Você está na página 1de 2

Piúria

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Piúria é a presença de leucócitos degenerados ou pus na urina. Pode


ser um sinal de uma infecção bacteriana, viral ou fúngica do trato
urinário. A causa mais comum é cistite.

A piúria é diagnosticada analisando com um microscópio um no jato


médio da urina matinal. Geralmente 5 ou mais leucócitos por campo
são suficientes para o diagnóstico.[1] Ou 2.000.000 de leucócitos em
uma amostra de urina coletada por 24h.[2] Deve ser encarado como
indício de infecção urinária; no entanto, tanto a infecção como a
piúria podem ser detectadas de forma independente.

O termo médico para a presença de muitos leucócitos na urina é


leucocitúria. Quase sempre esse termo é usado como sinônimo de
piúria. Esses glóbulos brancos na urina que geram pus também
podem ser chamadas de piócitos (grego para "células de pus"). O
normal são menos de 10.000 piócitos por cada mL de urina, mais
que isso indicam resposta inflamatória.[3]
O pus torna a urina descolorada,
nublada e muda seu odor.
Índice
Causas
Piúria estéril
Referências bibliográficas
Referências

Causas
Geralmente, a piúria clássica, com urocultivo positivo, ocorre como
Células brancas saguíneas vistas em
consequências de[4]:
microscópio numa amostra de urina.

infecções do trato urinário(ITU)


Cistite
Pielonefrite
Prostatite
Uretrite
Urolitíase
Glomerulonefrite
Sepse
Bacteriemia por pneumonia
Piúria estéril

Quando um exame de urina detecta mais de 10 leucócitos por mm3, mas o urocultivo é negativo pode ser
causado por[5]:

Bactérias de crescimento lento ou que não crescem nos meios de cultivo comuns:
Tuberculose, Clamídia, Gonococo, Mycoplasma ou ureaplasma.
Falso negativo devido à contaminação da amostra.
Nefrite intersticial: sarcoidose (linfócitos não neutrófilos).
Pedras nos rins.
Necrose papilar renal: diabetes, doença falciforme, nefropatia analgésica.
Neoplasia do tracto urinário, incluindo cancro renal e cancro da bexiga.
Rins policísticos.
Cistite intersticial.
Prostatite.
Parasitas.
Doenças inflamatórias crônicas como Doença de Kawasaki e Lúpus eritematoso sistêmico.
Herpes genital,[6] HIV mal controlado e [7]

Referências bibliográficas
Infecções Urinárias - http://www.cih.com.br/infecurin.htm

Referências
1. Bagga. Urinary Tract Infections And Anomalies. Elsevier Health Sciences. p. 4.
2. Vasan, R.S. (1998). Textbook of Medicine. Orient Blackswan. p. 939.
3. https://www.tuasaude.com/piocitos/
4. https://www.medicalnewstoday.com/articles/321964.php#causes
5. Sterile Pyuria. http://patient.info/doctor/sterile-pyuria
6. . LeGoff J, Péré H, Bélec L. Diagnosis of genital herpes simplex virus infection in the clinical
laboratory. Virol J 2014;11:83.
7. Gilbert J. Wise, M.D., and Peter N. Schlegel, M.D. Sterile Pyuria. N Engl J Med
2015;372:1048-54. http://www.nejm.org/doi/pdf/10.1056/NEJMra1410052

Obtida de "https://pt.wikipedia.org/w/index.php?title=Piúria&oldid=56902919"

Esta página foi editada pela última vez às 19h18min de 7 de dezembro de 2019.

Este texto é disponibilizado nos termos da licença Atribuição-CompartilhaIgual 3.0 Não Adaptada (CC BY-SA 3.0) da
Creative Commons; pode estar sujeito a condições adicionais. Para mais detalhes, consulte as condições de utilização.