Você está na página 1de 2

PLANO DE AULA – TEMA 01

ÁREA: ARTES
CARGO: PROFESSOR DE 2º CICLO – ANOS FINAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL DO 6º
AO 9º ANO.
UNIDADE TEMÁTICA: ARTES VISUAIS
PROFESSORA:
SÉRIE: 6º ANO
DURAÇÃO: 20-25 MIN
DATA: HORÁRIO:

TEMA: CONCEPÇÕES DE ARTES VISUAIS: LINGUAGEM E EXPRESSIVIDADE DO


INDIVÍDUO EM RELAÇÃO AO SEU MEIO SOCIAL

OBJETIVO GERAL
Entender como as Artes Visuais podem ser uma ferramenta útil na construção da identidade
da pessoa.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS
1. Compreender o papel do artista como comunicador de uma mensagem através da sua
Arte.
2. Refletir como a Arte pode expressar nossas relações interpessoais.
3. Relacionar aspectos da vida cotidiana à Arte em suas dimensões.

OBJETOS DE CONHECIMENTO
Processos de Criação.
Contextos e Práticas.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO
Três tipos de expressões nas Artes Visuais:
 Grafite.
 Escultura.
 Fotografia.
Como esses três tipos de Artes Visuais foram usados, pelos artistas citados na aula, para
expressar sua visão do mundo.

HABILIDADES DA SEREM DESENVOLVIDAS


(EF69AR06) Desenvolver processos de criação em artes visuais, com base em temas ou
interesses artísticos, de modo individual, coletivo e colaborativo, fazendo uso de materiais,
instrumentos e recursos convencionais, alternativos e digitais.
(EF69AR31) Relacionar as práticas artísticas às diferentes dimensões da vida social, cultural,
política, histórica, econômica, estética e ética.

ESTRATÉGIAS DE ENSINO
A aula será expositiva, dialogada e contará com a visualização de imagens impressas para
auxiliar na compressão dos temas abordados. Inicialmente apresentaremos um recorte da
imagem do mural “Todos Somos Um” de Eduardo Kobra feito para os Jogos Olímpicos do
Rio de Janeiro em 2016. A partir dessa imagem apresentaremos alguns conceitos
relacionados à arte grafiteira. Em seguida através da fotografia da imagem da escultura
“Pietá”, falaremos sobre algumas particularidades da obra levando o discente a refletir sobre
como apreciar pormenores deixados pelo artista para que fossem descobertos pelo
expectador. Logo depois, utilizando a fotografia não mais como registro da obra de arte, e
sim como a própria obra, analisaremos a série fotográfica de Libby Oliver que tem como título
“Soft Shells”. E por fim observaremos as imagens dos espetáculo “Ares Familiares” (2009),
do grupo de dança contemporânea paulista Caleidos Cia de Dança, levando em consideração
como Arte pode expressar nossas relações interpessoais.

MATERIAIS DE ENSINO
Quando. Pincel. Imagens impressas. Livro Didático.

PROCEDIMENTOS DE AVALIAÇÃO
O processo avaliativo deverá acontecer de forma paulatina ao longo das aulas. Nesse
encontro vamos valorizar a participação do aluno e da aluna, observando seus
questionamentos, contribuições e inquietações a partir do exposto. Observaremos e
incentivaremos sua oralidade e sua capacidade de contextualizar o tema com a sua própria
realidade através de questionamentos propostos durante a aula. Ao final os alunos e alunas
serão desafiados a produzir uma resposta artística, dentro de suas capacidades, que ele
considere confortável para demostrar a sua relação com o meio social. Assim procedendo
estaremos em consonância com a abordagem triangular de Ana Mae Barbosa: APRECIAR,
CONTEXTUALIZAR E FAZER.

BIBLIOGRAFIA BÁSICA CONSULTADA


BUENO, Luciana Estevam Barone. Linguagem das Artes Visuais. Curitiba: Intersaberes,
2012.
MUNIZ, Mariana Lima et al. Rumos da Arte: 6º ano. São Paulo: Sm, 2018.
PEREIRA, Katia Helena. Como usar artes visuais na sala de aula. 2. ed. São Paulo:
Contexto, 2009. (Como usar na sala de aula).
POUGY, Eliana; VILELA, André. TELÁRIS ARTES: 6º ano. São Paulo: Ática, 2018. 184 p.