Você está na página 1de 11
A INSTRUGAO INTEGRAL 1 ‘A primeira quest2o que vemos haje considera é/este: Pode fa emancipardo das masses aperérias ser completa, enquanio @ insteupéo quo as mossas reeebem for inferior aquele que deda as burgueses, ou enquanto houver uma classe qualquer em ge- ‘a, pumerose oy nda, mas que, pelo sels nascimenta, sja chama- dd aos privilégios duma educapdo superior @ duma instugao rials completa? Pr esta questo, nfo 4 resolé-la?. Neo sord avidente qua entre dois hamens, dotedos tuma inteligéncia na- tural eproximedamenite iglel, aquple qui souber mais, cuja esp Fito estiver mais aberto para a cignci, w que, tenda compreen- ido melhor 0 ancadeamento dos fatos natursis © socials, ow aquilo 2 que se chaa lls da natureze « da sociedad, se aperce. bord mais fécl a globelmente do canster da meio em que vive, ~ que este se santird, ligernas, mais livre, que seré praticamente ‘mais habil © mais podereso do que o outio? Aquele que sabe ‘mais daminard naturelmerta aquela que sabe menos, @ se exis tir entre duds classes apenés esta diferenca de educagaoe de ins- truco, asta diferench produziré em pouco tempo todas as au- tras, 9. muro human voltard a0 seu estedo atual, isto &, sané tividide de nove numa rmassa de eseravos e num pequena ni- maro de daminadores, os primeiros trabalhendo, coma haje, para os seguridas, Compreande-se egara por que é que bs socilistas burgueses adem apanes agiema instrugdo para 0 pove, um pouco mais do {que fem atualmente, @ nds, clemacrates-spcalistas, exigimos pa- Fa 0 povg @ instrupdo tntegral, toda a instrugdo, 180 complete quanta 0 permita @ capacidade intelactual da sfoulo, @ fim de ue acima das massas, nfo possa existir nenhuma clatse que sa fog mes do qua eles, que os passa cominar a explorer. Os socials ‘as burguesespretendem man eras classes, devando cada ume de 32 | i | | 2s, seqund eles, dsamaenhar uma diferent funda sovial, uma, or exemplo, 8 ciéncia e a outre o trabalho manual; ends, pelo ontrdrio, queremos a abolicdo cefinitiva das clases, a unitica G20 da snciedede, € 9 iqualizagdo econdmica e socal de todos os eres humanos que habitem a tera. Eles queriam, conservardo- 23, minarat, adocicar @ embelezer a desigueldade ea injustiga, as bases histritas da sociadade etual, © nds, queramas dest ut as Donde resulta obviamente a impassbilidade de quelquer enten- dimento, conciliagdo ou mesmo coligngda entre nbs © 03 sacialis- tasburgueses. Mas, dirged, © ¢ 0 argumenta que st'nqas apie mais fre. quentemente e que todos os Senhores doutrindrios de todas as ‘cores considera irresist(vel, €impossivel qué toda a humana de S© devique a cidncia; morreria de fome, E necessiric quo, enquanto uns estudam, outros trabather,# tim de praduzirem 8 abjetos necassdrios @ vida, para eles préprios antes cle m 2 depois para todos os homens que se dedicam exclusivamente fags trabalhos intelectuais; porque os homens nfo trabalharn penas ara si préprios: as sues descohertns eientfficas para além de alargarem o espitito human, aplicando-se a indstria@ 8 agricultura, e, em geral, &.vida politica social, no melhioram as condigiies de todos os seres humanos, sem excenio?. As suas eriages ortlstices nfo enobrecerdia a vida de tada 0 mundo? ‘Ni, evidentemente que no. E ¢ maior repara que temusa Fare 8 cidncia e 8 arte, & precisomsnte por rapartir os seus resul tadlos pens com uma parte minima da soviedade, exeluindo, © ar consequéncia desprezanda, 3 esmagadura raion. Podormos dizer hoje das peogressos da’ ciéniia e das aries acuila que so ssa jd com tanta razdo do desenvaivimenta prodigivso dain: distria, do connércio, do ew'dito, da riqueza social, am resumo, hos patsas mis civlizadas do mundi modemo, Esta viqueea é absolutamenie exclosive, ¢ tende 0 gor cada vee mas, concen: trando se serapre num prnueno niimero de mos e reeltando 0s estratos inferiores da laise médio, 9 pequeta burguesi, 0 pro: letavindo, dh lal modo que‘o desenvolvimento dessa riquezo esté fa vazdo utéty da mistria.crescente des massas trabalhadaras Donde jesulla que o abisma que supa:a jéaminorie elite privile: sida dos miles de trabaihadores gun a mintéim com o trabo- tho dos sus brnpas, aanga-se cata vez mais, @ que quunto mais os eles, as exploradores do trabalho papular, so folizes, mais 33 PEELLEEELEELERRERELERLELELLELELLELEIOS infolizes se taram 0s trebelhadores. Comparemos apenas a copuléncia febulosa do grande mundo aristocrético, finance, comercial industrial da Inglatera, e a situacdo miserével dos operdrios desse mesma pais: relea-se a carta to ingénua @ t€0 dilecerenta escrita ultimamemte por um inteligerte # honesto curves de Londras, Walter Oungen, que acaba de se envenenar voluntariamente com a sua mulher @ os saus seis flhos, apenas para escapar & humilhacdio da miséria e As torturas da tome, & seremos crigados reconhecer que esta téo louveda civilizapdo indo 6, sob 0 ponto de vista material, meis do. que opressio 2 ruinado pov. (0 mesma se passe com os modernos progressos da ciéncia @-das. arts. 08 progressos s80 imensos! Sim, é vewdade, ‘Mas ‘quanto. mais imensos so, meis se tornam causa de escravetura inlelectual, e par consequéncia também material, cgusa de misé rig e de inferiofidade para 0 povo; porque cada vee mais se alr- 0 9. abitma qué separa jJ a intelighncia papular das elasses privilegiades. A primeira, sob o ponta de vista da capacidade hajural, & hoje, evidentemente, menos sensfvel, menos oprovel ada, menos sofisticada e rmanos corrompida pela necesidade de, defend interasses injustos, e por consequéncia é natural- mente mais poderosi do que a intligéncin burguess; mas, por ‘outro lado, esta dlvima tem do seu lado’ todas as armas da cifncia, essas armas sio formidveis. Acantece muito trequen- tormenta. ur opexrio extracrdinariamente inteligente ser forga do.a galore porante um sdbio idiota que 0 bate, néo pela inte. ligénchs narque i 180 poss, mas pela instrupAo, de que‘o ope- tétio, fo privada, b que ele pode recedes, porque enquento a sue Idiotina se esen volvo ciomiticantente nas escolas, a trabalho do ‘ofirdr 0 visti, alojava, alimantavew forneclesthe todas as coisas, pralesres & ivi9§ necessrios 8 sua instruRa., cau de cidncia de que cata um dispdk no é igual, mes io, dentio da classe hurguesa, sabemos bem, . Tambéin af exs- te umo escala, determinade rio pela capaviéade dos individuns, ‘ras polt maidy Ou menar riqueza do esata social em gue nes- ceu; por Bxemplo, a instrucdo que rcebem os filhos da peque ne urquisia, muito pauco superinr Aquela que 08 operstios com soyuer ob, praticamente nul se a gotnpalartmos com, a que tecabe a alta & médio-burquesin. Que vers nds entéo? A pe- ‘quonebuiquesia, que mio exté atieiinente ligada 8. esse ria 34 sendo por uma vaidade rid culs por um lado, e, por outta, pela apandéncie em que vive dos yrandas capitalistas, encontra-se na maior parte des vezes numa situacéa mais miserdvel e muito mais humnilhante sinda do que o proprio proletariada, Assim, quando falamos de clases privilepiadas, nunca ineluimos essa pobre pequens burguesia, que, se tivasse um pouco meis de es- pirfto ¢ de coreed0, no tardaria em vir juntarse @ nds, para combater 4 médio e grande burguesia que néo a exmaga menos «é0 qui 0 faz a0 proletariado, E soo desenvlvimento econdmica da sociedade continuasse nesta direcdd ainda durante uma didzia de anos, 0 que nos parece completamente imposs(vel, verfainos Binda a maior perte da média burguesia car na situagdo atual da equena-burguesia primeiro, para ir mais tarde ceit no prolata- Fiado, sempre gragas a essa concentragéo fatal (da tiqueéza) num ‘ndimero de mos cada vez menor; 0 que terie cerno inavitdvel resultado @ definitive divisfo do mundo social urna pequena ‘ninotia excessivamente opulent, sibie, dominante, @ uma esmagadora maiorie de proletrios miseréveis, gnorantes esera- vos. Trata'se dum fato que deve sensibilizar tados os espititos. Conscienciosos, todas: 0s que desejam dignidade hurkana, justi Ga, isto 6, a lierdade de cada um na igueldade e pele iqualdade do todos. E que todes as invengées da inteligéncta, todes as arendes eplicagdes da ciéncia 8 indéstria, a0 comércio ¢ de um ‘modo geral vida social, s6 beneficiaram até hoje as classes pri- vilegiades, asim como o poder dos Estedos, esses etarnos proto: tores de todas as iniquidades polfticas e socials, ¢ nunce 2s mas- ‘e6 populares. Basta nomear as méqulnas para que todos os ape: ririos @ todos os partidérios sinceras da emancipacdi do’ traba- 'ho nos déem razao. Atraves de que forea se mantém ainda hoje a8 classes prvilgiadas com toda a sua felicidad insolent @ t0- dos os seus yozos infquos, contra a indignagSo: to legitima das ‘massas populares? Serd através dume forga que thes 8 inorente? Nifo, ¢ unicamente através da forea do Estada, am qué as seus filhos,aliés, desempenham hoje, como sempre o fizeram, todas 498 funebes dominantes, e mesmo todas a8 funigies médias @ in feriores, menos as dos trabalhadores e dos snldados, E 0 que é ‘que constitui hoje em dia a principal torga dos Estados? E a ign Sim, 6 a ifn. Ciéncia de govern, de administragio & Siéncis finances; wenela de tosquier os rebantos Populares fim 8 F826" rita demasiado, de os manter constontsiyava Hdctecei% noténel, 3 fim de que jamais pssam, pol oe Iieredade © pole unigo dod seus estorcos rer ane force ca- az de Os derubar (0); edhe lta, antes de mas, ora Gi Sa rat ape teoades,« 0 seus formic {ot dh destiulegp que "sia una maraviha’ (2; rics de ge ‘)0, entim, @ que crow os batecs 8 vapor, as 6.08 talénrafos; as estradat de ferro que, ‘Gia mila, debuplican o poder defensive e olesice fax Es, iat teléoetes, gue, trensformanda cada gomnreo aga Briaréu com com, com mil bracns, dabho a pasibllidede de Pe imts de abr el de tomar Gonhecimonto de tudo, orere {lie pode endo near quo todos us progtesey db cidne Klos Ctee, semore servi para aumuntay a iquera dec Clases priilegiedes o 0’ poles dos Estados, om detrimento da A, pbetrdo, sr gue ae massox operon no ustneny ann Yanibem? Néo séo slas mals evlizadss no nasa tute a nue ram nus sdculos anterioras? (a reipeeltetnos orn uma abesvacdo.de Lass, 0 sikh socilito alamo, Para ovaiar os progressos tae masses Aanttias do Panta ce vita da sua pranclpaso politics «ee esate 02 Pode compete sa nel injtectual now sicacy esos. E have bclar'se& part de uma determina G2 Sie, ld sit corstateda b aerenga quo evet entig PMc ces ellogiads, eles pregrdivam ne mans dias, ue ates chimes Ponau ge Mauve igaldads none AAR BtOaTestoscaspectves,« distncainteloctual qua eg separa os cage a § Ma eit par csguint manor doug ‘ods classes: dom ingates, a: mesmo. ‘espaco de tempo, esta dis- (1) Ovtsiades, ope ome # esingatar nn btabn de Mentata (9 de Nov, de 1867), 36 [Bieie aumenter 0 abso gue es separa teria qumentedo, 0 prem privlegiado tera se tornado mais podeross, 9 dperéic (nels dependent, mais escravo do que ne goed que se tinhe femedla como Ponto de partida. Se partimmasos dels tn hore, de dois portos diferentes, tendo vood 100 pessos do acon fo pte Mi, v8 a 60 nessos nor minuto, eu apenas 30 v6 Jil dure bora, 8 diséncin ue hos spare nad se 160. ron 280 passa. Est Oxemolo dénas ume ids corre das progress res Rectvas ca urguatia a do oroletariedo aqui. Os burgueses ond fiat mas debresse ne estrada do civilfznedo do que es prolets, fos, r80 foraue 4 sua intaligdnota fosse naturalmente mir da adiates tltimos, ~ podria se dizer hoje cam toda agro. Dilodade braekamente o contio, — mas porque arganzecce Ghondmica @ palin to sociedade fot, até aaul, gue acc EHrGues ge pen insti, que clncia 3) exit Hare olog So te retried se viu condenads ame ignarénee forge, ee tal modo que se mesmo asim ela ava 0 seg ne erat Ho Indbitivais —, nda graces & socleal, antes pelo como, : Fisumindo. Ne organizeesp aun! d'socedady, os prdyies 3 cet einla foram a causa da ignordneiarelerie do prolotere io, asim oma as progrestos na inGstia ena coméica fear cont dh Sup miséria retain. Tanto os prograsios intlactusis Fao uarai contribucar, pois, sant umectea su esbrau, 12 esta eiéneia burguesa, do mesmo moda que devemos rejoitar £ Camber @ tiqueza da burguelia, Combtélee 4 raeité ra SRMIGD te a0 deatruir a ordeen soiiel que dels iz paarimngeny te uma ou ds as elses, a relvindlarccna bam serie de todo-0 mundo, (UE RNMIE.I, 28, 31 de judo te 1969) it Demonstramos que, enquemta houvoe dois ou nels graus de Insituco pata os difermtes estas da sociedede, haved nacen a = Gua So