irá pesquisar e escrever. Vamos imaginar que desejo
pesquisar sobre EDUCAÇÃO.

EDUCAÇÃO

EDUCAÇÃO INFANTIL EJA EDUCAÇÃO SUPERIOR

Práticas e metodologias
para adultos
Percebeu que há inúmeros temas e assuntos a serem tratados. Mas, delimitei o tema
em EJA e vou pesquisar sobre práticas e metodologias para adultos. Provavelmente, o título
será muito próximo disso.

2. Definir o problema da sua pesquisa. Após definido o tema, pense em uma pergunta
que seja muito importante para ser respondida durante toda a sua pergunta. Essa
pergunta será o seu problema de pesquisa.

3. Definir o título do trabalho.

4. Definir a metodologia da sua pesquisa. Vamos conhecer alguns itens da metodologia


da pesquisa?

A abordagem da sua pesquisa – a pesquisa científica pode ser qualitativa,


quantitativa ou quali-quanti.

a) Qualitativa – a pesquisa qualitativa não está muito preocupada com a quantidade, ou


seja, com a representatividade numérica. Muito pelo contrário, a pesquisa qualitativa
que compreender fenômenos sociais e aprofundar o conhecimento acerca desses
fatos. Como afirmam Gerhardt e Silveira (2009, p. 33), as características da pesquisa
qualitativa são:

• objetivação do fenômeno;
• hierarquização das ações de descrever, compreender, explicar, precisão das relações
entre o global e o local em determinado fenômeno;
• observância das diferenças entre o mundo social e o mundo natural;
• respeito ao caráter interativo entre os objetivos buscados pelos investigadores, suas
orientações teóricas e seus dados empíricos;
• busca de resultados os mais fidedignos possíveis; oposição ao pressuposto que
defende um modelo único de pesquisa para todas as ciências.

b) Quantitativa – já a pesquisa quantitativa, como o nome sugere, está preocupada com o


que pode ser medido, mensurado. Ela tem suas bases no pensamento positivista lógico
e no raciocínio dedutivo. Um exemplo de pesquisa quantitativa é a famosa pesquisa de
intenção de votos nas eleições.

c) Mista ou quali-quantitativa – é a mistura das duas abordagens que vimos acima.

Definida a abordagem, agora é hora de definir o objetivo da sua pesquisa. Quanto aos
objetivos, uma pesquisa pode ser: exploratória, descritiva ou explicativa.

a) A pesquisa exploratória tem o objetivo de descobrir e estudar fenômenos, fatos e


situações sociais para entendê-los melhor... Os estudos de caso são
exemplos desses estudos. Algumas características da pesquisa exploratória
são:
✓ Explorar um tema pouco conhecido;
✓ Faz um longo trabalho de levantamento de dados, bibliográfico, exemplos e
observações;

b) Já a pesquisa descritiva faz um um estudo detalhado, por meio de levantamento de


informações e técnicas de coleta (questionários, entrevistas, etc). De posse das
informações, o aluno-pesquisador analisará os dados para interpretá-los, a fim
de chegar a um resultado. As principais características da pesquisa descritiva
são:
✓ Análise minuciosa de um objeto de estudo
✓ Pesquisador-observador (sem interferências);
✓ O tema de pesquisa é conhecido, existindo muita referência bibliográfica
disponível sobre o assunto;
✓ Objetivo do aluno e do pesquisador está no aprofundamento do conhecimento
acerca do tema.

c) A pesquisa explicativa tem como objetivo principal explicar os fenômenos, por meio da
relação entre teoria e prática no processo da pesquisa científica. Os principais objetivos
da pesquisa explicativa são:
✓ Explicar os motivos de determinado fenômeno
✓ Entender as causas de determinado assunto
✓ Aprofundar as pesquisas descritivas e exploratórias

Por fim, a pesquisa científica ainda pode ser classificada de acordo com os
procedimentos para a coleta de informação. Existem vários procedimentos de pesquisa.
Vamos lhe apresentar os mais comuns:

✓ Pesquisa bibliográfica - você buscará informações e conhecimentos em textos, livros,


artigos e demais materiais de caráter científico. Esses textos lhe ajudarão a entender
melhor o assunto estudado e lhe darão subsídios para a escrita de seu artigo. A partir
dos textos você fará as citações em seu artigo. A pesquisa bibliográfica lhe ajuda a
analisar vários ângulos e teorias elaboradas por autores diferentes. A partir disso, você
irá comparar essas informações levantadas para construir seu artigo.

✓ Pesquisa documental - muito parecida com a pesquisa bibliográfica, mas se diferencia


dela porque não buscará apenas em livros, textos e artigos científicos, mas em
qualquer documento com conteúdo informacional útil para a pesquisa, como por
exemplo: jornais, revistas, fotografias, atas... Geralmente, a pesquisa documental é
realizada junto com a pesquisa bibliográfica.

✓ Estudo de caso – é uma pesquisa muito empírica, ou seja, além de fazer a pesquisa
bibliográfica, também utiliza a observação e experiência de um caso em especial. Ou
seja, faz uma investigação profunda sobre um objeto de pesquisa: um indivíduo, um
fenômeno, um contexto... Mas, muito importante ressaltar, que os resultados obtidos
com o estudo de caso não podem ser generalizadores, porque só podem ser utilizado
para representar o objeto estudado e não para qualquer situação ou indivíduo.
✓ Pesquisa de campo - como o nome sugere, esse procedimento de pesquisa exige que
o pesquisador vá até o ambiente em que está seu objeto de estudo. No campo, o
investigador irá observar, identificar e coletar informações sobre o seu objeto de
estudo no seu contexto original de vivência. Nos trabalhos acadêmicos, a pesquisa de
campo é posterior à pesquisa bibliográfica. Ou seja, quando o investigador for ao
campo, já deve ter lido muito sobre o assunto pesquisado.

Agora é sua vez!!!! Vamos estruturar todos os itens que estudamos até aqui? Pense
sobre os itens abaixo:

a) Defina tema e assunto. Qual será o tema da sua pesquisa? Sobre o que deseja
pesquisar? (lembre-se das linhas de pesquisa colocadas acima)
b) Defina o problema de pesquisa
c) Defina a abordagem da sua pesquisa.
d) Defina os objetivos da sua pesquisa.
e) Determine qual procedimento de pesquisa utilizará. Sua pesquisa será
bibliográfica, documental, estudo de caso ou de campo? Algumas perguntas
que podem ajudar:
a) Qual será meu tema? Dentro do tema, qual assunto quero pesquisar? Qual será
meu objeto de pesquisa? O que observarei quando estiver no campo?
b) Farei pesquisa de campo? Se sim, observarei uma escola, uma empresa, um
museu, uma ONG...? Quem serão os sujeitos da pesquisa, ou seja, quem serão as
pessoas, instituições que observarei?
c) Quais serão minhas técnicas de coleta de dados? Observação, entrevista,
questionários?

Definida essa parte, é hora de pensar no referencial teórico. O que é isso? O


referencial ou embasamento teórico está ligado aos autores e linhas teóricas que você
utilizará em sua pesquisa e artigo. Em PPE-Pré-Projeto você precisará definir, pelo
menos, 3 autores que escrevem sobre o tema que escolheu e saber porque os
escolheu. Veja um exemplo:
a) Se você estiver pesquisando sobre o tema “Construção do Conhecimento”, um autor
que pode utilizar é o epistemólogo Jean Piaget. Piaget então será um de seus
referenciais teóricos. Outro autor que pode utilizar é o psicólogo Lev Vygotsky.
Definidos os autores, agora, você irá ler sobre eles e estudar suas teorias e posições
teóricas para entende-las e compará-las.

Sugestões de livros:
DEMO, P. Metodologia do conhecimento científico. São Paulo: Atlas, 2000. GIL, A. C.
Métodos e técnicas de pesquisa social. 4. ed. São Paulo: Atlas, 1994. ______. Como
elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2007. LAKATOS, E. M. de A.;
MARCONI, M. de A. Fundamentos da metodologia científica. São Paulo: Atlas, 2003.
ALVES-MAZZOTTI, A. J.; GEWANDSZNAJDER, F. O método nas ciências naturais e
sociais: pesquisa quantitativa e qualitativa. São Paulo: Pioneira, 1998.

Agora, você já pode começar a estruturar seu artigo científico. Utilize o modelo
abaixo:
TÍTULO DO ARTIGO

Nome do aluno(a)
Nome do professor-orientador

RESUMO: Essa parte você só fará quando seu artigo estiver pronto. Portanto, o
resumo você só fará depois que tiver terminado seu TCC. Deixe ele aqui em stand by,
ou seja, reservado.
Palavras-chave: aqui você utilizará 4 palavras que definem o que você está
pesquisando.

INTRODUÇÃO

Aqui você fará a apresentação do tema e o seu problema de pesquisa. Inicie o texto
apresentando, de maneira geral e breve, o seu tema e como ele se insere em alguns
contextos. Articule o tema ao seu problema de pesquisa, defina o contexto do problema, sob
o ponto de vista sociocultural, da história ou de outro aspecto que permita situar o problema
que pretende investigar em sua inter-relação com a sociedade.
Após apresentado o tema, apresente o problema de pesquisa por meio de uma pergunta
que deve estar em negrito. Apresentados tema e problema, escreva sobre a metodologia da
sua pesquisa, ou seja, escreva sobre a abordagem, os objetivos e os procedimentos de sua
pesquisa. Escreva também como irá coletar os dados: pesquisa bibliográfica, questionário,
entrevistas...
Logo depois, você determinará o referencial teórico que utilizará no trabalho, ou seja,
apresentará cada autor e definirá o que trará de cada um desses autores. Confronte as ideias
e contribuições dos autores estudados e faça algumas definições conceituais, de modo a ir
progressivamente problematizando o tema. Para isso, traga o que aprendeu das leituras que
fez, ou seja, da pesquisa bibliográfica. Faça citações em seu trabalho, mas use
preferencialmente as citações indiretas.
Finalize seu trabalho com o item REFERÊNCIAS. Nesse item, você irá dispor todos os
livros e artigos que utilizou nesse trabalho. Veja as regras de utilização das referências. Leia
mais sobre as regras em http://www.biblioteca.fsp.usp.br/~biblioteca/guia/a_cap_03.htm

Trabalhos resultantes de cópia da internet serão recusados, ficando o aluno com nota
zero na avaliação do trabalho

Estruture suas páginas assim:

1- Margens: superior e esquerda – 3 cm, inferior e direita - 2 cm


2 - Fontes (Letras) tamanho 12 - tipo Times ou Arial.
3 – Utilize a 3ª pessoa do singular (jamais utilize a primeira pessoa do singular e nem
relate casos pessoais)
4- Evite citações diretas. Prefira as citações indiretas. Nesta disciplina não há provas,
logo, capriche no trabalho, porque ele será a sua nota final.
Quando terminar, faça o upload desse arquivo no ambiente de entrega de trabalhos até a
data disponível no sistema.

REFERÊNCIAS

GERHARDT, Tatiana Engel; SILVEIRA, Denise Tolfo (Org.). Métodos de pesquisa. Porto Alegre:
UFRGS, 2009.

Você também pode gostar