Você está na página 1de 24

Centro Federal de Educação Tecnológica de Santa Catarina

Gerência de Metal-Mecânica
Laboratório de Metrologia – Medição por Coordenadas

AVALIANDO PROBLEMAS EM
PROCESSOS DE MANUFATURA
E OS SEUS DESPERDÍCIOS

André Roberto de Sousa, Dr.Eng.


CEFET-SC – GEMM – Medição por Coordenadas
asouza@cefetsc.edu.br
Centro Federal de Educação Tecnológica de Santa Catarina
Gerência de Metal-Mecânica
Laboratório de Metrologia – Medição por Coordenadas

INDÍCIOS DE UM
PROCESSO EFICIENTE
Centro Federal de Educação Tecnológica de Santa Catarina
Gerência de Metal-Mecânica
Laboratório de Metrologia – Medição por Coordenadas

PROJETO CONTROLE
FABRICAÇÃO
MECÂNICO DIMENSIONAL

A PRESSA E A
- Referências e Tolerâncias
- Equipamentos rápidos,
PRECISÃO
são especificadas de forma - Plano de Inspeção é
precisos e flexíveis; focado nas
SÃO ALIADAS
racional e simuladas para
garantir a montagem sem - Baixos tempos de setup, características críticas e
retrabalhos, e para garantir a maximizando tempo significativas.
satisfação dos clientes efetivo de máquina; PRODUTIVIDADE
- Eficiência operacional,
(funcionalidade, desempenho e maximizando a utilização
- Processos capazes de
confiabilidade) dos equipamentos;
atender às especificações
- Desenhos são claros e geométricas. - Incerteza dos
completos (GD&T) e estão resultados é compatível PRECISÃO
identificadas as características com as tolerâncias das
significativas peças.
Centro Federal de Educação Tecnológica de Santa Catarina
Gerência de Metal-Mecânica
Laboratório de Metrologia – Medição por Coordenadas

INDÍCIOS DE UM
PROCESSO DEFICIENTE
Centro Federal de Educação Tecnológica de Santa Catarina
Gerência de Metal-Mecânica
Laboratório de Metrologia – Medição por Coordenadas

PROJETO CONTROLE
FABRICAÇÃO
MECÂNICO DIMENSIONAL

A PRESSA É
INIMIGA DA
PRECISÃO
- Referências e
Tolerâncias mal - Equipamentos lentos e/ou - Plano de Inspeção
especificadas dificultam com problemas de precisão; inadequado: cotas importantes
a fabricação e não são esquecidas, e cotas sem PRECISÃO
- Máquinas com grandes
garantem uma fácil importância são controladas.
erros geométricos, falta de
montagem nem o rigidez mecânica e/ou - Longos tempos de medição,
atendimento aos instabilidades térmicas; por causa do excesso de cotas a
requisitos da qualidade medir e/ou por causa da baixa
associados ao produto; - Longos tempos de setup,
eficiência operacional;
com perdas de tempo e
- Desenhos são produtividade; - Fontes de incerteza
elaborados com (instrumento, homem, ambiente,
linguagem pobre; - Processos incapazes de PRODUTIVIDADE
peça), tornam os resultados
atender às especificações
pouco confiáveis, levando a
geométricas.
erros de avaliação.
Centro Federal de Educação Tecnológica de Santa Catarina
Gerência de Metal-Mecânica
Laboratório de Metrologia – Medição por Coordenadas

PONTOS CRÍTICOS
DO DESPERDÍCIO
Centro Federal de Educação Tecnológica de Santa Catarina
Gerência de Metal-Mecânica
Laboratório de Metrologia – Medição por Coordenadas

PROJETO FABRICAÇÃO CONTROLE


PERFECCIONISTA INCAPAZ NÃO CONFIÁVEL

Com isso não tem


como não montar
PERDAS COM
± 0,005 mm REFUGO E
RETRABALHO

PERDAS COM OS
ERROS DE
CLASSIFICAÇÃO
LIT X LST
DAS PEÇAS
Centro Federal de Educação Tecnológica de Santa Catarina
Gerência de Metal-Mecânica
Laboratório de Metrologia – Medição por Coordenadas

SITUAÇÕES POSSÍVEIS
Centro Federal de Educação Tecnológica de Santa Catarina
Gerência de Metal-Mecânica
Laboratório de Metrologia – Medição por Coordenadas

SITUAÇÃO 1
DISPERSÃO NA FABRICAÇÃO
+ LIT X LST

INCERTEZA DE MEDIÇÃO

NÃO COMPROMETEM
Centro Federal de Educação Tecnológica de Santa Catarina
Gerência de Metal-Mecânica
Laboratório de Metrologia – Medição por Coordenadas

PROJETO FABRICAÇÃO CONTROLE


DIMENSIONAL

Incerteza das
Medições
Como o Controle
Como as peças Dimensional as vê
± 0,05 mm realmente são

IT = 0,1 mm
LIT X LST LIT X LST

Nenhuma peça boa foi reprovada


Centro Federal de Educação Tecnológica de Santa Catarina
Gerência de Metal-Mecânica
Laboratório de Metrologia – Medição por Coordenadas

SITUAÇÃO 2

CULPARAM UM “INOCENTE”
Centro Federal de Educação Tecnológica de Santa Catarina
Gerência de Metal-Mecânica
Laboratório de Metrologia – Medição por Coordenadas

CONTROLE
PROJETO FABRICAÇÃO
DIMENSIONAL

Incerteza das
Medições

Como o Controle
Como as peças Dimensional as vê
± 0,05 mm realmente são

IT = 0,1 mm
LIT X LST
LIT X LST

Haverão Peças Boas Refugadas !!!


Centro Federal de Educação Tecnológica de Santa Catarina
Gerência de Metal-Mecânica
Laboratório de Metrologia – Medição por Coordenadas

SITUAÇÃO 3

TODOS SÃO CULPADOS

PROCESSO CONTROLE
Centro Federal de Educação Tecnológica de Santa Catarina
Gerência de Metal-Mecânica
Laboratório de Metrologia – Medição por Coordenadas

PROJETO FABRICAÇÃO CONTROLE


DIMENSIONAL

Incerteza das
Medições
Como as peças Como o Controle
realmente são Dimensional as vê
± 0,05 mm

IT = 0,1 mm
LIT X LST LIT X LST

Haverão mais perdas com


Além das perdas com peças Peças Boas Refugadas e
realmente fora das tolerâncias Peças Ruins Aprovadas !!!
Centro Federal de Educação Tecnológica de Santa Catarina
Gerência de Metal-Mecânica
Laboratório de Metrologia – Medição por Coordenadas

UMA SIMULAÇÃO DAS


CONSEQUÊNCIA$$$$
Centro Federal de Educação Tecnológica de Santa Catarina
Gerência de Metal-Mecânica
Laboratório de Metrologia – Medição por Coordenadas

CARACTERÍSTICAS DO CASO SIMULADO


• O PRODUTO:

• PRODUÇÃO: 100.000 unidades / ano


• CUSTO UNITÁRIO: R$ 400,00

TOLERÂNCIAS
• O PROJETO: TÍPICAS

± 0,05 mm IT = 0,10 mm
± 0,04 mm IT = 0,08 mm
± 0,02 mm IT = 0,04 mm
Centro Federal de Educação Tecnológica de Santa Catarina
Gerência de Metal-Mecânica
Laboratório de Metrologia – Medição por Coordenadas

• A FABRICAÇÃO: • A MEDIÇÃO:

Estratégia
O PROCESSO E Ambiente
de Medição
SUA DISPERSÃO
Operador
Máquina

Peça

Provocam Erros de Medição,


levando a Incertezas nos
dados obtidos

LIT X LST SERÁ AVALIADO A


INCERTEZA DE CONSEQUÊNCIA DA
INCERTEZA, QUE VARIA
MEDIÇÃO DE 0 até ± 0,05 mm
Centro Federal de Educação Tecnológica de Santa Catarina
Gerência de Metal-Mecânica
Laboratório de Metrologia – Medição por Coordenadas

CASO 1
A SIMULAÇÃO:
O PROCESSO O PROCESSO
REAL É CAPAZ APARENTE
Cpk = 1,33

Incerteza das
Medições

LIT X LST LIT X LST

Número de Peças
Boas Refugadas !!!

O CUSTO DESSE
DESPERDÍCIO
18
Centro Federal de Educação Tecnológica de Santa Catarina
Gerência de Metal-Mecânica
Laboratório de Metrologia – Medição por Coordenadas

OS RESULTADOS CONSIDERANDO O PROCESSO CAPAZ:


7

6.3

5.6

4.9
Perdas (Milhões de Reais)

4.2

3.5

2.8

2.1

1.4

0.7

0
0 5 10 15 20 25 30 35 40 45 50
Incerteza (um)
IT = 0,10 mm
IT = 0,08 mm
IT = 0,04 mm 19
Centro Federal de Educação Tecnológica de Santa Catarina
Gerência de Metal-Mecânica
Laboratório de Metrologia – Medição por Coordenadas

CASO 2
A SIMULAÇÃO:

O PROCESSO REAL JÁ Incerteza das O PROCESSO


APRESENTA PROBLEMAS Medições APARENTE É BEM PIOR

Refugo de 50000 ppm

LIT X LST X
LIT LST

Peças Ruins
Aprovadas
O CUSTO DESSE +
Peças Boas Reprovadas
DESPERDÍCIO +
Peças Ruins Reprovadas 20
Centro Federal de Educação Tecnológica de Santa Catarina
Gerência de Metal-Mecânica
Laboratório de Metrologia – Medição por Coordenadas

6.3

5.6

4.9
Perdas (Milhões de Reais)

4.2

3.5

2.8

2.1

1.4

0.7

0
0 5 10 15 20 25 30 35 40 45 50
Incerteza (um)
IT = 0,10mm
IT = 0,08 mm 21
IT = 0,04mm
Centro Federal de Educação Tecnológica de Santa Catarina
Gerência de Metal-Mecânica
Laboratório de Metrologia – Medição por Coordenadas

CONCLUSÕES

A especificação de tolerâncias de forma racional é vital para a


redução de custos de fabricação, medição e de desperdícios

Todo um investimento em modernas máquinas-ferramenta


CNC pode ser inviabilizado pela incerteza nas medições.

A partir de certo nível de incerteza, cada 1 µm de incerteza


adicional provoca um prejuízo adicional de R$ 400.000,00/ano.

A piora na capabilidade do processo, mantendo-se a


mesma incerteza de medição, chega a causar um prejuízo
adicional de R$ 900.000,00/ano.

22
Centro Federal de Educação Tecnológica de Santa Catarina
Gerência de Metal-Mecânica
Laboratório de Metrologia – Medição por Coordenadas

A simulação aqui apresentada considera um processo capaz e


estável e procurou evidenciar a interdependência entre a
capabilidade dos processos de fabricação e a incerteza dos
processos de medição.

A partir do conhecimento desses parâmetros pode-se atacar o


verdadeiro causador de não conformidades dimensionais na
produção e atuar efetivamente na melhoria da qualidade dos
produtos que você envia para o seu cliente.

Não estão incluídos nessa simulação os custos indiretos com


ações incorretas para controle do processo, paradas de
produção, perda de imagem da empresa e outros.
Centro Federal de Educação Tecnológica de Santa Catarina
Gerência de Metal-Mecânica
Laboratório de Metrologia – Medição por Coordenadas

Esse material possui finalidade puramente didática.

Sinta-se à vontade para copiá-lo e repassá-lo.


É proibida a sua utilização para fins comerciais.

Até a Próxima.

André Roberto de Sousa, Dr. Eng.


asouza@cefetsc.edu.br