Você está na página 1de 3

Júlio César Hidalgo

(Advogado, escritor e professor)

www.youtube.com/c/juliocesarhidalgo1
advjuliohidalgo@yahoo.com.br www.juliohidalgo.com.br

- O MP é instituição permanente, essencial à função


jurisdicional do Estado, incumbindo-lhe a defesa da
ordem jurídica, do regime democrático e dos
interesses sociais e individuais indisponíveis.
- São princípios institucionais do MP a unidade, a
MINISTÉRIO indivisibilidade e a independência funcional.
PÚBLICO - Pode ser da União ou do Estado.
(art. 127 e ss) - o MP da União, que compreende o MP Federa, o
MP do Trabalho, o MP Militar; o MP do Distrito
Federal e Territórios;
- O MP da União tem por chefe o Procurador-Geral
da República, nomeado pelo Presidente da
República dentre integrantes da carreira, maiores
de trinta e cinco anos

advjuliohidalgo@yahoo.com.br www.juliohidalgo.com.br
www.youtube.com/c/juliocesarhidalgo1

- Os Ministérios Públicos dos Estados e o do Distrito


Federal e Territórios formarão lista tríplice dentre
MINISTÉRIO integrantes da carreira, na forma da lei respectiva,
PÚBLICO para escolha de seu Procurador-Geral, que será
(art. 127 e ss) nomeado pelo Chefe do Poder Executivo, para
mandato de dois anos, permitida uma recondução.
- Garantias dos membros do MP: vitaliciedade,
inamovibilidade e irredutibilidade de subsídio.

advjuliohidalgo@yahoo.com.br www.juliohidalgo.com.br
www.youtube.com/c/juliocesarhidalgo1

1
- Vedações
* receber, a qualquer título e sob qualquer
pretexto, honorários, percentagens ou custas
processuais
* exercer a advocacia;
MINISTÉRIO * participar de sociedade comercial, na forma
da lei;
PÚBLICO
* exercer, ainda que em disponibilidade,
(art. 127 e ss)
qualquer outra função pública, salvo uma de
magistério;
* exercer atividade político-partidária; *
receber, a qualquer título ou pretexto, auxílios ou
contribuições de pessoas físicas, entidades públicas
ou privadas, ressalvadas as exceções previstas em
lei.
advjuliohidalgo@yahoo.com.br www.juliohidalgo.com.br
www.youtube.com/c/juliocesarhidalgo1

Art. 131. A Advocacia-Geral da União representa a


União, judicial e extrajudicialmente e é órgão de
consultoria e assessoramento jurídico do Poder
Executivo.
- tem por chefe o Advogado-Geral da União, de livre
ADVOCACIA nomeação pelo Presidente da República dentre
PÚBLICA cidadãos maiores de trinta e cinco anos, de notável
(art. 131 e 132) saber jurídico e reputação ilibada.
- os Procuradores dos Estados e do Distrito Federal,
organizados em carreira exercerão a representação
judicial e a consultoria jurídica das respectivas
unidades federadas.
- os procuradores é assegurada estabilidade após
três anos de efetivo exercício,

advjuliohidalgo@yahoo.com.br www.juliohidalgo.com.br
www.youtube.com/c/juliocesarhidalgo1

- À Defensoria Pública incumbe a orientação


jurídica, a promoção dos direitos humanos e a
defesa, em todos os graus, judicial e extrajudicial,
DEFENSORIA dos direitos individuais e coletivos, de forma
integral e gratuita, aos necessitados
PÚBLICA
(art. 134)
- São princípios institucionais da Defensoria Pública
a unidade, a indivisibilidade e a independência
funcional

advjuliohidalgo@yahoo.com.br www.juliohidalgo.com.br
www.youtube.com/c/juliocesarhidalgo1

2
O advogado é indispensável à administração da
ADVOCACIA justiça, sendo inviolável por seus atos e
(art. 133) manifestações no exercício da profissão, nos limites
da lei.

advjuliohidalgo@yahoo.com.br www.juliohidalgo.com.br
www.youtube.com/c/juliocesarhidalgo1