Você está na página 1de 1

DAVI FOI PROTEGIDO PELO SENHOR 1 Sam.

19: 18-24

Davi foi ungido para ser o rei de Israel. A partir dali lemos que o Senhor estava com ele.
Por causa disto o rei Saul sabia que Davi seria o próximo rei. Três vezes tentou matá-lo
sem sucesso. A última vez tentou matar Davi na sua casa. A seguir Davi teve que fugir
de Gibeá para viver como um fugitivo durante acerca de 7 anos, sempre perseguido
por Saul.

Primeiro Davi foi á casa do profeta Samuel que morava perto em Rama. Ali correu
procurando compreensão, consolo e conselho. Ali contou a Samuel tudo o que Saul lhe
tinha feito. A seguir Samuel levou Davi a Naiote onde ficaram algum tempo. Naiote
não é o nome dum lugar. Em hebraico é Nevaioth, que significa alojamentos. Naote era
o lugar onde a escola dos filhos dos profetas funcionava. Ali um grupo de jovens
aprendia o caminho do Senhor pelo profeta Samuel. Quando Saul soube do paradeiro
de Davi ele enviou tropas para prender Davi. Quando chegaram viram um grupo de
profetas glorificaram ao Senhor. Mas tal era a presença do Senhor que as tropas foram
obrigados a esquecer de Davi e a glorificar ao Senhor. Saul mandou mais tropas e a
mesma coisa aconteceu outra vez. Finalmente Saul, ele mesmo foi, e o Espírito do
Senhor veio sobre ele e ele também glorificou ao Senhor, impedindo que prendesse
Davi. Quando vivemos na presença do Senhor ele cuida de nós intervindo muitas vezes
milagrosamente a nosso favor.

Não podendo ficar em Rama Davi voltou a Gibeá para se despedir do seu amigo, o
príncipe Jônatas. Eles abraçaram-se e choraram porque sabiam que as suas vidas iam
seguir caminhos diferentes. Jónatas era um grande amigo de Davi mas não estava
disposto a acompanha-lo porque gostava demais o conforto do palácio. Ele fala
daqueles que gostam de Jesus mas não estão dispostos a pagar o preço de segui-lo. 1
Sam 20

A seguir Davi foi a pouca distância ao sumo-sacerdote Ahimaleque, o bis-neto de Eli,


junto ao tabernáculo velho em Nob. Naquele tempo Nob era uma cidade dos
sacerdotes. Talvez Davi pensou que podia encontrar protecção ali. Mas o sumo
sacerdote não era nada amigável. Logo quis saber porque Davi estava sozinho. De
facto o sacerdócio não estava a funcionar como devia. O tabernáculo construído há
mais de que 500 anos estava em mau estado, em necessidade dum restauro. A arca da
aliança não estava lá desde o tempo do sacerdote Eli. E o éfode com o peitoral e o
Urim e Tumimque o sumo sacerdote devia usar em todo o tempo estava encostado a
uma parede. 1 Sam. 21: 9 Ali não havia refúgio para Davi. Como é triste não haver
refúgio entre aqueles que foram separados pelo Senhor. Dali Davi levou apenas pão e
a espada de Golias.

A seguir Davi saiu de Israele foi para Gate no território dos filisteus, levando a espada
de Golias. Foi um acto totalmente insensato. Se o sumo sacerdote tivesse o ajudado
Davi não teria ido a Gate. Ali pediu asilo e o rei Áquis o recebeu. Porem os servos do rei
questionaram como ele podia receber como hóspede um guerreiro que matou muitos
dos seus soldados, incluindo Golias. Logo a vida de Davi ficou em perigo. Nesta altura
Davi escreveu um salmo que foca a confiança dele no Senhor. Sal. 56: 3,4 Para sair vivo
dali Davi fingiu ser doido. Depois do seu livramento dali Davi escreveu um salmo em
que agradeceu ao Senhor. Sal. 34: 1-4