Você está na página 1de 48

N.

º 3

LIONS CLUBE DE ÍLHAVO


JANEIRO DE 2011
HOMEM DO LEME

BOLETIM INFORMATIVO DO LIONS CLUBE DE ÍLHAVO - ANO LIONÍSTICO 2010-2011


HOMEM DO LEME N.º 2

FICHA TÉCNICA / ÍNDICE

BOLETIM “HOMEM DO LEME” PROPRIEDADE:


BOLETIM INFORMATIVO ANUAL LIONS CLUBE DE ÍLHAVO
lions.ilhavo@gmail.com
LIONS CLUBE DE ÍLHAVO
ANO LIONÍSTICO 2010-2011 DIRECÇÃO AL 2010/ 2011
CL MANUELA ROCHA
N.º 3 - JANEIRO 2009 / JANEIRO 2010 CL ANTÓNIO ROCHA
DIRECTOR: CL MANUELA ROCHA CL ISABEL CASTRO
nela.rocha@netcabo.pt CL JOSÉ MARQUES
CL ERMELINDA MANSO
EDITORA E TRATAMENTO GRÁFICO: CL DIANA NOVO CL ANA CALADO
bole%m.homemdoleme@gmail.com CL ANTÓNIO NOVO
CL TERESINHA NOVO

ÍNDICE
• EDITORIAL PÁG. 03 • TRANSMISSÃO DE FUNÇÕES PÁG. 26

• MENSAGEM DA PRESIDENTE DO CLUBE PÁG. 04 • ENTREVISTA À PRESIDENTE PÁG. 28


CL MANUELA ROCHA
• MENSAGEM DO GOVERNADOR PÁG. 05 • REUNIÃO DE DIVISÃO 8 PÁG. 32

• MENSAGEM DO PRESIDENTE DO CLUBE PÁG. 06 • FESTA DO MAGUSTO PÁG. 34


PADRINHO / PADRINHO FÍSICO
• MENSAGEM DA PRESIDENTE DE REGIÃO D PÁG. 07 • DENSITOMETRIA ÓSSEA PÁG. 36

• MENSAGEM DA PRESIDENTE DE DIVISÃO 8 PÁG. 08 • ESPALHADOS PELO MUNDO PÁG. 37


CL ANA CALADO
• MENSAGEM DA SECRETÁRIA PÁG. 10 • INDÚSTRIA DE CURTUMES PÁG. 38
CL ANTÓNIO NOVO
• MENSAGEM DO TESOUREIRO PÁG. 11 • MOMENTO DE REFLEXÃO PÁG. 40
CL ANABELA QUINTA
• RESUMO DAS ACTIVIDADES PÁG. 12 • POEMA PÁG. 41
2.º SEMESTRE AL 2009/2010 PÁG. 16 CL AGÍLIO ABRANTES
PÁG. 23

• 1.º ANIVERSÁRIO DO CLUBE - 10-01-2010 PÁG. 13 • SOLIDARIEDADE PÁG. 42


CL CRISTINA CARDOSO
• NOITE DE FADOS DE COIMBRA PÁG. 15 • ANGARIAÇÃO DE FUNDOS PÁG. 44
CL TERESINHA NOVO

• LIONS LEVA CRIANÇAS A JOGO DE PÁG. 19 • JANTAR DE NATAL 2010 PÁG. 45


BASQUETEBOL
• PALESTRA COM O PROF. MARCELO REBELO PÁG. 20 • ANO NOVO PÁG. 46
DE SOUSA

• HOMENAGEM AO GOVERNADOR GASPAR PÁG. 24 • PATROCÍNIOS PÁG. 47


ALBINO
• RESUMO DAS ACTIVIDADES PÁG. 25 • MEMBROS DO CLUBE AL 2010/2011 PÁG. 48
1.º SEMESTRE AL 2010/2011 PÁG. 31
PÁG. 33
PÁG. 35

LIONS CLUBE DE ÍLHAVO PÁGINA 2


N.º 2 HOMEM DO LEME

EDITORIAL

POR MIM, PODEM CONTAR COMIGO!

Estamos no dealbar de um novo ano e como jovem responsável que me conside-


ro ser, imbuída do espírito de cidadania e de voluntariado social, entendo meu
dever indignar-me com a situação económica e financeira a que os polí%cos nos
conduziram, interrogando-me se o nosso país terá futuro.
Com uma pobreza e um desemprego galopantes, com um custo de vida insupor-
tável, com uma carga fiscal desmesurada para alimentar um Estado insensível e
despesista, com a delapidação das nossas reservas financeiras, com o aniquilar da
nossa capacidade produ%va, com a abertura aos produtos de países asiá%cos,
com uma polí%ca financeira humilhante de pedinte de chapéu na mão, com a fal-
ta de perspec%vas de futuro, a minha geração parece irremediavelmente com-
prome%da!
Preocupa-me o presente e o futuro, e acima de tudo o clima de compadrio, de
facili%smo e de incompetência que grassa na nossa classe polí%ca, sem visão de
progresso, desenvolvimento económico e jus%ça social conduzindo o nosso país a
um estado de submissão aos grandes poderes económicos e financeiros, agravan-
do as condições de vida dos portugueses e ampliando diariamente o fosso entre
pobres e ricos.
Um país de grandes tradições, com nove séculos de história de que tanto nos or-
gulhamos, um país de marinheiros, de descobridores, de empreendedores, de
talentos em tantas áreas como na medicina, no ensino, na arquitectura (a minha
área!), na inves%gação, na engenharia, com tantos recursos naturais por explorar
como a pesca, a silvicultura, o turismo, a agricultura (quem não se lembra do
Alentejo ser o celeiro de Portugal!), não pode cruzar os braços e deixar-se emba-
lar pelos cantos da sereia.
Os jovens portugueses não são uma “geração rasca”, estão indignados e têm mui-
ta força! São idealistas, competentes, determinados e trabalhadores e têm uma
visão de futuro para o nosso país. Não querem ver desperdiçada a sua força de
trabalho, a sua cria%vidade e acima de tudo não querem ir ajudar a construir um
país estrangeiro, seguindo a sina da emigração dos seus avós. Por isso estão in-
dignados, como eu estou, com a situação a que chegou o nosso País!
Eu acredito, como os jovens acreditam, nas potencialidades dos nossos recursos,
na capacidade empreendedora dos portugueses e no futuro!
Por isso queria aproveitar este editorial para deixar uma mensagem de Esperança
- Havemos de vencer a crise e voltar a ser grandes!
Por mim, podem contar comigo!

CL Diana Novo
Editora
bole%m.homemdoleme@gmail.com

PÁGINA 3 LIONS CLUBE DE ÍLHAVO


HOMEM DO LEME N.º 3

MENSAGEM DA PRESIDENTE DO CLUBE

Após o embrião de 3 anos como Núcleo do Farol da Barra do Lions Clube de Vila
Praia de Âncora, há 2 anos que nascemos e nos apresentámos como Lions Clube
de Ílhavo. Uma curta existência em termos de tempo mas com uma longa e admi-
rável vivência de realizações levadas a efeito em prol da comunidade em que nos
encontramos inseridos. É de elementar jus%ça salientar sempre o quanto a nossa
essência deve ao Clube-Mãe---Vila Praia de Âncora---e ao Padrinho Físico, CL Ma-
nuel Amial.
Assumi este Ano a Presidência da Direcção do Clube com muito orgulho, mesmo
conhecendo o desafio que me aguardava e a responsabilidade acrescida que %nha
pela frente, após a competente Presidência do CL António Rocha.
Dar con%nuidade aos projectos anteriormente iniciados e com a mesma linha de
actuação, apenas com a adaptação a circunstâncias de momento, foi o grande ob-
jec%vo do Plano de Ac%vidades para o Ano Lionís%co 2010/2011 que tem como pa-
no de fundo as vertentes Saúde, Cultura e Solidariedade, sendo esta úl%ma a nossa
grande “BANDEIRA”.
Temos feito milagres através do serviço e da ajuda prestados a algumas necessida-
des imperiosas que avassalam o nosso espaço, numa notável intervenção pronta e
eficaz.
O quadro Social do nosso Clube é também muito especial, composto por Amigos
onde reina a Compreensão, o Companheirismo e a Inter-Ajuda, elementos favorá-
veis ao resultado posi%vo das nossas Ac%vidades. Obrigada a todos porque como
diz Dirce Meyer “O nosso caminho é feito pelos nossos próprios passos e a beleza
da caminhada depende dos que vão connosco”.
Entrámos em 2011, ano que se afigura de pobreza e de exclusão social com mais
rostos desfigurados pelo desespero do emprego que não têm e, consequentemen-
te, pela falta de meios de subsistência. Vamos ter pela frente novos desafios den-
tro do actual debilitado contexto económico e social. É nosso objec%vo con%nuar a
pres%giar e a desenvolver a Solidariedade sem eli%smo nem comodismo. FORÇA,
COMPANHEIROS, vamos con%nuar.
Desejo a todos um Pacífico, Saudável e Solidário 2011.

CL Manuela Brito Rocha


A Presidente do Lions Clube de Ílhavo

LIONS CLUBE DE ÍLHAVO PÁGINA 4


N.º 3 HOMEM DO LEME

MENSAGEM DO GOVERNADOR DG CARLOS LOPES

O HOMEM DO LEME...

O HOMEM DO LEME é um bom Wtulo para o Bole%m de um Clube de LION. Bom e


apropriado Wtulo porque em duas simples palavras contém a essência e a subs-
tância do lionismo. Homem do Leme é um Homem de acção, que guia a comuni-
dade de pessoas que vive e trabalha no barco, através das boas ondas, para um
bom e acolhedor porto. Aí depositará, sãs e salvas, todas as pessoas que andaram
no mar, na faina da pesca e enfrentaram os perigos da vida. Também no porto
ajudará a depositar as riquezas que trouxe do mar, fonte de alimento para muitas
outras pessoas que, em terra, trabalham noutras fainas e noutras riquezas para
felicidade de todos. Nesta complementaridade de bens e de esforços encontra o
Homem a sua felicidade colec%va e a realização plena de todas as suas potenciali-
dades. Nesta irmandade de esforços geradora de redes de amor, a humanidade
encontra a essência do seu ser e sua razão de existência.
Ao pensar no lionismo internacional e, sobretudo, no lionismo que vivemos no
nosso Distrito, não posso deixar de pensar: quantos homens do leme serão ne-
cessários para crescermos em número, em qualidade e, sobretudo, em acções em
favor da comunidade em que estamos inseridos? Não sei quan%ficar quantos vão
ser necessários, sobretudo neste novo ano de 2011 que, dizem-nos de todos os
lados, vai ser diZcil, para alguns quase impossível de superar. Sei, contudo, que
nos Clubes que visitei encontrei muitos mais Homens do Leme que imaginei a
princípio. Encontrei pessoas notáveis que fizeram do SERVIR a sua principal ac%vi-
dade e a sua grande preocupação e que dedicam muitas horas das poucas que já
não têm, ao trabalho em favor dos que precisam, sem nada pedir em troca que
não o muito prazer de terem servido desinteressadamente. E, naturalmente,
cresce em mim a esperança de que vamos ser ainda melhores porque o SERVIÇO
nos retempera. Cresce em mim a certeza de que o SERVIÇO que fazemos nos aju-
dará a encontrar o Sol que nos aquece e a Luz que ilumina os caminhos que con%-
nuaremos a trilhar, por muito angulosos que sejam. Viver, não é fácil. Viver ser-
vindo é ainda mais diZcil! Por isso mais apetecível.
O LIONS Clube de Ílhavo, que conhece bem a importância dos homens que nave-
garam ao leme dos bacalhoeiros, é um Clube exemplar no nosso Distrito. Porque
tem Homens e Mulheres que conduzem o leme do bem servir com amor e dedi-
cação. O leme do lionismo está bem assente e em boas mãos em Ílhavo, onde
podemos beber a fonte da vida para melhor viver. E, assim o sabemos porque no-
lo foi dado a conhecer pela vida dos bons LIONS que conhecemos. Viver melhor é,
para nós, SERVIR com a qualidade que lemos no nosso código de é%ca: desinte-
ressadamente, sem nenhum outro interesse que não a preocupação de SERVIR
bem quem mais precisa. É seguir o exemplo de muitos bons LIONS que existem
no LIONS Clube de Ílhavo.
CL Carlos Lopes

PÁGINA 5 LIONS CLUBE DE ÍLHAVO


HOMEM DO LEME N.º 3

PRESIDENTE DO CLUBE PADRINHO E PADRINHO FÍSICO

LIONS CLUBE DE ÍLHAVO – UM FAROL DE ESPERANÇA NA SUA COMUNIDADE

Quando no início deste ano lionís%co tomei conhecimento do lema do nosso Presi-
dente Internacional “A Beacon of Hope” (Farol da Esperança), de imediato o associ-
ei à luz do farol que caracteriza a vossa entrada da barra – O Farol da Barra - e que
é também um farol de esperança para todos os pescadores e marinheiros que o
demandam.
E isto, porque o “Farol da Barra” foi o primeiro nome que tomou o núcleo lionís%co
que em 11.01.2006 foi criado em Ílhavo, com o patrocínio do meu Clube (o primei-
ro criado no nosso Distrito!), e que mais tarde, em 11.01.2009 se autonomizou
transformando-se no Lions Clube de Ílhavo, assumindo raízes desde o início como
um Farol de Esperança para os mais desprotegidos e necessitados da comunidade
ilhavense.
Ílhavo e Vila Praia de Âncora são terras de pescadores que no passado se notabili-
zaram pelo esforço dos seus homens nos mares da Terra Nova, na pesca do baca-
lhau, autên%cos lobos do mar arrostando perigos na faina a bordo dos “dóris”, pe-
quenos barcos a remos, autên%cas cascas de noz sem um mínimo de segurança,
onde valia muitas das vezes o saber, a coragem, a liderança e a solidariedade dos
capitães dos lugres pesqueiros, que os pescadores nunca esqueceram.
Ainda recentemente, em Ílhavo, no início do passado mês de Outubro, sen% esse
gesto de reconhecimento dos pescadores ilhavenses para com um dos seus melho-
res Lobos do Mar – o Capitão Carlos da Bela - no dia do seu funeral, a provar quan-
to apreciavam as qualidades humanas deste Homem, Marinheiro e Comandante
que ali viam par%r com muita saudade.
Foi esta similitude que caracteriza e liga as nossas comunidades piscatórias que os
nossos Lions Clubes tão bem souberam interpretar, unindo-se por laços que perdu-
rarão no tempo.
Por isso, em nome do Clube Padrinho e em meu próprio, como padrinho Zsico, feli-
cito o Lions Clube de Ílhavo pela passagem deste seu 2.º aniversário e pela con%-
nuidade do seu compromisso de bem fazer, reconhecendo o espírito solidário das
mulheres e dos homens que nele serviram e servem e exortando todos os seus
membros a serem sempre determinados na sua missão de Servir, fazendo jus à
têmpera dos seus destemidos pescadores e marinheiros.

CL Manuel Amial
Presidente do Lions Clube de Vila Praia de Âncora
manuel.amial@gmail.com

LIONS CLUBE DE ÍLHAVO PÁGINA 6


N.º 3 HOMEM DO LEME

MENSAGEM DA PRESIDENTE DE REGIÃO D

PARABÉNS LC ÍLHAVO

Da mesma forma que acontece com as pessoas com quem nos vamos cruzando
ao longo da vida, acontece com os clubes... Há sempre aqueles por quem nu-
trimos um carinho e uma admiração especiais. É isso que sinto em relação ao
Lions Clube de Ílhavo.
Além dos muitos amigos que fiz em Ílhavo – como na “família” Lionís%ca em ge-
ral, à qual pertenço com muito orgulho – tenho %do o privilégio de acompanhar o
trabalho do clube – inicialmente como presidente de Divisão 8 e agora como Pre-
sidente de Região D – e isso possibilita-me testemunhar a sua forma de trabalhar
e o seu dinamismo Wpicos de um clube forte e consolidado.
Nas inicia%vas que leva a cabo – e são muitas – nada é deixado ao acaso. Tudo
parece ser cuidado ao pormenor e metodicamente planeado.
Sabemos que hoje temos responsabilidades acrescidas para com a sociedade, fru-
to dos tempos diZceis que vivemos. E o LC de Ílhavo está a fazer o seu papel – e
muito bem. Repare-se nas inicia%vas que levaram a cabo nos meses de Outubro e
Novembro que se traduziram em ajudas a famílias que ultrapassam os 1360 eu-
ros.
Parabéns LC Ílhavo. Pelos dois anos e pelo bom exemplo que têm sido para todos
nós.

CL Isabel Moreira
Presidente de Região D

PÁGINA 7 LIONS CLUBE DE ÍLHAVO


HOMEM DO LEME N.º 3

MENSAGEM DO PRESIDENTE DE DIVISÃO 8

Cons%tui alguma dificuldade para mim enquanto Presidente da Divisão 8 e Sócio do


Lions Clube de Ílhavo, escrever para o Bole%m do Clube na qualidade de %tular da
1ª função, abstraindo-me da 2ª.

No entanto afigura-se evidente referir alguns pontos que serão comuns a ambos.
Para o Clube, e para mim enquanto Lions, é uma honra poder servir o Movimento
exercendo funções da relevância de Presidente de uma Divisão.

Quando o CL Carlos Lopes, Governador do Distrito 115 CN me convidou para este


cargo, sen% nessa altura o grande peso da responsabilidade pois considero estas
funções de uma importância fundamental para o Distrito, pois o Governador tem
que se apoiar nas Divisões e nas Regiões como sendo as estruturas intermédias de
gestão dos Clubes.

O Presidente de Divisão está para o Lionismo como o Chefe de Departamento está


para uma Empresa.

E o que tenho tentado fazer nestes 6 meses de exercício é aplicar os conhecimen-


tos profissionais de gestão das Empresas à nossa realidade lionís%ca.

Além disso o facto de ter já exercido as responsabilidades de Presidente de Clube


por 3 vezes, permite-me ter noções claras dos problemas que se põem aos Clubes
na sua missão diZcil de todos os dias e de compreender e de facilitar a sua tarefa

A Divisão 8 é uma Divisão com algumas par%cularidades:


• Reúne 8 Clubes com uma dispersão geográfica de 200KM entre os mais distan-
tes.
• Congrega Clubes de regiões culturalmente e tradicionalmente dis%ntas como
são as do litoral e do interior
• Congrega Clubes com an%guidades muito heterogéneas, dos mais jovens como
o de Ílhavo e a Mealhada apenas com dois anos e cinco anos de existência a vários
com mais de trinta anos.
Uns com uma faixa etária mais sénior que outros

Dir-se-ia, tarefa diZcil, mas da heterogeneidade nasce a riqueza e por isso posso
afirmar que é uma honra desempenhar estas funções em tal Divisão.

LIONS CLUBE DE ÍLHAVO PÁGINA 8


N.º 3 HOMEM DO LEME

MENSAGEM DO PRESIDENTE DE DIVISÃO 8

A colaboração dos Clubes tem sido excepcional e apraz-me registar a coerência e


a unidade de conceitos e valores lionís%cos dos Clubes e dos programas de ac%vi-
dades que todos têm vindo a desenvolver.

Apraz-me ainda registar a preocupação de todos em preservar e aumentar o seu


Quadro Social no presente AL.

Todos estes aspectos, encaro-os como desafios e não como problemas, e isso de-
vo-o também ao Clube a que pertenço, ao Lions Clube de Ílhavo, que me deu a
possibilidade de crescer como Lions, a quem agradeço o apoio logís%co para a
organização da 1ª Reunião do Conselho Divisional, e que me tem apoiado incon-
dicionalmente nesta missão tão nobre de Presidente de Divisão.

O Lions Clube de Ílhavo vai comemorar o seu 2º Aniversário.


O Clube tem sido apresentado em várias ocasiões como o Farol do Lionismo, pela
sua juventude, dinamismo e alguma originalidade.
É importante para o Clube para o Concelho, para a Divisão e para o Lionismo Por-
tuguês que assim con%nue.

Abstraindo-me de ser também “parte interessada”, desejo ao Lions Clube de Ílha-


vo muitos sucessos, con%nuidade dos bons exemplos e muitos anos de existência.

O Presidente da Divisão 8
CL António Rocha

PÁGINA 9 LIONS CLUBE DE ÍLHAVO


HOMEM DO LEME N.º 3

MENSAGEM DA SECRETÁRIA

REFLEXÃO

2011 surge no horizonte pincelado de cores carregadas que anunciam múl%plos


obstáculos a vencer. No entanto, a vontade dos homens é decisiva no dealbar de
uma madrugada que se pode colorir do verde da esperança.

O Lions Clube de Ílhavo tem-se mostrado, apesar do seu estado infanto-juvenil, dig-
no do nome que lhe foi dado na sua origem com Núcleo – FAROL.

O Farol é uma luz de caminhada, uma luz de esperança, uma luz de solidariedade,
uma luz de amor.

Saibamos todos nós trilhar esse caminho sempre, sobretudo quando o voluntaria-
do se torna cada vez mais necessário para acorrer a tantas situações de carência
absoluta que afectam as nossas comunidades.

Ser voluntário é amar, ser voluntário é olhar o outro com olhos de fraternidade, ser
voluntário é prescindir de um pouco de si para aquecer a alma do próximo.

Quando servimos quem precisa ficamos mais ricos, quando damos o que nos sobe-
ja, degustamos o sabor da abundância par%lhada e a alegria de nos sen%rmos
úteis.

A u%lidade dos homens, no dizer de Michel Quoist “ é olhar em frente e vislumbrar


no horizonte uma mão que se estende e que eu seguro com verdadeira amizade.”

Sejamos amigos verdadeiros e conseguiremos cumprir o nosso maior objec%vo:


SERVIR CADA VEZ MAIS E MELHOR.

A Secretária do Lions Clube de Ílhavo


CL Maria Isabel Castro

LIONS CLUBE DE ÍLHAVO PÁGINA 10


N.º 3 HOMEM DO LEME

MENSAGEM DO TESOUREIRO

2010 ANO EUROPEU DO COMBATE À POBREZA E EXCLUSÃO SOCIAL

Em toda a União Europeia o combate à pobreza e à exclusão social tem vindo a


ocupar uma boa parte das Agendas Governamentais dos respec%vos Países, no-
meadamente no que respeita à adaptação dos territórios e sociedades às novas
realidades socioeconómicas.

Consciente que o envelhecimento das populações é um fenómeno social rela%va-


mente ao qual se torna urgente encontrar estruturas adaptadas de resposta, bem
como mecanismos que protejam e atendam, de forma especial, às específicas ne-
cessidades desta camada mais frágil da nossa sociedade, é dever de todos, dos
vários parceiros, uma congregação de esforços, que garanta a todos excluídos e
pobres, não só a sua protecção e bem-estar, antes sirva de garan%a à sua própria
dignidade.

A intervenção de Organizações de Solidariedade, designadamente os Lions Clu-


bes, têm desempenhado um papel fundamental nos diversos territórios onde se
insere a sua ac%vidade.

Por seu turno, e a propósito desta efeméride, o Lions Clube de Ílhavo, no âmbito
do seu trabalho de acção social, especialmente no que concerne ao apoio aos
grupos socialmente mais frágeis, tem sido indispensável na minimização dos esta-
dos absolutos de pobreza e assim contribuir para a dignificação da vida humana.

CL José Carlos Marques


Tesoureiro

PÁGINA 11 LIONS CLUBE DE ÍLHAVO


HOMEM DO LEME N.º 3

RESUMO DAS ACTIVIDADES - 2.º SEMESTRE AL 2009/2010

JANEIRO

- Entrega de mercearia e leite a uma família carenciada com 3 crianças, apoiada, mensalmente, pelo Clu-
be, no valor de 40,00€.
- Entrega de dona%vo de 500,00€ a família com graves problemas económicos.
- Entrega de um enxoval para recém-nascida, filha de pais jovens, desempregados, no valor de 220,00€.
- Recolha de roupa usada junto de par%culares para ser entregue a uma família carenciada, no valor de
90,00€.
- Entrega de 24 cassetes vídeo (VHS) infan%s e juvenis para o A.T.L. da “OBRA DA CRIANÇA”, no valor de
150,00€.

FEVEREIRO

- Jantar de Solidariedade com FADOS DE COIMBRA cuja receita se des%nou ao pagamento de material
oaalmológico entregue a uma jovem adolescente com problemas visuais muito graves, no valor de
817.51 Euros.
- Entrega de roupa de homem a família carenciada, no valor de 90 Euros.
- Oferta de produtos alimentares a uma família, actualmente, em situação económica muito debilitada,
no valor de 100 Euros.
- Apoio específico alimentar a um adolescente acidentado, no valor de 40 Euros.
- Entrega do leite para as 3 crianças da família apoiada pelo Clube, no valor de 45 Euros.

LIONS CLUBE DE ÍLHAVO PÁGINA 12


N.º 3 HOMEM DO LEME

1.º ANIVERSÁRIO DO CLUBE - 10-01-2010

INVOCAÇÃO

Neste dia de mudança e de corações em festa invoco a Amizade e o Serviço.


A amizade que nos faz estar aqui;
Que cresce à sombra do desinteresse;
Que se nutre e floresce a cada dia com a compreensão;
Que não admite fingimentos;
Que exige a verdade acima de todas as coisas;
Que não é magoar, mas incen%var;
Que não é cri%car, mas apoiar;
Que não é humilhar, mas enaltecer;
Que não é julgar, mas aceitar;
Que não é esquecer, mas perdoar
E Servir….
Servir é sen%r a necessidade de par%lhar;
É perceber que as diferenças só existem porque é mais fácil criar distâncias do
que gerir dificuldades;
É sen%r que é possível mudar o que está errado;
É estender a mão sem olhar à cor, ao sexo ou à religião;
É afastar um mundo de quimeras adiadas e de mentes vazias;
É perceber que a alegria de dar é indiscu%velmente maior do que a de receber.
Invoco a amizade e o serviço para que possamos caminhar na contramão do ego-
centrismo, esforçando-nos com generosidade na colaboração com o bem e com a
alegria dos outros.

CL Maria Isabel Castro

PÁGINA 13 LIONS CLUBE DE ÍLHAVO


HOMEM DO LEME N.º 3

1.º ANIVERSÁRIO DO CLUBE - 10-01-2010

LIONS CLUBE DE ÍLHAVO PÁGINA 14


N.º 3 HOMEM DO LEME

NOITE DE FADOS DE COIMBRA

NOITE DE FADOS DE COIMBRA


LIONS CLUBE DE ÍLHAVO CUMPRIU COM OS OBJECTIVOS

Conforme o já amplamente divulgado, o Lions Clube de Ílhavo organizou no passa-


do dia 6 de Fevereiro uma Noite de Fados de Coimbra, cuja receita se des%nava à
aquisição de material oaalmológico de apoio a criança amblíope.
À volta da mesa recheada de iguarias regionais, num ambiente extremamente aco-
lhedor proporcionado pelo espaço renovado da Sala Ria do Hotel de Ílhavo a que
não foi alheia simpa%a e a qualidade do serviço, perante uma audiência de cerca
de 70 pessoas, os “ Rouxinóis “ cantaram e encantaram com um reportório de me-
lodias deste grande património nacional que é o Fado de Coimbra.
Logo após a Balada de introdução e antes de dar con%nuidade à actuação do Grupo
de Fadistas, o Presidente do Lions Clube de Ílhavo proferiu algumas palavras, tendo
explicado aos presentes os Objec%vos do evento, a saber:
1. Promover a Solidariedade em torno de uma causa, inserida na Campanha”Sight
First- A Visão em 1º lugar” Lions Internacional com o apoio a uma criança com in-
suficiências visuais graves, catalisando a sociedade civil para ajudar a ajudar.
2. Promover a Amizade e o Companheirismo e o São Convívio entre Lions e a Popu-
lação do Concelho, como meio para desenvolver os Valores da Cidadania.
Promover os Valores Cultu-
rais e Tradicionais quer atra-
vés da gastronomia quer
através da música
No uso da palavra, teve ainda
oportunidade para fazer um
breve histórico das acções
levadas a cabo pelo Clube no
acompanhamento da D……….
e família junto de vários Es-
pecialistas Oaalmológicos,
numa tenta%va de avaliar do
correcto diagnós%co. Apesar
destes esforços, confronta-
dos com um diagnós%co con-
firmado, outra coisa não foi
possível fazer que a aquisição
de material que proporcio-
nasse uma melhoria da sua
qualidade de vida em termos
de leitura.

PÁGINA 15 LIONS CLUBE DE ÍLHAVO


HOMEM DO LEME N.º 3

NOITE DE FADOS DE COIMBRA

Perante o fechar de portas por indisponibilidade orçamental das Ins%tuições nacio-


nais da Saúde e da Segurança Social, o Clube lançou mãos à obra para angariar os
fundos necessários à aquisição do material necessário.
E assim, graças ao apoio do Hotel de Ílhavo, do Grupo de Fados e de todos os pre-
sentes, complementado por alguns dona%vos encaminhados para a conta bancária
do Clube, foi possível ali mesmo, entregar à D…….., duas Lupas, uma de leitura de
documentos em papel e outra para acoplar a écran de computador, material recei-
tado pelos Especialistas consultados.
Seguiu-se a actuação do Grupo de Fados de Coimbra que durante mais de uma ho-
ra embalaram a assistência com alguns dos mais belos fados de Coimbra.
Antes da despedida, o Presidente do Clube teve oportunidade de agradecer a pre-
sença e o contributo de todos e congratular-se pelos resultados ob%dos.

LIONS CLUBE DE ÍLHAVO PÁGINA 16


N.º 3 HOMEM DO LEME

RESUMO DAS ACTIVIDADES - 2.º SEMESTRE AL 2009/2010

MARÇO

- Apoio alimentar a jovem acidentado no valor de 60,00€.


- Elaboração de Caixas para a Recolha de óculos usados. Gasto: 26.87€
- Entrega de mercearia e leite a família com 3 crianças, apoiada mensalmente pelo Clube, no valor de
35,00€.
- Entrega de roupa de homem a família necessitada, no valor de 50,00€.
- Conclusão da Campanha “Livros para Timor” (recolha e envio), no valor de 300,00€.

- Colocação de 6 caixas para recolha de óculos usados na Barra, Gafanha da Nazaré e Ílhavo.

- Oferta de roupa a uma criança de etnia cigana, no valor de 30,00€.


- Palestra do Professor Marcelo Rebelo de Sousa, aberta à comunidade, subordinada ao tema:
” PAPEL DOS LIONS EM PORTUGAL, HOJE”

PÁGINA 17 LIONS CLUBE DE ÍLHAVO


HOMEM DO LEME N.º 3

RESUMO DAS ACTIVIDADES - 2.º SEMESTRE AL 2009/2010

ABRIL

- Entrega de um cabaz de Páscoa a família carenciada com 3 crianças composto por chocolates, brinque-
dos, alimentos e roupa (150,00€).

- Entrega de Folar de Páscoa a jovem acidentado (25,00€).


- Envio de produtos de higiene e comida para bebé com des%no às ví%mas da Madeira (250,00€).

- Oferta de roupas de senhora com des%no a jovens adolescentes (300,00€).

- Oferta de roupa e calçado de homem a família carenciada (50,00€).


- Apoio alimentar ao jovem acidentado que tem vindo a ser acompanhado pelo Clube (60,00€).
- Entrega de leite e complemento alimentar às 3 crianças da família apoiada, mensalmente, pelo Clube
(35,00€).
- Em colaboração com o Illiabum, o Clube levou 22crianças, 2 deficientes e 3 monitoras da “Obra da Cri-
ança” a assis%r ao jogo Illiabum-Ovar (Liga Nacional). O Clube ofereceu o transporte e o lanche (60,00€).
O Illiabum ofereceu as entradas e as camisolas.

LIONS CLUBE DE ÍLHAVO PÁGINA 18


N.º 3 HOMEM DO LEME

LIONS LEVA CRIANÇAS AO JOGO DE BASQUETEBOL

LIONS CLUBE DE ÍLHAVO LEVOU A “OBRA DA CRIANÇA” AO BASQUETEBOL

Com a entusiás%ca colaboração do Illiabum Clube, no passado dia 17 de Abril, o


Lions Clube de Ílhavo levou a cabo mais uma inicia%va do seu Plano de Ac%vida-
des, proporcionando a 22 Crianças e Jovens e a 3 Monitoras da “Obra da Crian-
ça”, uma tarde, mais do que despor%va, foi sobretudo de convívio, carinho e soli-
dariedade.
Mesmo antes do Jogo, os Companheiros Lions que se dirigiram à Ins%tuição para
assegurar o transporte para o Pavilhão, puderam constatar da importância deste
evento, ao serem recebidos em apoteose pelas Crianças e jovens que aguarda-
vam alegre e impacientemente debaixo do telheiro pela sua chegada, abrigados
do aguaceiro inesperado e inoportuno que, naquele momento decidiu cair.
Uma vez chegados ao pavilhão, depois das peripécias da escolha dos carros, fo-
ram recebidos e tratados como VIPS pela Direcção do Illiabum , com direito a T-
Shirt do Clube, presença no recinto de jogo na Recepção e Saudação aos Jogado-
res, durante os Intervalos e no fim da par%da.
O lanche que distribuímos sumiu-se em poucos minutos, tal foi o desgaste de
energias consumidas nos intervalos em que alguns demonstraram o seu potenci-
al basketbolís%co, como durante o jogo, em aplaudir e incitar a nossa Equipa.
Infelizmente, o score final não compensou a nobre a%tude do Illiabum Clube e o
esforço desta assistência extraordinária.
Mas o desporto tem destas coisas……….
De retorno às Instalações, falava-se já da próxima
jornada, que fazemos votos tenha um desfecho
mais posi%vo em termos despor%vos, já que em
termos humanís%cos e de solidariedade, este en-
contro excedeu todos os objec%vos.
A solidariedade não se faz só com bens materiais.
Ao terminar estas linhas, em nome do Lions Clu-
be de Ílhavo e das Crianças, Jovens e Colaborado-
res da “Obra da Criança”, queremos deixar aqui
bem patente o nosso Abraço de Gra%dão e Reco-
nhecimento à Direcção do Illiabum pelo apoio e
carinho que emprestaram a esta ac%vidade e pe-
la demonstração inequívoca de valores altruístas
que vão muito para além da Prá%ca Despor%va.
Bem Hajam ILLIABUM Clube.

O Presidente do Lions Clube de Ílhavo


CL António Rocha

PÁGINA 19 LIONS CLUBE DE ÍLHAVO


HOMEM DO LEME N.º 3

PALESTRA COM O PROF. MARCELO REBELO DE SOUSA

Conforme foi amplamente no%ciado, no passado Sábado dia 27 de Março, o Prof.


Marcelo Rebelo de Sousa esteve no Museu Marí%mo de Ílhavo, onde proferiu uma
Palestra subordinada ao tema” O papel dos Lions em Portugal,hoje”, na sequência
do convite que lhe %nha sido endereçado pelo Lions Clube de Ílhavo.

Foi um evento que ficará para a história do Clube e do Município e de que, todos
quantos assis%ram, recordarão para sempre.

Depois da Sessão de Boas-Vindas do Presidente do Clube, do Presidente da Câma-


ra de Ílhavo e do Governador do Distrito 115 CN de Lions Clube, coube ao Cl Agílio
Abrantes em nome do Clube, de fazer a apresentação do Palestrante, tarefa extre-
mamente diZcil, mas que no final, apesar de sucinta, plenamente conseguida, dan-
do mesmo lugar a uma ou outra “graça futebolís%ca” que não ficou sem resposta
do Professor.

Chegou então o momento esperado por todos, em que, durante cerca de 45 minu-
tos, o Prof. nos deliciou com a sua exposição.

Começou por fazer um histórico da gé-


nese do Movimento Lionís%co nos Esta-
dos Unidos da América e depois em
Portugal, fazendo sempre a ligação com
os fenómenos polí%cos, sociais e econó-
micos das diferentes épocas.

Con%nuou com uma análise dos proble-


mas que se colocam à Sociedade de ho-
je, à Nova Ordem Económica e aos fe-
nómenos de Transformação Social a
que assis%mos e de como os Movimen-
tos Associa%vos se têm vindo a incorpo-
rar nesta realidades.

Aos Lions, que são uma ONG com Ob-


jec%vos e um Código de É%ca bem defi-
nidos, cabe um papel fundamental em
vários domínios:

LIONS CLUBE DE ÍLHAVO PÁGINA 20


N.º 3 HOMEM DO LEME

PALESTRA COM O PROF. MARCELO REBELO DE SOUSA

· Na Educação com uma intervenção clara e organizada nas Escolas, promo-


vendo a Educação para a Cidadania, sensibilizando para a defesa dos valo-
res écos morais e da família não só na População Escolar em parcular
mas também em todas as Profissões em geral.
· Na Saúde desenvolvendo parcerias com outras Instuições, seja em Cam-
panhas Nacionais, seja no Apoio Voluntário (uma referência muito especial
aos Cuidados Connuados), seja na realização de acvidades locais que
são hoje uma realidade, como os Rastreios Visuais, da Diabetes, da Tensão
Arterial, do Colesterol, das Recolhas de Sangue e Medula Óssea, seja ainda
na facilitação e esclarecimento de apoios àqueles que não podem contar
com os mecanismos e meios das classes privilegiadas.

· Na Solidariedade promovendo o contacto e o convívio daqueles que ten-


dem ou se encontram isolados, apelando à adesão da população para es-
tas iniciavas, no sendo de desenvolver uma Sociedade Civil mais acva e
mais solidária.

Deixou ainda uma mensagem clara no que se refere a algumas conotações menos
posi%vas imputadas aos Lions – “ A única maneira de mudar esses preconceitos, é
demonstrar e publicitar as acções valorosas que, todos os dias os Lions deste país
realizam a troco de nada, invesndo o seu tempo e os seus recursos” e “ É preciso
ulizar os meios de Comunicação Social mais acvamente e mais inteligentemen-
te, associando-os ás acvidades e iniciavas que desenvolvemos”, e
“Podem contar com todo o meu apoio para facilitar o acesso aos Órgãos de Comu-
nicação Social de maior impacto nacional e o meu empenhamento na divulgação
das vossas acções.”

O debate que se iniciou de seguida, em que muitas e interessantes questões fo-


ram colocadas, o Professor, mais uma vez, nos encantou com as suas respostas
sempre em tom cordial e bem disposto. Foi uma 2ª palestra.

PÁGINA 21 LIONS CLUBE DE ÍLHAVO


HOMEM DO LEME N.º 3

PALESTRA COM O PROF. MARCELO REBELO DE SOUSA

Infelizmente o tempo não parou e impunha-se o regresso a Lisboa.


Registe-se como ponto final a afabilidade, a simplicidade, a humildade que o
Professor emprestou à Assistência e as inúmeras manifestações de carinho e
reconhecimento que recebeu da mesma.

Nós, o Lions Clube de Ílhavo, sen%mo-nos orgulhosos e com o espírito do dever


cumprido, ao termos realizado este evento.
Saímos mais enriquecidos e mo%vados para con%nuarmos a nossa caminhada,
com a certeza e a confirmação que, após o que ouvimos, estamos no caminho
certo.

Professor e Companheiro Marcelo Rebelo de Sousa, o nosso melhor reconheci-


mento pelo seu contributo é a afirmação inequívoca que tudo faremos para con-
%nuarmos a ser BONS ALUNOS.
Bem Haja Professor e Companheiro!
Bem Hajam quantos tornaram possível este evento!
Bem Hajam quantos es%veram presentes nesta tarde de 27 de Março no Museu
Marí%mo de Ílhavo

O Presidente do Lions Clube de Ílhavo

LIONS CLUBE DE ÍLHAVO PÁGINA 22


N.º 3 HOMEM DO LEME

RESUMO DAS ACTIVIDADES - 2.º SEMESTRE AL 2009/2010

MAIO
· Entrega de roupas a criança desprotegida, no va-
lor de 70 Euros. Oferta de roupa para bebé filho de
um casal desempregado, no valor de 50,00€.
· Oferta de uma máquina de lavar roupa em 2ª.
Mão, a uma família carenciada, no valor de 100,00€.
· Entrega de leite e mercearia à família com 3 cri-
anças, apoiada pelo Clube, no valor de 35,00€.
· Apoio alimentar ao jovem acidentado que tem
sido apoiado pelo Clube, no valor de 35,00€.
· Pagamento do tratamento dos dentes ao jovem
acidentado referido, no valor de 340,00€.
· O Clube esteve representado na sessão de apre-
sentação do livro “Histórias de Bolso das Gentes de
Aveiro”, da escritora Aida Viegas e na apresentação
das obra “Vozes do Pensamento” de Isabel Rosete.
· Assembleia Convívio na Sede do Clube (casa da Cl.
Isabel).
JUNHO
· Oferta de roupa e calçado a uma família carencia-
da, no valor de 120 Euros.
· Entrega de 4 cor%nados e roupa para adolescen-
tes na Obra da Criança, no valor de 200 Euros.
· Conclusão do Processo BES/ Seguros, levado a
efeito pelo clube, sobre a hipoteca do apartamento
de uma família com o capital em dívida de 14anos
( no valor de 63.850,00€) e registo do mesmo em
nome do proprietário.
· Recolha de 120 pares de óculos usados.

PÁGINA 23 LIONS CLUBE DE ÍLHAVO


HOMEM DO LEME N.º 3

HOMENAGEM AO GOVERNADOR GASPAR ALBINO

Gaspar Albino, Governador do Distrito 115 Centro Norte, foi homenageado no dia
18 de Junho, em Ílhavo. A inicia%va par%u do Lions Clube local, mas foram muitos
os Lions que se associaram ao evento vindos dos mais variados pontos do país.
De acordo com António Rocha, presidente do Lions Clube de Ílhavo, esta homena-
gem ao governador lionís%co surgiu em reconhecimento do “esforço, abnegação,
dedicação, amor à causa e sen%do de dever que o nosso CL Gaspar Albino tem apli-
cado a esta nobre missão de Governador do Distrito 115 CN”.
Mas esta homenagem foi também, nas palavras do presidente do Clube de Ílhavo,
uma forma de agradecer a Gaspar Albino o facto de ter assumido o cargo em con-
dições “trágicas”, referindo-se assim à morte da sua esposa Claudete Albino, gover-
nadora eleita.
Esta homenagem que foi feita na terra natal de Claudete Albino, ainda de acordo
com António Rocha, “traduziu os desejos e vontades que muitos de nós gostaría-
mos de manifestar”.
No final, Gaspar Albino agradeceu emocionado a homenagem de que foi alvo e o
“carinho” que recebeu de todos ao longo do seu mandato de governador.

LIONS CLUBE DE ÍLHAVO PÁGINA 24


N.º 3 HOMEM DO LEME

RESUMO DAS ACTIVIDADES - 1.º SEMESTRE AL 2010/2011

JULHO

- Oferta de roupa de homem e de senhora a famílias carenciadas e aos Sem Abrigo, no valor de
1500,00€ Euros;
- Entrega de 8 ves%dos de criança a duas meninas, no valor de 80 Euros.
- Atribuição do Complemento de dependência ao Sr. Álvaro Dias pela Segurança social, no valor de
100,00€ mensais;
- Oferta de roupinha de bebé e produtos pediátricos Mustela a uma mãe adolescente, no valor de 55 Eu-
ros.

- Transmissão de Funções

AGOSTO

- Oferta de leite, cereais e iogurtes a família com duas crianças em situação precária.
- Oferta de um triciclo e brinquedos usados a criança de etnia cigana.
- Oferta de bens alimentares e dois fatos de treino a crianças de família carenciada.
- Representação na inauguração da Exposição Retrospec%va da Obra (fotografia, pintura, mono%pia e ce-
râmica) da Companheira PDG CLAUDETTE ALBINO, desaparecida em Agosto de 2009.
- Presença na cerimónia de abertura do Fes%val do Bacalhau 2010 no Museu Navio SANTO ANDRÉ.

NOVA DIRECÇÃO DO ANO LIONÍSTICO 2010-2011


PRESIDENTE - CL MANUELA ROCHA
PAST-PRESIDENTE - CL ANTÓNIO ROCHA
1.º VICE-PRESIDENTE - CL ANTÓNIO NOVO
2.º VICE-PRESIDENTE - CL TERESINHA NOVO
SECRETÁRIA - CL ISABEL CASTRO
TESOUREIRO - CL JOSÉ MARQUES
1.ª DIRECTORA SOCIAL - CL ANA CALADO
2.ª DIRECTORA SOCIAL - CL ERMELINDA MANSO

PÁGINA 25 LIONS CLUBE DE ÍLHAVO


HOMEM DO LEME N.º 3

TRANSMISSÃO DE FUNÇÕES AL 2010/2011

LIONS CLUBE DE ÍLHAVO PÁGINA 26


N.º 3 HOMEM DO LEME

TRANSMISSÃO DE FUNÇÕES AL 2010/2011

PÁGINA 27 LIONS CLUBE DE ÍLHAVO


HOMEM DO LEME N.º 3

ENTREVISTA À PRESIDENTE CL MANUELA ROCHA

Maria Manuela de Brito Rocha, nasceu em Novembro de 1939 na freguesia do


Paul, Concelho da Covilhã, Distrito de Castelo Branco e reside em Esgueira, Aveiro.

Licenciada em Filologia Românica pela Faculdade de Letras da Universidade de Co-


imbra, foi sempre dentro da docência, abrangendo vários graus de ensino, que de-
correu todo o seu percurso profissional, bem como na Orientação de Estágios Pe-
dagógicos Integrados nas Licenciaturas da Universidade de Aveiro e Formação em
Serviço.

Actualmente encontra-se na situação de Professora Aposentada desde 2005, tendo


terminado a sua carreira na Escola E.B.2+3 Aires Barbosa onde exerceu a sua ac%vi-
dade durante 29 anos.

- Integra o Lions Clube de Ílhavo desde que foi fundado. Como caracteriza esta
experiência?
RESPOSTA: Tendo abraçado o Movimento Lions há vinte anos, a fundação de um
Clube é sempre um mo%vo de orgulho e a sensação con%nuamente renovada de
acrescentar mais uma pedra ao ediZcio nunca terminado que é o Lionismo. Portan-
to, é uma experiência que nos enche de sa%sfação e de um sen%mento de missão
cumprida, uma vez que começámos como Núcleo do Lions Clube de Vila Praia de
Âncora e conseguimos, dois anos e meio depois, soltar o grito do Ipiranga e alcan-
çarmos a autonomia que a situação de Clube implica. A sa%sfação e o orgulho são
tanto maiores quanto nos reportamos à origem do Núcleo. Éramos sete Lions que
apoiados pelas estruturas lionís%cas onde se conta o entusiasmo de uma Lions ilha-
vense, decidiram abraçar o projecto da criação de um Clube no Concelho de Ílhavo.
E conseguimos…

- Como surgiu, agora, a hipótese de o presidir?


RESPOSTA: Em Lionismo, o Presidente de um Clube é um Lions que, por norma, é
subs%tuído no ano imediato pelo vice-presidente do ano anterior. E assim aconte-
ceu... de Vice-presidente passei a Presidente.

- Como encara este cargo? Como avalia o papel de presidente de um clube deste
género?
RESPOSTA: De forma natural e responsável, disposta a trabalhar com todos os
meus Companheiros e a coordenar todas as ac%vidades. O presidente de um clube
é um Companheiro Lions como outro qualquer, com alguma experiência, cuja fun-
ção principal, para que tudo corra pelo melhor, é coordenar as ac%vidades fazendo
e não mandando fazer.

LIONS CLUBE DE ÍLHAVO PÁGINA 28


N.º 3 HOMEM DO LEME

ENTREVISTA À PRESIDENTE CL MANUELA ROCHA

- Proceda a uma descrição dos elementos que compõem o núcleo ilhavense


(número, faixa etária que prevalece, profissões, etc…)
RESPOSTA: O LIONS CLUBE DE ÍLHAVO tem no seu quadro social 18 companheiros
Lions, com idades compreendidas entre os 28 e os 73 anos, donde resulta o predo-
mínio da média etária de 50 anos. No campo profissional verifica-se uma grande
diversidade de profissões desde Gestores de Empresas, Consultores de Seguros,
Este%cistas, Delegados de Informação Médica, Economistas, Arquitectos, Engenhei-
ros, Bancários e sobretudo Professores.

- Quais os seus objecVvos para este mandato? (Pretende dar conVnuidade à actu-
ação de António Rocha?)
RESPOSTAS: Os objec%vos para este mandato alavancam-se na con%nuidade de um
trabalho iniciado ainda com o Núcleo e alargado e melhorado nos mandatos poste-
riores.
Exactamente por isso e porque não há ruptura, o Plano de Ac%vidades para o ano
Lionís%co 2010/2011 tem por base o Plano do ano anterior, elaborado pelo então
Presidente António Rocha, com as devidas adaptações à situação actual.

- Prevê realizar algumas iniciaVvas novas?


RESPOSTAS: O Movimento Lionís%co abrange uma mul%plicidade de ac%vidades
que não podem ser abraçadas pelos clubes todos os anos e muito menos quando o
clube tem pouco tempo de existência como o nosso. Assim sendo, iremos este ano
introduzir duas ac%vidades
de âmbito distrital e internacional ligadas às escolas e visando a Formação para a
Cidadania que são o Concurso CARTAZ DA PAZ e a Campanha EU SO U VIGILANTE
DA FLO RESTA.

- Como classifica o actual interesse da juventude em aderir a este Vpo de enVda-


des?
RESPOSTA: Os jovens são solidários e respondem a solicitações desde que lhes di-
gam directamente respeito e sejam mo%vadoras. Para isso tem que haver um pro-
jecto de trabalho bem apurado e a eles dedicado, o que ainda não foi possível con-
cre%zar. Talvez num futuro próximo…

- Como vê o associaVvismo ilhavense?


RESPOSTA: De uma forma muito posi%va. O Concelho de Ílhavo tem múl%plas asso-
ciações muito meritórias que abrangem as mais diversas vertentes e com trabalho
feito. Creio que, para além do espírito cooperante das populações, do seu bairris-
mo e vontade de progredir, o apoio das edilidades é de sobremaneira evidente.

PÁGINA 29 LIONS CLUBE DE ÍLHAVO


HOMEM DO LEME N.º 3

ENTREVISTA À PRESIDENTE CL MANUELA ROCHA

- A população costuma aderir às vossas iniciaVvas?


RESPOSTA: De uma maneira muito sa%sfatória, nomeadamente quando se trata de
inicia%vas como a Palestra do Professor Marcelo Rebelo de Sousa, a Prova de Perí-
cia Automóvel , O Simpósio da Família, a Noite de Fados De Coimbra, com objec%-
vos solidários, e até mesmo numa palestra específica sobre O CAVALO %vemos o
prazer de contar com a presença de Ilhavenses.

- Que imagem é que o Lions Clube de Ílhavo pretende passar?


RESPOSTA: Não perseguimos uma imagem. A que deixamos e queremos con%nuar
a deixar é a da obra feita, a da ajuda prestada e a da solução para casos gritantes
de necessidades imperiosas. Os receptores são o cofre da nossa verdadeira ima-
gem.

- Além da acVvidade no clube, de que forma ocupa os seus tempos livres?


RESPOSTA: Ocupo os meus tempos livres como qualquer dona de casa, mãe, avó,
professora aposentada e dedicada a ac%vidades culturais. Para além da ac%vidade
que exerço no Clube, juntamente com a nossa Companheira Isabel de Castro, per-
tencemos aos Gabinetes do Distrito 115 Centro Norte e do Distrito Múl%plo, como
Assessoras do Bole%m Distrital que elaboramos e distribuímos em formato electró-
nico por todos os clubes Lions, e da revista THE LION, colaborando na recepção,
selecção e envio do material do nosso distrito para a mesma. Aqui sim...para estas
tarefas são muitas as horas de ocupação de tempo.

- Refira aspectos que considere relevantes e que não sejam contemplados pelas
questões.
Não poderia terminar esta entrevista sem salientar todo o apoio e colaboração que
nos tem sido dado pela Câmara Municipal de Ílhavo, na pessoa do seu Presidente
Eng.º Ribau Esteves e pelo Presidente da Junta de Freguesia da Gafanha da Nazaré,
Senhor Manuel Serra. Receando omi%r alguém, não deixando de destacar o Hotel
de Ílhavo em par%cular, quero também de uma forma genérica revelar todo o
apoio prestado por Farmácias, Óp%cas, Clubes Despor%vos, Cafés e Restaurantes,
Minimercados, Párocos e outras ins%tuições, para além da população em geral.
A todos muito obrigado.
Ao Diário de Aveiro a minha/nossa gra%dão pela oportunidade que deu ao Lions
Clube de Ílhavo de poder mostrar um pouco da sua génese e do seu trabalho, sem
esquecer o agradecimento especial pela con%nuada divulgação das nossas ac%vida-
des.
BEM- HAJA.

Cópia da entrevista publicada no Diário de Aveiro

LIONS CLUBE DE ÍLHAVO PÁGINA 30


N.º 3 HOMEM DO LEME

RESUMO DAS ACTIVIDADES - 1.º SEMESTRE AL 2010/2011

SETEMBRO

- Entrega de Leite, Cereais e enlatados a uma família com duas crianças no valor de 78,36€
- Pagamento de lentes de Hipertropia a uma criança com dificuldades visuais e de família carenciada no
valor de 160,00€ e entrega de roupa e calçado à mesma família no valor de 90,00€.
- Oferta de roupa de bebé, fraldas descartáveis e toalhetes a recém-nascido de família jovem carenciada,
no valor de 85,00€.
- Presença de 1 CCLL na Sessão Solene evoca%va dos 50 Anos da Freguesia da Gafanha do Carmo.
- Recolha e entrega de roupa a uma adolescente apoiada mensal mente pelo Clube, no valor de 60,00€.
- A Convite da Câmara Municipal de Ílhavo um CL representou o Clube na Inauguração do Centro Escolar
dos Moi%nhos.
- Con%nua a Recolha de Óculos usados;
- Início da Campanha do Concurso do “ CARTAZ SOBRE A PAZ”.

OUTUBRO

- DIA 8 - Entrega de Leite, Cereais e enlatados a uma família com duas crianças no valor de 82,36€
- DIA 8 - Entrega de roupa à mesma família no valor de 60,00€.
- DIA 9 - Oferta de produtos pediátricos da marca Mustela a recém-nascido de família jovem carenciada,
no valor de 25,00€.
- DIA 10 - Oferta de material escolar a criança de etnia cigana no valor de 25,00€.
- DIA 13 - Oferta de mobília de quarto com três camas à Ins%tuição “ Obra da Criança”, no valor de
250,00€;
- DIA 20 - Reunião com a Farmácia Ançã para estabelecimento de um protocolo de colaboração para ac-
ção de rastreio da Osteoporose.

PÁGINA 31 LIONS CLUBE DE ÍLHAVO


HOMEM DO LEME N.º 3

REUNIÃO DA DIVISÃO 8

LIONS CLUBE DE ÍLHAVO RECEBE A REUNIÃO DA DIVISÃO 8

No passado dia 23, no hotel de Ílhavo reuniram os Lions Clubes da Divisão 8 dando
cumprimento a uma regra estatutária lionís%ca.
A reunião foi convocada pelo Presidente da divisão 8, CL. António Rocha, tendo %-
do o Lions Clube de Ílhavo a maior honra em ser seu anfitrião. À volta da mesa sen-
taram-se os seguintes Lions Clubes, representados por membros das direcções ou
outros elementos para o acto indicados: Águeda, Bairrada, Ílhavo, Santa Joana Prin-
cesa e Vagos.
Estas reuniões des%nam-se a fazer um balanço das ac%vidades em curso e a dar
conhecimento periódico dos programas estabelecidos para cada ano Lionís%co
quer a nível cultural, quer a nível cívico, quer a nível da saúde e, acima de tudo e
tendo em conta o momento sensível que o país atravessa, a nível da solidariedade.

Cada vez mais as ins%tuições têm que estar atentas às comunidades em que se in-
serem, tentando, na medida do possível, minorar os seus problemas através de
programas concertados com outras ins%tuições e mesmo organismos públicos que
estabeleçam parcerias para o efeito. Por outro lado, são muitas vezes momentos
de reflexão e de formação lionís%ca, onde se equacionam as dúvidas e algumas
propostas, cons%tuindo assim verdadeiros fóruns de vida lionís%ca, tendo sempre
no horizonte as orientações provenientes de Lions Internacional.
A reunião, excelentemente conduzida pelo Presidente de Divisão, CL António Ro-
cha, foi muito par%cipada salientando-se o convívio e a amizade que se afirmaram
no final da mesma durante o degustar de algumas frioleiras devidamente regadas e
gen%lmente servidas com a qualidade a que o Hotel de Ílhavo sempre nos tem ha-
bituado.

LIONS CLUBE DE ÍLHAVO PÁGINA 32


N.º 3 HOMEM DO LEME

RESUMO DAS ACTIVIDADES - 1.º SEMESTRE AL 2010/2011

NOVEMBRO

DIA 4 - Entrega de Leite, Cereais, enlatados E Roupa a uma família com duas crianças no valor de 149,00€

DIA 6 - MAGUSTO

DIA 7 - Ofertas à Ins%tuição “ Obra da Criança: livros infan%s, juvenis, escolares e de consulta, cassetes de
livros infan%s no valor de 510,00€

DIA 9 - Protocolo com a associação “ Sopa Rica” para apoio alimentar a famílias carenciadas;

DIA 13 - Par%cipação no Magusto realizado no hotel de Ílhavo onde foram angariados alguns fundos para
acções de solidariedade;

DIA 20 - Oferta de roupa para adolescentes, toalhas, cobertores e lençóis à “ Obra da Criança”, no valor
de 190,00€

DIA 22 - Oferta de pijamas e roupa de agasalho a uma idosa muito carenciada no valor de 70,00€

DIA 22 - Planeamento e realização do cartaz de divulgação sobre o rastreio da Osteoporose em colabora-


ção com a farmácia Ançã Castro na Praia da Barra.

PÁGINA 33 LIONS CLUBE DE ÍLHAVO


HOMEM DO LEME N.º 3

FESTA DO MAGUSTO

MAGUSTO DE 2010

Segundo provérbio popular, no dia 11 de


Novembro, “… dia de S. Mar%nho, vai à ade-
ga e prova o vinho”.

Embora com substancial alteração, também


o Lions Clube de Ílhavo comemorou o dia de
tão emblemá%co Santo, recriando e pondo
em prá%ca o seguinte provérbio: “No dia 13
de Novembro, já não dia de S. Mar%nho, vai
ao Hotel de Ílhavo e bebe algum vinho” (não
se pode nem deve abusar).

E assim aconteceu. Em colaboração e parce-


ria com o Hotel, es%vemos no Jantar/ Ma-
gusto pelo mesmo organizado.

Diver%do, prolongou-se pela noite dentro.


Comeu-se bem, bebeu-se com alguma mo-
deração e bailou-se muito. Não faltaram as
castanhas assadas, claro…

NOTA: As fotos esclarecem as deficiências e


falhas textuais.

CL Manuela Rocha

LIONS CLUBE DE ÍLHAVO PÁGINA 34


N.º 3 HOMEM DO LEME

RESUMO DAS ACTIVIDADES - 1.º SEMESTRE AL 2010/2011

DEZEMBRO

- DIA 8 - Representação na Inauguração do Hospital de Cuidados Con%nuados em Ílhavo.

- DIA 18 - o Lions Clube de Ílhavo promoveu um rastreio da Osteoporose na Praia da Barra.

- DIA 18 ---- O convívio e a alegria juntaram os CCLL do Lions Clube de Ílhavo, familiares e amigos para
uma ceia de Natal.

- DIA 21--- Entrega de Cabazes de Natal na Sopa Rica que melhoraram indubitavelmente a ceia de Natal
das muitas famílias carenciadas que existem na Gafanha da Nazaré.
Estes cabazes foram cheios com as boas vontades e a solidariedade das populações e foram angariados
entre companheiros, com fundos ob%dos para a solidariedade e a colaboração pres%mosa das Farmácias
Branco e Ançã de Castro. A todos o Lions Clube de Ílhavo estende o seu muito obrigado.

ENTREGA DE CABAZES A FAMÍLIAS CARENCIADAS NÃO APOIADAS POR


NENHUMA INSTITUIÇÃO OFICIAL
DE SOLIDARIEDADE SOCIAL

PÁGINA 35 LIONS CLUBE DE ÍLHAVO


HOMEM DO LEME N.º 3

DENSITOMETRIA ÓSSEA

O LIONS CLUBE DE ÍLHAVO E A SAÚDE

No passado dia 18 de Dezembro o Lions


Clube de Ílhavo promoveu um rastreio
da Osteoporose na Praia da Barra.

A prevenção da doença e a despistagem


dos primeiros sintomas são preocupa-
ções que devem nortear todas as pesso-
as no combate aos incómodos provoca-
dos pela dor e que, se não forem devida-
mente tratados, podem levar a situações
irreversíveis.

Neste sen%do, o Lions Clube de Ílhavo


vai promovendo diversos %pos de ras-
treios que pretendem ajudar as popula-
ções a prevenirem eventuais doenças.

É evidente que este trabalho só é possí-


vel graças à colaboração pres%mosa e
insubs%tuível de diversas en%dades. No
caso presente a Farmácia Ançã Castro da
Praia da Barra cons%tui um parceiro
inexcedível e uma colaboração insubs%-
tuível para o alvo que nos propomos
a%ngir.

Desta forma o Lions Clube de Ílhavo


cumpriu mais uma etapa de SERVIÇO.

RESULTADO FINAL - O balanço cifrou-se


numa afluência de 30 rastreios feitos e
de algumas situações despistadas que
necessitam de acompanhamento médi-
co.

LIONS CLUBE DE ÍLHAVO PÁGINA 36


N.º 3 HOMEM DO LEME

ESPALHADOS PELO MUNDO - CL ANA CALADO

Nesta quadra natalícia %ve o privilégio de vir até à Califórnia visitar a minha família
(minha irmã e sua família que acresceu) o que, escusado será dizer, me deixou mui-
to feliz … mas não só. Tive o grato prazer de conhecer um nosso Companheiro
"Lions Center for the Visually Impaired",Director Execu%vo da mesma Fundação.
Foi uma grande alegria para mim e para ele.Sen%mos realmente que em qualquer
parte do globo somos uma família. Falou-me do seu trabalho nos LIONS: treina os
cães para conduzir cegos. Convidou-me a visitar o Centro onde é feito o trabalho
pelos oaalmologistas com os óculos que todos nós angariamos. Com esses óculos,
eles dão às pessoas conforme a graduação de que precisam e os par%dos vão para
outro lugar para serem então restaurados. Foi pena e lamentei não ter podido acei-
tar tão importante convite porque a minha família já %nha organizado e preparado,
dentro desse horário, programa diferente. Caros companheiros não sei se podem
imaginar a alegria que se pode sen%r quando estamos tão longe e nos deparamos
com a con%nuação da nossa FAMÍLIA LIONS.
Orgulho-me de pertencer a esta Família. Penso que %ve um bom presente, nesta
quadra.
Saudações Lionís%cas da Vossa Companheira

CL Ana Maria Calado

PÁGINA 37 LIONS CLUBE DE ÍLHAVO


HOMEM DO LEME N.º 3

INDÚSTRIA DE CURTUMES - CL ANTÓNIO NOVO

A indústria de curtumes, uma das mais an%gas do país, produz couros (pele cur%da
e acabada) a par%r da pele do animal, subproduto da indústria de carnes. Sendo
uma matéria-prima natural e renovável, a indústria de curtumes reduz de forma
considerável o impacto ambiental causado pela acumulação de peles, dando des%-
no a um produto que de outra forma seria cons%tuído um resíduo.
Contudo, esta indústria é conhecida como sendo bastante nociva para o ambiente,
devido às emissões de resíduos sólidos. Assim sendo, as empresas deste sector, são
forçadas a inves%r em sistemas de tratamento e gestão das suas emissões, o que
origina aumentos significa%vos nos custos de produção, repercu%ndo-se conse-
quentemente nos preços do produto final, o que diminui a compe%%vidade. Os as-
pectos ambientais têm um peso na tomada de decisão equivalente a outros facto-
res, como a qualidade do produto final, a op%mização do processo produ%vo, a in-
trodução de novas tecnologias e a qualificação dos recursos humanos.
A indústria de curtumes é uma das mais an%gas ac%vidades conhecidas pelo Ho-
mem. Desde a era primi%va, que o homem usava peles de animais para seu agasa-
lho. Desde sempre a pele foi reconhecida como um material de extremo valor para
diversas aplicações, sa%sfazendo as necessidades de diversos povos e civilizações,
que pela necessidade de adaptação ao meio sofreu diversas inovações.

Também os portugueses, através dos descobrimentos, influenciaram o desenvolvi-


mento dos curtumes através da introdução de novas substâncias vegetais, curten-
tes e gorduras. Segundo a Associação Portuguesa da Indústria de Curtumes (APIC),
em Portugal, os primeiros esboços do que viria a ser a indústria de curtumes re-
montam aos séculos XVI e XVII nos quais se assis%u a uma concentração de arte-
sãos dos curtumes em Guimarães, Porto e Alcanena, que con%nuam a ser os maio-
res pólos aglu%nadores do sector em Portugal. Sabe-se que no mandato de D. João
V, no século XVIII apareceram as primeiras unidades de fabricação do couro em
Portugal. Em consequência da revolução industrial, meados do século XIX, a manu-
factura artesanal deu lugar à mecanização, aumentando o rendimento e a produ-
ção global.

LIONS CLUBE DE ÍLHAVO PÁGINA 38


N.º 3 HOMEM DO LEME

INDÚSTRIA DE CURTUMES - CL ANTÓNIO NOVO

Até ao início do século XX, a introdução do curtume vegetal teve bastante impor-
tância, sendo que dai em diante o curtume a crómio deu os seus primeiros pas-
sos, sendo hoje o processo de curtume mais u%lizado.
Actualmente esta indústria é composta por cerca de 60 empresas, na maioria pe-
quenas e medias empresas que empregam menos de 100 trabalhadores, situadas
nos distritos de Alcanena, Porto, Seia e Guimarães.
As indústrias de Alcanena contribuem com cerca de 90% da produção nacional de
curtumes, representando um valor de 85% das indústrias de curtumes. O Porto
tem 5 indústrias do sector enquanto as restantes estão distribuídas por Seia e
Guimarães.
A maioria da indústria de curtumes no nosso país está direccionada para a trans-
formação de peles de bovinos adultos para a indústria de calçado e também, mas
com menor relevo, para a confecção de vestuário em couro, marroquinaria, fabri-
co de estofos, etc. O sector de curtumes português tem a%ngido uma posição de
destaque no panorama internacional, tendo contribuído para a implementação
do calçado português ao nível mundial, através da sua presença directa em mer-
cados compradores.
Contudo, o maior obstáculo do sector dos curtumes não é só influenciado pela
crise proveniente dos mercados consumidores, mas também dos países concor-
rentes, como Itália e Espanha, que apresentam uma crescente produ%vidade. O
que acontece é que algumas empresas nacionais apostam mais no acabamento
de peles, do que nas fases de transformação anteriores: curtume e %nturaria. Pa-
ra tal importam peles em crust (%ngidas e secas) de países menos desenvolvidos
e com mão-de-obra mais barata.
Como infra-estruturas de apoio ao sector existem a APIC (Associação Portuguesa
da Indústria de Couro) e o CTIC (Centro Tecnológico da Indústria de Curtumes),
infra-estrutura tecnológica promotora da valorização e inovação na indústria de
curtumes nacional, visando a compe%%vidade do sector.

CL António Novo

PÁGINA 39 LIONS CLUBE DE ÍLHAVO


HOMEM DO LEME N.º 3

MOMENTO DE REFLEXÃO - CL ANABELA QUINTA

Natal, Consumismo e Solidariedade!


Dezembro é um mês desenfreado e louco.
Uns amam e outros nem por isso.
É tradição, dizem uns, é supérfluo … dizem outros.
O meu desejo mais sincero era que o verdadeiro sen%do do Natal se fizesse sen%r
em todos, não pela distribuição das prendas e pela mesa farta de tudo mas pela
solidariedade e pelo auxílio ao próximo.
Sinto que cumpri o meu desejo … ves% adolescentes, agasalhei sem abrigos e ali-
mentei alguém. Não chega … eu sei!
Este pequeno contributo é uma migalha mas se todos, mesmo todos, derem uma
migalha, o Natal terá mais valor e significado.

A minha acVvidade, o meu Hobby e os Lions Clube de Ílhavo

Fashion à sua medida!


Dou-me ao luxo de fazer o que gosto e o que me dá prazer, sem horários, sem
pressões, nem patrões.
Desde Abril 2010 que me dedico a um projecto aliciante de moda. Criar, inovar,
ves%r é uma paixão que vai crescendo em mim e que quero levar longe.
Gosto de desafios!
Como forma de con%nuar a prestar a minha solidariedade a causas nobres, contri-
buo para o Lions Clube de Ílhavo com 5% sobre a venda dos meus ar%gos, adquiri-
dos entre Companheiros/Clubes.

CL Anabela Quinta

LIONS CLUBE DE ÍLHAVO PÁGINA 40


N.º 3 HOMEM DO LEME

POEMA - CL AGÍLIO ABRANTES

EU QUERO…

Eu quero…
…Que os pássaros
Tragam Primaveras de Liberdade.

Eu quero…
…Rios de águas limpas
E Oceanos de Verdade.

Eu quero…
…Bosques Verdes de Esperança
Cheios de brincadeiras de crianças.

Eu quero…
…Um Sol que nos aqueça
E nos acalme a Revolta.

Eu quero…
…Soltar as amarras que nos prendem
E voltar ao tecto que nos protege.

Eu quero…
…Voltar a ser EU,
Largar o número que nos marca,
Voltar a querer ser
O HOMEM que um dia nasceu,
Voltar a ter o NOME
Que um dia alguém nos deu.

Eu quero…
…Que TU também queiras
Acreditar no Amor que nos une
E que a LIBERDADE não morreu…

CL Agílio Abrantes

PÁGINA 41 LIONS CLUBE DE ÍLHAVO


HOMEM DO LEME N.º 3

SOLIDARIEDADE - CL CRISTINA CARDOSO

VYZ[\ \]^\_`_]`a Y bYcYdaY “ea`\f” bfcY bYcYdaY E\bfaYghY

Crise, tem sido nos úl%mos tempos, a palavra quiçá mais u%lizada no nosso quo%di-
ano em todas as vertentes em que nos movimentamos:
Crise de valores
Crise de meios
Crise financeira
Crise de Iden%dade
Crise de Emprego, etc, etc, etc

As influências que recebemos todos os dias dos meios de comunicação social, for-
matam-nos para cenários catastróficos, de desistência, reivindicação, amargura,
desespero, desilusão, oportunismo, impotência, intolerância…

Mas também temos noWcias todos os dias de acções e inicia%vas, de gritos bem
altos de cidadãos individuais e ins%tuições que, embora conscientes e ví%mas des-
ses cenários, optaram por “remar contra essa maré”, realizando aqui e ali peque-
nos “milagres” de luta contra essas crises.

No nosso Clube, a Comissão de Solidariedade e Saúde, tem coordenado todas as


acções nestes domínios e não tem %do mãos a medir, minorando o sofrimento de
muitas famílias do Concelho, levando a muitas o significado da palavra Esperança,
pois as carências existem, têm aumentado e agravar-se-ão ainda nos próximos
anos.

O que mais nos tem chocado, são as situações que os poderes polí%cos aos mais
diversos níveis, baseados em critérios fundamentalmente economicistas, são
“cegos” em relação às situações reais de fome, subalimentação e insuficiência de
recursos para suprir as necessidades mais básicas, demonstrando uma falta de hu-
manismo e solidariedade atrozes.

LIONS CLUBE DE ÍLHAVO PÁGINA 42


N.º 3 HOMEM DO LEME

SOLIDARIEDADE - CL CRISTINA CARDOSO

Neste ano de 2010 têm sido inúmeras as acções que temos levado a cabo; as pági-
nas deste bole%m serão elucida%vas disso mesmo

• Que o diga a Débora, jovem amblíope para quem a Segurança Social já não dis-
punha de verbas no seu orçamento para aquisição de material de apoio oaalmoló-
gico (900€) e que graças à organização da Noite de Fados de Coimbra por parte do
nosso Clube, viu este desejo realizado.
• Que o diga a Família da Salomé, um casal com 3 filhos a viver de um só ordena-
do de 500€ com um encargo, só de renda de casa de 300€, a quem o Clube ajudou
mensalmente com produtos alimentares até que a situação financeira melhorasse.
• E o da Família Silva, ele com incapacidade permanente de 86% dependente de
terceiros, o filho menor ví%ma de acidente de viação com necessidade urgente de
apoio, a sobreviverem com o salário mínimo da esposa . São hoje proprietários do
seu apartamento graças às démarches do Clube junto da Cª de Seguros, vendo-se
livres de encargos financeiros que lhe esmagavam 60% dos rendimentos do agrega-
do familiar. Para além do referido, o Clube, com apoio de terceiros, ajudou a famí-
lia a elaborar um dossier que permi%u a atribuição por parte da Segurança Social
do Subsídio de dependência para além do pagamento odontológico ao filho, já que
o Serviço Nacional de Saúde não compar%cipa custos nesta área da medicina..
• E o da família Joana, ví%ma de um indivíduo sem escrúpulos que lhe deixou dí-
vidas, a quem lhe restam pouco mais de 200€ por mês para se alimentar e ves%r a
si e aos seus dois filhos, a quem o Clube tem vindo a apoiar com alimentos e vestu-
ário mensalmente assim como material oaalmológico para o filho mais novo.
• E a Obra da Criança, ins%tuição a quem o Clube con%nuadamente presta apoio
solidário em material de diversa natureza (mobília, roupa, livros, filmes) e organiza-
do convívios com as crianças.
• E os cidadãos do Concelho a quem temos realizado os rastreios visuais e de os-
teoporose
E os Sem Abrigo para quem temos angariado roupas, calçado, agasalhos e material
de Higiene pessoal

E de tantos e tantos exemplos que ainda poderia citar que atestam sem sombra de
dúvida, que o Lions Clube Clube de Ílhavo tem contribuído para que a palavra Espe-
rança faça cada vez mais sen%do e ganhe cada vez mais notoriedade no vocabulá-
rio dos Ilhavenses.

CL Cris%na Cardoso
Comissão de Solidariedade e Saúde

PÁGINA 43 LIONS CLUBE DE ÍLHAVO


HOMEM DO LEME N.º 3

ANGARIAÇÃO DE FUNDOS - CL TERESINHA NOVO

LIONS ANGARIAM FUNDOS PARA AJUDAR QUEM PRECISA

Uma das vertentes mais importantes dos Lions é a Solidariedade.

Em tempos de provação e de crise os Lions são vistos como uma tábua de salvação
para muitas pessoas que lhes pedem ajuda, cada vez mais descrentes nos apoios
que as en%dades oficiais lhes vão minguando.

No entanto a capacidade financeira dos Lions é cada vez mais limitada, face à cres-
cente solicitação que lhes chega das comunidades que servem.

Por isso, geralmente, criam na sua estrutura direc%va uma Comissão de Angariação
de Fundos que tem por missão a recolha de dádivas e de recursos que possam aju-
dar a dar resposta adequada às solicitações recebidas.

O Lions Clube de Ílhavo tem uma dessas estruturas que vem dando apoio ao cum-
primento da sua missão de serviço no campo da solidariedade, socorrendo-se de
inicia%vas diversas de angariação de fundos que felizmente tem %do grande aceita-
ção quer de par%culares quer de empresas.

Isso tem permi%do ao Clube dar um apoio vasto e diversificado a pessoas e famílias
carenciadas e a ins%tuições que apoiam os estratos menos favorecidos da socieda-
de ilhavense, destacando ajudas na área da saúde e na área social, como a compar-
%cipação em medicamentos, em equipamentos para a saúde, ajudas financeiras
pontuais, dádivas de bens alimentares e de vestuário, material escolar, brinquedos
para as crianças, etc.

Como dinamizadora dessa Comissão é justo agradecer penhoradamente os apoios


recebidos certa de que eles têm contribuído e contribuem para ajudar quem preci-
sa e para colocar um sorriso em tantos rostos amargurados pelas vicissitudes da
vida. Bem hajam!

Certos de que nós, Lions, con%nuaremos a SERVIR!

CL Teresinha Novo
Comissão da Angariação de Fundos

LIONS CLUBE DE ÍLHAVO PÁGINA 44


N.º 3 HOMEM DO LEME

JANTAR DE NATAL 2010

Cumprindo a tradição, o Lions Clube de Ílhavo realizou, no dia 18 de Dezembro, no


Hotel de Ílhavo, o seu Jantar de Natal reunindo à volta da mesma mesa Compa-
nheiros , Familiares e Amigos.
Em ambiente de festa e simultaneamente de harmonia, saboreou-se o “fiel amigo”
bem regadinho com líquidos adequados à sua essência e bem acompanhado de
iguarias e sobremesas que, habitualmente, compõem uma tradicional mesa de
Consoada. O Hotel esmerou-se.
O espaço, condigna e adequadamente ornamentado para o especial momento,
contribuiu para que todos se sen%ssem comodamente instalados e espiritualmente
saciados.
A sala estava cheia. Sim, cheia de Amor e de Paz. Nem os Pais-Natal, ar%s%camente
expostos, se cansaram.
Foram companhia permanente do princípio até ao fim, numa alusão perfeita ao
verdadeiro espírito natalício.
Foi mesmo Natal, foi Companheirismo, foi Amizade…

CL Manuela Rocha

PÁGINA 45 LIONS CLUBE DE ÍLHAVO


HOMEM DO LEME N.º 3

ANO NOVO

Ano Novo!

De tudo, ficaram três coisas:


A certeza de que estamos sempre a come-
çar...
A certeza de que precisamos con%nuar...
A certeza de que seremos interrompidos
antes de terminar...
Portanto devemos:
Fazer da interrupção um caminho novo...
Da queda um passo de dança...
Do medo, uma escada...
Do sonho, uma ponte...
Da procura, um encontro...
(Fernando Pessoa)

“Recriação de Casinhas da Costa


Nova”
Trabalho elaborado por uma Com-
panheira do Lions Clube de Ílhavo.
Lembrança para todas as Compa-
nheiras presentes no 2º. Aniversá-
rio do nosso Clube

LIONS CLUBE DE ÍLHAVO PÁGINA 46


N.º 3 HOMEM DO LEME

PATROCÍNIOS

TIAGO SANTOS E SILVA COELHO


Técnico Responsável por Instalações Eléctricas
n.º 152567
Executo todo o %po de trabalhos de instalação e
manutenção de electricidade; projectos de
infra-estruturas eléctricas, a nível par%cular e industrial.
Distrito de Aveiro e Porto.
963183197-911780628-tcoelho13@hotmail.com

AREADOMUS – Arquitectos & Consultores | Rua de S. MarVnho,


71 | 3810-185 AVEIRO
Tel. 918063253 | Fax 234427350 | www.areadomus.pt | email:
geral@areadomus.pt

PÁGINA 47 LIONS CLUBE DE ÍLHAVO


HOMEM DO LEME N.º 3

MEMBROS DO CLUBE - ANO LIONÍSTICO 2010 / 2011

Agílio Abrantes agilioabrantes@gmail.com


Ana Calado ana.calado44@hotmail.com
Anabela Quinta anabela.quinta@sapo.pt
Andrea Cardoso abcardosoinbox@gmail.com
António Novo ajrnovo@gmail.com
António Rocha antonio.lemos.rocha@gmail.com
Baltazar Mendes jb.diasmendes@sapo.pt
CrisVna Cardoso cris%na.m.cardoso@hotmail.com
Diana Novo arkitreta@gmail.com
Ermelinda Manso melimmanso@gmail.com
Isabel Castro castro.bela@gmail.com
José Carlos areadomus@netvisao.pt
Manuela Rocha nela.rocha@netcabo.pt
Odete Marques odetepmm@hotmail.com
Patrícia Cardoso patriciabela@yahoo.com
Paula BapVsta pmdiba@sapo.pt
Susana Rino susarino@gmail.com
Teresinha Novo teresinhanovo@gmail.com

LIONS CLUBE DE ÍLHAVO