Você está na página 1de 1

Segundo Cavalieri Filho, esta ciência "estuda o direito como fenômeno social, estabelecer seu

método e conhecer suas leis afim de observar a adequação da ordem jurídica aos fatos sociais, o
cumprimento das leis vigentes, sua aplicação junto as autoridades e os efeitos das normas que
poderão produzir eficácia". .
O ENTENDIMENTO DE EMILE DURKHEIM

a) investigar como as regras jurídicas se constituíram real e efetivamente;

b) o modo como as normas jurídicas funcionam na sociedade.

GEORGES GURVITCH

a) Sociologia Sistemática do Direito ou Microssociologia do Direito


- (massa, comunidade, comunhão)
b) Sociologia Diferencial do Direito, incluindo uma Tipologia Jurídica dos Grupos Particulares e
uma Tipologia Jurídica das sociedades totais;
- estudar as relações do direito com cada tipo de agrupamento social

c) Sociologia Genética do Direito

- o direito como base ecológica da sociedade, a economia, a religião, a moral, o conhecimento e a


psicologia coletiva

EDMOND JORION

a) Observação e análise dos fatos.

b) Seu tratamento tipológico (reagrupamento, classificação, estudos comparativos).

e) Estudo da gênese das regras jurídicas e de sua evolução.

d) Relação do direito com outros fenômenos sociais (influência do direito sobre a sociedade e vice-
versa).

e) Definição pela Sociologia do Direito, de seus próprios limites.

RECASÉNS SICHES

a) Estudo de como o direito, enquanto fato, representa o produto de processos sociais.

b) Exame dos efeitos que o Direito constituído causa na sociedade, sejam eles positivos, negativos ou de
interferência com outros fatores

O primeiro item proposto por Siches trata do direito como fenômeno condicionado pela sociedade,
como produto resultante de um complexo de fatores sociais. O segundo item cuida da influência
conformadora ou condicionante do direito sobre a sociedade. Em síntese, o direito é, ao mesmo tempo,
um fenômeno condicionado e condicionante da sociedade.

RENATO TREVES

1) estudo da eficácia das normas jurídicas e dos efeitos sociais que tais normas produzem;

2) estudo dos instrumentos humanos de realização da ordem jurí dica e de suas instituições;

3) estudo da opinião do público a respeito do direito e das instituições jurídicas.

Renato Treves o que melhor colocou o problema relacionado com o objeto da Sociologia Jurídica. Os
temas por ele propostos, além de mais compatíveis com o campo de atuação da Sociologia Jurídica, são
também mais abrangentes, e, praticamente, envolvem os temas propostos pelos demais autores, o que
é eficácia, quando a norma é eficaz e por quê; o que são efeitos, que tipos de efeitos as normas podem
produzir, o que evidencia a influência condicionadora do direito sobre a sociedade.