Você está na página 1de 31

Unochapecó

Karyni Danielly da Silva Da Vila

Disciplina de Instrumento I – Violino/Viola

Chapecó
2019
Unochapecó
Área de Ciências Humanas e Jurídicas

Karyni Danielly da Silva Da Vila

Disciplina de Instrumento I – Violino/Viola

Plano de Ensino e Cronograma da disciplina de Licenciatura em


Música pela Universidade Comunitária de Chapecó.

SUMÁRIO

Introdução 4
Objetivo geral 4
Objetivo específico 4
Chapecó
2019 2
Unochapecó
Área de Ciências Humanas e Jurídicas

Fundamentação 4
Justificativas 5
Metodologia 5
Conteúdos 6
Cronograma 6
Avaliação 7
Relatórios de observação de aula de música 8
1º Semestre: Planejamento das aulas e relatórios 12
Relatório geral 45
2º Semestre: Planejamento das aulas e relatórios 47
Considerações finais 71
Bibliografia 72

Chapecó
2019 3
Unochapecó
Área de Ciências Humanas e Jurídicas

Introdução

Esta disciplina será aplicada na instituição Unochapecó, localizada em Chapecó. As


aulas ocorrerão toda semana nas terças-feiras. A disciplina ocorre entre os meses de fevereiro
a julho.

Objetivo geral

Este plano de ensino tem por objetivo incentivar crianças a se inserir no meio musical
utilizando o violino.

Objetivos específicos

- Manusear o violino/viola;
- Conhecer as cordas do violino/viola;
- Reconhecer a diferença de timbre e tessitura entre violino e viola;
- Desenvolver pulso e ritmo através do instrumento;
- Aprender as notas da mão esquerda em primeira posição;
- Executar golpes de arco: detachè, staccato e legato;
- Executar peças musicais coletivamente e individualmente;
- Desenvolver a pedagogia violinística/violística.

Fundamentação

O trabalho desenvolvido nesse estágio é baseado em diversos livros de violino, tais


como o livro Iniciação Violinística de Luis Soler Realp e o 1º volume do método de Shinichi
Suzuki. Porém, serão utilizados outros materiais, nos quais não são referenciados a um livro
especificamente. A utilização de um material alternativo virá a contribuir para o universo
musical do aluno, não o deixando preso a um método.
Os exercícios e músicas escolhidas para os alunos tocarem serão baseados em seu
cotidiano musical. Através dessa linha, os alunos darão depoimento sobre quais estilos
musicais estão habituados a escutar, e com isso, será selecionado um repertório a ser
trabalhado continuamente com algumas peças dos livros citados anteriormente.

Chapecó
2019 4
Unochapecó
Área de Ciências Humanas e Jurídicas

[...] o método de ensino é uma invenção social, historicamente


referenciada, que reflete concepções ideológicas específicas e
organiza, apenas parcialmente, algumas possibilidades de tratar
um conhecimento durante a relação de ensino e aprendizagem.
Um método de ensino não pode, então, ser visto simplesmente
com um arranjo lógico, eficiente e objetivo de um campo do
conhecimento para uso no ensino (TOURINHO, 1994, apud
CRUVINEL, 2003, p. 33).

Justificativas

A importância de se iniciar um projeto como esse é de que ainda não existe uma
graduação que enfatize a área de violino e viola na região.
Geralmente, o violino é dito como um instrumento elitizado e por isso foi se tornando
cada vez mais inacessível para o público, porém percebe-se um pequeno aumento de pessoas
que criam interesse em aprender. É preciso incentivar crianças a aprender instrumentos
orquestrais, para que cada vez cresça esse tipo de cultura na região. Esse problema se deve
pela situação em que se encontra o país:

A falta de tradição em instrumentos de cordas ainda é um


problema grave, proveniente da precária situação social e
econômica do país. [...] Com necessidades tão essenciais a
serem sanadas, a cultura continua recebendo pouco
investimento dos governantes, em parte, por apresentar um
retorno demorado em termos de aprendizado e não oferecer
grande impacto de cunho eleitoral. A música, por sua vez, não é
percebida como fator de crescimento pessoal para a população
(SCOGGIN, 2003, p. 26).

Metodologia

Utilização de aplicativos;
Formato de ensino coletivo, oficina e masterclass.
Análise de métodos;
Aulas expositivas;
Apresentação de textos para debates nas aulas;
Apresentações de vídeos.

Chapecó
2019 5
Unochapecó
Área de Ciências Humanas e Jurídicas

Conteúdos

Os conteúdos trabalhados neste projeto serão apreciação, improvisação, preparação de


repertório violinístico, ritmo, pulso, melodia, entre outros.
Avaliação
A avaliação é de caráter contínuo estando previsto audição pública e/ou banca
examinadora na qual o aluno deve apresentar o repertório abordado durante o semestre.
Desempenho nas tarefas pedagógicas da
aula

Desempenho nas apresentações públicas


(audições, recitais e concertos)

Cronograma

 18/02
Apresentação dos professores. Mostra dos instrumentos violino e viola.
 26/02
Aula de interação com todos os alunos da classe. Brincadeiras de pulso, na qual os alunos
terão que dizer seus nomes uns aos outros.
 12/03
Jogos rítmicos e uso da voz, desenvolvendo o canto coletivo.
 19/03
Percussão corporal e canto coletivo.
 26/03
Introdução dos estudos violinísticos. Uma aula dedicada a segurar o arco.
 02/04
Arco e instrumento: como tirar som? Apreciação de vídeos de violinistas.
 09/04
Exercícios de cordas soltas e percussão corporal. Improvisação de ritmos.
 16/04
Aquecimento de cordas soltas. Uso do 3º dedo: fôrma da mão.
 23/04

Chapecó
2019 6
Unochapecó
Área de Ciências Humanas e Jurídicas

Cordas soltas e pulso. Pequenas melodias com 3º, 2º, 1º dedo e corda solta.
 30/04
Introdução à escala de Lá maior e partitura. Aplicando o Método de Iniciação Violinística de
Luis Soler Realp.
 07/05
Escala de Lá maior e Ré maior.
 14/05
Leitura de exercícios do método. Ritmos corporais para aprimorar a leitura.
 21/05
Aquecimento de arco, aquecimento de mão esquerda e leitura das pequenas melodias do
método. Apreciação musical.
 28/05
 04/06
 11/06
 18/06
 25/06
 02/07
 09/07
 16/07

Avaliação

As avaliações serão baseadas a cada aula, analisando a participação e o aprendizado dos


alunos, tanto do âmbito individual quanto coletivo.

Chapecó
2019 7
Unochapecó
Área de Ciências Humanas e Jurídicas

1º Semestre: Planejamento das aulas e relatórios

PLANO DE AULA 1
Data: 18/02
 Objetivos
Apresentação da disciplina.
 Conteúdos desenvolvidos
Integração de alunos e professores. Contato com o instrumento.
 Metodologias/Atividades
1 – Breve apresentação do professor e de cada aluno.

2 – Apreciação do violino e viola: execução dos compositores Yann Tiersen e Johann


Sebastian Bach.

3 – Apresentação do violino mostrando as partes que compõe o instrumento.

4 – Recados: inscrições para programas gratuitos de música.

 Avaliação
Organização da turma.

Chapecó
2019 8
Unochapecó
Área de Ciências Humanas e Jurídicas

PLANO DE AULA 2
Data: 26/02
 Objetivos
Desenvolver pulso enquanto trabalha o uso da fala e relembrar como pegar o violino.
 Conteúdos desenvolvidos
Pulso, ritmo, altura e apreciação.
 Metodologias/Atividades
1 – Revisão dos conteúdos da aula passada.
Duração de 5 minutos.

2 – Demonstração timbrística de violino e viola. Escolha de cada instrumento.


Duração de 5 minutos.

3 – Introdução à clave de sol e de dó. Revisão das notas musicais e cifras.


Duração de 10 minutos.

4 – Afinação do instrumento: utilização do aplicativo.


Duração de 10 minutos.

5 – Explicação de uso da resina. Revisão da pega de arco.


Duração de 10 minutos.

6 – Introdução à escala de ré, sol e lá maior em 1 oitava.


Duração de 25 minutos.

7 – Método Suzuki: utilização do repertório para desenvolvimento técnico.


Duração de 20 minutos.

 Avaliação
Compreensão dos temas estudados e relembrados, participação em aula.

Chapecó
2019 9
Unochapecó
Área de Ciências Humanas e Jurídicas

PLANO DE AULA 3
Data: 12/03
 Objetivos
Desenvolver pulso enquanto trabalha o uso da fala e relembrar como pegar o violino.
 Conteúdos desenvolvidos
Pulso, ritmo, altura e apreciação.
 Metodologias/Atividades
1 – All for strings: do início até o estudo 12. Solfejo.

2 – Suzuki: do início até Brilha Brilha Estrelinha.

3 – Variações A, B, C e D aplicadas na escala de Ré maior (violino e viola).

4 – Solfejo de Brilha Brilha Estrelinha e leitura.

Chapecó
2019 10
Unochapecó
Área de Ciências Humanas e Jurídicas

PLANO DE AULA 4
Data: 19/03
 Objetivos
Desenvolver pulso, ritmos e escalas.
 Conteúdos desenvolvidos
Pulso, ritmo, altura e apreciação.
 Metodologias/Atividades
1 – Revisão dos exercícios de corda solta para aquecimento. Composição de exercícios
de corda solta no quadro. Alguns alunos poderão vir ao quadro escrever um aquecimento de 4
compassos, por exemplo, em que todos executarão.
Duração de 20 minutos (até 21:05)

2 – Exercício de corda solta usando a corda lá e mi. Quatro semínimas para cada corda.
Quando todos estiverem sincronizados, cada aluno improvisará um ritmo enquanto os outros
tocam o exercício de corda solta. Os que estiverem sem violino irão bater o pulso no pé.
Duração de 15 minutos.
Duração de 15 minutos (até 21:20)

3 – Escalas de uma oitava nos ritmos das variações Suzuki.


Duração de 20 minutos. (até 21:40)

4 – Revisão do Brilha Brilha estrelinha


Duração de 20 minutos (até 22:00)

5 – Leitura das músicas Light Row, Song of the Wind e Go tell aunt Rhody.
Duração de 25 minutos (até 22:25).

Chapecó
2019 11
Unochapecó
Área de Ciências Humanas e Jurídicas

PLANO DE AULA 5
Data: 26/03
 Objetivos
Trabalhar ritmo e aprender repertório violinístico.
 Conteúdos desenvolvidos
Socialização, vivência de ritmos e pulsação.
 Metodologias/Atividades
1 – Em círculo, faremos uma atividade em que um aluno escolhido deverá inventar uma
célula rítmica com o uso do violino e executá-la em sequência, o colega ao lado deverá imitá-
lo depois de observá-lo, cada aluno deverá observar e realizar o que o colega ao lado estiver
fazendo.

2 – Em seguida, os estagiários retomarão o trabalho postural violinístico. Com o uso do


instrumento, os alunos tocarão a corda lá e mi, tocando duas semínimas para cada corda.
Quando todos estiverem sincronizados, cada aluno deverá improvisar um ritmo enquanto os
outros tocam o exercício de corda solta. Os alunos que estiverem sem o violino, baterão o
pulso com o pé.

3 – Retomaremos com os alunos a escala de lá maior ascendente em uma oitava.


Tocando assim, 4 semínimas para cada nota. Introdução ao arpejo.

4 – Seguindo, iniciaremos as músicas O Come’O Litlle Children e May Song.

5 – Continuando a aula, faremos uma atividade de imitação, novamente em círculo um


aluno deverá começar a atividade executando uma célula rítmica criada por ele mesmo, o
segundo aluno deverá imitá-lo e acrescentar uma nova célula rítmica para que o próximo
aluno imite e crie uma nova célula rítmica, e assim por diante.

Chapecó
2019 12
Unochapecó
Área de Ciências Humanas e Jurídicas

PLANO DE AULA 6
Data: 02/04
 Objetivos
Desenvolver pulso enquanto trabalha o uso da fala e relembrar como pegar o violino.
 Conteúdos desenvolvidos
Pulso, ritmo, altura e apreciação.
 Metodologias/Atividades
1–

2 – Os estagiários retomarão o trabalho postural violinístico. Com o uso do instrumento,


os alunos tocarão a corda lá e mi, tocando duas semínimas para cada corda e duas mínimas,
sempre marcando a pulsação mentalmente.

3 – Faremos a escala de lá maior ascendente e descendente em uma oitava. Tocando


assim, 2 mínimas para cada nota.

4 – Relaxamento e alongamento para os alunos.

5 – Retomaremos a música May Song e iniciaremos Long Long Ago e Allegro.

6 – Em seguida, iremos iniciar a música Ode Alegria(Beethoven) com o uso do canto,


deixaremos eles procurarem a nota, perguntando qual é a nota que foi tocada e assim por
diante, juntamente com uma aula de percepção.

8 – Finalizando a aula, faremos uma breve apresentação em um trio da peça “O garoto


da areia” – Brahms – arranjo: Soler, localizada no método de iniciação violinística de Luis
Soler Realp p.38.

9 – Será realizada uma avaliação, que consistirá em perguntas referentes ao assunto


abordado em aula.

Chapecó
2019 13
Unochapecó
Área de Ciências Humanas e Jurídicas

PLANO DE AULA 7
Data: 09/04
 Objetivos
Desenvolver pulso enquanto trabalha o uso da fala e relembrar como pegar o violino.
 Conteúdos desenvolvidos
Pulso, ritmo, altura e apreciação.
 Metodologias/Atividades
1–
Duração de 10 minutos.

2 – Brincadeira dos dedos: os alunos irão memorizar os 4 dedos usados na mão


esquerda do violino. O professor irá propor uma sequência, por exemplo, 3, 1, 2, 3, 4, paraos
alunos desenvolverem coordenação nos dedos.
Duração de 10 minutos.

3 – Escala de Lá maior em pizzicato. Quando estiver em sincronia, dividir em dois


grupos para que realizem um canône em terças.
Duração de 15 minutos.

4 – Aquecimento de arco: duas semínimas para a corda Lá, Mi e Ré.


Duração de 10 minutos.

5 – Revisar o ritmo Suzuki.


Duração de 10 minutos.

6 – Aprender arpejo de Lá maior. Após a explicação de arpejo, unir a escala com o


arpejo no final num exercício só.
Duração de 15 minutos.

7 – Improvisação com o uso do arpejo e escala de lá maior com acompanhamento de


violão.
Duração de 20 minutos.

Chapecó
2019 14
Unochapecó
Área de Ciências Humanas e Jurídicas

8 – Aprender a música Perpetual Motion.


Duração de 10 minutos.

9 – Revisar a 1ª parte da músicaBrilha Brilha Estrelinha.Em seguida, se estiver bem


entendido, iniciar a 2ª parte.
Duração de 20 minutos.

Chapecó
2019 15
Unochapecó
Área de Ciências Humanas e Jurídicas

PLANO DE AULA 8
Data: 16/04
 Objetivos
Trabalhar pulsação, percepção sonora e vivência de ritmos. Revisão para avaliação.
 Conteúdos desenvolvidos
Pulsação, ritmos e apreciação.
 Metodologias/Atividades
1 – Dando início a aula, os estagiários retomarão o trabalho postural violinístico. Com o
uso do instrumento, os alunos tocarão a corda lá e mi, tocando duas semínimas para cada
corda. Os alunos que estiverem sem o violino, baterão o pulso com o pé.

2 – Em seguida, retomaremos a escala de lá maior ascendente e descendente em uma


oitava. Tocando assim, 4 semínimas para cada nota e variando para 2 mínimas.

3 – Proporcionaremos momentos de relaxamento e alongamento.

4 – Dando continuidade retomaremos as músicas: Pizzicato Pete eBrilha Brilha


Estrelinha. Ao retomar essas músicas que já foram trabalhadas, devemos guiar os alunos para
que consigam ouvir mais o som do colega objetivando uma melhor afinação e precisão
rítmica.

5 – Sonorização em cenas do cotidiano. Será dado um instrumento de percussão a cada


aluno e em seguida a sala será dividida em 2 grupos. Cada grupo receberá uma descrição de
uma cena do cotidiano que terá que reproduzir sonoramente somente com o uso dos
instrumentos que foram distribuídos. O grupo que estiver assistindo deverá descobrir qual é a
cena que está sendo proposta.

6 – Em seguida, mostraremos dois vídeos que apresentarão a música Ode à alegria, um


dos vídeos será solo e outro será uma amostra de uma orquestra. Durante a mostra desses
vídeos pontuaremos alguns aspectos relevantes em relação à postura violinística e a música
em si.

Chapecó
2019 16
Unochapecó
Área de Ciências Humanas e Jurídicas

7 – Continuando, iniciaremos a música Lightly Row, localizada no método Suzuki,


volume 1.

PLANO DE AULA 9
Data: 23/04
 Objetivos
Desenvolvimento da percepção rítmica e melódica. Revisão para avaliação.
 Conteúdos desenvolvidos
Percepção.
 Metodologias/Atividades
1 – Apreciação do vídeo - 9ª Sinfonia – Beethoven
Duração de 10 minutos.

2–
Duração de 30 minutos.

3 – Escala de Lá Maior - Exercício rítmico sobre as notas da escala: golpes de arco -


detaché e staccato. Usando a sequência das notas da escala de lá maior (1 oitava) trabalhar
separadamente as figuras rítmicas do "chocolate quente". Usando primeiramente apenas o
"chocolate" (semicolcheia - detaché) e posteriormente o "quente" (colcheia - staccato).
Depois de trabalhados separadamente cada ritmo com sua sonoridade especifica juntar os
dois.
Duração de 20 minutos.

4 – Retomar as músicas: Pizzicato Pete e BrilhaBrilha Estrelinha. Propor aos alunos


para que consigam ouvir mais o som do colega objetivando uma melhor afinação e precisão
rítmica.
Fazer a imagem do sanduíche para os alunos visualizarem e entenderem melhor a
sequência das notas visualmente. Sanduíche em E.V.A. com os números dos dedos –
Sanduíche com dois hambúrgueres.
Duração de 20 minutos.

Chapecó
2019 17
Unochapecó
Área de Ciências Humanas e Jurídicas

5 – Teclado de Canos – Tema Ode a Alegria. Distribuir os canos aleatoriamente para os


alunos. Cada aluno irá reproduzir o som do cano. Pedir para que eles organizem a sequência
das alturas das notas. Ao final, poderemos tocar a música Brilha Brilha Estrelinha.
Duração de 15 minutos.

6 – Improvisação: Violão e sequência das notas da escala.


Duração de 25 minutos.

Chapecó
2019 18
Unochapecó
Área de Ciências Humanas e Jurídicas

PLANO DE AULA 10
Data: 30/04
 Objetivos
Revisão para avaliação.
 Conteúdos desenvolvidos
Pulsação, ritmos e apreciação.
 Metodologias/Atividades
1 – Os estagiários retomarão o trabalho postural violinístico. Com o uso do instrumento,
os alunos tocarão a corda ré, lá e mi, tocando duas semínimas e 4 semínimas para cada corda.
Os alunos que estiverem sem o violino, baterão o pulso com o pé.
Duração de 15 minutos.

2 – Iniciaremos a escala de ré maior ascendente e descendente em uma oitava. Tocando


assim, 4 semínimas para cada nota e 2 mínimas. E retomaremos com os alunos a escala de lá
maior ascendente e descendente em uma oitava, com o uso de semínimas pontuadas.
Duração de 15 minutos.

3 – Proporcionaremos momentos de relaxamento e alongamento.


Duração de 5 minutos.

4 – Em seguida, mostraremos um vídeo que irá apresentar a música Ode à Alegria.


Durante a mostra desse vídeo pontuaremos alguns aspectos relevantes em relação à postura
violinística e a música em si.
Duração de 10 minutos.

5 – Iniciaremos a música Ode à Alegria. Levaremos a partitura escrita e pintaremos as


notas diferentes para melhor compreensão. A música deverá ser ensinada com o uso da
imitação, um dos estagiários deverá tocar trecho por trecho e os alunos deverão repetir cada
trecho tendo o auxilio dos outros dois estagiários que não estarão tocando.
Duração de 20 minutos.

6 – A próxima atividade será com o uso de fita crepe. Antes de iniciar a aula, faremos
um trajeto sinuoso com o uso da fita crepe, na atividade os alunos serão separados em grupos.

Chapecó
2019 19
Unochapecó
Área de Ciências Humanas e Jurídicas

Um ou dois integrantes de cada grupo deverá percorrer esse trajeto com os olhos vendados
que serão (á) guiados (o) conforme escutam determinado som executado pelo colega do grupo
que será combinado anteriormente à atividade. Por exemplo: passos à frente –som de sssss,
passos para trás brrrrrrrrrr. Durante a atividade deveremos cronometrar o tempo que cada
equipe irá levar para percorrer o trajeto, a equipe que levar menos tempo ganhará a
competição.
Duração de 25 minutos.

7 – Retomaremos as músicas: Pizzicato Pete e Brilha Brilha Estrelinha.


Duração de 25 minutos.

8 – Será realizada uma avaliação, que consistirá em perguntas referentes ao estilo de


música que os alunos escutam e também.
Duração de 5 minutos.

Chapecó
2019 20
Unochapecó
Área de Ciências Humanas e Jurídicas

PLANO DE AULA 11
Data: 07/05
 Objetivos
Avaliação.
 Conteúdos desenvolvidos
Pulsação, ritmos e apreciação.
 Metodologias/Atividades
1 – Exercício para fortalecer o dedo mindinho e o polegar ao segurar o arco, usando
apenas esses dois dedos, os alunos irão equilibrar o arco.
Duração de 5 minutos.

2 – Aquecimento de arco: duas semínimas na corda lá, mi, lá e ré. Fazer variações de
pulso lento e rápido, andando pela sala.
Duração de 15 minutos.

3 – Escala de lá maior e ré maior em duas semínimas e ritmo Suzuki.


Duração de 15 minutos.

4 – Aprender arpejo de lá e ré.


Duração de 10 minutos.

5 – Improvisações com acompanhamento de violão e pandeiro na escala de ré, seguindo


a sequência de acordes D7M, E7(9), G7M, Gm/A.
Duração de 15 minutos.

6 – Relembrar Brilha Brilha Estrelinha completa, separando a turma em dois grupos, na


qual um grupo tocará o violino e o outro fará o jogo dos copos.
Duração de 15 minutos.

7 – Passagem de vídeo que apresentará a música Ode à Alegria. Durante a mostra desse
vídeo pontuaremos alguns aspectos relevantes em relação à postura violinística e a música em
si.
Duração de 15 minutos.

Chapecó
2019 21
Unochapecó
Área de Ciências Humanas e Jurídicas

8 – Iniciaremos a primeira parte da música Ode à Alegria.


Duração de 20 minutos.

9 – Discussão com os alunos: que músicas a classe tem interesse em aprender? O que
eles acham sobre as músicas aprendidas até o momento?
Duração de 10 minutos.

Chapecó
2019 22
Unochapecó
Área de Ciências Humanas e Jurídicas

2º Semestre: Planejamento de aulas e relatórios

PLANO DE AULA 19 e 20
Data: 14/09
 Objetivos
Desenvolver percepção rítmica e melódica.
 Conteúdos desenvolvidos
Percepção da afinação e funcionamento das cravelhas e micro afinadores.
 Metodologias/Atividades
1 – Após afinar os instrumentos junto com os alunos, deixar um violino desafinado
propositalmente e com a ajuda de um colega com um violino afinado dando a referência, ir
perguntando para os alunos o que eles estão percebendo; se o som esta igual ou se esta
diferente. Dessa forma também, compreender o uso das cravelhas e dos micro-afinadores.
Duração de 5 minutos.

2 – Relembrar as músicas:
• Pizzicato Pete - Trabalhar a audição do grupo e percepção do andamento;
• Estrelinhas - Levar novamente o sanduíche (partitura) trabalhar pulsação, afinação e
condução de arco. Se possível fazer ela duas vezes: a primeira com o tema normal e a segunda
com o rítmo do "chocolate quente". Os alunos que estiverem sem instrumento farão o rítmo
com os copos para acompanhar.
• Ode à Alegria - Trabalhar as notas da sequência da melodia. Fazer o exercício
movimentando o arco para cima e para baixo, sem o violino, falando o numero dos dedos
junto com o movimento rítmico do arco.
• Viva La Vida - Trabalhar o ostinato rítmico com as palmas mantendo a pulsação com os
pés. Enquanto fazem o ostinato rítmico, algum dos estagiários tocar a melodia.
Duração de 50 minutos.

3 – Observando a dificuldade dos alunos de sentirem o pulso interno e de ouvir o


andamento da música quando estão tocando juntos, a atividade com a música Escravos de Jó
trabalha esses aspectos; principalmente quando a melodia sai de cena ficando apenas a
pulsação com os movimentos dos copos. Analisar o comportamento musical do grupo
principalmente no que se refere à pulsação nessa parte específica da atividade.

Chapecó
2019 23
Unochapecó
Área de Ciências Humanas e Jurídicas

Duração de 15 minutos.

4 – Com o objetivo de preparar os alunos para futuras apresentações, simular uma


atividade de performance onde os alunos vão entrar na sala, ser aplaudidos e anunciados. Com
o uso do celular, gravar cada música para que eles mesmos se ouçam e posteriormente façam
uma análise crítica.
Duração de 20 minutos.

Chapecó
2019 24
Unochapecó
Área de Ciências Humanas e Jurídicas

PLANO DE AULA 21 e 22
Data: 21/09
 Objetivos
Trabalhar a pulsação e introduzir a escala mixolídia.
 Conteúdos desenvolvidos
Postura violinística, escala no modo mixolídio, compreender o baião.
 Metodologias/Atividades
1 – Os alunos tocarão a corda lá, mi e ré, tocando quatro semínimas para cada corda, no
meio do arco.
Duração de 5 minutos.

2 – Retomaremos com os alunos a escala de lá maior em uma oitava e introduziremos a


mesma escala com o uso do segundo dedo fechado na primeira corda, formando um intervalo
de sétima menor, caracterizando assim a escala mixolídia, encontrada no ritmo baião.
Duração de 10 minutos.

3 – Trabalharemos com os alunos a célula rítmica do baião com o uso da percussão


corporal, mão no peito e no tampo. Também faremos o uso do pizzicato antes do cavalete e
depois do cavalete, na 1ª e 2ª corda. Faremos uma breve explicação sobre o ritmo baião
explicando suas características e origem.
Duração de 10 minutos.

4 – Dando continuidade a atividade anterior, o professor tocará o tema (refrão) em


anexo* e os alunos acompanharão com o uso da 1ª e 2ª corda com o arco marcando a parte
rítmica. Entre um refrão e outro cada aluno irá improvisar usando as notas com a escala feita
anteriormente. (Obs: enquanto os alunos e o professor tocam mantém-se o ostinato rítmico
com o pandeiro e o bumbo).
Duração de 25 minutos.

5 – Retomaremos as músicas: Pizzicato Pete, Brilha Brilha Estrelinha e Viva La Vida.


A música Viva La Vida será trabalhada com o uso do pizzicato e arco.
Duração de 20 minutos.

Chapecó
2019 25
Unochapecó
Área de Ciências Humanas e Jurídicas

6 – Como última atividade, mostraremos aos alunos os vídeos que gravamos das
atividades e repertório feitos na aula anterior. Faremos observações e comentários para a
melhora do desempenho individual e do grupo.
Duração de 5 minutos.

Chapecó
2019 26
Unochapecó
Área de Ciências Humanas e Jurídicas

Chapecó
2019 27
Unochapecó
Área de Ciências Humanas e Jurídicas

PLANO DE AULA 35 e 36
Data: 30/11
 Objetivos
Trabalhar performance.
 Conteúdos desenvolvidos
Repertório.
 Metodologias/Atividades
1 – Aquecimento de corda solta.
Duração de 5 minutos.

2 – Escala de lá com a 7ª menor e ré. Duas semínimas e depois variar com ritmo Suzuki.
Duração de 10 minutos.

3 – Retomar o funk: letra, percussão corporal e melodia. Estruturar as partes e ensaiar.


Levar a letra impressa.
Girls hit you ‘hallelujah’ (repete 3 vezes)
Cause uptown funk gon’ give it to you (repete 3 vezes)
Saturday night and we in The spot
Don’t believe me, just watch.
Duração de 30 minutos.

4 – Ensaiar a peça com os canos. Cada aluno irá cantar as notas, e depois faremos com
os canos cantando com nome de nota, fazer sem regência algumas vezes.
Duração de 20 minutos.

5 – Estruturar o improviso do baião: organizar quantos compassos terão


acompanhamento e quantos compassos cada aluno irá improvisar. Inserir acompanhamento
com pandeiro.
Duração de 15 minutos.

6 – Repassar Brilha Brilha Estrelinha, Viva La Vida e Piziccato Pete.


Duração de 10 minutos.

Chapecó
2019 28
Unochapecó
Área de Ciências Humanas e Jurídicas

Chapecó
2019 29
Unochapecó
Área de Ciências Humanas e Jurídicas

APRESENTAÇÃO (AULA 37)


Data: 03/12
 Metodologias/Atividades
Apresentação de todas as músicas aprendidas no decorrer do ano.

CONSIDERAÇÕES FINAIS

BIBLIOGRAFIA

ARAÚJO, Aureliano Afonso. Procedimentos técnicos na iniciação ao violino: uma


sistematização de exercícios de apoio ao repertório Suzuki. 2007. 79 p. Dissertação
(Mestrado) – Universidade Federal de Minas Gerais, 2007.

BERGMANN, Juarez. A análise e criação de literatura musical como ferramentas da


metodologia contemporânea do ensino do violino em sua fase inicial de aprendizado.
Dissertação de Mestrado. UFPR: Curitiba, 2010.

CRUVINEL, Flávia M. Efeitos do ensino coletivo na iniciação instrumental de cordas: a


educação musical como meio de transformação social. Dissertação de Mestrado. Escola de
Música e Artes Cênicas da UFG. Goiânia: PPG - Música-UFG, 2003.

ILARI, B. S.; MATEIRO, T. A. N. Pedagogias em Educação Musical. Curitiba: Editora


Ibpex, 2011.

LUCKMAN, Paulo Egídio. O Método de cordas de Luis Soler Realp: Análise e


Comparação com Publicações Afins. Dissertação (Mestrado) - UNICAMP: Campinas,
2012.

SCOGGIN, Glaúcia Borges. A pedagogia e a performance dos instrumentos de cordas no


Brasil: um passado que ainda é realidade. Per Musi. Belo Horizonte, v. 7, 2003. p. 25-36.

SILVA, Tássia Fagundes. Pedagogia do violino: proposta e análise de um concerto


didático para alunos iniciantes. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Música –
Violino) – Universidade Estadual de Maringá, Maringá, 2011.

Chapecó
2019 30
Unochapecó
Área de Ciências Humanas e Jurídicas

Chapecó
2019 31