Você está na página 1de 18

Índice

Conteúdo Página

Introdução...................................................................................................................................3
Resolução dos exercícios de estatística.......................................................................................4
Conclusão..................................................................................................................................17
Bibliografia...............................................................................................................................18
Introdução

O presente trabalho tem como conteúdo resolução de exercícios da cadeira de estatística. Tem
como objectivos, obtenção de conhecimentos dos conceitos de população e amostra, censo e
sondagem; saber compor tabelas das frequências relativas e absolutas; determinadas
amplitudes e o número de classes nos dados agrupados; reconhecer os gráficos: de barras e
histogramas de diferentes tipos de gráficos.

Para a realização deste trabalho foi graças a consultas bibliográficas

3
Resolução dos exercícios de estatística

1. A palavra ESTATÍSTICA vem de “STATUS” (ESTADO, em latim). Sob essa palavra


acumularam-se descrições e dados relativos ao Estado. A ESTATÍSTICA, nas mãos dos
estadistas, constituiu-se uma verdadeira ferramenta administrativa. Porem, A palavra
ESTATÍSTICA (“STATISTICS”) foi usada pêlo académico alemão GOTTFIRIED
ACHENWALL (Godofredo) por volta da metade do século XVIII. Deixaram-se de lado o
simples levantamento e o registro de dados numéricos para proceder ao estudo de como
tirar conclusões sobre o todo, observando parte desse todo. O todo seria a população e
a parte do todo, a amostra. Contudo, A Estatística é uma parte da Matemática Aplicada
que estuda métodos para a colecta, a organização, descrição, análise e interpretação de
dados. Todo o seu estudo objectivo, entre outros, a tomada de decisões.

2. A estatística se divide em duas partes: Estatística Descritiva e Estatística Indutiva ou


Inferencial

- Estatística descritiva é um conjunto de procedimentos que analisa todos os indivíduos de


um dado conjunto e tira conclusão sobre esse conjunto no seu todo.

- Estatístico dedutiva ou Inferencial é um conjunto de procedimentos que estabelece


conclusões relativas a um conjunto mais vasto de indivíduos(população) a partir da
observação de amostra com base na estrutura matemática que lhe confere o cálculo das
probabilidades.

3. A diferença entre os conceitos de Estatística e Estatísticas é de que: o termo


“ESTATÍSTICA” é utilizado para referir a dois conceitos diferentes, conforme se utiliza
no singular ou no plural. Isto é:

O termo Estatística constitui um objecto de estudo, uma ciência que estuda e utiliza as
teorias de ocorrência de eventos tanto em estudo observacional como por meio de cálculos
matemáticos em quanto que o termo Estatísticas é sinónimo de factos ou dados
numéricos.

4. No processo de tomada de decisões, recolher informações preliminares antes da definição


especifica do problema é importante porque permiti descrever e compreender relações
entre variáveis; controlar mais informação num mais curto espaço de tempo e deve apoiar-

4
se em bases sólidas, no conhecimento profundo das situações passadas e presentes e numa
previsão fundamentada da evolução futura.

5. As seguintes afirmações enquadram-se no domínio de estatísticas:


a) 30% dos estudantes de estatística do curso de gestão não conseguem fazer a
cadeira em avaliação continua. - Descritiva
b) Os pneus da marca Rodamais duram 60.000 km. - Descritiva
c) Uma em cada dez empresas portuguesas tem dívidas à segurança social. -
inferência

6. As etapas do método estatístico de resolução de problemas são:


a) Identificação do problema ou situação
b) Recolha de dados
c) Crítica dos dados
d) Apresentação dos dados
e) Análise e interpretação de resultados

7. As fontes de dados estatísticos podem ser classificadas como:

interna quando visa observar os elementos originais dos dados da colecta e externa quando
visa às causas dos erros por parte do informante, por distracção ou má interpretação das
perguntas que lhe foram feitas.

8. No respeitante à periodicidade, a recolha dos dados pode ser classificada como:


 Continua − Quando realizada permanentemente;
 Periódica − Quando feita em intervalos de tempo;
 Ocasional − Quando realizada de modo esporádico;

9. Quais os métodos de recolha de informação que conhece?


Os métodos de recolha de informação que conheço são: a entrevista mediante um questionário
estruturado pode também ser feita pêlo telefone ou, quando por alguma razão se quer evitar a
presença de um entrevistador, pode optar – se por enviar o questionário pêlo correio. Como
também existem varias fontes para obter dados e informações:

 Dados publicados pêlo governo, indústria ou indivíduos.

5
 Dados oriundos de experiências (experimentos).
 Dados oriundos de pesquisa.
 Dados oriundos de observações de comportamentos, atitudes etc.
Num entanto, São considerados dados secundários aqueles já colectados que se
encontram organizados em arquivos, bancos de dados, anuários estatísticos,
publicações etc., enquanto são denominados dados primários aqueles colhidos
directamente na fonte das informações e dados.

10. O processo de classificação dos dados consiste na identificação de unidade de informação


com características comuns e no seu agrupamento em classes. Para classificar é necessário
utilizar um método, predeterminado, de codificação que torne possível a identificação
abreviada das unidades de informação. Uma vez classificados os dados, passa a ser
possível sintetizar a informação neles contidos com a ajuda de quadros, gráficos e valores
numerários descritivos que ajudem a compreender a situação e a identificar relações
importantes entre as variáveis.

11. Alguns exemplos de enviesamento dos resultados obtidos numa análise estatística são: as
taxas de infiltração e desemprego estimadas pêlos órgãos governamentais e pêlos
sindicatos raramente coincidem e torna difícil demonstrar, com rigor, qual delas está
errada.

12. População é um conjunto de indivíduos ou objectos que apresentam pelo menos uma
característica em comum.

Amostra é todo subconjunto não vazio e com menos numero de elementos que o conjunto
definido como população.

Censo são todos os elementos da população observados e feito um levantamento


exaustivo, ou recenseamento.

sondagem ou amostragem é um estudo estatístico feito a partir de uma amostra.

13. Num inquérito, feito a 30 alunos de uma classe de instrução primária sobre suas
alturas foram obtidos os seguintes resultados, em centímetros:

a) A variável em estudo são as Alturas em centímetro e classifica-se em Variável


Quantitativa e contínua
6
b) Tabela de frequência: dados em Rol: 123 124 124 124 125 126 127 127 127 127 128
128 129 130 130 130 130 131 131 132 132 133 135 136 136 logo: n = 25
Amplitude total: R=X max −X min ↔ R=136−123 ↔ R=13
Numero de Classe: K= √ n↔ k =√ 25↔ K=5
R 13
Amplitude da classe:h= ↔h= ↔ h=2.6 ↔ h ≅ 3
K 5

Alunos
i altura em cm fr xi fr% fac fac%
fi
1 [123 ; 126[ 5 0,2 124,5 20 5 20
2 [126 ; 129[ 7 0,28 127,5 28 12 48
3 [129 ; 132[ 7 0,28 130,5 28 19 76
4 [132 ; 135[ 3 0,12 133,5 12 22 88
5 [135 ; 138[ 3 0,12 136,5 12 25 100
∑ 25 1 100

14. Num inquérito económico regional do nosso País, efectuaram – se levantamentos de


dados sobre produção agrícola da produção de milho, numa determinada época,
tendo-se apurado o seguinte resultado.

a) A variável em estudo é a produção do Milho em toneladas e classifica-se em Variável


Quantitativa e continua
b) Completando o preenchimento da tabela temos:
Cálculos auxiliares:

fi ×100 % fi ×100 % 850.000× 100 %


fr %= ⟺ fr %= ⟺ =35 % ⟺n × 35 %=850.000× 100 % ⟺
n n n
fi ×100 % 580.000 ×100 % 58.000 .000 %
fr %= ⟺ fr %= ⟺ fr %= ⟺ fr %=23,88235294 ⟺ fr % ≅ 24
n 2.428 .571,429 2.428.571,429
Norte=Total−( Centro+ Sul ) ⟺ Norte=2.428 .571,429−( 850.000+ 580.000 ) ⟺ Norte=2.428 .571,429−1

Efectivo da Produção Percentagem da


Regional
(em Toneladas) Produção (%)
Norte 998.571,4286 41
Centro 850.000 35
Sul 580.000 24
Total 2.428.571,429 100
7
c) Sabendo que cada região gastou, em média, 350 litros de combustível (gasóleo) por
tonelada de produção, quantos meticais o país desembolsou em combustível nas três
regiões, atendendo que o litro custava 22,00Mt?
Alguns Cálculos auxiliares:

1T ❑ 350 L 998.571,4286 T ×350 l


litros por toneladas ( Norte ) : → ⟺ x= =349.500 .000l
998.571,4286 T ❑ xl 1T

assim por diante.


1 l❑ 22 Mt 350l ×22 Mt 350 l❑ 7.700 Mt
Meticais por litro ( Norte ) : → ⟺ xMt= =7.700 Mt dai temos : →
350 l❑ xMt 1l 349.500.000 l❑ xM
→ →

assim por diante como mostra na tabela abaixo.

Efectivo da Percentagem litros por


Regiona meticais por
Produção (em da Produção toneladas
l litro(22Mt)
Toneladas) (%) (350l)
Norte 998.571,4286 41 349.500.000 7.689.000.000
Centro 850.000 35 297.500.000 6.545.000.000
Sul 580.000 24 203.000.000 4.466.000.000
Total 2.428.571,429 100 850.000.000 18.700.000.000

R: o país desembolsou em combustível nas três regiões, atendendo que o litro custava
22,00Mt um total de 18.700.000.000 Mt

15. A tabela a seguinte indica a distância de casa à escola de 30 alunos de uma turma:

Distância em Efectivo fa
i fr xi fr% fac%
Km (fi) c
1 [0 ; 5[ 15 0,5 2,5 50 15 50

2 [5 ; 10[ 8 0,27 7,5 26,7 23 76,667


3 [10 ; 15[ 7 0,23 12,5 23,3 30 100
∑ 30 1 100

a) Aanplitude de cada classe :h=5


b) Histograma

8
Histograma de frequência Simples
16 15
14

12

10
8
Efectivo

8 7
6

2
0 0
0
[0 ; 5[ [5 ; 10[ [10 ; 15[

Distância em Km

c) polígono de frequências absolutas simples e de frequências absolutas


acumuladas.

Polígono de frequência absoluta Simples


16

14

12
Frequência absoluta simples

10

0
[0 ; 5[ [5 ; 10[ [10 ; 15[

Distância em Km

9
Polígono de frequência absoluta acumulada
35

30
Frequência absoluta acumulada

25

20

15

10

0
[0 ; 5[ [5 ; 10[ [10 ; 15[

Distância em Km

16. De uma
pauta onde estavam registados os resultados de um teste de estatística e cujas notas a

Dados em Rol: 8 8 8 8 8 8 8 9 9 9 9 9 9 9 9 10 10 10 10 10 10 10 10 10 11 11 11 11 11 11
11 11 11 11 11 12 12 12 12 12 12 12 12 13 13 13 13 14 14 14 logo: n = 50

a) Tabela de frequência

Notas Nº de Alunos xi.f fr fa fac


fr
(xi) (fi) i % c %
8 7 0,14 56 14 7 14
9 8 0,16 72 16 15 30
10 9 0,18 90 18 24 48
11 11 0,22 121 22 35 70
12 8 0,16 96 16 43 86
13 4 0,08 52 8 47 94
14 3 0,06 42 6 50 100
∑ 50 1 529 100

b) Cálculo da média, moda e mediana

∑ Xi 8+9+ 10+11+12+13+14 77
Média aritmética: X́ = = = =11 ⟹ X́ =11 ou
n 7 7

10
∑ fiXi 529
Média ponderada: X́ = = =10,58 ⟹ X́ ≅ 11
n 50

Moda é o valor modal que apresenta maior frequência: M O=11

Mediana: como o número dos valores observados é impar logo: M e =11

17. Dados os números 2, 5, 7, 10, 5 Temos:

∑ Xi 2+5+7+10+5 29
a) Média Aritmética: X́ = = = =5,8 ⟹ X́ ≅ 6
n 5 5
b) Média Geométrica:

M g =√n x 1 . x 2 . x 3 . x 4 . x5 … x n=√5 2× 5 ×7 ×10 ×5=√5 3500=5,11 ⟹ Ḿ g ≅ 5

c) Média Geométrica:

n 5 5 5
M h= = = = =
1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 2 1 1 5+4 10+ 7
+ + + + +…+
x1 x2 x3 x4 x5
+ + + +
x n 2 5 7 10 5 +
2(5) 5( 2)
+ +
(
7 (10 ) 10( 7) 10
+
)(
70 ) ( )( )
18. As classificações dos alunos de uma turma na disciplina de filosofia no final do 1º
trimestre, foram as seguintes: dados em Rol: 8 8 8 9 9 9 9 10 10 10 10 10 11 11 12 12 12
12 13 13 14 14 14 15 17 logo: n = 25

A variável em estudo é a classificações dos alunos de uma turma na disciplina de


filosofia no final do 1º trimestre é uma variável quantitativa e discreta.

a) Tabela de frequências

Classificação Nº de Alunos fr fa fac


i fr
(xi) (fi) % c %
1 8 3 0,12 12 3 12
2 9 4 0,16 16 7 28
3 10 5 0,2 20 12 48
4 11 2 0,08 8 14 56
5 12 4 0,16 16 18 72
6 13 2 0,08 8 20 80
7 14 3 0,12 12 23 92
8 15 1 0,04 4 24 96
9 17 1 0,04 4 25 100
∑ 25 1 100

11
b) A classificação mais frequente é: x 3=10
c) A percentagem de alunos com classificação negativa é:
fr1 %+ fr 2 %=12+16=28 % ou fac %=28
d) Alunos com notas superiores á 12são: f 6 +f 7 + f 8 + f 9=2+3+1+1=7 alunos
e) O número de alunos que tiveram a nota inferior a 11 é: f 1+ f 2 + f 3=3+ 4+5=12 alunos
f) A percentagem de alunos cuja classificação variou entre 10 e 13 (inclusive)ou seja
10 ≤ f r % ≤ 13é: fr3 %+ fr 4 %+ fr5 % +fr 6 %=20+8+16+ 8=52 %

19. Dados da amostra em Rol: 15 16 17 17 17 18 18 18 19 19 20 23 24 24 27 27 27 27 27 28


28 28 29 29 29 29 30 30 30 30 30 30 30 30 31 31 31 31 31 31 32 33 33 33 33 33 33 33 33
34 logo: n = 50
Amplitude total: R=X max −X min ⇔ R=34−15 ⇔ R=19
Numero de Classe aplicando a fórmula de Sturges:
K=1+ 3,22 log n ⇔ k=1+3,22 log 50 ⇔k =1+5,470683414 ⇔ K =6,470683414 ⇔ K ≅ 6
Dada a Amplitude da classe: h=5

a ¿ Tabela de frequência b)

fr fac(↓ fac(↑
i Classe fi fr xi
% ) )
1 17,
1 [15 ; 20[ 0,2 20 10 50
0 5
22,
2 [20 ; 25[ 4 0,08 8 14 40
5
1 27,
3 [25 ; 30[ 0,24 24 26 36
2 5
2 32,
4 [30 ; 35[ 0,48 48 50 24
4 5
37,
5 [35 ; 40[ 0 0 0 50 0
5
42,
6 [40 ; 45[ 0 0 0 50 0
5
5
∑ 1 100
0

12
c) Representação dos Polígonos de frequências acumuladas descendente e ascendente no
mesmo sistema de eixo.

Polígono das frequências acumuladas descendente e ascendente


60

50
Frequência absoluta acumulada

40

Histograma
30
Polígono de Frequência absoluta
acumulada ascendente
20 Polígono de Frequência absoluta
acumulada ascendente
10

0
[15 ; 20[

[20 ; 25[

[25 ; 30[

[30 ; 35[

[35 ; 40[

[40 ; 45[

Classe

N
−N i−1
d) Mediana: M =l + 2 ×hi onde:
e i−1
Fi

M e é a mediana

l i−1 é o limite inferior da classe mediana

N é o total do efectivo da distribuição

N i−1 é a frequência acumulada até a classe anterior à classe mediana

F i é a frequência absoluta da classe mediana

hi é a amplitude da classe mediana

N 50
Como = =25 logo a mediana está na classe correspondente a primeira frequência
2 2
acumulada superior a 25, que é a classe [25 ; 30[ dai temos:

l i−1=25 ; N i−1=14 ; F i=12; hi =5 aplicando a formula temos:

13
N
−N i−1
2 25−14 11 55 300+ 55
M e =l i−1+ ×hi ⟺ M e =25+ ×5 ⟺ M e =25+ ×5 ⟺ M e =25(12) + ⟺ M e=
Fi 12 12 12(1) 12

Representando a mediana no histograma das frequências acumuladas, temos:

Representaçã da Mediana
60

50
Frequências acumuladas

40

30

20

10

0
[15 ; 20[ [20 ; 25[ [25 ; 30[ [30 ; 35[ [35 ; 40[ [40 ; 45[

Classe

20. A classificação final, em percentagem, de matemática de 80 estudantes de uma


Universidade Estatal, é dada na tabela seguinte:

Dados em Rol: 53 57 59 60 60 60 61 61 61 62 62 62 62 63 63 65 65 65 66 67 67 68 68 68
69 71 71 72 72 73 73 73 73 74 74 74 75 75 75 75 75 75 75 76 76 76 76 77 77 78 78 78 78
78 79 79 79 80 80 81 82 82 83 84 85 85 85 86 87 88 88 88 90 93 94 95 95 96 96 97 logo:
n = 80

A variável em estudo é a classificações final, em percentagem, de matemática é uma


variável quantitativa.

a) Amplitude total: R=X max −X min ⇔ R=97−53 ⇔ R=44


b) Número de Classes aplicando a fórmula de Sturges:
K=1+ 3,22 log n ⇔ k=1+3,22 log 80 ⟺ K=1+6,127949758 ⇔ K =7,127949758⇔ K ≅ 7

R 44
e a Amplitude da classe: h= ⟺ h= ⟺ h=6,285714286 ⟺ h ≅ 6
K 7
c) Tabela de frequências absolutas, relativas e acumuladas

14
fa
i Classe fi fr xi fr% fac%
c
5
1 [53 ; 59[ 2 0,025 2,5 2 2,5
6
0,162 6
2 [59 ; 65[ 13 16,25 15 18,75
5 2
6
3 [65 ; 71[ 10 0,125 12,5 25 31,25
8
7
4 [71 ; 77[ 22 0,275 27,5 47 58,75
4
0,187 8
5 [77 ; 83[ 15 18,75 62 77,5
5 0
8
6 [83 ; 89[ 10 0,125 12,5 72 90
6
0,037 9
7 [89 ; 95[ 3 3,75 75 93,75
5 2
[95 ; 0,062 9
8 5 6,25 80 100
101[ 5 8
8
∑ 1 100
0

d) 62 Estudantes receberam graus abaixo de 83;


e) A percentagem dos estudantes que receberam graus entre 83 e 95 é de
fr6 %+ fr 7 %+ fr8 %=12,5+3,75+6,25=22,5 %
f) Classe Modal e o valor da Moda.
D1
M o=Li + ×h onde:
D 1+ D 2 0
M o é a moda
Li é o limite inferior da classe modal
D 1 é a diferença entre frequência absoluta da classe modal
e a frequência absoluta da classe anterior

15
D2 é a diferença entre frequência absoluta da classe modal
e a frequência absoluta da classe seguinte
h o é a amplitude da classe modal

Como a maior frequência observada na distribuição é 22 logo a classe modal correspondente


a esta frequência é a classe [71 ; 77[ dai temos:

Li=71 ; D1=22−10=12 ; D2=22−15=7 ; hO =6 aplicando a formula temos:

D1 12 12 72 72
M o=Li + ×h0 ⟺ M o=71+ × 6 ⟺ M o =71+ ×6 ⟺ M o=71+ ⟺ M O=71(19 )+ ⟺
D 1+ D 2 12+ 7 19 19 19(1 )

A classe Modal é [71 ; 77[ e o valor da moda é M O ≅ 75

21. Num congresso sobre a “Qualidade de ensino” estiveram presentes 10 Oradores,150


Professores e 15 Funcionários.
Representando esta informação através de um diagrama circulara fazendo as respectivas
legendas, temos:

i Classe fi fr fr% fac fac%


1 Oradores 10 0,057 5,7 10 5,7
2 Professores 150 0,857 85,7 160 91,4
3 Funcionários 15 0,086 8,6 175 100
∑ 175 1 100

Diagrama Circular
15; 9% 10; 6%

150; 86%

Oradores Professores Funcionários

16
Conclusão

Feito o trabalho, cheguei a conclusão de que o campo de acção da estatística descritiva tem se
revelado quase ilimitado e em diversos campos de caracter social sobre populações, condições
de vida, de trabalho e de saúde, de educação de cultura e em estudos de caracter económico,
turístico, meteorológicos e políticos.

17
18
Bibliografia

SANDE, Lazaro Domingos, Estatística, Manual de Estatística, Código A0005.

MARTINS, João. Introdução a Estatística. Porto editoras. Lisboa. 2006

19