Você está na página 1de 41

INFLUÊNCIA DO RUÍDO SOBRE O

ORGANISMO

RUÍDO

Som não desejado e molesto


Efeitos
- Perda de audição
- Transtornos fisiológicos ( respiratórios, cardíacos,
digestivos e visuais)
- Transtornos do sono
- Diminuição do tempo de atenção e aumento do
tempo de reação do indivíduo frente a estímulos do
ambiente
INFLUÊNCIA DO RUÍDO SOBRE O
ORGANISMO
INFLUÊNCIA DO RUÍDO SOBRE O
ORGANISMO
CARACTERÍSTICAS DO RUÍDO
1.

A freqüência é representada pelo número de vibrações completas em um


segundo, sendo sua unidade de medida expressa em hertz (Hz).

2.

3.
λ
CARACTERÍSTICAS DO RUÍDO
4. A intensidade pode ser definida como a quantidade de energia
vibratória que se propaga nas áreas próximas, a partir da fonte
emissora, podendo ser expressa em termos de energia (watt/m2 )
ou em termos de pressão ( N/m2 ou Pascal).
CARACTERÍSTICAS DO RUÍDO

5.
CARACTERÍSTICAS DO RUÍDO

5.
CARACTERÍSTICAS DO RUÍDO

CLASSIFICAÇÃO

contínuo estacionário: ruído com pequenas variações dos níveis (até


± 3 dB) durante o período de observação, que não deve ser inferior a
15 minutos

contínuo flutuante ou intermitente: ruído cujo nível varia


continuamente de um valor apreciável durante um período de
observação ( superior a ± 3 dB)

impacto ou impulsivo: ruído que se apresenta em picos de energia


acústica, de duração inferior a um segundo e com , entre picos,
inferiores a 1 segundo.
CARACTERÍSTICAS DO RUÍDO
CARACTERÍSTICAS DO RUÍDO
CARACTERÍSTICAS DO RUÍDO

1. ABSORÇÃO ACÚSTICA trata do fenômeno que minimiza a reflexão das


ondas sonoras num mesmo ambiente. Ou seja, diminui ou elimina o nível
de reverberação (que é uma variação do eco) num mesmo ambiente. São
materiais leves (baixa densidade), fibrosos ou de poros abertos, como
por ex: espumas poliéster de células abertas, fibras cerâmicas e de vidro,
tecidos, carpetes.
CARACTERÍSTICAS DO RUÍDO
CARACTERÍSTICAS DO RUÍDO
CARACTERÍSTICAS DO RUÍDO
CARACTERÍSTICAS DO RUÍDO
CARACTERÍSTICAS DO RUÍDO
CARACTERÍSTICAS DO RUÍDO
CARACTERÍSTICAS DO RUÍDO
CARACTERÍSTICAS DO RUÍDO
CARACTERÍSTICAS DO RUÍDO
CARACTERÍSTICAS DO RUÍDO

2. ISOLAMENTO ACÚSTICO refere-se a capacidade de certos materiais


formarem uma barreira, impedindo que a onda sonora (ou ruído) passe de
um recinto a outro. Nestes casos se deseja impedir que o ruído alcance o
homem. Normalmente são utilizados materiais densos (pesados) como por
ex: concreto, vidro, chumbo.
CARACTERÍSTICAS DO RUÍDO
CARACTERÍSTICAS DO RUÍDO
CARACTERÍSTICAS DO RUÍDO
I. MEDIÇÃO DOS NÍVEIS DE RUÍDO
DECIBELÍMETRO: Registra, de forma direta,
o nível da pressão sonora de um fenômeno acústico.
Ele expressa o resultado em dB com uma pressão
sonora de referência de 2 x 105 Pascal.

DOSÍMETRO: Monitor de exposição que


acumula o ruído constantemente. O equipamento é
capaz de expressar a dose acumulada durante o seu
tempo de funcionamento.

ANALISADOR DE FREQUÊNCIAS:
conhecido como “medidor de bandas” ou “medidor de
oitavas” devida associação de sua grandeza medida
em dB com os filtros de freqüências nas bandas de
oitava e terças disponíveis. É composto por um
medidor de nível sonoro e um filtro de freqüência
trabalhando em conjunto.
I. MEDIÇÃO DOS NÍVEIS DE RUÍDO
FILTROS PARA PONDERAÇÃO DO RUIDO
ANEXO 1 NR-15
II.
AVALIAÇÃO
DOS NÍVEIS
DE RUÍDO
NR 15
Estabelece que os
níveis de ruído
contínuo ou
intermitente devem ser
medidos em decibéis
(dB) com instrumento de
nível de pressão sonora
operando no circuito de
compensação "A" e
circuito de resposta
lenta ( SLOW). As
leituras devem ser feitas
próximas ao ouvido do
trabalhador.
II. AVALIAÇÃO DOS NÍVEIS DE RUÍDO
NR 15

≤1
II. AVALIAÇÃO DOS NÍVEIS DE RUÍDO
NR 15

T
II.
AVALIAÇÃO
DOS NÍVEIS
DE RUÍDO
NBR-10152/87

a) O valor inferior
representa o nível
sonoro para conforto,
o valor superior
significa o nível
sonoro aceitável
b) Níveis superiores
são considerados de
desconforto, sem
necessariamente
implicar risco de dano
à saúde.
/
II. AVALIAÇÃO DOS NÍVEIS DE RUÍDO

ADIÇÃO PARA n FONTES DE RUÍDO IGUAIS


DE NÍVEIS
DE
PRESSÃO
SONORA
L total = L + 10 lg n

PARA n FONTES DE RUÍDO DIFERENTES


II. AVALIAÇÃO DOS NÍVEIS DE RUÍDO

ADIÇÃO
DE NÍVEIS
DE
PRESSÃO
SONORA
II. AVALIAÇÃO DOS NÍVEIS DE RUÍDO

ADIÇÃO
DE NÍVEIS
DE
PRESSÃO
SONORA
II. AVALIAÇÃO DOS NÍVEIS DE RUÍDO

SUBTRAÇÃO DE NÍVEIS DE PRESSÃO SONORA


II. AVALIAÇÃO DOS NÍVEIS DE RUÍDO

SUBTRAÇÃO DE NÍVEIS DE PRESSÃO SONORA


III. MEDIDAS DE CONTROLE DE RUÍDO
1. Intervenção na fonte emissora :
- Eliminação ou substituição com máquina mais silenciosa.
- Modificação no ritmo de funcionamento da máquina.
- Aumento da distância e redução da concentração de máquinas.

2. Intervenção sobre a propagação:


- Suportes antivibrantes.
- Enclausuramento integral.
- Enclausuramento parcial.
- Barreiras.
- Silenciadores.
- Tratamento fonoabsorvente

3. Intervenção sobre o trabalho:


- Isolamento em cabine acústica
- Redução do tempo de exposição.
- Equipamentos de proteção individual (EPI).
III. MEDIDAS DE CONTROLE DE RUÍDO
III. MEDIDAS DE CONTROLE DE RUÍDO
III. MEDIDAS DE CONTROLE DE RUÍDO
III. MEDIDAS DE CONTROLE DE RUÍDO

Você também pode gostar