Você está na página 1de 6

Perguntas e Respostas

Mas Afinal, o Que É o


Aconselhamento Bíblico?

E d w a r d T. We l c h 1

O aconselhamento bíblico é “para não tendo o que dizer, não me restou outra
resolver suas dúvidas que eles pos- alternativa a não ser considerar a pergunta
sam ter, ajudá-los na luta contra os que ele fez. Afinal, era uma boa pergunta.
seus pecados, orientá-los em suas Ele estava consciente tanto da popularidade
responsabilidades e promover cres- do aconselhamento quanto da crítica cres-
cimento do conhecimento e de toda cente dirigida ao assunto. Também estava
a graça salvadora”. familiarizado com a evidência crescente de
(Richard Baxter, 1656).2 que o aconselhamento “formal”, na maioria
“Quando você acha que esta moda de das vezes, não é mais produtivo do que uma
aconselhamento vai passar?” Meu colega, conversa entre amigos. Ele havia lido artigos
professor de seminário, não tencionava de autores conceituados, sugerindo que o
atingir-me pessoalmente com esta per- aconselhamento e a psicoterapia promovem
gunta, mas devo admitir que eu a recebi nossa tendência de culpar outros pela nossas
como uma ofensa pessoal. Inicialmente, até falhas e nos colocarmos no lugar de vítimas.
considerei a possibilidade de atacar a área E ele conhecia pessoas que pareciam ter pio-
de especialidade dele, mas hebraico certa- rado com o aconselhamento. Diante destas
mente não é uma moda passageira. Então, considerações, talvez o aconselhamento
seja mesmo um modismo cujos dias estão
contados.
1
Tradução e adaptação de What is Biblical Counseling, No entanto, aconselhamento, no seu
anyway. Publicado em The Journal of Biblical Counseling.
sentido mais amplo, não é o mesmo que
v. 16, n.1, Fall 1997, p. 2-5.
aconselhamento bíblico. O que se aplica a
Edward Welch é deão acadêmico da Christian
Counseling and Educational Foundation em Glenside, um não se aplica necessariamente a outro.
Pennsylvania. Minha tarefa para com o meu amigo teó-
2
BAXTER, Richard. The reformed pastor. New York: logo era articular com clareza a essência do
Robert Carter & Brothers, 1860. p. 346 aconselhamento bíblico para diferenciá-lo

Coletânea de Aconselhamento Bíblico  Volume 2 153


das terapias seculares e outras formas de O conteúdo do aconselhamento
terapias cristãs que compartilham o nome bíblico
aconselhamento. Para cumprir a tarefa, eu O aconselhamento bíblico está fun-
poderia ter-lhe dado algumas edições ante- damentado sobre um princípio simples e
riores desta revista, mas pensei que valeria duradouro: o Deus trino tem-nos falado por
a pena usar a própria pergunta feita por ele meio das Escrituras. Além disso, por meio
como um catalisador para reavaliar o que é da história, doutrina, mandamentos da lei,
realmente o aconselhamento bíblico. poesias e canções da Bíblia, Deus tem-nos
Os leitores das Coletâneas de Acon- revelado tudo quanto NECESSITAMOS saber
selhamento Bíblico tendem a ter maior sobre Ele, nós mesmos e o mundo ao nosso redor
interesse na parte aplicativa, ou seja, como (2Pe 1.3).
fazer aconselhamento bíblico. Mas de vez Esta promessa fundamental — “Deus
em quando, uma descrição ou uma definição tem falado”— tem feito parte da confissão
mais trabalhada podem ser úteis na consi- de fé da igreja ao longo do tempo. Até aqui,
deração dos aspectos distintivos do nosso todos concordam sem hesitar. No entanto,
campo de atuação. Sem dúvida, se todos os algumas expressões de surpresa talvez se
leitores fossem manifestar o próprio ponto estampem nos rostos diante da frase “tudo
de vista, discordaríamos em alguns aspectos quanto necessitamos”. Entendemos que a
específicos, mas também concordaríamos Bíblia fala sobre muitas coisas importantes,
em aspectos fundamentais. O que veremos mas há situações complexas da vida para as
a seguir, em forma sucinta, é uma maneira quais gostaríamos de uma orientação mais
de responder à pergunta proposta por meu específica, uma informação extra ou técni-
amigo teólogo. cas de aconselhamento mais atuais. Mas a
Meu ponto de vista atual é que o acon- realidade é que temos acesso a tudo quanto
selhamento bíblico é um híbrido de disci- Jesus teve acesso: “...tudo o quanto ouvi de
pulado com amizade bíblica, e nenhum dos meu Pai vos tenho dado a conhecer.” (Jo
dois pode ser confundido com um modismo 15.15). Deus não retém de nós nenhum
passageiro. Pelo contrário, o aconselhamento conhecimento. Podemos conhecer aquilo
bíblico é tão antigo quanto a história do que o Pai deu a conhecer a Jesus.
homem e prosperará ao longo das gerações
futuras. Ele teve início com Deus falando ao As Escrituras falam com
Seu povo; mais tarde, firmou-se por meio alcance amplo.
dos reis, profetas, sacerdotes e apóstolos à Considerando o quanto Deus revelou
medida que aplicavam a mensagem de Deus acerca da Sua Pessoa e de nós mesmos,
a situações específicas. Ao longo da história, podemos admitir que o conselho oferecido
o aconselhamento bíblico tem sido praticado pela Bíblia é amplo em seu alcance, tratando
por pastores, amigos, irmãos e pais sábios. do conjunto dos problemas da vida. Com
Ele tem continuidade em nossos dias com certeza, a Bíblia dirige-se aos problemas co-
homens e mulheres que, tendo estudado muns que enfrentamos como, por exemplo,
o que Deus diz em Sua Palavra, recebem os conflitos nos relacionamentos, as pressões
conselhos bíblicos e também os oferecem financeiras, nossas reações diante da saúde
a outros. física ou da doença, os relacionamento en-

154 Coletânea de Aconselhamento Bíblico  Volume 2


tre pais e filhos, a solidão. Mas ela se dirige no estilo pessoal de se relacionar, as dife-
também aos problemas típicos da atualidade renças culturais de entendimentos do papel
como a depressão, a ansiedade, a mania, a de cada cônjuge, os problemas físicos que
esquizofrenia e o transtorno do déficit de contribuem para que as emoções se tornem
atenção, só para mencionar alguns. de alguma forma imprevisíveis ou difíceis de
É claro que a Bíblia não trata de cada serem compreendidas, e a falta de conheci-
um destes problemas como uma enciclopé- mento sobre como se comunicar e resolver
dia o faria. Também não oferece técnicas de conflitos. O discernimento ou o desenvol-
mudança que parecem ter saído de um livro vimento de habilidades nestas áreas podem
de receitas culinárias. Mas pela oração e me- ajudar — e a Palavra de Deus é perita em
ditação nas Escrituras, e com disposição para oferecer essas coisas.
receber orientação teológica uns dos outros, Mas o aconselhamento bíblico não
descobrimos que os ensinamentos bíblicos termina aqui. Enquanto algumas formas de
sobre a criação, queda e redenção fornecem ajuda limitam-se a trabalhar a superfície, o
percepção específica e útil para o entendi- aconselhamento bíblico deve estar prepara-
mento de todos os assuntos da vida. do para ajudar este casal a chegar à raiz de
seus conflitos. A profundidade do conselho
As Escrituras falam com grande bíblico fica evidente em Tiago 4.1-4. O texto
profundidade. indica que os conflitos e discussões surgem
O alcance amplo das Escrituras é certa- quando nós amamos nossos desejos mais do
mente uma boa nova. Saber que a Palavra de que amamos a Deus. É provável que este ca-
Deus não silencia a respeito de tudo aquilo sal não esteja ciente disso, mas as discussões
com que podemos nos deparar é de grande constantes revelam que cada um deles está
conforto para nós. No entanto, há mais: as a favor de si mesmo, contra o outro e contra
Escrituras falam com grande profundida- Deus. Em outras palavras, o problema é mais
de. Em outras palavras, o aconselhamento profundo do que uma discussão conjugal.
bíblico não consiste simplesmente de um Não se trata simplesmente de pessoas que
conselheiro que procura alguns versículos estão declarando guerra uma contra a ou-
expressivos em uma concordância bíblica tra. Mais do que isso, ambas as partes estão
e pede que você os leia todos os dias e ore guerreando contra o Deus de amor, justiça
sobre os seus problemas (o aconselhamento e misericórdia.
equivalente a “tome dois comprimidos ao
dia e, se não melhorar, volte a me procurar”). As Escrituras indicam que todos
Pelo contrário, é uma parceria entre pessoas os aspectos da vida são vividos
que estão buscando a sabedoria de Deus — diante da face de Deus.
uma sabedoria que vai à raiz do problema, Você já notou que as Escrituras trazem
que pode penetrar no mais profundo do ser a pressuposição de que todos os aspectos da
(Hb 4.12). vida estão de alguma forma relacionados
Por exemplo, considere um marido com Deus? Na verdade, todos os problemas
e uma esposa que parecem não conseguir da vida são “religiosos” ou “espirituais”, seja
interromper um círculo vicioso de discus- a maneira de expressar o louvor na igreja,
sões. O alcance amplo do aconselhamento de pensar sobre os desequilíbrios químicos
bíblico alerta para as influências familiares ou de levar o lixo para fora de casa. Todos

Coletânea de Aconselhamento Bíblico  Volume 2 155


os aspectos da vida são vividos diante da a penalidade foi paga pela morte de Jesus.
face de Deus. Podem seguir, então, o exemplo de Jesus
O aconselhamento bíblico procura em fé e obediência, pedindo sempre que o
lidar com esta característica central da nos- Espírito os capacite a amar aos outros.
sa vida, sendo completo somente quando Os conflitos conjugais são apenas uma
considera nosso relacionamento com Deus entre centenas de ilustrações de aconselha-
e nos dirige a Ele. Há um momento em que mento bíblico que poderiam ser menciona-
o aconselhamento bíblico coloca-nos diante das. Dentre aqueles que ouviram o conselho
das perguntas fundamentais da vida: da Palavra, você pode encontrar o viciado
Quem sou eu diante de Deus? liberto, o ferido confortado, o abatido enco-
Como devo viver diante de Deus? rajado e assim por diante. O testemunho que
Quem é o Deus trino? eles dão inclui princípios sábios e palavras
No que diz respeito aos conflitos con- de encorajamento que podem mudar vidas.
jugais, as respostas a estas perguntas levam E mais, você pode ouvir a respeito do Autor
à mais profunda cura. das palavras de sabedoria e encorajamento, o
Quem são estas pessoas que discutem Deus trino — Pai, Filho e Espírito Santo.
sem parar? São criaturas de Deus, que deve- Nele o viciado pôde conhecer o Deus per-
riam viver para Deus e que, no momento, doador e libertador que destrói o poder do
estão se opondo a Ele. pecado. O ferido pôde conhecer o cuidado
Que tipo de vida Deus requer destas amoroso do Bom Pastor. O abatido pôde ser
pessoas? Pelo Seu exemplo e pelo poder do encorajado por Jesus, que nos deixou o Seu
Seu Espírito, Deus as ensina a amar. “Nada Espírito e voltará novamente. A essência do
façais por partidarismo ou vanglória, mas por aconselhamento bíblico não é uma serie de
humildade, considerando cada um os outros princípios ou uma lista de “deixe isso, não
superiores a si mesmo.” (Fp 2.3). faça aquilo”; a essência é o nosso Deus trino,
Quem é esse Deus que fala? Ele é o que se revelou plenamente em Jesus.
Deus Santo que se opõe ao pecado. Ele é
o Deus Fiel que não abandona o Seu povo O processo do
mesmo quando este é infiel. Ele é o Deus aconselhamento bíblico
Justo que exige pureza em Seu povo. Ele O conteúdo do aconselhamento bíbli-
é o Pai de Amor que se agrada quando as co consiste na proclamação do próprio Jesus,
pessoas confessam seus pecados e se voltam do evangelho e das implicações do evangelho
para Ele. Ele é o Deus que perdoa e se rego- para a vida. Estas são marcas distintivas do
zija em cobrir os pecados. Ele é o cordeiro aconselhamento bíblico que a maioria de
do sacrifício, e pela Sua morte recebemos nós poderia identificar. Mas isso não é tudo.
a pureza de Jesus. Ele é o Espírito que nos Há também um processo de aconselhamento
capacita a segui-1O. bíblico. Em resumo, o processo consiste de
Responder a estas perguntas é um meio pessoas que estão sendo ensinadas pelo Espí-
de preparar aqueles que estão envolvidos rito Santo. De modo geral, Deus determinou
em conflitos conjugais para que confessem ministrar Sua mensagem de reconstrução de
a sua rebeldia orgulhosa para com Deus e vidas por meio de pessoas.
O reconheçam como Deus amoroso e rei, No aconselhamento, isso aponta para
sem medo de condenação, por saberem que o relacionamento entre o conselheiro e

156 Coletânea de Aconselhamento Bíblico  Volume 2


o aconselhado. Embora a tendência seja de que fazemos parte dispõe-se a nos ajudar
dar menor atenção a este relacionamento em um conserto em nossa casa, conversamos
do que ao conteúdo do aconselhamento com uma pessoa piedosa e mais madura
bíblico, trata-se certamente de um aspecto na fé sobre a educação de filhos enquanto
essencial e distintivo. É claro que todos os tomamos um café.
sistemas de aconselhamento mencionam A questão não é ter um diploma. A
o relacionamento entre o aconselhado e o questão é conhecer e crescer em Jesus como
conselheiro e, geralmente, com maior ênfase Senhor e Redentor. Esta é a qualificação
do que o aconselhamento bíblico. Mas em especial para os conselheiros bíblicos. Nossas
comparação com os sistemas seculares, o ferramentas não consistem de habilidades e
relacionamento que se estabelece no acon- técnicas esotéricas; pelo contrário, as verda-
selhamento bíblico é tão singular quanto o des do aconselhamento bíblico são de inteiro
conteúdo do aconselhamento. domínio público, disponíveis a todos. Como
resultado, elas devem operar sempre que o
Todos quantos fazem parte do povo de Deus está reunido. Por exemplo,
povo de Deus são conselheiros. você pode encontrá-las ativas em uma con-
Em nossos dias, aqueles que orientam versa corriqueira e piedosa entre pessoas que
outros no processo de aplicar a Palavra de sabem que necessitam do Espírito de Deus
Deus à vida costumam ser chamados de e da ministração mútua para enfrentar mais
“conselheiros”. Também são chamados de um dia de vida.
pastores, doutores, pais e amigos, mas es-
tamos cada vez mais acostumados a ouvir o Os conselheiros precisam de ou-
título de conselheiro. Este título, no entanto, tras pessoas.
é enganoso. Ele sugere um profissional, um Em vez de um modelo profissional, as
especialista. Sugere que a pessoa possui um Escrituras sugerem uma perspectiva diferen-
treinamento específico e técnicas especiais te, algo que parece ser muito mais recíproco.
para aliviar o sofrimento e oferecer espe- “Como o ferro com o ferro se afia, assim, o
rança, enquanto que o “aconselhado” é um homem, ao seu amigo” (Pv 27.17). Acon-
receptor passivo e necessitado. selhamento bíblico é este afiar mútuo que
“Conselheiro bíblico”, porém, não é resulta na edificação uns dos outros. Aquele
essencialmente uma ocupação profissional. a quem é atribuído o papel de conselheiro
Os pastores e conselheiros bíblicos “profissio- necessita de aconselhamento tanto quanto os
nais”, aqueles que possuem um treinamento que se beneficiam do seu aconselhamento.
especial e experiência em aplicar as Escrituras Todos precisamos ser afiados. Na verdade,
à vida, talvez tenham sido equipados por considerando os perigos deste mundo, nos-
Deus de maneira singular para ajudar na sos próprios pecados e Satanás, precisamos
solução de determinados problemas. Toda- diariamente da exortação uns dos outros
via, não são eles que satisfazem a maioria das (Hb 3.13).
necessidades de aconselhamento da igreja.
Pelo contrário, telefonamos para um amigo Os conselheiros amam outras
e pedimos oração, ouvimos uma pregação pessoas.
que transforma a nossa vida, somos fortale- Este afiar mútuo, é claro, tem sua
cidos na fé quando o grupo de discipulado raiz no amor. Não poderia ser diferente.

Coletânea de Aconselhamento Bíblico  Volume 2 157


Os conselheiros bíblicos estão firmados no Escrituras, devem facilitar a tarefa de fazer
amor de Jesus, estão crescendo no amor por distinção entre o aconselhamento bíblico e
Jesus e se alegram em amar outros no nome aquilo que o mundo chama de aconselha-
de Jesus. “Ora, o seu mandamento é este: mento.
que creiamos em o nome de seu Filho, Jesus Agora, voltemos ao meu amigo pro-
Cristo, e nos amemos uns aos outros, segun- fessor. Estou pronto para dar início a uma
do o mandamento que nos ordenou” (1Jo conversa com ele sobre as características do
3.23). Onde quer que o aconselhamento aconselhamento bíblico, mas creio que pri-
aconteça — no escritório, no restaurante ou meiro mencionarei as vezes em que ele me
em casa — sua marca distintiva permanece. aconselhou, seja perguntando sobre minha
Todas as coisas são ditas e feitas em amor. família e orando por nós, seja ajudando-me
O aconselhamento bíblico identifica-se mais a compreender um ensinamento bíblico
com uma atmosfera familiar do que com a específico. Afinal de contas, ele tem sido um
atmosfera árida de um consultório médico. instrumento de mudança em minha vida.
Estes relacionamentos amorosos e familiares, Ele é um conselheiro bíblico — e esse tipo de
quando em parceria com o conteúdo das aconselhamento jamais cairá de moda.

158 Coletânea de Aconselhamento Bíblico  Volume 2