Você está na página 1de 21

ESCOLA DE EDUCAÇÃO BÁSICA DOM ORLANDO DOTTI

RUA IRMÃO TOMAZ 293-BAIRRO BOM JESUS


CAÇADOR-SANTA CATARINA- CEP 89504670
CÓDIGO DO INEP: 42072379

PLANO DE ENSINO UNIFICADO-2019


CURSO: ENSINO FUNDAMENTAL
DISCIPLINA: GEOGRAFIA

1. IDENTIFICAÇÃO DE PROFESSORES, OBJETIVO GERAL DA DISCIPLINA E HABILIDADES ESPERADAS

1.1 Professores Turmas relacionadas a cada professor


• Renato Vogel • Matutino: 601, 602, 701 e 702
Vespertino: 603, 604, 605, 704, 705 e 803

• Luciana Aparecida Weber • Matutino: 801, 802 e 901

1.2 OBJETIVO GERAL DA DISCIPLINA


Proporcionar ao estudante uma formação consciente e crítica da realidade da sociedade mundial, brasileira e regional englobando seus
aspectos naturais, sociais, políticos e econômicos a fim de possibilitar uma ampliação de sua visão de mundo e do espaço em que vive
visando sua maior integração na sociedade em constante transformação através do desenvolvimento de habilidades necessárias para
formar conceitos, relacionar conhecimentos geográficos, tirar conclusões e realizar trabalho de síntese dos conhecimentos adquiridos.
1.3 HABILIDADES (PRÁTICAS,COGNITIVAS E SOCIOEMOCIONAIS) ESPERADAS DE ACORDO COM LDB, PCSC e BNCC
http://basenacionalcomum.mec.gov.br/wp-content/uploads/2018/12/BNCC_14dez2018_site.pdf)

Conhecimento: Valorizar e utilizar os conhecimentos historicamente construídos sobre o mundo físico, social, cultural e digital para
entender e explicar a realidade, continuar aprendendo e colaborar para a construção de uma sociedade justa, democrática e inclusiva.

Pensamento crítico e criativo:Exercitar a curiosidade intelectual e recorrer à abordagem própria das ciências, incluindo a investigação, a
reflexão, a análise crítica, a imaginação e a criatividade, para investigar causas, elaborar e testar hipóteses, formular e resolver problemas
e criar soluções (inclusive tecnológicas) com base nos conhecimentos das diferentes áreas.

Repertório cultural:Valorizar e fruir as diversas manifestações artísticas e culturais, das locais às mundiais, e também participar de
práticas diversificadas da produção artístico-cultural.

Comunicação:Utilizar diferentes linguagens – verbal (oral ou visual-motora, como Libras, e escrita), corporal, visual, sonora e digital –,
bem como conhecimentos das linguagens artística, matemática e científica, para se expressar e partilhar informações, experiências, ideias
e sentimentos em diferentes contextos e produzir sentidos que levem ao entendimento mútuo.

Cultura digital:Compreender, utilizar e criar tecnologias digitais de informação e comunicação de forma crítica, significativa, reflexiva e
ética nas diversas práticas sociais (incluindo as escolares) para se comunicar, acessar e disseminar informações, produzir conhecimentos,
resolver problemas e exercer protagonismo e autoria na vida pessoal e coletiva.

Trabalho e projeto de vida:Valorizar a diversidade de saberes e vivências culturais e apropriar-se de conhecimentos e experiências que
lhe possibilitem entender as relações próprias do mundo do trabalho e fazer escolhas alinhadas ao exercício da cidadania e ao seu projeto
de vida, com liberdade, autonomia, consciência crítica e responsabilidade.

Argumentação: Argumentar com base em fatos, dados e informações confiáveis, para formular, negociar e defender ideias, pontos de
vista e decisões comuns que respeitem e promovam os direitos humanos, a consciência socioambiental e o consumo responsável em
âmbito local, regional e global, com posicionamento ético em relação ao cuidado de si mesmo, dos outros e do planeta.

Autoconhecimento e autocuidado:Conhecer-se, apreciar-se e cuidar de sua saúde física e emocional, compreendendo-se na


diversidade humana e reconhecendo suas emoções e as dos outros, com autocrítica e capacidade para lidar com elas.

Empatia e cooperação:Exercitar a empatia, o diálogo, a resolução de conflitos e a cooperação, fazendo-se respeitar e promovendo o
respeito ao outro e aos direitos humanos, com acolhimento e valorização da diversidade de indivíduos e de grupos sociais, seus saberes,
identidades, culturas e potencialidades, sem preconceitos de qualquer natureza.

Responsabilidade e cidadania:Agir pessoal e coletivamente com autonomia, responsabilidade, flexibilidade, resiliência e determinação,
tomando decisões com base em princípios éticos, democráticos, inclusivos, sustentáveis e solidários.

2. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO
2.1 – SEXTO ANO
1º trimestre (11/02 a 20/05)
OBJETIVOS ESPECÍFICOS
• Desenvolver conceitos básicos da disciplina de geografia;
• Identificar os principais objetivos e importância da geografia;
• Identificar e conceituar as diferentes categorias de espaços geográficos.
• Compreender e apreender os diferentes meios e técnicas da orientação espacial;
• Aprimorar os sentidos de localização e orientação espacial já adquiridos;
• Interpretar e compreender a linguagem cartográfica e a sua aplicação nos estudos geográficos
.
Conteúdo Programático ( o que ensinar) Estratégia (como ensinar)

• Aulas expositivas de introdução dos conteúdos;


1. A Ciência Geográfica: Conceitos e princípios • Análise e interpretação dos textos do livro didático;
• Resolução de exercícios práticos e teóricos;
2. Orientação e localização no espaço geográfico
• Construção da rosa dos ventos e de bússolas artesanais;
2.1. O Espaço Geográfico: Meio Natural e Meio Social
2.2. As categorias de espaço: paisagem, lugar, território e região • Desenvolvimento de jogos para apreensão da localização
2.3. A orientação geográfica: pontos e meios de orientação geográfica;
2.4. As coordenadas geográficas • Análise e interpretação de mapas e gráficos;
3. A linguagem cartográfica
3.1. A História da cartografia e sua importância
3.2. O mapa e seus elementos
3.3. A leitura dos mapas, gráficos e outras representações.

2º trimestre (21/05 a 09/09)


OBJETIVOS ESPECÍFICOS
• Compreender a posição da Terra no Sistema Solar e suas características espaciais;
• Compreender a escala do tempo geológico;
• Reconhecer a estrutura e composição litológica do planeta Terra e sua evolução geológica;
• Identificar as diferentes formas do relevo e seus agentes criadores e transformadores.
• Reconhecer a importância dos recursos hídricos no nosso dia a dia e para a manutenção da vida no planeta.

Conteúdo Programático ( o que ensinar) Estratégia (como ensinar)

• Aulas expositivas de introdução dos conteúdos;


4. A Terra no espaço: • Análise e interpretação dos textos do livro didático;
4.1. A Terra no Sistema Solar • Resolução de exercícios práticos e teóricos;
4.2. Os movimentos da Terra e suas consequências
• Criação de maquetes, colagens e desenhos para
5. A formação e evolução da Terra representação dos fenômenos estudados;
5.1. As eras geológicas • Uso de paródias para fixação de conteúdos;
5.2. A estrutura da Terra • Uso de vídeos didáticos para apreensão dos conteúdos.
5.3. A Deriva Continental e o tectonismo • Projeção de slides para ilustração dos diferentes fenômenos
5.4. As Rochas e Minerais estudados.

6. O Relevo terrestre
6.1. As principais formas de relevo
6.2. A importância do relevo para a sociedade
6.3. Os agentes criadores e transformadores do relevo.

7. Os recursos hídricos

3º trimestre 10/09 a 18/12


OBJETIVOS ESPECÍFICOS
• Compreender a importância da atmosfera e sua dinâmica climática para a sociedade;
• Identificar os grandes domínios climáticos e suas características;
• Interpretar e entender os climogramas;
• Compreender os diferentes fenômenos climáticos e suas consequências;
• Identificar as grandes paisagens vegetais do planeta e as ações antrópicas sobre elas;
• Perceber a importância dos recursos naturais para a humanidade.

Conteúdo Programático ( o que ensinar) Estratégia (como ensinar)

• Aulas expositivas de introdução dos conteúdos;


8. A Atmosfera terrestre • Análise e interpretação dos textos do livro didático;
8.1. A composição e importância da atmosfera • Resolução de exercícios práticos e teóricos;
8.2. O tempo e o clima
• Criação de maquetes, colagens e desenhos para
8.3. Os climogramas
representação dos fenômenos estudados;
8.4. Os fenômenos climáticos
8.5. Os grandes domínios climáticos do Brasil e do mundo • Uso de paródias para fixação de conteúdos;
• Uso de vídeos didáticos para apreensão dos conteúdos.
9. Os recursos Vegetais • Projeção de slides para ilustração dos diferentes fenômenos
9.1. Vegetação nativa e a vegetação humanizada estudados.
9.2. As diferentes formações vegetais
9.3. As grandes paisagens vegetais do planeta
9.4. As ações humanas e o desmatamento

10. O Extrativismo e os recursos naturais.

2.2- SÉTIMO ANO


1º trimestre (11/02 a 20/05)
OBJETIVOS ESPECÍFICOS
• Analisar os diferentes aspectos do espaço geográfico brasileiro;
• Compreender a influência natural sobre a organização da sociedade brasileira;
• Entender a influência do processo histórico na organização do espaço brasileiro;
• Identificar e compreender as diferentes formas de ocupação do território brasileiro;
• Relacionar as diferentes formas de regionalização do espaço brasileiro;
• Identificar os diferentes domínios naturais do Brasil;
• Compreender as influências humanas sobre os domínios naturais brasileiros.

Conteúdo Programático ( o que ensinar) Estratégia (como ensinar)

• Aulas expositivas de introdução dos conteúdos;


1. O Território Brasileiro • Análise e interpretação dos textos do livro didático;
1.1. A Localização Geográfica do Brasil • Resolução de exercícios práticos e teóricos;
1.2. Os Limites e Fronteiras
• Uso de paródias para fixação de conteúdos;
1.3. Fusos Horários
• Projeção de slides para ilustração dos diferentes fenômenos
2. A Formação do Território Brasileiro estudados.
2.1. O processo histórico de formação • Criação de ilustrações e análise e interpretação de mapas.
2.2. Os Povos Indígenas e o seu imaginário social
2.3. O Bandeirismo
3. A Regionalização do Brasil
3.1. Conceitos de Região e Regionalização
3.2. A Regionalização Oficial – IBGE
3.3. Os complexos Regionais

4. Os Domínios Naturais
4.1. Os domínios morfoclimáticos
4.2. Os impactos ambientais sobre os domínios naturais
4.3. As unidades de conservação

2º trimestre (21/05 a 09/09)


OBJETIVOS ESPECÍFICOS
• Compreender o processo de formação da população brasileira;
• Analisar o crescimento da população brasileira e suas implicações socioeconômicas;
• Identificar as diferentes estruturas da população brasileira e suas consequências para a sociedade;
• Compreender as razões da grande diversidade cultural do Brasil;
• Caracterizar o processo de urbanização do Brasil e suas consequências;
• Compreender o processo de industrialização do Brasil e as transformações espaciais por ela provocada;
• Identificar as características naturais, sociais e econômicas da região Sul;
• Caracterizar o processo de formação da sociedade da região da Sul.

Conteúdo Programático ( o que ensinar) Estratégia (como ensinar)

5. A Geografia Humana do Brasil • Aulas expositivas de introdução dos conteúdos;


5.1. A População Brasileira: Composição e distribuição geográfica • Análise e interpretação dos textos do livro didático;
5.2. O crescimento da população • Resolução de exercícios práticos e teóricos;
5.3. Os movimentos migratórios internos e externos da população
brasileira • Uso de paródias para fixação de conteúdos;
5.4. A estrutura da população brasileira • Projeção de slides para ilustração dos diferentes fenômenos
5.5. A diversidade cultural estudados.
• Criação de ilustrações e análise e interpretação de mapas.
6. O Quadro Socioeconômico do Brasil: Da sociedade agrária para
urbano-industrial
6.1. A Urbanização Brasileira
6.2. A estrutura e os problemas urbanos
6.3. A industrialização brasileira
6.4. O espaço agrário e a questão da terra

7. A Região Sul
7.1. O Quadro Natural
7.2. A construção dos espaços geográficos
7.3. A ocupação do Espaço: Jesuítas, tropeiros e imigrantes
7.4. O Espaço geográfico econômico atual: população e economia

3º trimestre (10/09 a 18/12)


OBJETIVOS ESPECÍFICOS
• Identificar as características naturais, sociais e econômicas das regiões nordeste, sudeste, centro-oeste e norte;
• Caracterizar as sub-regiões do nordeste brasileiro;
• Compreender as problemáticas sócio econômicas da região nordeste;
• Compreender o papel de liderança econômica da região sudeste no cenário nacional;
• Identificar e relacionar as grandes questões ambientais da região amazônica;
• Caracterizar o processo do desenvolvimento recente das regiões centro-oeste e norte.

Conteúdo Programático ( o que ensinar) Estratégia (como ensinar)


8. A Região Nordeste • Aulas expositivas de introdução dos conteúdos;
8.1. O Quadro Natural • Análise e interpretação dos textos do livro didático;
8.2. As Sub-regiões Geográficas • Resolução de exercícios práticos e teóricos;
8.3. A Zona da Mata e as atividades econômicas ao longo da
• Uso de paródias para fixação de conteúdos;
história
8.4. O Agreste • Projeção de slides para ilustração dos diferentes fenômenos
8.5. O Sertão nordestino e a questão da seca e seus problemas estudados.
8.6. O Meio-Norte • Criação de ilustrações e análise e interpretação de mapas.

9. A Região Norte
9.1. O Quadro Natural
9.2. A construção dos espaços geográficos
9.3. As questões socioambientais da Amazônia
9.4. O ingresso do grande capital na Amazônia
9.5. A Biodiversidade amazônica
9.6. O Desenvolvimento Sustentável

10. A Região Sudeste


10.1. O Quadro Natural
10.2. O Processo de Ocupação e Povoamento: Da Mineração a
Cafeicultura
10.3. A cafeicultura e a organização do espaço
10.4. O Espaço Geográfico Atual: população e economia

11. A Região Centro-Oeste


11.1. O Quadro Natural
11.2. A construção dos espaços geográficos iniciais
11.3. A ocupação do Espaço: Jesuítas, tropeiros e imigrantes
11.4. A dinamização da economia do Centro-Oeste
11.5. O Espaço geográfico econômico atual: população e
economia

2.3OITAVO ANO
1º trimestre (11/02 a 20/05)
OBJETIVOS ESPECÍFICOS
• Identificar as diferentes formas de regionalização do mundo compreendendo as razões para a sua efetivação;
• Compreender o processo da organização socioeconômica do espaço mundial relacionando-o com as diferentes formas de
apropriação dos diferentes territórios;
• Entender o processo da globalização mundial e a sua evolução ao longo dos anos;
• Compreender a dinâmica do comércio e da economia mundial contemporânea;
• Identificar os principais problemas sociais e ambientais decorrentes do processo de globalização.

Conteúdo Programático ( o que ensinar) Estratégia (como ensinar)

1. O Espaço Mundial: diversidade e regionalização


1.1. As diferentes formas de regionalização do espaço mundial • Aulas expositivas de introdução dos conteúdos;
1.2. Os grandes continentes e oceanos • Análise e interpretação dos textos do livro didático;
1.3. Os Estados e a população mundial • Resolução de exercícios práticos e teóricos;
1.4. As diferentes visões de mundo: O mundo físico e o mundo das • Uso de paródias para fixação de conteúdos;
sociedades • Projeção de slides para ilustração dos diferentes fenômenos
1.5. Os níveis de desenvolvimento econômico estudados.
• Criação de ilustrações e análise e interpretação de mapas.
2. Mundo Global: origens e desafios
2.1. As origens e bases do mundo atual • Análise do vídeo “Uma Verdade Inconveniente” sobre as
2.2. A globalização e suas fases grandes transformações climáticas do mundo.
2.3. Os fluxos do comércio e a divisão internacional do trabalho
2.4. A globalização e o meio ambiente
2.5. Crises e desigualdades no mundo global
2º trimestre (21/05 a 09/09)
OBJETIVOS ESPECÍFICOS
• Analisar os aspectos naturais e sociais que caracterizam o território americano para a compreensão da organização da sociedade
das Américas;
• Identificar as diferentes formas de regionalização do território americano;
• Identificar o processo histórico de ocupação do continente americano a fim de compreender o atual cenário socioeconômico do
continente;
• Compreender o processo de formação territorial do Estados Unidos e a sua posição de líder mundial;
• Caracterizar o quadro natural e socioeconômico dos Estados Unidos e do Canadá.

Conteúdo Programático ( o que ensinar) Estratégia (como ensinar)

3. O Continente Americano: Natureza e herança colonial


3.1. Localização e Regionalização Natural • Aulas expositivas de introdução dos conteúdos;
3.2. O quadro natural: relevo e a hidrografia • Análise e interpretação dos textos do livro didático;
3.3. O quadro natural: clima e vegetação • Resolução de exercícios práticos e teóricos;
3.4. A conquista da América pelos europeus • Uso de paródias para fixação de conteúdos;
3.5. A regionalização sócio econômica: América Latina e Anglo- • Projeção de slides para ilustração dos diferentes fenômenos
saxônica estudados.
• Criação de ilustrações e análise e interpretação de mapas.
4. Os países desenvolvidos da América
4.1. Os Estados Unidos
4.1.1 Formação e expansionismo territorial
4.1.2 A expansão territorial e a política intervencionista
4.1.3 A potencialidade econômica
4.1.4 A população e urbanização

4.2. O Canadá
4.2.1A economia e a interdependência aos Estados Unidos
4.2.2 A população canadense
4.2.3 O Panorama econômico

3º trimestre (10/09 a 18/12)


OBJETIVOS ESPECÍFICOS
• Identificar os diferentes níveis de desenvolvimento socioeconômico da América Latina;
• Compreender as razões do maior desenvolvimento econômico dos países emergentes da América Latina;
• Analisar a importância dos recursos minerais no desenvolvimento econômico dos países latino-americanos;
• Identificar e relacionar os graves problemas sociais dos países latino-americanos mais dependentes;
• Compreender o processo e importância dos projetos de integração do continente americano.

Conteúdo Programático ( o que ensinar) Estratégia (como ensinar)

5. Os países emergentes da América


5.1. México, Argentina e Brasil: Da industrialização tardia à • Aulas expositivas de introdução dos conteúdos;
inserção global • Análise e interpretação dos textos do livro didático;
5.2. O México • Resolução de exercícios práticos e teóricos;
5.3. A Argentina • Uso de paródias para fixação de conteúdos;
5.4. O Brasil e o Mercosul • Projeção de slides para ilustração dos diferentes fenômenos
6. Os países americanos de economia mineral estudados.
6.1. Venezuela e Trinidad e Tobago • Criação de ilustrações e análise e interpretação de mapas
6.2. Equador e Chile
6.3. Peru e Bolívia
6.4. Guiana, Suriname e Jamaica

7. Os países americanos de base agropecuária


7.1. Colômbia
7.2. Uruguai e Paraguai
7.3. A América Central Continental e Insular
7.4. Cuba

8. Os projetos de integração do continente americano


8.1. O projeto hispano-americanismo
8.2. O Pan-americanismo
8.3. O Brasil na América do Sul: fronteira e integração física e
energética
8.4. Brasil: Lideranças e tensões na América do Sul

2.4- NONO ANO


1º trimestre (11/02 a 20/05)
OBJETIVOS ESPECÍFICOS
• Compreender novos conhecimentos geográficos;
• Refletir sobre as ações do ser humano no planeta Terra.
• Observar os avanços econômicos, científicos e tecnológicos nos espaços geográficos;
• Motivar os educandos à práticas de reflexão, responsabilidade e participação ativa diante de problemas apresentados pela Geografia.
• Contribuir, pelo menos um pouco, para construção de uma sociedade melhor.

Conteúdo Programático ( o que ensinar) Estratégia (como ensinar)

1. O mundo global, geopolítica e organizações internacionais


1.1. O mundo bipolar • Aula expositiva;
1.2. O mundo unipolar • Aula dialogada;
1.3. A influência mundial dos Estados • Aula experimental;
1.4. Os organismos internacionais • Estudo em grupo;
• Estudo individual;
2. População e desafios globais • Pesquisa bibliográfica;
2.1. A população mundial
• Pesquisa com internet;
2.2. A população e urbanização
2.3. As religiões do mundo • Análise da situação de problemas e imagens;
2.4. Os desafios da ONU • Debates.

3. O continente europeu
3.1. O espaço natural da Europa
3.2. Os aspectos humanos da Europa
3.3. A União Europeia
3.4. A Economia europeia

2º trimestre (21/05 a 09/09)


OBJETIVOS ESPECÍFICOS
• Conhecer novos conceitos de ordem geográfica;
• Entender o que é o bloco econômico U. E.;
• Analisar economia asiática;

Conteúdo Programático ( o que ensinar) Estratégia (como ensinar)

4. A CEI e a questão energética russa


4.1. Da Rússia a CEI • Aula expositiva;
4.2. A Comunidade dos Estados Independentes • Aula dialogada;
4.3. A Economia da CEI • Aula experimental;
4.4. Rússia: A perda da hegemonia • Estudo em grupo;
• Estudo individual;
5. O Continente Asiático • Pesquisa bibliográfica;
5.1. O quadro natural da Ásia
• Pesquisa com internet;
5.2. O Japão e os Tigres Asiáticos
5.3. China: O Dragão Asiático • Análise da situação de problemas e imagens;
5.4. Índia: O país das diversidades • Debates.

6. O Oriente Médio
6.1. O quadro natural e aspectos humanos
6.2. As questões do Petróleo
6.3. Israel e Palestina
6.4. Os conflitos árabe-israelense

3º trimestre (10/09 a 18/12)


OBJETIVOS ESPECÍFICOS
• Observar os avanços econômicos, científicos e tecnológicos nos espaços geográficos;
• Compreender novos conhecimentos geográficos;
• Refletir sobre as ações do ser humano no planeta Terra.
• Observar os avanços econômicos, científicos e tecnológicos nos espaços geográficos;
• Motivar os educandos à práticas de reflexão, responsabilidade e participação ativa diante de problemas apresentados pela Geografia.
• Contribuir, pelo menos um pouco, para construção de uma sociedade melhor.

Conteúdo Programático ( o que ensinar) Estratégia (como ensinar)

7. O Continente Africano
7.1. O meio natural • Aula expositiva;
7.2. O imperialismo europeu • Aula dialogada;
7.3. A regionalização e a economia • Aula experimental;
7.4. A África no início do século XXI • Estudo em grupo;
• Estudo individual;
8. A Oceania e as Regiões Polares • Pesquisa bibliográfica;
8.1. A Oceania em conjunto
• Pesquisa com internet;
8.2. Austrália e a Nova Zelândia
8.3. A Região Ártica • Análise da situação de problemas e imagens;
8.4. A Antártida • Debates.

3. PROJETOS
3.1 Projeto(s) da Disciplina

3.2: Projeto(s) da Área de conhecimento


4. METODOLOGIA DE ENSINO

- Metodologia de ensino a ser executada é o percurso formativo. De acordo com PCSC 2014, o percurso formativo é processo constitutivo
e constituinte da formação humana que norteia a importância d história, cultura, contexto social, linguagens, inteligência emocional,
valores e virtudes, conhecimentos sistematizados e conhecimentos cotidianos do sujeito (aluno) numa interação intrapessoal e
interpessoal.
- As estratégias de ensino aprendizagem estão relacionadas ao percurso formativo da Proposta Curricular de Santa Catarina e às 10 (dez)
competências da BNCC. Portanto, “é fundamental que as práticas pedagógicas a serem levadas a efeito nas escolas considerem a
importância do desenvolvimento de todas as potencialidades humanas, sejam elas físicas/motoras, emocionais/afetivas, artísticas,
lingüísticas, expressivo-sociais, cognitivas, dentre outras, contribuindo assim para o desenvolvimento do ser humano de forma unilateral”.
(PCSC, 2014, p.31)

5. AVALIAÇÃO
A aprovação ou retenção do aluno obedecerá a Resolução Nº 183, de 19 de novembro de 2013 e o artigo 7º da Portaria nº 109 de
07/02/2019

“Art.7º Ter-se-ão como aprovado, quanto ao rendimento da avaliação em todas as etapas e modalidades da Educação Básica, o aluno
que:
I. Obtiver a média anual igual ou superior a seis (6) em todas as disciplinas;
III.não será adotado exame final em nenhum ano ou série letiva na Educação Básica, na Educação Profissional e na Educação de
Jovens e Adultos;
IV.para efeito de cálculo do resultado de aprovação, em todas as etapas e modalidades da Educação Básica e Profissional deve se
aplicar a fórmula: Soma da média dos trimestres ÷ 3 ˃ ou = 6 (seis);
V.ter-se-ão como reprovado o aluno que obtiver média final inferior a 6 (seis).

Como consta no PPP da escola, a nota trimestral no boletim será calculada tendo, no mínimo, 4 avaliações. Essas 4(quatro) avaliações
são: a) uma prova teórica individual sem consulta, b) uma prova teórica individual de recuperação de nota da prova já aplicada, c)
trabalho, d) nota de competências socioemocionais.

a- Provas:
Todos os alunos têm direito à recuperação de conteúdo e à recuperação de nota da prova. A prova de recuperação será aplicada após a
recuperação de conteúdos, porém os alunos que obtiveram notas acima de 7,0 (sete) na(s) prova(s) podem optar por não fazê-la. Nesse
caso, deverão ocupar-se de uma boa leitura de livros permanecendo em sala de aula. Em todas as disciplinas, a recuperação da prova
teórica deverá ser realizada através da aplicação de uma nova prova individual e sem consulta.
Obs.: A prova poderá ser substituída por projeto pedagógico (Ex.: aplicação de metodologia ativa) mediante a discussão da importância
desse projeto entre professor(a) e direção/coordenação e o aval dos mesmos. Essa substituição só poderá ser em 1(um) dos 3(três)
trimestres.

b- Trabalho
O trabalho será realizado para desenvolver as habilidades, atitudes e virtudes que contemplam as 10 competências da BNCC. Portanto,
será um trabalho individual com consulta ou em equipe. Haverá recuperação de conteúdos, porém a nota de trabalho não será
recuperada considerando que o trabalho é feito em equipe e/ou consulta.

c- Competências socioemocionais
A nota de competências sócioemocionais atende à exigência da RESOLUÇÃO Nº 183 (artigo nº 5) de 19 de novembro de 2013 e a da
BNCC (10ª competência), e tem o mesmo peso de uma prova ou de um trabalho e sua atribuição é da competência do professor da
disciplina. Essa nota deve representar o resultado da observação do professor quanto às atitudes e valores do aluno. Não há recuperação
de nota para competências socioemocionais.

Além das 4(quatro) avaliações em cada trimestre, há um instrumento chamado de campo “conselho de classe”.

d) Campo Conselho de Classe


Não é uma nota a ser atribuída a cada trimestre. É ponto a ser acrescentado à média final dos dois primeiros trimestres e, no terceiro
trimestre, à média anual. O “Campo Conselho de Classe” serve para ajustar a discrepância observada entre a média final do trimestre e o
real nível de apropriação de conhecimento. Para o critério da atribuição maior, menor ou não dos pontos na disciplina, serão considerados
a frequência dos(as): a) comentários e depoimentos do aluno que enriqueceram o conhecimento da turma durante as aulas; b)
apresentação de raciocínio lógico, sistematizado e organizado, por escrito, na resolução de exercícios de cálculos, contextualizados,
analíticos e interpretativos; c) habilidades motoras destacáveis durante as atividades físicas; d) criatividade ou originalidade na produção
de obras artísticas e textuais; e) clareza e segurança na argumentação da resolução de situações problemas.
Obs.: Os resultados do simulado interno, provas regionais e OBMEP poderão ser transformados em bonificação (máximo é 1,0 ponto) e
acrescentados à média final do trimestre. Simulado = a todas as disciplinas e OBMEP = somente para Matemática.

6. AVALIAÇÃO DIFERENCIADA PARA ALUNOS DE LAUDO (SUGESTÕES)


7.1 Os mesmos instrumentos de avaliação serão adotados. Porém, é essencial observar o que consta no laudo, ajustando–os como:
a- Concedendo maior espaço de tempo;
b- Solicitando o auxílio do segundo professor na realização das provas/trabalhos;
c- Realizando as avaliações em outro ambiente escolar (sair da sala de aula em companhia do segundo professor);
d- Aumentando o tamanho das letras para deficientes visuais;
e- Realizando prova oral;
f- Fazendo a avaliação em 2 (dois) momentos, principalmente para alunos TDH, espectro autista e deficiência mental;
g- Segundo professor auxiliando na leitura dos enunciados;
h- Utilizando imagens, jogos didáticos e materiais concretos.
7.2 A avaliação dos alunos portadores de laudo por Segundo Professor: Registro na ficha individual, portfólio de fatos observados
em sala de aula (semanal ou quinzenal) e relatório pedagógico bimestral.

7.REFERENCIAS
Bibliografia Básica:
ADAS, Melhem e ADAS, Sérgio: Expedições Geográficas – Volumes 7 e 8. São Paulo: Moderna, 2015.

BibliografiaComplementar:
PROJETO ARARIBÁ: Geografia / obra coletiva, concebida, desenvolvida e produzida pela Editora Moderna. São Paulo: Moderna,
2010.
MOREIRA, Igor. Mundo da Geografia – 6º ao 9.º Anos. Editora Positivo. Curitiba - PR. 2013.
MAGNOLI, Demétrio e ARAUJO, Regina. A Nova Geografia. Estudos de Geografia Geral. Moderna. São Paulo. 1995

Outras Bibliografias:
- Proposta Curricular de Santa Catarina, SED, 2014
- Projeto Político Pedagógico 2019 da EEB. Dom Orlando Dotti
- Resolução Nº 183, de 19 de novembro de 2013 SED Santa Catarina
- Portaria nº 109 de 07/02/2019
- Orientações Curriculares com Foco no que Ensinar: Conceitos e conteúdos para a Educação Básica (documento preliminar) – SED-
Orientações Curriculares com Foco no que Ensinar: Conceitos e conteúdos para a Educação Básica (documento preliminar) – SED – SC