Você está na página 1de 5

MANUAL TÉCNICO DE LOCOMOTIVAS

INSTRUÇÃO
REGULAR OS INJETORES, VÁLVULAS DE ESCAPE
DO MOTOR DIESEL E CREMALHEIRAS 112.05
Frotas: GM Revisão 07/2006
Elaborador: Engenharia Mecânica Revisor: Victor Henrique, Sidney Alves

EXECUÇÃO

REGULAGEM DO MOTOR DIESEL


Quando forem substituídos um ou mais conjuntos de força ou cabeçotes, é necessário que se
faça uma nova regulagem dos injetores e válvulas.

Nos motores 567E - 645E, ou seja motores que possuem soprador, a regulagem de
injetor dá-se a 4º graus antes do ponto morto superior e nos motores 645E3 ( 8, 12, 16
cilindros ).
Em motores turbinados, a regulagem de injetor dá-se a 0º graus do ponto morto
superior.
O motor deve ser girado no sentido de trabalho, ou seja, no sentido anti-horário.

1) Posicionar o pistão do conjunto de força a ser regulado, conforme a tabela abaixo .


8 cilindros Soprado GL8 8 cilindros Turbinado 12 Cilindros Soprado
Ordem de Ponto de Ordem de Ponto de GL 12 – G22
Ignição Regulagem Ignição Regulagem Ordem de Ponto de
1 356º 1 0º Ignição Regulagem
5 41º 5 45º 1 356º
3 86º 3 90º 12 15º
7 131º 7 135º 7 41º
4 176º 4 180º 4 90º
8 221º 8 225º 3 116º
2 266º 2 270º 10 135º
6 311º 6 315º 9 161º
5 210º
2 236º
16 cilindros Soprado G26 16 cilindros Turbinado 11 255º
Ordem de Ponto de Ordem de Ponto de 8 281º
Ignição Regulagem Ignição Regulagem 6 330º
1 356º 1 0º
8 18,5º 8 22,5º
12 cilindros Turbinado
9 41º 9 45º
16 63,5º 16 67,5º
Ordem de Ponto de
3 86º 3 90º
Ignição Regulagem
1 0º
6 108,5º 6 112,5º
12 19º
11 131º 11 135º
7 45º
14 153,5º 14 157,5º
4 94º
4 176º 4 180º
3 120º
5 198,5º 5 202,5º
10 139º
12 221º 12 225º
9 165º
13 243,5º 13 247,5º
5 214º
2 266º 2 270º
2 240º
7 288,5º 7 292,5º
11 259º
10 311º 10 315º
8 285º
15 333,5º 15 337,5º
6 334º

Instrução 112.05 Página 1 de 5


MANUAL TÉCNICO DE LOCOMOTIVAS

REGULAGEM DO INJETOR

A. Coloque o calibre de temporizar injetores (Nº GM 8034638) no furo a ele destinado no


corpo do injetor, conforme figura1 abaixo.

Calibre de
regulagem
do injetor

Figura 1 – Aplicação do cálibre de regulagem do injetor

B. Estando a contra-porca solta (sextavado 15/16"), com uma chave de fenda, gire o parafuso
de ajuste do balancim até que o encosto do calibre passe sobre o injetor suavemente.

Balanceiro da
injeção

Balanceiro do
escape e parafuso
de regulagem

Figura 2 – Aplicação do cálibre de regulagem do injetor

C. Aperte a contra-porca, enquanto mantém o parafuso fixo com a chave de fenda.

D. Re-inspecione a regulagem.

Instrução 112.05 Página 2 de 5


MANUAL TÉCNICO DE LOCOMOTIVAS
REGULAGEM DAS VÁLVULAS DE ESCAPE

Para que a regulagem fique dentro das recomendações do fabricante, é necessário que
se faça uma pré-lubrificação ou funcione o motor diesel.
Isto é necessário para encher os ajustadores hidráulicos com óleo lubrificante evitando
que o ajustador fique sem folga.
Estando a contra-porca solta (sextavado 15/16”), com uma chave de fenda, solte o
parafuso de ajuste do balancim e coloque a lâmina de folga de (0,0015” ou 0,04 mm),entre o
embolo do ajustador hidráulico e o topo da haste da válvula conforme a figura 3.
Gire o parafuso para baixo até que a lâmina saia sem muita pressão, ou seja,
suavemente. Retire a lâmina e aperte o parafuso em torno de uma volta e meia conforme
figura abaixo.
Aperte a contra porca de ajuste do balancim, enquanto mantém o parafuso fixo com a
chave de fenda.
Verifique se o assento esférico da ponte de válvula se esta pressionada contra o assento
esférico do cabeçote. Se não estiver, gire o parafuso de ajuste do balancim até que nem um
movimento seja sentido, e então gire mais 1/4 de volta.

Lâmina de regulagem
de válvula (0,0015”
ou 0,04 mm)

Figura 3 – Aplicação da lâmina

A. Pare o motor e verifique a folga entre o corpo do ajustador de folga e o topo da haste da
válvula (com o pistão no ponto morto superior).
B. Use o calibre GM n° 8107788, para verificar a extensão mínima êmbolo do ajustador
de folga e o topo da haste da válvula que é de 1/16”.
C. Se o calibre não entrar no êmbolo do ajustador do topo da haste da válvula é sinal de que a
folga é menor que 1/16”. Então este cabeçote deve ser substituído para recondicionar na
oficina.

REGULAGEM DA CREMALHEIRA DO INJETOR

PROCEDIMENTOS NECESSÁRIOS ANTES DE REGULAR AS CREMALHEIRAS

Verificar se o eixo de controle das cremalheiras não esta com o rolamento preso, ou
com folga no alojamento.

Instrução 112.05 Página 3 de 5


MANUAL TÉCNICO DE LOCOMOTIVAS
A) Verificar se as cremalheiras dos injetores estão livres. E se as articulações estão entrando
livremente no alojamento do eixo de controle.
B) Verificar se todo o sistema de ligação não apresenta interferências que posam afetar seu
funcionamento.
C) É importante que as cremalheiras sejam reguladas com a temperatura de operação, caso
isto não ocorra, aguardar até que o motor atinja a temperatura de trabalho, ou seja 70ºC

MOTIVO:
Enquanto a temperatura do motor for aumentando, o comprimento da cremalheira da
bancada direita encurta e o da bancada esquerda alonga. A variação da bancada esquerda é
insignificante,porém da bancada direita pode encurtar as crema leiras além da tolerância
mínima de 0,4mm ou 1/16”.
É importante que seja utilizado o calibrador de cremalheira adequado, pois o modelo antigo
mede o comprimento da cremalheira desde o corpo do injetor, e não elimina as folgas
existentes nas articulações.

NOTA: Toda vez que for substituído um governador, devem ser reguladas as
cremalheiras.
MOTIVO: Devido a tolerância de fabricação para a furação, para a fixação do governador, a
posição do governador em relação a ligação com, os injetores pode alterar a regulagem das
cremalheiras.

Para regular as cremalheiras, instale o esticador até que o ponteiro do “rack” do


governador coincida com a marca de 1,00” na escala do eixo terminal do governador,
conforme figura abaixo.

Figura 4 – Esticador instalado Figura 5 – Escala do governador em 1,00”

D) Coloque o calibrador n° 8339610 e pressione-o suavemente na cremalheira do injetor até


o total encosto.
E) Gire a barra de ajuste, fazendo com que o ponteiro do calibrador esteja na extremidade
longa (L). Após ter feito isso, inverta o sentido do ponteiro até que o mesmo alinhe-se
com a marcação central da escala do calibrador. Segure a porca e aperte a contra porca.

Instrução 112.05 Página 4 de 5


MANUAL TÉCNICO DE LOCOMOTIVAS

EXTREMIDADE
EXTREMIDADE “S”

CENTRAL

REGULAGEM DAS CREMALHEIAS DO MOTOR DIESEL

A) Afrouxar a contra-porca da barra de ajuste (Liame) utilizando uma chave de boca 7/8”, e
outra chave de 7/8” para segurar a porca de ajuste, conforme figura abaixo.

NOTA: esta ação


evitara a quebra do
suporte que prende
LIAME
o liame.

PORCA DE
AJUSTE CONTRA-PORCA

Instrução 112.05 Página 5 de 5

Você também pode gostar